Issuu on Google+

WWW.PORTUGUESEFORUM.ORG.ZA

Representing the Portuguese Community in South Africa

Tel : 011-578-5653/4 Fax : 011-395-1070

PLEASE REGISTER ON OUR WEBSITE WWW.PORTUGUESEFORUM.ORG.ZA

Jornal Da Comunidade Portuguesa Na África Do Sul / Portuguese Community Paper of South Africa

ORGULHOSAMENTE PORTUGUÊS / PROUDLY PORTUGUESE

Tel : 011-578-5653/4 Fax : 011-395-1070

Director Dr. Fernando S. Capão

Ano 8 Número 84

Abril, 2011

Sem a Ressurreição de Cristo, a nossa Fé é vã Sabemos que mesmo na Ciência tem havido fraude e corrupção. As verdades da Fé Cristã têm sido alvo de ataques demoníacos desferidos por diversos sectores, sobretudo depois do filme a Paixão de Cristo de Mel Gibson que agitou o mundo. Foi ainda exacerbada por um documentário televisivo prèpascal em 2007, seguido de um livro populista sobre o assunto, reivindicando que o local da sepultura de Jesus e sua família havia sido acidentalmente descoberto por uma equipa de construção civil em 1980. O facto serviu para aumentar as dúvidas sobre a Ressurreição de Jesus Cristo. Recentemente também os Muçulmanos vieram a combater a verdade do Cristianismo, interpretando o Qur'an como dizendo que Jesus nunca morreu, realmente na cruz e muito menos que ressuscitou da morte. Shabir Ally, um destacado defensor da não ressurreição de Jesus, afirma que se esperava um Messias vitorioso e que, por isso, um Messias crucificado é nada menos que a auto refutação da ressurreição. O Vice-líder da Al Qaeda, Ayman al-Zawahri atacou severamente George W. Bush e o Papa Benedito XVI, numa video-cassette em 2006, urgindo todos os Cristãos a converter-se ao Islão. Um destacado líder Hindu declarou em 2007 que Jesus nunca morreu na cruz. “Ele foi apenas ferido e depois de tratado voltou à İndia onde, efectivamente morreu”, insistiu K.S. Sudarshan chefe da Organização Nacional Hindu na İndia. Um monumento de mentiras, deturpações históricas e falsificações apareceu como o Código da Vinci. Mas se são muitos os ataques, muitas, sólidas,

firmes e rochosas são as defesas de gente da maior estatura intelectual, filosófica, teológica, histórica, arqueológica e científica com muitos anos de estudo, pesquisa e investigação cientifica. Muitos ateus e incrédulos levados pela sanha destruidora da Cristandade, embrenharamse na tarefa de negar factos fulcrais da Fé Católica e decidiram “investigar (?) a verdade (?)”, inclinando-se para a defesa da sua postura ateista, mas acabando por aceitar a realidade científica dos factos. Caso, por exemplo de Josh

McDowell, convertido a Cristo e autor de um livro monumental sobre a ressurreição, “Evidência que exige um veredicto e que exaustiva e conclusivamente apresenta documentação e provas reais de clareza após clareza, consubstanciando a verdade histórica, a precisão factual, a evidência arqueológica dos manuscritos, as profecias cumpridas, as muitas vidas transformadas, e outras provas da maior importância no apoio ao facto da Ressurreição de Cristo e outras verdades reclamadas pela

Cristandade”. Uma outra figura do maior relevo no mundo da jurisprudência, Simon Greenleaf, reconhecido como um exímio perito e cérebro brilhante no mundo da Lei que impulssionou a Escola de Direito da Universidade de Harvard, e admitido como como a autoridade suprema no que se refere à essência da firme evidência, fez uma investigação profunda das provas objectivas e evidentes e do testemunho dos autores dos Quatro Evangelhos no seu livro “O Testemunho dos Evangelistas” escreveu: “Era, portanto, impossível que eles tivessem persistido em afirmar as verdades que narraram, se Jesus realmente não tivesse ressuscitado da morte, e se eles mesmos não tivessem conhecido esses factos como tantos outros”. E Greenleaf insiste “qualquer tribunal, se confrontado com as provas evidentes da Ressurreição teria passado um veredicto a favor da integridade e correcção e precisão dos autores dos Evangelhos e do facto da Ressurreição”. No que se refere aos guardas do túmulo de Jesus que o sumo sacerdote pediu ao governador romano, para “koustodia” do mesmo, esta palavra grega significa um destacamento de soldados, está provado que se tratou de uma guarda romana. Se fosse um guarda do templo não havia necessidade de aproximar Pilatos para emitir uma ordem para tal. O destacamento era constituído por 16 guardas, quatro colocados frente à entrada do túmulo em serviço permanente e, segundo a lei militar romana, qualquer guarda que abandonasse o seu posto, ou adormecesse seria crucificado e se algum violasse o lacre do selo romano sem autorização seria sumariamente executado. Continua na pag:2

Growth and Quality in Portuguese E d u c a t i o n i n S A The Portuguese Forum South Africa dreams of bringing quality Portuguese education to the Portuguese youth and communities of South Africa. In an effort to realise this dream, the Portuguese Forum intends to liaise and interact with individuals that are in the field of education whom are concerned about the community's knowledge and education of Portuguese Culture, language, and history. One such individual is Dr. Rui Vicente de Azevedo, the Head of Education Department at the Portuguese Embassy. It is clear that Dr. de Azevedo is a professional in educational concerns. He is not only technically knowledgeable in the field, but is also experienced in educational and cultural problems in various countries such as Argentina, Mozambique, and now in South Africa. Dr Rui de Azevedo is an effective and efficient member of the Instituto Camões, heading the department of education in Southern Africa. The Instituto Camões ensures the teaching of

Portuguese language and culture in 72 countries, either through its network of lectureships, in cooperation with 294 higher education institutions and international organizations, through their network of pre-school and elementary education and secondary education, in coordination with 14 foreign ministries of education and municipalities, as well as the Portuguese Diaspora. Its network of Portuguese Abroad Education (EPE) is comprised of 1,691 teachers and includes about 155,000 students. The Instituto Camões aims to create a good image for Portugal, its people, its language, and its culture. To realise the Forum's dream is a great undertaking full of financial, geographic, and diverse obstacles, but the Forum is convinced that Dr. de Azevedo is capable of fulfilling his programme which aims at reaching high levels of quality in terms of education and educational services throughout South Africa. At a meeting between Dr. Fernando Capão and Dr. de Azevedo at the Portuguese Embassy in Pretoria

early in March 2011, the new Head of Education Department of the Instituto Camões expresses his availability and co-operation in this initiative, and we sincerely welcome his approach as he is transparently open and unbiased. The Forum welcomes the new head of education and is delighted to have him lead the way to improved reach and quality of Portuguese education, language, and culture. Dr. de Azevedo is currently organising the structure of distribution of a network of teachers according to the demand of qualified Portuguese teachers. This has been attempted in the past but failed due to a shortage of qualified educators and infrastructure. He therefore plans to put in place mechanisms to train, educate, and motivate the Portuguese youth to teach Portuguese by 2012, and to use existing infrastructure such as schools and Portuguese clubs and more, throughout South Africa, to conduct lessons and workshops

Are Are you you safe safe under under your your roof? roof? Be sure with Mannys! Contact us for your free quote! Timber Supplies

Cnr Great North & Louisa Rd, Brentwood Park, Benoni Tel: (011) 578-5600

covering various Portuguese fields, such as language, culture, business, economics, history and arts, etc. This initiative has already started in Pretoria and should reach Johannesburg by 2012, depending on the availability of venues/classrooms.

Carla Barreto, Rui Vicente De Azevedo (Head of Education Department), Dr Fernando Capão (Director of the Voz Portuguesa)


2

Voz Portuguesa Abril 2011

Nem os exemplos de catástrofe nos despertam?! Somente nos lembramos de Santa Bárbara, quando troveja e muitos nem assim porque não acreditam na santa e querem desafiar ostensivamente o Poder da Natureza, porque defendem que a Ciência e a Razão explicam todas as coisas, esquecendo que, no dizer de Pascal, « o coração tem razões que a razão não compreende. » Quem se lembra dos tempos de Angola e Moçambique, quando o exacerbado patriotismo dos Portugueses que lá viviam foi traído pelos que nos bastidores da baixa política nos cravaram o punhal da perfídia, enchendo a boca de ideais democráticos e promessas de futuro risonho, certamente que sofreu na pele, na carne e na alma o ferrete da tragédia que se seguiu: famílias destruídas, vidas destroçadas, muitos anos de trabalho pulverizado, sonhos desfeitos, ideais imaterializados, sofrimento sem fim, dor e angústia jamais pensadas! Mas tudo já passou, esqueceu! Os anos rolaram e os factos repetemse e temos que os defrontar. Mas agora, temos uma experiência, uma chocante vivência que se encontra no fundo do nosso subconsciente e pode, facilmente, voltar ao consciente. Vamos repetir os mesmos erros passados, ou vamos têlos bem vivos na mente e no coração?! A escolha pertence-nos… Lancemos um olhar pelo mundo que temos. Nos Estados Unidos, onde greves quase não têm história, elas acontecem. No Norte de África e no Mundo Árabe, uma onda de descontentamento e violência varre pais atrás de país, lançando-os no caos, na fome, na anarquia, e num caminho de futuro incerto, mas previsível. No Japão, a fúria e a força ciclópicas da Natureza, contrariadas pela ambição do Homem que quer desafiar o Poder do Altíssimo, invadiram a terra nipónica, de assalto, matando, arrasando, destruindo,

S

SOUTHERN SUBURBS

B

BUILDING

S

SUPPLIES cc Reg. No. CK1989/028598/23

nivelando a zero o trabalho do homem. Uma verdadeira hecatombe, cujos efeitos ainda estão a ser calculados, mas que se reflectem já na contaminação radiactiva, em zonas próximas como a China e a Formosa ou Taiwan e levam os peritos em alimentação, produção agrícola, a pôr de lado a expressão « segurança alimentar » para a contundente expressão « crise alimentar » tão calamitosa se mostra a cena próxima futura. Na Costa do Marfim, os tumultos politico-sociais com conotaçôes religiosas mostram não querer abrandar, e, muito menos, acabar. Em outros pontos deste misterioso continente africano, focos de violência, mais ou menos declarada, apresentam uma face de calma, paz, mas uma paz podre a cheirar a pólvora, porque rescendem a INJUSTIÇA e onde esta impera, não pode haver PAZ, porque não há VERDADE. Mas os homens continuam a alicerçar a sua acção e actuação na mentira, na hipocrisia e na injustiça. E neste ponto mais ao sul de África, vamos ficar calados sobre a realidade que nos cerca, se é aqui que trabalhamos, vivemos e construimos o nosso futuro e da família? Penso que algumas palavras ditadas pela experiência, pela objectividade e pelo conhecimento adquirido da vida, dos homens e das sociedades, nos cabe a responsabilidade de falar honesta, aberta e responsavelmente aos nossos compatriotas e leitores de Voz Portuguesa. Os acontecimentos recentes a nível internacional e local merrecem algumas considerações ajustadas e sensatas. Certamente que eles têm já, e em crescendo, efeitos negativos na economia nacional e mais se avizinham, porque a força da economia japonesa não se limita apenas àquela area asiática. A luta aberta nos países muçulmanos augura tempos agitados porque não é justo que

32 Rewlatch Road Rewlatch P.O. Box 57141 Springfield 2137

Suppliers of Sand, Stone, Cement, Timber, bricks, Paint & all Hardware

WE ER! LIV E D

Tel: (011) 613 4327 / 4132 Fax: (011) 613 4882 E-Mail: mwcatk@mweb.co.za

uma minoria viva uma vida de luxo e ofensiva da dignidade humana e a maioria vegete na mais imunda miséria, que nem os animais selvagens conhecem. E o mundo está a abarrotar e explodir em miséria, concretamente entre nós e têm sido diversas as vozes a alertar-nos para o facto. Poderemos estar no limiar de uma nova era sóciopolítico-económica em que os homens vivam de acordo com os essenciais princípios da Justiça e da VERDADE, no limiar de uma Nova Ordem Universal ou Cósmica. Seja como for, nunca alguém faça mal, esperando que lhe aconteça bem. As profundas e chocantes diferenças sociais e financeiras na nossa sociedade, mostram-se abismais, criando percepções de causa errada, ou manipulada por interesses politicos, gerando malquerença a certos grupos étnico-culturais, quando não mesmo com graves conotações racistas. O facto, pode incendiar os ânimos dos menos favorecidos, campo fácil de explorar e incendiar, e as consequências são nefastas. Não se prega paz a estômagos vazios e a almas envenenadas pela demagogia barata e incendiária. Tenhamos em conta o escarcéu levantado por uma carta aberta do Ministro do Plano na Presidência Trevor Manuel em resposta a comentários do Jimmy Manyi, contra a concentração do grupo cultural dos Mestiços no Cabo, uma realidade que os tempos

desemvolveram e fizeram progredir, uma realidade cultural que a evolução das sociedades permite e naturaliza. O rastilho pode pegar e as chamas podem lançar fogos invencíveis que nem o tempo apaga facilmente. Num ápice ficaram a descoberto as brechas no seio do ANC, desde há muito flagelado pelas lutas e divisôes internas. Este e outros sinais dizem que a sociedade sulafricana não garante a unidade e harmonia que se pretende atruibuir-lhe e lembra-nos a sabedoria e visão de Allan Patton: Federation or Desolation. Neste contexto possível, as minorias exercem papel de relevância se devidamente estruturadas, conscientes e responsáveis e das obrigações e direitos que lhes cabem, porque se não regem por interesses individuais, mas colectivos e estão verdadeiramente integradas no espírito nacional, colectivo e jurídico–legal. A isso chama-se, construir a NAÇÃO. Pois é precisamente objectivo do Fórum Português unir e organizar a nossa valiosa Comunidade, dentro da Constituição, para cooperar na construção do BEM NACIONAL!... Se assim entendermos o nosso papel, ficaremos na História da África do Sul, de que partilhamos desde 1488 como Comunidade de " gente ousada, mais que quantas, no mundo cometeram grandes coisas…". Editor:

A todos os meus clientes, apoiantes, simpatizantes, amigos e a toda a Comunidade Portuguesa, a Páscoa mais bela e feliz do Mundo.

IGREJA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA BRENTWOOD PARK PROGRAMA DA PÁSCOA, ABRIL DE 2011 ·DOMINGO, 10/Abril, às 10.00 horas, Via Sacra, procissão do Senhor dos Passos e Eucaristia; TERÇA, 12/Abril, às 19.30 horas, Confissões em SPRINGS;

Continuação da primeira pagina:

Por isso, as extremas e rigorosas medidas de segurança para garantir que o fenómeno Jesus terminava no túmulo, apenas servem para confirmar a verdade de que eles assassinaram um Homem Inocente e de que Ele era o Messias, o Carla,deIdalina, Tony,Dizer Abel que andos Manny Filho Deus Vivo. discípulos roubaram o corpo de Jesus é mais absurdo que os absurdos. Os discípulos adormeceram no Jardim das Oliveiras, fugiram quando O prenderam, negaram-no perante uma rapariga anónima, esconderam-se de todos, seriam capazes de enfrentar 16 soldados romanos habituados a matar e para isso treinados, remover uma pedra de 2 toneladas, desenrolar os lençóis que mumificavam o corpo de Jesus e fugir com ele para qualquer lado. Que lhes interessava um Cristo morto? Todos os discípulos sofreram graves perseguições, muitos morrendo. Mártires da sua FÉ! Você era capaz de morrer por uma MENTIRA? Jesus morreu na Cruz, porque seria impossível resistir a tratos tão bárbaros e selvagens: a flagelação com vimes finos e cortantes e com um chicote com pontas de ferro,sendo fustigado com mais chicotadas do que as permitidas por lei, a coroação de espinhos, grosos, duros, penetrantes, a viagem com o madeiro, mesmo que fosse apenas a parte superior da Cruz, as vergastadas que sofreu até chegar ao Calvário, o pregar dos cravos, o levanter da Cruz e o deixá-la cair abrutpa e

violentamente na cova onde iria ficar, que abalaran o corpo do Senhor e esgaçaram as suas carnes, e o abrir do lado pelo soldado romano, deixando chaga donde saíu água com laivos de sangue, tudo isto prova sem qualquer sombra de dúvida, e com evidência convincente a morte. Os que dizem o contrário defendem uma teoria utópica e impossível de provar. Há ainda os que defendem que o corpo de Jesus foi colocado num túmulo, por engano. Mais uma atoarda da mente psicopata de quem a quer fazer valer. Querem convencer que Maria Madalena, Pedro, João, as outras mulheres se dirigiram ao sepulcro errado. Argumento infantil e caricato, até porque o túmulo onde o corpo de Jesus foi colocado pertencia a José de Animathea e era o único túmulo que ali existia. Tanto romanos como judeus, para erradicar a Cristandade, deveriam apresentar o corpo de Jesus, mas não o puderam fazer. Jesus ressuscitou, e está vivo e disse: “Eu sou a Ressurreição e a Vida. Os que acreditam em Mim viverão, mesmo que morram”. Esta é a VERDADE fundamental dos ensinamentos da Fé Cristã. A base da nossa esperança. O fundamento da nossa Salvação. É esta Verdade da nossa FÉ que vamos celebrar mais para o final deste mês de Abril. Unidos no Amor de Cristo Ressuscitado, em quem acreditamos estar VIVO. Que Jesus, Senhor e Salvador, nos encha as casas, famílias e amigos, onde quer que estejam, das maiores alegrias, felicidades e bênçãos.

·QUARTA-FEIRA, 13/Abril, às 19.30 horas, Confissões em GERMISTON; ·SÁBADO, 16/Abril, às 15.00 horas, Confissões e Eucaristia com os doentes e Unção; ·DOMINGO, 17/Abril, às 10.00 horas, Procissão dos Ramos, Leitura da Paixão e Eucaristia ·TERÇA-FEIRA, 19/Abril, às 19.30 horas, Confissões em BRENTWOOD PARK; ·QUINTA-FEIRA SANTA, 21/Abril, às 20.00 horas, Eucaristia da Ceia do Senhor com LavaPés e Trasladação da Eucaristia; ·SEXTA-FEIRA SANTA, 22/Abril: ·09.00 horas, Confissões individuais; ·15.00 horas, Via Sacra e Procissão do Senhor Morto e Cerimónias da Paixão ·SÁBADO SANTO, 23/Abril, às 20.00 horas, Vigília Pascal; (Não haverá Missa em Inglês.); ·DOMINGO DE PÁSCOA, 24/Abril, às 10.00 horas, Procissão do Senhor Ressuscitado e Eucaristia Dominical. ·A todos os paroquianos, a todas as pessoas ligadas a esta Igreja e a todos os Portugueses desejamos uma Santa e Feliz Páscoa, cheia das maiores bençãos do Senhor Ressuscitado.

Padre Carlos Manuel Farinha Gabriel Reitor da Igreja de Nossa Senhora de Fátima


Voz Portuguesa Abril 2011

3


4

Voz Portuguesa Abril 2011

Roteiro Pelas Províncias da África Do Sul Décimo Aniversário do Grupo Amigos da Comunidade

'We are one': Mkhize making friends “WHAT we need as South Africans is to sit together and talk about good and the bad things

Os Amigos da

that happen to us. The sooner we realise that we

Comunidade do KwaZulu-Natal celebraram seu 10º Aniversário no Domingo, dia 27 de Fevereiro de , 2011. O almoço de celebração deste dia realizou-se no Camperdown Hotel em Camperdown,

are one, the better it is for the country.” KZN Premier Dr Zweli Mkhize made this statement at a lunch at the weekend hosted by the Community of Friends, a formation of the Portuguese community living in the province, which was founded almost ten years ago. Mkhize said it is important to remember that South Africa's democratic dispensation is based on a number of principles, including that of equality. He added that for South Africa to grow “we need to hold each others' hands, and learn more about the next person so we're able to understand each

other and move closer to our mission of nation building”. Mkhize's speech included the proposal for a dugout port in Durban at the site of the old airport as part of the growth plans for the province. — WR.

From right to left: Premier Zweli Mkhize, Mr. João De Jesus and Mr. Noel Desfontain.

Portuguese community for the Cape Province. The uniforms are originally from the 18th century and have not been changed PORTUGUESE FÓRUM since. The music and songs also originated in No 1 Porterfield Road that era. Through the years we have attended many cultural and charitable functions at Tableview, Cape Town schools, churches and old age homes. We Tel & Fax: 021-556 4416 have also been invited to participate in E:mail.pforumwc@telkomsa.net various business promotions for Portuguese and other businesses. The group is affiliated to the Portuguese Welfare and Cultural Organisation of Cape Town and to the Portuguese Association of Cape Town. The group consists of men, he Madeira Folk Dancing Group of Cape women and children of all ages. Our more Town originated in Madeira in 1939 directed senior members were born in Madeira; by Carlos M. Santos and assisted by Mr. however, our younger members who are of Antonio Martins the main dance coordinator. Portuguese descent, already extending to the Mr. Antonio Martins emigrated to South 2nd generation were born in South Africa. Africa and founded the group of Madeira The group strives to maintain the Portuguese Folk dancers (Cape Town) in 1958. The culture and we have been able to visit group is the only representative of the Madeira during 2002 and participate at the many festivals that take place on the island.Another goal that we have strived for, is to visit Portugal, especially Viana do Castelo in August 2011. This goal has been reached and last minute fund raising is taking place to overcome the shortfall of funds

Durban. Pelas 11h00 celebrou-se a missa que for orientada pelo nosso Padre de idioma Português, Padre José Dos Santos. De seguida realizou-se um almoço com aproximadamente 200 membros da Comunidade Portuguesa da África do Sul e um grande número de convididados distintos do Governo da África do Sul, entre eles o Premier do Kwazulu-Natal e a Primeira Dama, Ministro Zweli Mkhize, MEC de Segurança de Transporte & Liaison para o Kwazulu-Natal, W. Mchunu, Comissário Provincial do Kwazulu-Natal, Lt. Gen. B. M. Ngobeni e seus adjudantes, Maj.Gen. Ntanjana, Maj. Gen. Jula, Maj.Gen. Mekute,e Brig. Robert Gwala. Da parte da Comunidade Portuguesa encontravam-se o Presidente da APN, Presidente dos Amigos da Caldeirada, Presidente da Academia do Bacalhau e representantes de outras organizações, como também o Vice Cônsul da República de Angola, por sua vez também um amigo da Comunidade. No decurso da sua pequena intervenção, O Presidente dos Amigos da Comunidade Sr. João de Jesus,que também é Presidente do Fórum Policial da Aglomeração de Pietermaritzburg, apresentou as boas vindas a todos os convidados e confrontou os convididados do Governo sobre as preocupações da Comunidade Portuguesa da África do Sul, em particular com o que diz respeito à situação do “ Crime e o Emprego”.

Também proferiu palavras de apreço ao Premier Z. Mkhize e o Presidente J. Zuma pela assistência dada no passado e todo o apoio à Comunidade Portuguesa da África do Sul. O Sr. João de Jesus também fêz um pedido ao Premier de assistência e ajuda à Comunidade para resolver a questão da colocação permanente do busto do Vasco Da Gama no novo “Waterfront” de Durban. Também felicitou o Premier pelo seu Aniversário muito especial para a Comunidade pelo facto de estar a ser celebrado junto de nós, e agraciou-o com uma lembrança da parte dos Amigos da Comunidade no KZN, e também com um Diploma de Membro Honorário desta agremiação. O Premier por sua vez agradeceu ao Presidente e Membros da Comunidade e assegurou a todos, o futuro apoio do seu Governo em relação à Comunidade. Também agradeceu ao Sr. João de Jesus a sua assistência durante o ano de 2007, tanto para com ele assim como para com o Presidente J. Zuma, no diálogo com a Comunidade Portuguesa em Johannesburg, quando ele era ainda Ministro de Finanças no KZN e o Presidente J. Zuma Vice Presidente do País. O Premier acrescentou no seu discurso “ que para a África do Sul crescer temos que dar as mãos ums aos outros, e aprender mais sobre a outra pessoa para assim nos podermos entender uns aos outros e chegarmos mais perto da nossa missão de construir uma Nação.” Por último, o Premier assegurou os convidados da Comunidade Portuguesa da África do Sul, que iria fazer tudo ao seu alcance para assegurar uma posição para o busto de Vasco Da Gama, no novo “waterfront” no Porto de Durban. No fim do discurso o Premier e sua Comitiva foram muito aplaudidos pela presença junto da Comunidade e pelas palavras proferidas de solidariedade com a Comunidade Portuguesa do KZN. Luís Joaquim

T

From left to right: Maj. Gen Ntanjana, Lt. Gen. Ngobeni, Premier Zweli Mkhize, Maj. Gen Jula & Mr. Joao De Jesus

Mr. João De Jesus, First Lady May Mkhize with Grand-Child & Premier Zweli Mkhize


5

Voz Portuguesa Abril 2011

Celebrado com Pompa e Sucesso Cinquentenário da UNIÃO Ninguém pode negar o papel que os clubes

O deputado social-democrata, esteve na África do Sul em visdita privada, mas não deixou de aproveitar a ocasião para se encontrar com entidades, associações, grupos comunitários, conterrâneos, amigos e visitor lugares de honra e memória aos emigrantes portugueses. Nesta sua digressão esteve em alguns clubes portugueses, em especial nas festas comemorativas dos 50 anos da União Portuguesa. Recebido com agrado e simpatia por todos, José Cesário teve palvras e actos de estima e respeito para com os portugueses, reafirmando a sua postura e personalidade que lhe conhecemos. A companhado do Conselheiro Permanente do CCP, Silvério Silva, o Dr. Cesário deslocou-se com Silvério Silva à Igreja de Nossa Senhora de Fátima em Benoni onde foi recebido pelo Reitor Padre Carlos Gabriel, líder dos Assduntos religiosos e espirituais do Fórum Português, tendo deposto uma coroa de flores no monumento às vítimas do crime na África do Sul, nonde se encontram os mais de 400 nomes de portugueses assassinados neste país. Em nome das Famílias das vítimas do crime, do Fórum Português e da Comunidade Portuguesa, manifestamos ao senhor Deputado José Cesário e Conselheiro Silvério Silva, aqui deixamos a gratidão de todos Nós.

portugueses tiveram, têm e continuam a ter, embora reduzidos em número, na conservação das nossas tradições e costumes, e mesmo da nossa Cultura Popular. A União Potuguesa ao longo dos seus 50 anos de actividade associativa que soube honrar esses pilares de identidade, escrevendo em pergaminho timbrado uma história que a deve orgulhar e a todos nós. Na cadeira quente dos seus destinos sentaram-se nomes que a valorizaram e eniqueceram e hoje é dirigida por baluartes firmes que procuram levar a nau a porto seguro e promissor. Nem todos partilharão desta asserção, mas devemos aprender a distinguir entre o que é efectivamente meritório nas pessoas e o gosto ou não gosto por elas. As celebrações do 50º Aniversário da União, honraram as suas tradições, a sua história, os seus dirigentes, os seus sócios, membros, amigos, a Comunidade em Geral e Portugal. Oferecemos a todos, sem regatear, os melhores encómios e sinceros parabéns. Começaram as celebrações com um Torneio de Golf em que se inscreveram e participaram 130 golfistas. Continuaram com um encontro de Futebol entre as equipas da Wits e as A e B da União, tendo o o climax sido atingido com o espectáculo Marisa em Carnival City, onde uma plateia entusiasmada não se poupou a aplausos para aclamar a artista portuguesa, especialmente convidada. Alegria, sucesso, ovação, gosto e qualidade. E para fechar com chave de ouro, o Jantar de Gala nas instalações do Clube que apenas podemos classificar de Excelente. Parabénas União, parabéns aos seus líderes e a todos os sócios no tempo e no Presidente da União José Valentim, Deputado Dr José espaço. Para ela muitos Cinquenta, Cesário, do PSD, fora da Europa e Presidente SEMPRE!... José Cesário visita Monumento às vítimas do exectutivo da União Portuguesa Victor Garrana. Crime.

WE REQUIRE THE FOLLOWING STAFF FROM APRIL 2011, LONG TERM PROJECT MOZAMBIQUE. PORTUGUESE SPEAKING PREFERABLY BUT NOT A PREREQUISITE. Diesel Mechanics: Heavy earthmoving equipment/ Hydraulics etc. (Valid trade test certificate) Boiler Makers: Structural steel and plat work. (Valid trade test certificate) Crane Operator: 50 – 250 Tons. Electricians: Heavy current and linesman. (Valid trade test certificate) Fitters: Pumps/ Conveyors/ Gearbox's/ Pipe fitter's. (Valid trade test certificate) Earthmoving: Plant operator's opencast mines. (Valid trade test certificate) Riggers: Must be able to read structural drawings. Experience in heavy lifts. Planning on rope tension. (Valid trade test certificate) Welder: Coded and Structural We also require Project Engineers/ Project Managers/ Supervisors/ Foreman in all categories of Construction Industry. Site Accountants. Pit Foreman opencast mining 5 to 10 years Experience. Kindly contact Cobus on 083 472 6079/076 191 0786 Email: mbout1@msprojects Fax: 017- 638 0102 ALL PORTUGUESE SPEAKING TRADESMAN WELCOME TO APPLY.


6

Voz Portuguesa Abril 2011

Geração à Rasca - A Nossa Culpa Um dia, isto tinha de acontecer. Existe uma geração à rasca? Existe mais do que uma! Certamente! Está à rasca a geração dos pais que educaram os seus meninos numa abastança caprichosa, protegendo-os de dificuldades e escondendo-lhes as agruras da vida. Está à rasca a geração dos filhos que nunca foram ensinados a lidar com frustrações. A ironia de tudo isto é que os jovens que agora se dizem (e também estão) à rasca são os que mais tiveram tudo. Nunca nenhuma geração foi, como esta, tão privilegiada na sua infância e na sua adolescência. E nunca a sociedade exigiu tão pouco aos seus jovens como lhes tem sido exigido nos últimos anos. Deslumbradas com a melhoria significativa das condições de vida, a minha geração e as seguintes (actualmente entre os 30 e os 50 anos) vingaram-se das dificuldades em que foram criadas, no antes ou no pós 1974, e quiseram dar aos seus filhos o melhor. Ansiosos por sublimar as suas próprias frustrações, os pais investiram nos seus descendentes: proporcionaram-lhes os estudos que fazem deles a geração mais qualificada de sempre (já lá vamos...), mas também lhes deram uma vida desafogada, mimos e mordomias, entradas nos locais de diversão, cartas de condução e 1º automóvel, depósitos de combustível cheios, dinheiro no bolso para que nada lhes faltasse. Mesmo quando as expectativas de primeiro emprego saíram goradas, a família continuou presente, a garantir aos filhos cama, mesa e roupa lavada. Durante anos, acreditaram estes pais e estas mães estar a fazer o melhor; o dinheiro ia chegando para comprar (quase) tudo, quantas vezes em substituição de princípios e de uma educação para a qual não havia tempo, já que ele era todo para o trabalho, garante do ordenado com que se compra (quase) tudo. E éramos (quase) todos felizes. Depois, veio a crise, o aumento do custo de vida, o desemprego, ... A vaquinha emagreceu, feneceu, secou. Foi então que os pais ficaram à rasca. Os pais à rasca não vão a um concerto, mas os seus rebentos enchem Pavilhões Atlânticos e festivais de música e bares e discotecas onde não se entra à borla nem se consome fiado. Os pais à rasca deixaram de ir ao restaurante, para poderem continuar a pagar restaurante aos filhos, num país onde uma festa de aniversário de adolescente que se preza é no restaurante e vedada a pais. São pais que contam os cêntimos para pagar à rasca as contas da água e da luz e do resto, e que abdicam dos seus pequenos prazeres para que os filhos não prescindam da internet de banda larga a alta velocidade, nem dos qualquercoisaphones ou pads, sempre de última geração. São estes pais mesmo à rasca, que já não aguentam, que começam a ter de dizer "não". É um "não" que nunca ensinaram os filhos a ouvir, e que por isso eles não suportam, nem compreendem, porque eles têm direitos, porque eles têm necessidades, porque eles têm expectativas, porque lhes disseram que eles são muito bons e eles querem, e querem, querem o que já ninguém lhes pode dar! A sociedade colhe assim hoje os frutos do que semeou durante pelo menos duas décadas. Eis agora uma geração de pais impotentes e frustrados. Eis agora uma geração jovem altamente qualificada, que andou muito por escolas e universidades mas que estudou pouco e que aprendeu e sabe na proporção do que estudou. Uma geração que colecciona diplomas com que

o país lhes alimenta o ego insuflado, mas que são uma ilusão, pois correspondem a pouco conhecimento teórico e a duvidosa capacidade operacional. Eis uma geração que vai a toda a parte, mas que não sabe estar em sítio nenhum. Uma geração que tem acesso a informação sem que isso signifique que é informada; uma geração dotada de trôpegas competências de leitura e interpretação da realidade em que se insere. Eis uma geração habituada a comunicar por abreviaturas e frustrada por não poder abreviar do mesmo modo o caminho para o sucesso. Uma geração que deseja saltar as etapas da ascensão social à mesma velocidade que queimou etapas de crescimento. Uma geração que distingue mal a diferença entre emprego e trabalho, ambicionando mais aquele do que este, num tempo em que nem um nem outro abundam. Eis uma geração que, de repente, se apercebeu que não manda no mundo como mandou nos pais e que agora quer ditar regras à sociedade como as foi ditando à escola, alarvemente e sem maneiras. Eis uma geração tão habituada ao muito e ao supérfluo que o pouco não lhe chega e o acessório se lhe tornou indispensável. Eis uma geração consumista, insaciável e completamente desorientada. Eis uma geração preparadinha para ser arrastada, para servir de montada a quem é exímio na arte de cavalgar demagogicamente sobre o desespero alheio. Há talento e cultura e capacidade e competência e solidariedade e inteligência nesta geração? Claro que há. Conheço uns bons e valentes punhados de exemplos! Os jovens que detêm estas capacidadescaracterísticas não encaixam no retrato colectivo, pouco se identificam com os seus contemporâneos, e nem são esses que se queixam assim (embora estejam à rasca, como todos nós). Chego a ter a impressão de que, se alguns jovens mais inflamados pudessem, atirariam ao tapete os seus contemporâneos que trabalham bem, os que são empreendedores, os que conseguem bons resultados académicos, porque, que inveja!, que chatice!, são betinhos, cromos que só estorvam os outros (como se viu no último Prós e Contras) e, oh, injustiça!, já estão a ser capazes de abarbatar bons ordenados e a subir na vida. E nós, os mais velhos, estaremos em vias de ser caçados à entrada dos nossos locais de trabalho, para deixarmos livres os invejados lugares a que alguns acham ter direito e que pelos vistos - e a acreditar no que ultimamente ouvimos de algumas almas - ocupamos injusta, imerecida e indevidamente?!!! Novos e velhos, todos estamos à rasca. Apesar do tom desta minha prosa, o que eu tenho mesmo é pena destes jovens. Tudo o que atrás escrevi serve apenas para demonstrar a minha firme convicção de que a culpa não é deles. A culpa de tudo isto é nossa, que não soubemos formar nem educar, nem fazer melhor, mas é uma culpa que morre solteira, porque é de todos, e a sociedade não consegue, não quer, não pode assumi-la. Curiosamente, não é desta culpa maior que os jovens agora nos acusam. Haverá mais triste prova do nosso falhanço? Pode ser que tudo isto não passe de alarmismo, de um exagero meu, de uma generalização injusta. Pode ser que nada/ninguém seja assim. Mia Couto: Escritor Moçambicano

Catholics in Gauteng to take to the streets again to celebrate apparitions O

n Saturday, 14 May 2011 hundreds of Catholics will be taking to the streets again, for the twelfth time and for the fifth time in succession, to mark the apparitions of Our Lady to three shepherd children in the hamlet of Fatima in Portugal. On the 13th of May 1917 the Mother of Jesus, our Lady, appeared to three poor shepherd children for the first time. During these apparitions, that took place over the next 6 months, our Lady under the title of “Our Lady Queen of the Rosary”, appealed for prayer, conversion and peace in the world. Since these apparitions, millions of people have changed their lives positively and come to practice the messages of Fatima. Because these apparitions took place in Portugal, the Portuguese have a special devotion to Our Lady of Fatima. The Portuguese community is one of the larger immigrant communities in South Africa and predominately Catholic. To mark this anniversary, the Catholic community in Johannesburg, under the auspices of the Blessed Sacrament parish in Malvern East and led by Parish priest Fr Tony Daniels will be undertaking a pilgrimage on foot. This pilgrimage will commence from the Blessed Sacrament Catholic Church, corner Geldenhuis and Mullins roads, Malvern East on Saturday, 14 May 2010 at 18:30 (6:30pm). The pilgrimage ends with Holy Mass at the Schoenstatt Shrine at the corner of Van Buuren and Florence roads, Bedfordview. All are invited to join pilgrims on foot in this pilgrimage which has proved to be very emotional and spiritual. We are aiming at beating last year's estimated pilgrimage attendance of 1 000 pilgrims. Pilgrims are invited to join the pilgrimage w e a r i n g comfortable shoes, and to bring a candle. For further information contact: Manny de Freitas – 082 788 6824

ISSN 1028-5070 Ano 6 Número 70 - 5 De Dezembro 2009 JORNAL MENSAL DA COMUNIDADE PORTUGUESA Design & Layout : Jorge Martins Escritórios: Manny's Hardware Supplies Cnr Great North & Louisa Rd Brentwood Park, Benoni P.O. Box 15531, Farrarmere, 1518 Telefone: (011) 578-5653/4, (011) 395-2492 Escritório Cabo: 021-556-4416 Fax: (011) 395-1070 E-mail: voz@mannys.co.za Web: www.portugueseforum.org.za

THE BIGGER PICTURE It is always interesting to know what other like-minded citizens have to say about a certain subject, and what the overall feeling is over a situation. We will also benefit from it in terms of statistical information about our community. This is why a new poll will be held in every issue of the Voz Portuguesa, with each issue supplying the results of the poll from the previous issue. All are welcome to take part in the poll. Not only the youth.

Results of last month’s poll Are you currently unemployed and looking for a job?

5% · YES · NO 95% The results of the above poll indicate that the majority of the respondents are currently employed. This is by no means an accurate reflection of the employment state of the Portuguese Community in South Africa, but it is an interesting indicator that the community itself is on the positive end of the employment scale.

Making your world...

viewpoint Farming

Organic compost Mushroom Compost Lawn Dressing Mulch Super-Gro Garden Mix

Delivery charge to certain areas. Cnr of Rondebult & Main Reef Rd Comet Street, Boksburg Phone: (011) 917 0493/4/0 E-Mail: viewpoint@webmail.co.za

THIS MONTHS POLL Has you or your family been affected in anyway by drug addiction?

· YES · NO How to take the poll: Ø Email your answer to poll@vozportuguesa.org.za; Ø Take the poll online at www.vozportuguesa.org.za; or Ø Write on the Facebook wall of the Portuguese Forum South Africa Group.


7

Voz Portuguesa Abril 2011

Somos todos Portugueses vindos da mais bela ilha dos mares que os nossos marinheiros de Quinhentos abriram ao mundo, a Ilha da Madeira. Na África do Sul, desde há cerca de século e meio que herdámos o património da Arte de Trabalhar a Terra. Já os nossos pais se devotaram com amor e humildade ao cultivo da terra, hoje, na sua maior parte, debaixo dela adormecidos, cabendo a nós, levar por diante o estandarte das cores nacionais e empunhar as relhas dos aradosó e conduzir as grades que aplanam o solo que recebe a semente e a multiplica em abundtes colheitas. Fazêmo-lo com a mesma humildade e carinho que os nossos antecessores e, como eles, levamos agradecidos pelo que nos legaram, com o seu sacrifício, devoção e saber, a tarefa de aumentar, aperfeiçoar e enaltecer o precioso património da bondade na natureza, do amor ao trabalho, à família,a Deus e à Nação onde nascemos e à que nos acolheu. Por isso, respeitando a época festiva da Páscoa, da Ressurreição de Jesus Cristo, tão cheia de valor e significado espiritual para a Fé que praticamos, seria imperdoável ignorar os nossos compatriotas espalhados pela África do Sul e pelo Mundo da Diáspora, sempre lutando, sempre desejando ir mais além do Bojador… Que a vida que a Festa Pascal nos anuncia e traz, se derrame abundantemente entre todos nós, onde quer que estejamos e vivamos. Uma Páscoa cheia de tudo o que é bom e santo, sobretudo da unidade entre todos, da paz e das doçuras com que a tradição nos mimoseia. Em nome de Jesus Cristo Ressuscitado e no seu poder triunfante sobre a morte, o pecado e o demónio, o mesmo desejamos aos líderes de Portugal e África do Sul para que conduzam os seus países na paz, na justiça e harmonia sociais, imprescindíveis ao progresso e bem-estar das sociedades.

Making your world...

viewpoint Farming


Voz Portuguesa Abril 2011

8

Visita do Deputado José Cesário O deputado do PSD pelo círculo fora da Europa, Dr. José Cesário, esteve na África do Sul, visitando Entidades, Associações Portuguesas, anigos e locais, com especial referência, tomou parte nas celebrações do quinquagésimo aniversário da União Portuguesa. O deputado fez-se acompanhar nesta visita especial pelo conterrâneo e amigo pessoal Silvério Silva, Conselheiro Permanente do CCP radicado em Joanesburgo. O Dr. José Cesário deslocou-se ainda, juntamente com o Conselheiro Silvério Silva à Igreja de Nossa Senhora de Fátima em Benoni, onde foi recebido pelo Padre Carlos Gabriel, Reitor da Paróquia e Director dos Assuntos Sociais e Religiosos do Fórum Português. A razão desta visita, como outras semelhantes que tem feito, foi colocar uma coroa de flores no Monumento às vítimas portuguesas do crime na África do Sul, monumento que se encontra no salão da Igreja. Em nome das famílias das vítimas, do Fórum Português e da Comunidade Portuguesa, aqui deixamos ao Senhor Deputado e ao Conselheiro Silvério Silva, o nosso mais grato BEM HAJAM!

Vem aí mais um Festival Lusitolândia na sua 28ª edição. N

o mesmo local, Pioneers Park, Wemmer Pan,

de 21 de Abril a 2 de Maio 2011. Expositores diversos para visitar, restaurantes onde pode saborear a boa comida portuguesa, entre outros pratos há os que são tradicionais e obrigatórios na “feira”, as boas sardinhas assadas acompanhadas bem a nossa maneira com pão de milho “broa”, regadas “com moderação” do bom vinho tinto português ou sul-africano, frango na brasa, os magníficos camarões à maneira de Moçambique,

Silverio Silva conselheiro permanente do CCP, Dr.Jose Cesario, Deputado do PSD para a emigração fora da Europa e o Padre Carlos Gabriel

e estes devem ser acompanhados com cerveja ...para quem gostar... claro!.. , ainda os saborosos pregos....os doces.... e um bom café, no Café do Lusito...Tudo isto faz parte da gastronomia da Lusitolândia...mas falta ainda lembrar as famosas farturas que são com a caipirinha a dupla mais famosa do festival...Quem é que já foi à Lusitolândia e não provou esta dupla.... Se não comeu farturas e não bebeu caipirinha...(desculpe que diga que... é como ir a Roma e não ver o Pápa)... Tudo acompanhado com um cartaz de nomes internacionais e nacionais a desfilar pelo palco central, ranchos, bandas, concursos, etc. e, quando este se encontra em descanso, a rádio da feira transmite música portuguesa ou interpretada em português sempre acompanhada da boa disposição dos locutores de serviço , sejam os mais novos ou nomes já bem conhecidos do público....já com uma rodagem em rádio de muitos quilómetros, caso do Carlos Silva cujo contador já deu algumas voltas .... Para protecção dos visitantes, posto de policia, policiamento, seguranças, bombeiros, posto de primeiros socorros tudo dentro do recinto... Os mais pequenos também têm aqui o seu “ paraíso”, carrocéis, carrinhos de choque, rodasgigantes, etc... um mundo de coisas que as crianças adoram e os mais velhos, na sua maioria não rejeitam. Apoie a escola do Lusito indo até à Lusitolândia, o festival que durante anos consecutivos tem merecido o prémio do Melhor Festival em Gauteng. Se ainda não conhece a Escola do Lusito... porque não faz uma visita!? Assim fica a conhecer de perto a Instituição.... E no fim vai pedir a Deus para que proteja as suas crianças...muitas vezes só nos apercebemos do bem que temos quando confrontados com a realidade ... A escola do Lusito é uma escola para crianças deficientes... Mas apetece-me dizer como António Aleixo num dos seus poemas,(.....Há muitos que eu conheço.....que não parecendo o que são....são aquilo que eu pareço..).

Revista Portuguesa publicada mensalmente na Africa do Sul Tel : 011 614 3569 Cell: 072-191-1115


9

Voz Portuguesa Abril 2011

A Tribute To Niki Duarte Eulogy by Carlos Camara

My name is Carlos Camara, and I am one of Niki's many friends, and it's with great honour that I can address you all today on behalf of the Duarte family about a very special young man, called Niki, and this my friends is a tribute to the life of Niki. When I sat down to write this tribute to Niki, which I never thought would ever happen, I remembered a lot of the messages that I read on bbm or facebook, so I hope no one will be offended if I use their material, so in actual fact this is our tribute to Niki. I met Niki about 10 years ago at a Life In the Spirit Seminar, and at first I did not think he was Portuguese. Blond hair, blue eyes, he must have been a local, until I saw his appetite and knew that this guy must be Portuguese, as most of you will know, us Portuguese people, we live to eat and not eat to live. We have heard countless stories of Niki and his appetite; he is probably complaining in heaven that there is no sammies on his pillow, like mommy used to do. Enjoy the feast up there mate, even Jacqui's chicken dish, but please leave some for us.

for the gift of Niki because he inspired so many and I don't think you have an idea of how many people he touched, even without knowing them, and yes during the last few days everyone has been around you, messages of sympathy, but as time goes by, the messages and support will become less, but we promise to never stop praying for you. We will strive to continue to call and see you, because that is what Niki would want for us to do – to “be like Niki”. Our prayers will be for Niki but our prayers must be for the family as well. Mr Duarte, you told us on Wednesday that you and Niki were very competitive and that only on 2 occasions did he beat you in the Argus Cycle race. Won by 1 second, and last year, his 10th race, where you helped him cross the line; when I thought about this, I realized he won a special race, the race of life…but again putting the family first, he has gone to prepare your places in heaven. Niki the legend, the hero, his legacy will live on forever in our hearts. We must remember this, that he showed us and taught us how to pray. So pray for each other in times of trouble and times of joy. He inspires so many and will continue to inspire. The Niki Duarte Project started when Niki was diagnosed with leaukemia, but it does not end today, it will continue to inspire, encourage and help all those needing special attention in their battle against any illness and situation, the project will endeavor to “be Like Niki”. We all think that cancer was the cause of his death, maybe the root cause, but he was cancer free, so he did beat the illness. It was complications leading up to his full recovery that made him weak, and eventually led to his organs failing, but his big, big heart was the last to stop. Today, we come together to say farewell to a dear son, brother, grandson, nephew, cousin and friend, and we give glory to God for the countless blessings God bestowed on him through the years. He will be sorely missed and the gap will never be filled, but in our hearts he will remain till we meet again. So in the name of the family, we would like to thank everyone here present and those who have expressed their sympathies on their loss of Niki, your love and support during this time is much appreciated. Hoje, nos reunimos para dizer adeus a um

NIKI FERNANDES DUARTE NATURAL DE AFRICA DO SUL NASCEU 8 JUNE 1985 – FALCEU 21 MARCH 2011 EM MEMÓRIA AMAROSA DO NOSSO QUERIDO AMIGO. Niki had many nick names, like Nik-naks, schniki, Nicas, Treng, but his most common one was Niki Lauda, not because he loved cars and formula 1, but because he was loud…he couldn't whisper…he once got into trouble with the father of a pretty girl, as she went past he whispered to Shaun “boy, she's hot”, but everyone heard including the girls dad! Today many of us are asking, why did this happen. We prayed so hard for his recovery, but whose plan was it? Ours, or the Lord's? Although it hurts to know that Niki has passed on, his suffering and passing has brought about many blessings. He united the community as we all prayed for him, we all cared for him, we all loved him, and even people who did not know him were drawn to pray for him. It is as if Niki's mission on earth was to get us all on our knees before our Lord. He never complained about his illness, but always put us first. He was always like that. It was not about finishing the race first, it was everyone finishing the race together. Another very good example of Niki putting his family and friends first, was the day he left this world. He waited for his sister to arrive, so she could say her final goodbye, but he also waited for a day that all his friends would be together in one place, so that we could cry together and support each other. Our prayers gave him a special grace. A grace of having his loved ones and a priest with him at his side when was ready to go. These my friends, are the promises of the Rosary, and Niki received this grace because we prayed for him, he did not have the strength to pray, so we prayed. Thank you to everyone that prayed and that continue to pray. So we need to have faith and believe that our prayers were answered, because none of us would have wanted Niki to suffer, we wanted healing for him, and he has healing, perfect healing in heaven. Earth is not our final home. We were created for something better, and our identity is in eternity and heaven our homeland. Mr and Mrs Duarte, you raised an amazing young man, full of love and care for others. Well done to the both of you, you must keep your heads held high

querido filho, irmão, neto, sobrinho, primo e amigo, e dar glória a Deus por todas as bênçãos, que Deus Lhe deu. Ele fará muita falta e nunca será substituído, mas ele permanecerá em nossos corações, até nos encontrarmos novamente. Assim, em nome da família gosta-ríamos de agradecer a todos aqui presentes e á queles que tenham manifestado a sua simpatia, amor e apoio durante este tempo doloroso a todos, muito obrigado. Mr & Mrs Duarte, Sandra and all family members present today, the sorrow you feel today will always be there, especially when you get together, but the love in your family will never diminish, and because of this love he will always be in your hearts. We give Jesus glory for blessing your lives with Niki. We are not sad that he left us. We are sad that he left us behind. We did not have a chance to say goodbye, but we will never have to, because it's not goodbye, it's see you later. We love you Niki…welcome home. You come unannounced and make yourself at home in our little chests... You settle in like quick drying cement, our hearts instantly pierced and forced to harden as we carry your concrete block of burning pain, throbbing with such authority you send trickles of dampness streaming down and out our timid eyes... Reality, oh unwanted reality, bursting through our dreams and shattering our hopes, you stand proudly thinking you've defeated us... But you have not... All you have done is feed us fruits of strength and giving to us a new foundation of pride, You have shifted our soil and made room for even more growth... now more than ever with our arms outstretched, connected like links from a chain, we stand tall, we stand proud, and we stand together – oh so grateful... To say with such delight... We are privileged to have known this angel, one so special that this world could not resist his birth, a birth so worthy his works were needed both here and up there...

ber it !

food ... the way you remem

Oh our dear friend what an inspiration you are to us all – you were and still are a walking, living example and those lessons are deeply embedded in us as we strive to carry and walk in your ways As a great son, brother, cousin and friend... May you send us your much admired courage and ever growing faith... So we too may look at this world from your eyes – and realise that we are never too small to bring about change and inspiration...

Reality oh reality – you will slowly fade away as every memory of our angel brings with it a smile and loving warmth - soon these chains weighing us down will dismantle because love has proven far greater than death can ever be... So we now wipe away our tears and salute you our dear friend our dear champion... - A true soldier who fought till the very last breath, a fight that will never be in vein - you brought us together - and more beautifully together in prayer, you taught us how we should be and showed us how it's done... Reality, oh reality we are no more afraid but comforted by your truth... Heaven has welcomed you now and we can smile, knowing we have another angel to always look down upon us and another we can forever look up to... Reality oh reality, step aside as we bid farewell to our dearest angel - the wings are all yours now... Spread them wide like I know you will and fly our friend... and fly... Goodbye for now our angel Niki - until we meet again...

GRUPO DE JOVENS – PIE SANTA MARIA DOS PORTUGUESES PAZ À SUA ALMA Article By Carla Barreto

pingo.co.za


10

Voz Portuguesa Abril 2011

Da Silva “Carrasco” Family Day Carrasco in this case was a nickname given to

T

him as a term of endearment for being

is executioner or tyrant, however our grandfather

mischievous and naughty which indeed he was

Francisco Pereira da Silva was not given this

judging from stories we were told as children. So, to this day, the da Silva family are still known as the Carrasco family, or the Carrasquinhos. These family get-togethers started when the de

he direct translation of Carrasco in English

name for being powerful or executing people, but for being known as a prankster and joker.

Sporting de Joanesburgo O Sporting de Joanesburgo levou a efeito na sua sede um almoço Sportinguista , para o qual teve a amabilidade (bem à maneira dos Leões) de convidar elementos da comunidade, presidentes de Clubes, Consul Geral, Imprensa , na sua maioria gente afecta aos Leões, mas também gente que gosta da camisolas de outras cores. Este almoço convivio teve como fim dar a conhecer a

Paulo Adão

nova direcção , projectos para o futuro e todo o trabalho que o Club tem desenvolvido em prol do desporto ao longo dos anos e ainda a inauguração de uma montra para exposição de troféus. O almoço decorreu dentro do maior espirito de camaradagem e de boa disposição..Outra coisa não era de esperar com pratos magnificamente confeccionados (foi um almoço para campeões...pena é que o nosso Sporting em Portugal do qual é a filial nº 170, ande quase pelas ruas da amargura), mas tenhamos fé

Freitas family, who are part of the da Silva family, and have 86 members in all, decided that they should have a yearly get together so as not to lose contact with one another and especially to create friendships (relationships) among the younger generation, and these family days have proven successful . So in October 2008 we decided that the whole da Silva family should be invited, and that day went off very well, meeting cousins for the first time,

and others that we don't get see so often. So on the 26th of February 2011 another “Carrasco” family day was organized at the Vaal River. With over 200 family members attending and there are probably another 200 that couldn't attend. Once again the day was thoroughly enjoyed by the young and the not so young, and we all had lots of fun and met more family members, with quite a few new additions through birth and marriage .

The Da Silva “Carrasco” Family

que as coisas ainda vão mudar....para melhor.... está bem ....está bem ....para pior.... já basta assim!.. Além do futebol que alberga cerca de 500 atletas “o Sporting de Jhb foi eleito por LFA o melhor club do Gauteng “, foi criado recentemente mais uma modalidade desportiva dentro do Clube o hockey em patins. A equipa dos Sub 13 vai participar no Mundialito que este ano se realiza em Portugal em Vila Real de Santo Antonio, com a participação de 3.000 mil jogadores de todos os cantos do Mundo. E para si, que ainda não sabe, aqui fica os nomes do Comité Executivo para 2011.

Presidente: Tony Rodrigues Tesoureira: Kim Green Secretária: Paula Peters Director de Desportivo: Jack Dias Treinadores: Greg Peters, Paul de Oliveira e Vanessa Campos. Relaçõe Públicas e Angariadores de Fundos: Artur Martins e Sandra de Oliveira. Para o Sporting de Joanesburgo votos de grandes sucessos e longa caminhada para bem do desporto. Parabéns do Fórum Português e de Voz Portuguesa!...

Manny Ferreirinha (Presidente do Fórum Português) Tony Rodrigues, President do Sporting de Johannesburgo, Dr José Nascimento do HIP Alliance, Jock Dias Director Desportivo


11

Voz Portuguesa Abril 2011

Objectivos da África do Sul no Grupo dos 20 “Muitas pessoas nos países em vias de desenvolvimento ainda não beneficiam do crescimento da riqueza global dos últimos 20 anos. O fosso entre ricos e pobres tem crescido substancialmente enquanto as receitas gerais destes países têm aumentado consideravelmente” A crise financeira de 2008, que começou nos EUA e se espalhou rapidamente pela Europa, confirmou dois factos manifestados e visíveis anteriormente: primeiro, a economia mundial mudou drasticamente desde os meados dos anos 70 e segundo, que não era possível ao Grupo dos 8, dos países do Norte geri-la por eles só. Seguiu-se, por isso, que a mudança do panorama geopolítico mundial tinha de se reflectir no sistema económico global. A confirmação deste facto veio com o anúncio do Presidente americano, Barack Obama na Cimeira do Grupo dos 20 (G 20) em Setembro de 2009 onde ele anunciou que o Grupo dos 20 substituiria o Grupo dos 8 (G 8) para a coordenação económica internacional. O bem badalado processo “Heiligendann” lançado na Alemanha em 2007, baseado no convite à China, Índia, África do Sul, Brasil e México, foi ultrapassado pelo G 20. A África do Sul tem, por muito tempo, encarado a remoção das sistemáticas desigualdades do sistema global, como um objectivo chave da política estrangeira. Enquanto a mudança da ordem internacional é um objectivo

extremamente ambicioso, a vontade da África do Sul em participar em fóruns globais, quando lhe é oferecida essa oportunidade, nasce da sua crença nesse imperativo. A África do Sul é o único representante africano no G 20. Isto dá à África do Sul um estatuto mais elevado, por um lado, mas também coloca um número de desafios, por outro. Primeiro a África do Sul está ainda a braços com o apartheid na região e com o domínio económico (alguns dirão supremacia ou hegemonia) no continente. O governo sul-africano tem sido sensível à crítica dos outros países africanos sobre o que alguns entendem ser as suas pretensões hegemónicas. Segundo e em resultado do primeiro, o governo da África do Sul é cuidadoso em não afirmar que fala em nome do continente africano, embora muita gente, fora da África do Sul, acredite que o faz e assim considera e assim considera o continente representado nos grupos informais como o do G 20. Terceiro, a África do Sul reconhece que o seu lugar à “mesa global” oferece importantes oportunidades para levantar problemas africanos; fê-lo especialmente no contexto do fórum dos Ministros das Finanças do G 20. Entretanto tem que executar um delicado jogo de equilíbrio. Por último, as negociações económicas internacionais dão algumas oportunidades, para pequenos intervenientes, como a África do Sul de modificar as regras do jogo em favor de um

sistema que permita espaço aos países em vias de desenvolvimento para alcançarem os seus objectivos económicos. A eficácia da sua participação será medida pela influência que é capaz de exercer também nesta área. A natureza evolutiva das regras de jogo A diplomacia económica preocupa-se em estabelecer as regras de jogo para a conduta da política económica nacional. Isto acontece em múltiplas esferas e fóruns. A escolha do fórum depende dos assuntos em causa. A diplomacia requer uma compreensão profunda da política económica interna, por um lado e das restrições negociais exteriores. Requer, por outro, uma capacidade interna de investigar cientificamente os factos e uma percepção das dificuldades negociais. Mais ainda a diplomacia económica é multi-facetada: ao nível externo tem quatro facetas: bilateral, regional, plurilateral e multi-lateral. Ela requer ainda atenção aos processos e à estrutura: a maneira como se chega a determinadas posições (processo) e as limitações internas da economia política (estrutura). A diplomacia económica é importante para a África do Sul em particular e para a África em geral, porque as regras do jogo ajudam a determinar qual é o espaço de manobra disponível ao nível das decisões económicas. No contexto de um mundo multi-polarizado, as negociações económicas internacionais oferecem à África do Sul e ao continente

africano uma forma de influenciar as regras do jogo e assim alargar o espaço para as suas decisões de política económica. Se os únicos intervenientes efectivos na formulação de regras são os mais fortes – principalmente os países desenvolvidos e os poderosos mercados emergentes – estes formularão regras sem referência aos países em vias de desenvolvimento, especialmente à África do Sul e aos restantes países africanos. Este processo restringirá estes países a um espaço imprevisivelmente limitado, impondo decisões económicas hostis ao seu crescimento económico. A diplomacia económica está a ser conduzida num ambiente internacional a evoluir rapidamente. Tradicionalmente os países em desenvolvimento vêm estes problemas por um prisma “norte-sul”. Os contornos da economia global estão, contudo, a mudar. As forças produtivas baseadas na mão-de-obra deixaram o norte e estabeleceram-se nos países da Ásia de leste: primeiro nos “tigres asiáticos”, depois no sudeste asiático e agora na China. As economias no hemisfério norte são forçadas a mudar de manufacturação para prestação de serviços. A África em geral e a África do Sul em particular não tem sido participantes activos nestas mudanças, embora essas mudanças estejam a gerar novos mercados para a África do Sul, África, Ásia e China, que complementam mercados existentes no norte para o leque tradicional de mercadorias de exportação. É importante notar que o aparecimento de uma Ásia de leste industrial, seguida pelo Sul da Ásia, tanto cria oportunidades como coloca sérios desafios às economias africanas, particularmente àquelas, como a da África do Sul que querem desenvolver sectores de manufacturação. Estas mudanças económicas estão a criar uma dinâmica sul – sul mais complexa, no que diz respeito ao desenvolvimento de estratégias comuns para reformar tanto as instituições como a natureza do governo económico global. Muitas pessoas nos países em desenvolvimento ainda não beneficiaram do crescimento da riqueza global nos últimos 20 anos. O fosso entre os ricos e os pobres tem crescido substancialmente enquanto as receitas gerais em muitos países em desenvolvimento têm aumentado consideravelmente. Este é especialmente o caso da África subsariana que continua em primeiro lugar no desafio do desenvolvimento global. Algumas destas dinâmicas aplicam-se também à África do Sul que continua com altos níveis de desemprego e de pobreza. É importante notar que a elevada procura e a crescente luta por conseguir matérias-primas raras e preciosas está a criar novas oportunidades e a possibilitar margens de manobra em alguns países e regiões. Por exemplo a Rússia, o Irão e a Venezuela estão a recorrer ao nacionalismo exacerbado para aumentar a sua influência na economia global, o que tem criado tensões entre estes países e o Ocidente. Outros países, como o Brasil e a Indonésia estão a adoptar políticas mais pacatas para aumentar a sua influência no comércio mundial. (Este artigo é baseado num relatório da Fundação Konrad Adenauer sobre assuntos económicos mundiais)

Padre Carlos Gabriel

CLUB SPORT MARÍTIMO BAR e RESTAURANTE Gerência de Carlos Ferreira (Ex-PONTO FINAL) O local onde encontra pratos Típicamente Portugueses (6ª- Feiras) Cozido à Portuguesa TV com Ecran Gigante Esquina da Rua 11 e Forrest Avenida La Rochelle

Tel: 076-039-0821


12

Voz Portuguesa Abril 2011

Youth Meet With Deputy President A Wasted Opportunity A

meeting organized by the HIP Alliance (Hellenic, Italian, Portuguese), for the youth to engage with the Deputy President of South Africa, Kgalema Motlanthe, as well as the Gauteng ANC Chairman, Nomvula Mokonyane, and the Minister of Arts and Culture, Mr. Paul Mashatile, was cut short in terms of speakers and the meeting's proceedings, but in terms of time it was dragged out while waiting for the DP and other government officials to arrive. It was, unfortunately, a disappointing outcome to the meeting. The event was not entirely wasted as the presence of the Mayor of Ekurhuleni, Mondli Gungubele, allowed for several questions from members of the community and youth to be answered, after a security sweep was made of the hall and its surroundings by a VIP protection unit, explosives specialists, and tactical units, which in the end turned out to be unnecessary. These questions ranged from what is being done about the acid mine drainage having a detrimental effect on crops, asked by André da Costa from Manjoh Ranch, to floods, electricity tariffs, the way municipal councilors relate to members of the

public, tender corruption, and even rodent problems. Some of these questions were answered by Jimmy Manyi, Cabinet Spokesperson. Stavros Nicolaou (HIP Chairman) stated that continuous engagement with Government will help towards a better future, and that all the issues raised at the meeting will be forwarded to the DP's offices, so that he can address them for when the meeting is re-scheduled. The Portuguese Forum of South Africa acknowledges the HIP Alliance's efforts in aiming to create a credible bridge of engagement between the African National Congress (ANC) and the South African Heritage Hellenic (Greek and

Isabel De Freitas, Jenna Lee Ferreirinha, Ambassador of Portugal, Dr. João Romos Pinto , Manny Ferreirinha, President of the Portuguese Forum, André Da Costa and wife.

Mayor of Ekurhuleni Mondli Gungubele

ERLAND

Cypriot), Italian and Portuguese communities. We as the Forum will support the HIP Alliance in these efforts as we share similar objectives.

The Table of the HIP Alliance group present at the meeting

Comunidade Ficou Mais Pobre H

ermes Joaquim Moreira Marques nasceu a 13 de Janeiro de 1938 e faleceu a 20 de Março de 2011, vitimado por um problema cardíaco que o prostrou de imediato. Há muitos anos radicado no seio da nossa Comunidade em Joanesburgo, que delicious com a sua voz romântica em muitos espectáculos. Deixou a marca da sua alma magnânima e aberta em actuações gratuitas a favor de causas nobres e altruistas. Homem humilde e simples, Hermes fazia amigos e procurava ser justo e franco e deu muito de si mesmo à nossa Comunidade sulcando os passos na estrada da cultura e da lingua portuguesas nesta vasta e exotica região de África. Era membro do Fórum Português. Para ele vão as nossas saudades, o nosso obrigado e a nossa prece a Deus pela paz à sua alma. À família enlutada pela sua partida, deixamos os mais sinceros pêsames e a nossa leal solidariedade nesta hora de dor e tristeza Hermes Joaquim Moreira de alma.

E

duardo José da Silva Rocha, nasceu em Lisboa a 8/9/1958 e faleceu em Pretória a 22/3/2011. A sua morte inesperada gerou consternação e sentido pesar a todos os familiares, amigos e conhecidos não apenas na África do Sul, mas ainda em Portugal e Angola. De carácter aberto e llano, Eduardo Rocha era uma pessoa de agradável trato, facilitando um relacionamento amistoso. Como membro do Fórum Português, sempre se mostrou de alma aberta à cooperação com os assuntos comunitários. Todos na organização desejamos descanso eterno à sua alma. E a sua família apresentamos os mais sentidos pêsames nesta hora de luto e dor, implorando a Deus que os encoraje a vencer a angústia que os comove.

Eduardo J. Rocha

Rio Douro Fisheries & Butchery

LIQUORS Todas as bebidas, a seu gosto Entregas ao domicílio para seu conforto Preços revolucionários! Para preços e encomendas, não hesite, Contacte Miguel e Ivone 011- 424 - 0626 ou 082-347-3888 All type of drinks We deliver for your convenience Incredible prices For prices and deliveries don't wait another minute, Contact Miguel or Ivone on 011- 424 - 0626 or 082-347-3888

Wholesale direct to the public

Specializing in all seafood E.g. Prawns, Crab, Calamari Fresh fish daily Fresh meat counter with top quality beef & pork Large variety of imported products

Delivery within 24 hours!! Delivery anywhere on the East Rand & most of Gauteng (minimum order 5 cases). We supply pubs, clubs, restaurants, hotels, liquor stores etc. Wholesale prices to trade. We reserve the right to limit quantities. Prices are subject to change without notice.

155 Main St, Rosettenville Tel: (011) 683-3617 / 8400 Fax: (011) 683-8471

Rio Douro


Voz Portuguesa