Issuu on Google+

Two Decades in Angola Aurecon's extraordinary journey, in partnership with its clients


Two Decades in Angola Aurecon's extraordinary journey, in partnership with its clients


2

Conteúdo • Contents Preâmbulo • Foreword

3

História da Aurecon em Angola • Aurecon’s Angolan story

4

Homenagem à nossa equipa • Celebrating our people

10

Celebrando os nossos projectos • Celebrating our projects

18

Projectos de prestígio • Showcase projects

20

Inaugurações importantes • Important inaugurations

30

Homenagem aos nossos parceiros • Celebrating our partners

32

Celebrando a nossa presença • Celebrating our impact

40

Celebrando o nosso sucesso • Celebrating our success

44

A Aurecon em resumo • Aurecon in brief

46


3

Preâmbulo

foreword

Duas Décadas em Angola, foi publicado para comemorar o 21º aniversário da abertura dos escritórios da Aurecon em Luanda, Angola. Através dos olhos dos nossos mais dedicados colaboradores e dos nossos clientes, passamos em revista os pontos mais altos do nosso trajecto ao longo dos últimos anos, bem como uma impressionante lista, sempre a crescer, de projectos que contribuiram para que Angola pudesse emergir de um passado de conflito e destruição para uma era de crescimento e desenvolvimento.

Two Decades in Angola was published to celebrate the 21st anniversary of the establishment of Aurecon’s offices in Luanda, Angola. Through the eyes of our dedicated staff and our clients, we outline the highlights of our journey over the past years, as well as an increasingly impressive list of projects which have been instrumental in assisting Angola to emerge from its history of strife and destruction, to an era of growth and development.

As parcerias duradouras que a equipa da Aurecon em Angola foi estabelecendo, foram fundadas em laços de confiança, confiança essa que a Aurecon conquistou através da fiabilidade e da eficiência na execução das infraestruturas e dos projectos em que esteve envolvida – o reconhecimento de que a Aurecon, em todas as suas relações, actua com integridade, honestidade e respeito pelos outros. Saudamos o temperamento e a persistência do povo Angolano. Este livro é dedicado a esse povo e às muitas parcerias bem sucedidas que ao longo dos útimos 21 anos a Aurecon estabeleceu com os seus clientes em Angola. Juntos realizámos mudanças significativas, mudanças essas que falam por si próprias ao longo de todas as páginas de Duas Décadas em Angola.

The enduring partnerships that Aurecon’s team in Angola has established are founded on trust, trust that Aurecon has earned through ensuring reliable, effective delivery of infrastructure and projects – and the recognition that Aurecon, in all of its dealings, acts with integrity, honesty and respect for others.

José Miranda Director Regional, África Ocidental e América do Sul Regional Manager, Africa West Coast and South America

We salute the character and tenacity of the Angolan people. This book is dedicated to them and to the many successful associations Aurecon has enjoyed with clients in Angola over the past 21 years. Together we have accomplished significant changes, changes that speak for themselves throughout the pages of Two Decades in Angola.

Tony Barreto Dos Santos Director, Angola Country Manager, Angola


4

A história dos 21 anos da Aurecon em Angola começou com a empresa Africon, sendo ela uma história feita de perseverança, inovação e compromisso na superação de obstáculos aparentemente intransponíveis que ajudaram a assentar as bases de um futuro novo para o povo deste país.

Edifício do Ministério das Finanças, Luanda • Ministry of Finance Building, Luanda

A história dos 21 anos da Aurecon em Angola começou com a empresa Africon, sendo ela uma história feita de perseverança, inovação e compromisso na superação de obstáculos aparentemente intransponíveis que ajudaram a assentar as bases de um futuro novo para o povo deste país.

The story of Aurecon’s 21 year history in Angola started with the Africon group. It is a story of perseverance, innovation and commitment to overcoming seemingly overwhelming obstacles to help lay the foundation of a new future for the country’s people.

Quase três décadas de conflito armado deixaram devastadas as infraestruturas sociais e económicas de Angola. Quando a paz foi restabelecida em 2002, o Governo Angolano lançou importantes programas de reconstrução com o objectivo de proporcionar serviços e infraestruturas básicas tais como estradas, redes de distribuição de água, de saneamento e eléctricas, bem como habitações, escolas e hospitais.

Almost three decades of conflict had left Angola’s social and economic infrastructure devastated. Once peace was restored in 2002, the Angolan Government launched major reconstruction programmes to provide basic services and infrastructure such as roads, water, sanitation and power networks, as well as houses, schools and hospitals.

O envolvimento da Aurecon em Angola teve início em 1991, através do relacionamento do então Director do escritório da Aurecon em Maputo, José Miranda, e Jorge Flora, ex-Ministro da Construção, que havia criado a Gabeng – uma pequena empresa local de consultoria.

Aurecon’s involvement in Angola began in 1991, through a relationship that developed between the then manager of the Aurecon Maputo office, José Miranda and Jorge Flora, a former Minister of Works, who had established Gabeng – a small local consultancy. 

Estrada de Kifangondo-Catete, Província do Bengo • Kifangondo-Catete Road, Bengo Province

história da aurecon em angola


5

Aurecon’s Angolan story

No ano seguinte, o conflito armado reacendeu-se, resultando na diminuição das perspectivas de trabalho na área da construção. Contudo, a Aurecon continuava determinada em conquistar o mercado Angolano e esta atitude veio a dar frutos com a adjudicação do seu primeiro grande contrato em 1994, um projecto do Banco Mundial no Sector da Saúde, constando de uma escola de enfermagem, clínicas e habitações no Lubango e Porto Amboim. Estavam então estabelecidos os alicerces para a presença continuada da Aurecon em Angola, embora a gestão de projectos desta natureza fosse um desafio importante, dada a ausência de disponibilidade no país de materiais, equipamentos e empreiteiros com experiência comprovada.

The following year, fighting flared up again and the prospects for work diminished. However, Aurecon was resolute in its commitment to enter the Angolan market and this paid dividends with the award of their first large contract in 1994, a World Bank project in the Health Sector involving a nurses’ training school, clinics and houses in Lubango and Porto Amboim.  The foundation for Aurecon’s continuing presence in Angola had been laid, although managing projects was invariably challenging due to the lack of availability of materials, equipment and experienced contractors. In the process of rising above these difficulties, Aurecon facilitated a great deal of skills transfer to its local Angolan staff.

No processo de superar todas estas dificuldades, a Aurecon teve a oportunidade de apostar na formação de quadros angolanos.

Urbanização Nova Vida, Luanda • Nova Vida Housing Development, Luanda


6

história da aurecon em angola Em 1997, foram adjudicados ao escritório do Grupo em Angola diversos estudos de estradas no país e, no final desse ano, a Aurecon foi solicitada a prestar serviços de consultoria para o projecto habitacional Nova Vida, então ainda em fase preliminar. O projecto Nova Vida veio a tornar-se também num dos maiores e mais desafiantes projectos em que a Aurecon esteve envolvida. A equipa tem um orgulho imenso nesse projecto e no facto de ele se ter tornado um símbolo visível do poder de transformação, tanto para o Governo de Angola como para o Povo Angolano. O Grupo em Angola foi crescendo consideravelmente ao longo dos anos e constitui actualmente uma parte importante e ainda em crescimento do quadro de pessoal da Aurecon no continente Africano. A equipa de profissionais é constituída predominantemente por profissionais de expressão portuguesa. A maioria dos profissionais Angolanos receberam formação dentro do Grupo e ainda bolsas de estudo com vista à melhoria das suas qualificações. O trajecto bem sucedido do Grupo ao longo dos últimos 21 anos, culminou com a inauguração em 2010 de um edifício de escritórios em Luanda com uma área de 1400 m2. Este edifício permitiu a centralização de todas as operações da Aurecon em Angola, que estavam anteriormente distribuídas por dois escritórios, um no projecto Nova Vida, o outro na área de Talatona em Luanda. Apoiado pelos recursos a nível global da Aurecon, o escritório de Angola está equipado de modo a poder fazer face aos desafios do sector de engenharia e consultoria em Angola.

In 1997, the Group’s Angola office was awarded a number of road studies in Angola and later that year, Aurecon was requested to provide services for the prospective Nova Vida housing project.  Nova Vida has also turned out to be one of the biggest and most challenging projects that Aurecon’s Angolan team has handled. The team takes immense pride in it having become a tangible symbol of the power of transformation for both the Angolan Government and its people. The Group’s Angolan team has grown considerably over the years, and is now an important and growing part of the Group’s Africa region. The professional team consists of predominantly Portuguese speaking professionals. Most of these Angolan professionals have received training with the Group, together with bursaries to upgrade their qualifications. The Group’s successful 21 year journey culminated with the inauguration of Aurecon's own 1400 m2 office building in Luanda in 2010. This building centralised Aurecon’s operations, which had previously comprised two local offices, one at the Nova Vida project site and another in Luanda’s Talatona area. Backed by Aurecon’s global resources, the Angola office is equipped to take on the challenges facing the engineering and consulting sector in Angola.


7


8

aurecon's angolan story Jorge Flora

Um tributo a um engenheiro de renome

A tribute to a remarkable engineer

De jovem engenheiro de estradas na Província do Cunene, Jorge Flora tornou-se no carismático Ministro da Construção, bastante querido e respeitado por aqueles que com ele conviveram e trabalharam.

From being a young roads engineer in the Cunene Province, Jorge Flora became the charismatic Minister of Works, who was much esteemed and respected by those who knew and worked with him.

Impaciente em reconstruir o seu país devastado, Jorge Flora deu início à sua própria empresa de consultoria, e foi a parceria da Aurecon com Jorge Flora que permitiu ao Grupo desempenhar um papel de liderança na reconstrução do país.

Eager to rebuild his ravaged country, Jorge started his own consulting company and it was Aurecon’s partnership with Jorge that enabled the Group to play a leading role in the country’s reconstruction.

Em 1990 grande parte das infraestruturas do país estavam em ruínas. Era praticamente impossível viajar por estrada entre as principais cidades, e hoteis, restaurantes ou taxis eram escassos. O sucesso da Aurecon em se ter estabelecido em Angola durante aqueles dias difíceis, pode ser atribuído à incansável organização de Jorge Flora, que se ocupou de tudo, desde a alimentação e o alojamento do pessoal da Aurecon, à obtenção de vistos e passagens aéreas, até ao agendamento de reuniões com os principais intervenientes dos projectos. O nosso primeiro projecto, levado a cabo conjuntamente com Jorge Flora, foi a reabilitação da Ponte de Catumbela. Depois deste projecto, os trabalhos começaram a surgir a um ritmo lento até 2002, altura em que o acordo de paz em Angola foi finalmente assinado, seguindo-se um "boom" de projectos na área de construção.

Jorge Flora

In 1990 the country’s infrastructure lay in ruins. It was virtually impossible to travel by road between main towns and there were no hotels, restaurants or taxis. Aurecon’s success at becoming established in Angola during those difficult days can be attributed to Jorge’s tireless organisation of everything from food and accommodation for Aurecon’s staff, security clearances and flights, to meetings with key project contacts. Our first project undertaken together with Jorge was the rehabilitation of the Catumbela Bridge. After this, work slowly began to flow until 2002 when the peace agreement finally took hold in Angola and a boom in construction projects followed.


9


10

José Miranda Engenheiro Civil Pr Eng, BSc (Civil). Eng, Universidade de Stellenbosch, África do Sul • MEng (MEM), Universidade de Pretoria, África do Sul Civil Engineer Pr Eng, BSc (Civil). Eng, Stellenbosch University, South Africa • MEng (MEM), University of Pretoria, South Africa

José Miranda é um administrador executivo da Aurecon e director responsável pelos escritórios regionais e pelas operações em Angola, Botswana, Namíbia e Nigéria. Por ter nascido em Angola, José Miranda sempre teve uma ligação emocional ao seu país natal e sempre sonhou um dia poder regrassar ao país e contribuir para a reconstrução de Angola. José Miranda entrou para a Aurecon há 21 anos quando, na altura ainda um jovem engenheiro a trabalhar na África do Sul, assistiu a uma apresentação sobre os trabalhos da Aurecon em Moçambique. “Fiquei imediatamente interessado em poder vir a integrar uma empresa que se estava a expandir internacionalmente,” explica ele. O primeiro projecto de José Miranda na Aurecon foi a abertura de um escritório em Maputo, levada a cabo com verdadeiro espirito de pioneiro, fazendo-se acompanhar unicamente de um computador portátil e de uma pequena impressora. Naquele tempo, o Grupo estava também a considerar fixar raízes em Angola, e José Miranda desenvolveu então um sólido relacionamento com Jorge Flora, que havia estabelecido uma pequena empresa local de consultoria, a Gabeng. Este relacionamento tornou-se o veículo para a introdução da Aurecon nesse país.

José Miranda is an executive board director and the manager directly responsible for the regional offices and operations in Angola, Botswana, Namibia and Nigeria. Having been born in Angola, José had a natural, emotional connection to his country of birth and always envisaged eventually returning to work in his country of birth and contribute to the reconstruction of Angola. José joined Aurecon 21 years ago when, as a young engineer in South Africa, he heard a presentation on Aurecon’s work in Mozambique. “I was immediately interested in joining a firm that was expanding internationally,” he says. José’s first project with Aurecon was to open an office in Maputo, which he did in true pioneering style with a laptop and a small printer. At that time, the Group was also looking to put down roots in Angola, and José developed a strong relationship with Jorge Flora, who had established a small, local consultancy, Gabeng. This became the vehicle for Aurecon’s introduction to the country. Despite the war flaring up again in 1992 and curtailing business activities, the company’s commitment to Angola was sustained.

Homenagem à nossa equipa

José Miranda Director Regional, África Ocidental e América do Sul Regional Manager, Africa West Coast and South America

“Sinto-me extremamente feliz por ter conseguido que os sonhos da minha juventude se tivessem tornado realidade. Conheci o mundo através da Aurecon e tive o imenso orgulho de ter projectado e construído novas e importantes infraestruturas em Angola, a minha terra natal. Tenho realmente satisfação naquilo que faço e não escolheria qualquer outra profissão.” José Miranda


11

Celebrating our people Apesar do conflito armado em Angola se ter reacendido em 1992, influenciando negativamente toda a actividade económica, o compromisso da Aurecon com Angola manteve-se firme. José Miranda deixou Moçambique em 1996, quando foi nomeado para um projecto no Vietname, na qualidade de engenheiro residente. Ao regressar a Angola no ano seguinte, procedeu a abertura do escritório da Aurecon em Luanda.

José left Mozambique in 1996, when he was assigned to a project in Vietnam as resident engineer. Returning to Angola the following year, he opened Aurecon’s office in Luanda. 

Os negócios começaram a florescer com a adjudicação de vários estudos para estradas em Angola e da prestação de serviços para a Fase 1 do projecto habitacional Nova Vida, projecto avaliado em US$500 milhões.

José was also responsible for the implementation of several private sector developments, as well as road rehabilitation and bridge building projects with capital expenditures totalling over US$5 billion. 

José Miranda foi também responsável pela implementação de vários projectos de empreendimentos do sector privado, de reabilitação de estradas e de construção de pontes, cujo valor estimado de investimento rondava os US$5 biliões. “Trabalhar em Angola é diferente de trabalhar noutros países, devido à cultura do país que é uma estimulante mistura de usos e costumes das culturas Africana, Europeia, Sul Americana e Latina,” comenta José Miranda. “A diversidade que fomentámos entre o nosso pessoal, diferencia a Aurecon das outras empresas de consultoria a trabalhar em Angola. Exigindo dentro do Grupo a prestação de serviços de acordo com as melhores regras praticadas internacionalmente, conseguimos construir uma equipa local com enormes capacidades técnicas e criámos uma empresa local verdadeiramente sustentável.”

Business flourished with the awarding of a number of road studies in Angola and the provision of services for the US$500 million Phase 1 Nova Vida Housing Development. 

“Working in Angola is different from working in other countries due to the culture, which is a stimulating mix of African, European, South American and Latin flavours,” comments José. “The diversity we have fostered among our staff differentiates Aurecon from other consulting firms working in Angola. While we still call on international best practice services within the Group, we have built a local team with great skills and have created a sustainable local business.”

A Aurecon esteve envolvida na reabilitação de estrada de 78 km entre o Namibe e Lubango, realizado de 2002 a 2004. Na foto acima, José Miranda (à esquerda) e Gustav Rohde (centro) cumprimentam o Presidente José Eduardo dos Santos no dia de inauguração do projecto. Aurecon was involved in the rehabilitation of the 78km road between Namibe and Lubango, undertaken between 2002 – 2004. In the above photograph, Aurecon’s José Miranda (left) and Gustav Rohde (centre) welcome President Dos Santos to a viewing of the project.


12

Tony Barreto dos Santos Engenheiro Civil BEng (Civil), Universidade do Panamá Civil Engineer BEng (Civil), University of Panama

Homenagem à nossa equipa “A vantagem competitiva da nossa empresa é pensarmos sempre em termos do cliente! Os clientes Angolanos desejam o que há de melhor para o seu país e nós desejamos o que há de melhor para os nossos clientes. O desejo de fortalecer as nossas relações com os clientes é o que diariamente me motiva.” Tony Barreto dos Santos

Tony Barreto dos Santos Director, Angola Country Manager, Angola

Depois de ter passado 14 anos na Guiné-Bissau como Director Nacional das Estradas, Tony Barreto dos Santos juntou-se à Aurecon em Moçambique em 1995, na qualidade de Engenheiro Residente, para a gestão e fiscalização de diversos contratos importantes de construção de estradas. Foi transferido para Angola em 2005, e tendo trabalhado como Director Técnico para os imensos projectos de estradas, em 2012 foi promovido a Director para Angola.

After spending 14 years in Guinea-Bissau as National Director of Roads, Tony Barreto dos Santos joined Aurecon in Mozambique in 1995 as Resident Engineer on the project management and supervision of various major road contracts.

“A engenharia fascina-me! Tenho orgulho em poder contribuir para projectos de referência e isso acontece com muita frequência em Angola,” diz Tony Barreto dos Santos. “Um dia, quero mostrar aos meus filhos os projectos importantes que eu ajudei a construir, tais como a Ponte sobre o Rio Cunene.”

“Engineering fascinates me! I am proud to be able to contribute to landmark projects, and this happens often in Angola,” says Tony. “One day, I want to show my children important projects that I helped to build, such as the Cunene River Bridge.”

“Com mais de uma dezena de nacionalidades diferentes, a força da equipa da Aurecon em Angola reside certamente na diversidade das pessoas que a integram. Damos emprego a jovens profissionais e damos-lhes formação, permitindo-lhes atingir um elevado grau de liderança e de conhecimentos técnicos. Vejo um futuro promissor tanto para o país como para a Aurecon em Angola.”

He was transferred to Angola in 2005, and having worked as Technical Director for many road projects, was promoted to Country Manager for Angola in 2012.

“With more than a dozen different nationalities, the strength of Aurecon’s team in Angola is certainly its diverse people. We have employed young professionals and trained them to achieve a high level of leadership and technical knowledge. I see a promising future for the country and for Aurecon in Angola.”


13

Vivian Gericke Engenheiro Civil Pr Eng, PMP, MSc Eng (Project Management) Universidade de Witwatersrand, África do Sul • BSc Eng (Hons) (Civil), Universidade de Pretória, África do Sul Civil Engineer Pr Eng, PMP, MSc Eng (Project Management), University of Witwatersrand, South Africa • BSc Eng (Hons) (Civil), University of Pretoria, South Africa

“Angola tem um futuro fantástico. Os projectos em que a Aurecon já esteve envolvida deram uma contribuição significativa para a reabilitação das infraestruturas de Angola. Encaramos com muito entusiasmo os próximos desafios lançados para a consolidação do desenvolvimento de outros projectos.” Vivian Gericke

Vivian Gericke ao longo dos seus 34 anos na Aurecon tem tido uma carreira bastante diversificada. Na África do Sul, foi inicialmente projectista de diversos projectos de infraestruturas municipais e militares, antes da sua especialização em gestão de projectos. Desempenhou durante quatro anos as funções de director regional local para o Grupo na África do Sul, antes da sua transferência para Angola. Vivian então foi promovido para Director para Angola em 2007, cargo este que exerceu até 2012. “O meu espírito de aventura levou-me a abraçar o desafio de trabalhar num ambiente em rápido desenvolvimento mas não estruturado como o de Angola, onde as regras nunca eram claras e existia uma surpresa ao virar de cada esquina,” recorda o Vivian. Vivian Gericke Director Técnico Technical Director

Vivian Gericke põe em evidência os dois atributos chave que diferenciam a equipa da Aurecon das equipas de outros consultores, afirmando: “Nós temos uma compreensão profunda das soluções que resultam em África, conjuntamente com uma equipa de pessoal de diferentes especialidades, com elevada formação e grande motivação.”

Celebrating our people

Vivian Gericke has had a varied 34 year career with Aurecon. In South Africa, he was initially a designer of various municipal and military infrastructure projects, before specialising in project management. Four years as a local regional manager for the Group in South Africa preceded his transfer to Angola. Vivian was then promoted to Country Manager for Angola in 2007, a position that he held until 2012. “My spirit of adventure led me to the challenge of working in the fast-developing but unstructured environment of Angola, where rules were never clear and a surprise was around every corner,” recalls Vivian. Vivian says that two key attributes set the Aurecon team apart from other consultancies: “We have a deep understanding of solutions that work in Africa, combined with highly trained and committed staff from very diverse backgrounds.”


14

Homenagem à nossa equipa Dennis Henn

José Maria Chambassuku

Engenheiro Civil BEng (Civil), Universidade de Pretória, África do Sul Civil Engineer BEng (Civil), University of Pretoria, South Africa

Engenheiro Civil MEng (Civil), Universidade de Artois, França Civil Engineer MEng (Civil), Artois University, France

Dennis Henn tem mais de 34 anos de experiência em engenharia e é especialista em Engenharia de Estruturas. Trabalha na Aurecon há mais de 28 anos e participou em vários projectos importantes. Fiscalizou a construção da estrutura do prestigiado edifício de escritórios da Sonangol em Luanda. A sua ampla experiência abrange desde a fiscalização de hospitais até a fiscalização para a reabilitação de uma grande ponte sobre o Rio Pungué, em Moçambique que mereceu prémios da Associação Sul Africana de Engenheiros Civis (South African Association of Civil Engineers) e do Institute of Royal Engineers do Reino Unido.

José Maria Chambassuku juntou-se à equipa da Aurecon em Angola em 2007, na qualidade de engenheiro de estruturas da equipa responsável pelo projecto habitacional Nova Vida em Luanda. O projecto Nova Vida constitui o primeiro contacto que José Chambassuku teve com a filosofia e a ética profissional da Aurecon e com os valores que fizeram do Grupo um sucesso a nível global.

Dennis Henn has over 34 years of experience in various aspects of engineering and is an expert in structural engineering. He has been with Aurecon for over 28 years and was involved with many important projects. He supervised the construction of the structure for the prestigious Sonagol offices in Luanda. His wide-ranging experience embraces everything from the specialised hospital and health sector to the supervision of the rehabilitation of a major bridge over the Pungué River in Mozambique, which received awards from the South African Association of Civil Engineers and the Institute of Royal Engineers in the UK.

José Maria Chambassuku joined the Aurecon team in Angola in 2007 as a structural engineer for the Nova Vida housing team in Luanda. The Nova Vida project was José’s first insight into the philosophy and professional ethics of Aurecon, and the values that have made the group a global success.

“A equipa de profissionais competentes da Aurecon, tanto os nacionais como os expatriados, está sempre à disposição do cliente para lidar com as suas necessidades específicas, falando a mesma linguagem no que diz respeito a atingir objectivos e manter o cliente sempre informado, continuando a apoiá-lo mesmo após a conclusão dos trabalhos.” José Maria Chambassuku

Dennis Henn Engenheiro Civil Civil Engineer

José Maria Chambassuku Engenheiro Civil Civil Engineer


15

Willie Botha Snr Engenheiro Civil Pr Eng, BEng (Civil), Universidade de Pretória, África do Sul Civil Engineer Pr Eng, BEng (Civil), University of Pretoria, South Africa

Willie Botha Snr Consultor Sénior de Infra-Estruturas Senior Infrastructure Advisor

Willie Botha chefiou a equipa da Aurecon que foi pioneira no envolvimento da empresa em Angola, nos princípios dos anos 90, através de uma associação com Jorge Flora da Gabeng, uma pequena empresa independente de consultoria. Na procura de projectos em conjunto, ganhou um grande respeito por Jorge Flora como pessoa, e também como um engenheiro experiente em estradas e pontes. “Trabalhar em Angola tem sido um ponto alto para mim nos meus 43 anos de experiência como engenheiro”, afirma Willie. “Todos os projectos necessitam de uma dose de motivação e de engenharia de base, devido a urgências e dificuldades em fazer investigações de campo com os problemas de segurança persistentes, bem como com o perigo das minas terrestres sempre presente.” A disponibilidade da Aurecon para assumir projectos em zonas remotas de Angola, sob condições extremas mereceu a admiração e o respeito dos clientes. Willie comenta: “Foi uma experiência gratificante trabalhar com uma equipa entusiasmada de engenheiros e técnicos internacionais em condições adversas”. Willie Botha headed the Aurecon team that pioneered the company’s involvement in Angola in the early 1990s through an association with Jorge Flora of Gabeng, a small independent consultancy. In pursuing projects together, he developed a high regard for Jorge as a person and as a vastly experienced engineer of roads and bridges. “Working in Angola has been the highlight for me in my 43 years as an engineer,” says Willie. “All projects required a great deal of motivation and basic engineering. This was due to short timelines and the difficulty of doing field investigations with the continuing security problems, as well as the ever-present danger of landmines.” Aurecon’s willingness to take on projects in the remote parts of Angola under extreme conditions gained the respect of clients. “It was a rewarding experience to work with a team of enthusiastic international engineers and technicians under those challenging conditions,” comments Willie.

“Lembro-me, vivamente, de uma reunião de projecto num local remoto, com um grupo diversificado de engenheiros pioneiros de 14 nacionalidades diferentes!” Willie Botha Snr

Celebrating our people


16

Célia Camacho Célia Camacho foi convidada por José Miranda a estabelecer a então Africon em Angola. Célia tem assistido ao grande crescimento da equipa em Luanda que se tornou numa referência no país. O ponto alto para ela tem sido o papel fundamental que a Aurecon desempenha no enorme projecto habitacional que é o Nova Vida. “A Aurecon Angola estabeleceu um histórico do qual estamos todos orgulhosos,” diz Célia.

Célia Camacho Directora Financeira, Angola Financial Manager, Angola

Célia Camacho was invited by José Miranda to help him start the then Africon in Angola. She has seen the Luanda team go from strength to strength and become a benchmark for consulting excellence in the country. The high point for her has been the key role that Aurecon is playing in the massive Nova Vida housing development. “Aurecon Angola has established a track record that we are all proud of,” says Célia.

“Tenho orgulho de ter feito parte da presença do grupo em Angola desde o início, e de ter visto crescer e ser uma referência para os serviços de consultoria.” Célia Camacho

Celebrating our people


17

Homenagem à nossa equipa Adalberto Afonseca Silva

Yassimina Silva

MSc (Perfuração & Produção), Ploiesti Institute of Oil and Gas (IPG), Roménia

BEng (Recursos Naturais & Ambiente), Universidade Independente de Angola

MSc (Drilling & Production), Ploiesti Institute of Oil and Gas (IPG),Romania

BEng (Environment), Independent University of Angola

Adalberto Silva tem uma vasta experiência em trabalhos no sector de Água e Saneamento. Ficou impressionado pela extensa gama de serviços e capacidade da Aurecon. O Adalaberto entrou para a Grupo em Março de 2010. “Agrada-me sentir que sou capaz, ao participar com a minha experiência e conhecimentos, nos projectos que beneficiam a reconstrução e desenvolvimento deste grande país“, acrescenta. “Há um enorme potencial para os negócios e as autoridades angolanas estão oferecendo oportunidades às empresas que estão interessadas no bem-estar de Angola e que têm demonstrado as suas capacidades.“

A impressionante reputação da Aurecon em Angola e o facto de ser um grupo internacional forte levou Yassimina Silva a juntar-se à empresa em 2010 e diz que não há lugar melhor para trabalhar do que no seu país.

Adalberto Silva has an extensive background in water and sanitation. Attracted to Aurecon by its wideranging capabilities, Adalberto joined the Group’s Luanda office in March 2010. “I am enjoying being able to contribute my skills and experience to projects that benefit the reconstruction and development of this great country,” he says. “There is enormous potential for business and the Angolan authorities are giving opportunities to companies that are interested in the well-being of Angola and have demonstrated their capabilities.”

“Mesmo em tão curto espaço de tempo, eu tenho assistido o crescimento da equipa com engenheiros mais jovens que desejam deixar a sua marca e contribuir para a reconstrução deste país maravilhoso.“ Yassimina Silva joined Aurecon’s Luanda office in 2010 because of the Group’s impressive reputation in Angola and the opportunities to grow her career. According to her, there can be no better place to work than in her own country.

Adalberto Afonseca Silva Engenheiro Hidráulico Specialist: Hydraulic and Hydric Resources

“Even in the relatively short time that I have been with Aurecon, I have seen the team grow in stature with more young engineers keen to make their mark and contribute to rebuilding this marvellous country,” comments Yassimina.

“Nós estamos a assistir a uma mudança positiva em Angola e estamos orgulhosos de ter contribuído.” Adalberto Afonseca Silva

Yassimina Silva Engenheira do Ambiente Environmental Engineer


18


19

Celebrando os nossos projectos CABINDA

Este mapa retrata alguns projectos de referência realizados pela Aurecon desde 1991. Espalhados por todo território , estes projectos espelham a capacidade e o dinamismo da presença do Grupo em Angola, bem como as infraestruturas de referência que a Aurecon ajudou a construir.

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO

M’banza Congo

Projecto da Angola LNG Soyo (2006–2008)

Reabilitação das Áreas de Movimento do Aeródromo do Uíge UÍge (2012) UÍGE

ZAIRE

Uíge

Hidroeléctrica de Mulepe - Estudo de Viabilidade para a De Beers Lucapa (2012)

Estrada Viana - Maria Teresa Província de Luanda (2006–2008) Edifício Sede do Grupo Sonangol Luanda (2003–2006) Urbanização Nova Vida Luanda (2000–2012)

This map depicts a number of showcase projects undertaken by Aurecon since 1991. Spanning all four corners of the country, the projects represent the depth and breadth of the Group’s presence in Angola, and the role Aurecon has played in putting iconic infrastructure in place.

Reabilitação do Aeroporto de Cabinda Cabinda (1992-1993)

Cabinda

CUANZA NORTE N’dalatando

Luanda

BENGO Construção do Edifício Administrativo da Universidade Catolica de Angola Luanda (2004–2011) Estrada do Bengo Província do Bengo (2007–2012) Hospital do Porto Amboim Porto Amboim (1995–1999) Sumbe

OCEANO ATLÂNTICO SUL

Lucapa

Estradas e Pontes no Cuanza-Norte Província de Cuanza Norte (2008–2008 até a data)

Caxito

Projecto da Ponte sobre o Rio Kwanza Cuanza (2002–2003) LUNDA NORTE MALANJE Saurimo

Malanje Avaliação de várias unidades da estação hidroeléctrica de Cambambe Cambambe (2005–2006)

LUNDA SUL

CUANZA SUL Terminais de Passageiros do Dundo, Luena e Saurimo Luena (2011–2012) Estrada Lumbala - Cazombo (103 km) Estrada Lucusse - Lumbala Moxico Province (2010-2011) Caquengue (196 km) Lucusse (2010-2013)

Luena

Estrada Lobito - Benguela (26 km) Lobito (2005–2008)

Kuito BIÉ

Avaliação da Ponte de Catumbela Lobito (1994-2000) Benguela

HUAMBO BENGUELA

Huambo

Estrada Huambo-Kuito (160 km) Huambo (2006–2008)

MOXICO

Reabilitação das áreas de Movimento do Aeródromo do Huambo Huambo (2011)

Reabilitação da Estrada entre Namibe e Lubango (78 km) Províncias de Namibe & Huila Namibe (2002–2004)

Aeroportos Airports

Pontes Bridges

Edifícios buildings

Barragens/Projectos Hidrológicos dam/hydro

Estradas roads

Recursos Naturais resources

Serviços de Engenharia de Estruturas para as Extensões da Mina de Diamantes da Catoca Saurimo (2005-2006)

HUÍLA

Estrada Matala - Menongue (350 km) Matala (2006–2011)

Lubango

Ponte sobre o Rio Zambezi Lumbala (2012)

ZÂMBIA

Menongue

NAMIBE

Estudo de Avaliação dos Aeródromos de Jamba e Tchamutete Jamba (2011) CUNENE Ondjiva

CUANDO CUBANGO

Ponte Sobre o Rio Cunene Xangongo (2007-2008)

Estradas do Cuando Cubango (1400 km) Província de Cuando Cubango (2012)

Fiscalização da Reabilitação da Barragem de Calueque Chitado (2003-2004)

NAMÍBIA BOTSWANA


20

Projecto vencedor da prestigiada distinção Fulton Award, na categoria “Excelência na Utilização do Betão Armado” de 2005 concedida pela Concrete Society of Southern Africa (Sociedade do Betão Armado da África Austral). Winner of the 2005 Concrete Society of Southern Africa’s prestigious Fulton Award for ‘Excellence in the Use of Concrete’.

Urbanização Nova Vida, Luanda A habitação constitui um direito básico do ser humano. Juntamente com a disponibilização de serviços essenciais, tais como o abastecimento de água, electricidade e saneamento, a oferta de habitação a preços acessíveis com qualidade e segurança é um dos pontos fulcrais da dignidade de qualquer nação, e uma das prioridades importantes do Governo de Angola. A Urbanização Nova Vida, localizada aproximadamente a 18 km a sudeste da cidade de Luanda, é um símbolo de referência do poder de transformação tanto para o Governo de Angola como para o seu Povo. Com um significado bem explícito na língua Portuguesa, “Nova Vida” é o primeiro projecto do seu género no país e tornou-se num modelo de engenharia e de excelência de construção com o objectivo de suprir o défice habitacional em Luanda. Com o seu envolvimento neste empreendimento inovador desde a sua fase inicial, a Aurecon desempenhou um papel fundamental na realização das Fases 1 e 2 deste projecto, que incluíram a construção de um número espantoso de 1.648 apartamentos, sobretudo em edifícios de quatro pisos, com quarto apartamentos de três quartos por piso; 500 moradias de três quartos e 300 moradias de quatro quartos.

A 2ª Fase consiste na construção de 1 862 unidades habitacionais, compreendendo dois tipos diferentes de casas e dois tipos de apartamentos, conjuntamente com as infraestruturas que lhes estão associadas. A Urbanização estimulou a economia local e atraíu novas empresas comerciais para a zona, tendo o projecto sido alargado para além da construção das unidades residenciais com a inclusão de escolas, clínicas, uma esquadra de polícia, áreas de recreio e lazer, jardinagens e infraestruturas tais como estradas, subestações eléctricas, redes de distribuição de águas e de esgotos.

Nova Vida Housing Development, Luanda Housing is a basic human right. Together with essential services such as water, electricity and sanitation, the provision of quality, safe and affordable housing is at the heart of every nation’s dignity, and is one of the main priorities the Angolan Government is focused on. The Nova Vida Housing Development, situated roughly 18 km south-east of Luanda, is a tangible symbol of the power of transformation for both the Angolan Government and its people. Meaning “New Life” in Portuguese, the project is the first of its kind in the country and has become a model of engineering and construction excellence, with the aim of reducing Luanda’s housing shortage.

Projectos de prestígio

Involved in this groundbreaking development since its early stages, Aurecon played a vital role in both Phase 1 and 2, including the construction of an astounding 1 648 flats – mainly four-storey buildings with four three-bedroom flats per floor; 500 three-bedroom houses and 300 four-bedroom houses. Phase 2 entails the construction of 1 862 units comprising two types of houses and two types of apartments, together with the associated infrastructure. Nova Vida has stimulated the local economy as many new commercial ventures were drawn to the area, and the project has since been expanded beyond residential units to include schools, clinics, a police station, recreational areas, landscaping and infrastructure such as roads, electrical substations, water works and sewerage reticulation facilities.

Um beneficiário da Urbanização Nova Vida, Luanda • A beneficiary of the Nova Vida Housing Development, Luanda


21


22

cunene bridge, south- westen angola


23

Projecto vencedor na categoria de “Melhor projecto de Engenharia Civil”, atribuída pelo South African Institute of Civil Engineers (SAICE) – Instituto Sul Africano de Engenheiros Civis. Winner of the South African Institute of Civil Engineers (SAICE) award for the ‘Most Outstanding Civil Engineering Project’.

Ponte sobre o Rio Cunene, Xangongo A nova Ponte sobre o Rio Cunene, concluída em 2009, representa um símbolo de orgulho e esperança no futuro das populações do sudoeste de Angola, sendo uma ligação estratégica entre as cidades do Lubango e Ondjiva. Com um comprimento de 880 metros, é a maior ponte de Angola e vem substituir um conjunto de estruturas temporárias utilizadas para o atravessamento do rio, após a destruição da estrutura original em betão armado no início do conflito armado em Angola. O Instituto de Estradas de Angola (INEA) encarregou a Aurecon, em associação com a Gabeng e a BKS, da

showcase Projects

execução do projecto e preparação dos cadernos de encargos para concurso, bem como da fiscalização dos trabalhos de construção. Através do plano detalhado e um projecto de excelência de Engenharia conseguiram levar a cabo com sucesso a conclusão da ponte, apesar das condições lógisticas e geográficas extremas verificadas.

Cunene River Bridge, Xangongo The new Cunene River Bridge, completed in 2009, stands as a proud symbol of hope for the future of the people of south-west Angola and as a strategic link between the main cities of Lubango and Ondjiva.

At 880 m long, it is the longest bridge in Angola and replaces a host of temporary structures used to span the river after the original concrete structure was destroyed early in the Angolan conflict. The Angolan Roads Institute (INEA) appointed Aurecon, in joint venture with Gabeng and BKS, for the design and preparation of bid documents, as well as site supervision. Expert planning and an impressive feat of engineering achieved the successful delivery of the bridge despite extreme logistical and natural conditions.


24

Edifício Sede da Sonangol, Luanda O Edifício Sede da Sonangol, concluído em 2006, transformou completamente a paisagem da baixa de Luanda com a sua superestrutura de 96 metros de altura. Este marco urbanístico alberga aproximadamente 2 000 funcionários que, no seu esforço diário para a promoção da sustentabilidade e do crescimento da indústria nacional petrolífera, concretizam mudanças importantes para os angolanos. A Aurecon foi responsável pela execução do projecto de estruturas deste edifício, pela medição orçamental e pela fiscalização dos trabalhos de construção. A equipa da Aurecon utilizou as tecnologias mais avançadas para garantir uma construção de excelência. Um outro feito notável na construção deste edifício, prende-se com o facto deste edifício ter sido o primeiro em Angola a utilizar o método de ensaio da Célula de Osterberg (O-cell) nos ensaios das estacas, que foi adoptado por se terem encontrado dificuldades na obtenção de equipamentos apropriados para levar a cabo ensaios de estacaria mais convencionais que pudessem garantir resultados mais precisos.

Sonangol Head Office, Luanda The Sonangol Head Office building, completed in 2006, transformed Luanda’s skyline with its impressive 96 m structure. This landmark houses approximately 2 000 employees who, in their daily efforts to promote sustainability and growth of the national oil industry, effect change for the people of Angola. Aurecon was responsible for the structural design, quantity surveying and site supervision. The team used the latest technology to ensure construction accuracy. Another notable feat, the first in Angola, was the use of the Osterberg Cell (O-cell) test method for pile testing, which had to be adopted due to difficulties in obtaining appropriate equipment to carry out a more conventional pile test and to guarantee accurate test results.

Projectos de prestígio


25

Hangar da SonAir e Bloco de Escritórios, Aeroporto de Luanda

SonAir Hangar and Office Block, Luanda Airport In 2003, Aurecon was appointed for the full design and supervision of the four-storey SonAir office building, which included a canteen and site civil services. This corporate head office embodies SonAir’s luxurious brand personality and has provided the organisation with the capacity to expand their local and global footprint.

Universidade Católica de Angola, Bairro Palanca, Luanda

Criada em 1997 com o objectivo de melhorar a qualidade das unidades de ensino superior, a Universidade Católica de Angola (UCAN) rapidamente ultrapassou as suas instalações iniciais. A Aurecon desenvolveu um plano para o novo campus universitário do bairro Palanca. A Aurecon baseou a concepção do plano através do seu envolvimento na revisão do projecto das redes eléctricas, na fiscalização da construção e no projecto dos arranjos exteriores das novas instalações. Esta universidade é frequentada anualmente por milhares de estudantes, fazendo germinar as sementes da mudança, não só para eles próprios como também para as suas famílias e para as gerações vindouras.

Catholic University of Angola, Palanca, Luanda Established in 1997 to improve education facilities, the Catholic University of Angola (UCAN) rapidly outgrew its original site.

Em 2003, a Aurecon foi nomeada para a execução de todo o projecto e para a fiscalização da construção do edifício com quatro pisos de escritórios da SonAir, o qual incluía um refeitório e instalações para os serviços de administração. Este edifício sede da empresa incorpora a personalidade da imagem de marca de luxo da SonAir e proporcionou à organização a capacidade de expandir a sua marca tanto a nível local como global.

Showcase Projects

Aurecon was commissioned to develop a new campus at Palanca. Aurecon extended this vision by engaging in the design review of the electrical reticulation, supervision and design of external works and landscaping of the new facility. Thousands of students attend the university annually, germinating seeds of change, not just for these individuals, but for their families and for generations to come.


26

Projectos de prestígio

Estrada Ondjiva-Humbe, Província do Cunene Com vista a melhorar as condições das principais estradas nacionais de modo a que as mesmas possam atingir um estado que permita a sua manutenção e conservação regulares, o Governo de Angola lançou um vasto programa de reabilitação de estradas. Como parte deste programa, a Aurecon, conjuntamente com os seus parceiros BKS e Gabeng, levou a cabo a execução do projecto e a fiscalização da

construção, da reabilitação e beneficiação de 108,5 km da estrada Ondjiva-Humbe. Em parceria com o Governo de Angola, este compromisso da Aurecon no melhoramento da rede de transportes terrestres do país, foi um dos factores responsáveis pelo extraordinário crescimento económico registado em Angola.

Ondjiva-Humbe Road, Cunene Province To improve the conditions of the main national roads to a maintainable standard, the Government of

Angola embarked on a vast rehabilitation programme. As part of this programme, Aurecon, together with joint venture partners BKS and Gabeng, undertook the design and supervision of the rehabilitation and upgrading of the 108,5 km Ondjiva-Humbe Road. In partnership with the Angolan Government, this commitment to improving the country’s transport routes has been one of the factors responsible for Angola’s phenomenal economic growth.


27

Estradas interiores rurais, Província do Cunene

The project consists of three roads: Xangongo-Ompala Yo Mungo- Onassalama, 82 km in Ombadja District; Xangongo-Chivemba-Canganda, 88 km in the Districts of Ombadja and Cuvelai; and Ondjiva Oipembe-Oifidi, 10 km in the District of Kwanhama.

Estradas e pontes no Cuanza Norte, Província do Cuanza Norte Tendo sido outrora o coração da produção de café

elevações e áreas florestais montanhosas. A região é atravessada por dois rios de caudal permanente, o que obrigam à construção de quatro pontes largas para poderem ser atravessados. Será necessária também a construção de quatro pontes mais pequenas, assim como de 75 aquedutos, com vista ao atravessamento dos rios e dos canais afluentes. Uma vez concluído, este projecto proporcionará um estímulo vital para a economia da Província.

Cuanza Norte roads and bridges, Cuanza Norte Province Once part of the heartland of Angolan coffee production and an important food supplier to the nation, the Cuanza Norte Province is investing in the upgrading of its roads to unlock its enormous agricultural potential. The province is also geographically of strategic importance providing road access to other provinces and neighbouring countries.

Reconhecendo que a mobilidade das populações era a chave para a abertura às oportunidades económicas, o Governo Provincial do Cunene adjudicou à Aurecon a execução do projecto de pormenor para a reabilitação de 180 km de estradas rurais. O projecto consiste em três estradas: XangongoOmpala Yo Mungo-Onassalama, 82 km no Distrito de Ombadja; Xangongo-Chivemba-Canganda, 88 km nos Distritos de Ombadja e Cuvelai; e Ondjiva OipembeOifidi, 10 km no Distrito de Kwanhama.

Rural feeder roads, Cunene Province Recognising that mobility of the population was key to opening up economic opportunites, the Government of Cunene commissioned Aurecon to provide the detailed design for the rehabilitation of 180 km of rural feeder roads. This was Aurecon’s first commission from the Government of Cunene after many years of successful projects in the province for INEA.

Angolano e uma importante fornecedora de bens alimentares para o país, a Província do Cuanza Norte está agora a investir na beneficiação das suas estradas com a finalidade de poder vir a escoar o seu enorme potencial agrícola. Esta Província é também, do ponto de vista geográfico, de grande importância estratégica, por proporcionar acesso rodoviário para outras províncias de Angola e para países vizinhos. A Aurecon está a executar a revisão de projecto e a fiscalização dos trabalhos de construção de 300 km de estradas e de 300 m de pontes. A morfologia da região alterna entre terrenos abertos com pequenas

Showcase Projects

Aurecon is providing design review and works supervision of 300 km of roads and 300 m of bridges. The region varies from undulating open terrain to mountainous forestry areas. Two perennial rivers cross the area, which will require four large bridges to be constructed. Four smaller bridges, as well as 75 box culverts, will be required in order to cross tributaries and streams. Once completed, this project will provide a vital stimulus to the province’s economy.


28

Projectos de prestígio Reabilitação da Barragem de Calueque, Província do Cunene

Calueque Dam rehabilitation, Cunene Province

Construída em 1974, a Barragem de Calueque, situada na parte sul da Província do Cunene, nunca foi completamente posta em funcionamento nas suas diversas especialidades, devido à eclosão da guerra civil no país, no decorrer da qual a sua estrutura sofreu danos bastante extensos. A Aurecon foi seleccionada para fazer a revisão do projecto de reabilitação, fiscalização da construção a revisão do projecto, a fiscalização da construção e a assistência técnica para a reabilitação da barragem e para a instalação de comportas de descarga de superfície, assim como para a construção de duas estações de bombagem e das respectivas condutas. Esta renovação trará aos habitantes locais o prazer simples de poder usufruir do fornecimento regular de água limpa e potável.

Built in 1974, Calueque Dam in the south of the Cunene Province was never fully commissioned because of the outbreak of war, during which the structure was extensively damaged. Aurecon has been commissioned to provide the design review, construction supervision and technical assistance for the rehabilitation of the dam and installation of crest gates, as well as the construction of two pump stations and pipelines. This restoration will bring the simple pleasure of a regular supply of clean, fresh water to the local residents.


29

Aeroporto do Huambo, Huambo

Huambo Airport, Huambo Huambo Airport is a public airport used by TAAG Angola Airlines to operate regular flight services with a Boeing 737-700. The airport is also used by other smaller airlines for passenger and freight services. Aurecon was commissioned to undertake the detailed engineering design of the upgrading and rehabilitation of airside pavements at the airport to a standard approved by the client and the Airports Authority. Maintaining flight services is critical for business purposes with road transport being inhibited by the state of the country’s infrastructure. Huambo is set to play an increasingly important role for inland and international flight services for freight, business people and visitors.

O Aeroporto do Huambo é um aeroporto público utilizado pela TAAG – Linhas Aéreas de Angola, que opera vôos regulares com uma aeronave Boeing 737-700. O aeroporto é também utilizado por outras aeronaves mais pequenas para serviços de passageiros e de carga.

Benguela-Lobito, Reabilitação e beneficiação, Província de Benguela

A Aurecon foi designada de levar a cabo a execução do projecto executivo de engenharia para a beneficiação e reabilitação dos pavimentos das pistas de aviação do aeroporto, ao nível de qualidade aprovado pelo cliente e pelas Autoridades Aeroportuárias. A manutenção dos serviços de aviação é crucial para o desenvolvimento da economia, dado que o transporte por estrada é dificultado pelo estado geral das infraestruturas rodoviárias do país. A cidade do Huambo terá um papel cada vez mais importante nos vôos domésticos e internacionais e para o transporte de carga, empresários e turistas.

Showcase Projects

A beneficiação da ligação terrestre entre Benguela e Lobito era essencial para a revitalização das economias destas duas importantes cidades costeiras, tendo a Aurecon sido nomeada para a execução do projecto e fiscalização da construção da reabilitação e beneficiação de 26 km da estrada Benguela-Lobito. O projecto envolve o alargamento da estrada existente que consistia em apenas duas faixas de rodagem, para uma estrada de 17,6 m de largura com quatro faixas de rodagem com separador central, assim como o alargamento e reparação das estruturas de drenagem existentes e a beneficiação dos equipamentos viários. Além do contrato das estradas, a Aurecon, em associação com a BKS, foi solicitada a executar o projecto da nova ponte de 210 m de comprimento sobre o Rio Catumbela e da zona de inundações da mesma. A ponte principal é constituída por um conjunto contínuo de quatro vigas mestras em aço, encimadas por uma laje de betão armado.

Benguela-Lobito, Rehabilitation and upgrading, Benguela Province Ugrading the transport link was essential to revitalise the economies of two important coastal towns. Aurecon was appointed to design and supervise the rehabilitation and upgrading of the 26 km BenguelaLobito road. The project involves widening the existing double carriageway road to a 17,6 m four lane carriageway divided road, as well as the widening and repair of existing drainage structures and upgrading of road furniture. In addition to the roads contract, Aurecon, in joint venture with BKS, was requested to design a new 210 m bridge across the Catumbela River and flood plain. The main bridge consists of continuous composite four steel box girders with a concrete slab on top.


30

Inauguração da Estrada Benguela-Lobito • Inauguration of the Benguela-Lobito Road

Inauguração da Estrada Benguela-Lobito • Inauguration of the Benguela-Lobito Road

O Presidente José Eduardo dos Santos na inauguração da Estrada Huambo-Bailundo • President José Eduardo dos Santos at the inauguration of the Huambo-Bailundo Road

inaugurações importantes


31

IMPORTANT INAUGURATIONS

Estrada Pango Aluquém-Quibaxe • Pango Aluquém-Quibaxe Road

Inauguração da Estrada Menongue-Cuchi pelo Ministro do Urbanismo e Construção, Fernando Fonseca • Inauguration of the Menongue-Cuchi Road by the Minister of Urbanization and Construction, Fernando Fonseca

Inauguração da Estrada Catete-Cabala • Inauguration of the Catete-Cabala Road


32

Cliente • Instituto de Estradas de Angola (INEA)

Client • Institute of Roads of Angola (INEA)

A parceria entre o Instituto de Estradas de Angola (INEA) e a Aurecon começou em 1991, muito antes do lançamento do Programa de Reconstrução Nacional pelo Governo de Angola. Ainda em período de conflito, a Aurecon (então Africon) foi a primeira empresa de engenharia, que com assistência do INEA e de uma escolta militar se dispôs a mobilizar o seu pessoal fora de Luanda.

A special relationship between the Institute of Roads of Angola (INEA) and Aurecon began in 1991, long before the launch of the National Reconstruction Programme by the Angolan Government.

21 anos depois, o INEA é o maior Cliente da Aurecon Angola o que demonstra a solidez desta parceria e reflecte a confiança de trabalho que permitiu a reabilitação de cerca de 5000 km de estradas espalhadas por 15 das 18 Províncias de Angola. Estrada de Namibe-Lubango • Namibe-Lubango Road

Vários projectos sob o Programa de Reconstrução Nacional ganharam prémios de excelência técnica e superaram os desafios das suas localizações geográficas.

In the conflict conditions that still existed at the time, Aurecon (the then Africon) was the first engineering company who, with the assistance of INEA and a military escort, was willing to mobilise their staff outside of Luanda. 21 years later, INEA is Aurecon’s main client in Angola, reflecting the trust that exists and the effective working partnership that enabled the rehabilitation of more than 5 000 km of roads spread across 15 of the 18 provinces of Angola. Several projects under the National Reconstruction Program received awards for technical excellence or for overcoming the challenges of their locations.

Homenagem aos nossos parceiros


33

Celebrating our partners Cliente • Ministério do Urbanismo e Construção e Instituto Nacional de Habitação

Client • Ministry of Urban Planning and Construction and National Institute for Housing

O Ministério do Urbanismo e Construção trabalhou com a Aurecon na Fase I do projecto habitacional Nova Vida em Luanda, onde prestou serviços de consultoria que abrangiam desde a concepção e o projecto do empreendimento, até à assistência na preparação de toda a documentação contratual e a fiscalização da construção de mais de 5 000 fogos, em vivendas e em edifícios de apartamentos.

The Ministry of Urban Planning and Construction worked with Aurecon on Phase I of the Nova Vida housing project in Luanda to provide consultancy services that ranged from conceptualisation and design, to assistance with contract documentation and the supervision of construction of more than 5 000 units comprising villas and apartment buildings.

Em reconhecimento da excelente qualidade de serviços prestados pela Aurecon, foi-lhe adjudicada a 2ª Fase do projecto Nova Vida, bem assim como um contrato para a supervisão da operação e manutenção das infraestruturas do complexo habitacional. Recentemente a Aurecon foi designada para realizar o projecto e fiscalização de um empreendimento habitacional em Ondjiva, consistindo de 2 500 unidades na Província do Cunene, no sul de Angola. O projecto envolveu a concepção de unidades de habitação social, incluindo o desenho urbano e projecto de todas as infraestruturas associadas consistindo de 835 unidades para a população local, cujas casas foram destruídas pelas inundações sazonais e estavam a viver em tendas. O projecto faz parte do Programa de Habitação do Governo Angolano para 1 milhão de casas. Estes projectos reflectem a boa parceria com base na confiança e no sucesso entre estes clientes e a Aurecon.

In recognition of the excellent quality of services provided by Aurecon, the Group was awarded Phase 2 of Nova Vida, as well as the contract for overseeing the operation and maintenance of the infrastructure. Recently Aurecon was appointed to carry out the design and supervision of the Ondjiva social housing development, consisting of 2 500 units in Ondjiva, Cunene Province in southern Angola. The project involved the design of social housing units, with urban design and design of all associated infrastructures, consisting of 835 units for the local population whose houses were destroyed by seasonal flooding and were living in tents. The project formed part of the Angolan Government Housing Programme for 1 million houses. These projects reflect the good partnership that Aurecon maintains with its clients, which is based on values of trust and confidence.

Apartamentos na Urbanização Nova Vida • Nova Vida Housing Development Apartments


34

Estrada de Huambo-Kuito • Huambo-Kuito Road

Parceiro • Mota-Engil

Partner • Mota-Engil

A Aurecon e a Mota-Engil têm um histórico de trabalho em conjunto de mais de 30 anos, no continente Africano - em países como Angola, Moçambique, Malawi e Gabão, a Mota-Engil executou grandes obras que foram projectadas e fiscalizadas pela Aurecon. Nos últimos seis anos, a construtora Mota-Engil tem sido um parceiro da Aurecon em vários projectos do sector de transportes, em Angola.

Aurecon and Mota-Engil have a proud history of working together for over 30 years, collaborating on projects across the African continent in countries such as Mozambique, Malawi and Gabon. For the past six years, Mota-Engil has partnered with Aurecon in several key projects in Angola’s transport sector.

Nestes trabalhos destaca-se os realizados na Província do Huambo, nas estradas entre Huambo e Kuito e Bailundo a Catchiungo, o projecto de engenharia para a reabilitação de duas pontes sobre os Rios Cutato e Cuchi e projecto para uma nova ponte sobre o Rio Cuquema com 60m de vão. No Bailundo-Cacthiungo, destaca-se igualmente o projecto de engenharia para a construção de cinco novas pontes sobre os Rios Culele, Cucai, Chitonga, Co e Cutato. Para além dos serviços mencionados, outros serviços foram prestados a Mota-Engil, nomeadamente a avaliação das condições estruturais de pavimentos e cálculo de vida residual, através do uso de equipamento não destrutivo, ‘Falling Weight Deflectometer’.

The most prestigious works of this partnership include the Huambo-Kuito and the Bailundo-Catchiungo roads in the Huambo province; the engineering design of the rehabilitation of two bridges over the rivers Cutato-Cuchi; the design of a grand, new bridge over the Cuquema River; and project engineering for the construction of five new bridges over the rivers Culele, Cucai, Chitonga and Co Cutato, in BailundoCacthiungo. Apart from services related to construction design and supervision, other services Aurecon has provided to Mota-Engil include assessments of the structural conditions of pavements and residual life calculations measured by a Falling Weight Deflectometer.

Homenagem aos nossos parceiros


35

Celebrating our partners Parceiro • Imogestin

Partner • Imogestin

A Imogestin, empresa promotora imobiliária participada pelo Banco Africano de Investimentos, começou a trabalhar conjuntamente com a Aurecon na 1a Fase do projecto habitacional Nova Vida em Luanda, em 2001. A Aurecon tinha sido nomeada pelo Ministério do Urbanismo e Construção para a prestação de uma extensa gama de serviços de consultoria de engenharia e gestão, enquanto a Imogestin era a empresa privada encarregue da comercialização do empreendimento.

Imogestin, the real estate developer subsidiary of the African Investment Bank, began working alongside Aurecon on Phase 1 of Luanda’s Nova Vida housing project in 2001. Aurecon had been appointed by the Ministry of Urban Planning and Construction to provide wide-ranging engineering and management consultancy services, while Imogestin was the private company commissioned to commercialise the development.

Devido ao respeito mútuo que se foi estabelecendo entre elas, as duas empresas criaram uma parceria em 2006, com o objectivo de encontrar mecanismos adequados para a gestão da manutenção da infraestrutura de serviços da Fase I do projecto Nova Vida. Esta infraestrutura incluía estradas, abastecimento de água e estação de tratamento de águas, bem assim como as redes de esgotos. A relação de trabalho que se veio a consolidar entre as duas empresas teve o reconhecimento do Governo de Angola e, aquando da adjudicação da 2a Fase de Nova Vida, ambas foram chamadas de novo a desempenharem funções importantes no projecto. Trabalhando em conjunto ou em parceria directa, a relação da Imogestin com a Aurecon constitui um alicerce sólido que contribui para a construção de uma nova Angola.

Arising from the mutual respect that was gained, the two companies created a joint venture in 2006 to investigate suitable mechanisms for managing the maintenance of the Nova Vida Phase 1 services infrastructure. This included roads, water supply and treatment plants, as well as the sewerage system. The working relationship achieved between the two companies was recognised by the Angolan Government and when Phase 2 of Nova Vida was awarded, both companies were again called on to play key roles. Whether working alongside or in a direct partnership, Imogestin’s relationship with Aurecon provides a solid foundation on which to help build a new Angola.

Escola Primária, Urbanização Nova Vida • Primary School, Nova Vida Housing Development


36

Cliente • Schlumberger Technical Services

Client • Schlumberger Technical Services

A relação da Aurecon com a Schlumberger, a companhia lider mundial na prestação de serviços na área da produção petrolífera, teve início com a adjudicação da execução do projecto e da fiscalização, em regime de tempo parcial, dos trabalhos de construção civil, estruturas e electricidade para a fábrica de nitrogénio líquido na sua base em Angola, no Soyo.

Aurecon’s relationship with Schlumberger, the world’s leading oilfield services company, started with an appointment for the design and part-time supervision of the civil works, structural and electrical installations for the liquid nitrogen plant in their Angolan base at Soyo.

A este trabalho seguiu-se o projecto e fiscalização, de um projecto no valor de vários milhões de dólares realizado para a base operacional do Kwanda. O projecto passou com sucesso pelo exame e revisão levados a cabo por uma reconhecida empresa Americana consultora de projectos de engenharia. O nosso relacionamento com a Schlumberger tem vindo a crescer: a Schlumberger reconhece as altas capacidades da Aurecon na prestação de serviços técnicos, contando com a equipa do escritório de Luanda na compreensão dos requisitos e procedimentos operacionais do cliente.

This was followed by the design and supervision of the multi-million dollar project for the Kwanda operational base. The project was successfully reviewed by a prominent American third party design reviewer that specialises in engineering works. Our relationship with Schlumberger has continued to grow: Schlumberger recognises Aurecon’s local knowledge and the proven world-class quality of its technical services, combined with the Luanda office team’s success at understanding the client’s operational requirements and procedures.

Homenagem aos nossos parceiros

Luanda, Angola


37

Celebrating our partners Cliente • Empresa Nacional de Exploração e Navegação Aérea (ENANA) A maioria dos aeroportos em Angola teve que sofrer reabilitações e melhoramentos com vista à obtenção dos certificados de ratificação das respectivas infraestruturas, por parte da entidade reguladora INAVIC, em termos da obtenção da classificação Code 3C, atribuída pela International Civil Aviation Organisation - Organização Internacional da Aviação Civil.

Aeroporto de Uige • Uige Airport

Client • National Company of Air Exploration and Navigation (ENANA) The majority of airports in Angola had to be rehabilitated and upgraded to achieve ratification of their infrastructure by the regulatory body INAVIC, in terms of the Code 3C classification by the International Civil Aviation Organisation. The commercial partnership between Aurecon in Angola and ENANA began in 2008 with assessments of the structural condition and remaining service life of airport pavements.

A parceria comercial entre a Aurecon Angola e a ENANA teve início em 2008 com a realização das auditorias às condições estruturais e determinação da vida útil remanescente das pistas dos aeroportos.

Recent activity includes the engineering design in 2011 for the rehabilitation and upgrading of Huambo Airport in partnership with contractor Zagope – Andrade Gutierrez Group.

A mais recente actividade inclui a execução do projecto de engenharia em 2011, para a reabilitação e melhoramento do Aeroporto do Huambo, projecto esse realizado em parceria com o empreiteiro, Zagope – Grupo Andrade Gutierrez.

The contract for the supervision of rehabilitation works at Uige Airport was completed in November 2012.

O contrato para a fiscalização dos trabalhos de reabilitação do Aeroporto do Uíge ficou concluído em Novembro de 2012.


38

Cliente • Governo Provincial do Cunene O curriculum da Aurecon, desde 2003, em projectos bem sucedidos para o Instituto de Estradas de Angola (INEA) na Província do Cunene, que incluiu a prestigiada Ponte sobre o Rio Cunene, favoreceu o desenvolvimento de alguns trabalhos com o governo local em 2010.

Ponte sobre o Rio Cunene • Cunene River Bridge

Os projectos para o Governo Provincial do Cunene, concluídos ou ainda em progresso, incluem: a execução do projecto e preparação da documentação do caderno de encargos para a execução dos trabalhos em três estradas interiores rurais, num total de 180 km; a execução do projecto de pormenor de 20 km de ruas em Ondjiva; a execução do projecto de pormenor de 30 km da Estrada Namakunde-Unongue; e a fiscalização em curso da construção de 50 habitações sociais e as respectivas infraestruturas associadas, no distrito de Kwanhama.

Client • Government of Cunene Province Aurecon’s track record since 2003 of successful projects for the Angolan Roads Institute (INEA) in the Cunene Province, which included the prestigious Cunene River Bridge, led to the start of a working relationship with the local government in 2010. Projects done or in progress for the Government of Cunene include: design and preparation of tender documents for work on three rural feeder roads totalling 180 km; detailed design of 20 km of Ondjiva streets; detailed design of 30 km of the NamakundeUnongue Road and the on-going supervision of construction of 50 social houses and associated infrastructure in the district of Kwanhama.

Homenagem aos nossos parceiros


39

Celebrating our partners Cliente • Universidade Católica de Angola A Universidade Católica de Angola pretende com o seu novo campus universitário no bairro Palanca garantir instalações modernas numa atmosfera amigável. Este é o segundo estabelecimento deste tipo no continente Africano. A Aurecon tem sido um parceiro neste projecto desde 2004, quando fiscalizou a construção do edifício administrativo principal da Universidade. Desde então, a equipa da Aurecon executou o projecto dos arranjos exteriores e desenvolveu o plano-director para o campus universitário, e as propostas de desenvolvimento futuro. As actividades recentes incluem a execução do projecto e a fiscalização da construção de um refeitório no valor de US$ 4,25 milhões, bem assim como a apresentação de uma proposta de projecto para a construção de uma faculdade de engenharia de petróleos.

Client • Catholic University of Angola The Catholic University’s vision for its new Palanca campus is to provide the Angolan people with a modern tertiary education facility in a user-friendly environment. It will be only the second of its type on the African continent. Aurecon has been a partner on this project since 2004 when it was supervising the construction of the main administration building of the University. Since then, the Aurecon team has designed the external works and developed the master plan for the campus and its proposed future development. Recent activities include the design and supervision of construction of the US$ 4,25 million canteen, as well as the submission of a design proposal for a faculty of petroleum engineering.

Universidade Católica de Angola • Catholic University of Angola


40

Os números, por si só, contam a história do impacto que a Aurecon tem na melhoria da qualidade de vida do povo Angolano: The numbers tell the story of the impact that Aurecon has had on improving the quality of life for the Angolan people:

Mais conhecimento e competências Desde o cenário de destruição há vinte e um anos atrás, até à Angola de hoje impulsionada para um novo futuro, tem sido um percurso cheio de desafios, no qual a equipa da Aurecon se revê com orgulho de ter contribuído. A Equipa da Aurecon em Angola desenvolveu-se num ambiente de diferentes nacionalidades e culturas, tornando-se numa unidade do Grupo sustentável e com pessoal qualificado. A maior parte dos profissionais Angolanos beneficiaram de formação interna e bolsas de estudo para melhorar as suas qualificações.

More knowledge and skills From scenes of destruction 21 years ago to an Angola of today surging forward to a new future, it has been a challenging journey but one that the Aurecon team can look back on with pride at having made a significant contribution. Equipa de profissionais da Aurecon Angola • Members of Aurecon’s Angolan Team

Celebrando A NOSSA PRESENçA


41

Celebrating our impact Mais de 8 500 casas e apartamentos A Aurecon desempenhou um papel de liderança na realização de algumas famílias na aquisição da casa própria enquadrada num plano sustentável.

More than 8 500 houses and apartments Aurecon has played a leading role in bringing the dream of quality homes for impoverished families to reality with the Nova Vida development in Luanda and the Ondjiva social housing scheme.

Programa de habitação social de Ondjiva • Ondjiva Social Housing Scheme


42

Celebrando A NOSSA PRESENçA Mais de 5 000 km de estradas Através de parcerias com o Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) e com os Governos Provinciais, a Aurecon esteve envolvida na reabilitação e beneficiação de estradas e pontes por todo o país.

More than 5 000 km of roads Through partnerships with the Angolan National Roads Institute (INEA) and provincial governments, Aurecon has been involved in the rehabilitation and upgrading of roads and bridges throughout the country.

Mais de 250 projectos Desde a construção de estradas rurais até à construção da maior ponte no país, desde edifícios sede de empresas até grandes empreendimentos habitacionais, a Aurecon tem sido um parceiro chave no processo de reconstrução de Angola.

More than 250 projects From rural roads to the longest bridge, from corporate head offices to massive housing developments, Aurecon is a key player in Angola’s reconstruction process.

Estrada Viana Maria Teresa • Viana Maria Teresa Road


43

Mais de US$5 milhões investidos O nosso investimento no edifício Aurecon em Luanda e no desenvolvimento das competências do nosso pessoal, testemunha o nosso compromisso de longo prazo com Angola.

More than US$5 million invested Our investment in the Aurecon building in Luanda and in our people development stands testimony to our long-term commitment to Angola.

Mais de 50 clientes Ao longo dos últimos vinte e um anos, tivemos o previlégio de ser parceiros com clientes, tanto do sector privado como do sector público, ajudando a materializar os seus projectos.

More than 50 clients Over the past 21 years, we have been privileged to partner with clients from the private and public sectors in bringing their projects to fruition.

Universidade Católica de Angola • Catholic University of Angola

Celebrating our impact


44

Estrada Caála-Huambo • Caála-Huambo Road

Um testemunho final sobre os primeiros 21 anos da Aurecon em Angola, não ficaria completo sem uma palavra especial de agradecimento a Jorge Flora. Desde os tempos em que, no início dos anos 90, orientou e prestou assistência ao nosso pessoal durante a época do conflito armado. O talento e excelentes capacidades profissionais de Jorge Flora continuam a ser admirados por todos aqueles que tiveram a sorte de o conhecer e de trabalhar com ele. O nosso sucesso no que respeita ao estabelecimento em Angola e ao papel significativo desempenhado na sua reconstrução, deve-se muito a Jorge Flora.

Urbanização Nova Vida • Nova Vida Housing Development

Podemos olhar para trás para as muitas parcerias que foram feitas nas últimas duas décadas, baseadas no respeito mútuo e em laços fortes e constatar que muitas delas continuam ainda a florescer.

apreço pelo excelente contributo que deram para o desempenho do Grupo. Devido aos nossos elevados padrões de profissionalismo, construímos uma equipa vencedora e com um reconhecido valor profissional.

Estamos agradecidos a diversas autoridades Angolanas – particularmente o INEA, o Ministério do Urbanismo e Construção, o Ministério dos Transportes, assim como aos muitos clientes privados e parceiros que nos ajudaram a atingir o sucesso.

Agradecemos ao povo Angolano pelo seu calor, generosidade e cooperação. Ao longo das últimas duas décadas, os nossos sucessos ajudaram a construir os alicerces para uma melhor qualidade de vida para todos, e para este maravilhoso país.

Aos nossos funcionários em Angola, cujo empenho e dedicação fizeram contribuiram para todo este legado, damos os nossos parabéns e expressamos o nosso

Celebrando o nosso sucesso


45

Celebrating our success A final word on Aurecon’s first 21 years in Angola would not be complete without a special word of thanks to Jorge Flora. From guiding and assisting our staff in the early 1990s during the challenging last days of the conflict, Jorge’s unique talents continue to be admired by all who have the privelege to have known and worked with him. Our success of getting established in Angola and playing a significant role in its reconstruction projects owes much to Jorge Flora.

We can look back on many business partnerships that were formed over the last two decades, founded on mutual respect and sound relationships, many of which continue to flourish. We are grateful to the various Angolan authorities — particularly INEA, the Ministry of Urbanisation and Construction, the Ministry of Transport, as well as to the many private clients and contractors who helped us succeed.

Escola Primária, Urbanização Nova Vida • Primary School, Nova Vida Housing Development

To our staff in the Angola office whose hard work and dedication made it all happen, we say congratulations and express our appreciation for an excellent contribution to the Group’s endeavours. You have built a winning team and achieved widespread respect for your high standard of professionalism. We thank the people of Angola for their warmth, generosity and cooperation. Our successes over the last 21 years have helped lay the foundations for a better quality of life for all in this wonderful country.

Edifício Sonangol • Sonangol Building


46

A Aurecon em resumo A Aurecon presta serviços de engenharia, de gestão e de especialidades técnicas a clientes do sector público e privado em todo o mundo. O Grupo, com uma rede de escritórios espalhada por 25 países, tem estado envolvido em projectos em mais de 80 países distribuídos por África, as Américas, Ásia – Pacífico e Médio Oriente, emprega cerca de 7 500 pessoas, com especialidades em 11 áreas industriais. Procuramos, em todos os aspectos do nosso trabalho, promover a realização humana.

o contributo que nós damos às comunidades em que vivemos e trabalhamos:

Temos um modelo de negócio centrado no cliente que está estruturado para potenciar a nossa agilidade na prestação da gama completa dos nossos serviços a nível global. Criamos as melhores equipas para os nossos clientes chave, desenvolvemos relações fortes com os clientes e fornecemos soluções de ponta.

Temos como objectivo estabelecer padrões na indústria, beneficiar comunidades e fazer um contributo significativo no mundo desenvolvido e em desenvolvimento.

Nós fomentamos a realização do ser humano através da excelência, inovação e colaboração

Nós celebramos a diversidade e o respeito pelos outros, agindo com integridade e honestidade

Nós trabalhamos para a construção de um futuro dinâmico e mais próspero para todos

Os nossos clientes beneficiam da nossa abordagem colaborante que estimula o desenvolvimento da tecnologia de ponta nas suas indústrias. Os técnicos profissionais da Aurecon desenvolvem vantagens empresariais para os nossos clientes, baseadas no seu conhecimento profundo das indústrias em que operam.

Aurecon provides engineering, management and specialist technical services for public and private sector clients globally. The group, with an office network embracing 25 countries, has been involved in projects in over 80 countries across Africa, the Americas, Asia Pacific and the Middle East and employs around 7 500 people, throughout 11 industry areas of expertise. We seek to foster human achievement in all aspects of our work.

Os valores da Aurecon são o alicerce do nosso compromisso nas relações com os nossos clientes, o nosso compromisso com os nossos colaboradores e

We have a client-centric business model that is structured to enhance our agility to deliver the full range of our services globally. We create best teams

Aurecon in brief

for our key clients, develop strong client relationships and deliver market-leading solutions.    Our clients benefit from our collaborative approach that nurtures the development of leading expertise across their industries. Aurecon’s technical professionals develop business advantage for our clients based on an in-depth understanding of the industries in which they operate. Aurecon’s values form the foundation of our commitment to our client relationships; our promise to our people; and the contribution we make to the communities in which we live and work: •

We foster human achievement through excellence, innovation and collaboration

We celebrate diversity and respect others by acting with integrity and honesty

We work to build a vibrant and brighter future for all

We aim to set industry standards, benefit communities and make a significant contribution throughout the developed and developing world.


47

Aurecon Angola Lda, Edifício Aurecon, Rua 55 Projecto Nova Vida Luanda, Angola T +244 222 015 873 F +244 222 014 232 angola@aurecongroup.com Imagens © Aurecon Group Fotografias: Orange Orbit Productions


www.aurecongroup.com


Duas Décadas em Angola - Two Decades in Angola