Page 1

FOTO DE LAERTE GOMES

FOTO DE LAERTE GOMES

Frutas e legumes de qualidade para fazer sucos e acompanhar os jogos da Copa é só chegar na barraca do seu Vanderlei, na feira.

E as hortaliças fresquinhas para as saladas e caldos são o forte da barraca das “freguesas bonitas”, do seu Rocha e da filha dele, Camila.

PÁGINA 7

ANO II - N0 22 - RIO DE JANEIRO, 28 DE MAIO DE 2014

I N F O R M A Ç Ã O

E

PÁGINA 6

C I D A D A N I A

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

RIO DAS PEDRAS É MAIS BRASIL! São 32 seleções em busca do mais cobiçado troféu do esporte mundial, a Copa do Mundo, mas só o Brasil, que vai sediar a competição pela segunda vez, pode ser hexa. A estréia é dia 12 contra a Croácia no Itaquerão, em São Paulo , às 17 horas, e a final, como em 1950, será no Maracanã. Os jogos serão em 12 capitais. Páginas 4 e 5 PARA RECORTAR E GUARDAR OS BOTTONS DAS 32 SELEÇÕES

ALEMANHA

ARGÉLIA

ARGENTINA

AUSTRÁLIA

BÉLGICA

BÓSNIA

BRASIL

CAMARÕES

CHILE

COLOMBIA

CORÉIA DO SUL

COSTA DO MARFIM

COSTA RICA

CROÁCIA

EQUADOR

ESPANHA

ESTADOS UNIDOS

FRANÇA

GANA

GRÉCIA

HOLANDA

HONDURAS

INGLATERRA

IRAN

ITÁLIA

JAPÃO

MÉXICO

NIGÉRIA

PORTUGAL

RÚSSIA

SUÍÇA

URUGUAI

FOTOS DE FABIO COSTA

GOLEIRO BRILHA E NOVA ESPERANÇA LEVA O PRIMEIRO TÍTULO DO ANO Edelvan fez defesas espetaculares e na hora dos pênaltis foi decisivo para o time da Areinha ganhar o Torneio do Dia das Mães na final contra o Manin. RIO DAS PEDRAS TERÁ DOIS CAMPEONATOS EM 2014, UM NO PRIMEIRO E OUTRO NO TERCEIRO CAMPO PÁGINAS 7 e 8 Torcedores e jogadores do Nova Esperança correm, eufóricos, para comemorar o título, após Edelvan defender mais um pênalti na partida decisiva contra o Manin FOTO DE FABIO COSTA

FOTO DE FABIO COSTA

MORADOR OFERECE AULA DE INGLÊS...E DE GRAÇA Renato cansou de ver nossos jovens desperdiçando tempo em Lan House e abriu curso pelo Youtube. PÁGINA 6

ROCK OCUPA A PRAÇA E AGITA A CURVA DO PINHEIRO A banda “Monster Kill” ensaia no Cine Rock, na Praça do Pinheiro, resgatada pela galera liderada pelo produtor cultural Leandro Oliveira, o Leu. PÁGINA 7


Com o término de um casamento, além dos problemas emocionais, uma preocupação sempre presente é com relação à divisão dos bens, mesmo que sejam poucos.”

Dos nossos comerciantes, 75% são favoráveis à implantação da Associação Comercial de Rio das Pedras. Desses, 80% são moradores, estabelecidos no próprio ambiente familiar.”

2 RIO, 28 DE MAIO DE 2014

A VOZ DO

LEITOR Morador pede linha de ônibus para a Grande Tijuca Do morador Hélio Rocha recebemos a seguinte mensagem: "Venho solicitar junto à prefeitura e a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) uma nova linha de ônibus, variante da 343, porém passando pela Grajaú-Jacarepaguá e Maracanã. Essa linha é muito necessária para nós moradores do Itanhangá, Rio das Pedras e Anil, pois nossa região carece de uma ligação com uma importante região da cidade: a Grande Tijuca. Essa linha não precisa ser exatamente uma variante da 343 como sugeri. A prefeitura com certeza consegue encontrar uma alternativa até melhor, e essa linha poderia ser testada nos moldes da LECD6, e decidida se é rentável, porque demanda não falta. Muitas pessoas daqui trabalham na Grande Tijuca e são obrigadas a pegar dois ônibus e até superlotando o 368, 390 etc.”  Nota da Redação: Além do registro acima, vamos repassar o pedido acima do morador Hélio Rocha à SMTR para um novo posicionamento. Isto porque, quando questionada anteriormente, a secretaria disse o que os moradores estão cansados de saber: que podem se locomover através de integração com duas linhas, da seguinte forma: partindo do Rio das Pedras, sentido Freguesia, utilizando as linhas 550 e 734, e na Freguesia embarcar em uma linha que segue para a Tijuca e Maracanã, pela Av. Menezes Cortes (Auto-Estrada Grajaú-Jacarepaguá). Mas o que os moradores querem mesmo é saber é por que têm de usar o bilhete único? E quem tem o cartão gratuidade e precisa ir para Tijuca, no final do mês, tem que pagar passagem? E por que fazem esses testes (LECD) em lugares que já são cobertos, enquanto nossos moradores têm que usar bilhete único? A LECD6 não faz o mesmo trajeto da 301, 302, 304, 333, 345? Essa nova linha Méier-Freguesia não faz o mesmo trajeto da antiga 691-Serra? Conclusão: o que nosso morador quer saber é por que criam linhas desnecessárias? Atualmente, são 34 ônibus na frota. Custaria muito dividir? Colocar 17 ônibus para fazer o trajeto via LA e os restantes 17 via serra?

Paróquia convida Do nossa Paróquia São João Batista (Vicariato de Jacarepaguá), recebemos o seguinte pedido de divulgação: “Padre Marco Vinicius, pároco, e padre Márcio André, vigário, juntamente com toda a comunidade paroquial, convidam para a missa e bênção em Ação de Graças pela inauguração do salão paroquial Cardeal Dom Orani Tempesta. Será sábado, dia 31 de maio, às 9 horas, na sede da paróquia, à Estrada de Jacarepaguá, 4.450, Rio das Pedras.”

Nossa Voz em monografia Da universitária Stephany Muzi recebemos a seguinte mensagem: “Faço Comunicação Social (com habilitação) e Jornalismo na Universidade Veiga de Almeida e estou dando início ao meu projeto final. Escolhi como tema para a minha monografia ‘O jornalismo comunitário’ e estou analisando o jornal A Voz de Rio das Pedras como estudo de caso. Gostaria de saber se é possível contar com a colaboração da equipe do jornal para o desenvolvimento de um trabalho mais profundo e original sobre o jornal e a comunidade.  Nota da Redação: Stephany esteve na nossa redação e entrevistou nossa equipe para elaborar a monografia. Depois de concluída, comprometeu-se a encaminhar uma cópia para ser publicada numa das nossas edições, porque contém uma visão pesquisada de fora da comunidade. Ele ouviu lideranças locais para dar mais consistência ao trabalho que, como ela mesma diz, pretende ser mais profundo e original. De Jéssica Pinheiro, recebemos o seguinte e-mail: “Gostaria de saber como faço para me voluntariar ao jornal. Sou moradora da Muzema e estou cursando o 5º período de Jornalismo na PUC.”  Nota da Redação: A universitária esteve na nossa redação, sugeriu uma pauta e estamos aguardando a matéria para publicação.

Bahia pede matéria Erynaldo Silva postou no nosso Facebook a seguinte mensagem: “Domingo, dia 25 de maio, às 11h30min, o Bahia F.C. joga no Campo 2. Se vocês puderem fazer uma matéria, agradeceria.”  Nota da Redação: O pedido foi encaminhado à editoria de esportes, que cobriu o evento, focalizando, inclusive, o Bahia.

Procura-se recepcionista Denise Chambarelli escreveu o seguinte e-mail oferecendo oportunidade de emprego: ‘Recepcionista para consultório médico na Barra da Tijuca. Enviar currículo para secretariadermato@gmail.com.” 쐀 Cartas para a redação de A Voz de Rio das Pedras, a/c do Núcleo de Cidadania, Rua Nova n0 105, loja 2. e -mails para contato@avozderiodaspedras.com.br

A VOZ DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL ANTONIO RENATO CARDOSO *

O AMBIENTE COMERCIAL

O

Núcleo de Pesquisa e Cidadania de Rio Pedras vem realizando ao longo dos últimos anos pesquisas com aproximadamente 350 comerciantes estabelecidos na região. Dos entrevistados, 75% apontaram ser favoráveis a implantação da Associação Comercial de Rio das Pedras, sendo que, destes, 80% são moradores da região, estabelecidos inclusive no próprio ambiente familiar. Ocorre que este tipo de comércio guarda alguns erros que podem diminuir o interesse dos clientes no momento da compra. Inicialmente, recomenda-se buscar separar o ambiente comercial do familiar, dando uma cara mais profissional ao

negócio. Definir e divulgar os horários de funcionamento do estabelecimento; isso demonstra organização e permite que a vida privada tenha espaço em sua agenda. É preciso que o comerciante fique atento aos preços praticados por seus concorrentes, para que possa estabelecer as formas e estratégias de negociações necessárias para manutenção das suas atividades no mercado. As finanças da empresa não devem ser misturadas com os gastos familiares, procurando manter, por meio de um espaço específico, um telefone e a contratação de um funcionário, promovendo a divisão entre a vida privada e a comercial. Muitos indivíduos acreditam que não precisam ter preocupações com as

vestimentas, muitas vezes utilizando roupas indevidas para um ambiente de trabalho. A boa aparência produz credibilidade ajudando a seduzir o cliente. Assim como a Associação Comercial, temos o Sebrae como recomendação para auxiliar na capacitação por meio de seminários e cursos de capacitação para os pequenos negócios na região. Procurar a regularização do negócio, certamente traz maior credibilidade junto aos consumidores e possibilidades de obtenção de linhas de crédito junto a instituições financeiras e entidades de fomento ao pequeno empreendedor. * Antonio Renato Cardoso da Cunha é professor e pesquisador vinculado ao Núcleo de Pesquisa e Cidadania de Rio das Pedras.

A VOZ DO DIREITO

CRISTINA GOMES CAMPOS DE SETA *

MEU CASAMENTO ACABOU. E AGORA?

C

om o término de um casamento, além dos problemas emocionais, surgem várias dúvidas sobre os deveres e os direitos entre os cônjuges. Uma preocupação sempre presente é com relação à divisão dos bens, mesmo que sejam poucos. Para solucionar a questão, é preciso saber qual o regime de bens que vigorava durante o casamento. Normalmente, os casamentos ocorridos a partir de janeiro de 1978 o foram pelo regime da comunhão parcial de bens. Tal informação consta na certidão de casamento. Se o casal não tiver feito, antes do casamento, uma escritura de pacto antenupcial escolhendo um regime diferente, o casamento foi feito por este regime. Neste caso, todos os bens adquiridos onerosamente são de ambos os cônjuges, não importando em nome de quem estejam. Assim, exemplificando, se o homem compra um carro em seu nome, ele será também da mulher e, no final do casamento, o valor deste bem deverá ser dividido entre o casal. Se o

carro vale, no final do casamento, dez mil reais, aquele que não ficar com o carro deverá receber cinco mil reais. Igualmente, se a mulher compra um carro ou um terreno, mesmo que o bem fique em seu nome, também será do outro cônjuge e, no final do matrimônio, deverá dividir com o outro o valor deste bem. Estão excluídos desta divisão os bens recebidos por herança e os comprados com o valor recebido pela venda do bem herdado. Por exemplo, se a mulher herda uma quitinete em decorrência da morte do pai, este bem será somente dela, não tendo o marido qualquer direito sobre tal imóvel. Caso ela venda esta quitinete e compre outra com este dinheiro, a nova quitinete será somente dela porque comprada com o dinheiro recebido pela venda do bem herdado. Caso haja o acréscimo de alguma quantia, por ser o novo bem mais caro, deverá haver a indenização pela quantia acrescida. Exemplificando: se a quitinete herdada foi vendida por dez mil reais e a nova comprada custou vinte mil, com o fim do casamento, o

outro cônjuge terá direito à indenização devendo receber cinco mil reais que representa a metade da quantia que foi acrescida. Os valores gastos com reformas nestes bens deverão ser indenizados. Se o homem faz uma reforma na quitinete herdada pela mulher deve ser indenizado pela metade do que gastou. Deve ficar claro que a obrigatoriedade de divisão dos bens acontece por uma presunção absoluta de que um cônjuge contribui com o outro, não importando se isto ocorre ou não. Portanto, se um dos cônjuges não trabalha e todos os bens são adquiridos por força do trabalho de um só, isto é irrelevante, devendo os bens ser divididos. Não serão divididos os recebidos por doação a um dos cônjuges. Os bens que cada um dos cônjuges já tinha antes de casar será somente dele e se, durante o casamento, o vender e comprar outro com o mesmo dinheiro, continuará sendo apenas dele. Vale o bom senso. * Cristina Gomes Campos de Seta é juíza da 9ª Vara Cível do Méier

A VOZ DA PSICOLOGIA

GISELLE SANTOS*

ASSÉDIO MORAL

T

odo e qualquer processo de violência psicológica extrema, realizado através de situações repetitivas e intencionais, caracterizado por humilhação, desprezo, perseguição, constrangimento, manipulação, intenção de prejudicar e, muitas vezes, de excluir o indivíduo do seu ambiente de referência, pode ser denominado de assédio moral – e ele afeta o equilíbrio emocional, alterando o modo de como a vítima se relaciona com o mundo e com os outros. Os episódios de assédio moral podem ocorrer em diferentes relações sociais, seja ela formal ou informal. Podemos citar, por exemplo, as práticas agressivas nas relações familiares, que infelizmente, na maioria dos casos, só tomamos conhecimento quando acompanhadas de agressões físicas ou sexuais. Há também as práticas agressivas nas escolas, onde a mais comum é conhecida como bullying, que incluí chacotas e constrangimentos

entre os estudantes. E, não menos importante, há também as práticas agressivas no espaço de trabalho, que acontecem no cotidiano das organizações e que refletem a conivência e cumplicidade dos representantes da organização quando permitem que t ais comportamentos destrutivos dos agressores se tornem permanentes. Infelizmente, as consequências dessa prática são, muitas vezes, irreversíveis. O processo de violência psicológica transforma a maneira como a pessoa se percebe, como avalia seus comportamentos e como desenvolve seus afetos, afetando cada vez mais sua autoestima e, por vezes, dando até coerência e sentido às agressões sofridas, potencializando seu sentimento de culpa, insegurança e autoquestionamento. A pessoa passa a acreditar que é realmente merecedora daquelas agressões. Dessa forma, o acompanhamento psicológico é essencial para ajudar a pessoa a se reencontrar como idealizadora do próprio

destino. Independente da origem do assédio moral, é importante a vítima procurar ajuda denunciando o ocorrido através dos órgãos protetores da criança ou mulher, idoso, autoridade policial, educadores, secretária da escola, sindicatos na sua classe trabalhadora, Ministério Público do Trabalho ou ouvidoria da organização. Em todos os casos, documentos ou testemunhas podem ser usados como prova do assédio moral. E também é possível pedir sigilo, pois entendemos que pode ocorrer discriminação, retaliação e até demissão nos casos de assédio moral nas organizações. Mas precisamos denunciar e acabar com essa prática absurda que afeta diretamente a identidade pessoal e profissional do indivíduo.

* Giselle Santos é psicóloga, especialista na área de Recursos Humanos, com trabalhos realizados nesta área e nas áreas social, clínica, escolar e da saúde.

EXPEDIENTE EDITOR-CHEFE Aziz Ahmed

CHEFE DE REPORTAGEM José Antonio Gerheim

(Reg. 10.863 - MTPS) azizahmed@uol.com.br

josegerheim@gmail.com

Fábio Costa fabiocostafotografias@gmail.com

CONSULTORES Cláudia Franco Corrêa Irineu Soares

TRATAMENTO DE IMAGENS Eduardo Jardim ANALISTA DE MÍDIA E WEBMASTER

EDITOR EXECUTIVO Laerte Gomes www.avozderiodaspedras.com.br

gomes.laerte@gmail.com

Maria Etatiane Costa Barroso Juliana Barcellos da Cunha e Menezes

FOTOGRAFIA

Claudia Gonzaga claudiamulti@uol.com.bt

Uma publicação da Livraria e Editora Citibooks Ltda. CNPJ: 05.236.806/0001-5 Rua Jardim Botânico, 710, CEP 22.460-000 para a Associação Comercial do Rio das Pedras (em organização). Rua Nova 105 – Loja, Rio das Pedras

Publicação quizenal / Tiragem: 20 mil exemplares / DISTRIBUIÇÃO GRATUITA / Impresso na Gráfica e Editora Jornal do Commercio

CLASSIFICADOS GRÁTIS! A partir dos próximos números, este jornal vai reservar espaço para que você, morador ou comerciante de Rio das Pedras, possa anunciar bens, serviços ou produtos que esteja disposto a alugar, vender ou, simplesmente, doar. Basta que seja um texto curto e grosso, que vamos publicar de graça. Se quiser "vender seu peixe", encaminhe o anúncio para o setor de classificados para o e-mail contato@avozderiodaspedras.com.br.

APROVEITE!


Fizemos a limpeza física em busca da nossa limpeza moral. Tachavam a Praça do Pinheiro de suja por causa do pessoal do rock.”

É possível sim fazer as coisas que não se têm créditos. Em uma vertente social, são essas ações que tornam o feio em bonito.”

3 RIO, 28 DE MAIO DE 2014

CI NE&RO CK APRESENTA

Com Gabriel (vocalista), Diego (guitarra), Daniel (baixo) e Xandra (bateria), a banda “Monster Kill” ensaia no Cine Rock

FOTOS DIVULGAÇÃO

A galera assumiu o controle da Praça da Curva do Pinheiro realizando um mutirão de limpeza que recolheu 275 sacolões de lixo

GALERA DO ROCK OCUPA PRAÇA DO PINHEIRO COM AÇÕES CULTURAIS, SOCIAIS E ARTÍSTICAS FOTOS DE FABIO COSTA

O

dia 30 de março do ano passado é emblemático para a Praça da Curva do Pinheiro. Foi nesse sábado que os baixos, as guitarras e as varetas das baterias de uma galera de roqueiros deram lugar a vassouras, rodos e material de higiene para uma ocupação bem-vinda à comunidade. Liderada por Leandro Oliveira, o Leu, então com 21 anos, bem cedinho os roqueiros começaram a tocar em ritmo pauleira um mutirão para limpeza da praça, num movimento de ocupação cultural do pedaço e da sede do antigo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da prefeitura, que estava imundo e abandonado. O trabalho dos Roqueiros do Pinheiro em Ação causou um misto de curiosidade e espanto. A vizinhança veio em peso para as janelas tentar entender o que um bando de moças e rapazes, vestidos de roqueiros, fazia com tamanha energia e desenvoltura. Não demorou muito, começaram a chegar doações de alimentos, bebidas, água gelada e um reforço no material de limpeza para a rapaziada. — A solidariedade é uma marca da nossa comunidade — reconhece Leu, goiano de Brasília, formado em Ciências Sociais com ênfase em Produção e Política Culturais, que há sete anos frequenta Rio das Pedras atraído pelo rock. Terminada a limpeza da praça, com a retirada de 275 sacolões de lixo de 250 litros, a natureza foi generosa e se encarregou de dar a guaribada final. Como Deus ajuda a quem cedo madruga, desabou o maior temporal, lavando a praça e a alma da galera. — Fizemos a limpeza física da praça em busca da nossa limpeza moral. Tachavam a Praça do Pinheiro de suja, fedorenta e abandonada por causa do pessoal do rock, insinuando que a galera frequentava o espaço usando drogas na frente das crianças — explica Leu. — Era verdade? — perguntamos. — Nunca aconteceu. Até porque a galera conhece as regras da comunidade e ninguém ia dar mole pra Kojak – respondeu Leu, perguntando e respondendo a si mesmo: — O que podemos fazer por nós mesmo? — Somos do rock, do skate e também ze-

Um garoto ensaia uns passos em frente à banda (foto), enquanto Leu Oliveira (foto ao lado), líder dos Roqueiros do Pinheiro em Ação, fala sobre o seu projeto de ocupação cultural da praça

lamos pelo nosso espaço. Somos um movimento de ação e ocupação cultural da praça e da sede do antigo Cras, que estava abandonada. Nosso objetivo é zelar pelo nosso espaço de convivência e diversão, com ações culturais. Toda semana desenvolvemos o cinema na praça, exibindo filme de qualidade para todos, com o intuito de nos agregar com a comunidade, que tanto nos marginaliza. Mensalmente fazermos o Cine & Rock com bandas da galera que frequenta a praça. Segundo Leu, o principal objetivo da ação do Cinema & Rock é desmitificar que a galera do rock é suja, drogada e que não tem condições de produzir algo de relevância no seu meio comunitário. E explica: — Esse evento é uma ação concreta e continuada, e que, se organizando, podemos fazer muito mais do que nos dizem sermos capazes de fazer. O rock somos nós que fazemos. Neste um ano de ocupação cultural, algumas bandas nasceram dentro dessa proposta, como “Vulva”, “Kind Kartel”, “Martelo de Pedra”, “Tomando de Assalto”, “Último Ato”, “Alienígenas Aquáticos” e “Monster Kill”, esta última estava ensaiando na noite em que a nossa reportagem esteve na praça. Leu Oliveira cita pessoas que, lideradas por ele, fazem o Cine & Rock acontecer: Elvis Felipe, Bianca Senna, Rafael Souza, Rafael Mattos e outros que formam uma família. O presidente da Associação de Moradores e Amigos de Rio das Pedras (Amarp), Fabrício dos Santos, é um entusiasta dos Roqueiros do Pinheiro em Ação. Em mensagem a Leu Oliveira, Fabrício afirmou que a ação caiu nas graças de Rio das Pedras e parabenizou a galera “pelos esforços de cada um por tamanha dedicação: é possível sim fazer as coisas que não se têm créditos. Em uma vertente social, torna o feio em bonito”. Leu Oliveira explicou que o Cine & Rock já está na 8ª edição: — Na última, teve 800 pessoas nessa praça. Zero de violência, zero de uso de drogas, nota mil em alegria. Neste um ano conseguimos provar que a galera do rock pode manter uma convivência pacífica com a comunidade, extirpando qualquer estereótipo de que é suja, favelada, que nada produz, até porque, acima de tudo, sabemos respeitar o nosso espaço.


Antes da Copa do Mundo, os mundiais faziam parte dos Jogos Olímpicos e o Uruguai com sua lendária camisa Celeste Olímpica ganhou o ouro em 1922 e 1926.

Com Garrincha e Pelé, o Brasil, bicampeão em 1958 na Suécia, e 1962 no Chile, nunca perdeu um jogo em Copa do Mundo. Foram 11 jogos e 11 vitórias.

4

Na Copa de 1958, Didi foi eleito o craque da competição, na de 1962, Garrincha, na de 1970, Pelé, na de 1994, Romário, e na de 2002, Ronaldo Fenômeno.

Na Copa de 70, a do tri no México, Jairzinho, o Furacão, marcou gols (oito) em t odos os seis jogos do Brasil.

5

RIO, 28 DE MAIO DE 2014

RIO, 28 DE MAIO DE 2014

O MELHOR FUTEBOL DO MUNDO BUSCA O HEXA PARA ESQUECER 1950 S

ob a direção do gaúcho Luiz Felipe Scolari, o comandante do pentacampeonato, nosso último título, em 2002, na primeira Copa do Mundo disputada na Ásia, na Coreia e Japão, o Brasil inicia, dia 12 de junho, o Dia dos Namorados, véspera de Santo Antônio, no novo e bonito estádio do Corinthians, o Itaquerão, em São Paulo, sua caminhada em busca do sexto título. A conquista, se vier, na final do dia 13 de julho, no novo Maracanã, no Rio, servirá para se esquecer de vez a tragédia de 16 de julho de 1950, conhecida como Maracanazo, pela derrota de virada para o Uruguai, por 2 a 1, com o célebre gol de Gighia O primeiro adversário será a Croácia, uma seleção praticante do futebol clássico dos países do centro e do leste europeu, de troca de passes e muita habilidade no meio de campo e no ataque. Ainda na primeira fase, a Seleção Brasileira enfrentará o México, dia 17, no Castelão, em Fortaleza,

e Camarões, dia 23, no Mané Garrincha, em Brasília. São 31 adversários do Brasil que vão tentar impedir o hexa, distribuídos inicialmente em oito grupos de quatro, classificando-se os dois primeiros, num total de 16, para as oitavas de final e assim sucessivamente até se chegar aos dois finalistas. Nesta Copa, os maiores favoritos, por sua história e tradição, são, além do Brasil, a Itália, a Alemanha, a Espanha, última campeã, na África do Sul, em 2010, e os nossos vizinhos Argentina e Uruguai. França e Inglaterra, cada uma com um título, ganhos em casa, e a Holanda, são surpresas possíveis. Qualquer outra seleção será considera zebra, inclusive a muito bem falada Costa do Marfim, uma das cinco representantes do futebol africano.

COM FELIPÃO NO COMANDO E NEYMAR NO ATAQUE, DÁ PARA CONFIAR

OS GUERREIROS DE FELIPÃO

Julio César (Toronto FC)

Jefferson (Botafogo)

Vitor (Atlético-MG)

Daniel Alves (Barcelona)

Maicon (Roma)

Marcelo (Real Madrid)

Maxwell (PSG)

Thiago Silva (PSG)

Dante (Bayern de Munique)

David Luiz (Chelsea)

Henrique (Nápoli)

Paulinho (Tottenham)

Luiz Gustavo (Wolfsburg)

Ramires (Chelsea)

Oscar (Chelsea)

Fred (Fluminense)

Neymar (Barcelona)

Hulk (Zenit)

Jô (Atlético Mineiro)

Bernard (Shakhtar Donetsk)

Fernandinho (Manchester City)

Hernanes (Inter de Milão)

Willian (Chelsea)

Felipãp

TABELA DA COPA 2014 / FASE DE GRUPOS GRUPO B

GRUPO A

M

inha primeira cobertura em Copa do Mundo, como repórter, foi na Alemanha, em 1974, pelo “Jornal dos Sports”.O Brasil, com Zagallo e com alguns dos craques do tri no México, como Jairzinho e Paulo César Caju, mas sem Pelé e Gerson, ficou fora da decisão, eliminado na semifinal pela Holanda, de Cruyff, a seleção apelidada de Laranja Mecânica e do famoso carrossel, mas derrotada na final pela Alemanha de Beckenbauer por 2 a 1. Terminamos em quarto lugar, ao perder a decisão do terceiro para a Polônia por 1 a 0, gol do craque Lato.. Na segunda cobertura, já pelo “O Globo”, em 1978, na Argentina, fui, juntamente com os companheiros Luís Carlos Mello e Armando Calvano, o autor do furo que anunciou a barração, por ordem do almirante Heleno Nunes, presidente da CBD (atual CBF), de Zico, Reinaldo e Edinho, ordem cumprida a contragosto pelo técnico Cláudio Coutinho. Entraram Jorge Mendonça no lugar de Zico, Roberto Dinamite no de Reinaldo, e Rodrigues Neto, no de Edinho. O Brasil chegou em terceiro lugar, invicto, ganhando da

Itália por 2 a 1. A Argentina foi a campeão, vencendo a Holanda, novamente vice, por 3 a 1, na prorrogação. A terceira cobertura foi em 1982, na Espanha, também pelo “OGlobo”. Apesar de ser uma seleção cheia de craques como Zico, Sócrates, Cerezo, Falcão, Éder, e de jogar um futebol arte encantador, marca do técnico Telê Santana, não passou da segunda fase, eliminada, em Barcelona, pela Itália de Paolo Rossi, que conquistou seu terceiro título, vencendo a Alemanha na final por 3 a 1. A quarta cobertura in loco foi novamente pelo “Jornal dos Sports”, em 2002 , na Coreia e Japão, chefiando uma equipe com os repórteres Carlos Alberto Rodrigues e Thales Soares, por coincidência com a seleção comandada pelo mesmo Felipão de agora. Foi uma bela campanha, invicta, ótimos jogos, e na final o Brasil chegou ao penta, com a dupla fenomenal formada por Rivaldo e Ronaldo Fenômeno derrotando na final a Alemanha por 2 a 0. E ainda tinha o talento de Ronaldinho Gaúcho e do capitão Cafú. (José Antonio Gerheim)

CROÁCIA

BRASIL 12-jun 13-jun 17-jun 18-jun 23-jun 23-jun

Brasil México Brasil Camarões Camarões Croácia

17h 13h 16h 19h 17h 17h

씲 씲 씲 씲 씲 씲

씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

Croácia Camarões México Croácia Brasil México

HOLANDA

ESPANHA

CAMARÕES

MÉXICO

13-jun 13-jun 18-jun 18-jun 23-jun 23-jun

São Paulo Natal Fortaleza Manaus Brasília Recife*

16h 19h 16h 13h 13h 13h

15-jun 15-jun 20-jun 20-jun 25-jun 25-jun

Suíça França Suíça Honduras Honduras Equador

13h 16h 16h 19h 17h 17h

HONDURAS

FRANÇA 씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

씲 씲 씲 씲 씲 씲

씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

Holanda Austrália Chile Holanda Espanha Chile

GRÉCIA

COLÔMBIA

Salvador Cuiabá Rio de Janeiro Porto Alegre Curitiba São Paulo

14-jun 14-jun 19-jun 19-jun 24-jun 24-jun

13h 22h 13h 19h 17h 17h

Colômbia Costa do Marfim Colômbia Japão Japão Grécia

GRUPO F

GRUPO E EQUADOR

SUÍÇA

씲 씲 씲 씲 씲 씲

Espanha Chile Espanha Austrália Austrália Holanda

Equador Honduras França Equador Suíça França

ARGENTINA

Brasília Porto Alegre Salvador Curitiba Manaus Rio de Janeiro

15-jun 16-jun 21-jun 21-jun 25-jun 25-jun

19h 16h 13h 19h 13h 13h

Argentina Irã Argentina Nigéria Nigéria Bósnia

씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

씲 씲 씲 씲 씲 씲

JAPÃO

COSTA DO MARFIM 씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

씲 씲 씲 씲 씲 씲

Grécia Japão Costa do Marfim Grécia Colômbia Costa do Marfim

Belo Horizonte Recife Brasília Natal Cuiabá Fortaleza

14-jun 14-jun 19-jun 20-jun 24-jun 24-jun

Uruguai Inglaterra Uruguai Itália Itália Costa Rica

16h 19h 16h 13h 13h 13h

Bósnia Nigéria Irã Bósnia Argentina Irã

Rio de Janeiro Curitiba Belo Horizonte Cuiabá Porto Alegre Salvador

16-jun 16-un 21-jun 22-jun 26-jun 26-jun

13h 19h 16h 19h 13h 13h

GANA

PORTUGAL

ALEMANHA

Alemanha Gana Alemanha Estados Unidos Estados Unidos Portugal

씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

씲 씲 씲 씲 씲 씲

씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

씲 씲 씲 씲 씲 씲

Salvador Natal Fortaleza Manaus Recife Brasília

17-jun 17-jun 22-jun 22-jun 26-jun 26-jun

13h 19h 13h 16h 17h 17h

Bélgica Rússia Bélgica Coreia do Sul Coreia do Sul Argélia

TODOS OS CAMPEÕES E VICES 1930 – Uruguai– Argentina 1934 – Itália – Tchecoeslováquia

CORÉIA DO SUL

RÚSSIA

ARGÉLIA

BÉLGICA

씲 씲 씲 씲 씲 씲

x x x x x x

씲 씲 씲 씲 씲 씲

Argélia Coreia do Sul Rússia Argélia Bélgica Rússia

Belo Horizonte Cuiabá Rio de Janeiro Porto Alegre São Paulo Curitiba

RODADA DE 16

RODADA DE 16

28/06 - 13h - Belo Horizonte (49)

28/06 - 13h - Fortaleza (51)

X

1982 – Itália – Alemanha 1986 – Argentina – Alemanha 1990 – Alemanha – Argentina 1994 – Brasil – Itália 1998 – França – Brasil 2002 – Brasil – Alemanha 2006 – Itália – França 2010 – Espanha – Holanda

Fortaleza Manaus São Paulo Recife Natal Belo Horizonte

TABELA DA COPA 2014 / FASE DAS FINAIS 1O A

1938 – Itália – Hungria 1950 – Uruguai– Brasil 1954 – Alemanha – Hungria 1958 – Brasil – Suécia 1962 – Brasil – Tchecoeslováquia 1966 – Inglaterra –Alemanha 1970 – Brasil – Itália 1974 – Alemanha – Holanda 1978 – Argentina – Holanda

Costa Rica Itália Inglaterra Costa Rica Uruguai Inglaterra

GRUPO H

ESTADOS UNIDOS Portugal Estados Unidos Gana Portugal Alemanha Gana

ITÁLIA

INGLATERRA

COSTA RICA

URUGUAI

GRUPO G NIGÉRIA

IRÃ

BÓSNIA

GRUPO D

GRUPO C AUSTRÁLIA

CHILE

X 2O B

QUARTAS DE FINAL 04/07 - 17h - Fortaleza (57)

FINAL

X

13/07 - 16h - Rio de Janeiro (64)

QUARTAS DE FINAL

1O B

2O A

05/07 - 17h - Salvador (59)

X 28/06 - 17h - Rio de Janeiro (50) 1O C

29/06 - 17h - Recife (52)

VENCEDOR 52

VENCEDOR 50

VENCEDOR 49

X

VENCEDOR 51

X

X

2O D

SEMIFINAL 30/06 - 13h - Brasília (53)

1O D

VENCEDOR 62

VENCEDOR 61

08/07 - 17h - Belo Horizonte (61)

SEMIFINAL 01/07 - 13h - São Paulo (55)

09/07 - 17h - São Paulo (62)

X 1O E

X 2O F

3º LUGAR

X 04/07 - 13h - Rio de Janeiro (58)

30/06 - 17h - Porto Alegre (54)

VENCEDOR 57 VENCEDOR 58

VENCEDOR 53

PERDEDOR 61

2O E

05/07 - 13h - Brasília (60)

VENCEDOR 59 VENCEDOR 60

X

X VENCEDOR 54

1O F

X

12/07 - 17h - Brasília (63)

X

X 1O G

2O C

VENCEDOR 55

01/07 - 17h - Salvador (56)

VENCEDOR 56

PERDEDOR 62

X

2O H

1O H

CIDADES E ARENAS 쏄 BELO HORIZONTE - Capital projetada no final do século 19, Belo Horizonte é conhecida por seu potencial econômico, que atrai milhares de turistas de negócios anualmente. Terceiro centro industrial do país, BH também é a porta para o turismo cultural em cidades históricas como Ouro Preto, Mariana, Sabará, Congonhas e Caeté. Clima agradável, belas paisagens, arquitetura eclética completam o amplo mosaico oferecido.

쏄 BRASÍLIA - Formada por pessoas vindas de todos os cantos do país, a capital possui uma rica diversificação cultural e gastronômica, além de ocupar o posto de terceira cidade mais rica do país. Tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, a cidade inaugurada em 1960 foi projetada pelo arquiteto Lúcio Costa, com edificações desenhadas por Oscar Niemeyer.

쏄 CUIABÁ - Conhecida como “Cidade Verde” por conta de sua generosa arborização, Cuiabá é o principal centro industrial, comercial e de serviços do estado de Mato Grosso. Importante polo agropecuário do país, Cuiabá também é porta de entrada de belíssimas regiões turísticas tais como a Chapada dos Guimarães e a região norte do Pantanal, berço da fauna e da flora regional.

쏄 CURITIBA - Cidade no Brasil que mais prima pelo planejamento urbano, Curitiba tem boa estrutura de transportes e acessibilidade garantida, o que facilita percorrer em um dia suas principais atrações, como o parque da Pedreira Paulo Leminski e a Ópera do Arame. Apesar de seu crescimento vertiginoso, a cidade ainda consegue manter-se relativamente calma graças ao sistema de transporte coletivo.

쏄 FORTALEZA - Destino turístico dos mais procurados, Fortaleza se destaca pelas belezas do seu litoral. Só nos limites do município são 15 praias, sendo que uma das mais frequentadas é a de Iracema, onde além de prédios históricos como a Igreja de São Pedro, o Estoril e a Ponte Metálica, o visitante encontra o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

쏄 MANAUS - Muita natureza e prédios históricos compõem a paisagem da capital amazonense, ponto de partida para passeios ecológicos que apresentam a floresta Amazônica. Parques ecológicos, passeio de barco até o encontro dos rios Negro e Solimões, trekking na mata agradam os turistas mais radicais, enquanto museus e o Teatro Amazonas cuidam da diversão daqueles que preferem algo mais tranquilo.

쏄 NATAL - Belas praias e dunas atraem anualmente mais de dois milhões de turistas brasileiros e estrangeiros à Natal. Por conta do ar puro e do clima privilegiado, a capital do Rio Grande do Norte ficou conhecida como “Cidade do Sol”. Com mais de 800 mil habitantes, a cidade passa atualmente por um crescimento demográfico e imobiliário que fortalecem a economia local.

쏄 PORTO ALEGRE - Apesar de ser uma cidade grande, a capital gaúcha ainda conserva os ares e as tradições de uma cidade pequena. Os parques são frequentados por muitos e são ideais para tomar o bom e velho chimarrão. Há também churrascarias e restaurantes tradicionais italianos e alemães para quem aprecia a boa culinária. A cultura é outro ponto forte da capital gaúcha, que possui diversos centros culturais e livrarias.

쏄 RECIFE - Cortada por rios, canais e dezenas de pontes ligando seus bairros, Recife apresenta diversos atrativos turísticos. Conhecida como Veneza Brasileira, a capital pernambucana é repleta de praias e história. Olinda, município vizinho, abriga um patrimônio histórico valioso. Igrejas, museus e feiras de artesanato completam o cenário.

쏄 RIO DE JANEIRO - A Cidade Maravilhosa, como é conhecida, é um dos principais centros econômicos, culturais e financeiros do país. O Rio de Janeiro é internacionalmente conhecido por diversos ícones culturais e cartões postais, como o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, além das praias de Copacabana e Ipanema. Palco da finalíssima do Mundial, os cariocas também se preparam para a Olimpíada de 2016.

쏄 SALVADOR - Conhecida por sua beleza natural e pela boa receptividade do povo, Salvador é umas das principais cidades turísticas do Brasil. Sua orla é conhecida por ter águas calmas e cristalinas. A cidade fica ainda mais iluminada no carnaval, com festas de rua tanto na orla quanto na cidade histórica (Pelourinho).

쏄 SÃO PAULO - São Paulo é hoje uma metrópole global. A cidade abriga os melhores locais para comer, dormir, comprar, passear e fazer negócios do país. Hoje com mais de onze milhões de habitantes, a capital paulista recebe cerca de 90 mil eventos anuais. O espaço cultural da cidade também é amplo, com diversos cinemas, museus, centros culturais, teatros e casas de espetáculos.

2O G


Noto que as crianças ficam na Lan House somente jogando Cross Fire e afins, como GTA, que em nada enriquecem a sabedoria delas.”

6

Cada aula no Youtube não dura mais do que 15 minutos, é bem prática, toda voltada para a comunicação e tem a cara dos jovens.

RIO, 28 DE MAIO DE 2014

FOTO DE FABIO COSTA

CURSO DE INGLÊS DE GRAÇA

MORADOR HÁ 11 ANOS NA COMUNIDADE DÁ AULA PELO YOUTUBE

“L

Renato Oliveira, no salão da pizzaria onde trabalha (fotoao alto), na Rua Nova, e em frente ao computador na casa dele, na Rua Velha

FOTO ARQUIVO PESSOAL

i na última edição desse jornal comunitário que o canal está aberto para novidades e resolvi vender o meu peixe. Tenho um curso de inglês no Youtube totalmente gratuito para crianças e adolescentes e gostaria, se possível, que vocês o divulgassem para as crianças de Rio das Pedras, comunidade onde moro há 11 anos. Noto que as crianças ficam na Lan House somente jogando Cross Fire e afins, como GTA (série de jogos de computador e videogame) etc, que em nada enriquecem a sabedoria delas. O curso é grátis e contém animações em 3D que facilitam o aprendizado. Para acessá-lo, basta entrar no Youtube e digitar Curso de Inglês Grátis – Aula1 – Inglês Legal, que as outras aulas aparecem no recomendado. Aqui vai o endereço de uma aula: youtube.com/watch?v=nVsuj5GQQ7w.” Esta mensagem de Renato de Oliveira Costa, postada no nosso Facebook, já rendeu a esse morador da Rua Velha os 15 minutos de fama. Antenada no que acontece nas comunidades pelo Rio afora, a repórter Nathália Marsal, do diário “Expresso”, pediu-nos o contato com Renato e fez com ele uma matéria que foi publicada na edição de domingo, 4 de maio, no espaço destinado pelo jornal à galera das favelas. Nossa reportagem foi encontrá-lo na Pizzaria Pontes, na Rua Nova, onde das 18h às 2h

da madrugada ele trabalha como garçom e pode ser encontrado. Nascido em Poços de Caldas, Minas Gerais, há 37 anos, sempre teve uma preparação boa para o vestibular. Na adolescência, estudou na Universidade Federal de Viçosa (MG), onde cursou Física. Nas férias, viajava para os Estados Unidos através de convênio entre a UFV e as universidades federais brasileiras: — Foi onde aprendi o inglês prático — conta. A ideia de fazer um curso on-line nasceu quando um amigo mostrou o seu canal no Youtube e o incentivou a fazer o mesmo. Renato não hesitou: — Ao observar as crianças em Rio das Pedras, notei que elas passam a maior parte do tempo nas Lan Houses jogando ou consultando Facebook, mas pouco tempo para aprender coisas que realmente serão úteis num futuro. Surgiu daí a expectativa de fazer um curso on-line diferente, engraçado, com bonecos em 3D e que fosse de graça. Cada aula não passa de 15 minutos, é bem prática, voltada para a comunicação e tem a cara dos jovens. Renato é um guerreiro. Também trabalha no Leme, no quiosque em frente ao Othon, onde atende estrangeiros sempre em língua inglesa: — Tenho grande vontade de ensinar informática para essas crianças, além do inglês, porque o que mais gosto mesmo é de animações em 3D. Mas me faltam tempo e recursos — lamenta. No Youtube do Renato, além de inglês, há aulas de português, tutoriais de animação em programas gratuitos, animações comentando o cotidiano e mensagens educativas. Ele explica que o canal, como um todo, tem sempre um objetivo específico de passar conhecimento, ou julgar coisas erradas como aquele jogo do desmaio que tem causado grande mal para os estudantes. — Ponho no meu canal tudo que gosto, principalmente informática e inglês, que é um hobby. Também ganho algum dinheiro com o canal na internet, porque cada acesso me rende uma quantia no google adscense. Gostaria muito de dar aulas de informática de graça para crianças carentes, mas não tenho suporte financeiro suficiente para tal. Quem sabe com a divulgação no seu jornal possamos fazer um projeto que não seja on-line, que seja com alunos num curso presencial. Tenho formação em Física na Universidade Federal de Viçosa, mas não exerço. O programa que utilizo para animações é o Muvizu, que é gratuito e extremamente fácil de aprender para quem gosta de animações. Mas o programa é todo em inglês. Então, um conhecimento puxa o outro. Renato manda um recado para a galera: — Quem quiser aprender inglês ou informática de graça é só me procurar no canal RenatoOliveiraCosta, no Youtube, ou mesmo na Pizzaria Pontes, em frente à Praça da Amarp, no horário de 18h às 2h da madrugada.

“MINHAS FREGUESAS SÃO AS MELHORES E MAIS BONITAS” FOTOS DE LAERTE GOMES

É Rocha, na barraca de verduras e legumes armada na feira dominical na Via Light, onde se gaba da ajuda da bela filha Camila e da fiel e distinta clientela

com esse bordão que a barraca do Rocha e sua bela filha, Camila, não param um minuto sem atender uma freguesa (e vender), o que ele chama de as melhores verduras e legumes da tradicional feira nordestina dos domingos em Rio das Pedras: – Conheço todas, converso com todas (e com todos, não tenho preconceitos), isso há 15 anos, quando aqui cheguei pela primeira vez. E a recíproca é verdadeira, todo mundo conhece o Rocha e sai daqui satisfeito e sempre volta no outro domingo. Minha filha Camila, de 17 anos, me acompanha desde os oito. Assim é o descendente de portugueses Rocha, nascido e criado em Rocha Miranda, subúrbio da Zona Norte do Rio, mas que hoje mora numa bela casa em Campo Grande. Ele diz buscar sua mercadoria na Ceasa, onde, acima de tudo, busca qualidade, o segredo para manter uma carteira de bons fregueses, revela. – Ah! e sem pegar em dinheiro, a não ser com uma luva, porque higiene não é favor, é obrigação.


Os árbitros para o Amador do Terceiro Campo serão os que apitam na Segunda Divisão, Série B, da Federação do Rio de Janeiro.

7

Os quiosques, no entorno da nova Arena de Rio das Pedras, terão lugar fixo para vender suas cervejas, refrigerantes, picolés, bebidas e comidas.

RIO, 28 DE MAIO DE 2014

RIO DAS PEDRAS TERÁ DOIS CAMPEONATOS EM 2014 FOTO DE FABIO COSTA

O

sucesso que foi a temporada do ano passado, quando passou a contar com a cobertura pelo nosso jornal do campeonato do Primeiro Campo, o do Só Lazer, o “Brasileirão” de Rio das Pedras, que teve como campeão o Juventude, da Areinha, e, como vice, o Corinthians, numa grande e emocionante final, o futebol de nossa comunidade ganhou nova dimensão e passou a chamar a atenção de muita gente. O êxito não se limitou ao Primeiro Campo, expandiu-se para o Terceiro Campo, sempre com a mesma aceitação e empolgação das torcidas, como foi o caso do Torneio de Verão, também ganho pelo Juventude, e agora o Torneio do Dia das Mães, brilhantemente vencido pelo Nova Esperança, também da Areinha. Resultado: este ano, em vez de um só campeonato teremos dois, um em cada campo: o Amador de Rio das Pedras, no Terceiro Campo e que começará dia 6 de julho, um domingo antes da grande final da Copa do Mundo, com 20 times, e o do Só Lazer, no Primeiro Campo, já com as obras para implantação do piso de grama sintética em ritmo acelerado, previsto para começar um domingo depois da Copa, dia 20 de julho.

SEM BRIGAS, MAS CADA UM NA SUA CASA

NO TERCEIRO CAMPO FOTO DE FABIO COSTA / 18.05.2014

No Terceiro Campo, o Nova Esperança comemora o primeiro título do ano, esperando bisar no Campeonato de Amadores. Ao lado, já sem as balizas, o Primeiro Campo se prepara para receber a grama sintética e as novas arquibancadas que serão a novidade do “Brasileirão” de 2014, esperando ter um sucesso ainda maior que o do campeonato do ano passado, que na final teve um público de mais de 2 mil torcedores (abaixo)

Organizado pelo Marquinho, da Power Net, terá duas chaves de dez times cada, com cinco jogos por domingo, alternados, com todos jogando contra todos dentro de suas chaves. Cada jogo terá 30 minutos de duração. Os cinco primeiros de cada grupo classificam-se para a segunda fase, aí já no sistema mata-mata, até se chegar à grande final, quando será conhecido o campeão, que levará, além do troféu, o prêmio de R$ 9.000,00. O vice terá um troféu menor e R$ 5.00,00 de prêmio. O artilheiro e o goleiro menos vazado levarão R$ 500,00 cada um. A novidade é que os dez eliminados da primeira fase disputarão também um torneio paralelo, em sistema de mata-mata, com um prêmio de consolação para o campeão de R$ 3.000,00 e de R$ 2.000,00 para o vice. Os árbitros receberão R$ 80,00 por partida e a taxa de inscrição será de R$ 1.500,00 para cada time, que poderá ser paga em três parcelas de R$ 500,00 cada uma.

NA ARENA DE RIO DAS PEDRAS Organizado, como já é tradicional, por Fernando Estanislau e seu fiel escudeiro, Índio, o Só Lazer, também apelidado de "Brasileirão", terá três grandes novidades este ano: a primeira, claro, é o campo com a grama sintética e seu entorno com arquibancadas, o que evitará invasões, como na hora das cobranças de pênaltis, daí já estar sendo chamado de Arena de Rio das Pedras; a segunda é que serão pelo menos 26 times, em vez dos 20 de 2013 (“podendo ainda chegar a 32”, diz Fernando); e a terceira novidade será o prêmio para o campeão, que levará R$ 14.000,00. O vice ganhará R$ 7.00,00 e o terceiro colocado, R$ 3.000,00. Haverá ainda prêmios de R$ 1.000,00 para o artilheiro e o goleiro menos vazado e mais troféus e medalhas. – Ainda não estão definidas as taxas de arbitragem, mas serão maiores que a do ano passado – assegura Fernando. A taxa de inscrição é de R$ 2.000,00, que poderá ser parcelada em quatro de R$ 500,00. – O sistema de disputa será semelhante ao da Copa do Mundo, com todos se enfrentando dentro de seus grupos. Os dois primeiros de cada grupo passam para a fase seguinte, aí já em jogos mata-mata, até se chegar à grande final, com dois jogos, os vencedores disputando o título e os perdedores o terceiro lugar – revela Fernando. Tanto Marquinhos, quanto Fernando, estão entusiasmados e prevendo uma temporada de grande sucesso este ano, mas, confessam, esperando contar para isso com o apoio dos principais comerciantes de Rio das Pedras.

FOTO DE LAERTE GOMES / 24.10.2013

FOTOS DE LAERTE GOMES

REINADO DAS FRUTAS

S

e na barraca do Rocha, as hortaliças e os legumes reinam absolutos, e são paparicados pelas freguesas bonitas, como o gajo alardeia, na barraca em frente, dos irmãos Vanderlei, de 53 anos, e Luiz, de 58, que nasceram e moram em Magalhães Bastos, na Zona Norte, as vedetes são as frutas de época e as tradicionais, de todos os fins de semana, que não podem faltar nunca, como as laranjas e bananas, de várias espécies e "qualidade garantidas". Em 23 anos de feira, aos domingos em Rio das

Pedras, e aos sábados no Largo do Anil, em Jacarepaguá, conta Vanderlei, o mais falante dos dois: – Agora, no outono, estamos na época dos caquis (deliciosos, experimentei uma amostra), das carambolas, das uvas, das goiabas, melancias, abóboras e morangas, peirinhas. E para atender a freguesia, nunca deixo de ofertar também alguns legumes como os quiabos, beringelas, chuchus, cebolas e pimentão. Dá para fazer um belo cozido e uma bela salada de frutas como sobremesa. (JAG)

Os irmãos Luiz (ao alto) e Vanderlei há 23 anos capricham na arrumação das bandejas com as frutas e os legumes. “A perfeita distribuição, além da qualidade como a dessa abóbora, é o segredo para manter fiel minha distinta clientela”, gaba-se Vanderlei


O prêmio de artilheiro foi dividido entre Edgley, do Nova Esperança, Manteiga, do Sport e Rafael Bahia, do Manin.

O prêmio de melhor goleiro foi dividido entre Edelvan, do Nova Esperança, e Chico, do Manin.

O Nova Esperança, pelo título, recebeu R$ 1.200,00. O Manin, vice-campeão, ganhou R$ 400,00. O árbitro Gil, que apitou quatro jogos, levou R$ 80,00, e Gaguim, dois jogos, ficou com R$ 40,00. RIO, 28 DE MAIO DE 2014

NOVA ESPERANÇA, PRIMEIRO CAMPEÃO DO ANO

N

o primeiro dos seis jogos finais pelo Torneio do Dia das Mães, iniciado no dia 11 e encerrado no domingo seguinte, 18, os rivais da Areinha, Juventude e Nova Esperança, ambos com as mesmas cores, verde e branco, travaram a primeira batalha. O Nova Esperança jogou com a camisa verde e branca, enquanto o Juventude teve de usar uma tricolor, laranja, azul e branca. No jogo, o time campeão do "Brasileirão" do ano passado, completo, teve mais posse de bola, atacou mais, mas seus artilheiros, inclusive Cabeça, não estavam com a pontaria afiada. Perderam gols, devendo-se destacar também a atuação do goleiro Edelvan, do Nova Esperança, que fez belas defesas. O empate de zero a zero levou a decisão para os pênaltis (quatro e não cinco, de acordo com o regulamento). E veio a surpresa: Maicon, do Juventude, fez o primeiro, e Daniel, do Nova Esperança, perdeu a primeira cobrança; Léo, do Juventude chutou em cima do goleiro Edelvan, e Cléber, do Nova Esperança, igualou na segunda cobrança; na terceira cobrança, Givanildo, do Juventude marcou, mas Fernando, do Nova Esperança voltou a empatar, 2 a 2 ; na quarta cobrança, Cabeça, do Juventude chutou na trave, e Regis, do Nova Esperança, classificou o time: 3 a 2. Estava aberto o caminho para o título que viria com mais duas vitórias também em decisão por pênaltis, ambas dramáticas: 5 a 4 contra o RL, e 3 a 1 na final contra o Manin, da Rua Velha. No segundo jogo, uma virada sensacional do RL (Rua Larga do Areal) para cima do São Caetano: 3 a 2, depois de estar perdendo por 2 a 0, resultado que, pelo regulamento, eliminava de vez o Juventude, pelo saldo de gols, e classificava o RL para enfrentar o Nova Esperança, vencedor do primeiro jogo numa das semifinais. O terceiro jogo entre Sport e Manin também terminou 3 a 2 para o rubro-negro, com atuação espetacular do atacante Manteiga, do Sport, que fez três gols, obrigando a um sorteio entre o São Caetano e Manin (marcaram dois gols) para enfrentar o Sport em outra semifinal. Deu Manin. A primeira semifinal entre Nova Esperança e RL foi equilibradíssima, mas as defesas predominaram: zero a zero e nova decisão por pênaltis, nova vitória do Nova Esperança, 5 a 4, time classificado para final. A segunda semifinal acabou tendo um desfecho de certa forma surpreendente. Como o Sport já havia vencido o Manin por 3 a 2, era o favorito. Mas não foi o que se viu em campo. O Manin deu o troco, venceu por 1 a 0 e se classificou para a grande final com o Nova Esperança.

Os heróis do Nova Esperança quebraram a série de títulos do Juventude, também da Areinha, vencendo na final o Manin do Areal FOTOS DE FABIO COSTA

TIME DA AREINHA ELIMINA RIVAL JUVENTUDE E, EM FINAL EMOCIONANTE, VENCE O MANIN NOS PÊNALTIS O goleiro Edelvan foi decisivo com suas defesas em cobranças de pênaltis para levar seu time, o Nova Esperança, ao título do Torneio dos Dias Mães e, por isso, foi sempre o mais festejado pelos torcedores

O CRAQUE DO TORNEIO: RAFAEL BAHIA, DO MANIN

NOVA ESPERANÇA 3 X 1 MANIN O jogo final, já com a noite chegando, não decepcionou as torcidas do Manin e do Nova Esperança. Aproveitando o cansaço do Manin, o Nova Esperança começou no ataque e, aos dez minutos, já vencia por 1 a 0, gol de Edgley concluindo tabelinha com Ceará. Mas o time da Rua Velha não se entregou e, ainda na primeira etapa, seu talentoso meia Rafael Bahia empatou com o gol mais bonito de toda a competição, após driblar três marcadores e chutar à la Ganso, no canto. Um golaço. No segundo tempo o jogo cresceu em emoção, mas os goleiros garantiram o 1 a 1, levando a decisão do título para os pênaltis. E aí brilhou a estrela do goleiro Edelvan, do Nova Esperança, com duas defesas sensacionais, inclusive na cobrança do craque Rafael Bahia: 3 a 1. Nova Esperança 3 a 1, campeão do Torneio do Dia das Mães de 2014. Nova Esperança: Edelvan, Fabiano (Jarbas), Alexsandro, Cléber Peixoto, Fernando e Alex; Erandi, Edgley, Ceará, Régio e Daniel. Técnico: Cícero. Manin: Chico, Jessé, Francisco, Gilmar e Fernando; Edmilton, Leonardo, Rafael Bahia, Elessandro, Tonho e Evandro (Édino). Técnico: Maninho.

O Manin, vice, foi a boa surpresa do torneio. Manteiga, do Sport, brilhou ao marcar três gols num só jogo. E o seguro árbitro Gil posa ao lado dos capitães Alexsandro, do Manin, e Ceará, do Nova Esperança

Seu time não ficou com o título, perdeu na final na decisão por pênaltis, mas ele foi quem mais brilhou nos jogos, com dribles, assistências e o golaço que marcou na partida final contra o Nova Esperança: é Rafae l(foto), o camisa 11 do Manin. Rafael Bahia como é mais conhecido está há 11 meses em Rio das Pedras, mora na Engeheiro, tem 24 anos, nasceu em Feira de Santana, na Bahia, onde jogou na base do Fluminense local e só não foi mais adiante porque sofreu uma entrada violenta num jogo pelo campeonato baiano de juniores, que lhe custou o rompimento e a perda de um rim. Rafael tem uma companheira e um filho, Davy Lucas, de 1 ano. Trabalha como servente na Construtora Passarelli.

CONFIANÇA EM FELIPÃO BATE 100% NOS TIMES DO TORNEIO DO DIA DAS MÃES Técnicos e jogadores entrevistados por nossa reportagem durante a disputa dos seis jogos pelo Torneio do Dia das Mães, foram de uma impressionante unanimidade a respeito do time titular convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão. De Julio César a Neymar, todos acham que o time que derrotou a Espanha por 3 a 0 na final da Copa das Confederações é o que há de melhor para também ganhar a Copa do Mundo em nosso País, que começa no dia 12 de junho próximo, com o jogo entre Brasil e Croácia, no Itaquerão, o estádio do Corinthians, em São Paulo. Val, o técnico do Juventude, campeão de Rio das Pedras em 2013, acha que não surgiu desde o ano passado nenhum fenômeno em nosso futebol para levar Felipão a mudar o time da Copa das Confederações e que a novidade, o zagueiro Henrique, do Napoli, é tão bom quanto Miranda, do Atlético Mineiro. Foi uma questão de escolha de Scolari. Altemir, técnico do Rei do Areal, também faz coro com Val e diz que a confiança em Felipão é total. Talvez ele preferisse Miranda a Henrique e Robinho a Jô para ser reserva de Fred. Bichinho, técnico do Só No Pelo, bate na mesma tecla e lembra que em "time que está ganhando não se mexe", e que Felipão sabe como ninguém no Brasil atualmente como armar um time para disputar e ganhar uma Copa do Mundo, como fez em 2010 na Copa do Japão/Coréia. Marquinho Power Net, organizador do torneio e que também já foi técnico é outro que aposta no título, e no carisma e competência do Felipão, mas faz uma ressalva: acha que no meio de campo está o maior perigo de a nossa seleção fracassar e que se fosse ele não abriria mão do talento e da experiência de Ronaldinho Gaúcho, do Atlético Mineiro. Cabeça, o craque e goleador do Juventude, maior artilheiro do futebol de Rio das Pedras, é outro fã de carteirinha do time e dos reservas escolhidos por Felipão: - Com Fred e Neymar no ataque e ainda podendo entrar o Bernard e o Huck, acredito cem por cento no time do Felipão e que vamos ganhar a Copa e o hexa. Já imaginou a festa que vamos fazer?

A VOZ DE RIO DAS PEDRAS - N º 22  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you