Issuu on Google+

Pesquisa de Emprego Bancário em Goiás

Goiânia, agosto de 2012.


Geração de empregos no setor bancário diminuiu 6,0% em relação ao mesmo período do ano anterior A redução na geração de empregos formais no início de 2012 constatada pelos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego manifestou-se também no setor bancário. O primeiro semestre deste ano teve fraco desempenho na geração de empregos do setor bancário, quando comparado com o mesmo período de 2011, cujo total de postos de trabalho gerados no setor diminuiu 6,0%. Apenas 345 postos foram abertos no período, contra 367 de janeiro a junho do ano passado.

Média mensal ficou em 58 postos emprego bancário no período teria sido Com a geração de 345 postos entre

negativo.

janeiro e junho de 2012, o desempenho

Um dos aspectos que vinha marcando

do

Goiás

a movimentação do emprego bancário

mostrou forte alteração na trajetória

era o desligamento a pedido, que

que o caracterizou desde o início de

chegou

2010. Se entre janeiro de 2010 e

demissões no primeiro semestre de

dezembro de 2011 foram abertas, em

2011. No mesmo período deste ano, a

média, por mês, 62 vagas no setor, nos

participação

seis primeiros meses deste ano, esta

desligamento foi de 33,0%. Por outro

média reduziu-se para 58 postos. O

lado, a demissão sem justa causa

Gráfico 1 permite ver a evolução do

representou 58,0% dos desligamentos

comportamento do emprego bancário

do período.

emprego

bancário

em

a

representar

desta

48,8%

forma

das

de

entre janeiro de 2009 e junho deste ano. Os postos criados este ano foram resultado da contratação de novos bancários

pela

Caixa

Econômica

Federal, que abriu 391 novos postos. Sem essa participação, o saldo do

2 DIEESE – ESCRITÓRIO REGIONAL EM GOIÁS Rua 4, nº 515, sala 1.518-Ed. Parthenon Center - CEP 74.026.900- Goiânia-GO www.dieese.org.br – e-mail: ergo@dieese.org.br


GRÁFICO 1 Saldo mensal do emprego bancário Goiás – janeiro de 2009 a junho de 2012 200

150

100

50

jan/09 fev/09 mar/09 abr/09 mai/09 jun/09 jul/09 ago/09 set/09 out/09 nov/09 dez/09 jan/10 fev/10 mar/10 abr/10 mai/10 jun/10 jul/10 ago/10 set/10 out/10 nov/10 dez/10 jan/11 fev/11 mar/11 abr/11 mai/11 jun/11 jul/11 ago/11 set/11 out/11 nov/11 dez/11 jan/12 fev/12 mar/12 abr/12 mai/12 jun/12

0

-50

Fonte: MTE/CAGED Elaboração: DIEESE – GO

Perfil dos admitidos e desligados Os dados do CAGED (Tabela 1)

período

mostram que os homens são maioria,

masculino, que corresponde a 54,8%

tanto entre os admitidos, quanto entre

dos 345 postos, ou seja, 189 vagas. As

os desligados. Porém, o saldo no total

mulheres somam 156, ou 45,2%.

de

trabalhadores

empregados

é

superior

para

o

sexo

no

TABELA 1 Admitidos, desligados e remuneração média por sexo Goiás - janeiro a junho de 2012 Admitidos Sexo

Desligados

N° de Part. Rem. Média N° de Part. trabalhadores (%) (em R$) trabalhadores (%)

Rem. Média (em R$)

Saldo

Part. Dif. de Rem. (%) Média (em R$)

Masculino

430

54,8

2.006,10

241

54,8

3.351,87

189

54,8

-40,1%

Feminino

355

45,2

1.939,56

199

45,2

2.872,19

156

45,2

-32,5%

Total

785

100,0

1.976,01

440

100,0

3.134,92

345

100,0

-37,0%

Fonte: MTE/CAGED Elaboração: DIEESE – GO

As faixas etárias com saldo positivo de

resultado foi positivo em 215 postos.

emprego

reúnem

Para trabalhadores a partir de 40 anos,

trabalhadores com até 39 anos, com

o saldo de empregos torna-se negativo

destaque para as faixas com idade

em -55 vagas. (Gráfico 2a).

são

as

que

entre 18 e 24 anos, para a qual o

3 DIEESE – ESCRITÓRIO REGIONAL EM GOIÁS Rua 4, nº 515, sala 1.518-Ed. Parthenon Center - CEP 74.026.900- Goiânia-GO www.dieese.org.br – e-mail: ergo@dieese.org.br


GRÁFICO 2a Admitidos, desligados e saldos por faixa etária Goiás – janeiro a junho de 2012 Admitidos

303

Desligados

Saldo

237 215 177 119

113 124 88

63

58

57

44 21

3

0

3

Até 17 anos

18 a 24 anos

25 a 29 anos

30 a 39 anos

40 a 49 anos -19

50 a 64 anos

-36

Fonte: MTE/CAGED Elaboração: DIEESE – GO

Quando o corte leva em consideração

mais negativo (-76 postos), conforme o

a escolaridade, os maiores saldos de

gráfico 2b.

emprego referem-se aos trabalhadores

O elevado saldo positivo observado

com

para

Ensino

Médio

Completo.

Os

escolaridade

Ensino

Médio

trabalhadores com Ensino Superior

Completo é, provavelmente, reflexo da

Completo foram os que fecharam o

concentração da geração de empregos

primeiro semestre do ano com o saldo

na Caixa Econômica Federal.

GRÁFICO 2b Admitidos, desligados e saldo por grau de escolaridade Goiás - Janeiro a Junho de 2012 Admitidos

Desligados

Saldo

481 424

246 170 120 121 57 1

2

2 -1

6ª a 9ª Fundamental

3

11 11

0

Fundamental -1 Médio Incompleto Médio Completo Completo

Superior -1 Incompleto

Superior -76 Completo

Fonte: MTE/CAGED Elaboração: DIEESE – GO

4 DIEESE – ESCRITÓRIO REGIONAL EM GOIÁS Rua 4, nº 515, sala 1.518-Ed. Parthenon Center - CEP 74.026.900- Goiânia-GO www.dieese.org.br – e-mail: ergo@dieese.org.br


Características de admitidos e desligados Do ponto de vista do tempo de emprego entre

os

bancários

desligados

no

GRÁFICO 3 Desligados por faixa de tempo no emprego - Goiás – janeiro a junho de 2012 Não classificado 0,2% 120,0 meses Até 11,9 ou mais meses

primeiro semestre deste ano, a maior parte deles – 24,3% - estava no emprego há menos de dois anos (23,9 meses). O grupo com o segundo maior número de trabalhadores desligados no

20,2% De 6,0 a 119,0 meses 11,1%

17,5%

De 12,0 a 59,9 meses

50,9%

semestre, é o de bancários com 10 anos ou mais (120,0 meses ou mais) de tempo no emprego. Eles totalizaram 89 demissões (20,2%) – (Gráfico 3) Com relação aos salários, segue alta a disparidade

entre

rendimentos

Fonte: MTE/CAGED Elaboração: DIEESE – GO

de

admitidos e desligados. O bancário

e 3,0 salários mínimos. Nessa faixa,

contratado no primeiro semestre deste

foram contratados 679 trabalhadores e

ano recebeu, em média, salário 58,6%

desligados 78.

inferior

recebem mais de 3 salários mínimos, as

que

o

dos

trabalhadores

Para as faixas que

desligados.

demissões superaram as contratações

A contratação de novos empregados foi

(Gráfico 4).

mais expressiva que a demissão entre bancários que ganham entre 2,01

5 DIEESE – ESCRITÓRIO REGIONAL EM GOIÁS Rua 4, nº 515, sala 1.518-Ed. Parthenon Center - CEP 74.026.900- Goiânia-GO www.dieese.org.br – e-mail: ergo@dieese.org.br


GRÁFICO 4 Movimentação por faixa de remuneração Goiás – janeiro a junho de 2012 Admitidos

679

Desligados

Saldo

601

114 78

22 17 5

81

72 29

1 2

20

46 9

3

1617

4 11

0.51 a 1.0 1.01 a 1.5 2.01 a 3.0 3.01 a 4.0 4.01 a 5.0 5.01 a 7.0 7.01 a 10.0 10.01 a SM SM -1 SM SM SM SM SM -37 15.0 SM -52 -78 -85 -1

15.01 a 20.0 SM -7

2 2 0 Mais de 20.0 SM

Fonte: MTE/CAGED Elaboração: DIEESE – GO

A

jornada

de

trabalho

predominantemente

exercida

pelos

novos

bancários é de até 30 horas semanais.

Na faixa de 21 a 30 horas, foram contratados

687

trabalhadores

e

desligados outros 178 (Gráfico 5).

GRÁFICO 5 Movimentação por faixa de horas trabalhadas - Goiás - Janeiro a Junho de 2012 Admitidos

Desligados

Saldo

687

509

239

178 83 3

0

12

3

16 a 20 h

21 a 30 h

31 a 40 h

23 41 a 44 h -11

-156

Fonte: MTE/CAGED Elaboração: DIEESE – GO

6 DIEESE – ESCRITÓRIO REGIONAL EM GOIÁS Rua 4, nº 515, sala 1.518-Ed. Parthenon Center - CEP 74.026.900- Goiânia-GO www.dieese.org.br – e-mail: ergo@dieese.org.br


GRÁFICO 6 Estoque de empregos no setor bancário Goiás – 2006 a 2011 Vínculos em 31/12 10.526

9.828 8.552

8.882

8.569

2006

2007

2008

9.090

2009

2010

2011*

Fonte: MTE/RAIS Elaboração: DIEESE – GO (*) Previsão do DIEESE

Evolução do emprego bancário O setor bancário goiano, assim como o

• Em 2008 - forte expansão, com

brasileiro, vem apresentando contínuo

saldos positivos durante todo o ano e

crescimento

200,0% de variação do saldo anual;

no

estoque

de

empregados (Gráfico 6). Na última

• Em 2009 - Queda de 58,0% do saldo,

década, o fluxo do emprego formal da

em relação ao ano anterior;

categoria vem se recuperando dos

• Em 2010 e 2011 – Novamente, o

efeitos

de

setor passa por expansão do emprego

enfrentado

formal (253,9%). Em 2011, a taxa

negativos

reestruturação

do

processo

produtiva

pela economia brasileira, nos anos de

torna-se negativa, em 11,5%.

1990.

O cenário que se desenha para 2012,

O

emprego

bancário

em

Goiás

no entanto, é mais crítico do ponto de

apresentou:

vista do crescimento do emprego.

• Em 2007 - saldos negativos no 1º

É

semestre

emprego ocorreu de maneira mais

semestre;

e,

recuperação

no

sabido

lenta

em

economia,

que

o

todos

crescimento

os

devido

às

setores

do

da

incertezas

geradas pelo cenário externo e pela

7 DIEESE – ESCRITÓRIO REGIONAL EM GOIÁS Rua 4, nº 515, sala 1.518-Ed. Parthenon Center - CEP 74.026.900- Goiânia-GO www.dieese.org.br – e-mail: ergo@dieese.org.br


expectativa de pequena expansão do

disso,

Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro

redução da geração de empregos em

em 2012.

todos

Esses fatores, entretanto,

mesmo

os

ao

setores

se

da

observar

economia

a

-

não explicam o funcionamento do setor

incluindo setores mais sensíveis à

bancário, que - conforme mostram os

baixa expansão do PIB como serviços

Relatórios

dos

e construção civil - nota-se que a

Bancos referentes ao primeiro trimestre

redução do crescimento foi de apenas

de 2012 - apresenta trajetória positiva

27,5% e, portanto, menos acentuada

em

do que no setor bancário.

todos

de

os

Administração

seus

indicadores,

excetuando-se os de emprego. Além

8 DIEESE – ESCRITÓRIO REGIONAL EM GOIÁS Rua 4, nº 515, sala 1.518-Ed. Parthenon Center - CEP 74.026.900- Goiânia-GO www.dieese.org.br – e-mail: ergo@dieese.org.br


Rua Ministro Godói, 310 CEP 05001-900 São Paulo, SP Telefone (11) 3874-5366 / fax (11) 38745394 E-mail: en@dieese.org.br www.dieese.org.br Presidente: Zenaide Honório Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo - SP Vice-presidente: Josinaldo José de Barros Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Materiais Elétricos de Guarulhos Arujá Mairiporã e Santa Isabel - SP Secretário: Pedro Celso Rosa Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas de Máquinas Mecânicas de Material Elétrico de Veículos e Peças Automotivas da Grande Curitiba - PR Diretor Executivo: Alberto Soares da Silva Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Energia Elétrica de Campinas - SP Diretora Executiva: Ana Tércia Sanches Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo Osasco e Região - SP Diretor Executivo: Antônio de Sousa Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico de Osasco e Região - SP Diretor Executivo: José Carlos Souza Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Energia Elétrica de São Paulo - SP Diretor Executivo: João Vicente Silva Cayres Sindicato dos Metalúrgicos do ABC - SP Diretora Executiva: Mara Luzia Feltes Sindicato dos Empregados em Empresas de Assessoramentos Perícias Informações Pesquisas e de Fundações Estaduais do Rio Grande do Sul - RS Diretora Executiva: Maria das Graças de Oliveira Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Estado de Pernambuco – PE

Urbana e Áreas Verdes do Estado de São Paulo - SP Diretor Executivo: Tadeu Morais de Sousa Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Material Elétrico de São Paulo Mogi das Cruzes e Região - SP Direção técnica Clemente Ganz Lúcio – diretor técnico Ademir Figueiredo – coordenador de estudos e desenvolvimento José Silvestre Prado de Oliveira – coordenador de relações sindicais Nelson Karam – coordenador de educação Francisco J.C. de Oliveira – coordenador de pesquisas Rosana de Freitas – coordenadora administrativa e financeira Equipe Técnica Leila Brito - Supervisora Técnica do Escritório Regional do DIEESE em Goiás Roberta Rayane Reis - Auxiliar Técnica Apoio Técnico Rede Bancários do DIEESE

Diretor Executivo: Paulo de Tarso Guedes de Brito Costa Sindicato dos Eletricitários da Bahia - BA Diretor Executivo: Roberto Alves da Silva Federação dos Trabalhadores em Serviços de Asseio e Conservação Ambiental

9


Pesquisa de Emprego Bancário em Goiás