Page 1

e m

r e v i s t a

Meninos do vôlei

As lições que o esporte ensina para a vida

Portugal Charme lisboeta além do fado e do pastel de Belém Ilhabela Arquipélago paulista tem sossego e aventura Para eles Ideias para curtir o melhor Dia dos Pais


presidente

Renewing and growing

Renovando e crescendo

When we think about the expansion of Brazil to the west, the first image that comes to our minds is Brasília, our capital that was planned and built to integrate geographically the whole nation. But another city was the pioneer in this strategy: Goiânia, the city capital of Goiás, which is also in the Central Plateau, was built under the influence of the March to the West from the Vargas Era to speed up the occupation of that region. Nowadays, with almost 1.4 million residents, it is the city with the highest degree of green area in the country. Starting in August, it is also the new destination offered by Avianca with two daily flights connecting it to São Paulo and Brasília. The choice for Goiânia is justified not only by the economic importance of the area and its proximity to the Federal District, but also because of the great number of attractions offered to its visitors. Its abundant green area is because of, among other reasons, the beautiful Buritis Park, the city’s most famous park where the Goiânia’s Arts Museum is located with a great variety of exhibits. The nature that surrounds the city is ideal for those who enjoy adventures, offering many options of ecotourism. Besides the strength of the local crafts that can be found at the Hippie Market and its six thousand stands, Goiânia has 22 buildings heritage listed that help telling the history of the region. Besides giving more access to Goiânia, in August we also celebrate the Brazilian Father’s Day, which is the ideal occasion to celebrate with a family trip. It is a chance to spend some quality time with your relatives, without the day-to-day pressure. And Avianca has many options for you to choose. Adding Goiânia to its air network, we reach the mark of 23 destinations – another step to our march of expansion. For the past three years, we have registered a 310% growth; it is a remarkable growth in any other section of the Brazilian economy. This is only possible due to a strategy that is clearly defined: offering the best customer services to our clients, and also having a team of more than four thousand collaborators. This growth also reflects on the renewal of our fleet that will receive in August seven new Airbus A320, with a capacity of transporting up to 162 passengers each. New destinations, an ever growing fleet and the best customer service of Brazil – this is how Avianca flies!

Quando pensamos na expansão para o Oeste do Brasil, a primeira imagem que nos vem à cabeça é a de Brasília, nossa capital planejada e construída para integrar geograficamente toda a nação. Mas uma cidade foi pioneira nesta estratégia, no mesmo Planalto Central: Goiânia, a capital de Goiás, construída sob a influência da Marcha para o Oeste da Era Vargas para acelerar a ocupação daquela região. Hoje, com quase 1,4 milhão de habitantes, é a cidade com maior índice de área verde do país. E também o novo destino servido pela Avianca a partir de agosto, com dois voos diários ligando-a a São Paulo e Brasília. A escolha de Goiânia se justifica, não só pela importância econômica regional e proximidade com o Distrito Federal, como também por muitas atrações oferecidas a seus visitantes. Sua abundante área verde se deve, entre outras razões, ao belíssimo Parque dos Buritis, o mais famoso da cidade, onde se localiza também o Museu de Arte de Goiânia, com uma grande variedade de obras expostas. A natureza que cerca a cidade é ideal para quem gosta de aventura, oferecendo inúmeras opções de ecoturismo. Além da força de seu artesanato local, que pode ser conhecida na Feira Hippie e suas seis mil barraquinhas, Goiânia tem 22 edificações tombadas pelo Patrimônio Histórico, contando a história da região. Além de maior acesso a Goiânia, o mês de agosto também é marcado pelo Dia dos Pais, uma ocasião ideal para se celebrar com uma viagem familiar. É a chance de passar um tempo de qualidade com os familiares, sem as pressões do dia-a-dia. E a Avianca oferece muitas opções. Com a inclusão de Goiânia em sua malha aérea, atingiremos a marca de 23 destinos - mais um passo na marcha para nossa expansão. Nos últimos três anos, registramos um crescimento de 310%, notável em qualquer setor da economia brasileira. Isso só se tornou possível graças a uma estratégia claramente definida: oferecer o melhor atendimento e serviço a nossos clientes, além do trabalho de uma equipe que, hoje, soma mais de quatro mil colaboradores. Esse crescimento se reflete também na renovação de nossa frota, que vai receber, até agosto, mais sete aeronaves Airbus A320, com capacidade para transportar até 162 passageiros cada. Novos destinos, frota sempre crescente e o melhor atendimento do Brasil - assim voa a Avianca!

José Efromovich President

José Efromovich Presidente


slide

havana, cuba Foto Kamira

Cena noturna na capital cubana com um clássico carro americano, comprado antes da Revolução de 1959. O click, feito próximo ao “Paseo del Prado”, também mostra o grandioso Capitólio Nacional de Cuba ao fundo

12 · ago.14

avianca em revista

VOos para HAVANA - São Paulo (GRU) (Escala Lima) - 07:00 >> 16:00 - avianca.com

avianca.com.br


shutterstock


sumário

sumário Agosto de 2014 • edição 49

58

26 40 80 84 92

front

Marketing

Comerciais que ganharam a Copa

Gigantes do vôlei

entrevista

Tânia Mara apresenta seu novo CD

Sabores

Tempero mineiro no Instituto Inhotim

DRINKS

Deguste quatro cervejas campeãs

Performance

Arte circense como atividade física

38

TURISMO INTERNACIONAL

44

Santiago

Ilhabela

Dicas da cidade chilena mais cosmopolita

Verão o ano inteiro no litoral norte De Wall Street ao shopping virtual do MercadoLivre paulista

14 · ago.14

avianca em revista

Turismo nacional

54

68

Stelleo Tolda

Lisboa

Biografia

Turismo internacional Descubra a boemia da capital portuguesa avianca.com.br


editorial

a bola da vez Antes da bola começar a rolar nos estádios da Copa do Mundo, a seleção brasileira de vôlei masculino já estava em quadra, jogando as partidas da Liga Mundial, que começou em maio. A grande final aconteceu no dia 20 de julho, na Itália, contra os Estados Unidos. A partida não terminou da forma como o time de gigantes de Bernardinho queria, mas o torneio foi de grandes superações e aprendizados. A busca pelo décimo título da Liga Mundial foi adiada para 2015, mas o time está mais forte para disputar o Mundial, que inicia agora, em setembro, na Polônia. Se no vôlei e no esporte alguém sempre precisa perder para outro vencer, o mesmo não acontece com nosso “esporte” preferido: viajar. Este mês fizemos uma visita aos nossos amigos portugueses e caprichamos no sotaque para redescobrir Lisboa e toda a sua boemia. A repórter Thais Amormino caminhou pelas colinas íngremes da cidade, desbravou museus e galerias, dançou fado, comeu o original pastel de Belém e, claro, tomou uma boa imperial (o chope português), admirando o fim de tarde lisboeta. Separamos as melhores dicas para aproveitar o destino e fugir do óbvio. Outro cantinho cheio de charme, dessa vez 100% brasileiro, é o município-arquipélago de Ilhabela. Preferido por nove entre dez

turistas que se dirigem ao litoral norte de São Paulo, o destino agrada a quem gosta de sol e praia, mas também àqueles que buscam aventura. São 130 quilômetros de costa e 42 praias. Dá pra ir, voltar, repetir o destino e ainda se impressionar com novidades. A repórter Rozze Angel foi até lá conferir quais são os melhores passeios e conhecer as opções hoteleiras e gastronômicas pra você não ter nenhum contratempo durante a estada. Nas próximas páginas, também viajamos pela literatura, pelos tablados de teatros, pela música, pela gastronomia e por assuntos aparentemente mais densos, como economia, saúde e o universo corporativo. A viagem também pode ser na sua cidade, dentro do bairro em que você morou a vida toda ou em casa, deixando-se levar por livros, programas de televisão e pela internet. O mais importante é não esquecer nunca de viajar - no sentido mais amplo dessa palavra. Boa viagem e até a próxima!

Fredy Campos redacao@aviancaemrevista.com.br

Foto João Vicente

Ponte 25 de Abril, Lisboa

16 · ago.14

avianca em revista

avianca.com.br


we

Avianca

envie sua foto para

redacao@aviancaemrevista.com.br

ou utilize o instagram

#aviancaemrevista

Julio Mendoza e familia para Rio de Janeiro

Fernando e Regina Coelho São Paulo para Florianópolis

André Luframaia Salvador para Rio de Janeiro

Brenda Ligia São Paulo para Recife

Andrea Pereira João Pessoa para São Paulo

Paulo Breda Chapecó para São Paulo

Sarah Grabriela Mesquita Fortaleza para Salvador

Sandra Sousa Brasília para João Pessoa

Silvio Lima São Paulo para Porto Alegre

Leão Tetsunari Fujishiro e Taisuke Fujishiro

Ester Bomfim Salvador

Arthur Horikiri São Paulo para Recife

18 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


ponto de vista

PORRENATAMARANHÃO

Mercado corporativo e zoológicos para um bem comum

shutterstock

V

ocê já reparou como jeans rasgado entra e sai de moda? E, se já não tinham mais o que inventar no mercado fashion, o Japão tratou de dar o primeiro passo: jeans rasgado e estilizado por leões, tigres e ursos do zoológico Kamine, da cidade de Hitachi. É sério! Um japonês, fabricante de jeans, encontrou uma nova maneira de capitalizar com os animais do jardim zoológico e beneficiar o WWF, World Wildlife Fund. Para fazer as calças, brinquedos, como pneus e bolas de borracha, foram embrulhados em denim e dados aos animais. Em seguida, os funcionários simplesmente deixam o instinto fazer o resto. Depois das feras pularem, rasgarem e roerem o material, o tecido destruído foi usado para fazer três pares de jeans. Não fica exatamente “bonito”, mas dá um ar imponente, transportando um pouco da força do animal para o psicológico de quem usa. Além do exercício físico proporcionado ao animal em cativeiro e do marketing para o zoológico, há realmente um benefício a partir de uma perspectiva do bem-estar animal. De acordo com Robert Young, professor de conservação da vida selvagem na Universidade de Salford, em Manchester, na Inglaterra, e de comportamento animal na PUC-Minas, envolver os leões e outros grandes carnívoros de um zoológico na atividade é parte do que é chamado de enriquecimento ambiental. Uma oferta de estímulos para ajudar a melhorar o bem-estar e ajudar os animais a desenvolver habilidades de construção de equipe, uma vez que foram privados de desenvolver seus instintos em liberdade.

Renata Maranhão é jornalista e apresentadora

20 · AGO.14

avianca em revista

Envolver jeans em pneus é apenas um dos jeitos com os quais os jardins zoológicos têm lucrado com passatempos dos seus animais ao longo dos anos. As atividades em cativeiro já foram mais populares, mas acidentes acon-

teceram, defensores de animais se manifestaram e, felizmente para os animais, hoje em dia muitos países priorizam o bem-estar deles e as normas de segurança dos humanos, justamente para pôr fim a abusos. Quanto mais as pessoas se informam, menos se interessam por animais em cativeiro. Os zoológicos estão em declínio no mundo inteiro, só que os bichos continuam por lá. Necessitam de cuidados, de comida e, por que não, atenção. Hoje em dia, muitos zoos procuram atrair o mercado corporativo como forma de se capitalizar e têm obtido relativo sucesso, especialmente com atividades de team-building. As empresas têm a tarefa de construir dispositivos de enriquecimento ambiental para o jardim zoológico de sua escolha. A equipe escolhe um animal, o observa e depois constrói o objeto de seus sonhos. Uma vez construído o dispositivo, sua segurança é verificada por um tratador, antes do brinquedo ser enviado para o deleite animal. Para o professor Young, desempenhar o papel de Papai Noel para um tamanduá-bandeira é mais divertido, gratificante e desafiador do que se imagina. A importância da ciência na elucidação e na resolução dos problemas de bem-estar animal é cada vez mais reconhecida, mas as prioridades e abordagens variam entre nações e culturas. Em 2013, mais de 160 representantes de 35 países, incluindo Brasil, China, Egito, Nigéria, Paquistão e Rússia, se reuniram na Universitat Autònoma de Barcelona, na Espanha, para explorar essas questões. Por fim, foram discutidas as necessidades de uma comunidade internacional da ciência do bem-estar animal. Mas aí são mais longos anos de burocracia e desinteresse político para se conseguir algo. Para assistir como foi feito o jeans animal, acesse esse link: bit.ly/U6JcZm avianca.com.br


economia

POR FABIO KANCZUK

Armadilha de liquidez, estagnação secular e “bitcoins”

shutterstock

Século XX Nos anos de 1930, logo após a grande depressão, a economia americana encontravase em condição lamentável. Visando amenizar a situação e reduzir os altíssimos níveis de desemprego, os melhores economistas da época propuseram duas soluções. A primeira era política fiscal. Fazer o governo gastar para gerar a demanda que o setor privado estava apavorado demais para criar. A segunda era ajudar a economia por meio de política monetária e, para tal, reduzir a taxa de juros. O problema é que os juros já estavam muito baixos, próximos de zero, frustrando as intenções do Banco Central. Por mais que ele imprimisse moeda, os juros não caíam mais. “Armadilha de liquidez”, conceito inventado por João Maynard, representava essa situação, em que emissão monetária não tinha mais impacto nenhum. Estagnação secular, uma segunda doença econômica, foi igualmente inventada na década de 30. A economia americana mal havia saído da grande depressão quando, em 1937, após pequena elevação dos juros, voltou a entrar em recessão. Alvin Hansen, então, veio com a teoria de que estaríamos permanentemente em uma situação de armadilha de liquidez. A lógica era que, devido ao baixo crescimento populacional, a demanda seria sempre insuficiente. Assim, a taxa de juros, que equilibraria os mercados, necessitaria ser sempre negativa. E a tradicional política fiscal tampouco seria solução, já que o governo não poderia permanentemente gastar mais do que arrecada. Que situação!

Fabio Kanczuk é engenheiro pelo ITA, PhD em Economia pela UCLA com pós-doutorado em Harvard, além de professor titular do departamento de Economia da USP

22 · AGO.14

avianca em revista

Século XXI Em contraste com o futuro sombrio vislumbrado, o mundo cresceu bastante no resto do século XX, especialmente após o pós-guerra, com o boom populacional. Mas eis que um século depois, com a grande recessão de 2008,

as antigas mazelas reapareceram e assim também as mesmas teorias econômicas. Primeiro, Paulo Krugman, sugerindo que atualmente os Estados Unidos se encontram em uma armadilha de liquidez, que a solução é o banco central ser “crivelmente irresponsável”, gerando uma inflação elevada. Os juros nominais não podem mais ser reduzidos por já estarem em zero. Mas os juros reais - calculados quando se desconta a inflação - poderiam. Depois, Laurêncio Summers, argumentando que o baixo crescimento populacional e de produtividade fará com que essa armadilha seja perpétua, ou seja, que dessa vez realmente estamos diante de uma estagnação secular. Moeda eletrônica Talvez agora o mundo realmente esteja com essa doença, mas inventamos um novo remédio, que pode facilmente curá-lo. Armadilha de liquidez e estagnação secular estão inteiramente relacionadas à impossibilidade de bancos pagarem juros negativos. Por que juros negativos não existem? Porque seria mais conveniente retirarmos nosso dinheiro do banco e guardarmos embaixo do colchão, ganhando juros iguais a zero. Ao menos, assim, não perderíamos dinheiro com o passar do tempo. Mas suponha que não exista mais dinheiro em papel moeda, somente dinheiro eletrônico. Todas as compras e vendas seriam feitas por intermédio de cartão de débito. Agora imagine que os bancos passem a pagar juros negativos, isto é, fazer uma fração do seu dinheiro desaparecer a cada noite. Você ficaria revoltado, imagino, mas não teria como escapar. Para evitar que sua riqueza escorra entre os dedos, passaria a consumir sofregamente. E é isso mesmo que o banco central quer que você faça. Com o aumento da demanda, os problemas de liquidez e estagnação desapareceriam. avianca.com.br


mundo digital

A Copa das

mídias sociais

shutterstock

por silviacamargHo

O

k, ok, ninguém mais aguenta falar da Copa do Mundo. Sucesso fora e dentro de campo, exceto para a seleção brasileira, é claro. Se, de fato, foi a Copa das Copas, o tempo dirá, mas foi o evento dos eventos para as mídias sociais, sem dúvida. Os números estão aí para provar, surpreendendo os próprios protagonistas Twitter e Facebook, conforme declararam seu executivos. Nick Grudin, diretor de parcerias globais de mídia do Facebook, declarou que a empresa sabia que a Copa seria grande, mas que o nível de engajamento e o alcance obtidos não têm precedentes. Foi a maior “conversa” em torno de um único assunto existente na história do Facebook. Foram 350 milhões de pessoas, que geraram 3 bilhões de interações (posts, comentários e likes). Considerando que audiência é crucial para o negócio, afinal é uma empresa que vive de vender anúncio aos interessados em atingir os seus 1,28 bilhões de usuários ativos por mês, a Copa foi um ótimo negócio para o Facebook, sem que nenhum investimento sequer tenha sido feito em patrocínio. Estes recordes de tráfego sugerem também que o Facebook foi utilizado como uma plataforma de discussão de eventos em tempo real, um segmento no qual o Twitter é o pioneiro e ícone até então. O uso cada vez maior de smartphones fez das mídias sociais algo praticamente onipresente na vida das pessoas, justificando os números recordes atingidos nesta Copa. É só observar qualquer foto ou imagem das torcidas dentro e fora dos estádios e notar que a esmagadora maioria está empunhando seus celulares. Os próprios jogadores reforçaram este movimento, postando fotos, comentários e tweets todo o tempo e até dentro de campo, como fez Lukas Podolski, minutos após o término do jogo com a Argentina, em um selfie com Bastian Schweinsteiger.

Silvia Camargho é diretora de marketing na empresa JHSF e apaixonada pelas transformações de um mundo cada vez mais digital

24 · AGO.14

avianca em revista

Aliás, o jogo da final foi o mais comentado, com 88 milhões de usuários e 280 milhões de interações. Neymar liderou o ranking do joga-

dor mais falado e a sua página ganhou mais 15 milhões de fãs desde o início da Copa, seguido por Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Luis Suárez. O Brasil foi a voz mais forte, com 26% do total das interações. Foram 55 milhões de brasileiros interagindo, o que representa 57% dos usuários totais da ferramenta no país. O segundo lugar ficou com os Estados Unidos, que contabilizaram 10% das interações, um total de 48 milhões de pessoas participando dos comentários, posts e likes, seguido pela Indonésia, com 6%, México, que teve 5%, e Argentina, com 4%. “O Facebook foi o estádio global para a Copa de 2014”, concluiu, sem nenhuma modéstia, Nick Grudin. Assim como o Facebook, o Twitter também reportou seus números recordes durante a Copa. Foram 672 milhões de tweets relacionados durante o período, ou seja, este é o número de vezes em que a hashtag #WorldCup2014 foi utilizada para indexar um tweet. Seja para comemorar um gol, dar um palpite de um placar, questionar a arbitragem, comentar lesões ou fazer qualquer tipo de desabafo, esta foi a quantidade de vezes em que os fãs recorreram ao microblog. Difícil estimar todas as demais menções que não receberam esta hashtag. Não querendo reabrir feridas mal curadas, o jogo Brasil x Alemanha gerou o recorde absoluto de 35,6 milhões de tweets, superando o jogo da final, que atingiu a marca de 32,1 milhões de tweets. Não chega a ser uma surpresa, já que o Brasil liderou muitas das listas de toptrends e Neymar também foi o jogador do qual mais se falou no Twitter. Estádio global do torneio, estádio global para as marcas. A disputa Nike e Adidas teve também nas mídias sociais seu principal campo. A Adidas foi a marca mais falada no Twitter e a Nike teve seus filmes, especialmente desenvolvidos para a Copa, assistidos milhares de vezes no Youtube, que, somente neste período, ganhou 200 mil novos assinantes. É o caminho sem volta das multitelas e da conexão total em um mundo cada vez mais digital. avianca.com.br


marketing e publicidade

As marcas que a

Copa deixou

shutterstock

POR Adonis Alonso

B

rahma, Itaú e Vivo, não necessariamente nessa ordem, fizeram a melhor lição de casa. Pouco antes da Copa, mais da metade dos brasileiros não sabia dizer quais empresas estavam ligadas publicitariamente ao evento. A mudança de postura do público com relação à competição, porém, aumentou o interesse. A alegria dos turistas estrangeiros, as concentrações em volta de telões, o tema dominando os noticiários na TV e, principalmente, os intervalos comerciais quase exclusivos, contagiou o torcedor brasileiro. Novas pesquisas apontaram a alteração do humor e o crescimento das marcas ligadas ao Mundial da FIFA no país. Aquelas três foram as marcas nacionais mais citadas nas várias pesquisas de lembrança realizadas durante a competição. Além do grande investimento em mídia, o trabalho correto, com foco, inteligente e estratégico, garantiu o resultado. O Itaú abordou a torcida, seus sentimentos e a emoção. A cerveja Brahma apostou na festa e a operadora Vivo brincou com jogadores e o técnico contratados como garotos-propaganda. Seus jingles foram cantados, os slogans repetidos e as ações aprovadas, sem contar os vídeos viralizados. Essas três marcas são ligadas por contrato à entidade que rege internacionalmente o futebol ou à seleção brasileira.

Adonis Alonso é jornalista, coordenador de Conteúdo do Fórum de Marketing Empresarial e Prêmio Lide, e autor do livro “Meus Amigos Publicitários”

26 · AGO.14

avianca em revista

O grande lucro da Copa, porém, foi obtido pelas empresas que, mesmo sem cota de patrocínio, conseguiram passar sua mensagem ao consumidor. Sem citar o nome oficial

do evento, protegido por legislação, alguns anunciantes conseguiram criar e desenvolver estratégias de comunicação tão eficientes, que deixaram suas marcas ligadas à Copa na cabeça e no coração do torcedor. Lembradas em pesquisas espontâneas, Fiat, Petrobras, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, por exemplo, de alguma forma, foram mencionadas pelas pessoas entrevistadas. Entre os patrocinadores mundiais, a Nike, apesar da marca de artigos esportivos oficial da Copa ser a concorrente Adidas, também aparece nos levantamentos, seja pelas superproduções publicitárias que veiculou ou simplesmente porque fornece o material da seleção brasileira. Bradesco e os bancos oficiais, que já têm seus nomes ligados a outros tipos de esporte, provocaram, talvez, a grande confusão. Entre esses, provavelmente o trabalho mais significativo foi da Fiat e sua plataforma “Vem Pra Rua”. Não fala em Copa, em jogo ou em seleção, mas convoca a torcida para se reunir e comemorar no espaço mais democrático que pode existir em cada cidade. Seus comerciais, embalados por uma trilha motivacional e mostrando multidões se confraternizando, torcendo e festejando, acabaram contaminando o telespectador. E essa era a verdadeira missão do Marketing de anunciantes que não assinaram contrato com a CBF ou a FIFA, alguns sequer com cota de patrocínio das TVs que transmitiram os jogos. Na marca do pênalti, a Fiat fez muito mais do que rolar a bola para a rede. Conseguiu marcar um verdadeiro gol de placa. avianca.com.br


Por tatiane greco

Na livraria

radar

Mussum Forévis Samba, mé e Trapalhões Autor: Juliano Barreto A obra tem como proposta descortinar a verdadeira história do humorista, baseada nos depoimentos de pessoas que conviveram com Mussum em estúdios, palcos, botecos e, principalmente, na sua intimidade. O autor reuniu imagens inéditas cedidas pela família, detalhes sobre a carreira, 28 filmes e 15 discos para apresentar a primeira biografia deste ídolo.

House of Cards

Man Repeller

Autora: Harlan Coben

Autor: Michael Dobbs

Autor: Leandra Medine

Uma trama sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde. Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram, se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. Porém, ela rompe com Jake e se casa com Todd, um ex-namorado. Durante seis anos, Jake mantém a promessa feita de esquecê-la, mas, ao ler o obituário de Todd, tenta se reaproximar de sua amada, percebendo que o casamento não passou de uma farsa e que Natalie não quer ser encontrada.

A obra é uma teia de intrigas pessoais e políticas, na qual as vidas privada e pública se confundem. O enredo relata como o líder da bancada governista do Parlamento Britânico, Francis Urquhart, manipula inimigos e aliados, utilizando informações e evidências incriminadoras para atingir seu maior objetivo: tornar-se primeiro-ministro. No entanto, ele enfrentará o perigo de ter sua rede de corrupção exposta quando a jornalista Mattie Storin cruza seu caminho.

Em seu primeiro livro, a badalada blogueira do mundo fashion reúne experiências divertidas de vida e, ao mesmo tempo, meio bizarras. Com seu jeito sarcástico, ela revela dicas de moda e tudo o que repele os homens.

Seis Anos Depois

28 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


na agenda Show Leoni

Bourbon Street Fest

Em apresentação única, o show “Como Mudar o Mundo?” convida o público a sair da inércia por meio de provocações musicais. 18 de agosto, às 21h Theatro NET São Paulo - Rua Olimpíadas, 360 São Paulo/SP www.ingressorapido.com.br

O festival realiza sua 12ª edição com atrações que representam a diversidade musical de New Orleans. 16 a 24 de agosto Dia 16: abertura no Parque do Ibirapuera, a partir das 15h De 19 a 23: shows no Bourbon Street Music Club (Rua dos Chanés, 127 - São Paulo/SP) Dia 24: encerramento no Parque do Ibirapuera, a partir das 15h www.bourbonstreetfest.com.br

Steve Aoki Conhecido por sua irreverência e inovação no conceito “show man”, o DJ americano está de volta ao Brasil para celebrar seu aplicativo Aokify, com uma pool party. Nas capitais Brasília e Rio de Janeiro, ele apresenta seu novo show, Neon Future. Pool Party Aokify 6 de setembro, das 11h às 00h Line-up: Steve Aoki, Rogério Soldera, Magui, Mora & Naccarati, Ftampa e The Kickstarts Wet ‘n’ Wild - Rodovia dos Bandeirantes, Km 72 - Itupeva/SP www.ticket360.com.br Neon Future 5 de setembro, às 23h Federal Music - Brasília/DF 6 de setembro, às 23h Marina da Glória (área externa) - Rio de Janeiro/RJ www.steveaoki.com

Ocupação Aloísio Magalhães A 19ª edição da série Ocupação homenageia o artista, natural de Recife, pioneiro do design moderno no país. Obras, fotografias, manuscritos, bem como suas pinturas, gravuras e aquarelas, fazem parte do acervo. Até 24 de agosto De terça-feira a sexta-feira, das 9h às 20h Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h Itaú Cultural - Av. Paulista, 149 São Paulo/SP www.itaucultural.org.br

Show Anberlin – The Final World Tour Um dos principais nomes do rock alternativo americano se despede dos fãs com uma turnê mundial após seus 12 anos de carreira. 31 de agosto, a partir das 17h Carioca Club Pinheiros - Rua Cardeal Arcoverde, 2899 - São Paulo/SP www.clubedoingresso.com/anberlin-sp

Carpe Vita Winter Party Encerrando o famoso Festival de Cinema de Gramado, a 5ª edição da festa irá homenagear Paris. 16 de agosto, a partir das 16h Line-up: DJ Joelle Atkins, Michael Canitrot e Antonio Eudi Serra Park Pavilhão III - Viação Férrea, 100 - Três Pinheiros, Gramado/RS www.blueticket.com.br

Orquestra Petrobras Sinfônica A Orquestra realizará uma homenagem aos 80 anos de seu fundador, o maestro Armando Prazeres. 8 e 9 de agosto Theatro Municipal do Rio de Janeiro Praça Marechal Floriano, s/nº - Rio de Janeiro/RJ www.theatromunicipal.rj.gov.br


por vitor cardoso

no TEATRO

radar

Rio de Janeiro O Comediante Escrita pelo jovem dramaturgo Joseph Meyer, a peça conta o duelo constante entre duas personalidades que habitam o mesmo ser: a do mundo real e aquela que cria um universo próprio e paralelo. A trama marca o último trabalho de José Wilker, que faleceu durante os ensaios, e propõe uma reflexão sobre o tempo, a velhice, a

Theatro NET São Paulo Shopping Vila Olímpia, 5º Andar Rua Olimpíadas, 360 Vila Olímpia, São Paulo/SP Quintas e sextas, às 21h; sábados, às 21h30 e domingos, às 20h www.ingressorapido.com.br

solidão, a vaidade, as relações e a própria natureza humana. Comédia Direção: José Wilker e Anderson

Cunha. Com Ary Fontoura, Ângela Rebello, Gustavo Arthiddoro e Carolina Loback. Teatro Clara Nunes - Shopping da Gávea - Rua Marquês de São Vicente, 52 - Gávea, Rio de Janeiro/RJ – Quintas e sextas, às 21h30; sábados, às 21h e domingos, às 20h www.shoppingdagavea.com.br

220 Volts O sempre sensacional Paulo Gustavo chega ao Rio de Janeiro com a versão teatral de 220 Volts, trazendo, pela primeira vez em cartaz na cidade, o espetáculo que saiu da tela da TV para os palcos. O humorista interpreta somente personagens femininas. Em seis esquetes, Paulo vive os dilemas e aventuras do universo feminino através da Ivonete, Senhora dos Absurdos, Mulher Feia, Maria Alice, entre outras. Imperdível! Comédia Texto: Fill Bráz e Paulo Gustavo.

30 · AGO.14

avianca em revista

Direção: Paulo Gustavo. Com Paulo Gustavo, Gil Coelho, Christian Monassa e participação especial de Marcus Majella. Teatro Oi Casagrande - Rua Afrânio de Melo Franco, 290 - Leblon, Rio de Janeiro/RJ – sextas, às 21h; sábados e domingos, às 19h e 21h www.oicasagrande.oi.com.br

O Grande Circo Místico Sucesso no Rio de Janeiro, o espetáculo chega a São Paulo para inaugurar o Theatro NET São Paulo, no Shopping Vila Olímpia. No início dos anos 80, o ballet do Teatro Guaíra (PR) arrebatou milhares de espectadores em todo o país com a turnê de “O Grande Circo Místico”, espetáculo que apresentou um relicário de canções inéditas, assinadas por Edu Lobo e Chico Buarque, a partir do poema “A Túnica Inconsútil”, de Jorge de Lima. Mais de três décadas depois, temas como “Ciranda da Bailarina”, “A História de Lily Braun” e “Beatriz” estarão de volta ao palco, agora no formato de Teatro Musical. Musical Direção João Fonseca Com Leticia Colin, Gabriel Stauffer e grande elenco.

São Paulo Cazuza – Pro dia nascer feliz – O Musical Depois de uma bem sucedida temporada no Rio de Janeiro e turnê pelo país, chega à capital paulistana o espetáculo encabeçado pelo extraordinário Emílio Dantas no papel-título. A irreverente e marcante trajetória de vida, fama, amor e morte de um dos maiores ídolos do rock nacional: Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza. Musical Texto: Aloisio de Abreu. Direção: João Fonseca.

Com: Emílio Dantas, Susana Ribeiro, Thiago Machado e grande elenco. Teatro Procópio Ferreira - Rua Augusta, 2823, Jardins – São Paulo/SP. Quintas e sextas, às 21h; sábados, às 17h30 e 21h30; domingo, às 18h www.teatroprocopioferreira.com.br avianca.com.br


Música

Bem-vindo ao clube por Pedro henrique araújo

Karina Bacchi Atriz e modelo

Twitter: @karinabacchi Instagram : @karinabacchi @Karinabacchi_joy

1. Lês Passants (ZAZ) 2. Imagine (ALEX PARKS) 3. Coming home (DIDDY - dirty money & skylar grey) 4. For You (Angus & Julia Stone) 5. FeeLing Good (Nina Simone)

Os meninos da capa do Clube da Esquina já estão maduros e o disco é um dos maiores clássicos da música brasileira. Já A Menina da Janela, do Clube do Balanço, ainda é recente, aprecia a rua com o olhar curioso e com o samba-rock nas sandálias. Duas agremiações distintas: uma antiga, que soa contemporânea, e outra nova, que respeita os cabelos grisalhos dos bailes de salão.

foto Fábio Cereti

Milton Nascimento & Lô Borges - Clube da Esquina (1972) Há um dito popular que profetiza assim: "casa de esquina, ou morte ou ruína". Definitivamente tal presságio não se aplica à música. O disco já passa das quatro décadas e ainda é desses álbuns que te emociona. Deixar o Clube da Esquina tocar na vitrola, no carro ou nos fones de ouvido é sempre uma experiência interessante. É como uma montanha-russa de sentimentos. "Saídas e Bandeiras", a 1 e a 2, te dão vontade de salvar o mundo, "Me Deixa em Paz", com a linda voz de Alaíde Costa, te dá vontade de chorar os desamores, "Tudo Que Você Podia Ser" te alimenta para tentar fazer tudo diferente amanhã. "O Trem Azul" te dá vontade de fazer as malas e cair na estrada. "Nada Será Como Antes" te dá arrependimento por não ter pego a estrada. E assim por diante nas 21 canções distribuídas em dois LPs. Milton Nascimento, os irmãos Lô, Márcio e Marilton Borges, Flávio Venturini, Vermelho, Tavinho Moura, Toninho Horta, Beto Guedes e Fernando Brant não fizeram apenas um Long Play, fizeram um capítulo importante na música brasileira. Clube do Balanço - Menina da Janela (2014)

Walério Araújo Estilista

Instagram: @walerioaraujo

1. Kiss of life (Love deluxo) 2. Victor should have been a jazz musician (Grace Jones) 3. Amor perfeito (Claúdia Leitte) 4. Tic tac (Banda Calypso) 5. Luz Antiga (Ana Cañas) 6. Encontros e Despedidas (Maria Rita)

O Clube do Balanço é uma junta benevolente em prol da boa música de salão. Herdeiros honorários dos grandes nomes do samba-rock, o grupo presta mais um excelente serviço ao ritmo. Da instrumental “La Nave Va” à homenagem ao trompetista Bocato, há muito suingue - e da melhor qualidade. “Vício Perfeito” bota na vitrine aquela guitarrinha de grandes clássicos de Jorge Ben Jor, “Nó” ganha muito com a elegância da cantora Tereza Gama e Marco Mattoli empresta toda a sua malícia e talento a canções que já nasceram clássicas, como “Menina da Janela”, feita em parceria com Luiz Vagner, e “Baby Não Mora Mais Lá”. Produzido pelo polivalente Jesus Sanchez em parceria com o Clube do Balanço, é um disco que surge para durar e ser lembrado ao longo dos anos. A agremiação de Mattoli e companhia têm dessas: lançam álbuns e discos que entram para a história.


Música

Trio ternura por Pedro Henrique Araújo Foto Willy Biondani/Irmãs Fridman

Banda paulistana lança segundo disco, mais maduro, sério e sem perder a essência

C

om o perdão da palavra e o excesso de intimidade, mas essa é uma banda de moleques. Meninos do maior gabarito e que, há muitos anos, deixaram de ser guris de tudo. Ainda na faixa dos 20 e poucos anos - dois com 23 e um com 24, para ser mais exato - a banda paulistana O Terno está às vésperas de lançar seu segundo trabalho. Mais sérios, mais maduros, menos risonhos e mais densos, os “piás” preparam o primeiro espetáculo do disco, intitulado O Terno, no dia 22 de agosto, no nobre Auditório Ibirapuera, em São Paulo, e dia 25, no cobiçado Teatro Opinião, em Porto Alegre. Com as botas muito bem fincadas no chão, Tim Bernardes, Victor Chaves e Guilherme d’Almeida, o Peixe, fizeram um respeitável disco depois de uma celebrada estreia com o álbum 66. “O primeiro disco foi como um primeiro tiro para ver ‘qual que era’. Agora vamos dar o tiro certeiro”, revela Tim. Se no début tiveram apenas 48 horas em estúdio para gravar tudo, dessa vez passaram 20 dias gravando e mais 15 mixando, do jeito que queriam. “No primeiro disco, estão todas as ideias em uma música. Agora, tem cada ideia em uma música diferente”, conta Chaves. De 2012 pra cá, já rodaram o Brasil em cidades como Brasília, Goiânia, Rio de Janeiro, Florianópolis, Salvador, Belo Horizonte, Curitiba e uma infinidade de outros municípios no interior de São Paulo. Em julho deste ano, tocaram pela primeira vez na região Nordeste, dentro do ilustre Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Produzido pelo trio, em parceria com o talentoso Gui Jesus Toledo, o álbum foi gravado no Estúdio Canoa e tem as participações de Marcelo Jeneci, do Pelotas, tecladista da banda gaúcha Cachorro Grande, do guitarrista, e pai da Tulipa Ruiz, Luiz Chagas, do trio da banda Memórias de um Caramujo, André Vac, Gabriel Basile e Gabriel Milliet, e do incansável Tom Zé. “A gente mandou a música pra ele. Ele gravou na

34 · AGO.14

avianca em revista

casa dele e pirou numas frases bem loucas”, explica Chaves. A parceria com o tropicalista é de outrora. Em 2013, Tom Zé lançou quatro ácidas canções para rebater duras críticas que lhe haviam feito por uma narração em um comercial de refrigerantes. Dessas quatro faixas, duas foram compostas por Tim em parceria com o baiano. “Qualquer cara que é livre, não é livre perto do Tom Zé”, comenta Tim. O trio estará presente novamente em duas músicas, no próximo projeto do cantor, que, por sua vez, empresta seu talento e lisergia em Medo do Medo, uma das mais sóbrias do disco. Se no primeiro álbum os meninos bebiam em fontes pontuais dos anos 1960, agora abriram o leque de referências e influências. Roberto Carlos, Ronnie Von, Os Mutantes, Cassiano, Clube da Esquina, Bill Withers, Beatles, entre outros velhacos, se misturam a gente dos tempos atuais, como Tame Impala, Fleet Foxes, Black Keys, Foxygen, Unknown Mortal Orchestra, Apanhador Só e Primos Distantes, para um trabalho que tem o pé no passado e o olho no futuro. As 12 faixas transbordam muita criatividade e talento, com temas e sentimentos diferentes, sem passar por altos e baixos. O Terno tem atmosferas muito distintas e um resultado animador. É desses sons para ouvir várias vezes e, a cada escutada, encontrar novos elementos, detalhes e impressões. “Acho que cada um vai ter uma percepção diferente do disco. Ele tem muitos climas muito diferentes uns dos outros”, conta d’Almeida. Em um não tão breve resumo, esses três pirralhos, esses bacuris, esses pimpolhos, esses gaiatos fizeram um discão, de gente grande que são. Maduro, sábio e seguro, O Terno prova por A mais B que, mais do que idade, para se fazer um clássico é preciso talento. E isso é derramado por esses três rapazes. Para saber mais acesse: www.oterno.com.br avianca.com.br


FIQUE AQUI

relax

Eco, chic e por Camila Balthazar FOTO Divulgação

A

Bahia tem o dom de fazer todos os viajantes quererem voltar. Talvez seja o mar de águas mornas ou quem sabe os coqueirais a perder de vista - tudo isso aliado à simpatia do povo local. No litoral norte, a vila da Praia do Forte é um dos pontos mais badalados, com boas praias, calçamento de pedras, bares, restaurantes e as tartarugas do Projeto Tamar. Foi nesse cantinho baiano que o paulista Klaus Peters inaugurou seu resort, em 1985, quando a região ainda era desconhecida da maioria dos brasileiros. Depois de 21 anos, em 2006, ele vendeu seu negócio para o grupo português Tivoli.

São 300 mil metros quadrados de uma reserva ecológica da Mata Atlântica, onde apenas 20% são ocupados pelo Tivoli Ecoresort Praia do Forte. Localizado a 45 minutos do aeroporto de Salvador e a cinco minutos, de carro, da vila, todo o empreendimento foi pensado para integrar a natureza a um ambiente de conforto e requinte. Os coqueirais se mesclam com a mata de restinga e as areias brancas das praias tranquilas emolduram os jardins do hotel e suas espreguiçadeiras. Pequenos animais silvestres, como micos, passarinhos e lagartos, convivem com os hóspedes durante o dia, inclusive no restaurante onde é servido o café da manhã. Todos os 287 quartos têm varanda de frente para o mar, com redes convidando a relaxar. Divididos em cinco categorias (Suíte Presidencial, Suíte Deluxe, Master SPA, Master

36 · AGO.14

avianca em revista

e Premium), os apartamentos apresentam design moderno e acolhedor, utilizando tons naturais na decoração. O resort conta com oito piscinas, sendo uma com borda infinita, hidromassagem, campo de futebol iluminado, quatro quadras de tênis iluminadas, quadra de vôlei de areia, anfiteatro, spa e fitness center. Ainda há opções de esportes náuticos, mergulho, pesca, aulas de ioga, dança e caminhadas esportivas. Mas se a ideia é “apenas” relaxar, o Thalasso SPA oferece quatro mil metros quadrados, totalmente dedicados a essa proposta. Além da piscina climatizada, saunas, circuito biotérmico, tanque de água gelada e caminho das pedras, há 25 salas privativas para tratamentos, como massagens e sessões de talassoterapia. As famílias com crianças também conseguem se desconectar do mundo. A programação para os pequenos começa diariamente às nove da manhã. O clube Careta Careta oferece parque aquático, oficina de artes e diversas atividades acompanhadas pelos monitores. Para os menores de quatro anos, o hotel dispõe de serviço de baby sitter. Todos es-

ses cuidados são pensados para que, assim que o hóspede entre nesse pedacinho de paraíso, o estresse automaticamente faça seu check out. Categoria:

Tivoli Ecoresort Praia do Forte

www.tivolihotels.com

Piscina, spa, fitness center, campo de futebol, quadra de tênis e vôlei, kid’s club Wifi custa R$ 35,00 por dia Preço médio: Diárias a partir de R$ 825,00 para o casal, com café da manhã e jantar

VOos para Salvador

São Paulo (GRU) Brasília (BSB)

Saída Chegada

10:20 12:54 20:09 22:02

avianca.com.br

avianca.com.br


HOT SPOT

Lifestyle

chileno por Simone farret

S

antiago é a mais cosmopolita cidade do Chile e o bairro Vitacura é o retrato trendy da capital. Ainda reservada aos visitantes que procuram fugir do burburinho comercial dos bairros turísticos de Santiago, Vitacura tem um lifestyle ímpar, com uma ampla oferta cultural e gastronômica na maior área verde da região metropolitana.

Restaurante Boragó Os restaurantes dos chefs mais famosos do país também estão em Vitacura, entre eles o Boragó, do jovem chef Rodolfo Guzmán, um dos 10 melhores restaurantes da América Latina. Guzmán incorpora, com talento, as técnicas da cozinha molecular experimental e seus constantes estudos de química na proposta autoral e endêmica. O menu degustação do Boragó é uma experiência surpreendente, que provoca todos os sentidos numa viagem pelas terras e povos nativos do país.

Hotel Noi Vitacura Estrategicamente instalado na Avenida Nueva Costanera, no coração do bairro Alonso de Córdova, o hotel Noi Vitacura está a poucos minutos do bairro El Golf, coração financeiro e corporativo de Santiago e, por fácil e rápido acesso, do Aeroporto Arturo Merino Benítez. Moderno e descolado, o hotel é o que se busca em hospedagem corporativa e de lazer. Amplos apartamentos ambientados em estilo casual chique, confortável centro de eventos, fabuloso spa/fitness e quatro bares e restaurantes, entre eles um que está na lista dos melhores bares de varanda do mundo e o restaurante italiano Piegari, que serve massas feitas à mão com impecável padrão internacional.

Parque Bicentenário O Parque Bicentenário é uma das principais atrações de Vitacura e uma das maiores áreas verdes de Santiago. Com um espaço de 30 hectares ao longo do rio Mapocho, o parque foi projetado pelo arquiteto Teodoro Fernandez, dentro do conceito de proporcionar a sensação de proteção aos visitantes. Mensalmente, milhares de pessoas desfrutam de atrações culturais, esportivas e de lazer na área com lagoas artificiais, flora nativa e trilhas que o tornam um agradável lugar para atividades ao ar livre e para curtir o pôr do sol. O espaço também abriga um museu de esculturas, uma esplanada de 9.000 m2 para eventos e o famoso restaurante Mestizo.

38 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


entrevista

A

os 12 anos de idade, a menina tímida deixava a cidade de Brasília rumo à capital paulista. Acompanhada de seus pais, Tânia Mara chegou a São Paulo com uma fita cassete no bolso e muitos sonhos na cabeça. Entre centenas de concorrentes, Tânia foi escolhida como uma das apresentadoras do programa Fantasia, do SBT. Mais tarde, conheceu e casou-se com o diretor da TV Globo, Jayme Monjardim. Como fruto da relação, nasceu Maysa, sua filha, hoje com três anos, a grande paixão que divide espaço em sua vida com seu único vício: a música. “É a minha cachaça!”, declara a cantora, que está em turnê de lançamento de seu novo CD, Só Vejo Você, hit de sucesso na última novela das 9. O disco conta também com uma parceria wcom o norte-americano Brian McKnight, considerado uma das maiores vozes do R&B e pop romântico internacional.

“Menos ansiosa, mais pé no chão!” por Vitor Cardoso

A cantora Tânia Mara atinge sua maturidade como artista e apresenta novo CD com mais um hit de novela e participação de cantor internacional

40 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


Como você define o seu momento atual como artista? A palavra é maturidade. Depois de quase 20 anos, desde o início de minha jornada artística, me sinto mais realizada no meu trabalho. Esse novo projeto tem muito mais de mim do que todos os anteriores. É um CD quase inteiramente autoral, em que participei na produção dos arranjos e tive muita liberdade de escolha no repertório. Estou muito feliz com o resultado. O que você leva em consideração para escolher seu repertório? Chego a ser até chata nessa hora (risos). Se a música não “bater”, não gravo. Pode ser muito boa, mas, às vezes, não encaixa. Já quando gosto, me imagino interpretando, dando a minha versão para ela. Preciso colocar a minha marca como intérprete, mesmo que a música já tenha sido gravada por outros cantores, como foi o caso de Gostava Tanto de Você, tema da personagem da Lília Cabral em Viver a Vida. Sou romântica e quero que o que eu canto tenha esse jeito de papo de mulher. Quero que elas se identifiquem. Falando em feminilidade, você disse que a maternidade influenciou sua carreira. Por quê? Primeiro porque a voz muda. Agora é uma voz de uma mulher mãe, não mais de uma menina. E, depois de tantos anos na estrada, existem erros do passado que não cometo mais. Mas acredito que tudo tem seu tempo e temos que passar por todas as fases. Hoje estou menos ansiosa, mais pé no chão e tenho certeza que a maternidade contribuiu muito pra isso. Você já emplacou grandes hits em novelas, novamente agora com Só Vejo Você. Como foi o processo dessa música? Eu estava ouvindo músicas para o repertório do novo CD quando o Thiago (Gimenes) me mostrou Só Vejo Você e fiquei apaixonada já de cara. Bateu! (Risos) Foi quando o Jayme (Monjardim) comentou comigo sobre a novela e falou a história da personagem da Giovanna (Antonelli) e eu disse: “eu tenho uma música para ela”! Ele ficou surpreso com minha afirmação e disse que quem decidiria a trilha seria o Maneco. Liguei para o Maneco e ele me incentivou, dizendo: “me mande! Suas músicas sempre dão sorte às minhas novelas”. A sintonia foi tanta que ele escreveu alguns capítulos ouvindo Só Vejo Você!

Qual é a característica principal desse novo disco? Ele é mais solar! Mais alegre. Por mais que também seja romântico, tem uma mensagem sempre positiva, pra cima. É um som meio Jason Mraz e Colbie Caillat. É o meu momento agora. Me sinto mais praiana, mais à vontade no Rio. Até meus cabelos estão mais claros e estou curtindo muito a praia e o sol. Isso me influenciou bastante nesse novo trabalho. Como surgiu a ideia da parceria com Brian McNight? Em todos os meus trabalhos, sempre gravo uma canção que chamo de “música de mensagem”, que é aquela que faz a gente realmente refletir sobre alguma coisa de nossa vida. A música Seria tão fácil, do Thiago (Gimenes), tem esse poder. O Brian é um dos cinco maiores cantores e compositores do mundo. Para mim, é inexplicável dividir uma canção com ele. O melhor é que o Thiago tem o Brian como o seu maior ídolo, então caiu como uma luva. Ficou linda e, para mim, foi mágico! Como será sua nova turnê? É a turnê do novo CD, Só Vejo Você, com 10 músicas autorais, entre elas TPM, que fala, de maneira divertida, dessa fatídica coisa da mulher. É um twist moderno e despretensioso. Além das novas, canto também uma música do Charlie Brown Jr, que sempre admirei e quis cantar, além de outras surpresas, sem deixar de fora, é claro, as canções que marcaram minha carreira, como Se Quiser. No show de estreia da turnê, tivemos a participação do Brian (McNight), Ana Carolina e do meu irmão, Rafael Almeida, que assina uma das canções do disco e me apresentou os dois anjos responsáveis por esse trabalho: o diretor do show, meu maestro e parceiro nas composições, Thiago Gimenes, e o Juliano Cortuah, produtor do disco. Você sempre sonhou estar nos palcos? Eu era a criança mais tímida da turma, mas, no meu quarto, pegava a escova de cabelos e começava a cantar. Eu me libertava com a música e meus pais perceberam isso logo cedo. Eu era quietinha até subir no palco. Eles me apoiaram sempre e tiveram sensibilidade para enxergar isso sem forçar a barra. Fiz dança, estudei instrumentos e comecei a ver que era pra mim. Cheguei a pular o muro da escola

para me inscrever em um festival, dormia escutando música no walkman a noite toda. A música foi minha primeira cachaça e único vício porque não bebo e não fumo. Sou viciada em música!

Com Brian McKnight Você já possui outros sucessos em parcerias com artistas brasileiros, como a música Back at One, com Ivete Sangalo. Qual é a sua ligação com a música brasileira e artistas brasileiros? Artistas musicais, independentemente se falam a mesma língua, têm um parentesco através da música, que transcende tudo. Além disso, amo a música brasileira e parece que os artistas daqui também gostam do que faço. Trabalharmos juntos, para mim, é algo muito natural e sempre prazeroso. Você costuma ouvir músicas brasileiras? Quem você conhece e aprecia? Ouço, sim, músicas brasileiras. Bruno, vocalista do Sorriso Maroto, com quem fiz uma parceria no ano passado, me apresentou alguns artistas realmente maravilhosos, mas nunca consigo lembrar os nomes (risos). Como aconteceu o convite de gravar com Tânia Mara? Você já conhecia o trabalho dela? Não conhecia. Eles entraram em contato comigo, ouvi a música e fluiu. A canção que vocês gravaram, Seria tão fácil, foi composta originalmente em português. Como foi o processo para a versão em inglês? Eles me mandaram uma ideia geral da música por escrito e gostei bastante. Assim que eu ouvi a melodia, as ideias começaram a surgir.

avianca em revista

ago.14

· 41


think red

think

RED

Fotografe o vermelho do seu dia a dia, publique nas redes sociais com #thinkredavianca #aviancaemrevista e fique atento à próxima edição.

Ou envie sua foto para redacao@aviancaemrevista.com.br

Comandante Ricardo Figueiral Bob - NYC iPhone 5S

Desenho Cecille Smid - Brasília

Antônio Alves - MASP São Paulo - GoPro Black Edition

Thais C. - Queen’s Museum NYC - Canon T3i

42 · AGO.14

avianca em revista

Ewerton Araújo - MAC SP - Fusca de Sergio Romagnolo

Adriano Samm - Buldogue francês Carlotta avianca.com.br


destinos

Praia de Castelhanos: um pedacinho do paraíso em meio a Mata Atlântica

44 · JUl.14

avianca em revista

avianca.com.br


Bonita por

natureza

por ROZZE ANGEL

Preferida por nove entre dez turistas que se dirigem ao litoral Norte de São Paulo, Ilhabela é um daqueles destinos múltiplos que agrada tanto quem gosta de sol e praia, como quem busca aventura. Situado há pouco mais de três horas da capital, o município-arquipélago, um dos únicos no Brasil, reúne diferentes ilhas, sendo a de São Sebastião a maior e mais importante delas.


destinos

S

ão vários os motivos para se visitar Ilhabela. Pode ser para conhecer uma de suas praias, para se aventurar em trilhas, experimentar esportes aquáticos, ou, na melhor opção, fazer um pouco de tudo isso. Mesmo na baixa temporada, entre maio e agosto, a temperatura é agradável: cerca de 240C de dia e 17oC à noite. Mas, quando o verão se instala, a ilha literalmente pega fogo. Tanto que esta época é parada obrigatória de diversos navios de cruzeiro.

Não é preciso dizer que fica lotada na alta temporada. Mas vale a pena citar que é point de uma galera mais descolada, em geral jovens, que transformam suas ruas em uma grande festa. Tem gente de todas as tribos, de veranistas que disputam um lugar na Marina de Ilhabela, com seus barcos, até ecoturistas munidos de mochilas e muita disposição, que se aventuram pelo parque estadual da ilha que tem mais de 27 mil hectares de Mata Atlântica. “Praticamente 80% da ilha é de área preservada”, conta Mayra Gloria, assistente de desenvolvimento turístico. Todos, claro, acabam se encontrando na Vila, como é conhecido o centro de Ilhabela, onde está instalado grande parte de seus restaurantes e bares. Rodeada pelo mar, Ilhabela tem 130 quilômetros de costa e 42 praias, das mais badaladas às completamente selvagens. Em muitas, há apenas comunidades caiçaras, que sobrevivem da pesca tradicional, do artesanato e hospedando eventuais turistas. A Praia do Curral, por exemplo, é para quem quer agito, com restaurantes, hotéis e resorts. Quem viaja em família prefere a tranquilidade e a estrutura da Praia do Portinho ou do Sino. Agora quem quer aventura pode optar pela Praia do Bonete, localizada ao sul da ilha e acessível apenas por trilha de 12 quilômetros, que passa por três cachoeiras, ou via barcos de passeio e canoas caiçaras. JUl.14 46 · AGO.14

avianca em revista

Outra opção é a Praia de Castelhanos, localizada dentro do Parque Estadual de Ilhabela. É possível ir caminhando, mas o ideal é alugar um carro 4x4 porque, em geral, veículos convencionais costumam ficar pelo caminho. Mas todo o rally vale a pena quando se avista a praia. Com apenas 120 moradores, todos caiçaras, não tem energia elétrica, nem telefone e até mesmo o selfie terá que ficar para depois, pois a internet também não chegou por lá. Em contrapartida, é a maior praia de Ilhabela e, mesmo assim, parece um pedacinho do paraíso. Pelo mar aberto se chega de barco e os surfistas se deliciam com vento leste frequente. Tem apenas seis bares-restaurantes, os chalés da Vivian e o Camping do Léo. Estando por lá, não deixe de experimentar a Caipirica, caipirinha de folhas de mexerica, ou a Caipitanga, de folhas de pitanga, no Marebar. A partir de Castelhanos, de um lado se chega ao Mirante do Coração, de onde se avista a praia e seu romântico formato. De outro, o destino é a queda de 70 metros da Cachoeira do Gato, depois de duas horas de trilha. Claro que, como o forte de Ilhabela é o turismo, o que não faltam são opções de lazer, esporte ou descanso, com uma infraestrutura democrática: de hostels a pousadas de charme e resort, de restaurantes internacionais à gastronomia local e os mais diferentes passeios, sendo alguns deles gratuitos. Esportes Náuticos Com tanta água e muito vento, Ilhabela virou a capital nacional da Vela. Desde 1973, acontece, anualmente, a Semana Internacional de Vela, sempre no mês de julho. Durante o evento, mais de cem veleiros, dos mais variados estilos e modalidades, disputam regatas acompanhadas por fãs do esporte. Além de emocionante, a paisagem se transforma, pontuada pelo colorido das embarcações. Pela sua geografia e localização, a

1 ilha foi também, nos primórdios de sua história, um ponto estratégico para a pirataria. Isso aliado às condições climáticas do local, tornaram Ilhabela uma região de grandes naufrágios. Alguns deles são visitáveis por mergulho de cilindro e outros pelo livre com snorkel. Um dos mais procurados é o Príncipe das Astúrias, que é comparado ao Titanic. Outros esportes náuticos dividem as praias, como windsurfe, kitesurfe, stand up paddle, pesca esportiva, skimboard, além de passeios de barcos e escunas. Por sinal, para quem gosta de navegar, está é uma ótima opção. Saindo do Perequê, as escunas costumam seguir até a Praia da Fome, em um percurso que dura, em média, seis horas entre ida e volta, com paradas para almoço, mergulho de flutuação com snorkel, além de uma belíssima paisagem. O casal Daniele Katheelyn e Roberto Fernandes escolheram Ilhabela para sua lua de mel mesmo em baixa temporada. “Disseram que era romântica e não nos decepcionou”, disse ela. O noivo ainda reforça que, mesmo com o tempo

Esportes náuticos são os mais procurados em Ilhabela, em especial, a Vela

1

Capirica, uma caipirinha feita das folhas de mexirica, especialidade do restaurante Marebar

2

A Praia da Fome é acessível apenas por mar e perfeita para mergulho

3

Aventure-se: os passeios em automóveis 4x4 levam a todos os cantos da ilha

4

avianca.com.br


2

3

4

mais frio, aproveitaram os passeios para as cachoeiras. “É um lugar para se voltar muitas vezes”, completou. Mas eles avisam: não esqueçam o repelente.

como cristais, porcelanas, faianças, talheres de prata, artefatos de bronze, entre outros, datados do século 18 até meados do século passado. www.museunauticoilhabela.com.br

Divirta-se

Observação de pássaros A observação de aves, ou o birdwatching, é uma atividade turística que vem crescendo em Ilhabela. É possível avistar com facilidade diversas espécies de pássaros e também aves marinhas

Museu Náutico Com mais de 1500 peças coletadas em vários naufrágios, o museu conta com um valioso acervo de objetos,

e migratórias, totalizando mais de 300 espécies. www.birdwatching-ilhabela.com.br Cachoeira da Toca Com duchas, tobogãs e piscinas naturais, é um recanto ideal para passar o dia. Aproveite para saborear a cachaça artesanal produzida em um engenho histórico lá instalado. www.facebook.com.br/ cachoeiradatoca avianca em revista

ago.14

· 47


destinos

Onde comer 1. Copacabana Beer É o sabor do Rio de Janeiro em pleno centro da ilha. Serve desde petiscos, grelhados e massas até, claro, especialidades em frutos do mar. Funciona ainda como pizzaria e serve diversos tipos de cerveja. Praça Coronel Julião, 47 – Vila www.copacabanailhabela.com.br 2. Capitano Ristorante O restaurante tem um clima familiar e culinária italiana. No comando, o chef Fabio Piscioto prepara os pratos em uma cozinha aberta, de onde conversa com seus clientes. Lareira, mesas ao ar livre e um bar completam o charmoso ambiente. Av. Pedro Paula de Morais, 703 www.pastadelcapitano.com.br

1

3. Marakuthai Um dos “pé na areia” mais famosos de Ilhabela, este restaurante traz cozinha contemporânea com tempero tailandês. A sofisticação dos pratos é equilibrada pelo toque artesanal no servir: folhas de bananeira, conchinhas e esteiras de palha ao invés de pratos tradicionais. Um charme a mais. Av. Força Expedicionária Brasileira, 495 www.marakuthai.com.br 4. Pimenta de Cheiro Saboreie um gourmet caseiro com pratos executivos que variam de R$ 21,50 a R$ 29,90, almoçando de frente para o mar. A Sangria de Frutas Tropicais (R$ 35) é deliciosa. Rua São João, 84 – Perequê www.pimentadecheiroilhabela.com.br

2

3 48 · AGO.14

4 avianca em revista

avianca.com.br


1

2

3

4

Onde ficar

Parque Estadual de Ilhabela: (12) 3896-2585

1. Porto Pacuíba Uma romântica pousada de frente para o mar, requintada e charmosa. Oferece desde suítes modernas até bangalôs típicos. Além de sauna e ofurô, a piscina na frente do hotel tem bar molhado, prainha e é permanentemente aquecida. Um convite para um mergulho noturno. Av. Leonardo Reale, 2392 – Praia do Viana www.portopacuiba.com.br

3. Pousada do Alemão Charmosa, logo na entrada da pousada já se encontra um pequeno lago com carpas e peixes ornamentais. Por sinal, natureza é um dos seus pontos fortes, com um jardim repleto de plantas nativas que contrastam com a piscina com hidromassagem. Av. Riachuelo, 6926 – Curral www.alemao.tur.br

2. DPNY Beach Hotel Instalado em uma das praias mais badaladas de Ilhabela, a do Curral, este hotel cinco estrelas tem, entre outros diferenciais, um luxuoso spa com vista para o mar, lounge com sauna finlandesa, piscina aquecida interna entre outras mordomias. Em todos os ambientes, painéis em mosaicos coloridos dão aquele toque artístico à decoração. www.dpny.com.br

4. Hotel Praia do Portinho Instalado em frente ao Santuário Ecológico Praia do Portinho, este hotel tem como diferencial quartos que possuem duas varandas: uma voltada ao mar e outra para a mata. Piscina climatizada e cozinha contemporânea o tornam ainda mais aconchegante. Av. Riachuelo, 11 – Portinho www.pousadapraiadoportinho.com.br

Reservas na Praia de Castelhanos: (12) 3894-7011/10 Informações turísticas info.turismo@ilhabela.sp.gov.br www.ilhabela.sp.gov.br Operadoras de turismo Ilha Adventure – www.ilhaadventure.com.br Nature Experience – www.naturexperience.tur.br Maremar Turismo – www.maremar.tur.br Agradecimentos Prefeitura Municipal de Ilhabela, Secretaria do Turismo de Ilhabela e Associação Comercial de Ilha Bela VOos para São Paulo (gru) Saída Chegada Brasília 08:59 10:50 Porto Alegre 10:25 12:00 avianca.com.br

avianca em revista

ago.14

· 49


shopping

Almofada Pescoço Eu amo meu pai, da Ludi a partir de R$ 62,50 www.ludipresentes.com.br Agua de Coco T-shirt R$ 129,00

Colcci R$ 477,00 www.colcci.com.br

Bolsa R$ 519,00 www.kekcouros.com

tênis Calvin Klein R$ 379,00

Óculos de Madeira com Vinil - edição limitada da Notiluca R$ 540,00 www.notiluca.com.br

boas compras para

os pais shopping@aviancaemrevista.com.br

fone de ouvido MORMAII R$129,00 www.mormaii.com.br LOUIS XIII de Rémy MartinCognac R$ 13.000,00 SAC (11) 3327-5199

50 · AGO.14

avianca em revista

Duco Bamboo Wave R$ 3.890,00 www.bikeboutique.com.br

avianca.com.br


shopping

DOORS MOJO RISIN R$1.299,00 www.blessboardshop.com.br

Dudalina cetim listrado slim fit R$ 319,90 Mini Churrasqueira Ball R$199,90 www.etna.com.br

Lingua de Gato Ofner R$22,50 ofner.com.br

Multifort Mido R$ 4.240,00 SAC (11) 3746 2899

QUIKSILVER GALAXY CINZA R$219,00 www.quiksilver.com

Tabua Cepo Teakstore R$354,00 www.teakstore.com.br

Gin Hendricks R$180,00 www.casaflora.com.br

52 路 AGO.14

avianca em revista

Beauty Case Rimowa R$1.500,00 www.rimowa.com avianca.com.br


avianca em revista

ago.14

路 53


bio Biografia

Stelleo Tolda, De Wall Street ao shopping virtual POR CAMILA BALTHAZAR

Com apenas 17 anos, Stelleo Tolda deixou o Brasil e embarcou rumo à Universidade Stanford, uma das cinco melhores dos Estados Unidos, localizada no Vale do Silício. Alunos e professores de Stanford são responsáveis pela criação de empresas inovadoras e bem sucedidas, como Hewlett-Packard (HP), Google e Yahoo. Mas, naquela época, meados dos anos 1980, os brasileiros pouco conheciam a reputação de Stanford e o “tal” Vale do Silício. Stelleo não teve nenhuma ideia de start up brilhante durante seus anos de graduação em engenharia, mestrado em robótica ou MBA em finanças. Ele tinha planos sólidos. Ser o rei de Wall Street era um deles. Hoje é COO regional e co-fundador do MercadoLivre, cuja receita líquida foi de 115 milhões de dólares no primeiro trimestre de 2014. Alguma coisa aconteceu no meio do caminho. Mas não dá pra dizer que seus planos não deram certo.


bio Biografia

O

menino carioca Stelleo Tolda passou os anos do ensino médio e fundamental em colégio americano. O pai era português, mas brasileiro de coração. A mãe, baiana. O casal achou interessante matricular o filho em uma escola que ensinasse em inglês. Intuição de pai e mãe não falha, mesmo quando a iniciativa parece ousada para a década de 1970. O aluno de notas acima da média também tinha um dom natural de se dar bem com todo mundo. “Sempre me relacionei bem, sem puxar o saco. Além disso, eu tinha uma curiosidade de entender as coisas. Hoje percebo que esses dois fatores ajudam em uma carreira empreendedora”, comenta Tolda. Lá atrás, tudo que ele percebia era que gostava das ciências exatas. Nenhuma profissão chamava sua atenção. A influência americana na escola o levou a buscar uma graduação nos Estados Unidos. Após preencher folhas e mais folhas de papel dos formulários de aplicação das universidades, Stelleo foi aceito em Stanford, na Califórnia, no famoso Vale do Silício. A região ainda não era tão reconhecida no Brasil, mas tinha o respeito dos americanos há anos. Dois alunos contribuíram bastante na construção dessa reputação ao fundarem uma gigante da tecnologia, em 1939: a Hewlett-Packard ou simplesmente HP. Quase meio século depois, em 1985, Stelleo trocou a praia de Ipanema por um dormitório no campus dessa universidade. O pânico momentâneo sentido ao chegar em Stanford e entender que aquela seria sua realidade pelos próximos anos foi contornado com o conselho simples e eficiente do pai. “Ele me disse: ‘fica tranquilo. Se der errado, daqui a três meses você volta para casa. Não tem problema nenhum’”, lembra Stelleo, acrescentando que essa mensagem o seguiu ao longo da vida durante vários momentos de decisões importantes. “Afinal, você pode fazer seus planos, mas tudo bem se eles mudarem. Na época, isso me deu um grande alívio”, diz. Diferentemente do que se pode imaginar, o adolescente não virou um super-herói nerd ou encabeçou uma revolução tecnológica. “Minha ideia era estudar engenharia mecânica e depois cursar administração. Eu não via uma carreira longa na engenharia, mas, sim, uma parte da minha formação e aprendizado”. Passados os cinco anos da graduação, em que incluíram também um mestrado em robótica, Stelleo fez sua estreia no Vale do Silício. O recém-formado entrou no mercado de trabalho pela porta da Proxim, companhia que atuava com trans-

missão de informação sem fio. Sua função era realizar vendas técnicas para empresas interessadas na tecnologia. Até o dia em que Stelleo recebeu a notícia de que seu pai havia adoecido. Com o diploma de Stanford na mala, ele voltou para a vida carioca a fim de ficar mais perto da família. Já em terras brasileiras, o segundo emprego parecia cumprir sua “profecia” de que ele e a engenharia não caminhariam juntos por muito tempo. Com a indicação de uma amiga dos tempos da escola, Stelleo conquistou uma vaga no banco de investimentos Icatu. Mesmo sem ter feito planos para ingressar no mercado financeiro, lá estava ele, sugerindo investimentos para grandes empresas, analisando fusões e propondo aquisições. Além dos novos aprendizados, o cargo ainda apresentava outra grande vantagem. Bem à sua frente, sentava-se sua futura esposa. Três anos depois, o profissional deu outro passo na carreira ao entrar para o time do Pactual. “Eu ainda gostava de tecnologia, mas achava que trabalharia com finanças pro resto da vida. Muitos dos sócios atuais do BTG Pactual já estavam lá naquela época. Eu poderia, naturalmente, ser um deles”, reflete. A vontade de aprofundar-se na teoria da sua nova área de atuação fez com que Stelleo buscasse um MBA em finanças fora do país. “É uma decisão difícil porque você está crescendo profissionalmente e precisa desviar a carreira. É uma aposta”, enfatiza. Mais uma vez, ele preencheu diversos formulários para diferentes universidades e, mais uma vez, embarcou rumo a um dos campus mais desejados do mundo: Stanford. Isso aconteceu em 1997, quando o aluno Jerry Yang já havia apresentado o Yahoo ao mundo. Nessa mesma época, outros dois estudantes de Stanford, Larry Page e Sergey Brin, trabalhavam na criação do Google, fundado em 1998. “Já tinha passado a revolução dos computadores e agora era a revolução do mundo conectado”, afirma. No entanto, a atenção de Stelleo não estava voltada para ideias geniais que utilizavam a internet. Não à toa, seu estágio do MBA foi no Merrill Lynch, em Nova York. Já no último trimestre do curso, os alunos foram presenteados com a quarta-feira livre. Uma espécie de ócio criativo. O brasileiro tirava esse dia para estudar e participar de grupos de estudo. Já o argentino fanático por golfe, Marcos Galperin, aproveitava para aprimorar suas tacadas no campo da universidade. De repente, Stelleo começou a encontrar Marcos rodeado por livros na biblioteca, em plena quarta-feira. “Ele me disse que estava estudando para lançar


uma empresa de internet, mas ainda não podia explicar muito porque era confidencial. Foi aí, sem saber, que escutei pela primeira vez o que era o MercadoLivre. Nessa mesma época, o Ebay tinha aberto capital”, pontua. A história parou por aí. O MBA acabou, Stelleo e a esposa deixaram a ensolarada Califórnia e voltaram para Nova York. “Minha ideia era fazer uma carreira em Wall Street. Fui trabalhar no Lehman Brothers”, conta. Em uma sexta-feira à tarde, no final de 1999, o executivo dirigiu-se a outro andar do escritório para bater um papo com um colega brasileiro. “Ele me disse que havia estado na América Latina para conhecer empresas de internet. Era o início da internet comercial. O Brasil já tinha Submarino, Americanas, Buscapé, Cadê e Uol”, afirma. Como resultado da viagem de prospecção de projetos inovadores, o colega de Stelleo produzira um livreto com o resumo de cada uma das empresas encontradas. Ao folhear o material, lá estava o MercadoLivre. “Comentei que havia estudado com o fundador e ele respondeu que o Marcos Galperin estaria no Lehman Brothers naquela tarde, com o objetivo de levantar recursos para a empresa. Pedi para participar da reunião”, lembra Stelleo, surpreso com a coincidência. A forma apaixonante como Marcos expôs sua ideia sacudiu os planos de Stelleo. “No caminho de casa, fui pensando que ele estava fazendo uma coisa legal, enquanto eu estava em um banco grande, que demoraria um tempo para atingir certa senioridade”, expõe. Quando ele decidiu compartilhar a ideia de largar tudo e tentar a sorte no MercadoLivre, sua esposa não teve dúvida: Stelleo estava louco. Sem esperar a poeira baixar e aproveitando que Marcos ainda estava em Nova York, ele ligou. Após o telefone tocar, tocar e tocar, Marcos atendeu. “Quero trabalhar contigo”, disse Stelleo. “Quê? Ficou louco? Calma aí. Preciso falar com o outro sócio. Depois nós falamos”, foi o que ele ouviu de resposta. E passaram duas semanas. Claro que a história teve final feliz. Quando Marcos finalmente retornou a ligação, a proposta era a de Stelleo tocar a operação do MercadoLivre no Brasil. Seguindo aquele conselho do pai, proferido antes do primeiro dia de aula em Stanford, ele decidiu tentar. “Se der errado, daqui a um ano você volta para casa. Não tem problema nenhum”, diria o pai. Foram dois anos sem faturamento com o negócio de leilão de produtos usados. O mesmo acontecia com os concorrentes Arremate, eBazar e Lokau. De fora, tudo parecia ir bem para todas. Comercial na televisão, banners online e negócio em expansão. “Era tudo

“Nunca é só uma ideia. A ideia é uma parte e talvez a menos importante.”

dinheiro de investidor”, comenta o atual COO regional do MercadoLivre. Em 2000, a estratégia de cobrar comissão finalmente entrou em ação. De lá pra cá, outros serviços foram sendo agregados, como logística, meio de pagamento, além das lojas virtuais de produtos novos. Hoje em dia, são mais de US$ 7 bilhões gerados por ano com 80 milhões de transações realizadas nos 13 países de atuação do MercadoLivre. O Brasil representa metade desse valor. O ritmo de crescimento não desacelera, mostrando aumento de 20% ao ano. Se alguém está em busca dessa fórmula do sucesso na internet, Stelleo vai logo dando seu conselho. “Nunca é só uma ideia. A ideia é uma parte e talvez a menos importante. Na maioria das vezes, você pode até fazer algo que já está sendo feito. A questão é a execução. Ter uma equipe boa, com a mesma visão e cuidar da cultura da empresa, do que você quer ser. Não adianta empreender para ficar rico. Dá para perceber quando o negócio é autêntico e a pessoa gosta daquilo que faz. Tem paixão”, conclui.


capa

Gigantes do

vôlei por Camila Balthazar foto Vladi Fernandes

Lucarelli, Lipe, Dante, Bruninho, Lucão e Théo formam um time e tanto quando o assunto é vôlei. Patrocinados pela Avianca desde o final de 2013, os seis abraçam a camisa brasileira.

58 · JUl.14

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

Jogadores vestem Ellus Jeans JUl.14 路Deluxe 59


capa

P

oucas horas antes de chegar ao topo do Hotel Tivoli, em São Paulo, para a foto de capa desta edição, a seleção brasileira de vôlei havia amargado mais uma derrota na primeira fase da Liga Mundial, realizada anualmente pela Federação Internacional do Voleibol (FIVB). Jogando contra o Irã, no ginásio do Ibirapuera, o Brasil perdeu por 3 a 0. Nem mesmo brownie com sorvete animou os atletas. O momento era de reflexão. No vôlei, diferentemente de outros esportes, não existe empate. Parece óbvio, mas tal dualidade não deixa espaço para a sensação morna do “tudo igual”. Mesmo sabendo que o time de Bernardinho tem mais vitórias em seu currículo, naquele dia, 7 de junho, o placar insistiu em terminar do avesso.

Os dias seguintes seriam mais felizes. Eles apenas ainda não sabiam disso. Como todos acompanharam, ou pelo menos os que amam vôlei, o time deu a volta por cima, reestruturou-se, fez o improvável e chegou à grande final, disputada em Florença, na Itália, contra os Estados Unidos. A recordação que fica desse torneio tem a cor prata, mas a medalha é quase ouro depois de tanta superação. A seleção coleciona nove títulos da Liga Mundial, o que lhe confere também o recorde de vitórias. Não à toa, o técnico Bernardinho é tão querido entre os fãs do esporte. Ele já acumula cinco medalhas olímpicas consecutivas. No comando da seleção brasileira de vôlei masculino desde 2001, foi ouro em Atenas (2004) e prata em Pequim (2008) e Londres (2012). Antes disso, havia treinado a seleção feminina, tendo conquistado duas medalhas de bronze, em Atlanta (1996) e Sydney (2000). A Olimpíada, aliás, é o grande objetivo da seleção. A Liga Mundial serve como um aquecimento. O ponteiro Lipe, conhecido por seu saque agressivo, lembra que a equipe está no início de uma temporada e caminhando para esse objetivo maior. “Tem gente que não entende que a Liga é uma preparação para as Olimpíadas. O mais importante é ter confiança e trabalhar”, diz Lipe, enfatizando que a vitória esconde os defeitos. O levantador e capitão Bruninho também comenta sobre os aprendizados essenciais escondidos nas bolas perdidas. “Isso te faz refletir ainda

60 · ago.14

avianca em revista

mais. Se o time não está bem e vence uma partida, você acaba esquecendo o que não deu certo. Joga tudo pra baixo do tapete. Na derrota, você se questiona, analisa o que deu errado”, aponta. Nessas horas, a bola não é apenas uma bola e assume o papel de passar suas lições. “O vôlei te ensina muito. As derrotas são como muitas situações da vida em que as coisas não acontecem da maneira esperada. Todo mundo vai ter problemas durante a vida. O importante é ter a força para superar”, afirma Bruninho. Mesmo sendo um dos mais jovens da seleção, o ponteiro Lucarelli também entende esse recado. “Todo mundo está junto pelo mesmo objetivo. Se alguém desvirtuar um pouco, fica mais difícil. Não tem como não levar isso pra vida. Se está vivendo um momento complicado na família, imagina a bagunça que não vai dar se cada um sair para um lado”, questiona. O coletivo sempre fala mais alto. A união do time é motivo de orgulho para os jogadores. Do alto de seus dois metros e nove centímetros, o que não lhe confere o título de maior estatura, o meio-de-rede Lucão exalta o diferencial do vôlei em relação aos outros esportes. “Não existe uma vaidade em querer ser o melhor, passar por cima de alguém. A seleção sempre conquistou tudo junto com o grupo. Se dois ou três jogam mal em uma partida, na próxima entram outros dois ou três que dão conta do recado. Nunca teve um grande destaque individual”, aponta. O rodízio dos atletas faz com que nenhum deles seja um eterno reserva. Todos ganham seus minutos em ação e mostram porque foram convocados. No final de agosto, o time segue para a Polônia para outra disputa importante: o Campeonato Mundial, realizado de quatro em quatro anos, também pela FIVB. É a Copa do Mundo do esporte. A estreia da seleção brasileira será no dia 1º de setembro contra a Alemanha. Mesmo com a segunda posição na Liga Mundial, a equipe continua em primeiro lugar no ranking geral da FIVB. Até lá, a rotina de treinos segue pesada. Às oito e meia da manhã, eles já estão em movimento, trabalhando a parte física com musculação até as onze horas. À tarde, todos se

encontram para a parte técnica, seguida de mais uma sessão física, que também inclui questões táticas em quadra. Não existe o famoso “de segunda a sexta-feira”. Dependendo do calendário de jogos, todo dia pode ser dia de semana. Mesmo com a preparação intensa, a maioria dos jogadores não abre mão de seus pequenos rituais. Antes de entrar em quadra, Lucão está sempre quieto no seu canto, pensando no que pode acontecer no jogo e recapitulando tudo o que foi passado por Bernardinho e pela comissão técnica nos dias anteriores. Contrariando a impressão de que ele está em uma bolha silenciosa com seus pensamentos, seu fone de ouvido está a mil por hora, com um rock do Foo Fighters. “Me dá uma energia positiva”, revela. Na noite anterior, foi a vez de Lipe repetir sua preparação. “Não tenho rituais antes de entrar no ginásio. O que faço de diferente é mentalizar o time adversário, a avianca.com.br


torcida, a quadra e o que posso fazer durante o jogo. Esse treinamento mental me deixa pronto e evita que eu seja pego de surpresa com um movimento. Chego lá como se fosse algo que já tivesse feito”, explica. Na seleção desde 2009, o oposto Théo abandonou suas manias supersticiosas. “Quando era mais novo, sempre fazia alguma coisinha para dar sorte. Depois de um tempo, preferi não me apegar a isso porque uma hora você vai fazer a mesma coisa e não vai dar certo. Vai perder, jogar mal”, comenta. O raciocínio tem seu fundo de verdade, mas pedir uma dose extra de amparo não pode fazer mal. O capitão Bruninho faz sua oração e entra com o pé direito em quadra. O ponteiro Lucarelli também reza, pedindo proteção para não se machucar e realizar um bom jogo. Depois disso, entra com o pé esquerdo em quadra. “Sempre fiz isso sem perceber. Um dia alguém me falou e agora faço isso propositalmente”, diz.

A mania do ponteiro Dante era sempre entrar em quadra por último. Seu banco também tinha que ser o último. “Cada um tem sua crença. Já ganhei e já perdi fazendo todo esse ritual, mas mais ganhei do que perdi”, aponta. Prestes a completar 34 anos, Dante esteve na seleção desde 1998, virando titular em 2003. “Foram 16 anos. Esta é a primeira vez que não fui convocado. Foi difícil, mas precisamos entender que o esporte fica, mas o atleta é passageiro. Temos três fases da vida útil: o começo, o ápice e o encerramento. Tem que estar preparado psicologicamente para essa fase final”, reflete. Ele assistiu aos jogos da Liga Mundial de casa, mas torceu por seus amigos e nem por um minuto deixou de acreditar que eles podiam vencer. “No esporte, nunca se pode desistir. Tudo é possível. Se tiver 0,01% de chance de ganhar ou se classificar, tem que abraçar essa porcentagem e seguir em frente”, comenta. Mais uma vez, é uma dessas lições do esporte pra vida.

“ As derrotas são como muitas situações da vida em que as coisas não acontecem da maneira esperada.”Bruninho

avianca em revista

JUl.14

· 61


tem pra homem

Conversando com os filhos por ricardo oliveros

N

inguém duvida que o tema “sexo” pode ser complicado, especialmente quando chega a hora dos pais terem aquela conversa com seus filhos adolescentes. Laura Muller se tornou popular por suas participações no programa “Altas Horas”, de Serginho Groisman, respondendo às perguntas dos jovens da plateia sobre o assunto, de forma clara e de descontraída. “Comecei minha carreira como jornalista na Folha de São Paulo e na Folha da Tarde, já extinta, entre 1991 e 1996. De lá, migrei para as revistas femininas e fui editora de Emoções e Sexo, da Revista Claudia, onde trabalhei de 1997 a 2001. Foi o trabalho na revista que me levou a fazer uma pós-graduação em Educação Sexual, para conhecer mais sobre o assunto. Anos mais tarde, deixei o trabalho como jornalista para me dedicar mais inten-

64 · AGO.14

avianca em revista

samente às palestras e outras ações em sexualidade”, explica Laura, sobre sua experiência na área. Além da clínica que mantém em São Paulo, ela escreveu quatro livros: “500 perguntas sobre sexo”, “500 perguntas sobre sexo do adolescente”, “Altos Papos sobre sexo - dos 12 aos 80 anos” e, o mais recente, “Educação Sexual em 8 lições”. Nesta entrevista, a sexóloga dá dicas para as famílias encararem essa fase com naturalidade, além de enfatizar a importância do diálogo na educação dos filhos, a atenção para a saúde e de que forma os pais podem começar a falar sobre o assunto. Você pensa que as diferenças de criação entre rapazes e moças ainda persistem? Sim, mas já estamos muito mais abertos e avançados do que nas últimas décadas. Percebo isso nas palestras e ações que faço para

jovens, professores e pais, assim como para adultos e terceira idade. Nas perguntas que a plateia faz, anonimamente em filipetas ou ao vivo, é possível perceber que os adultos, cada vez mais, compreendem que homens e mulheres têm direitos iguais à vivência do amor e do prazer sexual, e também o quanto os jovens entendem que, tanto a garota como o rapaz, têm esse mesmo direito. Quais são as dicas para começar um diálogo bacana e saudável entre pais e adolescentes? O primeiro passo é os pais entenderem que são os primeiros e principais educadores sexuais dos filhos. Eles são os modelos de como ser homem e como ser mulher no mundo. O próximo passo é ter em mente que eles não precisam saber todas as respostas. Basta que estejam abertos ao diálogo com os filhos e que tenham uma atitude de busca de informação. Isso é um desafio, mas avianca.com.br


os pais precisam encarar essa empreitada. Sugiro uma leitura que fiz pensando neles, o meu mais recente livro “Educação Sexual em 8 Lições - Como Orientar da Infância à Adolescência, Um Guia para Professores e Pais”, da editora Academia do Livro.

As adolescentes levam certa vantagem no assunto porque têm a primeira consulta no ginecologista. Já os meninos, geralmente, não têm muito essa proximidade com um médico ou especialista. Tem como mudar isso? Claro que tem como mudar isso. Tanto as meninas como os meninos devem ir ao médico por volta dos 12 anos para verificar como anda o desenvolvimento e a saúde hormonal e sexual. Para as meninas, a dica é: irem ao ginecologista assim que tiverem a primeira menstruação. Para os meninos, assim que tiverem a primeira ejaculação espontânea, que, em geral, ocorre por volta dos 11, 12 ou 13 anos e é sinal de que os genitais amadureceram e já estão produzindo espermatozoides. É hora de visi-

tar um médico urologista. Na consulta, o foco é examinar e tratar a saúde, mas há espaço também para o esclarecimento de algumas dúvidas de cada um.

As grandes dúvidas dos rapazes em relação ao sexo não mudaram muito. Como os pais podem lidar com estes temas, sem constranger ainda mais os adolescentes? Sexo ainda é um assunto tabu na nossa cultura e, por isso, na maioria das vezes, há certo constrangimento. A dica é falar da forma mais franca, aberta e esclarecedora possível, ficando atentos ao tom dessa conversa. O mais saudável é que seja um bate-papo de esclarecimento de dúvidas e de acolhimento das angústias dos filhos em relação ao tema, e não de cobranças, ameaças e punições. Mas, repito, é um desafio para os pais, que certamente valerá a pena encarar para que os filhos vivam, quando chegar a hora, uma sexualidade mais saudável, responsável e prazerosa.

Altos Papos sobre sexo dos 12 aos 80 anos Editora Globo 2009


especial pais

Para o dia

deles POR CAMILA BALTHAZAR

O segundo domingo do mês de agosto é só deles: os pais. Não importa onde a família comemora. Em casa, ao redor de uma mesa, viajando ou curtindo um programa cultural, o que vale é reunir a galera toda.

Uma boa mesa

O restaurante A Bela Cintra é um cantinho lusitano localizado no coração do bairro Jardins, em São Paulo. Para presentear os pais, a chef Ilda Vinagre preparou um prato exclusivo e individual: Medalhões de Cherne com Lagostins (R$ 106,00). Os sommeliers da casa sugerem vinhos e champagnes, dentre os 130 rótulos da adega refrigerada, para harmonizar com o prato. Reserve com antecedência. www.abelasintra.com.br Rua Bela Cintra, 2325 - Cerqueira César - São Paulo

Na platEia

Tem teatro novo em São Paulo. Localizado no Shopping Vila Olímpia, a versão paulistana do Theatro Net, já consagrado no Rio de Janeiro, investe na ambientação vintage. Lanterninhas e pipoqueiros com figurino divertido colorem a arquitetura de tijolinho aparente e vidro bisotado. Todas as 799 poltronas de veludo vermelho oferecem boa visão do enorme palco de 240 m2. Entre os nomes confirmados para agosto estão Zizi Possi e João Bosco, além da peça “O Grande Circo Místico”. www.theatronetsaopaulo.com.br Shopping Vila Olímpia, 5º andar - Rua Olimpíadas, 360 - São Paulo

66 · ago.14

avianca em revista

avianca.com.br


À beira mar

Praia de areia branca e mar calmo. A 190 quilômetros de São Paulo, na divisa com Ubatuba, o Costa Verde Tabatinga Hotel parece uma casa de praia, no melhor estilo “pé na areia”. No final de semana do Dia dos Pais, eles ganham um welcome drink e desconto nas massagens e nos vinhos da adega. Além disso, haverá um jantar comemorativo no dia 10. Quem não quiser pegar a estrada, pode utilizar o heliponto do hotel. O pacote de dois dias custa entre R$ 1.152,00 e R$ 2.416,00. www.tabatingahotel.com.br Rodovia SP 55, 2500 - Condomínio Costa Verde Tabatinga - Caraguatatuba

avianca em revista

ago.14

· 67


Destinos

Encanto

Lisboeta por Thais Amormino

Considerada uma das cidades mais bonitas da Europa, Lisboa é 100% original, boêmia e emana efervescência. Os miradouros, o fado, os DJs, os restaurantes e bares, o elétrico 28, o rio Tejo, os bairros renovados e o clima fantástico. Redescubra a capital portuguesa.

Anoitecer na Torre de Belém


Foto Manuel Manso


Manuel Manso

Destinos

1 artes que inclui o Museu Colecção Berardo. Aliás, Belém oferece museus imperdíveis, como o Museu Nacional de Arqueologia, o Museu da Eletricidade, o Museu da Marinha, o Museu Nacional dos Coches, entre outros. Acrescente ao roteiro o Mosteiro dos Jerônimos, um monumento nacional e Patrimônio da Humanidade, que leva a um mergulho na arte sacra e no glorioso passado português. Aproveite também os parques e jardins da cidade, que recebem anualmente, de maio a setembro, o evento “Meo Out Jazz”, às sextas e domingos. Como a programação se modifica a cada mês, tome nota e acesse o site para ficar por dentro e saber como chegar a cada jardim: www.ncs.pt/outjazzprograma.php

Uma dica que vai ajudá-lo bastante a andar pela colinas íngremes de Lisboa é usar o elétrico 28 como meio de transporte. O bonde liga Campo de Ourique ao Martim Moniz, com várias saídas entre a Estrela e a Graça. Ah, não se esqueça dos elevadores: Elevador de Santa Justa, o único vertical que presta serviço público, o ascensor da Glória, um dos mais movimentados, da Bica e do Lavra, que é o mais antigo.

Um dos programas prediletos dos lisboetas e ponto de encontro de lazer, cultura e boa gastronomia ocorre nas famosas esplanadas: os quiosques da Avenida da Liberdade, Príncipe Real e o Terreiro do Paço são os principais.

Inclua um dia de visita obrigatória a Belém. O bairro proporciona uma viagem à história portuguesa, à cultura de hoje e ao melhor doce de Portugal, o pastel de Belém, em sua versão original. Nessa região está a Torre de Belém, posto militar construído para proteger o Tejo de ataques piratas, além do Centro Cultural de Belém, complexo de

Fado? Tem sim, senhor! Nas casas de fado mais tradicionais, como o Museu do Fado e da Guitarra Portuguesa, o Café Luso ou o Clube de Fado, descubra a Tasca do Xico no Bairro Alto, onde qualquer um pode “beber um copo” e transformar-se em um fadista. Mas não pense que a noite de Lisboa resume-se a isso. Do Bairro Alto, com deze-

70 · AGO.14

avianca em revista

2

João Vicente

O

ra, pois! Lisboa é conhecida como a cidade das sete colinas: Castelo, São Vicente, São Roque, Santo André, Santa Catarina, Chagas e Sant'Ana. Em qualquer uma delas, você encontrará miradouros espetaculares, portanto, tire um tempo para um café, um carioca de limão (deliciosa infusão típica portuguesa feita a partir da casca de limão), ou até uma boa imperial, o nosso chope. Final de tarde é garantia de belas fotos e momento de contemplar apaixonadamente a cidade.

1

O charmoso Bonde 28

2

Padrão dos Descobrimentos

3

Elevador Santa Justina

avianca.com.br


Jo茫o Vicente

3 avianca em revista

ago.14

路 71


1

1

Rio Tejo e a ponte 25 de Abril

2

Praça do Rossio ao lado do elevador Santa justina

3

Centro Cultural Belém

2

nas de bares, ao renovado Cais do Sodré, o que não falta é música: concertos, pocket shows e DJs de todas as partes do mundo. Bedroom, no Bairro Alto, Cinco Lounge, no Príncipe Real, e o club Lux-Frágil, em Santa Apolonia, nunca saem de moda. Outra dica é o tradicional bairro da Alfama, localizado abaixo do Castelo de São Jorge e onde está a Catedral da Sé. Descubra o novo hotel Memmo Alfama, com um dos melhores visuais do bairro e um convidativo bar-restaurante aberto ao público. A vida cotidiana com suas mercearias, tascas e drogarias misturam-se com novas lojas, bares, restaurantes e muito jazz. Durante as festas de Lisboa dos “Santos Populares”, que acontecem todos os anos no mês de junho, o agito definitivamente impera. Muitas barracas nas ruelas com as

72 · AGO.14

avianca em revista

Manuel Manso

João Vicente

Manuel Manso

Destinos

3

tradicionais flores de “mexerico”, sardinha e imperial e, claro, marchinhas típicas. Já o Cais do Sodré é um bairro totalmente renovado. Em outros tempos, era conhecido como o local de pouso dos marinheiros que buscavam somente diversão. Atualmente conta com bares, discotecas, restaurantes e até hóteis, sendo o LX Boutique um deles. Não deixe de conhecer a Pensão Amor para tomar um drink ou um chá, Europa e Music Box para dançar e o bar O Povo, inspirado nas típicas tascas lisboetas. Não podemos deixar de citar o Parque das Nações, ou melhor, a Expo. É considerado o bairro mais seguro da cidade, com uma arquitetura super contemporânea. Por lá, você encontra a Torre Vasco da Gama,

com teleférico, a arquitetura de Santiago Calatrava, na estação Gare do Oriente, com suas abóbadas super modernas, o Pavilhão de Portugal, do arquiteto português Álvaro Siza Vieira, o Pavilhão Atlântico, onde se realizam grandes feiras e concertos musicais, além do Oceanário de Lisboa, um dos maiores aquários do mundo. A costa portuguesa, de norte a sul, também é incrível. Rume às praias praticamente desertas, cheias de falésias e cenário inspirador. Não deixe de conhecer as praias de Cascais, especialmente a praia do Guincho, e as praias de Sintra, da Costa da Caparica e da Comporta (para estas duas últimas, basta atravessar a ponte 25 abril). Você poderá chegar de “comboio”, trem, saindo do Cais do Sodré (baixa Lisboeta) para as praias da “Linha de Cascais”. avianca.com.br


Made in Portugal 1 A Vida Portuguesa Como o nome diz, por aqui se encontram artigos genuínos e deliciosos produtos de criação portuguesa. www.avidaportuguesa.com 2 Antiga Barbearia do Bairro A marca aposta na beleza e no cuidado masculino. Sabonete, loção pós-barba e kits para barbear inspirados nas antigas barbearias. Os produtos da marca podem ser encontrados na loja Amélie au Théatre, na Embaixada, Palacete Ribeiro da Cunha. www.100ml.pt/abb/ 2

1

3 Tell a Story Não é uma loja, mas, sim, um carrinho azul Renault Estafette estacionado no jardim do Príncipe Real. Não tem erro, pois é o único veículo que tem permissão para ficar em frente ao jardim. Por lá, você encontra somente livros de autores portugueses traduzidos para diversos idiomas. www.tellastory.pt

3 avianca em revista

ago.14

· 73


destinos

3

1

Sob o Tejo 1 Deli Delux Exatamente dois degraus acima do Rio Tejo. Um dos locais preferidos para um brunch ao final de semana. Tem também uma loja gourmet. Av. Infante D. Henrique, Armazém B, Loja 8

4

À Margem Para quem vê de longe, parece apenas um retângulo branco entre o Padrão dos Descobrimentos e o hotel Altis Belém. Quando se chega perto, tudo parece combinar na perfeição. O design minimalista e a música relaxante fazem companhia aos sucos naturais, aos chás e tisanas ou às saladas. Av. Brasília, Doca do Bom Sucesso

2

2 Bar 38º 41’ - Altis Belém Hotel & Spa O bar e lounge do Hotel Altis Belém estão entre os preferidos na cidade. Fique de olho na programação, pois, durante a primavera e o verão, acontece o “sunset sessions”, todas as sextas. Doca do Bom Sucesso, 1400-038

Amo.Te Tejo Localizado no edifício Central Tejo, agora museu, e debruçado sobre o rio, o Amo.te serve as tradicionais tostas e sandes em forma de coração, uma marca da casa, com sushi e bebidas variadas. Museu da Electricidade, Av. Brasília, Central Tejo

74 · AGO.14

avianca em revista

Sob a cidade 3 Sky Bar Hotel Tivoli Tem vista panorâmica de Lisboa: o rio, a margem sul e até a serra da Arrábida. Finger food, drinks, perfeito para começar a noite. Aos finais de semana, durante o verão, acontece a “sunset party”. Av. da Liberdade, 185, 9º andar 4 Bairro Alto Hotel Outra esplanada de visita obrigatória é o Terraço do Hotel Bairro Alto. Localização privilegiada em plena praça Luís de Camões, no Bairro Alto, visual parcial da zona baixa da cidade. Chegue cedo, pois o espaço é pequeno e costuma lotar. avianca.com.br


Destinos

Delícias portuguesas Varandas Hotel Ritz Four Seasons Café da manhã, almoço e jantar. Em frente ao parque Eduardo VII, o restaurante Varandas do Hotel Ritz está diariamente aberto ao público. O melhor da gastronomia portuguesa e internacional. Rua Rodrigo da Fonseca, 88 (Four Seasons Hotel Ritz) Cafetaria do Museu do Chiado O jardim está repleto de esculturas em bronze dos séculos XIX e XX. Rua Serpa Pinto, 6

1 Esplanada do Príncipe Real Um pequeno oásis no meio da cidade. Ideal para beber uma “imperial” ao fim da tarde. Rua da Escola Politécnica, Jardim do Príncipe Real

1

2

3

4

2 Fábulas No Pátio do Siza, em pleno Chiado, divide o espaço com a pizzaria Mezzogiorno. Experimente o suco de lichia e os deliciosos chás. Calçada Nova de São Francisco, 14 (também pela Rua Garrett, 19) 3

Lost In Você esquece que está em Lisboa ao adentrar o Lost In. É provável que você seja encantado com as cores e o aroma do incenso. Caminhando pelo labirinto de salas cheias de potpourri de mercadoria indiana, você se depara com um oásis de tranquilidade com direito a um visual para o Castelo de São Jorge. Para tomar um café, um chá, almoçar ou jantar. Rua D. Pedro V, 56

4 Noobai Chegue cedo, pois o final de tarde no Miradouro do Adamastor é destino da juventude lisboeta. Miradouro do Adamastor Restô Localizado na encosta do Castelo de São Jorge, seu visual é um dos pontos fortes. Aproveite e descubra a escola de teatro e circo Chapitô. Chapitô, Costa do Castelo, 7

76 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


onde ficar 1 Pousada de Cascais Que tal ficar em Cascais, dentro de um forte datado do século XVI? São apenas 25 minutos de carro entre Lisboa e Cascais e uma experiência inesquecível. O hotel, com 126 suítes, está localizado dentro da Cidadela de Cascais, antigo forte, antiga casa da família real e o primeiro ponto de energia elétrica do país. À frente, encontra-se a Marina da cidade. A decoração do hotel é minimalista e objetos de arte dão o tom. O visual do Atlântico invade o quarto. Vale dizer que a Pousada de Cascais é “Leading Hotels of the World”, portanto, garantia de qualidade, serviço impecável e muito bem estar. Para reservar, ligue (11) 3171-4000 (São Paulo) e 0800 0141819 (demais regiões do Brasil).

1

2 Mercy Basta atravessar a rua, que você está a poucos passos do Bairro Alto, do Chiado e da Praça Luís de Camões. São apenas 47 suítes, super cozy e com design urban chic. Detalhes fashionistas fazem parte da décor na recepção, biblioteca e bar. www.mercyhotel.com 2

4

3

3 Hotel Fonte Cruz Um dos mais novos hotéis boutique, com 72 quartos. No coração da Avenida da Liberdade, endereço de compras de luxo de Lisboa, o Fonte Cruz é o local dos eventos mais badalados e bacanas da cidade. A iluminação é reduzida, uma das marcas evidentes do hotel, que faz parte da Autography Collection by Marriot. www.fontecruzhoteles.com 4 Ritz Four Seasons Todo clássico é atemporal, portanto, o Hotel Ritz dispensa apresentações. Localizado em frente ao Parque Eduardo VII, conta com 282 quartos, sendo que 272 possuem varanda com vista para o parque e a cidade. Melhor café da manhã, piscina, sauna, academia na cobertura com visual praticamente 360 graus da cidade. www.fourseasons.com/lisbon/ avianca em revista

ago.14

· 77


fashion

beleza interior

Q

uem olha o Instagram (rede social de fotos) de Ale de Souza surpreende-se com o seu universo estrelado. Maquiador e cabelereiro das maiores celebridades nacionais, é comum vê-lo em fotos com Wanessa Camargo, Paola Oliveira, Deborah Secco, Grazi Massafera e, claro, sua amiga de anos, Fernanda Lima. Mas engana-se quem pensa que isso lhe subiu à cabeça. Ale, que nasceu Alessandro, é daquele tipo simples, que abre a porta de sua casa e recebe todos com um sorriso e o coração abertos. Deixou São Paulo para morar no Rio de Janeiro, mas declara seu eterno amor pela cidade da garoa. Hoje, além de suas “brincadeiras”, como ele mesmo define, Ale é contratado da Rede Globo e faz o visagismo, principalmente de novelas, programas e séries. Ou seja, se aquela atriz morena aparecer loira de uma hora para outra, acredite, tem um dedo de Ale nisso. Você trocou São Paulo pelo Rio de Janeiro por causa da carreira? Trabalho com a Fernanda Lima há muito tempo, desde que ela tinha 16 anos. Passei por todas as suas fases, RedeTV, MTV e, quando ela veio para o Rio de Janeiro, pediu para eu vir para cá trabalhar com ela. Eu ficava indo e vindo, até que comecei a assinar novelas na Rede Globo e me fizeram uma proposta bacana de trabalho, sem tirar meu lado artístico. Ou seja, eu poderia continuar fazendo minhas “brincadeiras”, o que está dando certo até hoje. Como é sua história com beleza? Gosto de beleza e moda desde moleque. Sempre curti. Mas não desenvolvia muito esse lado porque não era o que minha mãe queria para mim. Ela achava que era uma profissão que não dava grana. O sonho dela era que eu trabalhasse no Banco do Brasil (risos). E eu fui. Trabalhei anos em banco, atrás do sonho da minha mãe, mas sem abafar o meu.

Como aconteceu essa transformação radical de vida? Um dia, me deu cinco minutos, fiz um acordo e saí. Fui tentar trabalhar com beleza. Ralei muito. Levei muito “não”. Enfim, passei por

78 · AGO.14

avianca em revista

todo o processo que todo mundo passa quando começa algo novo na vida. Mas sempre tive uma certeza bem grande dentro de mim de que as coisas dariam certo. E essa certeza é o que me motiva até hoje. Chegou a trabalhar em salão? Na verdade, eu tive um salão durante uns seis meses, que estava fadado ao fracasso (risos). Ficava no último andar de um prédio e a vista do salão era para o cemitério da Consolação. Olha que maravilha: eu fazia os cabelos olhando para as tumbas. Mas foi bom como experiência, para eu ver que não era a minha área. Não sou um cara de ficar fechado. Gosto de viver histórias, de ter essa liberdade. Quais foram os trabalhos mais bacanas que você fez no começo? Fiz muitas coisas legais durante o tempo em que morei em São Paulo. Ganhei três prêmios Avon Color de Maquiagem. Fiz muita coisa bacana em moda, como capas de revista. Mas foi no momento em que percebi que tudo isso era uma bobagem que as coisas começaram a fazer sentido. As pessoas ficam muito focadas em ter sucesso. Como foi isso? Eu tinha feito a minha primeira capa de Vogue e estava em uma época difícil na minha vida, financeiramente. Lembro que eu estava voltando para casa pela Avenida Brasil e tinha um backlight gigante com a capa que eu tinha feito. Era o sonho da minha vida, mas vi aquilo e não me disse nada, porque eu estava ferrado. E foi ali que eu tive uma consciência bem ampla do que é real e do que é irreal. Quando você se envolveu com fotografia? Sempre gostei. Mas não me considero um fotógrafo, mesmo porque não ganho dinheiro com isso. Me considero um criador de imagens, sem maiores compromissos. Como você constrói a imagem de uma mulher? Vou muito na intuição. E isso vale para tudo, até quando faço novela. O pessoal, normalmente, faz pranchas de estudo para criar os personagens. Eu não sou assim. Meu processo criativo é diferente.

por ROZZE ANGEL

Diferente como? Tenho uma memória pop gigantesca, sempre tive, desde moleque. Minha cabeça é um caldeirão de informações. Adoro televisão, filmes e essas coisas todas. A mulher senta na minha cadeira e, por exemplo, se o trabalho é anos 40, anos 50 ou uma pegada mais moderna, busco no meu HD interno, processo e brinco. É uma coisa que acontece. É óbvio que já estou preparado, mas se eu falar para você que gasto horas pesquisando, vou estar mentindo. E hoje, qual é a sua principal atividade? Faço o visagismo na Rede Globo. Sou eu, junto com o figurino, a direção e as diretrizes, que algumas vezes o autor da novela passa pra gente. Isso define, por exemplo, se a atriz vai ser loira ou morena, se o cabelo vai ser curto ou longo. É um processo bem engraçado, do tipo “vamos agradar todo mundo”, porque todo mundo tem que ficar feliz. Não dá para impor coisas. Você propõe coisas. Você vive rodeado de mulheres lindas. Como é seu dia a dia? Encaro a beleza de uma forma diferente. Trabalho com isso há mais de vinte anos e estou tão habituado a ver gente bonita, que a beleza acaba sendo secundária para mim. Fico sempre buscando algo da personalidade de cada um para poder compor sua imagem. Você é conhecido por ser o maquiador das celebridades... Tem várias que trabalham comigo e algumas com quem eu trabalho sempre, como Fernanda Lima, Juliana Paes, Paola Oliveira, Grazi Massafera, Alinne Moraes, Deborah Secco, enfim, várias meninas. E gosta de exclusividade? Acho legal quando elas experimentam outras coisas. Claro que adoro todas elas. O bacana é estar sempre aberto para aprender e nunca perder o olhar ao próximo. Na minha profissão, uma coisa que não gosto é que as pessoas não se elogiam, têm uma vaidade boba. Não sou assim. Adoro esquecer minha vaidade e elogiar um amigo, dizer o quanto me emocionou. Está tudo certo, o céu está aí para todo mundo. avianca.com.br


Siga o Ale no Instagram: @aledesouza1970 avianca em revista

ago.14

路 79


sabores

Tempero mineiro por Carla Palmieri Fotos Rossana Magri

80 路 AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


M

ineira da cidade de Jequitinhonha, no norte do estado de Minas Gerais, Daílde Marinho dedica-se à arte da gastronomia há mais de 30 anos. Ainda na adolescência, deixou a casa dos pais e se mudou para Belo Horizonte, onde trabalhou com grandes referências gastronômicas. Desde então, acompanha as tendências da gastronomia brasileira e internacional. "Minha primeira especialização na gastronomia foi na cozinha síria. Uma culinária com tradições que preservam características de uma cozinha natural e artesanal. Minha outra grande referência é a cozinha mineira, a qual aqui, no Inhotim, damos um toque sofisticado", explica Daílde. Atualmente, a chef é responsável pela gastronomia oferecida ao visitante do Instituto Inhotim, na cidade mineira de Brumadinho. O complexo museológico oferece 11 pontos de alimentação, que vão de lanches rápidos a pratos mais elaborados. Destaque para o Restaurante Tamboril, que oferece culinária internacional em um ambiente

agradável, integrado aos jardins e ao acervo de arte contemporânea da instituição. O cardápio é formado por um excelente e variado bufê de saladas, pratos à la carte, extensa carta de vinhos, além de uma sofisticada mesa de sobremesas com toques mineiros. "A gastronomia do Inhotim tem se destacado a cada ano. Famílias e grupos de amigos vêm para cá apreciar a boa comida e aproveitar desse ambiente acolhedor e tranquilo", acrescenta. A chef destaca ainda que um dos segredos da gastronomia mineira é manter aroma e sabor de comida feita em casa. "Quando as pessoas chegam aqui para comer, encontram tanto um ambiente aconchegante quanto uma comida que alia o sofisticado e o caseiro. Quem vem ao Tamboril consegue experimentar a alta gastronomia sem perder de vista aquele gostinho de comida feita em casa, bem ao estilo mineiro. Esse é um dos nossos segredos", conta. Quando questionamos o sucesso desta simpática chef, ela, sorridentemente, afirma que

cozinha sempre com boa energia. “Penso que tudo que produzimos na cozinha tem um tempero especial que vem da nossa energia, da nossa força. Por isso, diariamente converso com minha equipe no sentido de criar um clima agradável e, acima de tudo, o pensamento positivo”, revela.

Restaurante Tamboril

Preço médio: R$ 60,00 Prato destaque: Filet à Presidente com molho de champignon e passas, com arroz branco e batata gratinada (R$ 46,00) Horário de Funcionamento: Terça a sexta-feira, das 12h às 16h Sábado, domingo e feriado, das 12h às 17h Endereço: Rua B, 20 - Inhotim/MG www.inhotim.org.br avianca em revista

ago.14

· 81


mapa gastronônico

AQUI, TUDO ACABA EM PIZZA

por paulo greca

A massa pode ser fina, média ou grossa. Pode ser comida quentinha, fresquinha, gelada ou requentada. Doce ou salgada. Não importa. O fato é que “a-do-ra-mos” pizza e selecionamos lugares simplesmente sensacionais, em São Paulo, para você experimentar algumas criações, que vão do tradicional ao inusitado num piscar de olhos.

Pizza Bros

1900 Pizzaria Tradicionalíssima na capital paulista, a casa inovou em dose dupla: inaugurou sua sétima unidade, no bairro do Tatuapé, e criou uma edição com novos sabores em homenagem aos times da Copa do Mundo de futebol. Apesar da Alemanha ter levado a melhor no Mundial, vale conferir a campeã Brasileirinha - decorada com as cores verde e amarela feita com linguiça fresca na cachaça, mix de pimentas, catupiry, queijo meia cura e pimentões coloridos (R$ 71). Wi-fi grátis, manobrista na porta (R$ 20), acesso facilitado para portadores de necessidades especiais (PNE). Tel.: (11) 2293-6162 Rua Itapura, 787 www.1900.com.br

O minúsculo delivery inaugurado no ano de 1986, pelo chef Franco Ravióli, adquiriu musculatura e se tornou uma das redes mais tradicionais da cidade. Em parceira com a importadora Bier&Wein, elaborou uma proposta inovadora para os amantes de cervejas, chamada Pizza QuattroStagioni (R$139), uma espécie de combo de quatro sabores diferentes, harmonizados com quatro cervejas de rótulos distintos para você se acabar de tanto comer, beber e se deliciar. A receita da mistureba é: Pizza Caprese (mussarela de búfala, tomatinho cereja, ervas e manjericão) + Cerveja Paulistânia Clara 600ml / Pizza Carciofini (mussarela, tomate fresco, alcachofrinhas e cebola) + Cerveja Erdinger Urweisse 500ml / Pizza Emmanuel Bassoleil (queijo brie, camembert, roquefort, pêra, nozes, uva rubi, endívia e mel) + Cerveja La Trappe Tripel 330ml / Pizza Carne Seca (carne seca especial, banana nanica e cebolinha) + Cerveja Speakeasy Prohibition Ale 355ml. Não precisamos recomendar deixar o carro na garagem e ir de táxi, certo? Tel.: (11) 5052-5263 Av. Moema, 684 www.pizzabros.com.br

foto Tadeu Brunelli

Nobre Pizza Bar

82 · AGO.14

avianca em revista

Situada no bairro do Campo Belo, em uma rua bem calminha e com vagas fáceis para parar o carro, essa casa oferece, além das versões tradicionais, uma crocante pizza frita e algumas opções de massas, risotos, calzones e saladas. Destaque para a Pizza Nobre (R$70): pomodoro, mussarela, pedaços de tomate, parmesão, burrata, man-

jericão e orégano. Para harmonizar, a casa possui uma boa variedade de vinhos, cervejas e drinks. Wi-fi grátis, estacionamento com Vallet (R$15), cobra taxa de rolha (R$30), caso você queira levar sua bebida. Tel.: (11) 5096-2300 Gabriele D’Annuzio, 1319 www.espaconobrepizzabar.com.br avianca.com.br


drinks

As brejas

FINALISTAS por paulo greca

E

m comemoração ao término do Mundial de futebol, selecionamos quatro cervejas finalistas para você avaliar e eleger sua campeã. Não perca tempo: copo na boca e mãos a obra.

Warsteiner Fresh Garrafa 330ml (R$ 12) Essa versão da tradicionalíssima cerveja Warsteiner Premium Verum passa pelo processo de desalcoolização para ficar com 0,0% de teor alcoólico. Desta forma, sem ter de interromper a fase de fermentação, conserva os aromas e as características essenciais da cerveja original, mantendo seu excelente sabor maltado e doce / amargo. Uma cerveja refrescante, lupulada, que pode ser consumida sem restrições, sendo perfeita para qualquer ocasião e que acompanha muito bem pratos leves, como grelhados, sushis e salada.

Berlina Foreign Stout Garrafa 355 ml (R$ 11) Cerveja de cor negra e espuma densa, com pouca duração. Revela intenso aroma de café, com toques de defumado, torrado e caramelo. Seu sabor tem predominância do tostado dos maltes com ligeiro amargor, no qual o toffee se mistura de forma correta. Excelente exemplar. Brejas www.brejas.com.br

Bier & Wein Importadora: (11) 3405-7000 www.bierwein.com.br

Oranjeboom 14 Ultra Strong Lata 500 ml (R$ 19) Dourada, escura e translúcida, que apresenta creme espesso, a princípio. Após algum tempo, ocorre uma baixa da espuma, que permanece duradoura. No nariz, notas de malte e leite. Na boca, apresenta toques cítricos, uvas e maçãs verdes, abacaxi e vinho moscatel. Final licoroso, doce, adstringente. Bastante equilibrada, apesar da alta gradação alcoólica (14%). Muito encorpada, demonstra ainda um toque levemente apimentado na língua e um aquecimento final, graças ao álcool, presente e marcante. Retrogosto longo e licoroso.

Paulistânia Edição Futebol Garrafa 600ml (R$ 16) Essa cerveja clara Pale Lager, de baixa fermentação, foi produzida com um blend de dois maltes importados e dois lúpulos exclusivos. Refrescante, aromática e encorpada, revela notas de malte e amargor harmônico. Final longo. Acompanha bem, desde pratos leves, como grelhados, até pratos mais fortes e picantes. Apenas 4,8% de teor alcoólico. Cervejaria Ô Fiô: (11) 3721-6636 www.cervejariaofio.com.br

Cerveja Store www.cervejastore.com.br

84 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

ago.14

路 85


PERFORMANCE destinos

O contraste entre r煤stico e moderno: antigas jangadas na praia do centro de Fortaleza (CE)

86 路 JUl.14

avianca em revista

avianca.com.br


Hist贸rias

de pescador por ROZZE ANGEL


DESTINOS

1

João Fortunato em sua jangada, onde passa até sete dias no mar

2

Na volta do mar, as jangadas são pintadas e reparadas, em um estaleiro improvisado na areia

E

m dia de sair para o mar, João Fortunato Moreira, 49 anos, acorda cedo e se encontra com os outros pescadores na praia do Mucuripe, próximo ao centro de Fortaleza, no Ceará. Ele é Mestre Jangadeiro e tem como principal tarefa coordenar a pequena embarcação, dentro e fora d’água. O contraste impressiona. Os modernos prédios construídos à beira-mar fazem um pano de fundo para o estaleiro improvisado na areia. É lá que as jangadas, um tipo de barco artesanal usado desde a época do descobrimento do Brasil, são preparadas, pintadas e consertadas. "Meu pai era pescador, mas meu avô não gostava do mar porque mata a gente afogado", explica Fortunato, com uma simplicidade típica. Desde os nove anos, ele vive da pesca. Antes mesmo do sol nascer, os mantimentos já estão a bordo e a viagem começa. Se o tempo estiver bom, com vento adequado, lá pelas quatro horas da tarde chegam ao seu destino, onde anco-

1

2 88 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


ram. “Mas já passei dois dias para chegar lá”, lembra o pescador, se referindo ao ponto de pesca, que fica a 60 milhas marítimas, ou seja, mais de 110 quilômetros, a partir da costa. Para chegar ao lugar certo, hoje, usam um tipo de GPS que mostra tudo: distância, profundidade e velocidade. “Tem uns que até o peixinho aparece”, brinca Fortunato. E a orientação pela lua e pelas estrelas? “Isso aí a gente já esqueceu”, confessa ele e revela: “quem não tem GPS segue quem tem, mas quando um se perde, se perde todo mundo (risos)”. Em alto mar, eles podem ficar de três a sete dias. Em geral, são cinco pessoas contando com ele - dividindo uma jangada que mede entre cinco e sete metros de comprimento por pouco mais de dois de largura. Nela, eles cozinham, dormem e, claro, pescam o tempo todo. “A gente fica acordado porque gosta mesmo”, afirma. Na jangada de Fortunato, a

pesca é com anzol, embora tenha quem pesque com rede. Cada homem fica responsável por cinco ou seis linhas, que atraem peixes grandes, como Cavala, Sirigado, Barro e Guaiuba. Cada um também tem seu método de pesca. Fortunato usa um palito de fósforo preso à linha. Quando o peixe puxa, o palito quebra. Rudimentar, mas eficiente, já que costumam voltar com até 200 quilos de peixe por vez. Se a maré está boa, a pescaria pode acabar em uma única noite. “Se for todo mundo legal, o tempo passa e ninguém nem percebe”, ressalta. Nesta profissão machista, Fortunato só conheceu uma pescadora mulher, a ‘Maria dos Cabelão’. “Ela ganhou até prêmio. Pescava mais que eu”, recorda-se. Ele, como muitos outros, se mantém na pescaria para sustentar a família. E, para ter lucro, vão ao mar pelo menos quatro vezes ao mês. O que pescam é vendido em quiosques instalados à beira-mar, tanto para consumidores pontuais como para

restaurantes e mercados, de dentro e de fora do Estado. Depois de tantos anos, Fortunato diz que o mar não o assusta mais. “Lá no meio não tem perigo”, comenta. Depois de refletir por alguns minutos, lamenta: “tenho mais medo de andar em terra”. Ele diz também que, hoje em dia, não enxerga mais a beleza da paisagem. “A gente vai se acostumando”, conforma-se. Só se impressiona quando vê uma baleia muito próxima da jangada. “Tem umas que passam tão perto que até a água que ela ‘molha pra riba’ cai em nós”, enfatiza.

VOos para fortaleza Saída Chegada Rio de Janeiro (GIG) 20:38 23:40 Brasília 11:56 14:39 avianca.com.br

avianca em revista

JUl.14

· 89


pet style

Arte boa “pra cachorro”

por Rozze Angel

fotos Divulgação

D

e diferentes formas, vários artistas têm se voltado para a proteção animal. Alguns por gosto pessoal, outros por enxergarem na causa uma forma livre de manifestação artística. Independentemente do motivo, o resultado é sempre emocionante. Diego Santovito embarcou em uma viagem rumo ao Peru e à Bolívia, disposto a fotografar o que seria seu trabalho autoral, livre de cobranças comerciais. Entre a paisagem, diferente da que estava acostumado a ver, seu olhar buscava por detalhes e cenários especiais, dignos de serem documentados. Foi quando o primeiro cachorro cruzou seu caminho. Ele clicou, sem dar muita atenção. Veio o segundo, o terceiro e, quando ele percebeu, os cachorros haviam se tornado o centro de sua narrativa visual. “Eles se apresentaram a mim como habitantes do espaço”, recorda. Como personagens, não eram meros andarilhos, mas, sim, figuras que abriram um precedente ao debate, em especial, sobre o abandono.

fotos Diego Santovito

Perdidos, sujos, famintos, mesmo sem condições, não negavam um olhar amigo ao estrangeiro que vagava pelas suas ruas. Claro que essa situação não é diferente do que acontece em outras partes do mundo, inclusive no Brasil. Mas, com fotos que transitam entre o poético e o documental, o fotógrafo conseguiu fazer com que esses seres invisíveis fossem vistos. “A surpresa do cotidiano gerou imagens que levam à reflexão”, enfatiza ele. Santovito é um dos artistas convidados pela mostra “Pra Cachorro”, que acontece no Matilha Cultural, em São Paulo. Das mais de cem fotos que ele produziu na viagem, 55 estão expostas no espaço até 15 de agosto. “O Matilha nasceu com esse intuito de ser um espaço aberto à causa animal”, explica Nina Liesenberg, que faz parte do grupo do qual se originou o espaço cultural. Na sua sexta edição, o “Pra Cachorro” foi criado para celebrar a relação homem/cachorro e, consequentemente, propor um diálogo sobre o tema. Em 2013, cerca de 10 mil pessoas participaram do evento que, além das exposições de foto-

90 · ago.14

avianca em revista

avianca.com.br


grafia e pintura com telas e casinhas customizadas, tem palestras, “cãominhadas” e sessões de cinema em sua sala de projeção privativa, com 68 lugares. “As atividades começam no evento, mas acabam se estendendo pelo ano todo”, conta Nina, dando como exemplo a feira de adoção, que acontece todos os domingos. Como a arte tem o poder de fazer pensar, é justamente baseado nesse princípio que atua a “NãoMate”. Este projeto independente, sem fins lucrativos e colaborativo, surgiu em 2009 por meio de intervenções urbanas que propunham um debate sobre os direitos dos animais, usando a arte como interlocutora. Começou com uma ação simples, difundindo cartazes no espaço público, e foi replicado em diversos estados brasileiros. “Qualquer pessoa pode entrar no site, ver o projeto e, caso se identifique com a

causa, já pode imprimir o cartaz e começar um movimento em sua cidade, instantaneamente”, resume Amanda Justiniano, idealizadora da organização. Além disso, hoje, realizam exposições de arte, oficinas de stencil, com um foco especial em educadores, campanhas contra maus-tratos, abandono, comercialização e testes em animais, além de projeções públicas de filmes, geralmente em prédios da cidade, como a que fizeram durante a abertura do “Pra Cachorro”. “A gente tenta criar ações que funcionem como uma proposta à reflexão, sem apontar o dedo e dizer o que é certo ou errado. Isso promove o livre pensamento”, conclui a ativista. Afinal, pensar no assunto já é um começo. www.matilhacultural.com.br www.naomate.org

Feira e desfiles em prol da adoção, uma das ações do Matilha Cultural


performance

Atividade circense por Eric Pomi Sousa Fotos Tati Brandão

A

s raízes da arte circense se encontram na antiguidade, quando a monarquia chinesa se divertia com contorcionistas e equilibristas. Em Roma, existiu o “Circo Máximo”, no qual a população assistia às atrações organizadas pelas autoridades imperiais. De lá para cá, o circo continua como forma de entretenimento alegre e, há algum tempo, vem sendo descoberto como forma eficiente de atividade física. A aula de circo tem sido utilizada com sucesso em escolas, como ferramenta para a aquisição de habilidades físicas, incluindo os alunos com necessidades especiais. Os aspectos sócio-afetivos, como cooperação e socialização, também são bem desenvolvidos. Nas academias, os adultos encontram na prática uma forma divertida para perder calorias (até 500 kcal) e fortalecer o corpo como um todo, tornando-o harmônico. Vale ressaltar ainda o intenso trabalho das

musculaturas abdominais, responsáveis por estabilizar os movimentos. Para quem procura flexibilidade e equilíbrio, a aula se torna bastante interessante. Monotonia não é uma palavra que cabe nesta atividade, mas é interessante saber que, para aqueles que não tiveram muitas experiências esportivas na infância, o primeiro mês de dedicação e perseverança para superar algumas dificuldades se torna fundamental. Mas o praticante pode se surpreender com os movimentos e as acrobacias que se torna capaz de realizar. Principais modalidades utilizadas nas aulas: - Acrobacias de solo: o objetivo é preparar o corpo dos alunos para as demais atividades circenses. Utilizam-se colchões, plintos, tábuas de impulsão e mini trampolim. Consiste na execução de acrobacias, que são movimentos ginásticos rápidos e técnicos. - Figuras: também são conhecidas como

pirâmides humanas, com o objetivo de se equilibrar estaticamente. - Ginástica de trampolim: realizada na cama elástica. As acrobacias executadas nessa modalidade variam, desde os saltos em pé, sentados, deitados, até mortais e piruetas. - Malabares: tem como objetivo trabalhar a destreza e a habilidade de manipulação de objetos. - Trapézio simples: aparelho aéreo em que são realizadas quedas, giros, piruetas e posturas estáticas. - Lira: aparelho em formato de círculo, que fica suspenso por um cabo de aço. Tem como objetivos a execução de movimentos clássicos de circo, posturas estáticas penduradas pelos braços, pernas, pés, quadril, ou até mesmo pelo pescoço. - Tecido: consiste em pendurar-se, enrolarse no tecido e realizar quedas, posições invertidas ou posturas estáticas. Agradecimentos: Patrícia Azze, professora Priscila Vasconcelos e Academia Bodytech Pinheiros - Eldorado

*Eric Pomi Sousa é graduado pela USP, pesquisador do Laboratório de Biomecânica - EEFEUSP, membro do Asics Training Team e voluntário da ONG TETO

92 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

ago.14

路 93


social

são paulo

cazuza,

o musical FOTOS Grazi Ventura

O musical Cazuza, que conta com o apoio da Avianca, fez sua estreia para convidados em grande estilo, no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo. O espetáculo é estrelado por Emílio Dantas, Osmar Silveira e tem direção de João Fonseca. Thais Fersoza e Michel Telo

Lucinha Araujo

Ian e Cecilia Gillespie

Marilia Gabriela

Gisele Itié

Aloisio de Abreu, Sandro Chaim e Flavia Zulzke

Arlete Montenegro

Corona e Gianluca Milano

Marimoon Flandia Mattar Rosangela Longhi

94 · AGO.14

avianca em revista

Faa Morena

Gabriela Alves e Thiago Bechara

avianca.com.br


avianca em revista

ago.14

路 95


social

São Paulo

Brunete Fraccaroli

Daniel Kalil

Caroline Elkis

Mauricio Prada

Andrea Pontes

Angelo Derenze

Bruno Gap

Desfile de Cães na Casa Cor SP FOTOS Rafael Renzo

A Casa Cor SP promoveu um desfile em prol da ONG Ampara Animal, no Jockey Club, em São Paulo. Celebridades, VIPs e alguns profissionais que participam da 28ª edição do evento desfilaram com seus animais de estimação.

Karina Bacchi

96 · AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


social

são paulo

Felipe Folgosi

Ucha Meirelles

Isabella e Catarina Giobbi

Vernissage FOTOS Denise Andrade

Celebridades prestigiaram a vernissage da mostra Italian Drawings - Francis Bacon, realizada no Paço das Artes, em São Paulo.

Priscila Borgonovi

Jose Henrique Fabre Rolim

Francesca Orsini

Lorenzo Merlindo

Marina Sanvicente

ago.14 98 · AGO.14

avianca em revista

Nino Cais e Priscila Arantes

avianca.com.br


avianca em revista

ago.14

路 99


social

Sテグ PAULO

Tivoli Fire Up FOTOS Augusto Mestieri

O evento, parceria da agテェncia MAK com o Hotel Tivoli Sテ」o Paulo-Mofarrej, recebeu convidados para acompanhar os jogos do Brasil na Copa do Mundo .

Bruna Lucchesi

Carol Genari e Alex Schultz

Erasmo Viana

Hannah Cecchecco

Jones 2

Thiago Pereira e Gabriela Pauletti

100 ツキ AGO.14

avianca em revista

Fabian Johnson

Ellen Rocche

Daniel Rocha

Monique Alfradique

Lucas Medeiros

Milla Vieira

avianca.com.br


Opening

Hyundai Fotos Ali Karakas

Guilherme Salgado, Alexandre Akihissa, Pedro Smith

Debora Nascimento

Alexandre Furmanovich

Caio Fischer

Virna_Dias

Marcelo Serrado

A Hyundai recebeu ilustres convidados para o coquetel de inauguração da primeira flagship da marca no Brasil, em São Paulo.

Marcella Rica


social

Curitiba

Valentino, agora em Curitiba FOTOS Naideron

A grife realizou um cocktail party, em sua boutique do Pátio Batel, para o lançamento da coleção Rouge Absolute Signature. O evento também celebrou a chegada da marca a Curitiba. DJs Sean e Anthony de Souza

Larissa Bertoldi

Antonella Thá

Francesco Viana, Manoella Taques, Patricia Bagattini e Juliana Carvalho

Fernanda Motta e Pazetto

Fernanda Cassou

ago.14 102 · AGO.14

avianca em revista

Giovana Almeida

avianca.com.br


Direto da redação

Viaje o

conosc

s ns dos lugare Conheça algu ais n io ss ofi sos pr por onde nos s. últimos tempo passaram nos se eias e inspireAproveite as id ima viagem. para a sua próx

@lisidressler - designer

NYC

Siena

noronha

Aproveite o verão em Siena, na província italiana de Toscana, para explorar toda a região medieval a pé. Em Piazza del Campo, a praça principal do município, veja a Torre del Mangia, a Fonte Gaia e o suntuoso Palazzo Comunale.

104 · JUl.14

avianca em revista

@fredycampos - editor

Em Nova York, visitei a retrospectiva do artista Jeff Koons, exposta nos cinco andares do Whitney Museum. Quem estiver com viagem programada pra lá, não deixe de visitar. A exposição fica em cartaz até 19 de outubro. whitney.org avianca.com.br


@ckoga diretor executivo O pôr do sol de Fernando de Noronha é lindo em qualquer época do ano, mas outubro é especial porque ele se põe exatamente entre o famoso Morro dos Dois Irmãos.

México @camilasbalthazar - jornalista Estive em Cancun e conheci as ruínas maias Chichén Itzá, uma das sete novas maravilhas do mundo moderno. Basta fechar os olhos e imaginar a movimentação que envolvia a cidade construída no ano de 432, dedicada à adoração dos deuses. 205 km de Cancun

@graziventura fotógrafa Cartagena das Índias, na Colômbia, guarda a mesma alma de 1798. De lá pra cá, restaurações e pinturas dão novas cores às edificações coloniais, porém sem mexer na estrutura. É um passeio pela história.

cartagena avianca em revista

JUl.14

· 105


EU SOU AVIANCA

Executivo do

mundo POR CAMILA BALTHAZAR

Ian Gillespie é filho de pais britânicos, mas nasceu no Peru e casou-se com uma peruana. O casal teve um filho brasileiro, uma filha argentina e um cachorro mexicano. A mistura cultural deu certo e reflete sua paixão pela aviação e por viagens.

F

ilho de pais britânicos e nascido no Peru, Ian Gillespie, diretor comercial da Divisão Internacional da Avianca, traz no sotaque a origem peruana e os vários anos vividos em outros países latino-americanos. Sua história na aviação começou no final dos anos 1960, o que o levou a viajar muito ao longo das últimas décadas. “Tenho mais horas de voo do que muito comandante”, brinca Ian. A carreira começou cedo. Aos 16 anos, entrou como trainee para a British Airways, época em que a companhia operava apenas três voos semanais entre Lima e Londres. Por esse motivo, os funcionários eram especialistas em fazer tudo: vender passagem, realizar check in, despachar mala e levá-la até o avião, bem como todos os processos necessários para operar um voo. “Só não servíamos a bordo”, lembra. A imersão em diferentes áreas e o conhecimento de toda a cadeia da aviação fez com que ele se apaixonasse pelo setor. Em 1980, o executivo já integrava o quadro de diretores da British, sendo responsável pela relação com outros países da América. De lá pra cá, foi transferido para o Bra-

106 · AGO.14

avianca em revista

sil, onde nasceu o primeiro filho (carioca e flamenguista!), depois para a Argentina, país de nacionalidade da segunda filha. Já o cachorro era mexicano, terceiro país que Ian e sua família moraram como expatriados. Viajando a trabalho com frequência, os aeroportos eram quase sua segunda casa. “Quando meus filhos eram menores, perguntavam, quando estávamos em um aeroporto: pai, qual conhecido vamos encontrar hoje? Se não encontrávamos ninguém, eles diziam: o que aconteceu?” Mas era só embarcar no avião, que tinha alguém”, conta. Há dez anos, o executivo recebeu o convite para um novo desafio: morar em São Paulo para desenvolver a Taca Airlines no Brasil. “Com a fusão da Avianca Internacional e a Taca, em 2012, minha equipe e eu viemos para a família Avianca formar a Divisão Internacional, a qual tenho a honra de dirigir”, relata Ian, acrescentando que 2014 é um ano importante para a empresa. Um dos principais acontecimentos foi a migração do sistema de reservas para a plataforma tecnológica Amadeus, o mesmo utilizado pela Avianca Internacio-

nal. “É uma experiência extraordinária ver como estamos unificando a marca Avianca em toda a região, trazendo ao mercado brasileiro um produto de altíssimo padrão”, comenta. Em janeiro de 2015, o diretor da Divisão Internacional da Avianca completa 45 anos de carreira na aviação. A data certamente será comemorada, porém seu plano para o futuro é continuar trabalhando. “Além de ser um negócio apaixonante e de muito aprendizado, quero ver a Avianca consolidada internacionalmente. Ainda temos muito para crescer, oferecer novos destinos de viagem no Brasil e em outros países”, afirma. Se um dia o executivo tirar férias da vida corporativa para sempre, o objetivo é continuar viajando, porém a lazer. Os destinos serão lugares ainda inexplorados por ele, como China, Japão, Tailândia e Antártida. Entre um voo e outro, Ian e a esposa percorrem milhares de quilômetros de estradas. “Também gostamos de viajar de carro, procurando novas experiências”, conclui Ian, que certamente continuará encontrando seus amigos pelo mundo. avianca.com.br


106 路 AGO.14

avianca em revista

avianca.com.br


B e m -v i n d o w e lco m e

Duas formas diferentes pa r a o s e u entretenimento

Two different ways for your entertainment  Para proporcionar a você uma experiência inesquecível a bordo, selecionamos o melhor do entretenimento adulto e infantil. Você vai encontrar filmes, séries populares de TV, desenhos animados, documentários, esportes e música. For an unforgettable on-board experience, we have chosen the best in adult and children entertainment, featuring films, popular TV series, cartoons, documentaries, sports and music.

Guia de entretenimento de bordo nossos serviços


sistema - a319 e a320

Sistema individual Individual System

Se você estiver a bordo de uma aeronave equipada com monitores individuais, selecione o conteúdo de sua preferência. Nesse sistema, você pode controlar toda a programação e, para iniciá-la, conecte os fones de ouvido no descanso de braço de seu assento. If the aircraft is equipped with individual screens, you will be able to select the content of your choice. If you use this system, you will be able to control your programming. To start using it, connect the earphones to the armrest console of your seat.

Conexão para USB USB port

Tela LCD de 9” 9” LCD Screen

Conexão para fones de ouvido Headphones port

Porta-copos Cup holder

Descanso ajustável para cabeça Adjustable head rest

Descanso retrátil para braços Retractable armrest

Controle remoto Remote control

Tomada Power socket

Você pode utilizar fones de ouvido pessoais You can use your own headphones

Mesa individual Individual tray

Botão para reclinar o assento Seat recline button

Verifique a classificação etária da programação*

L - Livre 10 - Não recomendado para menores de 10 anos 12 - Não recomendado para menores de 12 anos 14 - Não recomendado para menores de 14 anos 16 - Não recomendado para menores de 16 anos 18 - Não recomendado para menores de 18 anos Leg - Programação legendada * A programação presente no entretenimento a bordo está de acordo com as normas vigentes acerca da Classificação Etária Indicativa e legislação civil. O conteúdo selecionado é de inteira responsabilidade do passageiro. Na hipótese de não enquadramento na classificação indicada no Guia de Entretenimento, requeira o bloqueio da programação perante nossos comissários de bordo. 112 · AGo.14

avianca em revista


avianca em revista

ago.14

路 113


Entretenimento - a319 e a320

sÉries E DOCUMENTÁRIOS s e r i e s AND D O C UMENTAR I E S

14

14

Modern Family

New Girl

Modern Family

New Girl

When Good Kids Go Bad

Kids

Comedy 30 Min

Comedy 30 Min

When Good Kids Go Bad

Kids

Comédia

Comédia

16

14

14

14

The Newsroom

Criminal Minds

the middle

House M.d.

The Newsroom

Criminal Minds

The Middle

House M.D.

Election Night Part I

Empty Planet

Homecoming

The Confession

Drama 60 Min

Drama 60 Min

Comedy 30 Min

Comedy 60 Min

Election Night Part I Drama

114 · ago.14

Empty Planet Drama

avianca em revista

Homecoming Comédia

The Confession Comédia

avianca.com.br


14

14

14

14

2 Broke Girls

How I Met Your Mother

The Big Bang Theory

Two and a Half Men

2 Broke Girls

How I Met Your Mother

The Big Bang Theory

Two and a Half Men

And The Psychic Shakedown

The Slutty Pumpkin Returns

The Hofstadter Insufficiency

Grab a Feather and get in Line

Comedy 30 Min

Comedy 30 Min

Comedy 30 Min

Comedy 30 Min

And The Psychic Shakedown

The Slutty Pumpkin Returns

The Hofstadter Insufficiency

Comédia

Comédia

14

Grab a Feather and get in Line

Comédia

14

Comédia

14

10

Arrow

Downton Abbey

just for laughs

Glee

Arrow

Downton Abbey

Just for Laughs

Glee

Vertigo

Season 3. Ep. 1

Pegadinhas e câmeras-indiscretas.

Drama 60 Min

A compilation of various funny gags. 30 Min

Vertigo

TSeason 3. Ep. 1

Drama

Drama

Drama 60 Min

16

14

Naked Naked

Musical

Musical 60 Min

14

14

Veep

Futurama

Boardwalk Empire

Friends

Veep

Futurama

Boardwalk Empire

Friends

Shutdown

Cold Worriors

New York Sour

Comedy 30 Min

Comedy 30 Min

Comedy 60 Min

Shutdown Comédia

Guerreiros do frio Comédia

New York Sour Comédia

The One W/ Rachel’s Going Away Party The One W/ Rachel’s Going Away Party

Comédia Comedy 30 Min

avianca em revista

ago.14

· 115


Entretenimento - a319 e a320

negócios,tecnologia e vAriedades

B u si n e ss , T e c h n o l o g y & V a r i e t y 10

O Melhor Amigo do Cão

14

Truques da Mente

O Melhor Amigo do Cão

Brain Games

30 Min

Motion Commotion 30 Min

Caçadores da Alma

Motion Commotion

S1. EP.4

Bastidores Sinfônica

Cosmos

Brazilian Symphony

Cosmos

Sensational Brazil

Trilhas da Natureza 30 Min

Bahia 30 Min

10

Bahía

10

Eye to Eye Eye to Eye

Standing Up in The Milky Way 60 Min

30 Min

Brasil Sensacional

Trilhas da Natureza

Standing Up in The Milky Way

14

L

Soul Hunters

14

L

“A Produção Berlioz e Glass A Academia Juvenil

10

Ferragamo’s CEO: More Than Shoes Ferragamo’s CEO: More Than Shoes 30 Min

10

14

Video Killed the Radio Star Video Killed the Radio Star

Michael Jackson Michael Jackson 30 Min

L

L

Bandnews

Mega Máquinas

30 Por 30

BandSPORT

Bandnews

Megafactories

30 for 30

Bandsport

Game Changers

20 Min

Swiss Army Knife 60 Min

30 Min

20 Min

Netflix 30 Min

Notícias | News

116 · ago.14

Swiss Army Knife

avianca em revista

Esportes | Sports

Eportes | Sports

Game Changers Netflix

avianca.com.br


Crianças kids

L

L

L

L

Turma da Mônica 1

Turma da Mônica 2

Turma da Mônica 3

Phineas e Ferb

Monicas’s Crew

Monicas’s Crew

Monicas’s Crew

Phineas and Ferb

Astronaut

The Blues

Skating on Wax

Astonauta

Os Azuis

Patinando na cera

Bad Hair Day/Meatloaf Surpirse Bad Hair Day/Meatloaf Surpirse

L

L

L

L

Boa Sorte, Charlie!

A Todo Ritmo

Ultimate Spider-Man

Mutante Rex

Good Lucky, Charlie!

Shake It Up

Ultimate Spider-Man

Generator rex

Duncan Dream House

Split It Up

Fight of the Iron Spider

Haunted

Duncan Dream House

Split It Up

L

Fight of the Iron Spider

Assombrado

L

L

Hora de Aventura

Ben 10 Força Alienígena

O Incrível Mundo de Gumball

Adventure Time

Ben 10 Alien Force

The Amazing World of Gumball

It Came From The Nightosphere

Busy Box

The Quest

Veio Da Noitosfera

Cubo Problema

A Busca

avianca em revista

ago.14

· 117


Entretenimento - a319 e a320

Vídeos musicais m u sic v i d e os Artistas convidados / Guest artists

Shows / Concerts

Hits / hits

estaÇÕES de RÁDIO RAD I O S TAT I O N S

Canal 1

Suave / Easy Listening

Canal 2

Channel 2

Clássica / Classical

Canal 3

Rock, Pop e Techno

Canal 4

MPB / Brazilian music

Canal 5

Ritmos Latinos / Latin beats

Canal 6

Para Recordar / Oldies

Canal 7

Infantil / Kids

Canal 8

Top 20 / Top 20

Katy Parry

Canal 9

Trilha Sonora/ Soundtrack

05 Whispers In The Dark

Canal 10

Regaee / Regaee

Canal 11

Chill out/ Chill out

Channel 1

Channel 3

01 It’s a Beautiful Day Michael Bublé

02 To Love Somebody Michael Bublé

03 You Make Me Feel So Young

01

The Three Tenors In Concert - 20th Anniversary Edition Jose Carreras, Placido Domingo, Luciano Pavarotti

02 The King of Limbs Live From the Basement Radiohead

Michael Bublé

03 Live At Somerset House

04 After all

Snow Patrol

Michael Bublé

05 Close your eyes Michael Bublé

04 Glastonbury 2013 Vapire Weekend

01 Do or die

30 Seconds to Mars

Channel 5

02 Bad

David Guetta and Showtek Ft. Vassy

03 Love Me Again John Newman

04 Birthday Mumford & Sons

05 Live In Tallinn

Suave / Easy listening

Clássica / Classical

Rock, Pop e Techno

Macy Gray

Joseph Cooper

Ellie Goulding Elis Regina

Joss Stone Right to Be Wrong

Shania Twain You’re Still the One

Extreme More Than Words

Alfred Brendel Bagatelle in A Minor, WoO 59 “Für Elise”

MPB / Brazilian music

Burn

O Trem Azul

Bastille

Chico buarque

Pompeii

Coldplay MAGIC

Pearl Jam Black

Paratodos

Bebel Gilberto Céu Distante

Midnight Oil

Tiesto

Vanessa da Mata

Beds are Burning

Red Lights

Ai, Ai, Ai

118 · ago.14

avianca em revista

Channel 7 Channel 8 Channel 9 Channel 10

Mais de sete horas de música a bordo. Confira algumas faixas que você pode ouvir durante a sua viagem. More than seven hours of on-board music. Check out some tracks you can listen to while traveling.

músicas m u sic The Rustle of Spring, Op. 32 No. 3

Channel 6

Channel 11

Robbie Willians

I Try

Channel 4

Ritmos Latinos / Latin beats

Para Recordar / Oldies

Infantil / Kids

Aleks Syntek

Pink Floyd

Joey Gian

Corazones Invencibles

Hey You

Daddy Yankee

Cocaine

Dónde es el Party

Eric Clapton

Hayley Mills Pollyanna Song

The Doors L.A Woman

Jesse & Joy

Special Agent Oso Theme

Tutti Camarata

Me Voy

Led Zeppelin Whole Lotta Love

Little April Shower

Juanes ft. Santana

Janis Joplin

Zendaya

La Flaca

Summertime

Beat of My Drum

avianca.com.br


JOGOS

Utilize o controle remoto para curtir os jogos Use the remote control to enjoy the games

games

Animais / Animals

John, o camaleão, tem uma máquina que fabrica animais. Você pode fazer o animal que quiser com ela: copiá-los ou testar sua memória com um jogo de adivinhação. John, the chameleon, owns a machine that makes animals you can make any animals you want with it: copy them or test your memory with a guessing game.

Xadrez / Chess Seja você um principiante ou um expert, de qualquer maneira irá curtir este jogo. Mexa seus peões, cavalos e bispos, enquanto protege seu rei ou corra o risco de receber um cheque-mate. Whether you are a beginner or an expert, you will love this game. Move your pawns, knights and bishops while protecting your king or run the risk of being checkmated.

Desligue o volume do jogo Turn off game sound

Golfe / Golf Você pode competir contra outros passageiros num campeonato de golfe na cabine. Escolha um campo de 9 ou 18 buracos e curta os sons realistas e comentários profissionais num jogo que irá fascinar os amantes deste esporte. You can compete against other passengers in a cabin golf tournament. Choose a 9 or 18-hole course and enjoy the real sounds and professional commentary in a game that will delight the fans of this sport.

Saída Exit

Futebol / Soccer

O jogo oferece uma combinação de modos de ataque e treino, mas é sua autenticidade intrínseca que dá aos jogadores uma experiência de jogar com a ação e movimentos do verdadeiro jogo de futebol. The game combines attack and practice modes, but its intrinsic authenticity that gives the players a real gaming experience with the actions and movements of a real football game.

Sudoku

Paciência / Solitaire

Esperamos que você tenha bastante tempo, porque este jogo é viciante. Pode parecer simples, mas o sucesso de seu jogo depende das cartas que lhes são reveladas e de como você finalmente decide jogar. We hope you have a lot of time as this is an addictive game. it may seem simple, but your success depends on the deal and, ultimately, how you decide to play.

Mover Move

Selecionar Select Milionário / Millionaire

Disney

Entre você e um prêmio de 1 milhão de dólares há 15 perguntas que devem ser respondidas corretamente. Você terá condições de respondê-las facilmente ou terá de contar com ajuda?

O mundo imaginário de Disney é a maneira perfeita para que as crianças aprendam. Este jogo consiste em três atividades, todas relativas ao mundo do Pato Donald, seus sobrinhos e amigos.

Between you and a one-million-dollar prize, there are fifteen questions that must be answered correctly. Will you be able to answer them easily or will you need some help?

The imaginary world of Disney is the perfect way for kids to learn. This game consists of three activities, all of which are set in Donald Duck’s world, with his nephews and friends.

A paciência é a estratégia para matar a charada nesse jogo de lógica e raciocínio. Coloque um número dentro do quadrado, sendo que as fileiras e as colunas não podem conter o mesmo número repetido. Patience is the strategy for solving the puzzle. Place a number inside a square grid and ensure that all rows and columns do not contain the savme number twice.

avianca em revista

ago.14

· 119


sistema - a318

sistema coletivo broadcast

bem-vindo

w e l co m e

O sistema de entretenimento é oferecido assim que o voo se inicia e, para seu melhor conforto, toda a programação de bordo é pensada no tempo de duração do mesmo. Ao se iniciar o voo, a tela se acenderá automaticamente. A partir deste momento, você poderá usufruir os conteúdos que a Avianca lhe oferece. The entertainment system will be available once the flight begins. For your best comfort the programming is base on the duration of the flight. At the beggining of the flight the screen will turn on automatically. From this moment on you may enjoy the contents offered by Avianca.

Escolha no controle localizado no descanso de braço de seu acento, as funções: Canal 1 Conteúdo em Português; Canal 2 Conteúdo em Inglês; Canal 3 Conteúdo em Espanhol; Canal 4 ao 12 Seleção de músicas classificadas por gêneros. Ajuste o volume através do controle (4), conforme sua preferência, e aproveite nossa programação. Choose in the control located in your armrests functions: Channel 1 Content in Portuguese; Channel 2 Content in English; Channel 3 Content in Spanish; Channel 4 to 12 Selection of songs sorted by genre. Adjust the volume to your preference use the control (4) to adjust the volume according to your preference and enjoy our programming. 120 · ago.14

avianca em revista

01

Botão para reclinar a poltrona Seat Recline Button

02

Entrada do Fone Earphone

03

Canais Channels

04

Volume Volume

avianca.com.br


14

14

O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro

Heaven is for Real Heaven is for Real Drama| Drama 99 Min

Amazing Spider-Man 2 Ação | Action 120 Min

10

Brasil Sensacional

10

Caçadores da Alma

The Big Bang Theory

Brazilian Symphony

Soul Hunters

The Big Bang Theory

30 Min

30 Min

Bastidores Sinfônica

Sensational Brazil

Bahia

Trilhas da Natureza A Produção; Berlioz e Glass; A Academia Juvenil Trilhas da Natureza

Bahia 30 Min

14

Futurama Futurama

Cold Warriors Cold Warriors

Comédia | Comedy 30 Min

14

10

The Occupation Recalibration

Comédia | Comedy 30 Min

14

14

14

Friends

Modern Family

Mega Máquinas

Friends

Modern Family

When Good Kids Go Bad

Megafactories

Rachel’s Going Away Party Rachel’s Going Away Party Comédia | Comedy 30 Min

When Good Kids Go Bad Comédia | Comedy 30 Min

Swiss Army Knife 45 Min

14

Swiss Army Knife

14

Glee

cosmos

Glee

Cosmos

Naked 4Arc12

Standing Up in The Milky Way

Naked 4Arc12s Musical | Musical 60 Min

Standing Up in The Milky Way 60 Min

Músicas m u sic MPB / Brazilian music

Canal 4

Channel 4

Músicas do Mundo / World Music

Canal 5

Channel 5

Canal Avianca / Avianca Channel

Canal 6

Channel 6

Rock, Pop e Para Techno / Rock, Recordar / Suave / Infantil / Kids Pop andTechno Easy listening Oldies

Canal 7

Channel 7

Canal 8

Channel 8

Canal 9

Channel 9

Clássica / Classical

Canal 10

Channel 10

Canal 11

Channel 11

avianca em revista

Ritmos Latinos / Latin beats

Canal 12

Channel 12

ago.14

· 121


INSTITUCIONAL C

O

R

P

O

R

A

T

Central de Reservas

Reservations Desk

TRECHOS NACIONAIS NO BRASIL

TRECHOS INTERNACIONAIS

As passagens Avianca podem ser compradas pelos telefones: To purchase Avianca flight tickets via phone, dial:

Para comprar passagens Avianca, basta entrar em contato com a Central de reservas pelos telefones: To purchase Avianca flight tickets, call our reservations desk, dial:

Domestic legs in Brazil

CAPITAIS state capitals

4004.4040

DEMAIS LOCALIDADES other cities

0300 789 8160

ou pelo SITE or access our website

www.avianca.com.br

International legs

0800 891 8668

DEFICIENTES AUDITIVOS hearing impaired

0800 891 1684

ou pelo SITE or access our website

www.avianca.com.br

Siga a Avianca no Brasil:

sac Avianca 0800 286 6543

122 路 ago.14

avianca em revista

avianca.com.br


Programa Amigo

O Programa Amigo da Avianca foi criado para estabelecer um relacionamento mais próximo entre você e a Avianca. Também tem por objetivo reconhecer e premiar os clientes mais frequentes. Como nosso amigo, você tem diversas vantagens, benefícios e exclusividade. Funciona assim: a cada viagem você acumula pontos e pode trocá-los por trechos grátis para qualquer destino doméstico operado por nós. Para resgatar esses pontos é fácil, rápido e sem burocracia. Para saber mais, navegue pelo site ou entre em contato com o Atendimento Amigo.

Central de vendas:

4004-4040 0300-789-8160

Resgate Pontos
 Troque seus pontos por um trecho* grátis! (*)Trecho é uma passagem de IDA ou de VOLTA, desde sua origem até seu destino final. Como resgatar pontos Qualquer trecho doméstico com a Avianca dentro do Brasil pode ser resgatado utilizando os pontos acumulados no Programa Amigo. Para resgatar seus pontos e convertê-los em passagens grátis, você pode se dirigir a uma de nossas lojas ou acessar a sua Conta-Amigo, emitindo seu bilhete com toda tranquilidade e rapidez. Acesse www.programaamigo.com.br

Sac:

0800-286-6543(Telefone de atendimento) 0800-286-5445 (Deficientes Auditivos)

www.avianca.com.br

Somos mais de 2.3 milhões de amigos.

Parceiros do Programa Acumule pontos com nossos parceiros O Programa Amigo estará sempre realizando promoções especiais com parceiros para que você conquiste mais pontos e troque por passagens aéreas Avianca.

avianca em revista

ago.14

· 123


INSTITUCIONAL C

O

R

P

O

R

A

T

Aviões

aircraft

Airbus a320

162

Airbus a319

132

Comprimento / Lenght (M): 37,57 Envergadura / Wingspan (M): 34,00 Altura / Height (M): 11,75 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 CFM 56-5B4 (27.000 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 77.000LB Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 875 km/h Alcance / Range (km): 6.110 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 39.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 4

Comprimento / Lenght (M): 33,84 Envergadura / Wingspan (M): 34,00 Altura / Height (M): 11,80 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 CFM 56-5B7 (27.000 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 75.500 Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 875 km/h Alcance / Range (km): 6.850 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 39.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 4

Airbus a318

120

Mk 28

100

124 · ago.14

avianca em revista

Comprimento / Lenght (M): 31,45 Envergadura / Wingspan (M): 34,00 Altura / Height (M): 12,88 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 PW6124A(24.000 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 68.000 Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 875 km/h Alcance / Range (km): 5.800 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 39.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 4

Comprimento / Lenght (M): 35,53 Envergadura / Wingspan (M): 28,08 Altura / Height (M): 8,49 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 RR TAY650 (15.100 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 44.450 Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 821 km/h Alcance / Range (km): 3.167 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 35.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 3

avianca.com.br


Rotas Nacionais

National Routes

Fortaleza

Natal

Juazeiro do Norte

BRASIL

João Pessoa

Porto Velho

Recife Petrolina

Maceió Aracaju Salvador Ilhéus

Cuiabá

Brasília Goiânia

Campo Grande Belo Horizonte

Rio de Janeiro (SDU e GIG) São Paulo (CGH e GRU) Curitiba

Rotas INTERNacionais

OPERADAS NO BRASIL

Porto Alegre

BOGOTÁ

ECUADOR BRASIL

LIMA

BOLIVIA PARAGUAY Rio de Janeiro São Paulo

CHILE

ARGENTINA

Florianópolis

Passo Fundo

VENEZUELA COLOMBIA

PERU

Chapecó

Porto Alegre

URUGUAY

• Aracaju • Belo Horizonte • Brasília • Campo Grande • Chapecó • Cuiabá • Curitiba • Florianópolis • Fortaleza • Goiânia • ilhéus • João pessoa • Juazeiro do norte • Maceió • natal • passo Fundo • petrolina • porto Alegre • porto velho • recife • rio de Janei ro • salvador • são paulo

avianca em revista

ago.14

· 125


INSTITUCIONAL

Tijuana

C

O

R

P

O

R

A

T

Rotas internacionais

international Routes MÉXICO

PORT OF SPAIN

Monterrey

LA HABANA Cancún

Mérida

León Guadalajara Puerto Vallarta CIUDAD DE MÉXICO

PORT-AU-PRINCE

Veracruz

Villahermosa Flores

Acapulco

GUATEMALA

BELICE

Roatán La Ceiba San Pedro Sula

HONDURAS

CIUDAD DE GUATEMALA

TEGUCIGALPA

EL SALVADOR

NICARAGUA

SAN SALVADOR

MANAGUA

Tamarindo Liberia

Tambor Quepos Drake Golfito

San Andrés Santa Marta Barranquilla Cartagena Corozal Montería

Riohacha

Palma Sur

CARACAS

PANAMÁ

CIUDAD DE PANAMÁ

Valledupar Valencia

CARACAS

Medellín

VENEZUELA

Cúcuta

Apartadó

Fortuna SAN JOSÉ

Bucaramanga

Medellín Quibdó Manizales Pereira Armenia Buenaventura Ibagué Cali Neiva Guapi Popayán Tumaco Pasto Florencia

Arauca Puerto Carreño

Barrancabermeja

BOGOTÁ Cali

COLOMBIA

COLOMBIA

Yopal BOGOTÁ Villavicencio

Puerto Inírida

QUITO

San José del Guaviare

Guayaquil

QUITO

Baltra Island San Cristóbal Santa Cruz Manta

Coca

GALÁPAGOS

ECUADOR

Guayaquil Cuenca

Piura

PERÚ

Leticia

Tarapoto

Chiclayo Trujillo

LIMA

PERÚ

LIMA Puerto Maldonado

Cuzco Juliaca

126 ·

ago.14

avianca em revista

Arequipa

BOLIVIA LA PAZ

Santa Cruz

avianca.com.br


​A partir de 8 de junho de 2014, oito de nossas rotas que chegam e saem da cidade Bogotá serão deslocadas para a Terminal 1 El Dorado. O resto da operação continuará funcionando na Terminal 2 Puente Aéreo.​

CANADÁ Edmonton Vancouver

Calgary

Seattle Portland Eugene

Minneapolis

Arcata Medford

Denver Sacramento

Portland

Toronto Manchester Rochester Buffalo Syracuse Boston Detroit Chicago Hartford Cleveland Columbus York (JFK) Pittsurgh NewLa Guardia Dayton Indianapolis Newark Harrisburg Cincinnati Philadelphia

ESTADOS UNIDOS

Fresno

Montreal

OTAWA

Kansas City

WASHINGTON

San Francisco Monterrey San José San Luis Obispo Reno Santa María las Vegas Santa Bárbara Los Ángeles Phoenix San Diego

Richmond Roanoke Greensboro

Norfolk Raleigh Durham

Charlotte

Dallas

Kaui

Kona Honolulu

Houston

HAWÁI

Tampa

Orlando Fort Lauderdale Miami

Cancún

CIUDAD DE MÉXICO

MÉXICO CIUDAD DE GUATEMALA

San Pedro Sula

SAN SALVADOR

MANAGUA Liberia

Barranquilla Cartagena

SAN JOSÉ Frankfurt

EUROPA

Medellín Múnich

Cali

PARÍS

BOGOTÁ

COLOMBIA

La Coruña Bilbao San Sebastián Oviedo Pamplona Valladolid Zaragoza

Santiago Vigo

Barcelona MADRID Sevilla Cádiz

Jerez Córdoba Málaga

PERÚ

Valencia Palma de Mallorca Alicante

LIMA

Canarias Gran Canaria

Tenerife

avianca em revista

ago.14

· 127


INSTITUCIONAL C

O

R

P

O

R

A

T

Lojas avianca no brasil

avianca sales desks in brazil ARACAJU

Aeroporto Santa Maria Av. Senador Júlio C. Leite, s/nºCEP: 49037-580 - Aracaju - SE Tel.: (79) 3243-1041

Goiânia

Aeroporto de Goiânia Praça Capitão Frazão, s/nºSetor Santa Genoveva - Goiânia - GO

ilhéus

BRASÍLIA

Aeroporto Int. Juscelino Kubitschek Lago Sul, s/nºCEP: 71608-900 - Brasília - DF Tel.: (61) 3364-9358 Câmara dos Deputados Esplanada dos Ministérios Câmara dos Deputados - Anexo IV - Térreo - Centro CEP: 70160-900 - Brasília - DF Tel.: (61) 3216-9946

BELO HORIZONTE - CONFINS Aeroporto Internacional Tancredo Neves LMG 800 - km 7,9 - s/nºCEP: 33500-900 - Belo Horizonte - MG Tel.: (31) 3689-2688

CAMPO GRANDE

Aeroporto Internacional de Campo Grande Av. Duque de Caxias, s/nº- - Vila Serradinho CEP: 79101-901 - Campo Grande - MS Tel.: (67) 3368-6171

CHAPECÓ

Aeroporto Serafim Enoss Bertaso Acesso Florestal Ribeiro, 4.535 Quedas do Palmital CEP: 89805-720 - Chapecó - SC Tel.: (49) 3323-0444

CUIABÁ

Aeroporto Internacional Marechal Rondon Av. Governador João Ponce de Arruda, s/nºJardim Aeroporto CEP: 78110-900 - Várzea Grande - MT Tel.: (65) 3614-2550

CURITIBA

Aeroporto Internacional Afonso Pena Saguão Principal , Av. Rocha Pombo, s/nº- - Águas Belas CEP: 83010-900 - São José dos Pinhais - PR Tel.: (41) 3381-1354

FLORIANÓPOLIS

Aeroporto Internacional Hercilio Luz Av. Diomício Freitas, 3.393 - Carianos CEP: 88047-900 - Florianópolis - SC Tel.: (48) 3331-4233

FORTALEZA

PORTO VELHO

Aeroporto Gov. Jorge Teixeira de Oliveira Av. Gov. Jorge Teixeira, s/nº- - Belmont CEP: 76803-250 - Porto Velho - RO Tel.: (69) 3219-7472

Aeroporto de Ilhéus R. Brigadeiro Eduardo Gomes, s/nºPonta Ilhéus - CEP: 45654-070 (Nova Base 1º- Setembro) - Ilhéus - BA Tel.: (73) 3231-7957

RECIFE

João pessoa

RIO DE JANEIRO - GALEÃO

Aeroporto Int. Pres. Castro Pinto, s/nºBayeux - CEP: 58308-901 - João Pessoa - PB Tel.: (83) 3232-721

JUAZEIRO DO NORTE

Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes Av. Virgílio Távora, 4.000 - Aeroporto CEP: 63020-470 - Juazeiro do Norte - CE Tel.: (88) 3572-1050

MACEIÓ

Aeroporto Internacional de Maceió Zumbi dos Palmares Rodovia BR 104 Km 91. CEP: 57110-100 - Tabuleiro Maceió - AL Tel.: (82) 3036 5409

natal

Aeroporto São Gonçalo do Amarante Avenida Ruy Pereira dos Santos, 3.100 CEP: 59290-000 São Gonçalo do Amarante - RN Tel.: (84) 3343-6422

PASSO FUNDO

Aeroporto Lauro Kourtz BR 285 - km 287 - Zona Rural CEP: 99050-970 - Passo Fundo - RS Tel.: (54) 3045-3008

PETROLINA

Aeroporto Senador Nilo Coelho BR 235 - km 11 - Zona Rural CEP: 56313-900 - Caixa Postal 403 Petrolina - PE Tel.: (87) 3863-0808

PORTO ALEGRE

Aeroporto Internacional Salgado Filho Saguão Principal Av. Severo Dullius, 90.010 - Anchieta CEP: 90200-310 - Porto Alegre - RS Tel.: (51) 3358-2393

Aeroporto Internacional de Guararapes Gilberto Freyre - Praça Salgado Filho, s/nºImbiribeira - CEP: 51210-902 - Recife - PE Tel.: (81) 3322-4841

Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim Av. 20 de Janeiro, s/nºTerminal I - Setor B - 2º- Andar CEP: 21941-570 - Ilha do Governador Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3398-4648

RIO DE JANEIRO - SANTOS DUMONT Aeroporto Santos Dumont Praça Senador Salgado Filho, s/nºCEP: 20021-340 - Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3814-7329

SALVADOR

Aeroporto Internacional Deputado Luiz Eduardo Magalhães Praça Gago Coutinho, s/nºSão Cristovão - CEP: 41510-045 Salvador - BA - Tel.: (71) 3204-1586

SÃO PAULO

Av. Washington Luis, 7.059 CEP: 04627-006 - Campo Belo - São Paulo - SP Tels.: (11) 2176-1111 / 1110

SÃO PAULO - CONGONHAS Aeroporto Internacional de Congonhas Praça Comandante Lineu Gomes, s/nºSaguão Principal (Embarque) CEP: 04626-911 - São Paulo - SP Tel.: (11) 5090-9728

SÃO PAULO - GUARULHOS Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro Rodovia Hélio Smidt, s/nº- - Ed. Interligação Balcão Avianca - Terminal I - ASA A CEP: 07143-970 - Guarulhos - SP Tels.: (11) 2445-3576 / 3759

Aeroporto Internacional Pinto Martins Av. Senador Carlos Jereissatti, 3.000 Serrinha - CEP: 60741-900 - Fortaleza - CE Tel.: (85) 3392-1525

128 · ago.14

avianca em revista

avianca.com.br


O serviço de cargas nacional da Avianca se consolida como alternativa de transporte para sua carga ou encomenda, proporcionando uma ampliação na sua rede de atendimento a seus clientes.

Avianca’s domestic freight service has become a reliable transportation alternative for your freight or small parcels, ensuring the expansion of its client checking desk network. • Utilização de voos comerciais da Avianca.• Utilização de voos regionais exclusivos. • Rastreamento da encomenda on-line. • Opção de seguro para transporte. • Sistema simplificado de tarifas. • Flexibilidade no atendimento. • Atendimento nas principais capitais, com coleta e entrega. • Use of Avianca commercial flights. • Use of exclusive regional flights. • On-line tracking of all orders. • Transportation insurance options. • Simplified airfare system. • Flexible services. • Pick-up and delivery services in the main capital cities.

Aracaju - AJU

Rua José de Araújo Neto, nº 325 Orlando Dantas CEP: 49042-250 - Aracaju - SE Tel: (79) 3251-6192 Email: ops.aju@aviancacargo.com.br

Brasília – BSB

Aeroporto Internacional de Brasília Terminal de Logística de Carga Nacional salas 06 e 08 - Térreo CEP: 71608-900 – Brasília - DF Tel.: (61) 3364-9674 / 3364-9673 E-mail: ops.bsb@aviancacargo.com.br

Campo Grande – CGR

Aeroporto de Campo Grande Hangar Infraero Cargo - Entrada lateral, fundos - Jardim Aeroporto CEP: 79101-901 - Campo Grande - MS Tel.: (67) 3363-0444 E-mail: ops.cgr@aviancacargo.com.br

Chapecó - XAP

Acesso Florenal Ribeiro, s/nº – Aeroporto CEP: 89800-000 – Chapecó - SC Tel.: (49) 3328-3747 E-mail: ops.xap@aviancacargo.com.br

Confins - CNF

Aeroporto Internacional Tancredo Neves Terminal de Cargas Rodovia MG 10 – Km 39 CEP: 33400-000 - Confins - MG Tel.: (31) 3689-2683 E-mail: ops.cnf@aviancacargo.com.br

Cuiabá - CGB

Aeroporto Internacional Marechal Rondon Av. Gov. João Ponce Arruda, s/nº - Jardim Aeroporto CEP: 78110-100 - Várzea Grande - MT Tel.: (65) 3029-7001 E-mail: ops.cgb@aviancacargo.com.br

Curitiba – CWB

Aeroporto Internacional Afonso Pena Teca Infraero – Carga Doméstica Av. Rocha Pombo, s/nº CEP: 83010-900 – Curitiba - PR Tel.: (41) 3381-1350 / 3381-1364 E-mail: ops.cwb@aviancacargo.com.br

Florianópolis - FLN

Av. Deputado Diomício de Freitas, nº3393 CEP: 88047-400 - Florianópolis - SC Tel.: (48) 3331-4201 E-mail: ops.fln@aviancacargo.com.br

Fortaleza – FOR

Porto Velho - PVH

ILHÉUS - IOS

Recife – REC

Av. Senador Carlos Jereissatti, nº 3000 - Serrinha CEP: 60740-900 – Fortaleza - CE Tel.: (85) 3392-1717 E-mail: ops.for@aviancacargo.com.br

Rua Bonfim, s/nº, Bairro Pontal CEP: 45654-050 - Ilhéus - BA Tel.: (73) 3633 4837 E-mail: ops.ios@aviancacargo.com.br

João Pessoa - JPA

Aeroporto Internacional de João Pessoa Terminal de Cargas Nacional Av. Marechal Rondon, s/nº CEP: 58308-000 - Bayeux - PB Tel.: (83) 3232 7674 / 3232 1637 E-mail: ops.jpa@aviancacargo.com.br

JUAZEIRO DO NORTE - JDO Rua: São Francisco, nº 821 - Centro CEP: 63010-215 - Juazeiro do Norte - CE Tel.: (88) 3512-2648 E-mail: ops.jdo@aviancacargo.com.br

Natal - NAT

Avenida Piloto Pereira Tim, nº 617, Galpão 09 CEP: 59140-248 - Parnamirim – RN Tel.: (84) 3645-6896 E-mail: ops.nat@aviancacargo.com.br

MACEIÓ - MCZ

Rodovia BR 104 km 92, nº 04 - galpão 04 - Aeroporto CEP: 57100-000 - Rio Largo - AL Tel.: (82) 3342-3554 E-mail: ops.mcz@aviancacargo.com.br

Passo Fundo - PFB

Aeroporto Regional de Passo Fundo BR 285 - KM 287 – Zona Rural de Passo Fundo CEP: 99050-970 – Passo Fundo - RS Tel.: (54) 3311-4993 E-mail: ops.pfb@aviancacargo.com.br

Petrolina - PNZ

Rua Ana Nery, 40 - Vila Mocó CEP: 56304-500 - Petrolina - PE Tel.: (87) 3031-6585 E-mail: ops.pnz@aviancacargo.com.br

Porto Alegre - POA

Av. Severo Dullius, s/nº, Portão 06 Infraero – São João CEP: 90200-310 – Porto Alegre - RS Tel.: (51) 3358 2399 E-mail: ops.poa@aviancacargo.com.br

Rua Rafael Vaz e Silva, 2645 - Liberdade CEP: 76803-890 - Porto Velho - RO Tel.: (69) 3223-8421 E-mail: ops.pvh@aviancacargo.com.br

Aeroporto Internacional de Guararapes Praça Ministro Salgado Filho, s/nº, Teca 2 Infraero CEP: 51210-010 – Recife - PE Tel.: (81) 3322-4724 E-mail: ops.rec@aviancacargo.com.br

Rio de Janeiro - Santos Dumont - SDU Aeroporto Santos Dumont Av. Almirante Sílvio de Noronha, nº 399, Cabeceira Sul CEP: 20231-030 – Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3814-7577 E-mail: ops.sdu@aviancacargo.com.br

RIO DE JANEIRO - GALEÃO - GIG

Estrada do Galeão, s/nº - Terminal de Cargas - Aeroporto Velho do Galeão CEP: 21941-510 - Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3398-7031 E-mail: ops.gig@aviancacargo.com.br

Salvador – SSA

Área Industrial, nº 15A, Teca Infraero Doméstico Aeroporto CEP: 41500-570 – Salvador - BA Tels.: (71) 3204-1129 E-mail: ops.ssa@aviancacargo.com.br

São Paulo - Congonhas CGH Av. Pedro Bueno, 1382 - Jardim Aeroporto CEP: 04342-001 – São Paulo - SP Tel.: (11) 4020 2021 / 0300 313 2021 E-mail: cerca@aviancacargo.com.br

São Paulo - Guarulhos GRU Aeroporto Internacional de Guarulhos Rodovia Helio Smidt, s/n – Terminal de Cargas Nacional CEP: 07141-970 – Guarulhos - SP Tel.: (11) 4020 2021 / 0300 313 2021

www.aviancacargo.com.br avianca em revista

ago.14

· 129


expediente

Colaboradores Vladi Fernandes Fotógrafo com 20 anos de experiência. Mantêm o Casa de Moda, estúdio especializado em fotografia de moda www.vladi.com.br www.casademoda.com.br Carla Palmieri Jornalista de moda, colunista gastronômica e crítica de moda, cinema e outros assuntos que vivencia em seu blog My Fashion Life myfashionlife.com.br

Presidente: José Efromovich Vice-presidente de Marketing e Comercial: Tarcisio Gargioni Conselho Editorial: Flavia Zulzke – Gerente de Marketing Fernanda Coelho – Analista de Marketing Felipe Coutinho – Assistente de Marketing Marketing Avianca: Gabriel Lago - Coordenador de Marketing

e m

Rozze Angel Jornalista especializada em moda e entrevista. Atua também como pesquisadora de tendências, cool hunter, e compartilha suas experiências em www.iangel.com.br Pedro Henrique Jornalista, DJ e pesquisador de música brasileira

Fundada em 2002 avianca.com.br AviancaBrasil AviancaBrasil AviancaBrasil Avianca

blog.avianca.com.br AviancaBr

central de reserva 4004-4040 outras cidades 0300-7898160 SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor SAC 0800-286-6543 Atendimento ao deficiente auditivo: 0800-286-5445

r e v i s t a

Diretor Executivo Carlos Koga - c.koga@midiaonboard.com.br Editor Fredy Campos - redacao@aviancaemrevista.com.br Jornalista Responsável Camila Balthazar - camila.balthazar@aviancaemrevista.com.br Marketing Priscila Soares -priscila@aviancaemrevista.com.br Publicidade Marcelo Simões - marcelo@aviancaemrevista.com.br Departamento Financeiro Jane Elaine - jane@midiaonboard.com.br Produção Salvador Nazarre e Otávio Yamasaki Projeto Gráfico Agência Sampling Design / Diagramação Lisiane Dressler - Agência Sampling Edição de Imagem Graziela Ventura Revisão TGA Idiomas PARA ANUNCIAR comercial@aviancaemrevista.com.br +55 11 5505-0078 Colaboraram nesta edição Thaís Amormino, Kamira, Renata Maranhão, Fábio Kanczuk, Silvia Camargho, Adonis Alonso, Tatiane Greco, Vitor Cardoso, Pedro Henrique Araujo, Rozze Angel, Simone Farret, Ricardo Oliveros, Carla Palmieri, Paulo Greca, Eric Pomi, Tati Brandão Agradecimentos Karina Bacchi, Walério Araujo, Tânia Mara, Stelleo Tolda, lucarelli, Lipe, Bruninho, Lucão, Théo, Dante, Laura Muller, Ale de Souza

SELO

e m

A Avianca em Revista é uma publicação da Editora Drops, sob a licença da empresa aérea Avianca, distribuida exclusivamente a bordo das aeronaves nos voos nacionais. As pessoas que não constam do expediente da revista não tem autorização para falar em nome da revista. É necessário uma carta de autorização, atualizada e datada em papel timbrado assinada pelos editores. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade dos autores e fica expressamente proibido a reprodução total ou parcial sem autorização prévia.

r e v i s t a

MIgUeL FaLaBeLLa “SEMPRE QUIS O PALCO. NUNCA QUIS OUTRA COISA NA MINHA VIDA”

NO Mar emBaRQue em um cRuZeiRo peLo caRiBe CharMe de BÚZIOs BaLNeÁRio de 23 pRaias pRa todos os Gostos daNI CaLaBresa eNtRevista com a comediaNte Que JÁ foi tÍmida e hoJe Não peRde uma piada

#48_Julho.indd 1

6/24/14 17:17

www.avianca.com.br

e m

r e v i s t a

NO AUGE DO SUCESSO, A TOP

FERNANDA MOTTA FIXA RAÍZES NO BRASIL E AGUARDA A CHEGADA DA PRIMEIRA FILHA

INTERNACIONAL TURISMO EM ORLANDO ALÉM DO TRADICIONAL ROTEIRO DISNEY E COMPRAS NACIONAL A COSMOPOLITA NATAL REÚNE O MELHOR DA GASTRONOMIA, BALADAS E LAZER ARTE JARDINS E ESCULTURAS DE MUSEUS PAULISTAS PARA CONTEMPLAR AO AR LIVRE

Confira as edições anteriores em www.aviancaemrevista.com.br

Editora Drops (55 11)5505-0078 aviancaemrevista.com.br Impressão IBEP Gráfica

Tiragem: 35.000 exemplares. Todos os direitos reservados. Auditado pela


A MAzArs AuxiliA suA eMpresA A Atender A obrigAtoriedAde do Censo AnuAl de CApitAis estrAngeiros e sisCoserv Censo Anual de Capitais Estrangeiros no País Até 15 de agosto, todas as pessoas jurídicas residentes no Brasil, que possuíam em 31 de dezembro de 2013, em seus instrumentos patrimoniais, a participação de pessoa física ou jurídica de não residentes, mediante critérios específicos, devem declarar ao Banco Central, o Censo Anual de Capitais Estrangeiros. A não entrega, atraso, erro ou vício da declaração é passível de aplicação de multa de até R$ 250.000,00. Siscoserv A obrigação possui novo prazo e deve ser realizada por pessoa física, jurídica ou o responsável legal do ente despersonalizado prestador ou tomador de serviço residente ou domiciliado no Brasil que: • realiza operações de importação e exportação. • transfere ou adquire o intangível. A não entrega, atraso, erro ou vício da declaração é passível de aplicação de multa de até R$ 1.500,00 por mês-calendário ou fração. Para saber mais ou contratar nossos serviços, entre em contato conosco, através do e-mail: relacionamento@mazars.com.br A Mazars é uma organização internacional, integrada e independente que está presente em 72 países, nos quais trabalham mais de 13.800 pessoas. No Brasil, temos escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas e Curitiba, nos quais 850 colaboradores atendem clientes em âmbito nacional e internacional.

São Paulo +55 11 3524-4500 www.mazars.com.br

Rio de Janeiro +55 21 3233-4700

Campinas +55 19 3368-7811

Curitiba +55 41 3082-3905


#49 - Meninos do vôlei  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you