Page 21

Clubes vão debater a parte financeira do Paraibano de 2013 Página 23

A UNIÃO

João Pessoa, Paraíba - QUINTA-FEIRA, 18 de outubro de 2012

BASQUETE em paraná

Paraíba disputa a 1 Divisão Seleção embarca no próximo sábado para disputar o Brasileiro Herbert Clemente Especial para A União

A partir da próxima segunda-feira a Seleção Paraibana Sub-15 feminina de basquete vai lutar para permanecer na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, que será realizado no Ginásio de Esportes 10 de Agosto, na cidade de Goioerê-PR, até o dia 28 deste mês. A estreia das paraibanas será às 14h, diante das meninas do Mato Grosso. A delegação que irá representar a Paraíba embarca nas primeiras horas do sábado com destino ao Paraná, saindo do Aeroporto Castro Pinto. O Brasileiro, Primeira Divisão, vai reunir as dez melhores seleções do país na categoria. As equipes foram divididas em dois grupos. No grupo “A” estão São Paulo, Paraná, Espírito Santo, Maranhão e Pernambuco. Já o grupo “B”está formado com as equipes da Paraíba, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O presidente da Federação Paraibana de Basketball (FPB), Ricardo Prado, acha difícil as meninas do Estado

a

FOTO: Divulgação

brigarem pelo título devido a falta de experiência do grupo. Ele espera que o time se esforce e permaneça na elite do campeonato. “É um time muito novo, só tem mesmo Malu e Lívia com experiência. A nossa perspectiva é de permanecer na Primeira Divisão. A gente sabe que é muito difícil, porque fora essas duas jogadoras e mais outra a equipe é muito verde para enfrentar o campeonato da Primeira Divisão”, disse Ricardo. O presidente da FPB ressaltou que apenas duas vitórias praticamente garantem a permanência da Paraíba na elite do Brasileiro. “Sabemos da responsabilidade, mas ao mesmo tempo não podemos pressionar o grupo que é muito jovem. Vamos em busca do melhor e para isto elas treinaram muito”, comentou a professora Priscila Stéfani, técnica da equipe. A primeira rodada, disputada segunda-feira, terá os seguintes confrontos no Ginásio de Esportes 10 de Agosto: Paraíba x Mato Grosso (14h), Espírito Santo x Maranhão (16h), Santa Catarina x Mato Grosso do Sul (18h) e Paraná x Pernambuco (20h30). As seleções de São Paulo, no grupo “A”, e do Rio de Janeiro, no

Pedro Alves Especial para A União

Atletas do basquete paraibano embarcam no fim de semana para disputar o Campeonato Brasileiro

“B”, folgam no primeiro dia de competição. De acordo com o regulamento do Brasileiro, na primeira fase as equipes jogam entre si dentro de suas respectivas chaves. Os dois primeiros colocados de cada grupo se classificam para a fase semifinal. O primeiro colocado do grupo “A” enfrenta o segundo colocado do gru-

po “B” e o segundo colocado do grupo “A” joga com o primeiro do grupo “B”. Os vencedores disputam o título, enquanto que os perdedores decidem o terceiro lugar. O técnico da Seleção Brasileira Sub-15 feminina, Júlio César Patrício, estará em Goioerê acompanhando o desempenho das atletas e irá trocar informações com os técnicos

das seleções estaduais. O Campeonato Brasileiro Sub-15 feminino, Primeira Divisão, é organizado e realizado pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), financiado pela Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal através do convênio com o Ministério do Esporte, e apoiado pela Federação Paranaense de Basketball.

Marcos Lima

Hoje a Servicar estará em quadra com todas as suas titulares. Ontem, a equipe jogou contra o Fênis, de Rondônia. Depois da partida de hoje, diante do Jataí-GO, ficará restando apenas o jogo contra o Alecrim-RN, programado para amanhã, às 18h30, no Complexo Esportivo Deputado Arnóbio Abreu, em Assu-RN. A XXI Taça Brasil de Futsal Adulto Feminino da Primeira Divisão é promovida pela Confederação Brasileira de Futsal, teve sua abertura na última segun-

da-freira e se prolongará até o dia 21 deste mês, no Complexo Esportivo Deputado Arnóbio Abreu, em Assú, município com cerca de 50 mil habitantes. O representante da Paraíba na competição está no Grupo P1 que tem ainda Jataí-GO), Fênix-RO, Alecrim-RN e Fluminense-RJ. Nove equipes disputam a competição. O Grupo P2 é formado por Rodobeck (BA), Náutico-PE, Energisa-SE e Carnaubais-RN. Os dois clubes melhores classificados passam para a fase seguinte que é mata-mata.

FOTO: Divulgação

Servicar volta a jogar pela Taça Brasil de Futsal

Contra o Fluminense, o time paraibano fez uma boa exibição

marcosauniao@gmail.com

A Servicar, representante da Paraíba na XXI Taça Brasil de Futsal Adulto da Primeira Divisão que ocorre na cidade de Assú, no Rio Grande do Norte, volta ás quadras hoje pela terceira rodada quando enfrenta o Jataí, de Goiás, no entanto, na estreia na última terça-feira diante do Fluminense-RJ, mostrou que tem potencial suficiente para conquistar uma das duas vagas do Grupo P1, quando empatou com o time carioca em 0 a 0.

Técnico destaca a pontuação de Luana Lira no Mundial e diz que a atleta está evoluindo alta para a paraibana executar na Taça Brasil. Ele informou ainda que a chegada de cama elástica, cintos e elásticos na Vila Olímpica Ronaldo Marinho, para os treinos da modalidade, ajudará os atletas que são comandados por ele a executar saltos com maior grau de dificuldade. “Eu assumi a Luana e os atletas agora em julho, então eu não tive muito tempo para trabalhar ela. Nós vamos ter um tempo maior agora e vamos receber um material para o nosso ginásio que vai nos auxiliar e muito, porque a gente sente essa ausência desse material uma vez que o salto ornamental não se trata apenas de ir para a piscina, existe um trabalho que precisa ser feito no ginásio. De posse desse material, a gente vai conseguir treinar esses saltos com um grau de dificuldade maior, que é o que Luana e os outros atletas precisam”, disse Edmundo. A meta principal de Luana ago-

Terá início na próxima segunda-feira o curso de arbitragem de beach soccer, que a Federação Paraibana de Beach Soccer (FPBS) vai organizar para os interessados em conhecer as regras e como aplicá-las em uma partida. O curso é oficial e reconhecido pela Confederação Brasileira de Beach Soccer (CBBS). Os interessados vão passar por uma carga de 12 horas de aulas teóricas e 4 horas de aulas práticas. O curso de arbitragem será ministrado pelo árbitro internacional da Fifa, Magno Moreira da Silva, que também é instrutor oficial da entidade internacional. O professor ainda é membro da Comissão Nacional de Arbitragem da CBBS e tem bastante experiência no esporte. As atividades serão divididas em quatro semanas. Na primeira, serão realizadas as aulas teóricas, que vão acontecer no auditório do Colégio Menino de Jesus, que fica ao lado do Marista Pio X. Na próxima terça-feira as aulas teóricas continuam no mesmo local. O curso segue pelos dias 29 e 30 deste mês e nos dias 3, 4, 10 e 11 de novembro. O curso vai abordar diversos aspectos da arbitragem e não apenas uma formação visando somente a hora de trilar o apito. Os alunos terão a oportunidade de conhecer a história da modalidade com uma palestra de Aílton Cavalcanti, presidente da FPBS, que vai dá o ponta pé inicial às atividades. FOTO: Marcos Russo

avaliação

Apesar de não ter alcançado nenhum resultado expressivo na competição, o técnico de Luana Lira, Edmundo Vergara, declarou estar satisfeito com o desempenho da saltadora no Mundial de Saltos Ornamentais. “Considerando a participação de potências como China, Estados Unidos e Austrália, eu acredito que a classificação de Luana, mesmo sendo abaixo de vigésimo lugar, não pode deixar de ser considerada como um êxito grande para ela, porque a gente tem que levar em conta a questão da pontuação dela. Todo atleta tem uma pontuação, então eu teria ficado desapontado se Luana não tivesse se aproximado da quantidade de pontos que ela fez no Brasileiro há dois meses atrás. Só que ela ultrapassou esses pontos que ela fez no Brasileiro e isso mostra a evolução dela”, afirmou Edmundo. O técnico de Luana Lira revelou que já tem em mente saltos de série

Federação vai iniciar curso de arbitragem na segunda-feira

ra é voltar a competir no Mundial. Como o evento é realizado a cada dois anos, a próxima edição da competição será disputada apenas em 2014, ano em que Luana chegará ao limite de idade deste torneio internacional. No seu retorno, a paraibana espera mostrar muito mais do que apresentou este ano. Passado o Mundial, Luana volta as suas atenções agora para a Taça Brasil, que será realizada em Belém-PA entre os dias 6 a 9 de dezembro. O período de treinos agora no final do ano e a participação na competição nacional será uma boa oportunidade para a atleta praticar saltos com maior grau de dificuldade. A ausência de saltos de série alta, como são chamados, foi o principal motivo apontado por Luana para explicar a baixa pontuação da paraibana no Mundial. Os saltos difíceis, quando bem executados, rendem mais pontos nas competições.

Paraibana Luana disputou o Mundial de Saltos Ornamentais

Jornal A União  

Edição 18.10.2012

Advertisement