Page 1

PORTO-ME ESTANDARTE

Minha bandeira minha pele Não me cabe hastear-me em dias de parada Um século de hipocrisia após Minha bandeira minha pele Não vou enrolar-me, contudo E num canto Acobertar-me de versos Minha bandeira minha pele Fincado estou na terra que me pertenço Fatal seria desertar-me Alvuras não nos servem como abrigo Sem perigo Lágrimas miçangas Enfeitam o país A iludir o caminho Em procissões e carnavais Minha bandeira minha pele O resto É gingar com os temporais Luiz Cuti.

Porto-me Estandarte  

Poema de Luiz Cuti

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you