Page 1

A TRIBUNA www.atribunamt.com.br

quinta-feira, 16 de junho de 2011 ROBERTO

BARCELOS

V ÁRIO NA T R O H O V NO E la s” el a C o m

O Colunismo Social Inteligente.

te m te li “N a T a a su m a ra n g es ta r O p ro ri o e va i o rá ri o n o n o vo h o rá ta s, em h in n u o q R as V T n h a to d as r d as 2 0 h 15 , n a ti . ar 8 p al a b re , n o ca n S e li g u e don SBT.

O

lá pessoal! Você já ouviu dizer que a raiva, a mágoa e o ressentimento são venenos que bebemos esperando que os outros morram e que a maioria das pessoas frustradas alimenta esse sentimento como fonte de vida. Hoje, vamos refletir sobre a raiva, na próxima quinta sobre mágoa e depois sobre ressentimento.

Raiva

Foi tudo de bom

Toda vez que alguém ou algo se choque com o bem-estar de outra pessoa, com o seu prazer, irá imediatamente produzir a chispa da raiva. Esta poderá abrandar-se logo ou atear incêndio, dependendo da área que tenha atingido. A raiva é a reação emocional imediata à sensação de se estar sendo ameaçado, sendo que esta ameaça possa produzir algum tipo de dano ou prejuízo. Não há quem já não tenha sido vítima da raiva. Todos os dias, nos deparamos com diversas pessoas, no trabalho, no trânsito, nas conversações cotidianas... Sendo estas as mais diversas, portadoras dos mais variados estados de ânimo. Não raro, alguma palavra mal empregada, algum tom de voz equivocado e então nos sentimos ofendidos, tendo a raiva como reação imediata. Sentir raiva é atitude natural e normal no quadro das experiências terrenas. Canalizá-la bem, elucidando-a até a sua diluição, é característica de ser saudável e lúcido, conforme assevera a benfeitora espiritual Joanna de Ângelis. Mas como impedir que esta sensação inquietante se alastre e não ocupe mais espaços na nossa mente e sentimentos? Segundo a nobre mentora, o primeiro passo a ser dado é a aceitação de se estar sentindo raiva. Não há motivos para nos envergonharmos da raiva e do fato de senti-la. Camuflá-la perante atitudes de falsa humildade e santificação são atitudes de quem ilude a si próprio, optando pelo parecer em detrimento do ser. Em seguida, devemos nos indagar: “Por que fiquei tão bravo ou brava com a atitude daquela pessoa? Por que me deixei atingir tanto? O que esta pessoa fez de tão desagradável a ponto de conseguir me desequilibrar o restante do dia?” Neste momento inicia-se a racionalização da raiva, e então é que percebemos que nós mesmos tivemos uma participação ativa na sua elaboração. Não foi o outro que produziu raiva em mim, pois somos nós que estamos sentindo raiva, logo nós mesmos a produzimos. Está em nós a sua origem e não no exterior. Como dissemos, a raiva é uma reação emocional que ocorre toda vez que alguém vai de encontro ao nosso bem-estar, de maneira que nos sentimos ameaçados. O que então nos deixou tão ameaçados? Que área do meu ser aquela palavra proferida pelo ofensor atingiu de maneira tão precisa? Por que aquilo que foi dito significou tanto para nós? A partir desse momento nós começamos a perceber que na verdade a sensação de inferioridade ou de ofensa não foi produzida pelo outro, ela já existia dentro de nós. Seria como se a palavra empregada fosse a chave certa para uma determinada ideia existente dentro de nós mesmos – ela já estava ali – bastava acioná-la. A raiva é o lançamento de uma cortina de fumaça sobre nossos próprios defeitos, a fim de que eles não sejam percebidos pelos outros, sendo que quanto maior for o complexo de inferioridade da pessoa, mais vulnerável ela será a tudo o que for direcionado a ela do mundo exterior. A raiva produz mágoa e ressentimentos, e essa mistura de sentimentos doentios é como você tomar veneno esperando que o outro morra. Pense nisso!

O Baile dos Namorados reuniu, no salão climatizado do Caiçara Tênis Clube, muita gente animada e de bem com a vida para comemorar o Dia dos Namorados dançando muito e se divertindo pra valer até a madrugada. A banda Mistura Fina deu um show da melhor qualidade e não deixou ninguém parado. Nota 1000 para os bailarinos do grupo JR que agradaram em cheio tanto no guarda-roupa como na coreografia. A mesa de frios era só sabor e qualidade e quem saboreou aprovou e se fartou das variedades. Parabéns ao presidente Lucas Neto, alguns diretores e conselheiros que contribuíram na realização do evento, registrado como o baile de despedida da atual gestão. Perdeu quem deixou de comparecer... Parabéns aos que compareceram e curtiram momentos de alegria e muita descontração. Vale lembrar que a Banda Mistura Fina foi formada por músicos e cantores profissionais de Rondonópolis: Max Ferraz (voz e teclado), Célia Morel (voz), Adriano Valente (voz e teclado), Robertinho (voz), Cris (voz), Niltinho (guitarra), Moisés (percussão), Thiago (bateria), Cido (baixo), Martinho (violão) é a grande opção regional para animar bailes, formaturas, casamentos, aniversários e eventos em geral. Para contratar é só ligar no 9999-4747 (Amélia Stefanini).

Agradecimento Em nome da AVROC (Associação de Voluntários de Rondonópolis de Combate ao Câncer) agradecemos a direção de jornalismo da TV Centro América pelo apoio e colaboração na divulgação do nosso trabalho voluntário e na 11ª Feijoada da Avroc. Obrigada, de coração! AMÉLIA

STEFANINI

MEDEVILLE As noites estão bem fresquinhas e dormir agasalhado e confortavelmente é tudo o que você e ele precisam. As lojas Medeville do Shopping e do centro apresentam lindas coleções de pijamas masculinos e femininos com tecidos apropriados para resguardar seu sono e sua saúde.

RIVIAN DIAS

RIVIAN DIAS

Enlace Em clima de felicidade e muitas emoções, aconteceu o casamento de Gislaine do Carmo G. Gonçalves e José Gonçalves, na Estância Santa Luzia, em São José do Povo.

Adriano Valente se apresenta ... 17/06 - sexta - Festa Junina do Caiçara Tênis Clube 18/06 - sábado- Feijoada Musical no Restaurante Galles 18/06 - sábado - Festa Junina da Interagrícola no Caiçara 19/06 – domingo - Companheirismo Rotary RondonópolisChácara Rondon 21/06 – terça - Jantar empresarial no Caiçara 22/06 – quarta - Festa Junina da Rotary Rio Vermelho-Canadá Se você está a fim de se divertir, curtindo os ritmos brasileiros e latinos com repertório da melhor qualidade acompanhado da sua família, dos amigos e da galera pode marcar na agenda. Imperdível!

39ª Exposul Parabéns as candidatas que preencheram o requisitos para a disputa do titulo de Garota Exposul 2011 com o apoio do Sindicato Rural de Rondonópolis e da West Country. Elas serão apresentadas na próxima segunda feira no lançamento da 39ª Exposul e escolhidas na seguinte ordem : 1º lugar Garota Exposul, 2ª Garota Cristal e 3ª Garota Country e receberão respectivamente os prêmios de R$ 3.000,00, R$2.000,00 e R$ 1.000,00. A organização do concurso está a toda com os preparativos .

REDCOLOR

O radialista Vitor Santos, da Rádio Clube, parabeniza o também radialista e cinegrafista da TV RIT, Ronicley Parateco, pelo seu aniversário que transcorre amanhã (17).

AGENDA DO CAIÇARA Para sócios e convidados dos sócios, o Caiçara Tênis Clube oferece serviço de qualidade no seu Restaurante e Lanchonete. Informe-se pelo fone 34267607 na secretaria do clube ou pelo site www.caiçaratenisclube.com.br SÁBADO – feijoada completa (quilo) - Caipirinha e sobremesa a partir das 11h. DOMINGO – almoço - filé de frango empanado, carne assada de domingo, lasanha bolonhesa, feijão caseiro, arroz branco e colorido, saladas legumes e verdes, sobremesa e ainda serviço a lá carte (no cardápio)a partir das 11h.

B

Arraiá da Vó Zenita Êta festança danada que o nosso amigo Ubaldo Tolentino de Barros proporcionou no dia (4) pra um montão de gente. O pessoal se esparramou no pagode, anarriê, forró, xote, vanerão, arrastapé ao som do grupo Sedução SA, Adriano Valente e da dupla Aszor e Luciano. Teve inté sorteio de prêmios. O Arraiá ferveu de alegria e só terminou no amanhecer do dia.

Felizes da vida O casal Fagner e Miriam (Saúde e Vida Farmácia de Manipulação) esteve no studio da Red Color, onde registrou este lindo momento à espera pela Ana Luisa.

em minha gente, canalizar bem a raiva significa, assim, refletir sobre o porquê de nosso desequilíbrio momentâneo. Da mesma forma, outro recurso deve ser empregado: refletir sobre a origem do ato na outra pessoa. Isso significa perceber que a pessoa estava em desarmonia no momento em que agiu, de forma impensada, produzindo o conflito. Significa tentar perceber que o outro agiu sem nenhuma intenção de produzir o dano que nós agora sentimos. Isso não significa, de maneira alguma, que devamos ser coniventes com o desrespeito e ironia das pessoas ao nosso redor, as quais agem sem pensar nas conseqüências de seus atos. Mostrar-se ofendido, mostrar-se desgostoso com a situação, demonstrar os sentimentos de contrariedade e até mesmo a raiva inerente à ofensa são reações perfeitamente normais, de quem respeita a si mesmo e se considera credor do respeito e consideração dos seus semelhantes. Da mesma forma, dar uma corrida, realizar exercícios físicos ou algum trabalho que leve à exaustão, são recursos valiosos para se diluir a raiva. Extravasar, contar para os amigos como se sente, também são atitudes saudáveis e terapêuticas. O que não se deve fazer é camuflá-la, reprimi-la, pois então estaremos oportunizando o surgimento da mágoa e do ressentimento. Beijos da Amélia Stefanini

CMYK

AmeliaSocial.com  

Coluna A TRIBUNA

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you