Issuu on Google+

A Arte Renascentista: A Arquitectura


Índice 1. Principais fases do Renascimento 2. Características da arquitectura Renascentista 3. Desenvolvimento da arquitectura do Renascimento em Itália 4. Difusão da arquitectura na Europa 5. Séculos XV e XVI


Os historiadores dividem o Renascimento em Itália em três fases.

Quattrocento, o período inicial do Renascimento de 1400 a 1500 d.C.

Cinquecentto, a Alta Renascença de 1500 a 1525 d.C.


Quattrocento O espaço, como um elemento de arquitectura, foi utilizada de forma diferente da que tinha sido na Idade Média . Foi organizado pela lógica

proporcional,

pela

sua

forma e ritmo sujeitos à geometria.


Alta Renascenรงa Durante o Alto Renascimento, os

conceitos

Antiguidade

derivados clรกssica

da

foram

desenvolvidas e utilizadas com maior garantia.


Características da arquitectura renascentista As características distintivas óbvias clássica

da

arquitectura

romana

foram

adoptadas pelos arquitectos do Renascimento.


Arcos Os arcos são semicircular. Arcos são usados frequentemente nas arcadas, apoiada em pilares ou colunas com capitéis. Pode haver uma secção de entablamento entre a capital e pela eclosão do arco.

Tectos Os telhados são equipados com tectos lisos. Não ficam abertos como na arquitectura medieval frequentemente decorados.

e pintados

são e


Principais arquitectos do Quatroccento


Fillipo Bruneleschi Quem trouxe a visão renascentista para

a

arquitectura

foi

Filippo

Brunelleschi, que viveu de 1377 a 1446. A característica principal da sua obra foi a “ordem”. A

partir

da

observasam

da

arquitectura de Roma apareceu o desejo de simetria e proporção.


Michelozzo Micholozzi Michelozzo Michollozi foi outro dos

grandes

Quattrocento,

arquitectos primeiro

do

perĂ­odo

do Renascimento. Foi um dos primeiros a trabalhar o estilo Renascentista fora de ItĂĄlia.


Alberti Nasceu em GĂŠnova em 1402 e foi um importante

filosofo

da

arquitectura

renascentista. Tornou-se assistente do Papa Nicolau V e ajudou-o a reformar o Vaticano e a igreja de Santo EstevĂŁo Redondo. Alberti fez o primeiro grande livro sobre a arquitectura.


Donato Bramante Arquitecto e pintor italiano, Donato Bramante nasceu em 1444, na regi達o de

Urbino.

Ter叩

iniciado

a

sua

aprendizagem de pintor e arquitecto em Urbino. Na regi達o da Lombardia produziu diversas obras importantes da arquitectura

do

renascimento,

tais

como a Igreja de Santa Maria Delle Grazie (1466), em Mil達o.


Antonio da Sangallo Ant贸nio Sangallo (1483-1546) foi um dos arquitectos mais importantes da sua 茅poca. Foi para Roma, muito jovem. Uma das suas primeiras obras arquitect贸nicas foi a casa para o Cardeal

Alessandro

Farnese,

em

1513, que mais tarde se tornaria Papa Paulo III.


Difusão da arquitectura renascentista na Europa A arquitectura renascentista começou em Itália e espalhou-se pela Europa por motivos como guerras, anexações de territórios e pelo facto de os artistas italianos viajarem pela Europa ou serem contratados por inúmeras cortes europeias.


Séc XV/XVI Séc XV Séc XV


França

A arquitectura renascentista chegou a França no século XVI. O estilo desenvolveu-se progressivamente com a contratação de vários artistas italianos como Sebastian Serlio,Francesco Primaticcio e Leonardo Da Vinci para grandes obras como Castelo de Chambord e o de Castelo de Amboise.


Espanha

A arquitectura renascentista chegou a Espanha no século XV e está dividida em três estilos. O plateresco é um estilo que se baseia na mistura entre o gótico espanhol e as novas ideias italianas. O purismo e caracterizado pelo grande rigor decorativo. O estilo herrediano é caracterizado pelo predomínio de linhas rectas e volumes cúbicos.


Portugal O Renascimento só chegou a Portugal no século XVI e só durou durante os reinados de D. Manuel I e de D. João III. Bons exemplos da arquitectura renascentista em Portugal são: a Igreja da Graça (Évora) e o claustro D. João III no Convento de Cristo em Tomar.


Séculos XV e XVI A arquitectura do Renascimento, foi produzida durante os séculos XIV ao XVI. Caracteriza-se por ser um momento de ruptura na História da Arquitectura. Esta ruptura, manifesta-se a partir do Renascimento e caracteriza-se por ser uma nova atitude dos arquitectos em relação á sua arte, passando a assumirem-se cada vez mais como independentes de quem encomenda as suas obras.


Michelangelo Michelangelo (1475-1564). Foi um pintor, escultor, poeta e arquitecto italiano. A sua carreira desenvolveu-se na transição do Renascimento para o Maneirismo.


Obras de Michelangelo


Fontes http://pt.wikipedia.org/wiki/Arquitetura_do_Renascimento http://en.wikipedia.org/wiki/Renaissance_architecture http://pt.wikipedia.org/wiki/Miguel_%C3%82ngelo http://pt.wikipedia.org/wiki/Michelangelo Livro de história: “História 8 (Parte 1)


Índice de imagens Capa: Igreja da Graça (Évora) Índice: Basílica de S. Pedro (Vaticano) Slide 4: Catedral de Santa Maria das Flores (Florença) Slide 5: Igreja de Jesus Slide 6: Tempieto


Fontes de imagens http://en.wikipedia.org/wiki/File:Classical_orders_from_the_Encyclopedie.png http://en.wikipedia.org/wiki/File:StPetersDomePD.jpg http://en.wikipedia.org/wiki/File:Palazzo_Medici_Riccardi.JPG http://en.wikipedia.org/wiki/File:Santa_Maria_Novella.jpg http://en.wikipedia.org/wiki/File:Milano_Grazie_1.JPG http://en.wikipedia.org/wiki/File:Petersdom_von_Engelsburg_gesehen.jpg


FIM

António Estriga, nº1 Guilherme Rato, nº13 José Fonseca, nº 18 Rafael Ribeiro, nº 26


A Arquitectura do Renascimeto