Page 52

saúde

PORDRA.ANDREAGODOY

CUIDADOS NO VERÃO

O

verão está aí, a praia é uma delícia e é praticamente impossível deixar de tomar aquele solzinho gostoso para dar um “up” no visual com aquele bronzeado bonito, mas saiba que com isso o aumento da exposição aos raios UVA e UVB aumenta e, portanto, convém se proteger para aproveitar ao máximo o que a estação tem a oferecer. Fique atento às dicas desta edição e aprenda a se prevenir de uma das doenças mais comuns quando o assunto é o câncer. Entre todos os tipos de câncer existentes, o da pele é o mais comum e engloba mais da metade dos diagnósticos da doença. Existem três tipos: o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular – que juntos representam 95% do total dos casos – e o melanoma, que pode surgir em qualquer lugar da pele, mucosas da boca, genital ou a partir de pintas. Esse último é o mais perigoso e com maior risco de morte. Quando descoberto no início, o melanoma pode ser tratado cirurgicamente e há praticamente 100% de chance de cura. No entanto, quando seu diagnóstico é feito tardiamente ele pode entrar na corrente sanguínea, alojar-se em qualquer órgão do corpo e gerar metástases (espalhamento de células cancerígenas por todo o corpo). Neste estágio de evolução o tratamento é feito de forma sistêmica, com a realização de quimioterapia ou imunoterapia. A gravidade do melanoma

é tamanha que mesmo depois do paciente estar curado a doença pode recidivar, ou seja, aparecer novamente. Fique de olho e se previna. Entre as pessoas que correm mais risco de ter a doença estão as de pele clara, olhos azuis ou verdes, cabelos ruivos ou loiros, assim como aquelas que tiveram queimaduras solares na infância e adolescência ou as que têm casos na família com muitas pintas no corpo. A proteção não se restringe apenas a quem tem um tipo de pele mais sensível. Aqueles de pele morena ou negra também precisam se proteger regularmente da ação dos fatores UVA e UVB, especialmente se tiverem pintas nas mãos e pés. Isso também se aplica às grávidas, pois devido a ação dos hormônios, as pintas já existentes podem apresentar mudanças no tamanho, formato e cor. Sujeitos que se enquadrem nesses dois grupos devem procurar um dermatologista para o acompanhamento da evolução e monitoramento das pintas. Além destes, esportistas que praticam atividades ao ar livre, indivíduos que trabalham expostos ao sol por períodos maiores do que 10 a 15 minutos devem também aumentar o fator de proteção com o uso de chapéus e roupas adequadas, aplicar regularmente o protetor solar, assim como reaplicá-lo a cada três horas. As boas dicas de prevenção servem para todos e entre elas estão: evitar exposição ao sol principalmente entre 10h

e 16h, aplicar o filtro solar mesmo em dias nublados, usar chapéus, bonés e camisetas, observar a própria pele, monitorar regularmente o aparecimento de pintas na sola dos pés, palma das mãos, genitais, dentro da boca, assim como checar mudanças nas pintas antigas. Fique atento também com feridas que não cicatrizam por mais de um mês. Esses cuidados simples podem ajudar – e muito – na precocidade da detecção do câncer da pele. Uma ou duas visitas por ano ao dermatologista é fundamental, além de um exame minucioso para encontrar ou descartar lesões suspeitas. No caso de pessoas mais pintadas ou com histórico de câncer da pele, vale realizar um exame chamado “Mapeamento de Nevos”, no qual são tiradas fotografias digitais sistematizadas de todo o corpo e da maioria das pintas. Nesse tipo de procedimento preventivo, imagens são armazenadas para comparações futuras que permitem uma avaliação objetiva das pintas e uma possível detecção precoce da doença. Para alguns casos específicos, ainda é possível realizar um exame de última geração chamado “Microscopia Confocal”, que usa um laser como fonte de luz para avaliar de modo não invasivo, as camadas microscópicas da pele e auxiliar o diagnóstico clínico. Ter atenção ao examinar a própria pele ou a de pessoas queridas, amigos e familiares, além de um ato de carinho, pode ajudar no diagnóstico precoce de câncer de pele.

Dra. Andrea Godoy é médica dermatologista, membro efetivo da SBD - CRM 97673

52 · JAN.14

avianca em revistA

avianca.com.br

#42 - Antonio Fagundes