Page 1

RIO DE JANEIRO 454 ANOS DE HISTÓRIA NA CIDADE MARAVILHOSA

CANCÚN E RIVIERA MAIA

MAR AZUL, BADALAÇÃO E SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS NO CARIBE MEXICANO

HENRIQUE FOGAÇA A TRAJETÓRIA DO CHEF, EMPREENDEDOR E ESTRELA DA TV

ESTE EXEMPLAR É SEU


/AviancaBrasil avianca.com.br


Avianca Brasil

17

ANOS

Já faz 17 anos! 17 anos que começamos nossa jornada. Dá até pra perder a conta de quantos voos e quantos sonhos já realizamos. Desde o começo, fazemos tudo com muito carinho para que você se sinta especial do começo ao fim da sua viagem. Muito obrigada por fazer parte da nossa história. Continuamos aqui e sempre será um prazer te levar.


A PA I XO N E - S E

P E LO

Confor to

/AviancaBrasil avianca.com.br


Nosso conforto é apaixonante! Oferecemos o maior espaço entre todas as poltronas em nossas aeronaves para que sua experiência de voo seja inesquecível. Aqui, fazemos tudo pra você se apaixonar. Boa viagem!


RETRANCA

8

AVIANCA EM REVISTA

ELLUS.COM


C H A Y

S U E D E

p a r a

AVIANCA EM REVISTA

9


CONTENT

SUMário edição 104

/summary

março de 2019

edition #104 March, 2019

Henrique Fogaça Chef, empreendedor e estrela da TV

// Chef, entrepreneur and TV star

50

12 Backstage 14 Editorial 16 We Love Avianca 18 #ReporterAvianca

// Our readers’ clicks on the social network

20 Foz do Iguaçu

Um paraíso de cachoeiras no Paraná // A waterfall paradise in Paraná

22 Aracaju

Banhos de mar e rio na capital sergipana // Sea and river baths in the capital of Sergipe

24 Agenda

Programas culturais pelo país

// Cultural programs in the country

28 Nas telas / On the screen

“Dumbo” e outras três estreias nos cinemas

// “Dumbo” and other three new releases

38

Rio Histórico / Historical Rio A memória preservada nas ruas cariocas

// A preserved memory in the streets of Rio

FOTOS: R APHAEL BRIES T, ALE X ANDRE MACIEIR A /RIOT UR, SHU T T ERS TOCK E DIVULGAÇÃO

Os cliques dos nossos leitores nas redes sociais


58

Cancún e Riviera Maia / Cancun and Riviera Maia As praias paradisíacas dos mais famosos destinos mexicanos

// Breathtaking beaches in the most famous Mexican destinations

36

Escova de dentes elétrica Issa 2, Foreo R$ 849 foreo.com

Shopping

30 Boa leitura / Nice reading Autores que foram além das páginas

// Authors that went beyond their written pages

34 Do balcão / From the counter Uma seleção de bares e bons drinks // A selection of bars and good drinks

68 Biografia / Biography

Ygor Moura, sócio-fundador da Espaçolaser // Ygor Moura, partner-founder of Espaçolaser

74 Sabor brasileiro / Brazilian flavor Amázzoni Gin abre as portas de sua destilaria // Amázzoni Gin opens its distillery doors

76 Bate-volta / Getaway Um dia em Palm Beach // A day in Palm Beach

80 Vinhos / Wine

As surpresas da região do Dão, em Portugal

// Surprises in the Dão region in Portugal

82 Family Trip

O prazer de redescobrir lugares com os filhos // The pleasure of revisiting places with kids

32 Gastronomia / Eating Novos endereços para comer bem

// New addresses to eat well

84 Expedição / Expedition Memórias de uma viagem pelo Vietnã // Memories of a trip to Vietnam

98 Arquitetura da Periferia / Suburban Architecture Empoderamento feminino no canteiro de obras

// Women empowerment on construction sites


BACKSTAGE

EXPEDIENTE Diretor-geral Jorge Vianna Vice-presidente de Marketing e Vendas

HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO

Alberto Weisser Conselho Editorial: Diretora de Marketing Thais Skitnevsky Grinberg Gerente de Marketing Gabriel Lago Gerente de Comunicação Mariana Garbin Coordenadora de Comunicação Externa Flávia Ragazzo Coordenadora de Marketing Fernanda Coelho Coordenador de Marketing Kleber Sanches www.aviancabrasil.com.br E M R E V I S TA

Diretor Executivo Carlos Koga c.koga@mediaonboard.com.br

Editora Juliana Deodoro Editora Assistente Luiza Vieira Marketing Priscila Soares Produção Guiomar Barbuto Online Renata Canivezo Comercial Luciana Borelli, Miriam Pujol, Regina Moreno, Valéria Alves Financeiro Jane Elaine Assistente de Direção George Tebet Designers Ana Carolina Abreu e Bia Gomes Edição de Imagem Grazi Ventura Revisão TGA Idiomas Tradução Berlitz Assessoria Jurídica Savatore Morello Advogados Colaboradores Antonio Pita, Augusto Rebello,

O chef Henrique Fogaça não para quieto. No ensaio dessa capa de Avianca em Revista, na antiga fábrica Cristaleria Nacional, em São Paulo, fez questão de bisbilhotar cada canto, fascinado com a locação. “BORA!”, ele gritava e se divertia, enquanto conversava com a equipe sobre sua vida e próximos passos. Na entrevista, ele fala sobre o novo restaurante, Sal Grosso, e os inúmeros projetos que encabeça. // History in the making - Chef Henrique Fogaça never stands still. For this Avianca em Revista cover, in the former glass plant Cristaleria Nacional in São Paulo, he insisted on poking around every corner of that location, which he got fascinated with. “LET’S GO”, he shouted and enjoyed himself, while he was talking with our team about his life and next steps. In the interview, he speaks about his new restaurant, Sal Grosso, and the uncountable projects he is managing.

“Eu tenho que dosar os meus horários e prioridades, que são meus filhos e meu trabalho. Aprendi a falar muitos ‘nãos’ para me preservar.” “I have to balance my schedule and priorities, which are my kids and my work. I learned how to say ‘no’ plenty of times in order to preserve myself.”

//

veja mais em @aviancaemrevista  / read more at @aviancaemrevista

12

AVIANCA EM REVISTA

Carla Lencastre, Daniel Perches, Daniel Salles, Edson Veiga, Heloisa Schurmann, Mari Veiga, Marília Marasciulo, Nataly Costa, Patrícia Lanzoni, Raphael Briest, Raphael Calles www.aviancaemrevista.com.br redacao@mediaonboard.com.br

PARA ANUNCIAR comercial@mediaonboard.com.br (55 11) 5505-0078

Impressão Log&Print Tiragem 40.000 exemplares A Avianca em Revista é uma publicação da Media Onboard, sob a licença da empresa aérea Avianca Brasil, distribuída exclusivamente a bordo das aeronaves nos voos nacionais. Venda proibida. As pessoas que não constam do expediente da revista não têm autorização para falar em nome da revista. É necessário uma carta de autorização, atualizada e datada em papel timbrado assinada pelos editores. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade dos autores e fica expressamente proibido a reprodução total ou parcial sem autorização prévia. Todos os direitos reservados.

Media Onboard Rua Pensilvânia, 1126 - Brooklin São Paulo - SP CEP: 04564 003


EDITORIAL

TEMPO, TEMPO, TEMPO N

o escritório da Cristaleria Nacional, antiga fábrica de vidro no Belenzinho e locação para as fotos da nossa capa deste mês, o calendário deixado displicentemente em uma grande mesa de madeira mostra que o lugar parou em outro tempo: os carimbos na página são de 1983. Uma volta pelo labirinto de estantes lotadas de peças que compõem o acervo também dá essa impressão. Há taças e copos de diversas cores e estilos, vasos simples e peças de luminárias chiques – sem contar uma imensidão de vidros verdes, amarelos e vermelhos que, em outras épocas, foram produzidos para os semáforos de São Paulo. Foi ali que o chef Henrique Fogaça posou para as lentes de Raphael Briest e conversou com Luiza Vieira sobre passado e futuro. Ex-estudante de arquitetura, ex-funcionário de banco, ex-vendedor ambulante, Fogaça se tornou um dos cozinheiros mais conhecidos do Brasil. Com um novo restaurante saindo do forno, o Sal Grosso, no Rio de Janeiro, ele completa a marca de 11 estabelecimentos e fala sobre o grande aprendizado que essa trajetória lhe deu: saber administrar (e aproveitar) melhor seu tempo. No mês do aniversário do Rio de Janeiro, decidimos explorar a cidade – uma das mais visitadas do país – de outra forma. O jornalista Antonio Pita percorreu lugares que ajudam a contar a história da capital fluminense ao longo dos últimos 454 anos. Da primeira rua pavimentada da então vila de São Sebastião ao Museu do Amanhã, marco da revitalização urbana pela qual o Rio passou para as Olimpíadas de 2016, se descobre uma cidade vanguardista, viva e com uma memória que merece ser preservada. Rota da nossa matéria internacional, Cancún também passou por muitas transformações no decorrer dos anos. E, com apenas 22 quilômetros de litoral, recebe mais turistas que o Brasil inteiro. Nataly Costa conta por que vale a pena conhecer a cidade mexicana e ainda ir além, atrás das principais atrações da Riviera Maia. Em cidades como Tulum, que já foi um reduto hippie e esotérico, e hoje recebe milhares de visitantes, o tempo comprova ser realmente um compositor de destinos. Boa leitura!

Juliana Deodoro Editora / Editor

CAPA // Cover HENRIQUE FOGAÇA CRISTALERIA NACIONAL Fotos/Photos: Raphael Briest Macacão Dickies Bota Acervo pessoal

14

AVIANCA EM REVISTA

// TIME, TIME, TIME In the office of Cristaleria Nacional, a former glass factory in Belenzinho and setting for the photo shooting session of this month's cover article, a calendar carelessly left on a wooden table shows that it may belong to another time: the stamps on the page are from 1983. This feeling is reinforced when you look around the maze of shelves completely taken by items belonging to the collection. There are goblets and glasses of many colors and styles, plain vases and sophisticated lamp items – not to mention the uncountable green, yellow and red glasses that in other times were manufactured for traffic lights in São Paulo. This is where the chef Henrique Fogaça posed for the lens of Raphael Briest and talked to Luiza Vieira about the past and future. A former Architecture student, former bank clerk, a former street vendor, Fogaça has become one of the most wellknown cooks of Brazil. With a brand new restaurant, Sal Grosso, in Rio de Janeiro, he achieves the number of 11 restaurants and he speaks about the learning process granted by this way: the ability to manage (and enjoy) his time better. In the month of Rio de Janeiro's anniversary, we decided to explore the city – one of the most visited in the country – in a different way. The journalist Antonio Pita got around places that help telling the history of Rio de Janeiro State capital over the last 454 years. Beginning with the first paved road of the late Vila de São Sebastião and moving to Museu do Amanhã, a landmark of urban renewal that Rio has been through due to the 2016 Olympic Games, we are able to discover a pioneering and lively city, presenting a memory that deserves being preserved. The subject of our international destination, Cancún has also been through plenty of changes over the years. And, with only a 22-kilometer-long coast, it hosts more tourists than Brazil. Nataly Costa tells why visiting the Mexican city is worth doing and she travels even further, looking for the main attractions of Riviera Maia. In cities like Tulum, that has once been a hippie and esoteric refuge, time proves that it really is a designer of destinations. Have a pleasant reading!


Uma aventura exclusiva na Amazônia

50%

DE DESCONTO NO

2 º PA SSAG EI RO*

I B E RO STA R GRAN D AMAZON PARCELE EM ATÉ

10X SEM JUROS

NO NOSSO SITE

Datas Promocionais: De De De De

11 a 17/03/19 25 a 28/03/19 05 a 18/04/19 06 a 26/05/19

De De De De

31/05 a 07/07/19 15 a 21/07/19 26/07 a 25/08/19 02 a 26/09/19

De 04 a 27/10/19 De 01 a 24/11/19 De 02 a 29/12/19

iberostar.com | 92 2126-9927 * Válido para reservas efetuadas a partir de 31.01.2018 e para hospedagem em cabine DBL. Para hospedagem em cabine SGL, desconto de 25% nas datas mencionadas.


WE LOVE

WE

AVIANCA

João Vitor Augusto Mendes Salvador > Brasília

Dilmara Alves e Daiane Witt Porto Alegre > Rio de Janeiro

Annays Marquetes Salvador > Rio de Janeiro

Janaína Carrijo João Pessoa > São Paulo

Sofia Koga Salvador > São Paulo

Athila, Manuele e Jurema Fortaleza > Juazeiro do Norte

Eliandra Mirlei Rossi Florianópolis > Chapecó

João e Clarissa Braz, e Ivan Ferreira Petrolina > Recife

“Sempre que posso, viajo com a Avianca. Conforto e bom atendimento. Parabéns a toda equipe.” / “Whenever I can, I travel with Avianca. Comfort and good service. Congratulations to the whole team.”

16

AVIANCA EM REVISTA


Acesse o site www.aviancaemrevista.com.br e envie sua foto. Você também pode postar no seu Instagram com a hashtag #weloveavianca ou encaminhar para o email welove@aviancaemrevista.com.br // Enter the website www.aviancaemrevista.com.br and send your picture. You can also post it on your Instagram account using the hashtag #weloveavianca or send it to the email welove@aviancaemrevista.com.br

Gustavo e Carlos Carrijo João Pessoa > São Paulo

Rogerio, Gabrielle e Nicole Cyrillo Maceió > Rio de Janeiro

Cristina Freitas Ilhéus > Salvador

Takashi Tokumo São Paulo > João Pessoa

Joselisa Chaves Salvador > Maceió

Luciano Rocha e Elene Meneses Petrolina > Recife

Veridiana Fidelis da Silva São Paulo > Recife

Henry Zimbrunes Salvador > Brasília

“Sempre viajamos pela Avianca e adoramos o conforto e a gentileza dos comissários de bordo! Equipe nota 10.” / “We always travel with Avianca, and we love the comfort and courtesy of the flight attendants! Great team!”

AVIANCA EM REVISTA

17


REPOST

REPÓRTER AVIANCA Viajou para um destino incrível, viveu uma experiência inesquecível ou descobriu um restaurante delicioso e acha que rende uma boa história? Use #REPORTERAVIANCA e a sua dica pode ser publicada na revista // Have you traveled to an incredible destination, experienced something unforgettable or found an amazing restaurant and do you think it sounds like a nice story to be shared? Use #REPORTERAVIANCA and your tip may be published in our magazine

Boa Viagem é uma ótima localização para quem gosta de apreciar o mar, com piscinas naturais e águas cristalinas. É gostoso aproveitar a brisa, no fim da tarde, para fazer caminhadas. A orla ainda dispõe de aparelhos para ginástica.”

O Mangal das Garças é daqueles pontos que todo mundo indica para incluir no roteiro de Belém, tanto turistas, quanto paraenses. Do mirante, dá para ver o mundão de rio e boa parte da cidade. No borboletário, há vitórias-régias. Já do lado de fora, você encontra várias garças e os vermelhinhos e simpáticos guarás.”

Pertinho de Fortaleza, a Praia de Cumbuco com certeza está entre os melhores destinos! O que pouca gente sabe é que é possível realizar passeio de buggy (com ou sem emoção) pelas dunas da região, com uma parada para banho na Lagoa do Cauípe.”

// “Mangal das Garças is one of those places that both tourists and local residents give you as a suggestion while you are preparing your itinerary to Belém. From the lookout you can see the huge river and very much of the city. In the butterfly nursery, there are some specimens of Victoria amazonica. Outdoors, you are able to meet plenty of egrets and the reddish and kind scarlet ibis.”

// “Very close to Fortaleza, Cumbuco Beach is for sure one of the best trip destinations! Not everyone knows that it is possible to go for buggy ride (a thrilling one or not) in the dunes of the region, with a bathing stop at the lake Cauípe.” Praia de Cumbuco | Cumbuco, Ceará

Mangal das Garças | Belém, Pará

Luísa Melo @lufmelo

18

AVIANCA EM REVISTA

Rebeca Sabatin @rebecasabatin

// “Boa Viagem, with its natural pools and crystal clear waters, is an excellent place for someone who likes the sea. It is very pleasant to go for a walk and enjoy the breeze at the end of the afternoon. There is some workout equipment at the sea shore.” Praia de Boa Viagem | Recife, Pernambuco

Cassia Czeszak @cassiaczeszak

Publique sua foto no Instagram com #reporteravianca e conte porque mais pessoas deveriam conhecer este lugar // Publish your photo at Instagram with #reporteravianca and tell us why more people should know this place


Assistir a um show de cores, ritmos e acrobacias.

Foto: Tim Bennett Figurino: Liz Vandal Š 2017 Cirque du Soleil

Alugue essa ideia.

alugue pelo app

0800 979 2020 localizahertz.com

Locadora oficial do espetĂĄculo OVO, do Cirque du Soleil.


RETRANCA SLIDE

FOZ DO IGUAÇU · PR // Located on the border of Paraguay and Argentina, Foz do Iguaçu is a paradise of wa-

terfalls in the state of Paraná. Famous for the falls, the city is one of the main tourist spots in Brazil, receiving millions of visitors from the entire world. It is possible to go whitewater rafting and to overfly the region to enjoy the waterfall from above. And do not miss one of the main attractions of that destination: the sunset seen from the boats is something unforgettable.

20

AVIANCA EM REVISTA

VOOS PARA

FOZ DO IGUAÇU

IGU

SÃO PAULO

GRU

10:20 12:05

RIO DE JANEIRO

GIG

08:20 10:30

* Consulte mais informações na página 92 ou no site: www.avianca.com.br

FOTO: FL ÁVIO T ERR A

Na divisa do Brasil com o Paraguai e a Argentina, Foz do Iguaçu é um paraíso de cachoeiras no estado do Paraná. Famosa pelas cataratas, a cidade é um dos principais pontos turísticos brasileiros, recebendo milhões de visitantes do mundo todo. É possível fazer rafting em suas corredeiras e sobrevoar a região para apreciar as quedas d’água do alto. E não perca uma das atrações principais do destino: o pôr do sol, visto a bordo dos barcos, é inesquecível.


APROVEITE Além de passeios de rio, Foz do Iguaçu oferece programas para todas as idades, como o Parque das Aves e uma visita ao Templo Budista Chen Tien. Aberta ao público, a visita a Itaipu, a segunda maior hidrelétrica do mundo, é um passeio de proporções monumentais: a barragem tem 7.919 metros de extensão e 196 de metros de altura máxima.

// ENJOY IT In addition to the boat tours, Foz do Iguaçu offers programs for all ages, such as the Parque das Aves and a visit to the Buddist Temple Chen Tien. Open to the public, visiting Itaipu, the second largest Hydroelectric Power Plant in the world, is a monumental tour: the dam is 7,919 meters long and 196 meters high.

AVIANCA EM REVISTA

21


RETRANCA SLIDE

ARACAJU · SE

// Capital of the smallest state of Brazil, Aracaju is a place of paradisiacal beaches, crystal

clear water besides being close to São Francisco River. Among the must-see excursions, be sure to walk along the busy Orla de Atalaia and enjoy the sunset at the beaches. For a nice dinner, the Orlinha of the Industrial District gathers bars and restaurants, as well as the traditional Passarela do Caranguejo (Crab Avenue). At night, the forró takes all night long. The adventurous ones must explore the beauty of the south coast by buggy by the dunes and natural pools.

22

AVIANCA EM REVISTA

VOOS PARA

ARACAJU

AJU

SÃO PAULO

GRU

15:05 17:45

SALVADOR

SSA

23:30 00:20

BRASÍLIA

BSB

12:10 14:20

* Consulte mais informações na página 92 ou no site: www.avianca.com.br

FOTO: SHU T T ERS TOCK

Capital do menor estado do Brasil, Aracaju é certeza de praias paradisíacas, água cristalina e, ainda, a proximidade com o Rio São Francisco. Entre os passeios imperdíveis, não deixe de caminhar pela agitada Orla de Atalaia e curtir o pôr do sol nas praias. Com o cair da noite, a Orlinha do Bairro Industrial reúne bares e restaurantes, bem como a tradicional Passarela do Caranguejo. Para curtir, o forró dá o ritmo madrugada adentro. Os mais aventureiros devem desbravar as belezas do litoral sul de buggy pelas dunas e piscinas naturais.


APROVEITE A 200 quilômetros da capital sergipana, a região do Xingó é visita obrigatória. Navegue pelas águas do São Francisco entre os impressionantes cânions, paredões de formações rochosas que encantam pela grandiosidade. A cidade de Piranhas, no estado vizinho de Alagoas, fica do outro lado do rio e vale a visita: patrimônio histórico, é sede do Museu do Sertão e ponto de partida para a Rota do Cangaço.

// ENJOY IT 200 kilometers from the Sergipe capital, the Xingó region is a must see. Navigate on the waters of the San Francisco river among the impressive canyons, giant rock formations that amaze visitors. The city of Piranhas, in the neighboring state of Alagoas, is on the other side of the river and is worth the visit: a historical patrimony, is home to the Sertão Museum and the starting point for the Cangaço Route.

AVIANCA EM REVISTA

23


NEWS

AROUND Eventos ao redor do país // Events around the country POR / BY MARÍLIA MARASCIULO

Até 15 de abril, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro Exibida em sete países, a mostra celebra as duas décadas de criação do estúdio de animação. São 400 itens do acervo, entre eles um modelo do filme “Como Treinar o Seu Dragão”, e outros raros e inéditos, como desenhos, storyboards, máscaras, mapas e artes originais. // Already showed in seven countries, the exhibition celebrates the 20-anniversary of the animation studio. There are more than 400 items on display, among them a concept of the movie “How to Train Your Dragon” and other rare and neverseen-before ones, such as concept drawings, storyboards, masks, maps and original artwork. culturabancodobrasil.com.br

OVO, CIRQUE DU SOLEIL

7 a 17 de março, em Belo Horizonte; 21 a 31 de março, no Rio de Janeiro; 5 a 13 de abril, em Brasília; e 19 de abril a 12 de maio, em São Paulo Dirigido pela brasileira Deborah Colker, o espetáculo chega ao Brasil depois de passar por Europa e América do Norte. A produção, inspirada na cultura brasileira e com uma trilha musical que inclui ritmos de diferentes regiões do país, é um mergulho em um ecossistema repleto de vida, retratanto a curiosidade de insetos ao encontrarem um ovo misterioso em seu habitat. // Directed by the Brazilian Deborah Colker, the show arrives in Brazil after a touring in Europe and North America. The production, inspired by the Brazilian culture and soundtrack that includes rhythms of different regions in the country, is a dive in an ecosystem full of life and depicts the curiosity of insects as they meet a mysterious egg in their habitat. cirquedusoleil.com

24

AVIANCA EM REVISTA

PAUL MCCARTNEY

26 e 27 março, em São Paulo; dia 30, em Curitiba Sir Paul McCartney volta ao Brasil, dessa vez com a turnê “Freshen Up”, do álbum “Egypt Station”, lançado no fim do ano passado. Clássicos da carreira solo e da época dos Beatles, porém, não ficam fora do repertório. // Sir Paul McCartney returns to Brazil, now with the tour “Freshen Up”, from the album “Egypt Station”, released in the end of last year. Some classics from his solo career and from the Beatles are surely in the repertoire. ticketsforfun.com.br FOTOS: JIMMY BAIKOVICIUS, NAT HALIA PACHECO, MH FOTOGR AFIA E DIVULGAÇÃO

DREAMWORKS ANIMATION: A EXPOSIÇÃO – UMA JORNADA DO ESBOÇO À TELA


MILTON NASCIMENTO – TURNÊ CLUBE DA ESQUINA

MOSTRA INTERNACIONAL DE TEATRO DE SÃO PAULO

14 a 24 de março, em São Paulo A sexta edição da mostra leva para a capital paulista 20 peças internacionais e nacionais, além de atividades paralelas, como palestras e workshops. Um dos artistas em foco este ano será o suíço Milo Rau, diretor de “La Reprise”, espetáculo de abertura do festival. A bailarina e coreógrafa brasileira Marta Soares também será homenageada.

// The sixth edition of the show brings 20 international and national plays to the capital of São Paulo, in addition to parallel activities such as lectures and workshops. One of the artists in the spotlight this year is the Swiss Milo Rau, director of “La Reprise”, the opening play of the festival. The Brazilian ballerina and choreographer Marta Soares will be honored as well.

16 de março, no Cine Theatro Central, em Juiz de Fora Pela primeira vez, o cantor dedica um projeto inteiro ao Clube da Esquina. Da estreia na cidade onde mora, a turnê segue para Belo Horizonte, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e para a Europa, em junho.

// For the first time, the singer dedicates an entire project to Clube da Esquina. From the debut in the city where he lives, the tour goes to Belo Horizonte, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba and Europe in June. theatrocentral.com.br

mitsp.org

DJANIRA: A MEMÓRIA DE SEU POVO

Até 19 de maio, no MASP, em São Paulo Com curadoria de Isabella Rjeille e Rodrigo Moura, é a maior mostra dedicada à artista fluminense Djanira da Motta e Silva desde sua morte, há 40 anos. A exposição abre o ciclo “Histórias das Mulheres, Histórias Feministas”, eixo temático do museu em 2019.

// Curators Isabella Rjeille and Rodrigo Moura present the largest exhibition dedicated to the Rio artist Djanira da Motta e Silva since her death, 40 years ago. The exhibit opens the cycle “Histórias das Mulheres, Histórias Feministas (Women Stories, Feminist Stories)”, the museum central theme in 2019. masp.org.br

80 MÚSICA EM TRANCOSO

23 a 30 de março, no Teatro L’Occitane, em Trancoso Desde 2012, o evento leva ao sul da Bahia uma programação que vai da música clássica à popular, passando por jazz e world music. O festival também realiza concertos ao ar livre e aulas de iniciação musical nas escolas públicas da região. // Since 2012, the event brings to the south of Bahia a program ranging from classic to popular music, including jazz and world music. The festival presents outdoor concerts and introductory music lessons in public schools of the region. teatroloccitane.com.br

AVIANCA EM REVISTA

25


NEWS

AROUND

MÚLTIPLO LEMINSKI

15 de março, no Museu Histórico de Londrina A mostra, que já passou por nove cidades brasileiras, chega a Londrina com os mais de mil objetos pessoais do escritor e poeta paranaense Paulo Leminski. // The exhibition, which has already passed by nine Brazilian cities, arrives at Londrina with more than one thousand personal objects of the writer and poet from Parana, Paulo Leminski. multiploleminski.com.br

ORQUESTRA SINFÔNICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

// In a partnership with the Ministry of Foreign Affairs, Osesp presents concerto and chamber masterpieces of the São Paulo composer Camargo Guarnieri. Performed by the conductor Isaac Karabtchevsky and soloists of the orchestra, the performances belong to a project that will record ten CDs with pieces from Brazilian composers for the label Naxos. In addition to these performances, Osesp will resume in March other programs: Concertos Matinais (Morning Concertos) and Masterclasses. Always on Sundays at 11:00 am, the series Matinais presents Osesp and partner orchestras in free performances. Masterclasses, however, enable music students and professionals to improve their musical technique with renowned musicians, who speak about their career and learning practices. osesp.art.br

26

AVIANCA EM REVISTA

TOMMY

20 de março, em Florianópolis; 21, em Porto Alegre; 22, no Rio de Janeiro; 23, em Curitiba; e 24, em São Paulo A ópera rock da banda The Who sobre um garoto surdo, mudo e cego, que virou filme em 1975, agora ganha uma versão também nos palcos. A produção dirigida por Alan Veste traz uma banda de oito músicos que buscam transmitir a emoção do disco ao vivo. // The Rock opera of the band The Who about a deaf, dumb and blind boy, that became a film in 1975, has now a stage version. The production directed by Alan Veste features a band of 8 musicians who try to convey live the record emotion. ticket360.com

FOTOS: ISABEL A GUASCO E DIVULGAÇÃO

14 a 16 de março, na Sala São Paulo Em parceria com o Ministério das Relações Exteriores, a Osesp apresenta obras concertantes e de câmara do compositor paulista Camargo Guarnieri. Com regência do maestro Isaac Karabtchevsky e solistas da própria orquestra, as apresentações fazem parte de um projeto de gravação de dez CDs com obras de compositores brasileiros para o selo Naxos. Além dessas apresentações, em março a Osesp dá continuidade a outros dois programas: os Concertos Matinais e as Masterclasses. Sempre aos domingos, às 11h, a série Matinais traz a Osesp e orquestras parceiras em apresentações gratuitas. Já as Masterclasses oferecem a estudantes e profissionais de música a oportunidade de aprimorar a técnica com músicos renomados, que falam da carreira e práticas de estudo.


Ganhe mais com o Berlitz, onde quer que você esteja. Conheça nossos formatos de cursos de inglês: presenciais, intensivos e a distância.

Matrículas abertas. Ligue já para 0800-7039-555.

/berlitzbrasil

Ganhe mais

berlitz.com.br

@berlitzbrasil


CINEMA

ESTREIAS

POR / BY JULIANA DEODORO

A história é baseada no livro “Dumbo, o Elefante Voador”, publicado em 1939. O primeiro filme da Disney foi lançado em 1941. AVENTURA 28/03

DUMBO

CAPITÃ MARVEL

Depois do sucesso da Mulher Maravilha, outra heroína promete levar os fãs de quadrinhos aos cinemas. Ganhadora do Oscar, Brie Larson é Carol Danvers, uma agente da CIA que, em meio a uma guerra alienígena, se torna uma super-heroína poderosa.

DRAMA 14/03

SUPREMA

Ruth Bader Ginsburg foi a segunda mulher a fazer parte da Suprema Corte dos Estados Unidos. O longa mostra sua trajetória como estudante, mãe, professora e advogada pelos direitos civis até alcançar o mais alto posto no judiciário.

COMÉDIA 21/03

CINE HOLLIÚDY 2 - A CHIBATA SIDERAL

Surpresa de bilheteria quando foi lançada, em 2012, a comédia cearense Cine Holliúdy ganhou uma sequência. Dessa vez, Francisgleydisson (Edmilson Filho) decide produzir um filme de alienígenas usando, como atores, os habitantes da cidade.

// CAPTAIN MARVEL Following the success of Wonder Woman, another hero is bound to lure comic’s fans to the theaters. Oscar awarded Brie Larson plays Carol Danvers, a CIA agent who transformed into a mighty cosmic powered hero amid an alien war.

// RBG Ruth Bader Ginsburg was the second appointed woman to join the US Supreme Court. The feature movie tracks her career path as a student, mother, professor and civil right lawyer up to the moment she achieves the highest court position in the federal judicial system.

// CINE HOLLIÚDY 2 - A CHIBATA SIDERAL A box-office surprise when it was released in 2012, the Ceará comedy Cine Holliúdy has now a sequel. This time, Francisgleydisson (Edmilson Filho) decides to produce a film about aliens, and in the cast he will employ residents of the city.

Action 03/07

Drama 03/14

Comedy 03/21

28

AVIANCA EM REVISTA

// DUMBO The director Tim Burton shares his world peculiar view with one of the greatest classics of Disney: Dumbo. Featured by real actors, the movie tells the story of ex-army officer Holt Farrier (Colin Farrell), in charge of caring for an elephant with oversized ears that might save the circus he lives in. When his children Milly (Nico Parker) and Joe (Finley Hobbins) find the elephant out that Dumbo can fly, the circus turns things around and becomes the target of a badly intentioned entrepreneur. Adventure 03/28 * The story is based on the book “Dumbo, the Flying Elephant”, first published in 1939. The first Disney movie was released in 1941.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

AÇÃO 07/03

O diretor Tim Burton empresta sua visão peculiar de mundo a um dos maiores clássicos da Disney: Dumbo. Estrelado por atores reais, o filme conta a história do ex-militar Holt Farrier (Colin Farrell), encarregado de cuidar de um elefante de orelhas enormes, que pode ser a salvação do circo onde vive. Quando seus filhos Milly (Nico Parker) e Joe (Finley Hobbins) descobrem que Dumbo pode voar, o circo dá a volta por cima e o pequeno animal se torna alvo de um empreendedor maligno.


ELES INDICAM SEUS FILMES PREFERIDOS

FOTOS: DIVULGAÇÃO

They indicate their favorite movies

Glenda Kozlowski

Xande Valois

É jornalista esportiva e apresentadora do programa “Tá na Área”, do canal SporTV.

Ator, já participou de sete novelas e está no elenco das séries “Sob Pressão” e “Se Eu Fechar os Olhos Agora”, da Rede Globo.

Minha Vida em Marte / My Life in Mars Uma Mente Brilhante / A Beautiful Mind O Jogo da Imitação / The Imitation Game

Logan Os Parças Missão: Impossível - Efeito Fallout / Mission: Impossible - Fallout

// Sport journalist and the presenter of the program “Tá na Área”, on SporTV Channel.

// The actor has already featured seven soap operas and is in the cast of TV series “Sob Pressão and “Se Eu Fechar os Olhos Agora”, on Rede Globo.

634800_TALENT_Movida a Rent Car_205x133 12/02/2019 - 15:01


READ

da estante

Autores que foram adaptados para a TV ou para o cinema // From the bookshelf - Authors whose books were adapted to TV or to the movies

POR / BY JULIANA DEODORO

Cinderela Pop

Ainda Sou Eu

JOJO MOYES

PAULA PIMENTA

Intrínseca

Galera Record

MAX FERCONDINI

Ator, diretor e apresentador Indica “Não Há Tempo a Perder”, de Amyr Klink “Uma ótima leitura para quem almeja desbravar o planeta, mas ainda não soltou as amarras.” // MAX FERCONDINI ACTOR, DIRECTOR AND PRESENTER

// Cíntia is a princess of the present day: attentive, with her own opinions, determined and who loves music. Her "castle" collapses with the separation of her parents, which makes her move to her aunt`s and stop believing in love. Starring Maísa, the adaptation of this book has just arrived in cinema.

30

AVIANCA EM REVISTA

Fogo & Sangue, V.1 GEORGE R.R. MARTIN Suma

Enquanto não termina a saga que inspirou a série “Game of Thrones”, da HBO, George R.R. Martin revela detalhes da trajetória dos Targaryen, única família de senhores dos dragões a sobreviver à destruição de Valíria, séculos antes dos eventos narrados em “As Crônicas de Gelo e Fogo”. Para os fãs do autor, é uma oportunidade para entender ainda mais a história de Westeros. // As long as the saga that inspired the HBO TV series “Game of Thrones” does not come to an end, George R.R. Martin discloses details about the trajectory of the Targaryen, the only Lord of Dragons family to survive the destruction of Valyria, centuries before the events narrated at "A Song of Ice and Fire". For the author’s fans, this is an opportunity to understand even more the story of the Westeros

Depois do sucesso de bilheteria de “Como Eu Era Antes de Você”, a autora lança o terceiro livro da série sobre as desventuras de Louisa Clark. Neste romance, Lou chega a Nova York pronta para recomeçar a vida. Com seu bom-humor peculiar, ela será obrigada a fazer escolhas, refletir sobre lealdade e, ainda assim, manter a esperança. // After the box office success of "Me Before You", the author releases the third book in the series on the misadventures of Lou Clark. In this novel, Louisa arrives in New York ready to start a new life. With her peculiar good humor, she will be forced to make choices, reflect on loyalty, and still hold hope.

LETÍCIA LIMA

Atriz Indica “O Livro de Jô: Uma autobiografia desautorizada – Volume 2”, de Jô Soares “Jô é uma referência no humor, com personagens maravilhosos, e tem uma história de vida muito interessante.” // LETÍCIA LIMA Actress

Suggests “O Livro de Jô: Uma autobiografia desautorizada – Volume 2”, by Jô Soares "Jô is a reference in humor, having performed wonderful characters, and his life history is very interesting.”

FOTOS: DIVULGAÇÃO E PINO GOMES

Cíntia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e que adora música. Seu “castelo” desmorona com a separação dos pais, o que a faz ir morar com uma tia e deixar de acreditar no amor. Protagonizada por Maísa, a adaptação deste livro acaba de chegar aos cinemas.

Suggests: “Não Há Tempo a Perder”, by Amyr Klink “An excellent reading for those willing to explore the planet, but who are still tied to their comfort zones.”


TASTE

BOA MESA

Restaurantes para comer bem // Good cuisine - Restaurants to eat well

POR / BY LUIZA VIEIRA

K.sa

CURITIBA, PR No Batel, o K.sa é a mais nova aposta de Claudia Krauspenhar - e primeiro voo solo da chef em Curitiba. No menu, a culinária contemporânea ganha toques de memória afetiva, em pratos como o linguini mar e terra, de massa fresca, frutos do mar e pancetta artesanal produzida no próprio restaurante, e o tartare de atum, marinado no shoyo com mostarda L’Ancienne e chips de batata doce. Finalize com o semifreddo de Zabaione, torrone e pedaços de chocolate cacau 70%.

// At Batel, K.sa is Claudia Krauspenhar's newest bet - and the chef’s first solo flight in Curitiba. In the menu, contemporary cuisine gains a touch of affective memory, in dishes such as linguini sea and earth, with fresh pasta, seafood and homemade pancetta produced in the restaurant itself, and the tuna tartare, marinated in shoyo with L'Ancienne mustard and sweet potato chips. Finish with the Zabaione semifreddo, torrone and 70% cocoa chocolate pieces. @k.sarestaurante

32

AVIANCA EM REVISTA

Um charmoso sobrado em Ipanema é cenário para a dobradinha Maria e o Boi e Kō Bā Izakaya. A primeira é uma casa de carnes onde a grelha é protagonista. Por lá, cortes sofisticados, como os coraçõezinhos de pato na manteiga de ervas, são servidos sobre pão de alho de fermentação natural. Se a pedida é japa, no andar de cima o Kō Bā é quase todo ocupado pelo balcão do sushiman, de onde saem pratos frios e quentes, nigiris e gunkans. Não deixe de conferir a elaborada carta de saquês. // A charming two-story house in Ipanema is scenery for the two-in-one place Maria e o Boi and Kō Bā Izakaya. The first one is a steak place where the grill is a protagonist. There you have sophisticated cuts, such as duck heart on herb butter served with naturally fermented garlic bread. If your choice is Japanese cuisine, the upstairs located Kō Bā is almost fully taken by the sushi chef counter, where cold and warm dishes, nigiris and gunkan are prepared. Check the varied sake list. @mariaeoboi | @kobaizakaya

FOTOS: TOMÁS R ANGEL, RODRIGO TORREZ AN E DIVULGAÇÃO

Maria e o Boi | Ko Ba Izakaya | RIO DE JANEIRO, RJ


Casa Graviola | FORTALEZA, CE Já sucesso no Sudeste, com unidades em Vitória, Rio de Janeiro e São Paulo, a Casa Graviola expande a operação também no Nordeste. A rede abre a segunda unidade no Ceará e chega a Fortaleza, no Varjota, com um menu repleto de opções saudáveis e veganas. O cardápio prioriza alimentos orgânicos e nutritivos, com saladas e entradas, hambúrgueres, peixes, frangos, omeletes e wraps. Aposte no brownie – sem glúten, lactose e açúcar refinado. // Successful in the Southeast with restaurants in Vitória, Rio de Janeiro and São Paulo), Casa Graviola expands the operation to the Northeast. The chain opens the second place in Ceará and arrives in Fortaleza, at Varjota, featuring a menu full of healthy and vegan options. The menu prioritizes organic and nutritious food, with salads and appetizers, hamburgers, fish, chicken, omelets and wraps. Try the brownie – gluten-free, lactose-free and refined sugar-free. @casagraviola

Bistrot de Paris

SÃO PAULO, SP Verdadeiro oásis parisiense em plena rua Augusta, o Bistrot de Paris oferece, pela primeira vez, um menu degustação servido todos os dias, no almoço e jantar (exceto aos domingos). Criação do chef Alain Poletto, o cardápio consiste em cinco etapas – além de couvert e um Génépi cortesia para finalizar ao melhor estilo francês. Entre os tempos experimente o caprichado namorado com vieiras e mousseline de abóbora com anis e cordeiro a provençal.

// A real Parisian oasis located on Augusta street, the Bistrot de Paris offers for the first time a tasting menu served every day at lunch and dinner time (except Sundays). Created by the Chef Alain Poletto, the menu shows a five-course meal – in addition to the appetizer and a courtesy Génépi to end in a nice French style. Try the fish namorado with scallops and pumpkin mousseline with anise and Provencal lamb. @bistrot_de_paris

Alma RS | CAMBARÁ DO SUL, RS No Alma RS, como o nome indica, predominam as receitas tradicionais da culinária gaúcha e ingredientes como erva-mate, queijo serrano, truta e cordeiro – detalhe para os ovos caipiras e as verduras da horta orgânica do Parador Casa da Montanha, hotel onde o restaurante se localiza. No menu de primavera/verão há pratos como o carré de javali e o macarrão italiano com queijo serrano, tomates cerejas marinados e manjericão fresco. Aos sábados, é preparado o verdadeiro churrasco campeiro, no fogo de chão. // At Alma RS, as its name suggests, prevailing recipes are those of traditional cuisine from Rio Grande do Sul, and ingredients like mate herb, Serrano cheese, trout, and lamb – the free-range eggs and vegetables come from the organic garden of Parador Casa da Montanha, a hotel where the restaurant is located in. The spring/ summer menu offers dishes such as wild boar carré and Italian pasta with Serrano cheese, marinated cherry tomatoes, and fresh basil. On Saturdays, the real field barbecue is prepared on a ground fire. @paradorcasadamontanha


DRINK

BONS DRINKS

Novidades dos balcões no Brasil e no mundo // Good drinks - News from counters of Brazil and the world

POR / BY LUIZA VIEIRA

Negroni 33 | BLUMENAU, SC

O Negroni 33 é um pizza bar moderninho, de ambiente agradável e elaboradas opções de drinks em Blumenau. O local, a apenas uma hora do aeroporto de Navegantes, conquista pelas diversas variações da bebida, além de cervejas artesanais e vinhos. Por lá, todo dia é dia de pizza, do almoço ao jantar, da tradicional napolitana às criações ousadas dos chefs Nana Oliveira e Leandro Magnani – mas há também porções para compartilhar e massas individuais. Escolha um lugar no deck aberto e aproveite.

// Negroni 33 is a modern pizza bar in Blumenau, with nice atmosphere and carefully prepared drink options. The place, located only one hour from the airport of Navegantes, lures guests due to the many sorts of drinks, in addition to artisanal beer and wine. Every day is a pizza day there, from lunch to dinner, a menu ranging from the traditional napolitana to the bold creations of Chefs Nana Oliveira and Leandro Magnani – but there are also portions to be shared and pasta. Pick a table on the deck outdoor and enjoy it.

VAIA | SÃO PAULO, SP Irmã mais nova da Let’s Beer, a VAIA chega à zona sul de São Paulo com receitas recheadas de brasilidades. A casa conta com chopes autorais, como o Joaquim Lager, um American Red Lager com toque de mandioca, avermelhado, escuro e alto equilíbrio entre os sabores de malte e dos lúpulos. O cardápio harmoniza as cervejas com opções como o bolinho de pato com tucupi e jambu e a pizza de massa artesanal de queijo de cabra e aspargos.

// The so-called youngest sister of Let’s Beer, VAIA arrives in the south area of São Paulo featuring dishes of the Brazilian cuisine. The place presents draft beer creations such as Joaquim Lager, an American Red Lager with a touch of cassava, reddish, dark and presenting a high balance between the flavors of malt and hop. The menu has some options to pair the beer like bolinho de pato com tucupi (duck balls with tucupi) and jambu and the artisanal goat cheese and asparagus pizza. @cervejariavaia

34

AVIANCA EM REVISTA

FOTOS: ÂNGELO VIRGÍLIO E DIVULGAÇÃO

@negroni33bar


Gin O’Clock

RIO DE JANEIRO, RJ Nova casa-sensação no Rio, a Gin O’Clock surfa na popularidade da bebida e inaugura um bar conceito em Ipanema. A carta, idealizada pelo mixologista curitibano Leo Ruzen (conhecido por preparar seus próprios xaropes e infusões), conta com drinks à base de Beg Gin misturado a ingredientes como gengibre, limão siliciano, cardamomo, lichia e, é claro, tônica. Para provar de tudo um pouco, a dica é ir às terças-feiras, quando acontece o rodízio de coqueteis.

// New hot spot in Rio, Gin O'Clock surfs on the popularity of the drink and inaugurates its concept bar in Ipanema. The menu, idealized by the mixologist from Curitiba, Leo Ruzen (known for preparing his own syrups and infusions), has drinks based on Beg Gin mixed with ingredients such as ginger, silician lemon, cardamom, lychee and, of course, tonic. To taste everything a little, the tip is to go on Tuesdays, when it happens the rotation of drinks. @ginoclockbar

Fat Bull Tap House | NOVO HAMBURGO, RS A 25 quilômetros da capital Porto Alegre, o Vale dos Sinos guarda belezas coloniais, como Novo Hamburgo. É na cidade que a Fat Bull abre as portas de seu bar, com 20 torneiras de cervejas produzidas no local, ambiente descolado e um variado cardápio de drinks – a caipirinha de pitaya faz sucesso. Para acompanhar, a chef Fernanda Menezes oferece no menu porções para dividir, como bolinhos de carne de porco e generosas bruschettas.

// Located 25 kilometers from the capital Porto Alegre, Sinos Valley hosts some colonial beauties such as the city of Novo Hamburgo. It is in the city that Fat Bull opens the doors of its bar, with 20 beer taps for beer brewed on the premises, a place with an informal atmosphere and a varied drink list – the hit is pitaya caipirinha. Suggestions to pair the drinks are in charge of the Chef Fernanda Menezes, who offers portions in the menu like pork meat balls and delicious bruschettas. @fatbulltap


SHOPPING

WISH LIST

Nuances de Outono

/ autumn nuances

POR / BY RAPHAEL CALLES

BOLSA MOREAU BORDÔ

STAUD

Composta por uma rede exterior, possui interior e alças arredondadas de couro. A marca leva a assinatura de Sarah Staudinger e George Augusto.

BRINCO DE OURO AMARELO COM SAFIRAS INDIANAS DANIELA KURY

O brinco tem 35 quilates de safiras indianas rodeadas de 1,96 quilates de diamantes marrons, tudo sobre uma base de ouro amarelo.

// STAUD MOREAU BAG, BORDEAUX Sitting inside a netting structure, the bag presents a leather bucket and rounded leather handles. The brand is signed by Sarah Staudinger and George Augusto.

// GOLD EARRINGS WITH INDIAN SAPPHIRE, DANIELA KURY The 35-carat Indian sapphire earrings circled by 1.96-carat brown diamonds are applied to a gold structure.

R$ 2.690 conceitoe.com.br

Preço sob consulta danielakury.com.br

VASOS GIARDINO

LUMINÁRIA AURORA

A marca alemã leva este nome em homenagem ao italiano Leonardo da Vinci. Os vasos da linha Giardino incorporam o pó do próprio vidro que compõe o objeto, produzindo um efeito de emaranhado.

A combinação de resina, alumínio e vidro é um resumo da contemporaneidade que a peça entrega. Os traços finos em dourado se contrapõem com a base que lembra concreto.

LEONARDO

MODALI DESIGN

// VASES GIARDINO, LEONARDO The name of the German brand pays a tribute to the Italian Leonardo da Vinci. Giardino vases incorporate powder into the glass material, creating an entangled pattern.

// LAMP AURORA, MODALI DESIGN The combination of resin, aluminum, and glass shows the item's modernity. Slim golden lines contrast the concrete-like base.

Preço sob consulta. modalidesign.com.br

A partir de R$ 250 imeltron.com.br

QUEBRA-CABEÇAS LE PETIT CAFÉ GROW

// PUZZLE LE PETIT CAFÉ, GROW This 6,048-piece puzzle features its pieces separated in four bags, representing each quadrant of the image. It is possible to do each of them separately or to mix up the pieces for a more complex challenge. The final picture shows a place in Alsace, south of France, and it is 105 x 155 cm.

R$ 229,99 lojagrow.com.br

36

AVIANCA EM REVISTA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Este quebra-cabeças vem com as 6.048 peças divididas em quatro embalagens, representando cada quadrante da imagem. É possível montar cada um deles ou misturar todas juntas para um desafio mais complexo. A gravura representa um lugarejo na Alsácia, no Sul da França, e mede 105 x 155 cm.


Imagem meramente ilustrativa.

MAIS AVENTURAS PARA VOCÊ

À venda em todo Brasil e nas lojas

www.inovathi.com.br


TRAVEL

O Rio de Janeiro é como um samba de Paulinho da Viola – o coração se deixa levar pela cadência das ruas sinuosas do centro, pelo estilo de vida e, sobretudo, pela natureza exuberante. Aos 454 anos, a cidade não apenas continua linda, mas segue como um dos destinos mais procurados do país, tanto por brasileiros quanto por gringos enfeitiçados pela bossa, praias e alegria locais. Neste aniversário, selecionamos lugares espalhados pela capital que carregam um pouco destes quase cinco séculos de história carioca e que continuam se reinventando até hoje. TEXTO / TEXT ANTONIO PITA

38

AVIANCA EM REVISTA

FOTO: MUSEU HIS TÓRICO NACIONAL / IBR AM / MINIS T ÉRIO DA CIDADANIA

FOI UM RIO QUE PASSOU EM MINHA VIDA


VOOS PARA

RIO DE JANEIRO

SDU

BRASÍLIA

BSB

19:10 21:00

SÃO PAULO

CGH

08:15 09:20

* Consulte mais informações na página 92 ou no site: www.avianca.com.br

AVIANCA EM REVISTA

39


TRAVEL

O INÍCIO

Procurar por marcos da fundação da vila de São Sebastião – o primeiro nome da capital fluminense – não é uma tarefa fácil. Desde a chegada de Estácio de Sá à Baía de Guanabara, em 1565, a cidade passou por inúmeras transformações e poucas construções permaneceram de pé. Mas um mergulho pelo Rio histórico pode (e deve) começar pela única rua remanescente daquela época. A Ladeira da Misericórdia é uma via de pouco mais de 40 metros e foi a primeira pavimentada da cidade. O local integra o conjunto arquitetônico do Museu Histórico Nacional, que abriga um acervo com mais de 250 mil peças de diferentes períodos. Praça Marechal Âncora, s/n mhn.museus.gov.br

Não muito longe dali, o Morro da Conceição é outra referência de um Rio de Janeiro de outros tempos. Cheio de vielas e casinhas de estilo português, o bairro preserva o clima bucólico em ruas como a Jogo de Bola e a Ladeira João Homem. Aos pés do Morro, fica a área conhecida como Pequena África – nome criado pelo artista plástico Heitor dos Prazeres. A região engloba os sítios tombados pela Unesco do Cais do Valongo, principal e maior porto de tráfico escravagista das Américas, por onde passaram mais de 3 milhões de pessoas. A Pedra do Sal, reconhecida como um quilombo urbano, recebe tradicionais rodas de samba e capoeira, e já contou com a participação de artistas como Donga, João da Baiana, e Pixinguinha. PEDRA DO SAL Rua Argemiro Bulcão, s/n

FOTOS: PÂMEL A LIMA E ALE X ANDRE MACIEIR A /RIOT UR

CAIS DO VALONGO Avenida Barão de Tefé, s/n

40

AVIANCA EM REVISTA


Acredite ou não, o Largo da Carioca já foi uma campestre lagoa nos idos do século 16. O local foi o ponto escolhido para a primeira capela franciscana do Rio, que depois se tornou o Santuário e Convento de Santo Antônio. Recém-restaurado, o conjunto arquitetônico começou a ser construído em 1615 e só foi concluído em 1780, após sucessivas paradas. O resultado é uma das mais bonitas igrejas da cidade, de estilo barroco. Rua da Carioca, 15 conventosantoantonio.org.br

MONARQUIA E REPÚBLICA

A chegada da família real ao Rio, em 1808, foi fundamental para a transformação da vila em uma cidade. Para ter um gostinho de como era a vida da corte, a Praça XV é um bom começo. O Paço Imperial, situado ali, foi sede de gabinetes nos períodos colonial e de independência. Atualmente, o edifício abriga um centro cultural e, aos sábados, uma feira de antiguidades e artesanato na praça resgata a memória dos aficionados por objetos históricos. Também na região, o Arco do Teles e a rua do Ouvidor, principal área de comércio da cidade durante o período colonial, são hoje tomados por bares e restaurantes. O mergulho na história pode ser feito de todas as maneiras. Na livraria Folha Seca, há um ótimo acervo de publicações que contam acontecimentos do Rio e de seus personagens. Já no restaurante Rio Minho, um dos mais antigos em funcionamento, a culinária portuguesa encanta os amantes de frutos do mar desde 1884. PAÇO IMPERIAL Praça XV de Novembro, 48 amigosdopacoimperial.org.br

LIVRARIA FOLHA SECA Rua do Ouvidor, 37 livrariafolhaseca.com.br

RIO MINHO Rua do Ouvidor, 10

AVIANCA EM REVISTA

41


TRAVEL

Com espécies trazidas da Europa, o Jardim Botânico é outro legado da presença da família real no Rio. Na época, o terreno era ligado à Floresta da Tijuca por trilhas pavimentadas para carroças – um dos passeios favoritos da realeza. Ainda hoje, duas construções remontam a esse período: a Mesa do Imperador, ideal para piqueniques, e a Vista Chinesa, um dos principais mirantes da cidade. O local ganhou este nome por causa dos agricultores de ervas dos chás tradicionais vindos da Ásia a mando de Dom João VI. Também por ali, o Parque Lage tem vista privilegiada para a Floresta da Tijuca e o Corcovado. O café, instalado na área central, é uma atração à parte, e ótima opção de brunch todos os dias. JARDIM BOTÂNICO Rua Jardim Botânico, 1008 jbrj.gov.br PARQUE LAGE Rua Jardim Botânico, 414 eavparquelage.rj.gov.br

42

AVIANCA EM REVISTA


AVIANCA EM REVISTA

43

FOTO: SHU T T ERS TOCK


TRAVEL

ESPLENDOR

O endereço não poderia ser mais apropriado: Rua de Camões. O Real Gabinete Português de Leitura guarda preciosidades da literatura mundial desde 1837, quando foi fundado por comerciantes portugueses. A fachada do prédio é uma ode à memória lusitana, com estátuas de Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões e Vasco da Gama. Por dentro, a arquitetura impressiona pelos vitrais, o mobiliário em madeira e o grandioso acervo, com mais de 350 mil exemplares, entre pinturas e livros raros, como a primeira edição de Os Lusíadas (1572) e manuscritos da obra de Machado de Assis.

FOTOS: ALEXANDRE MACIEIRA/RIOTUR E SHUTTERSTOCK

Rua Luís de Camões, 30 realgabinete.com.br

44

AVIANCA EM REVISTA


Durante o século 19, a Belle Époque deixou sua marca na arquitetura da cidade. Os exemplos estão em diversos lugares, como na Praça Paris e os palacetes e sobrados em bairros como Glória, Catete, Botafogo e Copacabana. A elegância e a inspiração francesas permanecem especialmente vivas na Casa Cavé, a mais antiga confeitaria do Rio, construída em 1860. Os móveis de mármore e madeira, o piso de ladrilhos hidráulicos e os espelhos e vitrais trazidos da França ainda estão por ali. Se prepare para sentar no mesmo salão que Olavo Bilac, Machado de Assis, Lima Barreto e outros intelectuais frequentavam para comentar as notícias da República. Rua Sete de Setembro, 133 casacave.com.br

MODERNIZAÇÃO

Nem só de casarões antigos e heranças imperiais vive o Rio de Janeiro. Símbolo da era da industrialização, a Fábrica Bhering foi a primeira de chocolates e cafés do Brasil, construída em 1930. O prédio preserva o projeto arquitetônico original, e seus cinco andares oferecem vistas incríveis para toda a zona portuária do Rio. Desde 2005, o local ganhou uma nova função: ateliês e coletivos de artistas ocuparam o prédio, que abre as portas nos primeiros sábados de todo mês, das 12h às 20h, com atrações culturais. Rua Orestes, 28 AVIANCA EM REVISTA

45


TRAVEL

O Rio glamoroso da TV e dos showbusiness do século 20 também pode ser revisitado na Casa Roberto Marinho, no Cosme Velho. O fundador da TV Globo deixou como legado uma coleção pessoal de arte aberta ao público. Construída entre 1939 e 1943, a residência tem estilo neocolonial e elementos modernistas, como o jardim de Burle Marx. Foi inaugurada ao público em 2018, como um museu de artes plásticas, com obras de Tarsila do Amaral, Lasar Segall, Djanira, Iberê Camargo, Di Cavalcanti, entre outros. Rua Cosme Velho, 1105 casarobertomarinho.org.br

46

AVIANCA EM REVISTA


PORVIR

Passado e futuro se encontram no Museu do Amanhã. Projetado pelo renomado arquiteto espanhol Santiago Calatrava, o museu é dedicado a refletir sobre a humanidade e suas intervenções no planeta ao longo da história. Construído na área portuária do Rio de Janeiro, o prédio renova a vocação da cidade de se conectar com a vanguarda. Uma visita aos arredores da Praça Mauá permite ver um mosaico das transformações vividas pela região, composta por grafites contemporâneos, sobrados coloniais e armazéns do antigo porto.

FOTOS: ROBERTO TEIXEIRA, RENATO PARADA E ALEXANDRE MACIEIRA/RIOTUR

Praça Mauá, 1 museudoamanha.org.br

// IT WAS RIO THAT PASSED THROUGH MY LIFE Rio de Janeiro is like a samba by Paulinho da Viola – the heart let itself be taken by the rhythm of the downtown winding roads, by the lifestyle, and above all, by the wonderful nature. Being 454 years old, not only is the city still wonderful, but it also is one of the most sought destinations of the country both by Brazilians and by gringos bewitched by the local sweet talk, beaches and happiness. For this anniversary celebra-

tion, we selected places around the capital that carry a little of this half-century Carioca history and that keep reinventing themselves so far today. THE BEGINNING Looking for milestones of the foundation of Vila de São Sebastião – the first name of Rio de Janeiro State’s capital – is not an easy task. Since the arrival of Estácio de Sá to Guanabara Bay in 1565, the city has been through a lot of transformations and a few constructions still stand. But a deep

search into historical Rio can (and should) start by the only remaining street of that time. Ladeira da Misericórdia is a road a little more than 40 meters long and it was the first paved one in the city. This location is included in the architectural complex of Museu Histórico Nacional (National Historical Museum) that hosts a collection of more than 250 thousand items of different periods. MUSEU HISTÓRICO NACIONAL Praça Marechal Âncora, no number – mhn.museus.gov.br AVIANCA EM REVISTA

47


TRAVEL

Believe it or not, Largo da Carioca was a rural lagoon in the early 16th century. The location was chosen to build the first Franciscan chapel in Rio, which became later Sanctuary and Convent of Santo Antônio. Recently-restored, the architectural complex was first built in 1615 and was only concluded in 1780 after successive stops. The result is one of the most beautiful churches of the city, in baroque style. SANCTUARY AND CONVENT OF SANTO ANTÔNIO Rua da Carioca, 15 conventosantoantonio.org.br MONARCHY AND REPUBLIC The arrival of the Royal Family in Rio in 1808 was paramount for the village transformation into a city. If you want to feel a little how life in the court was, Praça XV is a good place to start. Paço Imperial, located there, was the seat of government offices in the colonial and independence period. Currently, the building hosts a cultural center, and on Saturdays, an antique and craft fair restores the memory of memorabilia buffs. In the same region, Arco do Teles and Rua do Ouvidor, main business area of the city in the colonial period, are nowadays taken by bars and restaurants. A dive in history can be carried out in all possible ways. In the bookstore Folha Seca, there is an amazing publishing collection that tells about events in Rio and its characters. On the other hand, the restaurant Rio Minho, one of the oldest ones still running, delights lovers of seafood with its Portuguese cuisine since 1884. PAÇO IMPERIAL Praça XV de Novembro, 48 amigosdopacoimperial.org.br

48

AVIANCA EM REVISTA

LIVRARIA FOLHA SECA Rua do Ouvidor, 37 livrariafolhaseca.com.br RIO MINHO Rua do Ouvidor, 10 Featuring specimen brought from Europe, Jardim Botânico (Botanic Garden) is another legacy due to the Royal Family staying in Rio. Back then, the land was linked to Tijuca Forest by paved tracks for hackney carriages – one of the favorite rides of the royalty. Two buildings still date back to that period: the Emperor’s Table, ideal for picnicking, and the Chinese View, one of the lookouts of the city. The place got this name due to agriculturists of traditional tea herbs that came from Asia, demanded by Dom João VI. In that neighborhood, Park Lage has a privileged view of Tijuca Forest and Corcovado. The café, located in the central area, is an attraction aside and a good suggestion for a brunch every single day. JARDIM BOTÂNICO Rua Jardim Botânico, 1008 jbrj.gov.br PARQUE LAGE Rua Jardim Botânico, 414 eavparquelage.rj.gov.br SPLENDOR The address could not be more appropriate: Rua de Camões (Camões Street). The Real Gabinete Português de Leitura (Royal Portuguese Office of Reading) hosts literature jewels of the world since 1837, when it was founded by Portuguese traders. The building’s facade is an honor to the Luso-memory, featuring statues of Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões, and Vasco da Gama. Indoors, the architecture impresses because of the stained glass roof windows, the wooden furniture and the magnificent collection with more than 350 thousand items, among paintings and rare books, such as the first edition of The Lusiads (1572) and work manuscripts of Machado de Assis. REAL GABINETE PORTUGUÊS DE LEITURA Rua Luís de Camões, 30 realgabinete.com.br During the 19th century, Belle Époque was not the architecture style of the city any longer. Examples are in various places, such as Praça Paris and mansions and 2-story houses in districts like Glória, Catete, Botafogo, and Copacabana. French elegance and inspiration remain especially alive at Casa Cavé, the oldest confectionary in Rio, built in 1860. The marble and wooden furniture, natural

stone floor and the mirrors and stained glass brought from France are still there. Get ready to sit in the same room used by Olavo Bilac, Machado de Assis, Lima Barreto and other intellectuals who attended the location to comment on the news of the Republic. CASA CAVÉ Rua Sete de Setembro, 133 casacave.com.br MODERNIZATION Rio de Janeiro cannot live by old mansions and imperial heritage alone. A landmark of the industrial era, the factory Fábrica Bhering, built in 1930, was the first one to manufacture chocolate and coffee in Brazil. The building preserves its original architectural design, and its five floors offer incredible views of all the port area of Rio. Since 2005, the place gained another duty: ateliers and group of artists took the building that has its doors open on the first Saturday of every month, from 12:00 pm to 8:00 pm, featuring cultural attractions. FÁBRICA BHERING Rua Orestes, 28 The glamorous Rio of the 20th century TV and show business can also be visited at Casa Roberto Marinho in Cosme Velho. The founder of TV Globo left a legacy of private art collection open to the public. Built between 1939 and 1943, the construction shows a neo-colonial style and modernist elements, like the garden by Burle Marx. It was opened to the public in 2018 as a visual art museum with artwork by Tarsila do Amaral, Lasar Segall, Djanira, Iberê Camargo, Di Cavalcanti, among others. CASA ROBERTO MARINHO Rua Cosme Velho, 1105 casarobertomarinho.org.br THE FUTURE Past and future get together in Museu do Amanhã. Designed by the renowned Spanish architect Santiago Calatrava, the museum is dedicated to the reflection of the human kind and its interventions on the planet over history. Built in the port area of Rio de Janeiro, the building renews the city mission to get connected to the vanguard. A visit to the whereabouts of Praça Mauá allows you to see a mosaic of transformations experienced by the region, consisting of contemporary graffiti, colonial 2-story buildings and warehouses of the late port. MUSEU DO AMANHÃ Praça Mauá, 1 museudoamanha.org.br

FOTOS: ALE X ANDRE MACIEIR A /RIOT UR

Not very far from that place is Morro da Conceição another reference of a Rio de Janeiro from long ago. Full of alleys and small Portuguese style houses, the district preserves the bucolic climate in streets such as Jogo de Bola and Ladeira João Homem. At the bottom of the hill, there is an area known as Small Africa – a name created by the visual artist Heitor dos Prazeres. The region comprises sites listed by Unesco, which belong to Cais do Valongo, the main and biggest slave trade port of the Americas, where more than 3 million people had passed by. Pedra do Sal, acknowledged as an urban quilombo, hosts traditional samba and capoeira sessions, and it was already attended by artists like Donga, João da Baiana, and Pixinguinha. CAIS DO VALONGO Avenida Barão de Tefé, no number PEDRA DO SAL Rua Argemiro Bulcão, no number


APRECIE COM MODERAÇÃO.

Alto Madero

Curitiba • São Pau Paulo ulo • Rio de Ja Janeiro aneiro | com di distribuição istribuição par para ara todo o Brasil

AVIANCA EM REVISTA

49


COVER

FAMA DE

MAU

Por trás da voz grossa e dos comentários ácidos, o chef Henrique Fogaça é sorrisos, bom humor e (muita) dedicação em todas as frentes de sua vida TEXTO / TEXT LUIZA VIEIRA FOTOS / PHOTOS RAPHAEL BRIEST STYLING PATRÍCIA LANZONI GROOMING AUGUSTO REBELLO

E

le é chef de cozinha, motociclista, skatista, hardcore. Tatuado da cabeça aos pés, anda de coturno, fala palavrão, resmunga. É também pai coruja de três filhos, advoga por boas causas e é apaixonado por sua cachorra, Granola. Henrique Fogaça vai aos extremos em poucos segundos, do oito ao oitenta – talvez por isso sua banda de rock se chame Oitão – mais rápido do que as motos estilosas que pilota pelas ruas de São Paulo. Mas engana-se quem pensa que o chef é só marra. Em uma tarde com a equipe de Avianca em Revista, ele se revelou um personagem gentil, gente como a gente e pra lá de divertido. O ensaio aconteceu em uma tarde abafada de fevereiro, no bairro do Belenzinho, na capital paulista. Fogaça chegou em sua Triumph, marca da qual é embaixador, e a estacionou em frente ao grande portão de ferro da Cristaleria Nacional, locação das fotos. Fez questão de conhecer o espaço, hoje parcialmente em ruínas, mas que teve sua época de ouro antes de fechar as portas na década de 1990. “Daria para levar um enxoval para o restaurante, hein?”, brincou, fazendo referência à mais nova empreitada, o Sal Grosso, aberto no final de fevereiro no BarraShopping, no Rio de Janeiro.

50

AVIANCA EM REVISTA


AVIANCA EM REVISTA

51


COVER

Macacão Dickies Bota Acervo pessoal

52

AVIANCA EM REVISTA


A casa, a décima primeira sob seu comando, é apenas mais uma das operações encabeçadas pelo chef empreendedor, dono dos bem-sucedidos Sal, Cão Véio e Jamile. O novo modelo de negócio tem foco em carnes, assados e porções para compartilhar. “A ideia é servir o trivial e unir as pessoas ao redor da mesa. Cozinhar é algo muito sério, de muita responsabilidade poder dar prazer às pessoas”, diz. Quando o assunto é cozinha, o papo é diferente. “Para faltar no meu restaurante, ou você perdeu um ente querido ou uma parte do corpo. Não é para ser malvado – eu sou bem brincalhão no trabalho. Mas sempre tive muita determinação, e exijo isso de quem trabalha comigo também.” De fato, até ser jurado do MasterChef, um dos reality shows mais queridos da televisão, Fogaça percorreu um longo caminho. Chegou a São Paulo ainda jovem, trazendo na mala inquietação e uma faculdade inacabada de arquitetura. Tentou ainda o curso de comércio exterior, carreira que também não fez brilhar os olhos. Foi vendedor de cd-roms, supervisor de supermercados e atendente de videolocadora. Parou em um banco, no setor de compensação de cheques, onde ficou por cinco anos. Ali, já sabia que não era sua vocação, ao mesmo tempo em que também não tinha certeza de qual seria. Com as tatuagens cobertas, cumpria o expediente e, no restante do tempo, dedicava-se a atividades em que pudesse extravasar a inquietude. Tocava com a banda Pineapple Face, andava de moto e se divertia com o grupo de amigos igualmente tatuados. A cozinha, até então, não fazia parte de sua vida. “Eu comia muito refeições congeladas. Um dia, tive vontade de comer o bife empanado da minha avó, e liguei pedindo dicas. Foi como comecei a cozinhar”, conta. “E não só para mim. Fazíamos uma vaquinha para comprar os alimentos e eu montava marmitas para a galera também.” Ao perceber que dava conta do recado, largou a monotonia bancária para se aventurar com uma kombi pelas ruas da capital paulista. “O Rei dos Lanches” rodou por seis meses pela cidade, mas fechou por causa de um conflito entre os sócios. A empreitada, no entanto, mesmo que breve, serviu para finalmente se desvincular de uma profissão que não o estimulava. Fogaça abriu a marca Fogar, comprou os utensílios que precisava e passou a bater de porta em porta vendendo bolos e sanduíches. Muitos “nãos” não o fizeram desistir, chamando a atenção de quem o acompanhava. Em menos de um ano, tanta determinação lhe rendeu o convite para assumir a cozinha de um café na Galeria Vermelho, e dali em diante não parou mais. Dessa época, carrega a primeira mesa de inox que comprou para o trabalho, hoje parte da cozinha do Sal. Na pele, em meio a tantas tatuagens, há o desenho de seu primeiro fogão (rabisco feito pelo baterista de sua banda na época, a Osso). Fogaça se considera um cara do arroz e feijão, e leva a vida com a simplicidade que sua rotina atribulada permite. Aproveita da visibilidade que o MasterChef lhe rende, e usa a oportunidade para influenciar positivamente o público. Sabe da responsabilidade com o telespectador, das mais diferentes idades e perfis, e se orgulha de passar a mensagem de que sonhos são possíveis. “Muita gente me reconhece na rua e comenta: ‘mudei de vida

“EU FUI ME CONSIDERAR UM CHEF DE COZINHA DEPOIS DE 10 ANOS DE RESTAURANTE. PENSEI: EU POSSO ME DAR ESSE PRESENTE, EU ACHO QUE SOU UM CHEF.”

AVIANCA EM REVISTA

53


COVER

CURRÍCULO O Sal Gastronomia tem dois endereços em São Paulo e um no Rio de Janeiro salgastronomia.com.br

O gastropub Cão Véio conta com seis unidades: três em São Paulo e uma em Brasília, Curitiba e Goiânia caoveio.com.br

O Jamile, uma parceria com Alberto Hiar e Anuar Tacach, fica no bairro paulistano do Bixiga jamilerestaurante.com.br

Já o Sal Grosso, o mais novo empreendimento, está no Rio de Janeiro @salgrosso_henriquefogaca

ATIVIDADES EXTRACURRICULARES O chef tem a banda de hardcore Oitão Pratica Muay Thai Faz parte do grupo de motociclistas Abutre’s Moto Clube Calça e camisa jeans Diesel Tenis Vans

54

AVIANCA EM REVISTA


Calça jeans Diesel Camisa Branca Bergamo NY Colete Hugo Boss Gravata Cavalera Botas Ricardo Almeida

“COZINHA É MUITA RESPONSABILIDADE. VOCÊ MEXE COM VIDAS, PESSOAS, COMIDA. AO MESMO TEMPO EM QUE VOCÊ OFERECE PRAZER, PODE OFERECER UM PESADELO.” por causa de você’. São pessoas que estavam insatisfeitas de alguma forma, e conseguiram mudar. Isso me deixa feliz“, celebra. “Quem é de verdade sabe quem é de mentira”, repete, e frisa que o Fogaça na tela é o mesmo no dia a dia. Quando não está na cozinha, está com os filhos Olívia, João e Maria Letícia, ou com a banda, ou com os amigos do grupo de motociclistas Abutre’s. Em casa de ferreiro, espeto é de pau, e ele prefere preparar sanduíches ou levar quentinhas do restaurante para casa. A ordem

é priorizar as frentes que o fazem feliz. “Eu tenho que dosar os meus horários e prioridades, que são meus filhos e meu trabalho. Aprendi a falar muitos ‘nãos’ para me preservar.” Com o tempo – escasso – aprendeu que não se pode abraçar o mundo, e delega trabalhos a inúmeros braços direitos, a quem considera como parte da família. “Pessoas como eu acabam adotando a cozinha como uma família, como um estilo de vida. Quando estou no restaurante, estou em casa.”

AVIANCA EM REVISTA

55


COVER

// BAD BOY REPUTATION Behind a loud voice and harsh remarks, Chef Henrique Fogaça smiles a lot, is good-humored and (very) committed to all aspects of his life He is a chef, motorcyclist, skater and hardcore. Tattooed from top to bottom, he wears jackboots, swears, and grouches. He is also a doting father to three children, campaigns for good causes and is crazy about his female dog, Granola. Henrique Fogaça moves too fast between the opposite extremes of a spectrum, in a few seconds between eight and eighty – this might be the reason why his rock band is called Oitão (Big eight) – and it all happens faster than the speed he rides his motorcycles on the streets of São Paulo. But you are wrong if you think he is only tough. Spending an afternoon with the team of Avianca em Revista, he revealed himself to be someone kind, someone like us, and a very funny person. The shooting session took place in a stuffy February afternoon in the district of Belenzinho, in the capital of São Paulo. Fogaça arrived on his Triumph, a brand he is ambassador to, and parked in front of the big iron gate of Cristaleria Nacional, the photo shooting location. He insisted on knowing the place, nowadays partially run down, which was once in its golden age before closing down in the 1990s. “We could take a whole set to the restaurant, right?”, he joked, referring to his newest venture, Sal Grosso, opened at the end of February at BarraShopping in Rio de Janeiro. The place, the 11th under his management, is only one more business created by the chef-entrepreneur, owner of the very successful Sal, Cão Véio and Jamile. The new business model is focussed on meat, roasts and portions to be shared with. “The idea is something trivial to gather people at a table. Cooking is something very serious, it demands a lot of responsibility, you have to be able to please people”, he says. When the subject is the kitchen, the conversation gets earnest. “In order not to show up in my restaurant, you will either have lost a loved one or a part of your body. I don’t intend to be mean – I am very playful at work. But I have always been very determined, and I demand the same from those who work with me as well.” Indeed, before he became a judge at Masterchef, one of the most loved reality shows on television, Fogaça walked a long way. He arrived in São Paulo at an early age, bringing

56

AVIANCA EM REVISTA

restlessness in his baggage, in addition to an incomplete course of Architecture. He tried to study Foreign Trade, a career that did not really lure him. He became a CD salesperson, a supermarket supervisor and an assistant at a video rental store. He spent some time working in a bank at a Cheque Clearing Department, where he stayed for five years. He already knew that his vocation was not in that place, and at the same time he was not sure what it would be. With all his tattoos covered, he fulfilled his work duties, and in the remaining time, he dedicated himself to activities in which he was able to let steam off. He played with the band Pineapple Face, rode a motorcycle and had some fun with a group of friends equally tattooed. The kitchen, then, was not part of his life. “I pretty much used to eat frozen food. One day, I felt like eating my grandmom’s breaded steak, and I called to ask for some tips. This is how I started cooking”, he tells. “And not only for myself. We would chip in for buying food and I would prepare the box lunch for my folks too.” As he noticed he could do it blindfolded, he quit the monotonous cheque clearance job to venture the streets of São Paulo capital in VW Van. “The King of the Snacks” crossed the streets for six months, but it closed down due to a confict among the partners. The venture, however, carried out for a little time, was enough for him to get rid of a job that did not drive him. Fogaça created the brand Fogar, he bought the needed utensils and started knocking door to door selling cakes and sandwiches. A lot of “NOs” did not make him give up, drawing the attention of those who would follow him. In less than a year, such determination yielded him an invitation to take over the kitchen of a café at Galeria Vermelho, and since then he never stopped again. From that time, he carries the first stainless steel table he bought then to work, nowadays part of the kitchen at Sal. On his skin, amid so many tattoos, there is a drawing of his first stove (sketch made by the drummer of the band then, Osso). Fogaça considers himself a rice-and-bean kind of person, and he leads his life as ease as his busy routine allows him to. He takes advantage of the program Masterchef and uses the opportunity to influence the audience positively. He understands his responsibility with the viewers of the most different ages and profiles, and he is proud of conveying the message that dreams can come true. “Many people recognize me on the

street and comment: ‘I changed my life because of you’. They are people who were unhappy (one way or another) and could turn things around. This makes me happy”, he celebrates. “Who is a true person knows someone who is fake”, he repeats and emphasizes that the Fogaça on screen is the same one of everyday life. When he is not in the kitchen, he is with his kids Olívia, João and Maria Letícia, or with the band, or with the friends of the motorcycle group, the Abutre’s. Because the shoemaker always wears the worst shoes, he prefers to prepare sandwiches or take home some warm food from the restaurant. The rule of thumb is to prioritize whatever makes him happy. “I have to balance my schedule and priorities, which are my kids and my work. I learned how to say ‘no’ plenty of times in order to preserve myself”. Over time – which is scarce – he learned that you cannot have the cake and eat it too, he delegates work to uncountable right-hand people, whom he considers part of his family. “People like me end up adopting the kitchen crew as their own family, as a part of a lifestyle. When I am in the restaurant, I am at home”. RESUME Sal Gastronomia may be found in three different addresses, two in São Paulo and the other in Rio de Janeiro | salgastronomia.com.br The gastropub Cão Véio may be found in six places: three in São Paulo, one in Brasília, one in Curitiba e and the other one in Goiânia | caoveio.com.br Jamile, a partnership with Alberto Hiar and Anuar Tacach, is located in the São Paulo district Bixiga | jamilerestaurante.com.br Sal Grosso, the newest endeavor, is located in Rio de Janeiro | @salgrosso_henriquefogaca EXTRACURRICULAR ACTIVITIES The chef has the hardcore band Oitão He pratices Muay Thai He is a member of Abutre’s Motorcyclist’s Club

VIEW “I could only consider myself a chef after 10 years working in a restaurant. I thought: I can give it to myself, I guess I am a chef.” “The kitchen demands a lot of responsibility. You deal with lives, people, food. At the same time you offer something pleasant, you might be offering a nightmare”


TRAVEL

MUY CALIENTE Destinos certos o ano inteiro, Cancún e Riviera Maia reúnem praias, festas e muita história TEXTO / TEXT NATALY COSTA

58

AVIANCA EM REVISTA


AVIANCA EM REVISTA

59

FOTO: SHU T T ERS TOCK


TRAVEL

60

AVIANCA EM REVISTA

passeios – aliás, isto deve ser feito, seja de carro alugado, táxi ou em miniexcursões arranjadas por dia e por destino. A dúvida de muitos visitantes, de contratar ou não o serviço all-inclusive, é justificada: do café da manhã ao chazinho da madrugada, está tudo incluído no valor da diária e não é preciso se preocupar com a conta do bar da piscina nem com a do restaurante. A escolha, no entanto, depende do perfil e estilo de viagem de cada um. Se a ideia é ficar no hotel e descansar sem maiores esforços, vale a pena. Se a pedida é bater pernas pelo destino, com idas à Isla Mujeres, passar um dia em Playa del Carmen ou dedicar uma tarde às pirâmides ou a um parque temático, talvez seja melhor pagar as refeições por fora, onde estiver.

VIDA BOA

Os primeiros dias em Cancún podem e devem ser de descanso. Com uma boa estrutura de hotel e o mar azulzinho brilhando à frente, é mais do que compreensível optar pelo esquema praia e piscina, drinks e comidinhas. Entre um resort e outro, há shoppings como o La Isla, mas também pequenos centros de compras com artesanato, lojinhas e bares, bons para serem explorados no começo da noite, com o sol já posto. Em alguns (poucos) casos vai-se a pé, em outros toma-se um táxi ou um ônibus circular, que sobe e desce a rua dos hotéis, apanhando os turistas e levando-os de um ponto a outro. Os mais entusiasmados apostam nas casas noturnas espalhadas pelo balneário, que oferecem noitadas de música internacional e muita tequila em ambientes frequentados

FOTOS: SHU T T ERS TOCK E DIVULGAÇÃO/CENACOLO

U

ma cidade-resort moldada ao sabor do turismo, com hotéis luxuosos à beira de um mar do Caribe, que só pode ser chamado de impecável. Cancún é sinônimo de grandiosidade e, como se uma vida de drinks e mordomias não bastasse, pode ser só o começo da viagem de quem não se farta de mar azul e deseja explorar os arredores, como a pitoresca Isla Mujeres, a fervidíssima Playa del Carmen ou a ex-hippie Tulum, que compõem o trecho conhecido como Riviera Maia. É verdade que Cancún é tão internacional que, por vezes, se esquece que estamos na terra dos mariachis. Mas, se combinar direitinho, dá para conciliar comida de resort com bons restaurantes, faixas de areia desertas e praias animadas, roteiros de barco e de carro, ilha e terra firme e até um passeio histórico às pirâmides de Chichén Itzá, considerada uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo. São apenas 22 quilômetros de praia, o que pode parecer pouco comparado ao nosso extenso litoral. Mas Cancún recebe sozinha a mesma quantidade de turistas que o Brasil inteiro em um ano (cerca de 7 milhões de visitantes nacionais e estrangeiros), que garantem à cidade a impressionante média de 80% de ocupação hoteleira de inverno a verão. Tem hotel para todos os bolsos e gostos, desde os maiores, pertencentes às grandes cadeias multinacionais, aos mais modestos, com piscinas em tamanhos variados, com ou sem atividades recreativas e de lazer, tendo dois ou dez restaurantes. É preciso ter em mente apenas que seu endereço será a Boulevard Kukulkán, a grande via entre o mar e o lago onde ficam os melhores resorts e onde tudo acontece, e não faz muito sentido ficar fora dali. O que não significa que você não possa dar seus


Massa do restaurante Cenacolo, no shopping Marina Town Center

QUANDO IR

Vista aérea do balneário e, abaixo, cenas da noite badalada de Cancún

Por ser destino de férias o ano todo, especialmente entre os norte-americanos, há sempre o que fazer em Cancún e dá praia em qualquer época, com temperaturas entre 20 e 30 graus. Atente para a altíssima temporada, que vai do Réveillon até março, quando chegam centenas de adolescentes spring-breakers dos Estados Unidos. O segundo semestre pode ser um pouco mais chuvoso, mas nada que atrapalhe. É também nesse período a temporada de furacões, o que não chega a ser caso de alarme, já que a região é, geralmente, pouco atingida.

AVIANCA EM REVISTA

61


TRAVEL

majoritariamente por jovens norte-americanos em período de spring break ou férias. Grupos de homens e mulheres em despedidas de solteiro também são comuns. A culinária é pouco mexicana e mais internacional, com bastante guacamole, é claro, mas também churrascarias, pizzarias e restaurantes italianos. No Cenacolo, que fica no shopping Marina Town Center, as massas são caseiras e alguns pratos preparados à mesa, como o Devil’s Penne, que chega ainda al dente e é temperado com tomate, alho e pimenta dentro de uma enorme roda de queijo pecorino. Em outros restaurantes, segue-se a regra de agradar o paladar americano, com hambúrgueres, fajitas e tacos, mas não no estilo mexicano tradicional, com tortilhas de milho, e sim à la tex-mex, com muito molho e temperos menos picantes. Em Playa del Carmen, lojinhas charmosas se misturam a grandes grifes

A orla de Isla Mujeres

62

AVIANCA EM REVISTA


O mergulho nas águas de Ik-KIl; abaixo, o cenário pitoresco de Tulum

FOTOS: SHU T T ERS TOCK

PARA IR ALÉM

Para sair do balneário, comece com um passeio de barco à Isla Mujeres, onde se pode passar o dia cercado pelo mar do Caribe em um clima mais relaxado. Chegar ali é bem simples: catamarãs saem do centro de Cancún e da zona hoteleira, e a viagem dura aproximadamente 20 minutos. Outra opção é explorar a Riviera Maia. Antes conhecida por atrair visitantes mais hippies e esotéricos, essa região do litoral mexicano oferece praias belíssimas, opções de lazer familiares e muita história. Dormir uma ou duas noites em Playa del Carmen, uma das principais cidades, é bastante recomendável. Assim, dá para curtir a atmosfera boho do local, que tem barracas de praia com música até o fim de tarde e diversos restaurantes charmosos, com uma estética menos americanizada que Cancún. Quem é bom de mergulho não pode deixar de conhecer Cozumel, paraíso das águas claras onde pelo menos um snorkel é obrigatório para observar a rica fauna marinha – e isso se você não for mesmo para o fundo do mar de cilindro e toda parafernália profissional. Já com crianças e adolescentes, a pedida é escolher entre os parques Xcaret ou Xel-Há, que têm tirolesa, boia cross, tobogã e um sem-fim de atividades aquáticas.

COMO EXPLORAR

É possível contratar passeios individuais ou em grupo, fazendo bate-volta a partir de Cancún. O carro só passa a fazer sentido quando você quer fazer roteiros por conta própria, ou então levantar acampamento e explorar outras paragens. • A Isla Mujeres fica a 20 minutos de catamarã. As embarcações saem do centro e da zona hoteleira • Até Playa del Carmen são apenas 70 quilômetros. De lá, é possível pegar os barcos que levam a Cozumel • Os parques Xcaret e Xel-Há podem ser atividades de um dia. O primeiro está a 76 quilômetros de Cancún; o segundo, a 114 • Tulum está a quase duas horas de viagem, mas o mar cristalino e a água mansa fazem valer a pena • Visitar o sítio arqueológico de Chichén Itzá requer um esforcinho maior: a atração está a 200 quilômetros de Cancún, e quase equidistante de Playa del Carmen AVIANCA EM REVISTA

63


TRAVEL O sítio arqueológico de Chichén Itzá abriga as preciosidades do povo Maia

64

AVIANCA EM REVISTA


FOTO: C. KOGA AVIANCA EM REVISTA

65


TRAVEL

Detalhes do sítio arqueológico de Chichén Itzá

// MUY CALIENTE A sure destination all year long, Cancun and the Riviera Maya gather beaches, parties and plenty of history in just one place

A resort city shaped by tourism, with luxury hotels at the Caribbean sea is something you may call amazing. Cancun is a synonym of magnificence, and in addition to a life full of drinks and comfort, it can only be the beginning of a trip for someone who never gets enough of blue sea and intends to explore the neighborhood areas, such as the picturesque Isla Mujeres, the very popular Playa del Carmen or the ex-hippie Tulum, which are a part of the area known as Riviera Maya. It is true that

66

AVIANCA EM REVISTA

um dia para visitar Chichén Itzá. São 2h30 de viagem e a oportunidade única de visitar um dos sítios arqueológicos mais imponentes do mundo. Chichén Itzá foi uma antiga cidade construída pelo povo Maia, cujas ruínas e pirâmides muitíssimo bem preservadas guardam os segredos e mistérios daquela civilização. Se fizer muito calor, a cereja do bolo é aproveitar a viagem e parar no Cenote Ik-Kil, uma espécie de poço formado em cavernas e preenchido por águas translúcidas de rios subterrâneos, muito típicos na região. Além da paisagem encantadora – imagine uma piscina muito azul cercada pelo verde selvagem descendo das rochas –, um banho naquelas águas geladas vem bem a calhar.

Cancun is so international that we many times forget we are in the land of mariachis. But if you organize it right, you can balance food at the resort or in good restaurants, desert sand stripes and lively beaches, boat tours and tours by car, island and dry land and even a historical excursion to the pyramids of Chichén Itzá, considered one of the New Seven Wonders of the World. There are only 22 kilometers of beaches, which might sound insufficient when compared to our extensive coast. But Cancun hosts alone the same amount of tourists that Brazil receives in one year (about 7 million domestic and foreign visitors), who make sure that the city gets an impressive average of 80% hotel occupancy rate from winter to summer.

There are hotels for all budgets and taste, ranging from the biggest ones belonging to multinational chains to the most modest ones, featuring pools in varied sizes, offering or not recreational activities, with two or ten restaurants. We need to bear in mind that your address will be Boulevard Kukulkán, the big road between the sea and the lake where the best resorts are located and all activities take place, so it is useless to stay elsewhere. But it does not mean that you are not able to go for a walk – something that, by the way, one should do, whether in a rented car, taxi or in mini-tours booked for a day or for a certain destination. The doubt many visitors have, about booking or not an all-inclusive service, is justified: from breakfast to some tea in the

FOTO: C. KOGA

A viagem pode continuar até Tulum, outros 60 quilômetros adiante. Ali, nada de hotelões all-inclusive nem agito na praia: a hospedagem é mais rústica, pé-na-areia, mas com conforto, e o mar é mais tranquilo em todos os sentidos, com menos ondas e turistas. É verdade que já faz muito tempo que a cidadezinha foi descoberta e não guarda mais o ar hippie de outrora, mas ainda é uma bela alternativa para quem quer variar de Cancún, seja para dormir ou passar o dia. O que faz de Tulum um passeio perfeito é que, além das águas cristalinas e praia mansa, a cidade tem um sítio arqueológico à beira-mar, tornando a paisagem imbatível. Agora, se a pegada for mais histórica, vale a pena reservar


early morning, everything is included in the rate and it is not necessary to worry about the check at the swimming pool bar or the one at the restaurant. The choice, however, depends on the trip's profile and style of everyone. If the idea is to stay at the hotel and rest effortlessly, it is worth choosing that option. If the alternative is to go for a walk in the location, for instance to Isla Mujeres, spend a day at Playa del Carmen or reserve an afternoon to go to the pyramids or to a theme park, maybe you would better not choose a board basis package and pay for the meals where you are. A PLEASANT LIFE The first days in Cancun should and have to be for resting. With a good hotel infrastructure and blue sea sparkling right in front of you, it is comprehensible if you choose the option beach and pool, drinks and food. Between one resort and another, there are not only malls such as La Isla, but also small shopping facilities with handicrafts, small stores, and bars, good to be explored in the early evening, when the sun has already set. In some cases (just a few) one may walk, in others one may take a taxi or a shuttle bus that crosses the hotel street in both directions, picking up tourists and taking them from one corner to another. The most enthusiastic ones bet on nightclubs spread in the seaside spot, offering international music evenings and a lot of tequila in environments mostly attended by young North-Americans in the spring break or vacations. Groups of men and women celebrating bachelor or bachelorette parties are very common as well. The cuisine is a little Mexican and more international, with plenty of guacamole, of course, but steakhouses, pizza places, and Italian restaurants are also there. At Cenacolo, located in the mall Marina Town Center, pasta is made on the premises and some dishes are prepared at the table, such as Devil’s Penne, that gets to your table cooked al dente and is seasoned with tomato sauce, garlic and hot chilly in a Pecorino cheese wheel. In other restaurants, the rule of thumb is to please Americans with hamburgers, fajitas, and tacos, however, not in the traditional Mexican style with corn tortillas, but in the Tex-Mex style, with enough sauce and mild spicy seasoning. GOING BEYOND If you want to leave the seaside town, start with a boat tour to Isla Mujeres, where you can spend the day surrounded by the Caribbean sea in a more relaxed environment. Get-

ting there is easy: catamarans leave from downtown Cancun and from the hotel area, and the trip takes approximately 20 minutes. Another option is to explore Riviera Maya. Formerly well-known for attracting more hippie and esoteric visitors, this region at the Mexican coast presents wonderful beaches, familiar leisure options and lots of history. Sleeping one or two nights in Playa del Carmen, one of the main cities there, is really recommended. And so, you can enjoy the local boho atmosphere, featuring beach stalls with music until the late afternoon and many charming restaurants, with a less American appearance than Cancun. Those who are into scuba diving should not miss visiting Cozumel, a crystal-clear water paradise, where at least a snorkel is mandatory to observe the rich marine fauna – if you do not really dive to the bottom of the sea with diving cylinders and all the professional paraphernalia. Once you have children and adolescents, the alternative is to choose from the parks Xcaret or Xel-Há, that features zip lines, one-person raft floats, water slides and uncountable water activities. The trip may proceed to Tulum, some 60 kilometers far ahead. There, neither all-inclusive big hotels nor beach hustle can be found: although lodging is more rustic, very close to the sand, it is comfortable and the sea is quieter in every way, with fewer waves and tourists. The small town has sure been discovered for a long time and it does not transpire the former hippie fashion of those days, but it is still a nice alternative for those willing to have something different from Cancun, whether you spend there a night or a day. What makes Tulum a perfect choice for a tour is that, in addition to the crystal-clear water and a quiet beach, the city has an archeological site at the seashore, creating incomparable scenery. However, if you are more into a historical itinerary, it is worth earmarking a day to visit Chichén Itzá. This is a 2.5-hour trip and a lifetime opportunity to visit one of the most impressive archeological sites in the world. Chichén Itzá was an ancient city built by the Maya people, whose very well preserved ruins and pyramids store secrets and mysteries of that civilization. If it gets too hot, the best of all is to enjoy the trip and stop at Cenote Ik Kil, a kind of natural pit formed in caves and filled with translucent water from underground rivers, a typical formation in the region. In addition to the amazing landscape – imagine a pool surrounded by the wild vegetation descending from the rocks – the inviting scenery that lures you to bathe in those chilly waters.

WHEN TO TRAVEL Because it is an all-year vacation destination, especially among the North-Americans, there is always something to do in Cancun, where you can go to the beach at any time of the year, with temperatures ranging from 20 to 30 degrees. Notice that the high season is from New Year's Eve to March when hundreds of American Spring Breaker adolescents arrive. The second semester might be rainier, but this is nothing that can spoil your trip. This is exactly when the hurricane season happens, something you should not be warned off since the region is usually less affected by these events.

HOW TO EXPLORE It is possible to book tours for solo travelers or for groups, such as a getaway leaving from Cancun. A car would only make sense in case you want to do your own program, or if you want to explore other locations. • Isla Mujeres is 20 minutes far away, by catamaran. The boats leave from downtown and from the hotel area. • To Playa del Carmen, the distance is about 70 kilometers. From the city, you can take the boats that take you to Cozumel. • The parks Xcaret and Xel-Há are a little bit far getaway. The first one is located 76 kilometers from Cancun, the latter 114 kilometers. • Tulum is almost two hours far from Cancun, but the crystal-clear sea and the calm water make the trip worthwhile. • Visiting the archeological site of Chichén Itzá is a little more demanding: the city is situated 200 kilometers from Cancun, and almost the same distance far from Playa del Carmen. In Playa del Carmen, charming stores mix with famous brands CAPTIONS PG. 60-61 Aerial view of the destination and, below, scenes of the night of Cancun Pasta from the Cenacolo restaurant, at Marina Town Center mall PG. 62-63 The coast of Isla Mujeres The diving in the waters of Ik KIl; below, the picturesque landscape of Tulum PG. 64 The archaeological site of Chichén Itzá preserves the preciousness of the Mayan people PG. 66 Details of the archaeological site of Chichén Itzá. AVIANCA EM REVISTA

67


BIOGRAPHY

68

AVIANCA EM REVISTA


O INSIGHT DE YGOR MOURA, FUNDADOR DA MAIOR REDE DE DEPILAÇÃO DO MUNDO, A ESPAÇOLASER Com a vaidade dos outros, o cuiabano Ygor Moura fez fortuna. Fundou a Espaçolaser, hoje a maior rede de depilação do mundo, virou sócio da Xuxa (sim, a rainha dos baixinhos) e cresceu também por meio do fundo de investimentos L Catterton, de Bernard Arnault, o quarto homem mais rico do mundo. “Dá para dizer que a Espaçolaser está no mesmo patamar que a Louis Vuitton”, brinca ele, numa rara demonstração de vaidade. Com planos concretos de expansão para 2019, o empresário espera chegar à impressionante marca de mil lojas e se prepara para inaugurar uma vertente inédita de seu negócio.

FOTO: DIVULGAÇÃO

TEXTO / TEXT DANIEL SALLES

AVIANCA EM REVISTA

69


BIOGRAPHY

O

médico de 44 anos não parece gostar de se vangloriar de seus feitos. Discreto, passa a semana contando os minutos para sair de São Paulo, onde mora e fica a sede da companhia, e se enfurnar na sua casa de praia, em Maresias, no litoral paulista. “Gosto de ficar descalço, perto da natureza. Em São Paulo é só trabalho, trabalho”, diz Ygor Moura, cujo passatempo preferido é se cercar de amigos munidos de violão para cantorias de música sertaneja. A cada três meses faz questão de viajar para Cuiabá, onde a maior parte de sua família continua morando. “É onde consigo passar os dias de bermuda, sem ninguém me tratando como um CEO”, conta. Foi bem quando começou a deixar a barba crescer, no final dos anos 1990, que Moura resolveu apostar na medicina estética – ele prefere “estética na medicina”, por não se tratar de uma especialidade, como a pediatria e a psiquiatria, por exemplo. Filho de um renomado radiologista, cursara medicina com o intuito de seguir os passos do pai. Mas só até se dar conta de que a radiologia, cujos procedimentos se dão nos bastidores dos hospitais e demandam pouco contato com os pacientes, não era exatamente a melhor escolha para alguém comunicativo como ele. Decidiu-se pela dermatologia por pragmatismo, depois de participar de um congresso da área no Rio de Janeiro. “Como muita gente na época, achava que boa parte dos procedimentos estéticos não passava de charlatanismo. Ali descobri que havia seriedade nesse meio e resultados concretos. E percebi que era um segmento que seguramente ia crescer”, lembra. “Os brasileiros são muito vaidosos.” A especialização em dermatologia ele cursou em São Paulo, onde mora desde 2000. Como todo médico da área, passou a oferecer procedimentos como peeling, preenchimento e aplicação da toxina botulínica em seu consultório, em Moema. A máquina para depilação a laser, tecnologia disponibilizada comercialmente a partir de 1995, foi comprada usada de outro dermatologista. Custou R$ 180 mil. A quantia foi paga com os R$ 100 mil que Moura pediu emprestados ao avô – que acabara de vender uma de suas fazendas em Mato Grosso – e com empréstimos semanais da máquina ao antigo proprietário, sempre às terças, por quarenta vezes. Não dá para dizer que o cuiabano se apaixonou pelo equipamento. Mas foi quase isso. “Diferentemente de todos os outros procedimentos estéticos, a depilação a laser oferece resultados incontestáveis”, garante ele, que decidiu apostar todas as fichas no negócio. Com Paulo Morais, ad-

vogado de formação, e o empresário Tito Veiga, fundou a Espaçolaser em 2002. A companhia se resumia ao consultório de Moura em Moema e a uma unidade no MorumbiShopping. “Levamos três meses só para convencer o shopping a aceitar nossa presença. Alegavam que um estabelecimento daquele não combinava com as demais lojas”, lembra Paulo Morais, que hoje divide a presidência da companhia com Moura. Eram duas unidades, mas uma única máquina a laser, que precisava ser transportada às pressas de um endereço a outro dentro de um furgão, conforme a demanda (o equipamento, que lembra uma antiquada máquina de xerox, foi aposentado no ano passado e agora decora a sala de espera da sede da Espaçolaser, em Pinheiros). No início, todo mundo estranhava o novo inquilino no shopping. Certo dia, uma mulher irrompeu na unidade com um carrinho de bebê decidida a deixá-lo por ali, com o rebento e tudo. “Ué, mas não é espaço de lazer?”, protestou, até compreender qual era o serviço oferecido pelo novo estabelecimento. O trio deve muito ao boom dos sites de compras coletivas, caso do Groupon e do Peixe Urbano, que oferecem promoções tentadoras e se mostraram o principal canal de vendas das sessões de depilação. Quando virou febre, por volta de 2010, a Espaçolaser somava sete unidades. Cinco anos depois, quando essas plataformas já estavam em baixa, a rede tinha 33 endereços. Em razão do declínio dos sites e da Copa do Mundo, o ano de 2014 foi o mais temerário da história da companhia. “Na mesma época em que fomos obrigados a explorar novos canais de venda, como as redes sociais, os brasileiros ficaram dois meses só pensando em futebol”, lembra Morais. Sufoco debelado, a empresa deu início a uma expansão de arrepiar o cabelo. Para 2016 a meta era inaugurar 40 unidades. Foram 120. Hoje a maior rede de depilação do mundo, a Espaçolaser se espalha por 428 endereços no país e a meta para este ano é abrir mais 139 filiais – boa parte delas são franquias. Em setembro do ano passado, surgiu o primeiro ponto internacional, em Buenos Aires, que foi batizado como Definit. Chile e Colômbia devem ganhar suas lojas no segundo semestre. Se no início a companhia penou para se estabelecer no MorumbiShopping, hoje só três centros de compras do gênero não têm uma Espaçolaser para chamar de sua: JK Iguatemi, Higienópolis e Anália Franco. Em 2017, a rede montou uma segunda marca, a Estúdio Face, especializada

“COMO MUITA GENTE NA ÉPOCA, ACHAVA QUE BOA PARTE DOS PROCEDIMENTOS ESTÉTICOS NÃO PASSAVA DE CHARLATANISMO. DESCOBRI QUE HAVIA SERIEDADE NESSE MEIO E RESULTADOS CONCRETOS” 70

AVIANCA EM REVISTA


“NO COMEÇO ACHÁVAMOS QUE 100 UNIDADES JÁ SERIA UM NÚMERO EXCEPCIONAL. VAMOS CHEGAR A MIL” em procedimentos como peeling e aplicação de botox®. A meta é passar das três unidades atuais, todas em São Paulo, para até 250 Brasil afora. No ano passado, o faturamento do grupo foi de R$ 800 milhões. Duas mudanças societárias foram fundamentais para a multiplicação. A primeira foi a que trouxe para o time José Carlos Semenzato, fundador da rede de cursos profissionalizantes Microlins, e ela, Xuxa, em 2015. Convidada por Semenzato, a apresentadora disse que só se manifestaria sobre sua participação depois de testar uma daquelas máquinas a laser. “Ela mora no Rio de Janeiro e eu não tinha nenhuma disponível na cidade”, lembra Moura. “Precisei convencer um concorrente a emprestar uma e levá-la na casa de Xuxa com uma de nossas profissionais.” O médico conta que o tratamento foi testado e aprovado tanto por ela quanto pela filha, Sasha Meneghel, e Mônica Muniz, a empresária da apresentadora. “É uma sócia superatuante”, elogia Morais. “Faz questão de visitar novos franqueados e de participar das comemorações da empresa.” Dois anos atrás, o fundo de investimentos L Catterton, que controla a rede americana de spas médicos Ideal Image e os supermercados St. Marche, entre outros negócios, abocanhou cerca de 30% da empresa de Moura. A injeção de capital resultante da transação permitiu que a Espaçolaser chegasse ao tamanho atual. “No começo achávamos que 100 unidades já seria um número excepcional. Vamos chegar a mil”, gaba-se o médico. Na sede da companhia, ele divide a mesma mesa de madeira usada por Morais. Só há uma curiosa diferença. Enquanto o outro presidente dá expediente em frente a um computador, como a maioria das pessoas, Moura trabalha com absolutamente nada à frente. “Computador para quê?”, questiona, diante da incredulidade do repórter. “E-mails eu leio por aqui”, emenda, apontando o smartphone. Lê, mas não com muito entusiasmo. “Estou sempre lendo os e-mails de três dias atrás. Se for algo urgente, o Paulo me avisa”, explica. Para ele, o sucesso do negócio se deve a uma simples matemática. “Com depilação a cera, uma mulher vai gastar quase R$ 80 mil durante a vida. Conosco, perto de R$ 4 mil”, garante. Os homens ainda são minoria e correspondem a 6% da clientela. Essa proporção a rede começou a tentar diminuir no ano passado com a abertura de uma Espaçolaser masculina, no bairro paulistano dos Jardins. Moura já fez sua parte. Recorreu aos serviços da empresa para retirar os pelos do peito e definir os limites da barba.

// YGOR

MOURA

THE INSIGHT OF YGOR MOURA, FOUNDER OF ESPAÇOLASER, THE BIGGEST HAIR REMOVAL CHAIN OF THE WORLD Thanks to the vanity of others, Ygor Moura, from the city of Cuiabá, made a fortune. He founded Espaçolaser, currently the biggest hair removal chain of the world, he became a partner of Xuxa (the queen of children) and grew also through the investment fund L Catterton, of Bernard Arnault, the fourth richest man in the world. "It can be said that Espaçolaser is on the same level as Louis Vuitton," he jokes, in a rare display of vanity. With concrete plans to expand in 2019, the entrepreneur hopes to achieve the impressive number of one thousand stores and is preparing to inaugurate an unprecedented strand of his business.

The 44-year-old doctor seems to dislike boasting about his deeds. Discreet, he spends the week counting the minutes to leave São Paulo, where he lives and where the head office of the company is located, and to disappear into his beach house in Maresias, on the coast of São Paulo. “I like to walk barefoot, to be close to nature. In São Paulo there is only work and more work”, says Ygor Moura, whose favorite pastime is to be with friends with the guitar to sing countryside songs. Every three months he insists on traveling to Cuiabá, where most of his relatives still live. “This is where I can spend my days wearing shorts, and no one treats me as a CEO”, he tells. It was when he let his beard grow, in the late 1990s, that Moura decided to bet on aesthetic medicine – he prefers “aesthetics in medicine” because it is not concerned with a specialty such as pediatrics or psychiatry, for instance. Son to a renowned radiologist, he had studied medicine with the purpose of following the father career footsteps. But only until he realized that radiology, whose procedures take place backstage in a hospital and demand little contact with patients, was not exactly the best choice for someone so talkative like him. He chose dermatology owing to pragmatism, after having attended a congress in the segment in Rio de Janeiro. “Like many people then, I thought that a significant part of the aesthetic procedures did not go beyond charlatanism. There I discover that there was seriousness and concrete results in this environment. And I noticed it was a segment that would surely grow”, he remembers. “Brazilians are very vain.” The specialization in dermatology he attended in São Paulo, where he has been living since 2000. Like every doctor of the area, he started offering procedures such as peeling, dermal filler and the use of botulinum toxin, a.k.a. Botox®, in his office in Moema. The laser hair removal machine, a technology commercially available since 1995, was bought used from another dermatologist. It cost R$ 180 thousand. The amount was paid with R$ 100 thousand that Moura borrowed from his grandfather – who had just sold one of his farms in Mato Grosso – and by lending the machine weekly to the former owner, always on Tuesdays, for forty times. We cannot say the man from Cuiabá fell in love with the equipment. But it was almost like that. “Differently from AVIANCA EM REVISTA

71


BIOGRAPHY

other aesthetic procedures, laser hair removal offers undisputed results”, he assures, deciding to bet his boots in the business. Together with Paulo Morais, a lawyer, and the entrepreneur Tito Veiga, he founded Espaçolaser in 2002. The company was limited to the office of Moura in Moema and a branch at Morumbi Shopping. “It took us three months only to persuade the mall to accept our store. They alleged that such a business wouldn't match the other stores”, remembers Paulo Morais, who nowadays shares the company presidency with Moura. There were two centers, but only one laser machine, which needed to be carried hurriedly from one address to another inside a van according to the demand (the equipment, that seems like an early Xerox copier, was decommissioned last year and now it decorates the waiting room of the main office of Espaçolaser, in Pinheiros). In the beginning, everyone found the new mall tenant strange. One day, a woman entered the branch with a stroller and she intended to leave it there, with the baby and everything else. “How come, isn't it a nursery space?”, she protested, until she started to understand what kind of service was offered at the new store. The trio owns a lot to the boom of collective buying websites, such as Groupon and Peixe Urbano, which offer tempting promotions and was turned into the main sales channel for hair removal sessions. When they became a hit around 2010, Espaçolaser had seven branches. Five years later, as those platforms were already in decline, the chain was found in 33 addresses. Due to the downturn of the those websites and the World Cup, the year 2014 was the worst in the company's history. “At the same time we were compelled to explore new sales channel such as social networking sites, Brazilians spent two months only thinking about soccer, not even considering hair removal”, Morais remembers. When the hard time was overcome, the

72

AVIANCA EM REVISTA

company started an incredible growth. The goal for 2016 was to open 40 branches. They were 120. Currently the biggest hair removal chain of the world, Espaçolaser has the business spread in 428 addresses in the country and the goal is to open 139 branches more this year – many of them are franchises. In September last year, the first foreign center was opened in Buenos Aires, and it was called Definit. Chile and Colombia shall get their stores in the second semester. Although the company really worked hard to get established at Morumbi Shopping, only three similar malls do have not an Espaçolaser on their premises: JK Iguatemi, Higienópolis and Anália Franco. In 2017, the chain created a second brand, Estúdio Face, specialized in procedures such as peeling and the use of Botox. The goal is to expand the current three centers, all of them located in São Paulo, to 250 further ones in Brazil. Last year, the group revenue achieved R$ 800 million. Two partner changes were fundamental for such a considerable increase. The first one brought to the team José Carlos Semenzato, founder of a professional qualification course chain named Microlins, and Xuxa, in 2015. When she was invited by Semenzato, the presenter said she would only disclose her willing to embark upon the business after having tested one of those laser machines. “She lives in Rio de Janeiro and I had no device available in the city”, Moura remembers. “I had to convince a competitor to lend me one and to take it to the house of Xuxa with one of our professionals.” The doctor tells that the treatment was tested and approved both by her and by her daughter, Sasha Meneghel, and by Mônica Muniz, the manager of the presenter. “She is a very active partner ”, Morais praises. “She insists on visiting new franchisees and attending the company's celebrations.” Two years ago, the investment fund L Catterton, controlling the American medical

spas Ideal Image and the supermarkets St Marche, among other businesses, bought out approximately 30% of Moura's company. The resulting capital injection enabled Espaçolaser to achieve its current size. “In the beginning, we thought that 100 centers would be already an exceptional figure. We will reach a thousand”, the doctor boasts. In the head office of the company, he shares the same wooden table used by Morais. There is only one curious difference. While the other president works at the computer, like the majority of all people, Moura carries out his activities with absolutely nothing at his front. “Why a computer?”, he asks, because of the reporter's disbelief. “E-mails can be read here”, he continues, pointing at the smartphone. He reads, but not very enthusiastically. “I am always catching up on e-mails of the last three days. If it is something urgent, Paulo will tell me”, he explains. For him, the business success is owed to a simple Math formula. “With wax hair removal, a woman will spend almost R$ 80 thousand during her life. With us, approximately R$ 4 thousand”, he assures. Men are a minor part of the business and they count for 6% of the customers. The chain started trying to lower this ratio last year by opening a male Espaçolaser center in Jardins, a district in São Paulo. Moura has already done his part. He used the company service to remove the chest hair and to define the limits of his beard. VIEW “Like many people then, I thought that a significant part of the aesthetic procedures did not go beyond charlatanism. There I discover that there was seriousness and concrete results in this environment.” “In the beginning, we thought that 100 centers would be already an exceptional figure. We will reach a thousand”


MIXOLOGY

ALQUIMIA A QUATRO MÃOS Dos sócios – e aficionados por gim – Alexandre Mazza e Arturo Isola, o Amázzoni completa dois anos com prêmios e produção artesanal POR / BY LUIZA VIEIRA

“O

s alquimistas estão chegando. Estão chegando os alquimistas.” É ao som de Jorge Ben que o grupo de visitantes entra na sala de janelões azul-marinho e parafernálias que, propositalmente, têm um quê de alquimia. Em cima da mesa de madeira, pequenos e grandes potes de vidro de base arredondada guardam os ingredientes da fórmula premiada do Amázzoni, vindos diretamente do coração da Floresta Amazônica (sendo três deles nunca antes explorados como princípios botânicos de gim): cacau e castanha do Pará, e os inéditos maxixe, cipó cravo e rainha do lago. Juntam-se a eles o zimbro, louro, limão, coentro, mexerica e aroeira. Os elementos são macerados em álcool de cereais e suas infusões, derramadas em alambique de cobre. Os mesmos se espalham em tonéis dispostos juntos à parede de azulejos brancos, prontos para serem usados, mais tarde, para a destilação conjunta.

74

AVIANCA EM REVISTA

O ritual, carregado de misticidade, é um novo capítulo na história da Amázzoni Gin. Eleito o Melhor Produtor Artesanal do Mundo (World’s Best Craft Producer of the Year), pelo World Gin Awards 2018, em Londres, o rótulo agora abre suas portas para aqueles que querem desvendar o segredo de tanto sucesso. Em visitas agendadas pelo site, a ideia é que pequenos grupos possam conhecer a sede, na região serrana do estado do Rio de Janeiro (quatro horas de viagem, de São Paulo; três horas, da capital carioca), e acompanhar como a mágica acontece. Instalada em um antigo alambique, cuja construção soma 301 anos de história, a destilaria hoje funciona sob o comando dos sócios e de uma equipe dedicada a manter a produção o mais artesanal possível. Do controle de qualidade à rotulagem, o processo é feito apenas por mulheres, que manuseiam garrafa a garrafa até o momento da distribuição.

FOTOS: L EO NAR D O R A M A D I N HA

“Das águas nasceu a estrela”: a lenda amazonense é o mote da marca, e uma história que vale a pena ser conferida in loco


“Priorizamos o processo artesanal, acima de tudo. Mesmo com a entrada da Pernod, nossa condição foi que a produção seguisse dessa forma”, garante o italiano Arturo Isola sobre a gigante francesa Pernod Ricard tornar-se sócia minoritária no negócio. Radicado no Brasil, ele se juntou ao artista plástico e amigo Alexandre Mazza para dar vida à Amázzoni em meados de 2016. Companheiros de uma confraria da bebida no Rio, decidiram começar a produção para proveito próprio. Quando se deram conta do potencial e qualidade do que saía de seus experimentos, decidiram profissionalizar o selo. Convidaram o premiado mixologista argentino Tato Giovannoni para a empreitada num processo que, hoje, resulta em 1500 garrafas por dia. Da centenária fazenda, as garrafas (também fabricadas artesanalmente, com vidro reciclado) partem para nove estados brasileiros e para o exterior, e estão presentes em prateleiras na Itália, Cingapura, Luxemburgo e Portugal. Em terras tupiniquins, a visita à fábrica inclui um saboroso almoço harmonizado, bem de fazenda, com direito a churrasco de fogo de chão, e ainda a chance de destilar e sair com sua própria bebida engarrafada, feita na hora.

Os sócios Alexandre Mazza e Arturo Isola na sede da Amázzoni Gin

AMAZZONIGIN.COM @AMAZZONIGIN

A garrafa de Amázzoni tem o formato de frascos medicinais renascentistas e conquistou os prêmios ABRE de Embalagem 2017 e o Grandes Cases de Embalagem.

// FOUR-HAND ALCHEMY Belonging to the partners – and real gin fans – Alexandre Mazza and Arturo Isola, Amázzoni Gin celebrates its second anniversary with awards and artisanal production “The alchemists are coming.” To the sound of a Jorge Ben song the group of visitors enters the room with large navy-blue windows and paraphernalia that have deliberately something of alchemy. On the wooden table there are small and big glass containers with rounded bases keeping the awarded formula of Amázzoni, that came originally from the heart of Amazon Forest (three of them never explored before as botanical principles of gin): cocoa and Brazil nut, and the unprecedented maroon cucumber, Thynantus elegans and common water hyacinth. They are mixed with juniper, bay leaves, lemon, coriander, tangerine and Schinus terebinthifolius. The elements are macerated in cereal alcohol and its infusions are poured in copper stills. They are put in barrels located at a white-tile wall, ready to be used later in the combined distilation. This very mystical ritual is a new chapter in the story of Amázzoni Gin. After being awarded the Word’s Best Craft Producer of the Year by the World Gin Awards 2018 in London, the brand now opens its doors for those who want to unravel the secret of such success. In visits scheduled on the internet, the goal is that small groups are able to be shown around the head office in the mountainous region of Rio de Janeiro State (four hours by car from de São Paulo; three hours from Rio), and learn how the magic is carried out. Located in a former still facility, whose construction is 301 years old, the distillery operates nowadays under the supervision of the partners and a dedicated team willing to keep production as artisanal as possible. From the quality control to la-

beling, the whole process is carried out solely by women, who handle bottle after bottle up to the distribution moment. “We prioritize the artisanal process above all. Even after Pernod joined us, our condition was that the production would be carried out the same way as before”, ensures the Italian Arturo Isola about the French giant Pernod Ricard becoming a minor partner in the business. Living in Brazil, he joined the visual artist and friend Alexandre Mazza to generate Amázzoni in the mid 2016. Partners of a drink brotherhood in Rio, they decided to begin the production for their own consumption. As they learned the potential and quality resulting from their experiment, they decided to professionalize the label. They invited the awarded Argentinean mixologist Tato Giovannoni for an endeavor in a process that currently produces 1,500 bottles a day. From the centennial farm, bottles (artisanal manufactured with recycled glass) head for nine Brazilian states and abroad, where they can be found on shelves in Italy, Singapore, Luxemburg and Portugal. In Brazil, a visit to the factory includes a typical farm lunch, pairing with barbecue made on ground fire, and there is also a chance to distil and bottle your drink made on the spot and take it home. The Amázzoni bottle has the shape of Renaisance medicinal bottles and it has won the prizes ABRE de Embalagem 2017 (Packaging award) and the Grandes Cases de Embalagem (Packaging Great Cases). CAPTIONS From the waters was born the star": the Amazon legend is the motto of the brand, and a story that is worth being conferred in loco. The partners Alexandre Mazza and Arturo Isola in the headquarters of Amázzoni Gin AVIANCA EM REVISTA

75


ESCAPE

FUGA PARA PALM BEACH Um dia no elegante balneário da Flórida TEXTO / TEXT CARLA LENCASTRE

iami está cada vez mais gostosa. Tem sempre algo novo no bom mix de arte, gastronomia e praia (além de compras e festas, claro). Mas se você está pela Flórida, os arredores da cidade podem proporcionar ótimas escapadas de um dia. E, o mais interessante: não precisa nem de carro. Em meados do ano passado, foi finalmente inaugurado o primeiro trecho do trem de alta velocidade Brightline. Em pouco mais de uma hora, chega-se a Palm Beach, balneário ao norte de Miami, conhecido por seus ótimos restaurantes, lojas únicas e por fazer parte de um capítulo importante na história turística do estado. Para chegar lá, não tem mistério. O trem parte de hora em hora de Downtown Miami rumo a West Palm Beach, no continente. Dali é só cruzar uma

Flagler Museum foi cenário de festas para milionários nova-iorquinos

76

AVIANCA EM REVISTA

das duas pontes (aplicativos de transporte funcionam bem na região) e em dez minutos chega-se à ilha onde fica Palm Beach. A alta temporada vai até maio, entre o inverno e a primavera no hemisfério norte. Neste período, os dias são ensolarados, secos e com temperatura média em torno dos 25 graus. Inicie o passeio onde o balneário surgiu, na casa de Henry Morrison Flagler, hoje um delicioso museu. Milionário de Nova York, Flagler gostava dos invernos amenos do sul da Flórida no final do século 19. Em uma época em que Miami mal existia no mapa, comprou terras e investiu em estradas de ferro. As salas do hoje Flagler Museum foram cenários de muitas festas organizadas para receber outros milionários que fugiam do frio nova-iorquino. Restauradas e bem

cuidadas, seguem arrumadas como se mais um evento estivesse para começar. Os quartos também parecem prontos para acolher novos hóspedes. As dezenas de cômodos guardam peças de mobiliário originais, louças e obras de arte. Como os visitantes eram muitos, Flagler construiu um hotel à beira-mar, The Breakers, a cinco minutos de casa. Depois de dois incêndios, entre o final do século 19 e o início do 20, o resort vive sua terceira vida (o prédio atual é de 1926) e é um dos pontos turísticos mais fascinantes de Palm Beach. Não é preciso estar hospedado para admirar a imponente construção inspirada na Renascença italiana, administrada pelos herdeiros. Tomar um drink ou fazer uma refeição leve no glamouroso bar HMF é como entrar em um túnel do tempo e chegar

FOTO: C. KOGA. DIVULGAÇÃO E CARL A LENCAS T RE

M


FOTO: C KOGA

À beira-mar, The Breakers é um dos pontos turísticos mais fascinantes de Palm Beach

à “Era Dourada” da economia americana. Para uma experiência mais contemporânea, o Seafood Bar é imbatível. Não é fácil escolher entre ficar no balcão, um aquário, ou em uma das mesas com vista para o Atlântico Norte. Os momentos difíceis continuam quando chega o menu repleto de peixes e frutos do mar frescos. Duras decisões. Já a Key Lime Pie, torta de limão característica da Flórida, é unanimidade para a sobremesa. Reserve um tempo na parte da tarde para passear pela Worth Avenue. A principal rua comercial do destino é endereço de grifes, mas está também repleta de lojas que só existem ali, ou em pouquíssimos outros lugares. Bom para garimpar uma peça original. A experiência mais gourmet da cidade está nas redondezas, no Café Boulud, filial da premiada casa do Upper East Side de Nova York. Do multiestrelado chef francês Daniel Boulud, tem ambiente, comida e serviço impecáveis. Ótima opção para encerrar o dia. AVIANCA EM REVISTA

77


ESCAPE Salada de beterraba do Meat Market

Para quem busca mais agitação, ou um drink de fim de noite, o Meat Market é um bom bar e restaurante de carnes, que vai ficando animado conforme a noite avança. É filial da casa de South Beach. Se escolher ir no de Palm Beach, cuidado para não perder o trem. Dependendo do dia da semana, o último horário de volta para Miami é entre 20h e 23h.

BRITGHTLINE. 501 Evernia Street. gobrightline.com FLAGLERMUSEUM. 1 Whitehall Way. flaglermuseum.us WORTH AVENUE. worth-avenue.com HMF E SEAFOOD BAR. The Breakers, 1 South County Road. thebreakers.com CAFÉ BOULUD. The Brazilian Court, 301 Australian Avenue. cafeboulud.com MEAT MARKET. 191 Bradley Place.

Miami is getting nicer and nicer. There is always something new in the good mix of art, gastronomy and beach (in addition to shopping and partying, of course). But if you are in Florida, the city outskirts can enable very good one-day getaways. And the most interesting is that you do not even need a car. The operation of the first high-speed train Brightline segment began in the middle of last year. In a little more than one hour, you arrive in Palm Beach, a seaside spot in the north of Miami, known for its excellent restaurants, exclusive stores and because it represents an important chapter in the state tourist history. Arriving there is not a big deal. The train leaves hourly from downtown Miami towards West Palm Beach, in the mainland. From that location you just have to cross one of the two local bridges (transportation apps work well in the area) and in ten minutes you get to the island where Palm Beach is located. The high season finishes in May, between the winter and spring in the north hemisphere. At this time of year, days are sunny, dry and the average temperature is about 25 degrees Celsius. Start your tour where the bathing spot was settled, in the house of Henry Morrison Flagler, now a nice museum. A New Yorker

78

AVIANCA EM REVISTA

millionaire, Flagler used to like the mild winters of South Florida in the late 19th century. It was a time when Miami barely existed and he acquired some land and invested in railways. The rooms of the current Flagler Museum were scenery to many parties organized by him and his wife to host other millionaires that would be willing to flee from the New Yorker cold. Renovated and in very good condition, they are organized as if another event was about to take place. The rooms look as though they are ready to welcome new guests. The dozens of rooms still hold original furniture, china and artwork. Due to the huge number of visitors, Flagler built a hotel at the sea shore, five minutes from their home. After two fire events, between the late 19th century and early 20th century, the resort lives its third life (the current building was constructed in 1926) and it is one of the most fascinating tourist spots in Palm Beach. You do not need to be staying there to admire the Italian-Renaissance impressive construction managed by the heirs. Having a drink or eating something light in the glamorous bar HMF is like entering a time tunnel and arriving in “The Golden Age” of American economy. For a more contemporary experience, the Seafood Bar is unbeatable. It is not easy to decide between staying at the counter, an aquarium, or at one of the tables facing the North Atlantic. The hard moments continue as you get the

menu full of fish and fresh sea food choices. These are difficult decisions to be made. But the Key Lime Pie is a delicacy in Florida, and everyone is unanimous about it as a dessert. Save some time in the afternoon for a walk on Worth Avenue: the main shopping street is address to many brands, but there are also plenty of stores that you will only find there or in very few other places. This is the right place to shop around for original items. The best gourmet experience in the city is that area, at Café Boulud, a branch of the awarded place from New York Upper East Side. Belonging to the multi-star French Chef Daniel Boulud, the place has impeccable ambience, food and service. This is an excellent choice to end your day. If you are looking for liveliness or for a drink at the end of the evening, the Meat Market is a good bar and meat restaurant that gets livelier as the evening progresses. Just be careful not to miss the train. Depending on the day of the week, the last ride back to Miami is between 8 pm and 11 pm.

CAPTIONS At the sea shore, The Breakers is one of the most fascinating tourist spots in Palm Beach Flagler Museum was setting of parties held for New Yorker millionaires Meat Market's beet salad

FOTO: BEN RUSNAK

// ESCAPE TO PALM BEACH A day in the elegant seaside spot in Florida


SOMMELIER

OS ELEGANTES VINHOS DO DÃO, EM PORTUGAL Conhecida pela paisagem bucólica e belezas naturais, a região produz bebidas nobres, leves e claras

P

ortugal é um país relativamente pequeno em extensão e população, mas enorme quando o assunto são os vinhos. De norte a sul, há regiões produtoras renomadas e com excelentes condições turísticas. É o caso do Dão, no centro-norte do país, que vem se destacando no cenário internacional – e com merecimento. Próximo à região do Douro, o Dão é conhecido por enófilos como a “Borgonha Portuguesa”. A associação se explica pela elegância encontrada em seus vinhos leves, fáceis de beber e com uma cor um pouco mais clara do que os supertintos de áreas vizinhas. O conjunto favorece: o solo, o clima e as uvas utilizadas, além da geografia privilegiada cercada pelas Serras do Caramulo, da Nave e a famosa Serra da Estrela – de onde vêm queijos cremosos que são uma iguaria. Entre os tintos, a Touriga Nacional é, segundo os locais, originária de lá e com grande papel na elaboração dos vinhos, mas não deixe de provar algum feito com a uva Al-

80

AVIANCA EM REVISTA

frocheiro, que desponta como destaque e diferencial regional. Com uma cor mais clara e toques florais e de frutas leves, se bem vinificado pode ser guardado por muitos anos e é uma grata surpresa ao abrir. Nas brancas, a Encruzado é a protagonista, apresentando vinhos realmente singulares e que valem a pena de serem provados, embora encontrem-se facilmente vinhos feitos com outras uvas, inclusive internacionais. O Dão é também uma ótima opção de passeio. Há várias vinícolas que oferecem tours guiados e até hospedagens, dando um charme especial à viagem ao acordar com o cenário dos vinhedos. Se preferir hospedar-se na cidade, Viseu tem uma ótima estrutura turística. De lá, é possível chegar à região vinícola em poucos minutos e, em mais ou menos uma hora, à Serra da Estrela. Além disso, o município fica a 90 minutos do Porto, um dos destinos mais procurados de Portugal.

FOTOS: SH U T T ER S TO CK E D I V U LG AÇ ÃO

POR / BY DANIEL PERCHES


1

// THE ELEGANT WINES OF DÃO IN PORTUGAL Known for the bucolic landscape and natural wonders, the region is a producer of noble, light and clear drinks Portugal is a relatively small country in area and in population, but a huge one when the subject is wine. From north to south, there are renowned producers and excellent tourism conditions. This is the case of Dão, located in the north center of the country, a place that has stood out in the international scenery – and it really deserves it. Next to the region of Douro, Dão is known by oenophiles as the “Portuguese Burgundy”. The association is explained by the elegance found in their wines, which are light and can be easily drunk and which show a lighter color than its neighbor super red wines. A whole set of situations are favorable: the soil, the climate and the grapes used, in addition to the excellent geography surrounded by the mountain ranges of Caramulo, Nave and the famous Estrela – where the produced creamy cheese is a delicacy. Among the wines, Touriga Nacional, according to the local residents, has its origin in that location and it has an important role in the production of wine, however, you should also try some wine made with the grapes Alfrocheiro, that emerges as a regional highlight and differential. Showing a lighter color as well as floral and light fruit notes, it can be stored for a long time if it is well vinified and opening it is always a nice surprise. Considering the white grapes, Encruzado is a major player, presenting really singular wines that are worth a try, although wines made of other grapes are easily found, including international ones. The Dão region is also a nice place to be visited. There are wineries that offer guided tours and even lodging, providing the trip with a special charm since you are able to wake up and see the vineyard scenery. If you prefer to stay in the city, Viseu has a very good tourism structure. From that location it is possible to get to the wine region in a few minutes and to the mountain range of Estrela in about one hour. On top of that, the town is located 90 minutes from Porto, one of the most searched destinations in Portugal.

3

2

4

1- Casa da Passarella O Fugitivo Branco em Curtimenta 2015

Sabor: um vinho único, que utiliza a sua casca na fermentação durante aproximadamente 30 dias. O método é pouco convencional para brancos e garante uma textura especial. Percebe-se corpo e intensidade, além de untuosidade aliada a um frescor quase inexplicável. Harmoniza: polvo, mariscos em calda, paella.

// Flavor: this exclusive wine uses the grape skin in the fermentation process for about 30 days. The method is a little conventional for whites and it ensures special texture. The body and intensity can be easily noticed, in addition to being unctuous and uncommonly fresh. Pairing: octopus, mussel and paella.

premiumwines.com.br / R$ 443,00

2- Julia Kemper Elpenor Tinto

Sabor: Elpenor é um vinho da propriedade de Julia Kemper, orgânico e biodinâmico. Com aromas e sabores de frutas frescas silvestres, tem a potência de um grande vinho aliada a um frescor único, tornando-o um tinto para ser apreciado até sem acompanhamentos. Harmoniza: carnes leves, carpaccios, entradas. // Flavor: Elpenor is a wine belonging to the producer Julia Kemper, it is organic and biodynamic. With aroma and flavor of wild fresh fruits, it has the strength of a great wine together with a single freshness, what makes it a red wine to be drunk even without any side dish. Pairing: light meats, Carpaccio, appetizers.

juliakemperwines.com / Sem preço no Brasil No price in Brazil

3- Casa da Ínsua Tinto Colheita 2015

Sabor: um vinho que expressa bem o que é Dão. Aromas de frutas vermelhas frescas e sabor marcante, pedindo que venha uma boa comida para acompanhar. Harmoniza: carnes vermelhas, cogumelos, pimentões. // Flavor: a wine that truly expresses what Dão is. Presenting fresh red fruit aroma and remarkable taste, it should be eaten with very special food. Pairing: red meat, mushrooms and pepper.

lojaonline.casadainsua.pt / Sem importador no Brasil No importer in Brazil

4- Quinta dos Roques Tinto 2015

Sabor: um produtor clássico da região, que faz vinhos redondos, com muita maciez, mas ao mesmo tempo mostrando a carga de taninos. Aromas de frutas e toques de baunilha e madeira aparecem ligeiramente, mesclando-se ao longo do tempo na taça. Vale a pena deixar descansar um pouco depois de aberto. Harmoniza: assados, carnes com gordura, ossobuco, carne de vitelo.

// Flavor: a classic producer in the region, making round smooth wines, presenting tannin load at the same time. Fruit aroma and a note of vanilla and wood can be slightly noticed, but are eventually mixed in the glass. It is worth leaving it rest after opening. Pairing: roasted meat, fat meat, ossobuco, veal.

decanter.com.br / R$ 163,50

AVIANCA EM REVISTA

81


POINT OF VIEW

Family trip

VALE A PENA VER DE NOVO

Lugares que merecem ser visitados mais uma vez na companhia dos filhos The Veigas

são a designer Mariana, o jornalista e escritor Edison e o pequeno Chico – que tem 5 anos e já fez bagunça em 25 países diferentes / @the_veigas // Are the designer Mariana, the journalist Edison and Chico, who is 5 and has messed around in 24 dfferent countries | @the_veigas

F

oi no meio de uma viagem que decidimos que teríamos o Chico. Consequência de uma conclusão de que o mundo é tão interessante, tão cheio de coisas incríveis para serem conhecidas, que precisávamos ter alguém a quem mostrar isso tudo. Naquele momento concordamos que era a hora de um filho, que haveria “um malinha” extra em nossas viagens. Assim, era natural que sonhássemos – e ainda sonhemos – em voltar a alguns lugares que foram marcantes para nós, agora com a companhia dele. O primeiro repeteco foi Buenos Aires, quando Chico tinha menos de um ano de idade. E foi muito bom revisitar a charmosa capital argentina em um modo slow t rave l , c o m c a r r i n h o d e bebê e caminhadas calmas pela cidade. Aliás, para nós, a maior graça de voltar a um lugar turístico é justamente o passear sem obrigação – o doce compromisso de conhecer os cartões-postais. Quando no ano passado estivemos em Paris com o Chico, pudemos experimentar uma cidade mais cotidiana do que o emblemático circuito Torre Eiffel – Louvre – Champs-Élysées. E também o deixamos programar um pouco os passeios, do jeito dele – o que significava paradas em parquinhos pelo m e i o d o c a m i n h o, m a s também um roteiro clássico de barco pelo Sena. Sim, ele

82

AVIANCA EM REVISTA

quis subir a torre, é claro. E apesar do frio que estava, foi um barato. Um dos melhores repetecos que tivemos foi na Amazônia. Em 2011, dois anos antes de ele nascer, havíamos descoberto um hotel de selva incrível e muito autêntico. O Tariri, em Iranduba, fica em um braço do Rio Negro, só é acessível de barco e é comandado por um casal adorável: Germano, um índio p e r u a n o, e s u a mu l h e r pernambucana, Fabíola. Ele, um guia atencioso e conhecedor das matas; ela, uma cozinheira de mão-cheia. Para os hóspedes, uma combinação perfeita. No feriado de carnaval de 2017 voltamos com o Chico, então já um inquieto moleque de mais de três anos de idade. Ver uma criança brincando na natureza é daquelas experiências que não têm preço – ainda mais para quem vivia em cidade grande. Nadar com ele na imensidão do Rio Negro é das lembranças que queremos carregar vivas enquanto existirmos. E esperamos que este contato com o meio ambiente em sua pureza também sirva para que ele saiba sempre respeitar o verde. Voltar para um mesmo lugar na companhia do filho é emocionante. Pode não ter a mesma tranquilidade de quando éramos apenas um casal. Mas as aventuras valem a pena.

// IT IS WORTH SEEING AGAIN Places that deserve a second visit together with kids It was in the middle of a trip that we decided we would have Chico. This is the result of a conclusion that the world is so interesting, so full of incredible things to be known that we would need someone whom we could show all of it around. At that moment we decided it was time for a child. At that moment we agreed we would carry an extra bag on our trips. So, it was natural that we would dream – and that we still dream – of coming back to places that were significant for us, but now in his company. The first one was Buenos Aires, when Chico was less than one year old. It was very good to revisit the charming Argentinean capital in a slow travel fashion, with a trolley and strolling calmly through the city. By the way, the best part of returning to a tourist place is to go for a walk without the need of having to know the landmarks. When we went to Paris with Chico last year, we could experience a more everyday city rather than the iconic Eifel Tower – Louvre – Champs Elysées tour. And we let him decide a little the tours the way he wanted it – what meant some stops at playgrounds on our way, as well as a classic boat tour on

the Seine. And yes, he wanted to go up the tower, of course. Although it was cold, it was a lot of fun. One of the best repeat trips we had was in Amazonas. In 2011, two years before he was born, we had discovered an incredible and very authentic hotel in the jungle. The Tariri in Iranduba, located at one arm of the river Negro, is only accessible by boat and it is managed by an adorable couple: Germano, a Peruvian Indian and his wife from Pernambuco , Fabíola. He is an attentive guide and knows well the jungle; she is a very good cook. For the guests, this is a perfect combination. On the carnival holidays in 2017 we returned there with Chico, then an active 3-yearold kid. Seeing a child playing in nature is one of these priceless experiences – let alone for someone who was living in a big city. Swimming with him in the vastness of Negro River is one of the memories we want to keep alive as long as we exist. And we expect that this contact with the environment in all its purity be a message for him to respect the green. Returning to the same place in the company of a child is touching. It might not be as calm as it was when we were only a couple. But the adventures are worthwhile.


POINT OF VIEW

Expedition

ENCONTREI A PAZ NO VIETNÃ As principais lembranças de uma viagem de duas semanas pelo país

Heloisa Schurmann Velejadora, professora, palestrante, escritora, pesquisadora da Família Schurmann e embaixadora da campanha Mares Limpos, da ONU Meio Ambiente. // Yachtswoman, professor, lecturer, writer, researcher of the Schurmann Family and ambassador of the UN Environment CleanSeas.

N

ossa última volta ao mundo durou 812 dias. Navegamos cerca de 30 mil milhas (o equivalente a quase 50 mil quilômetros), passando por quatro oceanos do planeta e cerca de 50 lugares diferentes. Uma das surpresas mais felizes que tivemos foi o Vietnã, um país que vem atraindo muitos turistas que, além de suas belezas, descobrem que o custo de vida lá é baixo – um diferencial no orçamento de uma viagem. Ficamos por cerca de duas semanas, que foram felizes e intensas. Depois de anos em guerra, o Vietnã se recuperou e está crescendo. O país tem de tudo: lugares históricos, paisagens belíssimas e tradições que se perpetuam por meio de sua gente. E que gente! Uma das características dos vietnamitas que nos cativou foi a gentileza. Na Baía de Halong, formada por três mil ilhas de calcário, conhecemos uma família de pescadores que mora em uma casa que flutua na água, totalmente estruturada em cima de bambus. Que maravilha participar de parte do dia a dia dessas pessoas. Lá, Vilfredo e eu fomos pescar peixes e lulas para um almoço com nossos anfitriões. Em seus barcos sem motor, a remo, deslizamos em silêncio entre as ilhas, pescando com a rede. Nas praias de Nha Trang, uma das cidades mais impor-

84

AVIANCA EM REVISTA

tantes do país, também conhecemos um projeto australiano, conduzido por voluntários em parceria com o Governo Provincial do Vietnã, que realiza aulas de natação e segurança na água para crianças e jovens carentes, para evitar acidentes, comuns na região. Iniciativas como essa me emocionam e me motivam. Assim como as paisagens locais (maravilhosas) e a paz encontrada, por exemplo, no templo de Champa, fundado em 192 d.C. Este é um templo secular que ilustra a importância do povo responsável por levar a religião, a arte, a arquitetura e a cultura da Índia para o Vietnã. Jamais me esquecerei do Festival da Lua Cheia, quando todas as casas e lojas apagam suas luzes, deixando a cidade de Hoi An ser totalmente iluminada por lindas e coloridas lanternas. As pessoas fazem seus pedidos e os colocam em barquinhos de papel, também iluminados por uma vela, enchendo o rio da cidade de luz. Que exemplo de superação! Que força descomunal move o povo vietnamita, que re c o n s t ró i s e u p a í s e encanta a todos nós, fazendo do passado um capítulo da história. Uma lição a ser aprendida para jamais ser repetida.

// I FOUND PEACE IN VIETNAM

The most important memories of a two-week trip through the country Our last journey around the world lasted 812 days. We sailed about 30 thousand miles (corresponding approximately to 50 thousand kilometers), crossing four oceans of the planet and about 50 different locations. One of the nicest surprises we had was in Vietnam, a country that has currently been luring many tourists, who learn that country’s cost of living, in addition to its natural beauties, is very low – a budget spread on a trip. We stayed for about two happily and intense weeks. After years in war, Vietnam recovered from it and is growing. The country has everything: historical places, wonderful landscapes and traditions passed down through generations. And how gentle those people were! One of the characteristics that mostly captivated us was their kindness. At Ha Long Bay, formed by three thousand limestone islets, we met a family of fishermen who lives in a house floating on the water, totally structured on bamboo canes. How wonderful it is to experience the daily routine of those people. There, Vilfredo and I went fishing for fish and squid for lunch with our hosts. On their boats without motor, just paddling, we slid

silently among the inlets, fishing with net. At the beaches at Nha Trang, one of the most important cities in the country, we also got to know an Australian Project, managed by volunteers in a partnership with the Provincial Governments in Vietnam that provides children and adolescents with swimming and water safety lessons in order to prevent accidents, very common in the region. Initiatives like those ones touch me and motivate me. The same feelings I get with the local landscapes (amazing) and the peacefulness, for instance, at the Temple of Champa, founded in 192 a.C. This is a secular temple that illustrates the importance of the Champa people, responsible for bringing religion, art, architecture and culture from India to Vietnam. I will never forget the Moon Festival, when all houses and stores turn their lights off, while the city of Hoi An is only lit by beautiful and colored lanterns. People make their wishes and put them on paper boats, also lit by candles, filling the city river with light. What a wonderful resilient role model! How colossal is the strength moving the Vietnamese people, who rebuilt their country and delight all of us, turning the past into one more chapter of their history. A lesson we need to learn, in order not to let that happen again.


*Casas onde você encontra o Leitão à moda da Bairrada

SE BEBER NÃO DIRIJA.


RETRANCA

86

AVIANCA EM REVISTA


Inflight Avianca BRASIL GUIA DE INSTITUCIONAL // CORPORATE GUIDE

VOCÊ PODE CONECTAR FONES DE OUVIDO PESSOAIS //YOU CAN USE YOUR OWN HEADPHONES

port Eng

03/ 2019


AERONAVES // AIRCR AF T S

SISTEMA INDIVIDUAL  // INDIVIDUAL SYSTEM Airbus a330

Airbus a319 / A320

executiva

// business

Informações da aeronave

»» Porta-casaco »» Assento flat »» Tela touchscreen de 15.4 polegadas para o entretenimento a bordo »» Controle de assento automatizado »» Controle remoto »» Fone de ouvido antirruído »» Porta-acessórios »» Luz de leitura »» Tomada universal e portas USB »» Acesso direto ao corredor

»» Hook »» Flat-bed seats »» 15.4-inch entertainment screen with touchscreen controller »» Seat control »» Remote control »» Noise cancelling headphones »» Accessory holder »» Reading light »» Power outlet and USB port chargers »» Direct aisle access

Airbus A320 NEO

Econômica

// economy

Informações da aeronave

»» Porta copos »» Apoio de pé »» Tela individual touchscreen de 9 polegadas »» Controle Remoto

»» Cup Holder »» Footrest »» Personal 9-inch smart monitor with the touchscreen »» Remote Control

»» »» »» »»

»» »» »» »» »» »» »» »» »»

Conexão para USB Porta-copos Controle remoto Mesa individual Descanso ajustável para cabeça Tomada Botão para reclinar o assento Conexão para fones de ouvido Descanso retrátil para braços

Conexão para USB Porta-copos Controle remoto Mesa individual

// AIRCRAFTS INFORMATION

»» »» »» »» »» »» »» »» »»

USB port Cup holder Remote control Individual tray Adjustable head rest Power socket Seat recline button Headphones port Retractable armrest

// AIRCRAFTS INFORMATION »» »» »» »»

USB port Cup holder Remote control Individual tray


SISTEMA COLETIVO  // COLLECTIVE SYSTEM Airbus a318 Informações da aeronave »» Botão para reclinar a poltrona »» Entrada do Fone

// AIRCRAFTS INFORMATION »» Volume »» Canais

»» Seat Recline Button »» Earphone

»» Volume »» Canais

Selecione essas funções no controle localizado no braço da sua poltrona:

Select these functions on the control located in the armrest of your seat:

»» »» »» »»

»» »» »» »»

Canal 1 Conteúdo em português Canal 2 Conteúdo em Inglês Canal 3 Conteúdo em Espanhol Canal 4 ao 12 Seleção de músicas classificadas por gêneros. Ajuste o volume através do controle (4) e aproveite nossa programação.

Content in portuguese Content in English Content in Spanish Selection of songs sorted by genre. Adjust the volume to your preference use the control (4) And enjoy our programming.

AVIANCA WiFi Quando a tripulação anunciar que o serviço de WiFi está disponível, siga os seguintes passos:

// When the crew announces that the WiFi service is available, follow these steps:

1. Deixe seu aparelho em MODO AVIÃO, habilite o WI-FI e selecione a rede airtimeinflight;

5. Preencha os dados pessoais e de pagamento.

1. Leave your mobile in AIRPLANE MODE, activate WI-FI and select airtimeinflight;

2. Abra seu navegador e acesse: aviancawifi.com.br

7. Clique em “ACEITAR E COMPRAR”

3. Com o Portal WI-FI carregado, clique em “ACESSO WIFI”; 4. Escolha um pacote e clique em “COMPRE AGORA”.

6. Leia os termos e condições.

2. Open your navigator and access: aviancawifi.com.br

8. Clique em “INICIAR NAVEGAÇÃO” para acessar a internet.

3. With your WI-FI portal loaded, click “BROWSE WIFI”;

PARABÉNS! Você está conectado! Aproveite o WiFi da Avianca!

4. Choose a package and click “BUY NOW”.

*Consulte a disponibilidade do serviço na sua aeronave. Para uma melhor experiencia, mantenha seu navegador sempre atualizado. **Cartões aceitos: Mastercard, Visa e American Express

5. Fill in the personal and payment data. 6. Read terms and conditions. 7. Click “ACCEPT AND BUY” 8. Click “START BROWSING” to access the internet. CONGRATULATIONS! You are now connected! Enjoy Avianca’s WiFi!

*Consult availability of service in your aircraft. For a better experience, keep your navigator always updated. **Credit cards accepted: Mastercard, Visa and American Express

SAC: 0800 878 1164  TDD: 0800 878 8149

POTÊNCIA  // potency

Passageiros Comprimento Envergadura Altura Motores Empuxo Max Decolagem Velocidade de Cruzeiro Alcance Altitude de Cruzeiro Tripulação Técnica Tripulação Comercial

// Passengers Lenght Wingspan Height Engines ThrustPeso Max Takeoff (kg) Crusing Speed Range Crusing Altitude Technical Crew Commercial Crew

A irbus a330

A irbus a 3 20 n eo

A irbus a 3 20

A irbus a319

A irbus a318

238

165

162

132

120

58,82 m

37,57 m

37,57 m

33,84 m

31,45 m

60,30 m

35,80 m

34,00 m

34,00 m

34,00 m

17,39 m

12,88 m

11,75 m

11,80 m

12,88 m

2 RR TRENT 772B 72.000LB

2 LEAP-1A26 26.600 LB

2 CFM 56-5B4 27.000 LB

2 CFM 56-5B7 27.000 LB

2 PW6124A (24.000 LB)

238.000 Kg

79.000 kg

78.000 kg

75.500 kg

68.000 kg

920 km/h

875 km/h

875 km/h

875 km/h

875 km/h

13.450 km

7850 km

6.110 km

6.850 km

5.800 km

41.000 FT

39.000 FT

39.000 FT

39.000 FT

39.000 FT

2+4

2

2

2

2

3 + 10

4

4

4

4


AVIANC A BR A SIL

QUEM SOMOS // WHO WE ARE

A Avianca Brasil opera voos regulares desde 2002. Atualmente, atende 25 destinos domésticos e quatro no exterior com a frota mais jovem da América Latina. Reconhecida pela alta qualidade do seu produto, a companhia oferece diferenciais aos clientes, como entretenimento individual e maior espaço entre poltronas (é a única no país a estampar a categoria “A” do Selo Dimensional ANAC em todas as fileiras de assentos).

Sac: 0800-286-6543  Deficientes Auditivos: 0800-286-5445 Sac: 0800-286-6543  Hearing impaired: 0800-286-5445 www.avianca.com.br ↖

Avianca Brasil operates regular flights since 2002. We currently fly to 25 domestic and four foreign destinations with the youngest fleet of Latin America. Recognized by the high quality of its product, the company offers distinguishing features to its clients, like individual entertainment and greater legroom (we are the only carrier in the country with all seat rows in every plane marked with the National Civil Aviation Agency’s “A” dimensional Seal).

STAR ALLIANCE Como membra brasileira da Star Alliance desde 2015, a maior aliança global de companhias aéreas, a Avianca Brasil conecta passageiros a mais de 1.300 aeroportos em todo o mundo, por meio de voos de 27 parceiras internacionais. // As Brazilian member of Star Alliance since 2015, the greatest global alliance of carriers, Avianca Brasil connects passengers to more than 1,300 worldwide airports through 27 flights in international partnerships.

PROGRAMA AMIGO // FREQUENT FLYER PROGRAM - AMIGO Pensando sempre em você, passageiro frequente da Avianca Brasil, e na relação próxima que desenvolvemos ao longo do tempo, criamos o Programa Amigo – nosso programa de fidelização. Acreditamos que você, Amigo com reconhecimento Star Alliance que viaja sempre conosco, merece atenção diferenciada e benefícios exclusivos. »» »» »» »»

Acesso a mais de 1.000 salas VIP ao redor do mundo Prioridade de embarque Franquia extra de bagagem Prioridade de reservas e lista de standy by em aeroportos

Having you, a frequent Avianca Brasil flyer in mind, considering the close relationship we have developed over time, we created Amigo Program – our frequent flyer program. We believe that you, our Amigo with Star Alliance benefits who flies with us frequently, deserve special attention and exclusive benefits. »» »» »» »»

Access to over 1,000 VIP lounges around the world Priority boarding Extra baggage allowance Priority for reservations and stand by lists at airports

CADASTRE-SE NO Amigo: De forma rápida e totalmente gratuita, efetue seu cadastro através do site: www.pontosamigo.com.br ACUMULE PONTOS: Acumular pontos é muito simples. Basta informar seu número Amigo no momento da reserva ou check-in em todas as viagens realizadas pela Avianca Brasil ou com todos os nossos parceiros aéreos membros da Star Alliance. RESGATE PASSAGENS: Você poderá resgatar passagens em qualquer trecho operado pela Avianca Brasil ou em toda a rede de nossos parceiros aéreos ao redor do mundo, utilizando seus pontos Amigo. PARCEIROS NÃO AÉREOS: Além de acumular pontos de voo, você pode juntar pontos mais rápido com nossos Parceiros não aéreos: cartões de crédito, compras online e parceiros de viagens! Para conhecer todos os nossos Parceiros e saber como acumular ainda mais pontos.

SIGN UP FOR Amigo: It’s fast and completely free, just sign up at: www.pontosamigo.com.br ACCUMULATE POINTS: It’s easy to accumulate points. Just give your Amigo number when making a reservation or checking in on all your Avianca Brasil flights, or when flying with any Star Alliance partner airlines. REDEEM TICKETS: You will be able to redeem tickets for any flight operated by Avianca in Brazil or by any of our partnering airlines around the world, using your Amigo points. NON-AIRLINE PARTNERS: In addition to accumulating points for flights, you can earn points even faster with our non-airline partners: credit cards, online purchases, and travel partners! To see all of our partners and learn how to further accumulate points, visit

* Benefícios exclusivos dependendo de sua categoria no Programa Amigo no momento da utilização dos serviços.

* Exclusive benefits according to your category in the Amigo Program at the time the services are used.

↗ Saiba mais em: www.pontosamigo.com.br

↗ Learn more at: www.pontosamigo.com.br


NOSS OS E N D E REÇOS // OUR ADDRESSES

Lojas Avianca no Brasil  // Avianca sales desks in Brazil ARACAJU - SE (AJU) LOJA: (79) 3243-1041 Av. Sen. Júlio César Leite, Santa Teresa, Aracaju - SE, 49037-580

CUIABÁ - MT (CGB) (65) 3614-2550 - Av. Governador João Ponce de Arruda, Jardim Aeroporto, Várzea Grande - MT, 78110-370

ILHÉUS - BA (IOS) (73) 3231-7957 Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, Pontal -Ilhéus - BA

BRASÍLIA - DF (BSB) (61) 3364-9358 - Presidente Juscelino Kubitschek, Lago Sul, Brasília - DF, 71608-900

CURITIBA - PR (CWB) (41) 3381-1354 - Saguão Principal - Av. Rocha Pombo Águas Belas, São José dos Pinhais - PR, 83010-900

JOÃO PESSOA - PB (JPA) (83) 3232-72195 - Av. Marechal Rondon, Aeroporto Bayeux - PB, 58308-901

Câmara dos Deputados (61) 3216-9946 - Praça dos Três Poderes - anexo IV - Térreo. Ponce de Arruda, 70160-900 CAMPO GRANDE - MS (CGR) (67) 3368-6172 - Av. Duque de Caxias, Vila Serradinho, Campo Grande - MS, 79101-901 CHAPECÓ - SC (XAP) (49) 3323-0444 - Acesso Florestal Ribeiro, 4.535 Quedas do Palmital , Chapecó - SC, 89805-720

FLORIANÓPOLIS - SC (FLN) (48) 3331-4233 - Av. Dep. Diomício Freitas, 3393 - Carianos, Florianópolis SC, 88047-900 FORTALEZA - CE (FOR) (85) 3392-1525 - Av. Senador Carlos Jereissati, 3000 - Serrinha, Fortaleza - CE, 60741-900 GOIÂNIA - GO (GYN) (62) 3265-1787 - Praça Cap. Frazão - Santa Genoveva, Goiânia - GO, 74672-410

JUAZEIRO DO NORTE - CE (JDO) (88) 3572-1050 - Av. Virgílio Távora, 4000 - Aeroporto, Juazeiro do Norte - CE, 63020-470 MACEIÓ - AL (MCZ) (82) 3342-3554 ops.mcz@aviancacargo.com.br Rodovia BR 104, km 91, s/n Rio Largo / AL, 57100-971 NATAL - RN (NAT) (84) 3343-6422 - Avenida Ruy Pereira dos Santos, 3100 - São Gonçalo do Amarante - RN, 59148-902

PASSO FUNDO - RS (PFB) (54) 3045-3008 - BR-285, Km 287, - Zona Rural, Passo Fundo - RS, 99050-970

(SDU) (21) 3814-7329 Praça Sen. Salgado Filho, - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20021-340

PETROLINA - PE (PNZ) (87) 3863-0808 - BR 235, km 11 - Zona Rural, Petrolina - PE - 56313-900

SALVADOR - BA (SSA) (71) 3204-1586 Praça Gago Coutinho, s/n - São Cristóvão, Salvador - BA, 41510-045

PORTO ALEGRE - RS(POA) (51) 3358-2393 - Av. Severo Dullius, 90.010 - Anchieta, Porto Alegre - RS, 90200-310 RECIFE - PE (REC) (81) 3322-4647 - Praça Ministro Salgado Filho, - Imbiribeira, Recife - PE, 51210-970 RIO DE JANEIRO - RJ (GIG) (21) 3398-4648 Av. 20 de Janeiro (Terminal I - Setor B 2º Andar) - Ilha do Governador, Rio de Janeiro - RJ, 21941-570

(71) 3051-1779 - Av. Santos Dumont, km 3,5 (loja 13) Lauro de Freitas, Salvador BA, 72500-000 SÃO PAULO (11) 2176-1111 / 1110 - Av. Washington Luis, 7.059 Campo Belo - São Paulo - SP, 04627-006 CGH (11)5090-9713 - Praça Comandante Lineu Gomes (Saguão Principal Embarque), São Paulo - SP, 04626-911 GRU - (11) 2445-3576 / 3759 Rodovia Hélio Smidt Ed. Interligação (Balcão OceanAir / Avianca Terminal 2, Check-in D)

AVIANCA CARGO O serviço de cargas nacional da Avianca se consolida como alternativa de transporte para sua carga ou encomenda, proporcionando uma ampliação na sua rede de atendimento a seus clientes.

// Avianca’s domestic freight service has become a reliable transportation alternative for your freight or small parcels, ensuring the expansion of its client checking desk network.

»» »» »» »» »» »» »»

»» »» »» »» »» »» »»

Utilização de voos comerciais da Avianca Utilização de voos regionais exclusivos Rastreamento da encomenda on-line Opção de seguro para transporte Sistema simplificado de tarifas Flexibilidade no atendimento Atendimento nas principais capitais, com coleta e entrega

ARACAJU - SE (79) 3251-6192 ops.aju@aviancacargo.com.br Rua José de Araújo Neto, 325 - Aracaju SE, 49042-250 BELÉM – PA Aeroporto: BEL ops.bel@aviancacargo.com.br Avenida Julio Cesar, 28ª, Quadra H, Belém - PA, 66617-420 BRASÍLIA - DF Aeroporto: BSB (61) 3364-9674 / 3364-9673 ops.bsb@aviancacargo.com.br Terminal de Logística de Carga Nacional (salas 06 e 08 - Térreo), Brasília - DF, 71608-900 CAMPO GRANDE - MS Aeroporto: CGR (67) 3363-0444 ops.cgr@aviancacargo.com.br Hangar Infraero Cargo (Entrada lateral, fundos) - Jardim Aeroporto, Campo Grande - MS, 79101-901 CHAPECÓ - SC Aeroporto: XAP 49) 3328-3747 ops.xap@aviancacargo.com.br Acesso Florenal Ribeiro, Chapecó - SC, 89800-000 CONFINS-MG AEROPORTO: CNF ops.cnf@aviancacargo.com.br Avenida Tancredo Neves, s/n, Setor de Cargas Estruturado - Confins-MG 33500-000

CUIABÁ - MT Aeroporto: CGB (65) 3029-7001 ops.cgb@aviancacargo.com.br Av. Gov. João Ponce Arruda - Jardim Aeroporto, Várzea Grande - MT, 78110-100 CURITIBA - PR Aeroporto: CWB (41) 3381-1350 / 3381-1364 ops.cwb@aviancacargo.com.br Av. Rocha Pombo (Teca Infraero - Carga Doméstica), Curitiba - PR, 83010-900 FLORIANÓPOLIS - SC Aeroporto: FLN (48) 3331-4201 ops.fln@aviancacargo.com.br Av. Deputado Diomício de Freitas, 3393 Florianópolis - SC, 88047-400 FORTALEZA - CE Aeroporto: FOR (85) 3392-1717 ops.for@aviancacargo.com.br Av. Senador Carlos Jereissatti, 3000 Serrinha, Fortaleza - CE , 60740-900 FOZ DO IGUAÇU – PR Aeroporto: IGU (45) 3521 – 4225 ops.igu@aviancacargo.com.br Avenida das Cataratas, s/n, Foz do Iguaçu-PR 85853-900 GOIÂNIA - GO Aeroporto: ​GYN​ (62) 3095-4362 ops.​gyn​@aviancacargo.com.br Av. Santos Dumont, 655, Qd 125, Lote 42, Goiânia - GO​, 74672-420 ​

Use of Avianca commercial flights Use of exclusive regional flights On-line tracking of all orders Transportation insurance options Simplified airfare system Flexible services Pick-up and delivery services in the main capital cities

ILHÉUS - BA Aeroporto: IOS (73) 3633 4837 ops.ios@aviancacargo.com.br Rua Bonfim, Bairro Pontal, Ilhéus - BA, 45654-050

NAVEGANTES – SC Aeroporto: NVT (47) 3065-5950 ops.nvt@aviancacargo.com.br Rua Osmar Gaya, 529, Navegantes-SC 88375-000

JOÃO PESSOA - PB Aeroporto: JPA (83) 3232 7674 / 3232 1637 ops.jpa@aviancacargo.com.br Aeroporto Internacional de João Pessoa Terminal de Cargas Nacional Av. Marechal Rondon, Bayeux - PB, 58308-000

PETROLINA - PE Aeroporto: PNZ (87) 3031-6585 ops.pnz@aviancacargo.com.br Rua Ana Nery, 40 - Vila Mocó, Petrolina - PE, 56304-500

JUAZEIRO DO NORTE - CE Aeroporto: JDO (88) 3512-2648 ops.jdo@aviancacargo.com.br São Francisco, 821 - Centro, Juazeiro do Norte - CE, 63010-215 MACEIÓ - AL Aeroporto: MCZ (82) 3342-3554 ops.mcz@aviancacargo.com.br Conjunto Parque dos Palmares, 02 Qd I, Rio Largo - AL, 57100-000 NATAL - RN Aeroporto: NAT (84) 3645-6896 / 3201-1439 ops.nat@aviancacargo.com.br Av. Rui Pereira dos Santos, 3100, loja 03, São Gonçalo do Amarante - RN, 59290-000

PORTO ALEGRE - RS Aeroporto: POA (51) 3358-2399 ops.poa@aviancacargo.com.br Av. Severo Dullius, Portão 06 Infraero – São João, Porto Alegre - RS, 90200-310 RECIFE - PE Aeroporto: REC (81) 3322-4724 ops.rec@aviancacargo.com.br Praça Ministro Salgado Filho, Teca 2 Infraero Recife - PE, 51210-010 RIO DE JANEIRO - RJ Aeroporto: SDU (21) 3814-7577 ops.sdu@aviancacargo.com.br Av. Almirante Sílvio de Noronha, nº 399, (Cabeceira Sul) - Rio de Janeiro - RJ, 20231-030 Aeroporto: GIG (21) 3398-7264 ops.gig@aviancacargo.com.br Estrada do Galeão (Terminal de CargasAeroporto Velho do Galeão) Rio de Janeiro - RJ, 21941-510

SALVADOR - BA Aeroporto: SSA (71) 3204-1129 Área Industrial, nº 15A, Teca Infraero Doméstico - Aeroporto Salvador - BA ops.ssa@aviancacargo.com.br Aeroporto: SSA(71) 3051-1779 Av. Santos Dumont , km 3,5 - Loja 13 Lauro de Freitas - Salvador - BA ops.lojassa01@aviancacargo.com.br SÃO PAULO Aeroporto: CGH (11) 4020 2021 / 0300 313 2021 cerca@aviancacargo.com.br Av. Pedro Bueno, 1382 - Jardim Aeroporto, São Paulo - SP, 04342-001 VITÓRIA – ES Aeroporto: VIX (27) 3225-9435 ops.vix@aviancacargo.com.br Avenida Fernando Ferrari, 3800, Vitória - ES, 29075-920


ROTA S AVIANC A BR A SIL

ROTA S AV I A NC A B R A S I L // AVIANCA BRASIL ROUTES

// ROUTE S AVIANCA BRASIL NOVA YORK

EUA BOGOTÁ

MIAMI

BELÉM FORTALEZA NATAL

BRASIL

JOÃO PESSOA

JUAZEIRO DO NORTE

RECIFE PETROLINA

MACEIÓ ARACAJU SALVADOR

BRASÍLIA

ILHÉUS

CUIABÁ GOIÂNIA BELO HORIZONTE CAMPO GRANDE

VITÓRIA RIO DE JANEIRO SÃO PAULO

CHAPECÓ

CHILE SANTIAGO

CURITIBA NAVEGANTES FLORIANÓPOLIS PORTO ALEGRE

*ROTAS sujeitas a alterações

FOZ DO IGUAÇU

Aracaju | Belém | Belo HorizontE | Bogotá | Brasília | Campo Grande | Chapecó | Cuiabá | Curitiba | Florianópolis | Fortaleza | Foz do Iguaçu | Goiânia | Ilhéus | João Pessoa | Juazeiro do Norte | Miami | Maceió | Natal | Navegantes | NOVA YORK | Petrolina | Porto Alegre | Recife | Rio de Janeiro | Salvador | Santiago | São Paulo | Vitória

92

AVIANCA EM REVISTA


ROTAS AVIANCA INTERNACIONAL E PARCERIA CODESHARE // AVIANCA INTERNATIONAL ROUTES AND CODESHARE AGREEMENTS

CHICAGO

TORONTO NEWARK

ISTAMBUL

MADRI

HOUSTON MIAMI

BARRANQUILA

SANTA MARTA

CARTAGENA MEDELLÍN PEREIRA

ADIS ABEBA

BUCARAMANGA BOGOTÁ

CALI

LIMA SALVADOR

RIO DE JANEIRO JOANESBURGO

SÃO PAULO PORTO ALEGRE

ROTAS OPERADAS EM PARCERIA DE CODESHARE

·· TORONTO: Operada por Air Canada ·· ADIS ABEBA: Operada por Ethiopian Airlines ·· MADRI: Operada por Air Europa ·· JOANESBURGO: Operada por South African Airways ·· ISTAMBUL: Operada por Turkish Airlines ·· MIAMI-HOUSTON / MIAMI-CHICAGO /

ROTAS OPERADAS EM PARCERIA DE CODESHARE OPERADA POR AVIANCA HOLDINGS ROTAS OPERADAS PELA AVH

MIAMI-NEWARK: Operada por United Airlines

// CODE SHARE AGREEMENTS: Toronto: Operated by Air Canada  Madrid: Operated by Air Europa  Istambul: Operated by Turkish Airlines  Addis Ababa: Operated by Ethiopian Airlines Johannesburg: Operated by South African Airways Miami-Houston / Miami-Chicago / Miami-Newark: Operated by United Airlines  CODE SHARE AGREEMENS OPERATED BY AVIANCA HOLDINGS  ROUTES OPERATED BY AVH

companhias aéreas-membros da Star Alliance 

// STAR ALLIANCE MEMBERS AIRLINES

ADRIA AIRWAYS, AEGEAN AIRLINES, AIR CANADA, AIR CHINA, AIR INDIA, AIR NEW ZEALAND, ANA, ASIANA AIRLINES, AUSTRIAN, AVIANCA, AVIANCA BRASIL, BRUSSELS AIRLINES, COPA AIRLINES, CROATIA AIRLINES, EGYPTAIR, ETHIOPIAN AIRLINES, EVA AIR, LOT POLISH AIRLINES, LUFTHANSA, SCANDINAVIAN AIRLINES, SHENZHEN AIRLINES, SINGAPORE AIRLINES, SOUTH AFRICAN AIRWAYS, SWISS, TAP PORTUGAL, TURKISH AIRLINES, THAI E UNITED.

ONDE COMPRAR SUA PASSAGEM  //WHERE TO BUY YOUR ticket SITE: www.avianca.com.br APLICATIVO: Disponível para iOS e Android / Available for iOS and Android TELEFONE: 4004-4040 (capitais) 0300-789-8160 (demais regiões) MILHAS: www.pontosamigo.com.br

LOJAS: bitly.com/lojasavianca AGÊNCIAS DE VIAGEM: Filiadas à Associação Brasileira de Agências de viagens (ABAV): bitly.com/abavavianca // Affiliated to the Brazilian Association of Travel Agencies (ABAV) - bitly.com/abavavianca


ROTAS AVIANCA internacional

ROTA S AV I A NC A intern aci o n a l // AVIANCA INTERnational ROUTES

// AVIANCA INTERnational ROUTE S

Edmonton

CENTRO DE CONEXÕES

CANADÁ Saskatoon

vianca Holdings S.A.*

Regina

Calgary

Rotas operadas pela Ocean Air sob licença de uso da marca Avi A anca

Winnipeg

Vancouver

Rotas em código compartilhado operadas por:

Quebec

Seattle

Fargo

Portland

Ocean Air

Minneapolis

Eugene

Arcata Medford

Denver

Sacramento San Francisco Monterrey San José San Luis Obispo Reno Santa María Las Vegas Santa Bárbara Los Ángeles Phoenix San Diego

vianca Holdings S.A.*

Kansas City

Greensboro

Pensacola

Tampa

Ocean Air

Kona Honolulu

Cancún

CIUDAD DE MÉXICO

HAWÁI

MÉXICO

VENEZUELA

Quibdó Manizales Pereira Armenia Buenaventura Ibagué Cali Neiva

Santa Cruz

Manta

Villavicencio

Próprias

LONDRES

BOGOTÁ

COLOMBIA

PARÍS**

Múnich

Terceirizadas com marca compartilhada

PERÚ

Iquitos

Cuenca PERÚ

Leticia

Bilbao La Coruña San Sebastián Oviedo Valladolid Pamplona Zaragoza

Santiago Vigo

Barcelona

MADRID

Piura Canarias Tenerife

Trujillo

Cali

EUROPA Frankfurt

Terceirizadas com marca Avianca

Loja

Barranquilla Cartagena

Medellín Pereira

Próprias da Star Alliance

ECUADOR

San Andrés

SAN JOSÉ

Puerto Inírida

Lago Agrio Coca Terceirizadas

QUITO

Guayaquil

Yopal

BOGOTÁ

Florencia

San Cristóbal

GALÁPAGOS

MANAGUA SAN SALVADOR Liberia

SALAS VIP AVIAN A CA

Popayán

Esmeraldas Pasto

San Pedro Sula

CIUDAD DE GUATEMALA

Bucaramanga Arauca Barrancabermeja Puerto Carreño COLOMBIA

Medellín

Isla Baltra

Fort Lauderdale Miami

Kaui

Cúcuta

Tumaco

Orlando

Key West

Riohacha Santa Marta Barranquilla Valledupar Terceirizadas Cartagena Corozal Terceirizadas com marca Avianca San José Montería Próprias da Star Alliance

Terceirizadas com marca compartilhada

Charlotte

Tallahassee

Rotas em código compartilhado operadas por: San Andrés

Norfolk Raleigh Durham

Dallas Houston

SALAS VIP AVIAN A CA

Palma de Mallorca Valencia

LIMA Estambul

ASIA

Jerez Sevilla Alicante Córdoba Málaga

Cádiz Gran Canaria

Taipéi Abu Dabi

TAIWÁN ÁFRICA

LIMA Puerto Maldonado

Cusco Juliaca BOLIVIA Arequipa

94

AVIANCA EM REVISTA

LA PAZ Santa Cruz

Halifax

WASHINGTON D.C. Richmond Roanoke

Rotas operadas pela Ocean Air sob licença de uso da marca Avi A anca

Próprias

Portland

Toronto Rochester Syracuse Boston Detroit Chicago Hartford Cleveland Columbus York (JFK) Pittsurgh NewLa Guardia Indianapolis Dayton Newark Harrisburg Cincinnati Philadelphia

ESTADOS UNIDOS

Fresno

CENTRO DE CONEXÕES

Montreal

OTAWA

Saint Johns


AV I A SNCOPE A Lintern aci a l I// INTERnational ROTAROTA S OPES R ROTA A DA PE AR AAV DAI AS NC PEALoAInNTE AV RN A AVIANCA NC ACI A ON INTE A LRN E ACI PA RCE ON ARILROUTES A CO D E S H A RE

Tijuana

Chihuahua

Hermosillo

MÉXICO PORT OF SPAIN

Monterrey

LA HABANA

Guadalajara Puerto Vallarta CIUDAD DE MÉXICO

Veracruz

La Habana

CUBA

REPÚBLICA DOMINICANA HAITÍ

JAMAICA

Villahermosa BELICE

Flores

REPÚBLICA DOMINICANA Punta Cana HAITÍ PUERTO RICO San Juan Puerto Príncipe Santo Domingo

CUBA

Cancún

Mérida

León

Acapulco

GUATEMALA

San Pedro Sula

CIUDAD DE GUATEMALA

Puerto Príncipe

Kingston

Roatán

HONDURAS

TEGUCIGALPA

EL SALVADOR

SAN SALVADOR

ARUBA CURAZAO

Tamarindo Liberia

NICARAGUA MANAGUA Fortuna

San Andrés

COSTA RICA PANAMÁ

Tambor SAN JOSÉ Quepos Palma Sur Drake Golfito Puerto Jiménez

CIUDAD DE PANAMÁ

VENEZUELA

Medellín

COLOMBIA

Medellín

BOGOTÁ Cali

BOGOTÁ Cali

COLOMBIA

QUITO

ECUADOR

Guayaquil QUITO

Fortaleza Natal

Juazeiro do Norte

BRASIL

PERÚ

Guayaquil

João Pessoa Recife Petrolina

LIMA

Maceio Aracaju Salvador

Cuiabá

BOLIVIA

BRASILIA

LA PAZ

Ilhéus

Goiania LIMA

Santa Cruz

PARAGUAY

Belo Horizonte Campo Gande

Río de Janeiro (SDU y GIG) São Paulo (CGH y GRU)

ASUNCIÓN Chapecó SANTIAGO

Curitiba Florianápolis

Passo Fundo

CHILE Porto Alegre

ARGENTINA BUENOS AIRES

URUGUAY MONTEVIDEO

PERÚ

Santiago de los Caballeros


BAGAGENS // BAGG AGE

Dimensões de bagagens permitidas  // Dimensions allowed ITEM PESSOAL

BAGAGEM DE MÃO

BAGAGEM DESPACHADA

// Personal Item

// Hand luggage 35cm de largura + 55cm de altura + 25cm de profundidade // 35cm length + 55cm height + 25cm depth

// Dispatched luggage

45cm de largura + 35cm de altura + 20cm de profundidade // 45cm length + 35cm height + 20cm depth

158cm somadas as três dimensões // 158cm: sum of all three dimensions

Novas classes tarifárias  // New rate classes VOOS DOMésticos  // Domestic flights PROMO

ECONOMY

FLEX

23

A bagagem é opcional e cobrada à parte Additional charges for baggage apply only if you select this option

23

kg

23

kg

Uma peça de 23kg (cada) inclusa. One 23kg piece (each) included.

kg

Duas peças de 23kg (cada) inclusas. Two 23kg piece (each) included.

*Bebê (0 a 23 meses) - Promo: Não possui franquia de bagagem / Economy e Flex: 1 bagagem de 10kg. // *Baby (0 to 23 months) - Promotional: No baggage allowance / Economy and Flex: 1 10kg piece of luggage.

Voos para a América Latina*  // Flights to Latin America* PROMO

ECONOMY

FLEX

23

23

23

kg

kg

BUSINESS PROMO

23

kg

BUSINESS

23

kg

23

kg

kg

23 kg

**Clientes Amigo em voos operados pela O6 (bilhetes pagos em R$ ou pontos) //**Amigo Clients in flights operated by O6 (tickets payed in R$ or points)

Voos para os Estados Unidos*  // Flights to the United States*  PROMO

23 kg

ECONOMY

23 kg

23 kg

FLEX

23

23

kg

kg

BUSINESS PROMO

23 kg

23

23

kg

kg

23 kg

BUSINESS

23 kg

23 kg

23 kg

*Clientes Amigo em voos operados pela O6 (bilhetes pagos em R$ ou pontos) //*Amigo Clients in flights operated by O6 (tickets payed in R$ or points)

CLIENTES AMIGO*  // AMIGO CLIENTS*  SILVER

GOLD

23

23

kg

kg

DIAMOND

23 kg

23 kg

**Clientes Amigo em voos operados pela O6 (bilhetes pagos em R$ ou pontos) //** Amigo Clients in flights operated by O6 (tickets payed in R$ or points)

Se a compra da peça adicional ocorrer com até seis horas de antecedência ao voo, você tem desconto na compra realizada nos canais de atendimento da Avianca Brasil (site, aplicativo, lojas e Central de Vendas) e em agências de viagens.

//If the purchase of the additional piece occurs up to six hours before the flight, you have a discount in purchases made through the Avianca Brasil service channels (internet site, app, stores and sales central) and in travel agencies.


INSPIRATION

ARQUITETURA NA PERIFERIA TEXTO / TEXT JULIANA DEODORO

// ARQUITETURA NA PERIFERIA Created in Belo Horizonte in 2013, the Arquitetura na Periferia (Suburban Architecture) came up with the idea of bringing more women to an area in which their presence is still small: the construction site. In order to do so, the project gathers and enables attendees to renovate and build their own houses. In weekly meetings, they learn how to draw, measure, design and carry out some of the construction services. The process involves the construction project and they are granted a small interest-free loan so that they are able to carry out their work. Created by the architect Carina Guedes, the project strengthens that women are supposed to (definitely) fill all possible spaces, whether in a construction site or making decisions related to building their own houses.

arquiteturanaperiferia.com.br

98

AVIANCA EM REVISTA

FOTO: BRUNA PIAN T INO

Criado em 2013, em Belo Horizonte, o Arquitetura na Periferia surgiu com a proposta de levar mais mulheres para uma área na qual a presença delas ainda é pequena: o canteiro de obras. Para isso, o projeto reúne e capacita as participantes para que possam reformar e construir as próprias casas. Em encontros semanais, elas aprendem a desenhar, medir, projetar e executar alguns serviços da construção. O processo também envolve o planejamento das obras e lhes é concedido um pequeno empréstimo, sem juros, para que realizem os trabalhos. Criado pela arquiteta Carina Guedes, o projeto reforça que lugar de mulher é (definitivamente) em todos os espaços, seja em um canteiro de obras ou tomando decisões relacionadas à construção da própria casa.


BELEZA SOB MEDIDA

@eronaraujo

RUA SAMPAIO VIDAL, 1.116 - JD. PAULISTANO - (11) 2589.7888 / (11) 2589.7100


RETRANCA

100

AVIANCA EM REVISTA

Profile for Media Onboard

#104 Henrique Fogaça  

#104 Henrique Fogaça  

Profile for avianca