Page 1

Kia Sorento lidera crescimento da marca sul-coreana no Brasil

ANO 2 N° 63

| 11 DE AGOSTO DE 2018 |

Página 2

VENDA PROIBIDA

Volkswagen Gol e Voyage

Compactos da marca ganham novas configurações na linha 2019 e integram a série de lançamentos previstas até 2020

agora automáticos Página 4

Rubens Barrichello vence a corrida do milhão Nissan inicia a produção da Frontier na Argentina Página 2 Página 4


2 | 11 de agosto de 2018

PICAPES

Nissan inicia a produção da Frontier na Argentina O Brasil será o primeiro país a receber o modelo fabricado no país vizinho

com a Tailândia, China, México e Espanha. A Nissan Frontier fabricada em Córdoba se baseia em um legado de 80 anos de experiência mundial na produção de veículos comerciais leves. Soma-se a isso um projeto de pesquisa de dois anos em torno das condições de rodagem específicas da América Latina. A condução do projeto reuniu uma equipe de 120 especialistas da Nissan de todo o mundo, incluindo profissionais das áreas de Engenharia e Qualidade, que uniram suas forças para garantir o mais alto nível de durabilidade, confiabilidade e qualidade japonesa, que

A Nissan iniciou a produção de sua picape Nissan Frontier em Córdoba, na Argentina na última semana. No evento, o presidente e CEO da Nissan Motor Co. Ltd., Hiroto Saikawa destacou a importância da América Latina para que a marca japonesa alcance os

CRESCIMENTO

objetivos do seu plano estratégico de médio prazo, o M.O.V.E. to 2022, que tem como meta atingir um crescimento sustentável em escala global. O projeto de manufatura de Córdoba é resultado de um investimento de US$ 600 milhões para

Outras marcas A produção da Frontier em Córdoba é resultado da sinergia e trabalho em conjunto da Renault-Nissan-Mitsubishi. As picapes de uma tonelada da Nissan, Renault e Mercedes-Benz serão fabricadas no Complexo Industrial da Renault, em Córdoba. As três picapes compartilharão componentes estruturais, mas preservarão a identidade de suas respectivas marcas, com características distintas de design.

construir uma linha de produção moderna exclusiva para a montagem de picapes, além de uma pista de testes dedicada a este tipo de veículo. Com o início da fabricação na cidade argentina, o país passa a fazer parte da rede mundial de produção da Nissan Frontier, junto

Vendas da Kia no Brasil crescem 46,3% até julho

Com 6.899 veículos licenciados no acumulado de janeiro a julho de 2018, a Kia Motors do Brasil registrou um forte crescimento de 46,3% nas vendas sobre o mesmo período de 2017, quando foram comercializadas 4.716 unidades da marca. Os números ainda indicam crescimento superior à média do mercado, que evoluiu 14,1% no mesmo período. O balanço dos sete primeiros meses do ano garante à Kia market share de 0,52%, crescimento de 0,11% sobre o mesmo intervalo de 2017, além da liderança entre as marcas associadas à Abeifa - Associação Brasileira

são a base da reputação da Nissan e dão à Frontier uma posição de destaque no segmento de picapes em todo o mundo.

das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores. Presidente da Kia Motors do Brasil, José Luiz Gandini comemora a retomada do crescimento da marca no País. “Seguimos investindo fortemente em treinamentos de consultores técnicos e de vendas, além da expansão da Rede Autorizada de Concessionárias.”, ressalta. Segundo Jefferson Fürstenau, gerente do grupo Sun Motors, concessionário da marca sul-coreana em Porto Alegre e Gramado, o resultado representa “a retomada da Kia. Nós estamos desde o Inovar-Auto limitados por cordas, das quais nos liberamos AUTOS GIROS este ano. Agora Esta é uma publicação da LOGIC-PRESS BRASIL LTDA., sob licença do portal AUTOS GIROS, editado pelo jornalista Daniel Jaques. a Kia pode vender quantos carLOGIC-PRESS BRASIL AUTOS GIROS R 15 de Novembro 884 www.autosgiros.com.br ros conseguir “, 96508-750 Cachoeira do Sul RS contato@autosgiros.com.br destaca.

FRANCÊS

Peugeot 2008 ganha série especial Style

A Peugeot apresenta ao mercado brasileiro a série especial limitada 2008 Style. Com preço sugerido de R$ 82.990, o SUV compacto que traz o exclusivo Peugeot i-Cockpit e o câmbio automático sequencial de seis velocidades ganha uma versão mais esportiva e aventureira, pronta para agradar o público que busca exclusividade, conforto, tecnologia e prazer em dirigir. Fabricado em Porto Real (RJ), o novo modelo chega ao mercado com equipamentos exclusivos, como o novo jogo de rodas de liga leve 16 polegadas Hydre Enticelle e molduras nas caixas de rodas. Em relação ao conforto, o 2008

Style inclui ar-condicionado automático digital dual zone, apoio de braço central com porta-objetos e o jogo de tapetes personalizados e monogramas Style. Além de todos os novos equipamentos presentes na série especial, o Peugeot 2008 Style também mantém itens já consagrados na família, como o câmbio automático sequencial de seis marchas AT6, com quatro diferentes modos de condução; piloto automático e limitador de velocidade, faróis com DRL em LED, quatro airbags, Isofix para cadeirinhas de bebês e central multimídia de 7” Peugeot Connect Radio, compatível com Apple CarPlay e Android Auto.


11 de agosto de 2018 | 3

TECNOLOGIA

Volkswagen Gol e Voyage ganham câmbio automático de seis marchas Com as novas versões, modelos oferecem três opções de motor e duas de câmbio: 1.0 e 1.6 com transmissão manual de cinco marchas e 1.6 MSI com a nova

A Volkswagen mantém seu ritmo forte de novidades para o mercado brasileiro em 2018. A novidade desta vez é o lançamento dos compactos Gol e Voyage com câmbio automático. É a primeira vez que ambos os modelos contam com esse tipo de transmissão. Eles integram a lista de 20 lançamentos previstos até 2020, dentro do conceito da Nova Volkswagen. Outra novidade é a aplicação do propulsor 1.6 da família EA211, com até 120 cv (o mesmo utilizado no Polo MSI e no Virtus MSI). Esse motor é associado no Gol e no Voyage 2019 ao câmbio automático de seis marchas, com conversor de torque, que garante conforto e praticidade no trânsito, sem abrir mão da robustez e da eficiência na troca de marchas. Dando continuidade à

Com preços a partir de R$ 54.580 (Gol) ou R$ 59.990 (Voyage), compactos da marca alemã se destacam pelo bom custo-benefício no seu segmento

simplificação da oferta de versões, Gol e Voyage 2019 chegam disponíveis em versão única de acabamento. Assim, a linha 2019 oferece três opções de motor e duas de câmbio: 1.0 (84 cv) e 1.6 (104 cv) com transmissão manual de cinco marchas e 1.6 MSI (120 cv) com transmissão automática. Os

preços das versões automáticas partem de R$ 54.580 no Gol e R$ 59.990 no Voyage. Os modelos têm três anos de garantia de fábrica sem limite de quilometragem e são oferecidos em cinco cores: três sólidas (Branco Cristal, Preto Ninja e Vermelho Flash) e duas metálicas (Prata Sirius e Cinza Platinum).

Eficiência e desempenho com o motor 1.6 MSI

Transmissão com elevados níveis de conforto e robustez A transmissão que equipa o Gol e o Voyage 2019 possui como principais características alta robustez, rápidas trocas de marcha, elevado nível de conforto e boa eficiência energética. Ela traz relações de marcha e de diferencial específicas, especialmente definidas para essa aplicação. Projetada para carros com motores transversais, ela possui engrenagens planetárias com acoplamento por conversor de torque. Caracterizado pela suavidade nas arrancadas e trocas rápidas de velocidades, este câmbio conta com bloqueio do conversor de torque em diversas condições de uso. A transmissão oferece a opção de trocas manuais sequenciais Tiptronic – por meio da alavanca de câmbio ou pelas aletas atrás do volante multifuncional (opcional), além do modo de acionamento esportivo (posição “S”), que altera os momentos das trocas de marchas para rotações mais elevadas. Isto proporciona aceleração mais rápida para um comportamento mais dinâmico do veículo.

O motor 1.6 MSI é da família EA211, com quatro cilindros e 16 válvulas (4 válvulas por cilindro). Total Flex, tem 1.598 cm³ de cilindrada e possui bloco e cabeçote feitos de alumínio, o que colabora para reduzir o peso do conjunto. Com quatro válvulas por cilindro, sendo duas para admissão e duas para escape, o motor conta com duplo comando de válvulas integrado à tampa, com variação na admissão, proporcionando mais torque em baixa rotação e melhor desempenho. A potência máxima é de 120 cv (88 kW) com etanol e 110 cv (81 kW) com gasolina a 5.750 rpm, com torque máximo de 165 Nm (16,8 kgfm) com etanol e 155 Nm (15,8 kgfm) com gasolina, ambos a 4.000 rpm. Com esse motor, o Gol acelera de 0 a

Linha 2019 traz estilo atualizado e refinado Visualmente, Gol e Voyage 2019 trouxeram várias novidades. Na parte frontal, o capô está mais elevado, com duas linhas que se conectam aos faróis maiores. O conjunto ótico é caracterizado por ser retangular e traz um recorte diferenciado do capô. O para-choque dianteiro conta com entradas de ar na parte inferior e linhas geométricas, bem definidas e de aspecto esportivo. Os faróis de neblina têm formato trapezoidal e são envolvidos por uma moldura preta. Logo acima do farol de neblina há uma linha de caráter bem “vincada”, dando força ao visual frontal. No interior, todas as

linhas que determinam o painel estão orientadas de maneira horizontal. Com aplicação da tecnologia In Mold Decoration – IMD, o detalhe do painel ganha destaque nas cores e grafismos aplicados. As saídas de ar no painel contam com um formato angulado muito elegante e funcional, típico de veículos de categorias superiores. O volante multifuncional, oferecido como opcional, confere ainda mais requinte e sofisticação ao interior dos modelos. O instrumento combinado (cluster) traz iluminação de LED, combinando com a iluminação do console central e do sistema de infotainment.

Conforto e tecnologia de série Tanto o hatch quanto o sedã saem equipados com ar-condicionado, direção hidráulica, banco do motorista com ajuste de altura, suporte para celular integrado ao painel com entrada USB, travamento elétrico das portas e vidros dianteiros com acionamento elétrico. No quesito segurança, Gol e Voyage 2019 têm de série freios ABS com EBD, dois airbags, cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador, alerta de não utilização de cinto de segurança do motorista e sistema ESS (Emergency Stop Signal ou Sinal de Frenagem de Emergência).

100 km/h em 10,1 segundos e atinge 185 km/h de velocidade máxima (etanol). O Voyage, com o mesmo conjunto, acelera de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos e atinge 190 km/h de velocidade máxima (etanol).


4 | 11 de agosto de 2018

STOCK CAR

Rubens Barrichello conquista a Corrida do Milhão Piloto da equipe Full Time venceu Corrida do Milhão pela segunda vez, assim como em 2014, ano em que foi campeão da Stock Car

Letícia Senna

Assim como em 2014, ano em que foi campeão da Stock Car, Rubens Barrichello venceu a Corrida do Milhão no domingo (05), em Goiânia (GO). Foi a segunda vez que o piloto de 46 anos conquistou a prova mais valiosa do calendário da principal categoria do automobilismo brasileiro. Em uma corrida emocionante, especialmente na parte final quando Rubinho, em estratégia magnífica dos boxes com a equipe Full Time, ultrapassou Max Wilson, que acabou em segundo. Piloto convidado para a prova, o português António Felix da Costa completou o pódio. Felipe Fraga, Marcos Gomes, Ricardo Zonta, Allam Khodair, Daniel Serra, Guga Lima e Bia

Figueiredo completaram o top 10. A edição 2018 da Corrida do Milhão foi recheada de muitas disputas e alternativas, mas também teve muitas rodadas na pista e acidentes. O mais grave foi a batida entre Thiago Camilo e Cacá Bueno. Camilo rodou na saída de uma curva e foi atingido por Bruno Baptista e Cacá Bueno. Os dois não conseguiram virar a colisão de seus carros. Baptista ainda conseguiu voltar para a prova, mas Cacá acertou o carro de Camilo em cheio e foi bater na proteção de pneus sem a porta de seu carro #0. Mesmo com os socorristas em volta, Bueno conseguiu sair sozinho do carro. Daniel Serra, que largou da pole, escapou por pouco do acidente. Outra estrela convidada

para Corrida do Milhão, Felipe Massa não teve uma boa jornada. Após largar em 28º, o ex-Fórmula 1 teve o pneu traseiro furado após em incidente com Denis Navarro. Na frente, Rubinho, Max Wilson e Felix da Costa disputavam a vitória. Barrichello atrasou seu segundo pit stop. Entre os três, Wilson parou primeiro, mas voltou à frente de Felix com uma volta de atraso. Na parada do piloto lusitano, Max e Barrichello conseguiram ultrapassá-lo. A seguir, o campeão de 2014 finalmente parou nos boxes. Em estratégia sensacional, Rubinho voltou à frente, surpreendendo os rivais e partindo para seu segundo triunfo milionário. A próxima etapa da Stock Car será no dia 19 em Campo Grande (MS).

Barrichello ergue cheque de R$ 1 milhão pela conquista

Após festejar com o filho Fefo, Barrichello vai doar prêmio Rubens Barrichello festejou muito a segunda vitória na Corrida do Milhão. Assim que desceu do carro, ele festejou a conquista com o filho Fefo. Assim como na Fórmula E, a subida para o pódio contou com uma novidade: a passagem pelo meio da galera, que cumprimentou Rubinho. “Tenho dois filhos; subi no carro para comemorar com um na primeira vez e eu queria subir com o outro. Eu tinha um feeling de que isso iria acontecer”, disse. O piloto teve um motivo especial que o deixou bastante emocionado após vencer. Ele lembrou a superação de

um problema de saúde que teve no começo do ano. Barrichello teve um princípio de AVC, ficou internado por alguns dias e, em março, estava de volta às pistas para a Corrida de Duplas da Stock. “ Vo u s e m p r e m e emocionar, porque não posso me esquecer do problema de saúde que tive no começo do ano. Com 46 anos, competitivo desse jeito, só posso agradecer aos céus de verdade”, concluiu. Rubinho informou que o prêmio de R$ 1 milhão será revertido para o Instituto Família Barrichello, que faz trabalho social com crianças, adolescente e idosos.

Max Wilson (E) e Rubens Barrichello (D): os protagonistas do fim da prova

FÓRMULA 1

Ricciardo troca Red Bull pela Renault

A Renault confirmou na sexta-feira (03) a contratação do piloto australiano Daniel Ricciardo para a temporada 2019 da Fórmula 1. O anúncio sacudiu o circo da F-1 e abriu a temporada da ‘dança das cadeiras’ da categoria para a competição do próximo ano. Ricciardo assinou contrato de dois anos para ser companheiro de time do alemão Nico Hülkenberg. Isso significa que Carlos Sainz Jr. deixa a equipe francesa no final de 2018. O espanhol pertence à Red Bull, a mesma equipe da qual o australiano está de saída. “Foi provavelmente uma das decisões mais difíceis que tomei em minha carreira até agora. Mas achei que era o momento de assumir um novo desafio”, disse Ricciardo. “Sei que há muito pela frente para que a Renault cumpra sua meta de competir no nível mais alto, mas fiquei impressionado com seu progresso em apenas dois anos, e sei que a Renault eventualmente venceu todas as vezes

que esteve na categoria. Espero poder ajudá-los nesta jornada, contribuindo

dentro e fora da pista”, completou o australiano. (LS)

Jornal Autos Giros - 63 - 10 de agosto de 2018  

Jornal produzido pelo site www.autosgiros.com.br em parceria com a gráfica Logic Press Brasil LTDA com conteúdo 100% produzido pela equipe d...

Jornal Autos Giros - 63 - 10 de agosto de 2018  

Jornal produzido pelo site www.autosgiros.com.br em parceria com a gráfica Logic Press Brasil LTDA com conteúdo 100% produzido pela equipe d...

Advertisement