Page 1

Automaker Ano 2 Nº 1

Intelligent vehicles and applications

Jaguar, Mercedes Benz, BMW, Volkswagen

New Vehicle overviews BMW M3, Renault Fluence, Volkswagen Fox Pepper

Electric Vehicle

GM Bolt, and Mercedes S500 Hybrid

Testing

PCB, Horiba

Industry News

Mercedes-Benz está ensinando carros autônomos

como falar

Automotive Testing | Vehicle & Powertrain Simulation | Controls & Calibration | Environment & Emissions


Vehicle developers worldwide rely on MTS for the testing expertise, technology and support they need to comply with evolving safety and fuel efficiency mandates, accommodate new materials and increasing vehicle complexity, and adapt to the demands of both established and developing markets.

1. early Stage Testing

The MTS mechanical test and simulation portfolio features a comprehensive array of vehicle dynamics and durability solutions to help you meet these challenges at an accelerated pace, with limited staff, fewer prototypes and at lower cost.

Materials Test Systems

Tire Force & Moment Systems

Damper Test Systems

Elastomer Test Systems

Tire Rolling Resistance Systems

Component Vibration Test Systems

Contact us today and discover how engaging with MTS can help bring your new vehicle designs to the global market with greater speed, efficiency and confidence. Visit us at Automotive Testing Show Brazil 2013, Stand A117

MTS Sistemas do Brasil Ltda. Tel: 55-11-5501-5300 Fax: 55-11-5505-5682 email: k.manke@mtsbrasil.com.br http://www.mtsbrasil.com.br/


MAke iT gLoBAL 2. Subsystem Development

3. Full System Confirmation

Subsystem Vibration Test Systems

Steering Test Systems

Shaft & Joint Test Systems

Spindle-coupled Road Simulators

Axle Test Systems

Suspension Test Systems

Ball Joint Test Systems

Tire-coupled Road Simulators

Kinematic & Compliance (K&C) Systems

Wind Tunnel Rolling Road Systems

Dynamic K&C Systems

Dynamic Roadway Systems

写真提供:Toyota Motorsport GmbH

©2013 MTS Systems Corporation. MTS is a registered trademark of MTS Systems Corporation in the united States. This mark may be protected in other countries. rTM no. 211177.

MTS ground VehiCle TeSTing SoluTionS

be certain.


O NIDays é uma experiência única onde engenheiros, cientistas, professores e pesquisadores serão apresentados às últimas tendências de projeto, teste e controle.

Dia 16 de abril de 2015 Expo Center Norte - São Paulo, SP Veja a agenda do evento e outras informações em brasil.ni.com/nidays

©2015 National Instruments. Todos os direitos reservados. National Instruments, NI, e ni.com são marcas registradas da National Instruments. Outros produtos ou nomes de empresas citados são nomes ou marcas registrados de suas respectivas empresas. 20555


Automaker

Industry News & Insight William Fone Diretor editorial wf@automaker.tv Alessandro Bassinelli Colaborador Marcos Cardoso Lima Costa Colaborador Dr. Gotthard Rainer Presidente Técnico Tom Stephenson Vendas de Publicidade

tom.stephenson@automaker.tv

Mayank Chhatwal Diretor de Vendas - Ásia mayank@automaker.tv

Enviar artigo wf@automaker.tv Assinar a Revista www.automaker.com.br

Automakermedia www.automaker.tv Thomas Fone CEO Mauricio de Araujo Almeida Diretor Doris Fone Diretor Financeiro

Contato AEA Suelen Assoni 11 5908-4043 relacionamento@aea.org.br AEA - Associação Brasileira de Engenharia Automotiva Rua Salvador Correia, 80 Aclimação - São Paulo - SP CEP: 04109-070 www.aea.org.br

meNsageM DO

editor 2014

UM GRANDE ANO

foi um grande ano para a Automaker lançando novos eventos e produtos, na Turquia e na Índia. Maio viu o nosso primeiro projeto realizado com sucesso em Pune, Índia, o congresso Controls, Measurement and Calibration, em parceria com a ARAI, centro de pesquisas automotivas do governo indiano. Montadoras de toda a Índia participaram como delegados e palestrantes. No Brasil, continuamos trabalhando com a AEA para produzir uma exposição conjunta que reúne SIMEA e Testing Show (ATS) a colaboração foi novamente muito bem sucedida e em 2015 o Testing Show novamente acontecerá com SIMEA. Rumo à parte final do ano passado, lançamos o ATS Turquia, o show teve visitantes de todos as montadoras e principais fornecedores e expositores de toda a Turquia, Europa, América do Norte, Japão e China. Na Índia, lançamos o Congresso ANV (Automotive Noise & Vibration) mais uma vez um grande sucesso reunindo especialistas em NVH da Europa, América do Norte e na Índia, mais uma vez, tivemos o apoio do nosso parceiro técnico ARAI. A Automaker gostaria de fazer um agradecimento especial a AVL List pelo enorme apoio em todos os nossos produtos, e, em particular, Dr. Rainer Gotthard por presidir da nossa comissão técnica e dando palestras muito inspiradoras, bem como presidir as conferências CMC e ANV. Além disso, estendemos nossos agradecimentos a todos os nossos patrocinadores, expositores, palestrantes, anunciantes e parceiros que nos ajudaram tornando 2014 o nosso ano de maior sucesso até hoje. Em 2015 vamos continuar com novos projetos, incluindo ANV Brasil a que terá sua edição brasileira em São Paulo e o lançamento do nosso novo portal de mídia técnica www.automaker.media. Nosso calendário para 2015 incluirá ATS no Brasil e da Turquia, (Automotive Testing Show), CMC, na Índia, e ANV na Índia e no Brasil.

William Fone - Editor


conteÚDO 26

18

Mercedes-Benz está ensinando carros autônomos como falar

Audi Audi A4 e A5 2015 trazem novo motor com maior eficiência

BMW Group

BMW Group está avançando com o desenvolvimento de sistemas de carregamento indutivo em carros elétrico e híbridos plug-in.

42 46

30

Novo BMW M3

A lenda está de volta

Mercedes-Benz

Mercedes-Benz S 500 PLUG-IN HYBRID garante eficiência e performance

Horiba OBS-One

Sistema on-board de medição de emissões da HORIBA para certificação veículo em condições reais de condução

20


14

Volkswagen Fox Pepper

Novo Fox Pepper começa a chegar às concessionárias

8 8 9 10 13 22 32

Bosch

Bosch conclui aquisição da ZF Lenksysteme

Fiat Chrysler Automobiles (FCA) Presidente da FCA integra novo Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial

Volkswagen do Brasil

Volkswagen do Brasil terá novo vice-presidente de Desenvolvimento do Produto

GM do Brasil

GM do Brasil completa 90 anos com o maior plano de investimentos da história e 14,5 milhões de veículos produzidos

PCB Piezotronics

PCB Piezotronics Expande a Linha de Produtos de Pré-amplificadores Compactos

Renault Fluence

Novo Fluence 2015: prazer em dirigir um completo sedã

Connected Golf

a Volkswagen traz os smartfones e seus aplicativos para dentro do automóvel

Chevrolet Bolt EV

Chevrolet apresenta no Salão de Detroit conceito de carro elétrico acessível e com ampla autonomia

Jaguar Land Rover

39 44

desenvolve tecnologias virtuais para melhorar o desempenho de condução e reduzir a distração


Bosch conclui aquisição da ZF Lenksysteme

O

Grupo Bosch completou a aquisição de da ZF Friedrichshafen AG na joint venture que mantinha com a ZF Lenksysteme Gmbh (ZFLS). As autoridades antitruste aprovaram a aquisição. Isto significa que a Bosch possui agora todas as ações da joint venture, que anteriormente eram 50% Bosch e 50% ZF. A empresa será incorporada no Grupo Bosch como uma nova divisão, sob o nome de Robert Bosch Automotive Steering GmbH. Para determinar este novo nome, foi realizado uma votação entre os colaboradores da ZFLS.

Empregando mais de 13 mil colaboradores em oito países, a ZFLS desenvolve, produz e comercializa sistemas de direção para veículos de passeio e comerciais em todo o mundo. Em 2013, a ZFLS registrou vendas de aproximadamente 4.1 bilhões de euros. Presente em 20 localidades, a empresa atua nos mais importantes mercados automotivos do mundo. Além da Europa, dos Estados Unidos e da China, a ZFLS também mantém unidades fabris na Índia, no Brasil e na Malásia. A ZFLS é uma líder na fabricação de modernos e eficientes sistemas de direção elétricos assistidos, cujo sistema é responsável por cerca de 60% de suas vendas. Juntamente com o seu potencial para economizar até 0,8 litros de combustível por 100 quilômetros, a direção elétrica é a base da tecnologia necessária para realizar uma série de sistemas de assistência ao condutor, bem como a direção autônoma. Os sistemas de direção elétricos são um dos pré-requisitos para o suporte de direção automática em situações críticas, assim como para o assistente de manutenção na faixa de rolagem nas pistas, e para a função StartStop Coasting no qual o suporte elétrico garante que o comportamento da direção continue, mesmo quando o motor desliga e utiliza a energia cinética para mover o veículo. A ZFLS também oferece sistemas apropriados de direção elétrica para o crescente mercado de veículos elétricos. Os clientes da Bosch irão se beneficiar com o aumento da gama de produtos, que agora inclui sistemas de direção. O foco principal das atividades de P&D da ZFLS é a criação de redes de componentes em sistemas completos controlados por software. A empresa trouxe, por exemplo, uma solução para a produção em série, que permite que um carro ligado a um reboque seja manobrado de fora do veículo por meio de um smartphone. Graças ao desenvolvimento do sistema de direção elétrica hidráulica Servotwin para veículos comerciais, é possível fazer que este sistema opere em caminhões com mais de 40 toneladas métricas de volume. O protótipo foi apresentado no IAA 2014. Um sistema de direção elétrica compacta, engenharia local e especialmente um melhor custo benefício para os mercados asiáticos mostra que a empresa não oferece apenas soluções para o segmento premium. Isso significa que mesmo os clientes que dirigem carros compactos serão beneficiados pelo aumento da eficiência oferecida por estes produtos. Cerca de 1.400 colaboradores da nova divisão de negócios trabalham na engenharia, ou seja, um a cada dez. Em 2013, a empresa investiu cerca de 238 milhões de euros em pesquisa e desenvolvimento. Desde a sua fundação, há 15 anos, a empresa registrou cerca de 750 patentes.

Presidente da FCA integra novo Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial

O

presidente da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) para a América Latina, Cledorvino Belini, passa a integrar, a partir desta segunda-feira, o Conselho Nacional de Desenvolvimento industrial (CNDI). Durante dois anos ele será um dos 18 conselheiros que atuarão no órgão de assessoramento da Presidência da República para a formulação de políticas nacionais e medidas específicas destinadas a promover o desenvolvimento industrial, tecnológico e de comércio exterior do país. A coordenação do conselho está sob responsabilidade do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto, enquanto a Secretaria-Executiva é exercida pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). A listagem com os novos integrantes do CNDI foi publicada no Diário Oficial da União de hoje. Belini é presidente da FCA para a América Latina e faz parte do Conselho Executivo (GEC), a mais elevada instância mundial de comando executivo do grupo. Também preside a Fiat Chrysler Participações Brasil. Além disso, é membro do Conselho Superior Estratégico da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e do International Advisory Board, da Fundação Dom Cabral, e atua no Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI). Entre março de 2010 e abril de 2013, exerceu o cargo de presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

8 | Automaker Development&Test


Volkswagen do Brasil terá novo vice-presidente de Desenvolvimento do Produto

A

partir de março de 2015, a Volkswagen do Brasil terá novo vice-presidente de Desenvolvimento do Produto, o alemão Dr. Markus Kleimann, 45, em substituição ao Dr. Egon Feichter.

Físico com doutorado em engenharia, Dr. Kleimann ingressou no Grupo Volkswagen em 2000, na área de Segurança Veicular, na sede da empresa, em Wolfsburg, Alemanha. Atuou também na área de Desenvolvimento de Portas e, posteriormente, assumiu a área de Desenvolvimento de Carroceria e Acabamento na China, na parceria ShanghaiVolkswagen. No retorno a Wolfsburg (2009), foi responsável pela área de Desenvolvimento de Carroceria. Em 2013 passou a CTO (chefe da área Técnica) da Italdesign, empresa sediada em Turim, na Itália, que desde 2010 é parte integrante do Grupo Volkswagen. Dr. Egon Feichter, 53, alemão, deixa o cargo de vicepresidente da Volkswagen do Brasil para assumir, a partir de março, a posição de CTO (chefe da área Técnica) e membro do Board da Italdesign Giugiaro S.p.A, na Itália. Durante seus sete anos na Volkswagen do Brasil, Dr. Feichter foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento de importantes projetos, tais como: Gol (G5), Novo Fox, Saveiro Cross, Saveiro Cabine Dupla, up!, a produção do Novo Golf no Brasil e a nova família de motores EA211, entre outros. Vários desses produtos desenvolvidos já conquistaram diversos prêmios, como “Picape do Ano 2015” para a Saveiro Cabine Dupla, “Carro do Ano 2014” para o Golf, “Carro Verde do Ano 2014” para o Fox BlueMotion, “Motor do Ano 2014” para o novo motor de três cilindros e “Carro do Ano 2009” para o Gol Geração 5. Além disso, Dr. Feichter foi responsável pela ampliação e modernização da infraestrutura na área de desenvolvimento de produtos no Brasil, em um momento de grande evolução para a engenharia. Nesse período, a empresa também conquistou ótimos resultados no Latin NCAP (New Car Assessment Programme) - programa de avaliação de carros novos, visto como uma importante referência em relação à segurança de veículos na América Latina. Nesse contexto o up! conquistou cinco estrelas – a melhor pontuação - na proteção para adultos e quatro estrelas para crianças. Além disso, os produtos também atingiram redução dos custos de reparabilidade segundo o ranking do CESVI Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária).

Signalworks Cómercio, Importação & Exportação Ltda. Rua Luigi Galvani, 146 - 1º andar CEP: 04575-020 - Brooklin Novo - São Paulo -SP Telefone +55 11 5501-5310 www.signalworks,com.br

Automaker Development&Test | 9


GM do Brasil completa 90 anos com o maior plano de investimentos da história e 14,5 milhões de veículos produzidos Celebração começa com a inauguração de um novo centro logístico para elevar a produtividade em São Caetano, onde mil funcionários farão um desenho humano em tamanho gigante do número 90 Primeiro veículo montado foi um furgão, em 1925; o nacional mais potente também é um Chevrolet Relembre os principais lançamentos e acontecimentos da marca, ano a ano no país

A

General Motors comemora nesta segunda-feira, dia 26 de janeiro, 90 anos de atividades no Brasil e a produção de 14,5 milhões de veículos, que simbolizam um marco relevante tanto para o setor automotivo como para o toda a indústria nacional. O momento coincide ainda com o início da execução do maior plano de investimento anunciado pela empresa no país para um quinquênio: R$ 6,5 bilhões.

O montante será aplicado no desenvolvimento de novos produtos, na atualização da linha de veículos e no desenvolvimento de tecnologias ligadas à eficiência energética e conectividade –segmento no qual a GM é referência com os carros da marca Chevrolet. O Brasil, aliás, é o terceiro maior mercado da empresa no mundo, depois de China e Estados Unidos. No ano passado, foram emplacados aproximadamente 580 mil automóveis Chevrolet no país, colaborando para que a marca se tornasse, pelo segundo ano consecutivo, líder absoluta no segmento de varejo. Os produtos de maior destaque no período foram o Onix e o Prisma, que bateram recordes de vendas.

Flash mob e cápsula do tempo

A celebração dos 90 anos da GM e da marca Chevrolet no Brasil começam nesta segunda-feira (26) com a inauguração do MASC, novo centro logístico de recebimento e armazenamento de materiais no complexo industrial da GM, em São Caetano do Sul, visando elevar sua produtividade. A empresa prepara outras ações promocionais com empregados, como o flash mob e a capsula do tempo. No flash mob serão reunidos mil empregados no pátio da fábrica para que formem um desenho humano em tamanho gigante do número 90. O vídeo com a ação será captado por um drone e compartilhado nas redes sociais. Na capsula do tempo, os empregados deixarão mensagens sobre como veem o futuro daqui há 10 anos. O conteúdo será revelado no centenário da empresa no país, daqui uma década. Outros eventos comemorativos serão realizados ao longo deste ano.

Chevrolet tem linha mais completa do país

A Chevrolet completa nove décadas de operação com a mais completa linha de automóveis do país. Ao todo são 14 modelos dos mais variados segmentos, do sedã compacto Classic 1.0, o mais acessível da gama, até o superesportivo Camaro SS V8, o mais potente, com 406 cavalos. A picape S10 é o veículo com maior número de configurações: são 133 combinações, entre versões de acabamento, tipo de carroceria, motorização e cor externa.

10 | Automaker Development&Test


Já o Spin é recordista em tamanho do porta-malas: 710 litros, enquanto o Cruze 2015 aparece como o mais recente grande lançamento. Tanto a versão hatch como a sedã foram reestilizadas e passaram por evoluções mecânicas; ambas chegaram simultaneamente na virada do ano. As mais de 600 concessionárias Chevrolet irão receber outras novidades em breve, como a linha de bicicletas da marca, inicialmente composta por um modelo mountain bike e uma articulável. Essa última cabe até no bagageiro de carros compactos, a fim de contemplar aquele consumidor que deseja realizar parte do seu trajeto a pedal. Desde a montagem do primeiro Chevrolet em um galpão no bairro paulistano do Ipiranga, em 1925, até o início de janeiro 14,5 milhões de veículos GM foram produzidos no país. Isso representa aproximadamente um quarto do montante total de automóveis feitos localmente. O primeiro carro nacional de passeio da Chevrolet foi o Opala, apresentado em 1968. Outros modelos de sucesso foram lançados posteriormente, como o Chevette, a D20, o Monza, o Kadett, o Corsa, o Vectra, o Omega e o Astra. A GM chegou a produzir paralelamente outros tipos de produtos, como baterias, aparelhos de ar-condicionado e até geladeiras –as famosas Frigidaire. Mais de 2.000.000 delas foram feitas dos anos 50 aos 70.

GM reduziu 60% do consumo de energia e 73% de água Ações no campo da sustentabilidade e o apoio a projetos sociais sempre estiveram presentes no histórico da empresa nessas últimas nove décadas. A subsidiária brasileira desenvolve atualmente modelos com índice de recuperabilidade superior a 96% e de reciclabilidade acima de 85%. O trabalho contínuo de melhoria nos processos ainda fez a empresa reduzir, nos últimos anos, 60% do consumo de energia elétrica e 73% de água para produzir um carro. Na fábrica de São Caetano do Sul, por exemplo, desde 1989 foi implantado um sistema de reuso do efluente industrial, que é utilizado nos processos industriais, evitando o consumo de água potável. Estes sistemas possibilitaram o reuso de mais de 225 milhões de litros desde 2011, sendo 22 milhões nos primeiros 6 meses de 2014. A política ambiental da companhia foi reconhecida com importantes premiações, como as certificações inéditas do Wildlife Habitat Council (WHC), pelo trabalho de preservação de áreas verdes e educação ambiental em Gravataí (RS) e São José dos Campos (SP). Além disso, a GM reconhece e estimula os melhores projetos de seus fornecedores e concessionários na área de sustentabilidade.

Signalworks Comércio, Importação & Exportação Ltda. Rua Luigi Galvani, 146 - 1º andar - Brooklin Novo CEP: 04575-020 São Paulo, SP Telefone: +55 11 5501-5310 Automaker Development&Test | 11 www.signalworks.com.br


Além disso, a GM do Brasil, tem em Joinville (SC) uma das fábricas mais sustentáveis do mundo. A unidade é a primeira a implantar um conjunto de sistemas pioneiros na área de eficiência energética e proteção ao meio ambiente, com destaque para a energia fotovoltaica - gerada a partir da luz do sol-,reciclagem de água industrial por meio de osmose reversa e tratamento inédito de efluentes e esgotos por meio de jardins filtrantes. As iniciativas, que fazem dela uma fábrica sustentável, incluem processos que a tornam uma das primeiras do Brasil a ter 100% dos resíduos industriais reciclados (landfill free). Pelo programa “Zero Aterro” todos os resíduos do processo produtivo serão reutilizados, reciclados ou coprocessados. Ao todo, a GM tem três fábricas landfil free no Brasil. Já o Instituto GM investiu mais de R$ 20 milhões nos projetos sociais, educativos, ambientais e filantrópicos nas comunidades nos últimos 20 anos. Tem como missão principal fortalecer a cidadania de crianças, jovens e adultos, nas comunidades próximas às instalações comerciais e industriais da empresa. Destaque para o Projeto Foco, que promove cursos gratuitos de línguas e profissionalizantes a população, e o projeto One World Futbol, que distribui as famosas bolas indestrutíveis a crianças carentes.

Terceira maior operação da GM no mundo Além da conquista da confiança do consumidor, a GM completa 90 anos marcada por um ritmo contínuo de expansão. A companhia possui três complexos industriais de produção de veículos: São Caetano do Sul (SP), São José dos Campos (SP) e Gravataí (RS). Conta ainda com unidades em Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados e peças), Sorocaba (centro logístico) e Indaiatuba (campo de provas), todas no Estado de São Paulo, além de um Centro Tecnológico, em São Caetano do Sul (SP), com capacidade para desenvolvimento completo de novos veículos. A subsidiária brasileira é um dos quatro centros mundiais na criação e desenvolvimento de veículos, nos campos da engenharia, design e manufatura. A GM do Brasil também tem em Joinville (SC) linhas industriais de onde saem motores e cabeçotes de alumínio.

12 | Automaker Development&Test


PCB Piezotronics Expande a Linha de Produtos de Pré-amplificadores Compactos Pré-amplificador compacto de 1/2” apresentado para ensaios acústicos em espaços confinados

A

PCB Piezotronics expandiu sua família de pré-amplificadores para microfones com a introdução de um novo pré-amplificador compacto com 1/2″. O modelo 426A13 é para engenheiros de testes e consultores acústicos realizarem medições em espaços onde os sistemas de microfone tradicionais não cabem ou onde restrições de espaço são uma preocupação, tais como motores de automóveis ou em pequenas cavidades.

A eletrônica do pré-amplificador de modelo 426A13 é compacta e cabe em uma caixa de 0,94″(24,1 mm) de comprimento, com um comprimento total (incluindo conectores) de 1,4″ (35,6 mm). Pré-amplificadores convertem um sinal de alta impedância de um microfone de medição em um sinal de baixa impedância. O modelo 426A13 é projetado para microfones de 1/2″ (12 mm) que são usados para medir frequências tanto dentro da faixa de infrasound quanto da faixa audível humana (3Hz a 20kHz). Em ambientes de baixo ruído ele permite medições de 15 dBA até 147 dB, com o uso de um microfone apropriado. O modelo 426A13, quando combinado com o microfone adequado, pode ser usado para medições de pressão sonora em campo livre, campo difuso (incidência aleatória) e campo de resposta de pressão. Ambientes de teste comuns incluem cavidades com limitações de espaço, tubos de impedância, e debaixo de motores automotivos e de jato. Quando combinado com um microfone de 1/2″(12 mm) de diâmetro, o sistema compacto fornece medições acústicas de alta qualidade a um preço muito competitivo. Ele está em estoque na PCB e disponíveis para um processo de importação imediato. A expansão da linha de produtos de pré-amplificadores compactos inclui: 1/4″ e 1/2″ com comprimento padrão, pré-amplificadores com ganho integrado, sem ventilação, um coeficiente de ponderação (“a-weighting”) e filtros passa-alta. O amplo portfólio de pré-amplificador e microfone da PCB combinados, oferecem a flexibilidade de uso em praticamente todas as aplicações de testes acústicos.

Automaker Development&Test | 13


Novo Fox Pepper começa a chegar às concessionárias Modelo teve excelente aceitação do público no Salão do Automóvel de São Paulo e agora chega com apelo esportivo e jovial Versão “apimentada” traz visual exclusivo e conteúdo diferenciado Novidade conta com vários recursos de tecnologia e de segurança, como Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), controle de assistência de partida em rampa (HHC - Hill Hold Control) e controle de tração (TC e ASR)

S

ucesso de aceitação junto ao público no Salão do Automóvel de São Paulo de 2014, o Novo Fox Pepper começa a chegar às concessionárias Volkswagen este mês. Com visual exclusivo e conteúdo diferenciado, o hatch tem apelo esportivo e jovial, evidenciado pelo nome Pepper (pimenta, em inglês). O modelo chega à versão de produção cinco meses após ser exibido como conceito e está disponível em quatro cores: Vermelho Tornado, Prata Sargas, Branco Cristal e Preto Ninja.

Com conteúdo de série baseado no do Novo Fox Highline, o Novo Fox Pepper traz uma série de recursos de tecnologia e segurança, como Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e o controle de tração (TC e ASR). Além disso, o modelo é equipado com o novo motor 1.6l MSI de até 120 cv, da família EA211, com quatro válvulas por cilindro, e com a nova transmissão manual de seis marchas.

Esportividade, por dentro e por fora O estilo ousado do Fox Pepper é evidenciado pelo teto preto, com pintura especial e acabamento premium. Soma-se a isso o novo para-choque dianteiro, com visual mais robusto do que o restante da linha Fox. Assim como no Novo CrossFox, no Novo Fox Pepper os faróis auxiliares – que contam com aros pintados em preto brilhante – têm formato retangular e tripla função, funcionando como faróis de neblina, faróis de longo alcance. E estes faróis ainda tem a opção das luzes de conversão estática (também conhecidas por “Cornering lights”). Chama a atenção também a grade frontal, em formato de colmeia e com friso vermelho horizontal, inspirada na do Novo Golf GTI. Além disso, a máscara do farol é mais escurecida (menos metalização), conferindo maior esportividade ao modelo. Ainda no para-choque dianteiro há um aplique pintado em Chrome Effect ou na cor do veículo, dependendo da cor externa do veículo.

14 | Automaker Development&Test


Passando para a vista lateral, chamam a atenção os retrovisores (com luz de direção integrada) pintados em Vermelho Tornado (para veículos nas cores Branco Cristal, Preto Ninja e Prata Sargas) ou Preto Ninja (para veículos na cor Vermelho Tornado). O aplique na parte inferior das portas também é diferenciado e é pintado em Chrome Effect (para veículos nas cores Preto Ninja e Prata Sargas) ou na cor do veículo (para veículos nas cores Branco Cristal e Vermelho Tornado). A soleira interna das portas traz um aplique decorativo com o nome “Fox Pepper”. Pouco abaixo dos retrovisores destaca-se o adesivo de uma pimenta, alusivo ao nome da versão. Outro elemento de estilo que realça a vocação esportiva do modelo são as rodas de liga leve de 15 polegadas com visual exclusivo. Assim como o Novo Fox Highline, o modelo pode receber opcionalmente rodas de 16 polegadas com visual exclusivo e efeito diamantado, ainda mais esportivas. Ostentando um visual que mescla elementos de aventura e de esportividade, o Novo Fox Pepper traz na lateral molduras na cor preta (claddings), alocados acima das caixas de roda, reforçando o desenho das caixas de roda e o caráter esportivo do veículo. A tonalidade preta figura também na traseira do carro. Na parte inferior do para-choque traseiro há um difusor de ar pintado em preto brilhante. O Novo Fox Pepper conta também com ponteira de escapamento dupla.

Novo Fox Pepper traz opções de rodas de liga leve com visual exclusivo

Caráter esportivo é realçado pelo novo motor 1.6l MSI de até 120 cv e pelo câmbio manual de seis marchas O Novo Fox Pepper é equipado com o novo motor 1.6l MSI, da família EA211. Com até 120 cv (etanol), esse motor conta com quatro válvulas por cilindro, sistema E-Flex de partida a frio aquecida (que dispensa o tanque auxiliar de combustível), coletor de escape integrado ao cabeçote, bloco e cabeçote de alumínio, comando variável de válvulas, duplo circuito de arrefecimento e duplo comando de válvulas integrado à tampa do cabeçote. Com todas essas inovações, o Novo Fox Pepper, quando abastecido com etanol, acelera de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos e atinge velocidade máxima de 189 km/h. Com gasolina, são 10,3 segundos para a aceleração de 0 a 100 km/h e 183 km/h de velocidade máxima.

Automaker Development&Test | 15


Interior refinado O interior traz uma ambientação totalmente nova em comparação aos demais modelos da linha Fox. As saídas de ar com aros pintados de vermelho evidenciam a proposta esportiva do modelo . Com a nova linguagem mundial de estilo, o volante revestido em couro com costuras na cor vermelha é semelhante ao do Novo Golf Highline, oferecendo comandos intuitivos dos sistemas de som e de telefonia, assim como do computador de bordo. Destaque para o cinzeiro com o logotipo da versão e a inscrição “Fox Pepper” em adesivo resinado. Outra exclusividade do modelo são os bancos. Forrados com couro sintético na tonalidade Palladium (cinza), os assentos do Novo Fox Pepper contam com um figurino diferenciado, com apliques vermelhos nos apoios dos bancos dianteiros e nos painéis de porta. Destaque também para o nome da série bordado nos bancos dianteiros. Complementam o conjunto os sobretapetes dianteiros e traseiros de carpete com pinos de fixação para a peça do motorista, muito mais sofisticados e seguros.

Sistema de navegação integrado ao painel Outro recurso de tecnologia presente no Novo Fox Pepper é o rádio navegador RNS315, o mesmo que equipa a linha Passat, CC e Tiguan. O RNS315, na verdade, é uma central multimídia, pois conta com tela sensível ao toque de 5,5 polegadas, sistema Bluetooth integrado, receptor AM/FM com RDS, CD Player com MP3 e WMA e entrada auxiliar de áudio. Também possui um slot para SD-cards, que podem reproduzir mapas de navegação ou arquivos de música em formato MP3, por exemplo.

16 | Automaker Development&Test


TC (M-ABS) – O Traction Control ou Controle de tração tem a função de reduzir o escorregamento das rodas durante a aceleração ou quando o veículo começa a destracionar, em curvas acentuadas, controlando eletronicamente o torque do motor. No Novo Fox Pepper, o TC (M-ABS) é equipamento de série. ESC – Controle eletrônico de estabilidade – Presente no Novo Fox Highline, o sistema de controle eletrônico de estabilidade (ESC) também integra a lista de opções de recursos de segurança no Novo Fox Pepper. O sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esses comandos. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade. HHC (Hill Hold Control) ou controle de assistência de partida em rampas – Em aclives acima de 5%, o sistema mantém o veículo freado por até 2 segundos, após o motorista aliviar o pedal do freio. Os freios são liberados progressivamente durante a aceleração, permitindo a partida do veículo com mais conforto e tranquilidade em rampas. ASR (Antriebsschlupfregelung) – Controle de tração – Integrado ao ESC, o ASR auxilia o motorista a arrancar ou acelerar o veículo sobre um piso de baixa aderência, graças a uma série de sensores e uma central eletrônica. O sistema atua gerenciando o torque motriz e a frenagem individual da roda que destraciona, auxiliando na aderência dos pneus em qualquer condição de utilização. EDS (Elektronische Differenzialsperre) – Bloqueio eletrônico do diferencial – Em trilhas ou em situação de baixa tração em uma das rodas motrizes, o bloqueio eletrônico do diferencial aciona o freio da roda com menor tração, transferindo o torque para a roda com maior tração, proporcionando assim melhor eficiência à saída do veículo. Esse sistema de “tração inteligente” funciona de forma automática, sem necessidade de o motorista acionar um botão no painel. Além disso, o sistema atua em curvas e em velocidade de até 80 km/h. HBA – Função adicional do sistema ESC, o HBA ou BAS (Brake Assist System ou Sistema de assistência à frenagem) é outro recurso inédito na linha Fox. O módulo do ABS e do ESC reconhece, por meio da velocidade e força de acionamento do pedal de freio, que se trata de uma condição de frenagem de emergência. Nesse momento, o sistema aumenta a pressão no circuito hidráulico e a força de atuação das pinças de freio, buscando a condição ideal de funcionamento do ABS para reduzir o espaço de frenagem.

Automaker Development&Test | 17


Audi A4 e A5 2015 trazem novo motor com maior eficiência 1.8 turbo FSI reúne dois sistemas de injeção para reduzir consumo e emissões Tecnologia de vanguarda, exclusiva da Audi, proporciona economia de até 21 por cento no consumo de combustível

o

s modelos Audi A4 Sedan, A4 Avant e o A5 Sportback oferecidos no Brasil passam a contar, em suas versões 2015, com o internacionalmente consagrado motor 1.8 turbo FSI. Com 170 cv de potência, e um poderoso torque de 320 Nm disponível entre 1.400 e 3.700 rpm, o 1.8 turbo FSI proporciona uma redução no consumo de cerca de 21% relativamente ao motor anterior, com queda correspondente nas emissões de CO2. O 1.8 turbo FSI é uma clara demonstração da excelência tecnológica da Audi. Visando obter um forte desempenho com o mínimo de consumo de combustível, os engenheiros da marca desenvolveram soluções inovadoras em vários campos da tecnologia. Além da injeção direta FSI, o 1.8 turbo também utiliza injeção indireta MPI. A injeção indireta é usada em situações de solicitação parcial, reduzindo radicalmente o consumo e as emissões de partículas. Já o sistema de injeção direta é ativado na partida e quando o motor é solicitado mais fortemente, podendo executar até duas injeções por ciclo. Para otimizar ainda mais o fluxo de gases, o sistema de controle das válvulas ganhou mais liberdade de operação. O turbocompressor do 1.8 TFSI é um projeto totalmente novo e desenvolve uma pressão quase constante de 1,3 bar. O peso do motor foi reduzido em cerca de 3,5 kg, graças ao novo módulo integrado que reúne o turbocompressor ao cabeçote e um novo método de fundição para o bloco, que reduziu a espessura das paredes para apenas três milímetros. Contribuiu também para o menor peso a utilização de quatro contrapesos em lugar de oito no novo virabrequim e mancais com menor diâmetro. Os pistões são feitos com uma nova liga de alta resistência. Polímeros leves são usados na bandeja de óleo e muitos parafusos são de alumínio. O atrito interno foi reduzido drasticamente por um inovador revestimento nas saias dos pistões e pela montagem de dois eixos de balanceamento que compensam as forças inerciais incidentes nos rolamentos. Equipados com a transmissão Multitronic de oito velocidades, com o novo motor, o A4 Sedan acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e o A5 Sportback em 8,4 segundos. A velocidade máxima do novo A4 é 225 km/h, enquanto o novo A5 atinge 220 km/h. Nos dois modelos, a função start/stop, que desliga o motor quando o carro é parado, dando novamente a partida assim que o motorista libera o pedal do freio, contribui para a redução do consumo, principalmente nas grandes cidades, onde paradas sucessivas são parte do cotidiano no tráfego.

18 | Automaker Development&Test


Novidades para 2015 O novo Audi A4 Sedan 2015, oferecido nas versões Attraction e Ambiente, mantém seus atrativos na relação custo-benefício, oferecendo um pacote completo de itens de tecnologia, segurança e conforto de série muito superior ao de seus concorrentes diretos. O sedã médio da Audi equilibra elegância e esportividade para cativar motoristas que procuram prazer ao volante, conforto e alta tecnologia. As linhas esportivas e dinâmicas são ressaltadas por detalhes tais como as rodas de 17 polegadas com novo design, os retrovisores com ajuste elétrico e coberturas na cor da carroceria, frisos decorativos brilhantes e faróis bi-xenônio, com luzes de condução diurna em LEDs. Os faróis contam também com sistema limpador. Na parte interna, o novo Audi A4 Attraction, versão de entrada, é ainda mais refinado, graças ao acabamento Platinum. O volante esportivo em couro, multifuncional e com shift-paddles ficou mais esportivo: agora tem a base aplanada, o que também facilita mais a entrada e saída do motorista. As soleiras das portas são em alumínio e o modelo tem alavanca de câmbio com acabamento em couro; bancos em couro sintético, com ajuste elétrico para o motorista, inclusive no apoio lombar; banco traseiro bipartido; computador de bordo com marcador de temperatura; e controle de velocidade de cruzeiro. Outros itens de série do Attraction são o pacote de luzes, o teto moldado em tecido e os vidros com isolante térmico. O carro traz também sensor de estacionamento traseiro, sensores de luz e chuva e retrovisor interno com função antiofuscante automática. O cliente pode escolher quatro combinações de cores para os bancos. O ar-condicionado é automático e o porta-malas, com tapete reversível, tem 480 litros de capacidade. Já o novo Audi A4 Sedan Ambiente, que é oferecido também na versão Avant (station wagon), agrega, além dos equipamentos oferecidos no Attraction, o ajuste elétrico nos dois bancos dianteiros, teto solar, rodas de alumínio com 18 polegadas e o sistema Audi music interface. A Avant tem um teto solar ainda maior, panorâmico e com acionamento elétrico, além de rack de teto em alumínio. A estrutura do Audi A4 2015 mantém sua tradicional esportividade, precisão, conforto e segurança. A suspensão utiliza o sistema multilink na dianteira, com cinco braços, e trapezoidal na traseira, com uma estrutura suspensa em quatro pontos. A direção eletromecânica e o programa eletrônico de estabilidade ESP são equipamentos de série. O Audi A4 é equipado para oferecer a máxima segurança para os ocupantes. O modelo possui airbags laterais dianteiros e de cabeça, cintos de segurança com sensor de afivelamento, alarme antifurto, travamento central com controle remoto à distância e freio de estacionamento eletromecânico.

Automaker Development&Test | 19


A5 também traz mudanças O Audi A5 Sportback ganhou o novo motor 1.8 TFSI nas versões Attraction e Ambiente. O novo A5 Attraction oferece um pacote de equipamentos bastante completo, incluindo o acabamento interno “platinum”, com bancos em couro Milano (os dianteiros com ajustes elétricos, inclusive lombar), pacote de luzes, para-brisa e vidros laterais com isolante térmico. Os faróis são bi-xenônio com luzes diurnas em LEDs e sistema limpador. As lanternas traseiras também são em LEDs. As rodas são de alumínio, com 17 polegadas. O novo A5 Sportback Ambiente traz, adicionalmente, computador de bordo com display colorido, retrovisor interno antiofuscante automático, sensores de luz e chuva, teto solar e os sistemas Audi connect/Bluetooth e rádio MMI com sistema de navegação. O Audi connect disponibiliza várias funções de informação e entretenimento. Entre as informações disponíveis online estão a navegação com procura de pontos de interesse, com imagens de satélite do Google™ Earth e do Google™ Maps Street View e outras. A ligação Wi-Fi permite conectar via Bluetooth ou fisicamente dispositivos móveis – telefones celulares, iPod ou tablets - à Internet e a execução de músicas via streaming. O sistema inclui também um disco rígido com capacidade de 20 GB para armazenamento de mapas, músicas, vídeos, fotos e informações.

HORIBA OBS-ONE

Sistema on-board de medição de emissões da HORIBA para certificação veículo em condições reais de condução

T

medição das emissões dos veículos reais agora é usado para ampliar a medição das emissões por meio de testes de ciclo de laboratório padrão para veículo e desenvolvimento motor. Tanto para veículos leves e pesados, as normas de emissões européias exigem medições verificada a conformidade com os limites proibidos. HORIBA apresenta o seu mais recente sistema de medição de bordo emissões, OBSONE, tanto para certificação e R & D em condições de condução do mundo real. O compacto OBS-ONE é um sistema projetado de propósito permitindo a medição das emissões de escape de uma gama de funcionamento ampliado consideravelmente e com melhores opções de calibragem. OBS-ONE é fácil de instalar em qualquer veículo e exige até 50 por cento menos energia em comparação com o seu antecessor.

20 | Automaker Development&Test


O design modular do OBS-ONE inclui um controlador, dois analisadores, uma bateria e um medidor de fluxo de escape usando tubo de pitot. OBS-ONE apresenta uma unidade de analisador de gases para o CO, CO2, NO, NO2 e NOx (por subtração). Opcionalmente, um analisador de THC com base em um detector de ionização de chama (FID) podem ser adicionados, em qualquer momento, permitindo a determinação do total de hidrocarbonetos. O sistema garante uma medição precisa, mesmo sob condições ambientais difíceis. As baterias podem ser simplesmente modificado durante a operação e garantir um funcionamento estável em distâncias longas de condução. Além disso, o processamento de dados pós-teste ajustável e a geração de relatórios de testes é possível. Além disso, OBS-ONE oferece funções abrangentes de proteção de dados. HORIBA plano para expandir OBS-ONE com a medição da massa das partículas (PM) e do número de partículas (PN) contando em um futuro próximo.

Em termos de software, OBS-ONE apresenta o altamente adaptável e recém-desenvolvido HORIBA uma plataforma. Essa solução abrangente e intuitivo serve para operar e controlar o sistema. Se necessário, OBSONE pode ser integrada, em uma única unidade de exibição, com outros dispositivos de medição de HORIBA como MEXA-ONE ou CVS-ONE.

Automaker Development&Test | 21


Novo Fluence 2015: prazer em dirigir um completo sedã O modelo chega com mais tecnologia, mais segurança e novo design

O

sedã médio da Renault sempre foi reconhecido como uma das melhores opções do segmento e se destaca por oferecer prazer em dirigir. Agora, o Novo Fluence 2015 chega com mais tecnologia, mais segurança e traz um novo design alinhado à nova identidade visual da marca.

O segmento dos sedãs médios é um dos mais importantes, com uma representação de 8% das vendas do mercado brasileiro, e é um dos mais concorridos com a participação de mais de 10 concorrentes. Entre as novidades da linha 2015 do Novo Fluence estão o novo sistema multimídia R-Link, com tela maior, de 7 polegadas, com recurso multitoque semelhante aos smartphones e comando de voz para efetuar chamadas telefônicas; o ISOFIX, sistema de fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro; luzes LED na traseira e nos indicadores de setas nos retrovisores.

22 | Automaker Development&Test


Tecnologia a serviço do conforto e praticidade O Novo Fluence 2015 oferece qualidades que tornam o modelo um dos melhores do mercado com itens que facilitam o dia a dia:

Walk away closing: basta o motorista se afastar do veículo com a chave no bolso que ocorre o travamento das portas. Na versão Privilège ocorre também o recolhimento automático dos retrovisores. A função é exclusiva do Novo Fluence no segmento. R-Link: o novo sistema multimídia é muito prático, com tela de 7 polegadas multitoque e GPS integrado. Sistema multimídia (telefone + SMS, USB, Bluetooth, reconhecimento de voz, reprodução de música, fotos e vídeos). Sistema de som de alta qualidade 3D Sound by Arkamis. Tela de 7 polegadas multitoque que permite ampliar, reduzir e mover imagens na tela, semelhantes ao recurso disponível nos smartphones. GPS integrado comsistema TomTom®. Eco-condução, função que permite obter dados precisos sobre o consumo do veículo, histórico de percursos e a quantidade de combustível consumida. Visualização das imagens na câmera de ré quando acionada. Sistema hands free: inovação inteligente que permite o travamento das portas e partida do motor com maior liberdade, sem a necessidade da chave no contato do veículo. Ar-condicionado digital dual-zone: permite aos ocupantes dos bancos dianteiros uma regulagem de temperatura individual para cada um e mantém sempre a temperatura desejada independentemente das condições externas. Os ocupantes do banco traseiro também se beneficiam de uma saída exclusiva do ar-condicionado. Automaker Development&Test | 23


Tecnologia a serviço da segurança O Fluence já oferecia um elevado nível de segurança e agora ganha o sistema ISOFIX, de série, para fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro. Abaixo outros itens de segurança:

Sistema de controle de estabilidade (ESP), que garante segurança nas curvas ao corrigir movimentos que fazem o veículo sair da trajetória normal. Controle de tração (ASR), que auxilia o veículo a ter maior aderência ao solo. Sistema de freios ABS com assistência de frenagem de urgência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), que garante maior eficiência em situações onde o freio é exigido com mais intensidade. Seis airbags disponíveis (dianteiros, laterais e tipo cortina) na versão Privilège e quatro (dianteiros e laterais) na versão Dynamique.

24 | Automaker Development&Test


Motor e câmbio O já reconhecido prazer ao dirigir é proporcionado pelo motor 2.0 16V Hi-Flex, com duplo comando de válvulas no cabeçote. São duas opções de câmbio: 6 marchas manual, para quem não abre mão da esportividade, e o câmbio CVT X-Tronic, que proporciona uma troca de marchas com suavidade, sem trancos, e ainda contribui para a economia de combustível.

O propulsor desempenha 143 cv (etanol) / 140 cv (gasolina) a 6.000 rpm com um dos maiores torques do segmento 20,30 kgfm (etanol) / 19,90 kgfm (gasolina) a 3.750 rpm.

Automaker Development&Test | 25


Mercedes-Benz está ensinando carros autônomos como falar Stuttgart/Berlin. Mercedes-Benz, especialistas em robótica e linguistas, discutem como as pessoas podem se comunicar com veículos autônomos no futuro. O tráfego na cidade do futuro será dominado pelos carros que se auto dirigem. Além dos aspectos técnicos e jurídicos, o fabricante de automóveis está analisando minuciosamente os problemas sociais neste contexto. A comunicação entre as pessoas e inteligência da máquina é um aspecto fundamental.

O

fato de que os carros são capazes de realizar cada vez mais tarefas autonomamente, o que significa que eles estão gradualmente se tornando robôs móveis, já está fora de discussão. Isso não só vai mudar o automobilismo em si, no entanto; condições de tráfego no conjunto vai mudar também. É por isso que a Mercedes-Benz está olhando no mais do que apenas as questões técnicas no desenvolvimento dos carros autônomos. Os representantes da empresa do departamento Group Research e Futurology assim se reuniram com especialistas de investigação robótica e lingüistas para discutir as principais questões na segunda Mercedes-Benz Future Talk: Como vamos comunicar com os carros autônomos no futuro? Um carro autônomo pode “acenar” um pedestre para atravessar a estrada? É o carro está falando comigo ou com a pessoa ao meu lado? E o que significa “falar” até significar neste contexto? Será que vamos ter que aprender gramática robô ou o carro deve ser capaz de nos entender? E como poderia essa linguagem pode ser desenvolvida? Caso seja intuitivo ou artificial?

“O tráfego do futuro será cada vez mais interativa - e eu não me refiro apenas a ligação em rede de veículos”, afirmou Prof. Dr. Kohler, chefe do Grupo de Pesquisa e Sustentabilidade e diretor ambiental da Daimler AG.. “Vemos isso como nossa tarefa básico para colocar carros autônomos na estrada não só como realizações tecnológicas, mas também para torná-los um parte integrante do tráfego do futuro. Os aspectos sociais são pelo menos de igual importância como os sensores no carro..” 26 | Automaker Development&Test


As discussões aprofundadas entre todos os presentes do Mercedes-Benz Future Talk “Robótica” revelou que ainda há muitas perguntas sem repostas no campo da interação homem-máquina. Tornou-se claro que os robôs são muito mais do que humanóides com uma aparência semelhante à humana ou figuras de filmes de ficção científica. Isso também é apoiada por Martina Mara, que realiza pesquisas sobre a psicologia dos relacionamentos humanos e robôs no Ars Electronica Futurelab: “O homem da lata, ou homem-máquina sintética, pode ser a imagem que temos em nossa mente quando ouvimos a palavra “robot”. No caso de robôs reais, fora da tela do cinema, muitas vezes há aceitação limitado se houver muitas semelhanças com os seres humanos “. Segundo Mara, é mais importante para deixar claro o mais rápido possível o quão inteligente é um robô, que formas de comunicação que pode dominar e como ele sinaliza o que seus próximos passos serão. Alexander Mankowsky, um futurólogo de Daimler AG, acrescentou: “Nós vemos o carro que se dirige - o robô autônomo - embutido no quadro geral de mobilidade futura, com os seres humanos atuando o papel principal na nossa visão do futuro. A tarefa é desenvolver um sistema cooperativo no qual uma ou mais línguas de comunicação são essenciais para permitir a interação entre humanos e máquinas inteligentes no denso ambiente urbano”. Ele também acha que pode até haver um dicionário de língua robô no futuro. De acordo com Mankowsky, convocando as pessoas para se adaptar às máquinas não deve ser o objetivo, em qualquer das deliberações. É muito mais um caso de construir a confiança como a comunicação homem-máquina se torna mais e mais intensa.

Prof. Dr. Ellen Fricke introduziu uma perspectiva linguística na discussão. O pesquisador de gestos da Universidade Técnica de Chemnitz e co-fundador do Gesto Center Berlin apresentou os seguintes argumentos: “Se considerarmos gestos para ser uma opção para comunicar correctamente com carros autônomos, é claro que é importante olhar para o que gestos humanos diários são especialmente adequados como ponto de partida para isso. Outra questão igualmente importante é o seguinte: como é que o carro autônomo nos moldam e qual serão os efeitos nos gestos utilizados para interação humano-carro têm sobre os gestos usados para comunicação inter-humana no futuro? “Também Fricke salientou: “Não é só uma enciclopédia de gestos do robô é necessário, mas como o primeiro passo, uma base de dados de gestos humanos do uso diário. Este pode ser um ponto inicial para a construção de gestos dirigida aos robôs autônomos.“

Um robô motorista? No futuro carros poderão se dirigir independentemente

Automaker Development&Test | 27


Comunicação por gestos entre humanos e carros autônomos

Num nível cotidiano, a comunicação com veículos autônomos ainda é um território novo. É por causa disso que a Mercedes-Benz juntou forças com o Ars Electronica Futurelab para criar um “campo de experimentação”, capaz de testar várias formas de interação entre humanos e robôs cinéticos utilizando protótipos. Num ambiente de teste, três quadcopters interativas foram chamado, parado ou dirigdo numa certa direção usando o controle de gesto ou um objeto de controle tátil, por exemplo. Isso deu uma idéia inicial do como co-existência entre humanos e máquinas autônomas poderia se sentir como no espaço comum do futuro. Mercedes-Benz está convencido que o que parece muito distante pode rapidamente se tornar uma realidade, acreditando que é essencial para desenvolver uma linguagem de interação compartilhada para permitir “cooperação homem-máquina” social no tráfego do futuro. O fabricante automóvel continuará trabalhar para este objectivo.

Mercedes-Benz Future Talk - diálogo interdisciplinar

O Future Talk lançado no ano passado pela Mercedes-Benz criou um novo formato de diálogo e fez a pergunta “Quão utópico é o futuro?”. Através da troca de idéias com vanguardas de várias disciplinas, a marca compartilha suas visões e, como o inventor do automóvel, demonstra a sua experiência na formação de um desejável, futuro móvel.

Comunicação por gestos entre humanos e carros autônomos

28 | Automaker Development&Test


Complete Control ...with the industry’s best controller. • PC

& Windows integration • Drag & drop capabilities to quickly load into Microsoft Office • Rack mountable • Ethernet connection • User-editable templates • Highly presentable & sophisticated reporting • Simple & advanced menu options Plus, we back our work with a 100% guarantee of satisfaction—if you’re not happy, we’ll take it back.

vibrationresearch.com


BMW Group está avançando com o desenvolvimento de sistemas de carregamento indutivo em carros elétrico e híbridos plug-in. Altamente conveniente, eficiente e livre de cabos: tecnologia de ponta para a alimentação de veículos com a energia está sendo aperfeiçoada para as baterias de alta tensão na BMW i3 e BMW i8, bem como nos futuros modelos híbridos plug-in do Grupo BMW Colaboração com outras montadoras para estabelecer um sistema padrão universal de carregamento indutivo.

M

unique. Prazer de condução e sustentabilidade são fundidos em forma inédita no i3 BMW totalmente elétrico e o carro esportivo BMW i8 híbrido plug-in. Suas baterias de alta tensão podem ser recarregada rápida e facilmente, significando que BMW i Wallbox faz parte do portfólio ELECTRIC 360 °.Esta estação de carregamento sofisticada, com facilidade de carga rápida para alimentar carros com energia em casa ou no trabalho sublinha a abordagem global adotada pela marca i da BMW quando se trata de desenvolvimento de produtos e serviços para mobilidade sustentável de conceito premium. Nesse processo, o Grupo BMW tem assumido um papel pioneiro neste campo e, portanto, está pressionando intensamente à frente com o desenvolvimento de tecnologias inovadoras para tornar a condução com zero de emissões de escape mais e mais atraente. Sistemas para carregamento indutivo de baterias de alta tensão são o próximo passo em frente para o fornecimento de energia. O objetivo de desenvolvimento a médio prazo é colocar confiabilidade, sem desgaste e soluções amigáveis para carregamento indutivo em produção que têm sido sob medida para ambas as baterias na BMW i carros e as baterias de alta tensão em futuros modelos híbridos plug-in do Grupo BMW.

A principal vantagem do fornecimento de energia indutiva sobre carga estações convencionais é a conexão sem cabo entre o ponto de abastecimento e o veículo de bateria de alta tensão. As montadoras Daimler e BMW Group assinaram um acordo sobre o desenvolvimento conjunto e implementação de um padronizado tecnologia para carregamento indutivo de carros elétricos e plug-in de veículos híbridos. O sistema consiste em dois componentes: uma bobina secundária no piso do veículo bem como uma placa de base com o enrolamento primário integral que está localizado por baixo do carro, por exemplo, no chão da garagem. A disposição das bobinas, e consequentemente do padrão de campo, baseia-se numa concepção derivada de sua forma circular que oferece um número de vantagens importantes. Estes incluem o extremamente compacto e construção leve juntamente com confinamento espacial eficaz do campo magnético. A energia elétrica é transmitida através de um campo magnético alternado gerado entre as bobinas, sem contato, sem cabos de carga e em uma taxa de carregamento de 3,6 kW. Com um fator de eficiência de mais de 90 por cento, este método permite que as baterias em veículos sejam carregadas de forma eficiente de alta tensão, de forma conveniente e com segurança.

30 | Automaker Development&Test


A meta maior desenvolvimento é minimizar o tempo de carregamento sem contato transmissão de energia. A uma taxa de carregamento de 3,6 kilowatts, as baterias de alta tensão em muitos plug-in de veículos híbridos pode ser totalmente carregada em menos de três horas. Leva menos de duas horas para carregar o BMW i8 usando um protótipo totalmente funcional de uma estação de carregamento indutivo. A fim de ter em conta o maior capacidade de armazenamento de baterias de alta tensão em veículos puros-elétrico, o futuro padrão de tecnologia também prevê a possibilidade de aumentar a taxa de carregamento a 7 kW. Isso garante que a bateria do BMW i3 ainda pode ser totalmente carregada durante a noite quando se utiliza o sistema indutivo. Carregamento indutivo torna a vida muito mais fácil para o motorista de um elétrico ou veículo híbrido plug-in, já que não há necessidade de conectar os cabos até ao início da reserva de energia. Uma vez que tenha sido corretamente posicionada por cima da bobina primária, o motorista pode simplesmente iniciar o processo de carregamento com o apertar de um botão usando o sistema operacional próprio veículo. Os dados são transmitidos através de uma conexão Wi-Fi entre o veículo e a estação de carregamento para ajudar o motorista, mesmo com estacionamento. A facilidade de carregamento indutivo pode ser utilizado independentemente das condições meteorológicas. Nem mesmo a chuva ou a neve tem um efeito negativo sobre a alimentação de energia como de todos os componentes condutores do sistema estão protegidas, o que significa que a bobina primária pode até ser instalado ao ar livre. Durante o carregamento, a radiação eletromagnética no ambiente também é mantido a um mínimo absoluto. O espaço entre o primário e bobinas secundárias é monitorado permanentemente, permitindo o carregamento de ser interrompida de imediato, se forem detectadas quaisquer corpos estranhos. Como o atual BMW i Wallbox, os sistemas de fornecimento de energia indutiva do futuro também tornará possível ativar e controlar o processo de carregamento de um smartphone. O aplicativo de smartphone relevante vai deixar motoristas chamar a dados transmitidos on-line sobre o estado de carga da bateria, por exemplo, ou o tempo remanescente até o carregamento estar concluído.

Automaker Development&Test | 31


Connected Golf:

a Volkswagen traz os smartfones e seus aplicativos para dentro do automóvel A partir de 2015, a Volkswagen está trazendo o MirrorLink, CarPlay (Apple) e Android Auto (Google) para seus carros nos Estados Unidos No futuro, os serviços online da Volkswagen Car-Net irão além do carro e dos smartfones para incluir display e controle por meio de smartwatches e smart TVs O Media Control integra tabletes e smartwatches ao sistema de infotainment Sistema Regular Routes aprimora a navegação no dia a dia Sistema Parking Guide elimina a procura de um lugar para estacionar

A

Volkswagen apresentou o Connected Golf – o carro mais conectado da atualidade. Essa versão elétrica do Golf, que é equipada com um sistema de informação e entretenimento de última geração (“Discover Pro”), incorpora uma enorme gama de aplicativos, smartfones e tabletes, por meio de seu avançado sistema de gerenciamento de interface e da Volkswagen Car-Net.

32 | Automaker Development&Test


Volkswagen Car-Net Quatro grupos. A plataforma online Volkswagen Car-Net dá acesso a conteúdo e serviços individuais de informação e entretenimento. Os vários serviços e aplicações da Volkswagen Car-Net são organizados em quatro grupos principais: Guide & Inform, e-Remote, Safe & Secure (na Europa chamado de Security & Service) e App Connect. Eles são aplicados de acordo com cada país. App Connect. A Volkswagen é uma das primeiras fabricantes de automóveis a integrar a maioria dos sistemas operacionais mais importantes dos smartfones em seu carro de exibições Connected Golf, baseado no App Connect. As três interfaces de software que formam a base do App Connect são o Mirror Link (incluindo Samsung, HTC, LG e Sony), o Android Auto (Google) e o CarPlay (Apple). Essas interfaces permitem ao motorista utilizar diferentes aplicativos de smartfones integrados ao sistema de informação e entretenimento.

Networking e navegação inteligentes Além de aplicativos da Volkswagen Car-Net, o Media Control também permite a integração ao sistema de infotainment do Connected Golf de tablets e smartwatches. O Media Control utiliza um aplicativo especial que cria um sistema de entretenimento de nova era para o banco traseiro. O Travel Link também está instalado no Connected Golf. Nos Estados Unidos, o sistema também transforma o rádio em um centro de informações, acessando e exibindo dados de satélite, como informações sobre o clima e resultados esportivos. Regular Routes é o nome de uma função através da qual o sistema de navegação detecta automaticamente – sem necessidade de ativação pelo motorista – situações difíceis no trânsito ao longo do caminho diário para o trabalho, por exemplo. Nesses casos, ele sugere espontaneamente uma rota alternativa que não esteja congestionada. Todas essas inovações mostradas no Connected Golf em Las Vegas já estão em produção e serão introduzidas em breve. Enquanto isso, outro tema para o futuro dos carros de série está sendo abordado pela solução conhecida como Parking Guide – uma tecnologia para localizar espaços de estacionamento disponíveis.

Automaker Development&Test | 33


App Connect Um único sistema de infotainment para quase todos os smartfones. A Volkswagen apresentou o MirrorLink pela primeira vez – espelhando o smartfone na tela do veículo – por ocasião do lançamento do Polo em 2014. O MirrorLink foi desenvolvido por um consórcio industrial de fabricantes de automóveis e smartfones (Samsung, HTC, Sony e LG). Apenas um ano depois, em 2015, a Volkswagen irá expandir a gama de plataformas de smartfones, acrescentando sistemas da Apple (Car Play) e Google (Android Auto). Da mesma forma que o MirrorLink, eles são usados para exibir e operar aplicativos através da tela de toque do sistema de informação e entretenimento. No futuro, a Volkswagen irá incluir os sistemas Car Play, Android Auto e MirrorLink dentro do conceito App Connect. MirrorLink™. Em 2014, a Volkswagen inclui sua primeira plataforma para smartfones em automóveis: MirrorLink. O MirrorLink torna possível mostrar conteúdos e operar funções do smartfone por meio da tela do sistema de infotainment. Para evitar distrair o motorista, aplicativos desenvolvidos especialmente podem ser utilizados com o carro em movimento. A operação é intuitiva: o usuário simplesmente conecta o smartfone ao carro e passa a usar o aplicativo por meio da tela do sistema de infotainment. O MirrorLink utiliza um padrão desenvolvido pelo Car Connectivity Consortium (CCC). Segundo esse padrão, os aplicativos dos smartfones são “espelhados” na tela de toque do carro e, como mencionado, sua operação é feita por meio do sistema de infotainment. Como os aplicativos de smartfones estão sempre atualizados, o MirrorLink nunca se torna obsoleto. Os aplicativos da Volkswagen disponíveis no MirrorLink são: My Guide, Think Blue. Trainer, Shared Audio e Sound Journey. A partir de agora, esses aplicativos estarão disponíveis não apenas para o Mirror Link, mas também para todas as tecnologias App Connect nos Estados Unidos. My Guide: Este aplicativo sugere atrações na região próxima ao carro. Restaurantes, por exemplo, podem ser escolhidos e integrados à navegação. Think Blue. Trainer: O Think Blue. O aplicativo Trainer ajuda o motorista a dirigir de forma eficiente e ambientalmente amigável. Shared Audio: Este aplicativo permite que qualquer pessoa no veículo repasse suas músicas favoritas de uma lista de execução compartilhada e as execute dentro do carro. Sound Journey: As funções desse aplicativo convertem cada trecho do caminho numa canção “composta” com base nos dados do veículo e um gênero musical.

34 | Automaker Development&Test


No futuro, as opções do MirrorLink serão ampliadas não apenas com novos aplicativos da Volkswagen, mas também com programas de parceiros externos. No momento, já estão disponíveis o Glympse, Aupeo!, miRoamer e Parkopedia. Glympse: O motorista e os passageiros podem usar o Glympse para comunicar sua localização a amigos e conhecidos. Aupeo!: Esse aplicativo foi desenvolvido para curtir música. Ele funciona como uma estação de rádio que pode ser adaptada ao gosto pessoal. miRoamer: Esse aplicativo dá aceso à maior seleção de rádios via Internet do mundo. Parkopedia: é a maior fornecedora do mundo de informações sobre locais de estacionamento. Ela permite ao usuário encontrar uma vaga disponível com maior rapidez, baseada em informações sobre disponibilidade de espaço, horários de funcionamento e preços. Apple CarPlay. Em 2015, a Volkswagen também oferecerá o CarPlay da Apple, como mostrado no CES, em Las Vegas, no Connected Golf. Ele permite que qualquer pessoa com um iPhone 5, 5C, 5S, 6 ou 6 Plus utilize numerosos aplicativos de seus telefones por meio do sistema de infotainment. Nesse sistema, também, os programas dos smartfones são “espelhados”. O CarPlay conecta os aplicativos do iPhone Telephone, News, Maps e Music ao sistema de infotainment através de uma interface USB. Os aplicativos são controlados dentro do carro da Volkswagen por meio da tela sensível ao toque do sistema de informação e entretenimento ou por controle de voz via Siri (Apple). Telephone: Permite que tudo funcione como no iPhone. Na tela de toque, os usuários podem executar as funções: atender chamada, finalizar chamada, emudecer o telefone, mostrar o teclado, consultar a agenda telefônica e recuperar mensagens de voz. Como alternativa, tudo isso pode ser feito através do sistema Siri (pressionando o botão de controle de voz no volante multifuncional). News: É muito prático ter as mensagens de texto recebidas lidas pelo Siri. O melhor é que o Siri também pode ser usado para gerar as próprias mensagens de texto do motorista ao dirigir. Maps: O CarPlay proporciona toda a funcionalidade do aplicativo Maps no sistema de infotainment. Isso inclui descrições detalhadas da rota (“curva a curva”), informações de trânsito e tempo estimado da viagem. Music: O familiar acesso à biblioteca de música é disponibilizado através da tela ou do Siri. O CarPlay também reconhece outros aplicativos de áudio instalados para tocar música, rádio e podcasts no iPhone. Por exemplo: Podcasts, Spotify e Sticher Radio.

Automaker Development&Test | 35


Android Auto. O nome já descreve o que ele pode fazer. O Android Auto foi desenvolvido pelo Google para smartfones Android. Exatamente como no MirrorLink e no CarPlay, aplicativos selecionados desses telefones são mostrados na tela do sistema de infotainment do carro. O Android Auto será oferecido a partir de 2015. Uma conexão USB serve de interface. Os numerosos aplicativos que podem ser incorporados através do Android Auto incluem clássicos como o Google Maps, Google Play Music, WhatsApp e Spotify. Também estão incluídos: SoundCloud, Text Me!, textPlus, Sticher Radio, Pandora® internet radio, iHeartRadio, TuneIn Radio, Pocket Casts, Joyride Podcast, Kik, MLB.com, NPR One, Songza e Umano. Muitos aplicativos do Android Auto podem ser utilizados tanto através da tela de toque como pelo controle de voz Google Voice. O controle de voz é ativado por um botão no volante multifuncional do Volkswagen. Guide & Inform. Na Europa, o Guide & Inform oferece serviços como Online Traffic Information, Online Destination Import, Google Earth, Google Street View, My Special Destinations (integração de pontos de interesse personalizados), News, Vehicle Status Report e Weather. Na América do Norte, alguns desses serviços estão integrados ao Travel Link e ao Safe & Secure (ampliado com funções específicas para os EUA). Por isso, nesse momento o Guide & Inform não será disponibilizado. Safe & Secure. Serviços no conjunto Safe & Secure da Car-Net permitem aos condutores de Volkswagens otimizar sua segurança pessoal. Um botão “SOS” e um botão de chamada para serviço na estrada, por exemplo, podem ser usados para pedir ajuda prontamente. Além disso, podem ser acessadas muitas informações importantes sobre o carro. O conceito geral é implementado por uma unidade de controle no veículo.

Personal Emergency Call Telemetric Road Service Call Localização do veículo Virtual Fence Alarme de velocidade Vehicle Status Report Agendamento de oficina Ajuda para busca do destino Exibição do status do veículo Horn and Flash (buzinar e piscar as luzes para localizar o veículo) Destravar portas e-Remote / e-Remote SmartTV. Outros aplicativos que já foram implementados são as soluções Volkswagen Car-Net no conjunto e-Remote. Esses aplicativos foram desenvolvidos especialmente para uso em modelos elétricos e híbridos plug-in. Por isso, eles já foram introduzidos no e-up! e no Golf GTE vendidos na Europa e no e-Golf agora oferecido nos EUA. O e-Remote permite que o usuário faça ajustes e faça pesquisas por meio do smartfone. Em Las Vegas, a Volkswagen demostrou que, no futuro, será possível também controlar o e-Remote por meio de um smartwatch, tal como o Samsung Gear S. Também está previsto um aplicativo que pode ser utilizado através de um televisor (“SmartTV”). Especificamente, o aplicativo contém as seguintes funções:

Programação do horário de partida Consulta a dados do veículo Consulta ao status do veículo Controle de climatização Carga da bateria 36 | Automaker Development&Test


Travel Informações via satélite. Para máxima integração, a Volkswagen utiliza todas as fontes de dados. Além das conexões online e terrestres e da recepção de rádio digital, nos Estados Unidos também há transmissão de rádio via satélite. A fabricante alemã está oferecendo recepção de rádio via satélite em cooperação com a companhia SiriusXM, baseada nos EUA, sob o nome de Travel Link. O rádio via satélite tem várias vantagens. Para começar, como a transmissão é feita por satélite, permite o uso em regiões não cobertas pelas transmissões de rádio por torres terrestres. Por outro lado, várias informações suplementares podem ser recebidas via satélite, o que tem tudo a ver com o Connected Golf. Na Europa, alguns desses serviços estão integrados ao “Guide & Inform”. Essas informações incluem as seguintes áreas de interesse:

Trânsito

Mapas climáticos

Informações para esquiadores

Informações sobre o clima Programação de cinema

Esportes Preços de combustíveis

Media Control Entretenimento no banco traseiro por meio de tabletes ou smartwatches. Até agora, o controle das funções e informação e entretenimento podia ser feito apenas pelo motorista ou o passageiro do banco da frente. O Media Control – uma nova extensão de infotainment através de um aplicativo – permite agora o controle de todas as principais funções por meio de um tablete, mesmo no banco traseiro. O Media Control será o sistema de entretenimento para os passageiros de trás no futuro. Agora não é mais necessário comprar equipamentos caros. Em vez disso, os passageiros de trás podem simplesmente conectar seus tabletes ao sistema de infotainment do carro através de Wi-Fi. Funcionalidades controláveis – que podem ser acessadas no Connected Golf mostrado na CES – incluem rádio, todos os recursos de mídia (USB, CD ou DVD, disco rígido, busca de músicas online), assim como navegação. O menu Media mostra informações como nome do artista, nome e capa do álbum. No rádio, é possível trocar de estação por de ícones e listas, procurar estações e exibir informações e frequências de transmissão. No menu Navigation, juntamente com as funções de série, também é possível fazer uma busca de endereço no Google na Internet e utilizar o resultado como destino para a rota. Além disso, os passageiros de trás podem enviar dados de calendário de eventos e agenda de endereços, além de destinos para navegação, para o sistema de informação e entretenimento. O controle de volume pode ser ajustado em qualquer contexto, assim como o balanço e fade do sistema de som. O tablete pode ser usado para selecionar uma entre as fontes de áudio disponíveis, acessar a biblioteca de mídia e para controlar a funções básicas de operação, como start, stop, pause, forward e back. Para otimizar a facilidade de operação e tornar mais fácil assistir filmes, a Volkswagen oferece como acessório um suporte especial para tabletes que também fornece eletricidade ao dispositivo. Uma inovação que a Volkswagen mostrou na CES em Las Vegas é como, no futuro, será possível usar um smartwatch para controlar o sistema de infotainment. Isto significa que os motoristas de carros da marca poderão, basicamente, levar sua biblioteca de mídia

Automaker Development&Test | 37


Navegação que pensa à frente Regular Routes. Os sistemas de navegação fornecem informações detalhadas sobre a situação do trânsito, avisam o motorista sobre congestionamento e sugerem rotas alternativas. No uso diário, porém, a maioria dos motoristas não utiliza o sistema de navegação, pois suas rotas são bem conhecidas. Um exemplo típico é o caminho diário de casa ao trabalho, a ida ao supermercado ou à escola dos filhos. Por isso, a Volkswagen agora está expandindo seus sistemas com a funcionalidade do Regular Routes. Nele, o sistema de navegação “memoriza” os caminhos percorridos regularmente e pesquisa a ocorrência de problemas de tráfego, mesmo quando o sistema de navegação não estiver ativado. Se houver pontos de congestionamento, por exemplo, ele recomenda um desvio. Antes de sair, o motorista pode optar por receber recomendações sobre seus caminhos habituais. Isto simplifica enormemente a entrada de dados de destino. O Regular Routes também é ligado em rede com o restante da eletrônica do veículo. O carro pode, por exemplo, usar as informações sobe a rota prevista para limpar o filtro de partículas do motor diesel ao longo de um trecho adequado ou integrar informações sobre descidas e trechos inclinados, assim como operações de aceleração e frenagem, para coordenar a estratégia de carga da bateria dos modelos híbridos tipo plug-in. Parking Guide. Encontrar vagas de estacionamento em áreas públicas com alto índice de sucesso é o que o Parking Guide irá conseguir no futuro. O sistema é baseado nos mapas de ruas normais, usados nos sistemas de navegação e nos servidores da Internet para calcular rotas. Com o Parking Guide, a informação mostrada nesses mapas digitais é ampliada, incluindo potenciais vagas de estacionamento ao longo das ruas. Engenhosa é a maneira como os dados são obtidos: através de sensores eletrônicos instalados em todos os veículos que contam com sistema auxiliar de estacionamento. Eles podem reconhecer as vagas disponíveis quando passam por elas pelas ruas constantes no mapa. Cada carro computa individualmente a taxa de ocupação da área de estacionamento onde se encontra e transmite os dados online para um centro de computação. Assim, as informações provenientes de muitos veículos anônimos são convertidas num padrão digital. Isto permite criar um mapa digital que oferece informações sobre a taxa de ocupação de uma determinada área de estacionamento individualmente, segundo o trecho da rua e a hora do dia. Os usuários do Parking Guide obtêm informações sobre vagas para estacionar sugerindo onde a probabilidade de encontra-las seja mais alta. O sistema não mostra pontos específicos. Além disso, o sistema pode calcular “rotas de estacionamento” para o motorista aproveitar as ruas com maior disponibilidade de vagas. Um benefício é que, enquanto os caminhos são geralmente calculados segundo os critérios “mais rápido” ou “menor”, o Parking Guide considera os dados regionais para personalizar o programa de navegação.

38 | Automaker Development&Test


Chevrolet apresenta no Salão de Detroit conceito de carro elétrico acessível e com ampla autonomia Bolt EV sinaliza a estratégia da marca para veículos elétricos, segmento na qual é líder de mercado.

D

etroit. A apresentação do Bolt EV, hoje, no Salão de Detroit deixa evidente o comprometimento da Chevrolet com a eletrificação do automóvel. O modelo é um conceito de carro 100% elétrico acessível e com ampla autonomia. Foi desenvolvido para custar na faixa dos US$ 30 mil e percorrer mais de 320 quilômetros com uma recarga das baterias.

“O conceito do Bolt EV quebra paradigmas no mercado de veículos elétricos pois foi feito para as massas, não para milionários”, argumenta Mary Barra, CEO da General Motors. “A Chevrolet acredita que a eletrificação é um pilar para o futuro dos transportes e precisa estar disponível a um grupo maior de consumidores”. Aproveitando-se dos mais modernos conceitos tecnológicos estabelecidos pelo Volt e pelo Spark EV, o Bolt EV foi projetado para ser uma referência em desempenho neste segmento, tanto nos Estados Unidos como em outros mercados globais. O motorista pode configurar o veículo conforme a sua utilização: urbana, rodoviária ou fim de semana. Os diferentes modos ajustam, por exemplo, a velocidade de resposta ao comando do pedal do acelerador, a altura do veículo em relação ao solo e o nível de rigidez da suspensão. O conceito da Chevrolet EV também foi pensado para suportar recargas rápidas. Em menos de 45 minutos na tomada, o carro pode completar até 80% da carga das baterias, dependendo de variáveis, como o clima.

Automaker Development&Test | 39


“São grandes avanços, o que tornam um veículo totalmente elétrico mais prático e funcional ao uso cotidiano”, acrescenta Barra. “O Bolt EV demonstra o compromisso da General Motors com a eletrificação do automóvel e a grande capacidade de engenhosidade da marca.” Com características de um crossover, o modelo também inova na estética. A sua proporção única, com praticamente nenhuma saliência na parte frontal ou traseira, otimiza o espaço interior e cria um clima acolhedor para até quatro ocupantes. Materiais leves, incluindo alumínio, magnésio, fibra de carbono e até tecido enriquecem o design e, ao mesmo tempo, ajudam a reduzir o peso do carro. A otimização da eficiência energética também vem com as soluções aerodinâmicas, como os para-lamas traseiros com aberturas para a melhor passagem do ar. “Forma e função nunca foram combinadas tão bem”, diz Ed Welburn, vice-presidente global de design da GM. “Nenhuma concessão foi feita no que diz respeito à estética e a elementos que contribuem para a maior autonomia do Bolt EV, resultando em uma proporção única entre elegância, eficiência e, obviamente, a identidade Chevrolet”. O conceito possui interior arejado, reforçado pela grande área envidraçada que se estende até a cobertura. Aliás, teto e aerofólio são integrados, formando um conjunto charmoso e atlético. Já o estilo da traseira lembra a de um hatch e usa material acrílico para ajudar a transpassar mais luz natural no interior. O farol de LED de alta intensidade e os elementos das lanternas estão alojados em lentes cuidadosamente facetadas como joias para proporcionar uma aparência de plasma quando iluminadas, criando uma assinatura visual por meio do efeito da luz.

40 | Automaker Development&Test


Interior arejado e intuitivo Por dentro, o Bolt EV passa a sensação de ser grande e espaçoso, reforçada pelo assoalho plano, por dimensões generosas para a cabeça e as pernas dos ocupantes e pela escolha das cores dos revestimentos, além da ampla área envidraçada. O ambiente arejado e high-tech da cabine é reforçado pela arquitetura leve de assentos montada em pedestais de alumínio exposto, gerando um efeito de flutuação. O console minimalista também parece suspenso. “O interior do Bolt EV foi feito para ser um aconchegante, com materiais e tecnologias que reforçam o ambiente arejado e ajudam a contribuir para a eficiência geral do veículo”, conta Welburn. “Ele também incorpora a tecnologia de uma maneira mais sutil e simples, para uma experiência de condução mais suave - particularmente em ambientes de trânsito intenso.” O layout interior de cockpit duplo, característico da Chevrolet, foi interpretado exclusivamente para o Bolt EV para tornar a experiência de condução mais fácil e agradável. Os painéis das portas possuem uma aparência única com efeitos que se destacam à noite. Algumas das tecnologias do carro podem ser acessadas via smartphone por meio de um aplicativo específico, que permite:

Travar e destravar as portas do veículo à distância Usar o automóvel de forma compartilhada Incorporar a função de estacionamento autônomo. No pátio de um shopping, por exemplo, o motorista pode desembarcar e ordenar ao veículo que procure uma vaga livre, sem a necessidade de ninguém a bordo e com total segurança.

Uma tela de 10 polegadas sensível ao toque com interface inovadora complementa o aplicativo. Ela permite a projeção de todas as funções de comando e de consulta em relação ao sistema.

Automaker Development&Test | 41


Novo BMW M3: a lenda está de volta

E

m toda a história da BMW, nenhum modelo representou melhor a esportividade da marca do que o BMW M3. Suas linhas diferenciadas, motorização de alto desempenho e dinâmica balanceada, típica dos produtos da marca, fazem sucesso há mais de três décadas e tornaram a divisão BMW M uma referência no segmento de esportivos. Agora na carroceria sedã, o modelo une todos os atributos de um verdadeiro esportivo com a conveniência de um BMW Série 3 de cinco portas. Disponível a partir deste mês na rede de concessionárias da marca, em diversas opções de cores e acabamentos, o novo BMW M3 Sedan chega por R$ 399.950,00. “O BMW M3 é um dos produtos mais icônicos do line-up da BMW. Em sua quinta geração e na configuração sedan, mostra versatilidade para agradar tanto aqueles que procuram o máximo de desempenho quanto quem busca um automóvel para utilização diária”, comenta Nina Dragone, diretora de marketing da BMW do Brasil.

Design esportivo e funcional O modelo combina características de um veículo de alto desempenho, com praticidade de um sedan de cinco portas, tornando o uso diário ainda mais prazeroso. Com objetivo de otimizar a “relação peso/potência” e tornar o consumo de combustível ainda mais eficiente, diversos componentes do novo M3 Sedan foram construídos em materiais leves, como alumínio e fibra de carbono, tornando-o mais leve se comparado à geração anterior. O design exterior chama atenção pelas curvas marcantes que acentuam a esportividade e, ao mesmo tempo, contribuem na aerodinâmica do veículo como a exclusiva grade dianteira com aletas duplas, parachoques dianteiros encorpados e caixas de rodas traseiras alargadas. As rodas seguem o padrão da linha M, feitas em liga-leve aro 19” com design único, que proporciona uma visão completa dos discos e pinças de freio esportivos.

42 | Automaker Development&Test


Por dentro, funcionalidade e beleza mais uma vez se encontram. Os bancos dianteiros com ajustes elétricos e função memória possuem formato esportivo, para oferecer a melhor posição de pilotagem, porém, sem perda de conforto. Os logos “M” também estão presentes nas soleiras e marcam os assentos dianteiros com luzes de boas-vindas. Para facilitar o acesso à bagagem, o porta-malas conta com abertura e fechamento automáticos. Estão disponíveis revestimentos em couro Merino nas cores silverstone, laranja sakhir, bege, marrom e preto. Colaborando com o visual esportivo, o interior recebeu acabamento em fibra de carbono. No painel está a tela 8,8’ de alta definição (1.280x480 pixels), para navegação e controle dos sistemas de entretenimento. O motorista comanda todo o sistema pelo iDrive touch controller, localizado no painel central, que tem manejo fácil e intuitivo. Além da câmera de ré com função Top View, que auxilia nas manobras de estacionamento, os retrovisores externos com novo design são rebatidos eletricamente, para auxiliar em vagas estreitas. O novo BMW M3 Sedan traz, ainda, o sistema Head Up Display, que projeta informações importantes como velocidade no campo de visão do motorista, para o mesmo não precise desviar o olhar da via. A conectividade também está presente, graças ao pacote completo de facilidades do BMW ConnectedDrive: BMW Live, BMW Apps, BMW Teleservices e Bluetooth Audio Streaming, além de 20GB de capacidade em um disco interno do próprio automóvel, o qual armazena áudio de dispositivos externos como USB ou CD. Para garantir o entretenimento a bordo, o modelo tem sistema de som Harman Kardon com 16 alto-falantes e 600w de potência. Além de eficiência aliados à esportividade, a nova geração do BMW M3 Sedan conta com itens tecnológicos de segurança como oito airbags, controle de estabilidade e tração e faróis com tecnologia Full LED, além de regeneração de energia de frenagem, função Auto Start/ Stop e Driving Experience Control com modo Eco Pro. Com o controle de cruzeiro com função freio, é possível manter a velocidade na estrada para uma direção ainda mais confortável em viagens.

Coração “M” No novo BMW M3 Sedan, tecnologia e inovação colaboram para o puro prazer de dirigir com alto desempenho. Fruto de anos de experiência dos engenheiros da BMW, o sistema M TwinPower biturbo 3.0L e seis cilindros, com Valvetronic, proporciona respostas rápidas ao toque no acelerador. São 431 hp de potência e 550 Nm de torque à disposição entre 1.850 a 5.500 RPM. A dupla saída de escape, além de colaborar com o desempenho do conjunto motriz, também ajuda a produzir um ronco ainda mais forte e encorpado. A transmissão é de dupla embreagem automatizada, “M” Double Clutch (DKG), de sete velocidades. O volante conta agora com paddle shifts, mais esportividade para troca de marchas. Com este conjunto, atinge os 100 km/h em apenas 4,1 segundos, o que pode ser comprovado pelo próprio condutor por meio da tecnologia Launch Control.

Automaker Development&Test | 43


Jaguar Land Rover desenvolve tecnologias virtuais para melhorar o desempenho de condução e reduzir a distração Jaguar Land Rover revela seu conceito ‘Jaguar Virtual Windscreen’ que ajudará a condução em estrada e pista Alerta, velocidade, dados de navegação e da linha de corrida poderiam ser projetadas em todo o pára-brisas. Jaguar Land Rover demonstra a tecnologia de imagem virtual que poderiam oferecer aos motoristas painel de instrumentos de imagem 3D, substituindo o espelho retrovisor ‘Jaguar Virtual Windscreen”, painel 3D e controle por gestos são parte de um conjunto de novas tecnologias conceito que irá reduzir a distração do motorista

W

hitley, UK: Jaguar Land Rover está criando tecnologias de ponta para desenvolver novas maneiras de dar aos motoristas maior qualidade, gráficos realistas e informações que irão oferecer uma visão ‘virtual’ melhorada da estrada ou pista de corrida. O conceito de “Jaguar Virtual Windscreen’ usa todo o párabrisas como um display de modo que olho do motorista nunca precisa sair da estrada sair da estrada. Alta qualidade em alertas, ícones de velocidade e de navegação poderiam ser projetadas na tela juntos. Para os condutores de desempenho, imagens que poderiam auxiliar a condução incluem:

Linha de tragetória e orientação de frenagem. Linhas de corrida virtuais no pára-brisas parecem ser marcado no caminho à frente para a linha de corrida ideal, com alterações de cor para indicar a orientação de frenagem.braking guidance. Corrida de carro fantasma. Melhorar os tempos por volta competindo com a visualização de um “carro fantasma” de seu carro em uma volta anterior, ou competir contra uma volta salva de outro condutor. Cones virtuais podem ser dispostas no caminho à frente para formação dos motoristas. Estes poderiam ser reposicionados conforme a capacidade do condutor melhora. Dr Wolfgang Epple, Diretor de Pesquisa e Tecnologia para a Jaguar Land Rover, diz: “Nós estamos trabalhando em projetos de pesquisa que dará ao motorista uma melhor informação para melhorar a experiência de condução. Ao apresentar as imagens da melhor qualidade possível, um motorista só precisa olhar para um ecrã uma vez. Mostrando imagens virtuais que permitem ao motorista para avaliar com precisão a velocidade e a distância permitirá uma melhor tomada de decisão e oferecer reais beneficios para a condução do dia a dia em estrada ou na pista.“

44 | Automaker Development&Test


Jaguar Land Rover está desenvolvendo um sistema de controle por gestos para manter os olhos do motorista na estrada e reduzir a distração, limitando a necessidade de olhar ou tatear por botões ou interruptores para pressionar. Pesquisas de controle gesto da Jaguar Land Rover usa E-Field Sensing, que é baseado nas mais recentes telas de toque capacitivo de descarga e dá muito mais precisão do que nunca. Um smartphone hoje detecta a proximidade de um dedo do utilizador a partir de 5 mm. O Sistema Jaguar Land Rover aumenta o alcance do campo de detecção de cerca de 15 cm, que significa que o sistema pode ser usado para controlar com precisão a mão do usuário e quaisquer gestos que faz dentro do carro. “O controle por gestos já se tornou uma forma aceita de controlar tudo, desde aparelhos de TV para consolas de jogos. O próximo passo lógico é o de controlar os recursos selecionados no carro. W e identificaram quais as funções ainda precisa ser controlado por botões físicos e que poderão ser controlados por gestos e sensores de movimento cuidadosamente calibrados “, diz Dr Epple.”O sistema está sendo testado em inumeras funcionalidades, incluindo toldos, limpadores traseiros e mapas de navegação por satélite. Tem potencial para estar à venda nos próximos anos”.

Equipe de pesquisa da Jaguar Land Rover também está olhando para a tecnologia que poderia substituir o retrovisor e espelhos externos com câmeras e monitores virtuais. Utilizando imagens de duas dimensões para substituir os espelhos é limitado pelo fato de que as imagens de plano único em uma tela não permitem ao motorista avaliar com precisão a distância ou velocidade de outros usuários da estrada. Jaguar Land Rover tem, portanto, desenvolveu um conjunto de instrumentos 3D inovador, que utiliza a mais recente tecnologia de rastreamento ocular e de cabeça para criar uma imagem 3D com aparência natural no painel de instrumentos. Câmeras posicionadas na área coluna do painel de instrumentos ou de direção seguir a posição da cabeça e dos olhos do usuário. Um software então ajusta a projeção de imagem, a fim de criar um efeito 3D, alimentando cada olho dois ligeiramente diferentes ângulos de uma determinada imagem. Isso cria a percepção de profundidade que permite o condutor avaliar a distância.

Automaker Development&Test | 45


Mercedes-Benz S 500 PLUG-IN HYBRID garante eficiência e performance O novo Mercedes-Benz S 500 PLUG-IN HYBRID combina uma configuração híbrida ultramoderna com as inovações, equipamento luxuoso e detalhes exclusivos do Classe S. O luxuoso sedã com longa distância entre-eixos impressiona pelo excepcional dinamismo e eficiência. Graças ao controle de climatização pre-entry de série, ele também proporciona um conforto ambiente incomparável. O primeiro sedã de luxo com consumo certificado na categoria ‘três litros’ (3 litros por 100 km rodados) é mais um marco no caminho para a mobilidade livre de emissões.

“O

S 500 PLUG-IN HYBRID é o primeiro sedã de luxo com o desempenho de um V8 e consumo de um modelo compacto. O grande desafio foi transformar eficiência em desempenho superior. Neste aspecto, há um paralelo muito interessante com nosso vitorioso carro da Fórmula 1 que, da mesma forma, tem motor V6 turbo e propulsão híbrida de alta tecnologia”, afirma o Prof. Dr. Thomas Weber, membro do conselho de direção da Daimler responsável pelas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento da Mercedes-Benz Automóveis.

“O novo S 500 PLUG-IN HYBRID oferece aos nossos clientes toda a gama de inovações que tornam nosso Classe S um sucesso e, graças à estratégia de operação inteligente, garante dinamismo e prazer ao dirigir combinados à mais alta eficiência. Além disso, ele permite rodar até 33 quilômetros sem emissões”, acrescenta Ola Källenius, vice-presidente executivo de Vendas e Marketing da Mercedes-Benz Automóveis. O Mercedes-Benz S 500 PLUG-IN HYBRID tem potência total de 325 kW e 650 Nm de torque, acelera de 0 a 100 km/h em apenas 5,2 segundos e pode rodar até 33 km usando apenas eletricidade. O consumo certificado é de 2,8 litros/100 km, correspondendo a emissões de 65g de CO2 por quilômetro. Os elementos-chave desta potência impressionante são o V6 biturbo e a propulsão híbrida inteligente. Após o S 400 HYBRID e o S 300 BlueTEC HYBRID, o S 500 PLUG-IN HYBRID é o terceiro modelo híbrido do novo Classe S. Sua bateria de íons de lítio de alta voltagem, com 8,7 kWh, pode ser recarregada externamente por meio da tomada de carga localizada no lado direito do para-choque traseiro. Todos os modelos híbridos do Classe S receberam certificados ambientais. Eles documentam a performance ambiental dos carros desde seu desenvolvimento até a reciclagem, durante todo o ciclo de vida. O desempenho ambiental é atestado segundo padrões internacionalmente reconhecidos por especialistas independentes. Referente às emissões de CO2, o certificado do S 500 PLUG-IN HYBRID declara: “Ao longo de todo o ciclo de vida, incluindo a fabricação, utilização por mais de 300 mil quilômetros e reciclagem, há claras vantagens em comparação com o S 500. O carregamento externo da bateria de acordo com a matriz energética europeia pode reduzir as emissões de CO2 em cerca de 43% (35 toneladas). Com o uso de energia hidrelétrica renovável, é possível atingir uma redução de 56% (46 toneladas).

46 | Automaker Development&Test


O sistema de propulsão híbrido é baseado na transmissão automática 7G-TRONIC PLUS de sete marchas. O sistema híbrido plug-in do Classe S é baseado no sistema híbrido modular paralelo da Mercedes-Benz. O item em comum é a embreagem adicional integrada entre os motores a combustão e elétrico. De um lado, ela desacopla o motor a combustão durante a operação puramente elétrica. Por outro lado, caso o motor a combustão seja utilizado, ela permite seu desligamento por meio de uma embreagem de partida em banho de óleo. Esta embreagem substitui o conversor de torque e não requer espaço adicional, graças à sua completa integração ao alojamento do conversor. Para fortalecer a confiança dos clientes na inovadora tecnologia plug-in, a Mercedes-Benz está emitindo pela primeira vez, especialmente para o S 500 PLUG-IN HYBRID, um certificado com o compromisso de performance da bateria de alta voltagem e componentes plug-in (motor elétrico e sistemas eletrônicos de potência). Isto garante que, durante um período de seis anos após a entrega, ou 100 mil quilômetros rodados, qualquer problema técnico será corrigido pela Mercedes-Benz. Pedal do acelerador: apoio ao motorista Embarque, dê a partida, dirija e, além da exemplar eficiência, solicite a aceleração especial proporcionada pelo motor elétrico por meio do kickdown (pisar no acelerador momentaneamente até o fundo). Utilizar a capacidade híbrida do S 500 PLUG-IN HYBRID é fácil assim. No uso diário normal, ele se movimenta com a mesma facilidade de um veículo com transmissão automática. Dependendo do modo de operação escolhido, a estratégia de operação inteligente seleciona automaticamente a combinação ideal entre os motores a combustão interna e elétrico, adaptando-se desta forma de acordo com o nível de carga da bateria. Ela também ajusta antecipadamente a combinação de acordo com o trânsito e o caminho. Porém, quem desejar intervir manualmente, com a ajuda de quatro modos de operação e três de transmissão, pode regular a operação híbrida como quiser. O pedal do acelerador pode indicar, por meio de um impulso duplo, quando o motorista deve tirar o pé do acelerador para deixar o carro rolar livremente e recuperar energia. Durante a operação elétrica, ele também pode avisar o motorista o momento de troca para o motor a combustão. O fluxo energético é mostrado, em todos os modos de operação, no painel de instrumentos e também no display central, se ele for selecionado pelo usuário.

Automaker Development&Test | 47


Dados técnicos em resumo:

1 Limitada eletronicamente 2 Norma NEDC 3 Tempo de recarga a 230 V/8, como em tomadas disponíveis comercialmente. Regulagens específicas no elemento de controle do cabo podem reduzir o tempo de recarga (regulagem padrão: 8 A), desde que o sistema de fornecimento de energia permita. Tempo de recarga a 400 V/16 A, por exemplo, numa tomada de parede. A voltagem e os índices de corrente indicados se referem à infraestrura de energia local e podem ser limitados pelo veículo. 4 Preço na Alemanha, incluindo 19 por cento de VAT (imposto sobre valor adicionado).

Controle de climatização pré-embarque Dentre os diversos equipamentos de série do S 500 PLUG-IN HYBRID, existe uma estreia mundial: o controle de climatização pré-embarque. Ele permite que, no momento da partida, o interior do Classe S esteja na temperatura selecionada, desde que o motorista programe o horário de embarque por meio do sistema Mercedes connect me, por exemplo. Isto é possível graças a um compressor de refrigeração e elementos de aquecimento elétricos. Além disso, quando é necessário aquecer o ambiente, isto não ocorre apenas com o ar, mas também nos bancos, volante e apoios de braços das portas e console central. Na refrigeração, a ventilação dos bancos também é ativada, caso este opcional conste no veículo. Também são equipamentos de série no S 500 PLUG-IN Híbrido, que só é oferecido com longa distância entre-eixos, os faróis LED High Performance e as lanternas traseiras em LEDs, estofamento em couro, sistema COMAND Online, touchpad, controle automático de climatização THERMOTRONIC com aquecimento dos bancos também na parte traseira, pacote de memórias para o motorista e passageiro da frente, iluminação ambiente em sete cores e a suspensão AIRMATIC com sistema de amortecimento continuamente variável. Para a segurança, inclui de série o PRE-SAFE, COLLISION PREVENTION ASSIST PLUS (alerta de colisão incluindo o Adaptive Brake Assist), ATTENTION ASSIST, Crosswind Assist (assistente de ventos laterais) e Traffic Sign Assist (reconhecimento de sinais de trânsito, inclusive alerta para contramão e exibição do limite de velocidade no painel de instrumentos). Além disso, uma grande variedade de opcionais é disponibilizada.

Estratégia híbrida da Mercedes-Benz: ênfase na tecnologia plug-in O lançamento da produção em série dos modelos híbridos começou na Mercedes-Benz em 2009. A empresa também está entre as líderes no campo da mobilidade puramente elétrica. Nos próximos anos, o foco principal estará concentrado nos híbridos plug-in.

48 | Automaker Development&Test


A propulsão híbrida, combinando motores a combustão interna com motores elétricos, ajuda a reduzir o consumo e aumenta o desempenho, já que o motor elétrico substitui ou dá apoio ao motor a combustão quando as características são desfavoráveis - normalmente na operação sob baixa solicitação, quando pouca força é necessária. O maior potencial de redução de consumo de energia dos sistemas de propulsão híbridos está na maximização da recuperação de energia durante a rolagem e frenagem. Ao ser pressionado o pedal do freio, a desaceleração é iniciada primeiramente pelo motor elétrico, e não pelos discos de freios. Os modelos híbridos do novo Classe S são os primeiros automóveis a usarem um sistema de recuperação na frenagem de segunda geração. Isto garante uma superposição imperceptível dos freios mecânicos convencionais e a função de frenagem do motor elétrico atuando como gerador.

Estratégia de operação inteligente

Para operar com eficiência, antecipar as manobras de direção, evitando frenagens e aceleração desnecessárias, sempre foi a melhor estratégia. Esses ganhos tem uma importância especial nos modelos híbridos: as frenagens não servem apenas para desacelerar o carro, mas também para recuperar energia. O percurso tem uma influência considerável para a máxima eficiência no processo de carga e descarga da bateria de alta voltagem. A estratégia de operação inteligente ajuda o motorista de forma abrangente a alcançar o estilo de condução mais eficiente. Ela procura fazer, por exemplo, que a carga da bateria chegue ao mínimo no final de um trecho em subida, para poder ser recarregada na descida. Outro ponto fundamental é que o carro chegue nas áreas urbanas com a bateria totalmente carregada, se possível, de forma que o carro possa ser usado apenas com eletricidade no trânsito, com a máxima eficiência. No S 500 PLUG-IN HYBRID, o sistema de gerenciamento de energia cobre basicamente essas três áreas: baseada no percurso: automaticamente ou por meio de quatro modos de operação baseada no motorista: por meio de três modos de transmissão baseada no tráfego: com ajuda do radar

Automaker Development&Test | 49


Carga: energia da tomada A bateria do S 500 PLUG-IN HYBRID fica acomodada com segurança na traseira do veículo, para economizar espaço. Um sistema inteligente de carga embarcado permite que a bateria seja carregada em qualquer tomada doméstica convencional. O suprimento de eletricidade ficará ainda mais fácil no futuro por meio de um sistema indutivo, sem fios. O S 500 PLUG-IN HYBRID armazena energia elétrica em uma bateria de íons de lítio com base de lítio e fosfato de ferro. A unidade de armazenamento de energia, refrigerada a água, tem capacidade total de 8,7 kWh, peso total de 114 kg e volume de 96 litros. Para garantir os mais altos níveis de segurança em colisões, condução dinâmica e o máximo espaço para bagagens, o alojamento é feito de alumínio fundido e a bateria de alta voltagem é posicionada na traseira do veículo, sobre o eixo. O espaço disponível no bagageiro é otimizado e o S 500 PLUG-IN HYBRID fica em primeiro lugar entre os automóveis híbridos em termos de capacidade de carga (395 litros) e acessibilidade ao compartimento de bagagem. A bateria de alta voltagem pode ser carregada externamente utilizando o carregador de bordo de 3,6 kW. Esta unidade, instalada permanentemente no veículo, carrega com fase simples até 16 A. A conexão para o cabo de carga fica sob uma tampa no para-choques traseiro sob a lanterna do lado direito. Uma trava automática assegura que o cabo não possa ser desligado do veículo por pessoas não autorizadas. O novo Classe S pode ser carregado em duas horas em qualquer lugar do mundo, seja através de uma caixa de parede ou estação de carregamento (400 V, 16 A). Alternativamente, a carga por meio de uma tomada doméstica também é possível. Dependendo da conexão, o tempo de carga pode chegar a duas horas e 45 minutos (com 230 V e 13 A).

Próximo passo: S 500 PLUG-IN HYBRID – sem fios Um dos próximos passos na trajetória rumo aos veículos elétricos e híbridos plug-in perfeitos é o carregamento sem fios. A carga indutiva das baterias tornará os veículos elétricos e híbridos plug-in ainda mais práticos. A Mercedes-Benz testará esta tecnologia “unplugged” com o S 500 PLUG-IN HYBRID para desenvolver uma solução genuína para o Classe S em termos de conforto e facilidade para carregar a bateria de alta voltagem.

História: papel de liderança no segmento premium Em 1982, a Mercedes-Benz apresentou o primeiro veículo conceito com propulsão híbrida. Um motor de dois cilindros horizontais contrapostos servia para carregar a bateria. Vários outros veículos experimentais se seguiram até que, em 2009, o primeiro híbrido de série com bateria de íons de lítio estreasse na Mercedes-Benz: o S 400 HYBRID foi o mais eficiente sedã de luxo movido a gasolina por um longo período. E o híbrido mais bem sucedido em seu segmento, com cerca de 20 mil compradores. Baseado na transmissão automática 7G-TRONIC PLUS de sete marchas, a segunda geração da transmissão híbrida evoluiu. Ela estreou em 2012 no E 300 BlueTEC HYBRID, o primeiro diesel híbrido no segmento premium em todo o mundo. Combinando a eficiência de um motor diesel com as vantagens da propulsão híbrida, a Mercedes-Benz estabeleceu outro marco histórico no desenvolvimento do automóvel e avançou para índices de consumo em torno de 4 litros de diesel por 100 km no segmento dos sedãs de luxo. Com o C 300 BlueTEC HYBRID, a Mercedes-Benz completou sua linha de híbridos. Além disso, em 2014, o Classe B Electric Drive, já vendido nos Estados unidos, também passa a ser oferecido na Europa para suplementar a gama de híbridos da marca.

Linha crescente: os atuais automóveis híbridos e elétricos da Mercedes-Benz 2012: smart electric drive 2012: E 300 BlueTEC HYBRID 2012: E 400 HYBRID 2013: SLS AMG Coupé Electric Drive 2013: S 400 HYBRID 2013: E 300 BlueTEC HYBRID 2014: C 300 BlueTEC HYBRID 2014: Classe B Electric Drive 9/2014: S 500 PLUG-IN HYBRID 50 | Automaker Development&Test


SIMULATING SYSTEMS

FLOW − THERMAL − STRESS − EMAG − ELECTROCHEMISTRY − CASTING − OPTIMIZATION REACTING CHEMISTRY − VIBRO-ACOUSTICS − MULTIDISCIPLINARY CO-SIMULATION

info-br@cd-adapco.com www.cd-adapco.com +55 (11) 3443 6336 Automaker Development&Test | 51


AVL ADVANCED SIMULATION TECHNOLOGIES

Tools and Methods for Powertrain Simulation Solutions The perfect synergies of AVL´s powertrain engineering with AVL´s simulation and test tool development position AVL Advanced Simulation Technologies as a strong partner for all your simulation tasks: • • • • •

High-fidelity simulation tools Seamless simulation workflows Powertrain engineering inside Integration of simulation and test Worldwide support

www.avl.com/ast, ASTMarketing@avl.com

Automaker Automotive Magazine  

Year 2 Issue 1, Leading Automotive Publication in Brazil for automotive professionals, dealing with vehicle overview's, testing and developm...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you