Page 1


Presidência LUIS SOARES PRESIDENTE

Gestão Comercial

EROS QUIAIOS

MARIA SOARES

A.P

M.Biologia Aplicada

VICE-PRESIDENTE ADJUNTO

VICE-PRESIDENTE FINANÇAS E PATRIMÓNIO

A Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv) possui trinta e cinco anos de magnifica história no apoio, defesa e representação dos direitos e interesses dos Estudantes da Universidade de Aveiro (UA). Sendo a Lista A conhecedora da conjuntura difícil na qual se encontra a nossa sociedade e o sistema de ensino superior, não sendo a AAUAv exceção, impõem-se a necessidade de existir uma liderança forte, capaz de projetar a instituição no futuro, assente numa visão abrangente do meio académico e baseada numa transparência institucional que credibilize toda a estrutura perante os estudantes e a comunidade em geral. É por tudo isto que a Lista A candidata-se aos Órgãos Sociais da AAUAv, uma vez que estamos cientes e convictos do grau de responsabilidade e maturidade que o momento exige, revelando-se fundamental uma mudança que permita devolver a confiança aos estudantes na instituição e em quem os representa. Propomo-nos por isso, ter uma estrutura organizacional direcionada à realidade dos estudantes, tendo com prioridade os fatores que influenciarão a vivência destes na academia. Dando especial relevância a áreas consideradas prioritárias pela Lista A, como é o caso da Ação Social e Intervenção Cívica e da Pedagogia, Emprego e Empreendedorismo. Desta forma a Lista A atreve-se a: - Trabalhar em prol de sistema de ação social mais justo e abrangente, indo de encontro às necessidades atuais dos nossos Estudantes; - Estar na linha da frente na construção de um modelo de ensino inovador e multidisciplinar, assente na excelência oferecida pela UA; - Dotar os Estudantes de ferramentas diferenciadoras para serem integrados satisfatoriamente num mercado laboral cada vez mais exigente e competitivo; - Apostar estrategicamente no Desporto, potenciando e optimizando a prática desportiva de recreação e competição, aliada a uma politica desportiva baseada na eficiência de recursos;


Presidência

- Apoiar e capacitar os Núcleos, pilar basilar da instituição, dotando-os de maior autonomia na sua ação; - Estruturar e diversificar a oferta cultural, servindo como elemento estratégico de aproximação a Cidade; - Criar novos serviços, indo de encontro às necessidades dos Estudantes, bem como, tornar os atuais mais eficientes e atrativos; - Promover um contacto direto com os Estudantes, informando e incentivando a sua participação ativa no movimento associativo; - Auscultar de forma constante, cuidada e detalhada os Estudantes, para representá-los da melhor forma e sermos assim, executantes das suas vontades; - Implementar o orçamento participativo, destinando 1% do orçamento global a projetos de Estudantes em prol da academia e da cidade; - Apresentar e executar um orçamento competitivo, permitindo a realização da sua normal atividade, ajustando-a ao financiamento conseguido; - Criar um gabinete direcionado para a captação do investimento, transversal a toda a estrutura, assente em programas de apoio nacionais e europeus; - Aproximar-se da Cidade através de um renovado e diferente projeto “Aveiro é Nosso”; - Afirmar a AAUAv como uma referência do movimento associativo nacional, através de uma postura ativa e interventiva na discussão em torno das políticas de ensino superior. Contamos contigo !

3


DEPARTAMENTO PARA A AÇÃO SOCIAL E INTERVENÇÃO CÍVICA Luís Silva

rAQUEL LIMA

A.P

Enfermagem

vice-presidente

VOGAL

A Ação Social é um dos maiores alicerces do atual Sistema de Ensino Superior, revelando-se fundamental nos seus diferentes âmbitos para o percurso dos nossos Estudantes. Apesar disso, temos assistido ao longo dos últimos anos a um sucessivo desinvestimento nesta área estratégica de apoio aos Estudantes, condicionando assim, o normal acompanhamento das necessidades dos mesmos. No nosso entender, nenhum estudante deve ser excluído do sistema de ensino universitário por incapacidade financeira, antes pelo contrário, deve ser protegido e dotado de iguais condições para atingir o desejado sucesso académico. Este espaço de atuação é considerado pela Lista A como uma das principais áreas de ação da AAUAv. É nesse sentido que queremos intervir. Trabalhando permanentemente, de forma responsável, vamos ter uma postura construtiva na apresentação de medidas concretas para tornar os apoios sociais mais justos e abrangentes, indo assim de encontro das reais necessidades dos nossos Estudantes. Para além de um percurso académico meritório, o estudante possui outras dimensões enquanto individuo, na procura constante pela excelência. A intervenção cívica irá ser parte integrante do nosso projeto em conjunto com a ação social. As nossas atividades irão no encontro de fortalecer a interação entre a academia e a comunidade envolvente, dotando o aluno de uma formação cívica que vai muito para além do aprendido em ambiente de sala de aula. Desta forma a Lista A atreve-se a: - Garantir o acompanhamento permanente de todo o processo de atribuição de bolsas de estudo, informando e apoiando ativamente os Estudantes; - Manter uma postura ativa e construtiva na apresentação de propostas concretas, no intuito de tornar os apoios sociais existentes mais abrangentes e verdadeiramente inclusivos; - Promover os apoios sociais indiretos existentes, bem como, colaborar com os órgãos responsáveis em prol de aumentar e diversificar a sua disponibilidade, ajudando assim um maior número de alunos;


DEP. AÇÃO SOCIAL E INTERVENÇÃO CÍVICA

- Acompanhar regularmente todos os residentes, conhecendo de perto a sua realidade através de visitas regulares e da realização do fórum de residentes; - Incentivar e promover a interação entre residentes através de convívios lúdicos de residentes e da realização do bloco cultural; - Envolver os residentes na organização do Inter-Residências, atividade desportiva com grande história na academia; - Dinamizar e reconhecer a importância das Comissões de Residentes, apresentando uma proposta de alteração no seu âmbito de ação por forma a valorizara-las; - Criar um manual informativo sobre os apoios sociais, onde constem os diferentes tipos de apoios existentes e respetivas indicações de funcionamento; - Promover campanhas de sensibilização dos mais variados âmbitos, incentivando assim uma cidadania ativa; - Organizar a semana social, abordando as problemáticas socias cada vez mais presentes na nossa comunidade envolvente; - Criar o projeto “The Following”, prestando apoio voluntario a quem dele realmente precisa; -Implementar o projeto “Book Crossing”, fomentando desta forma a leitura regular sem custos associados; -Realizar iniciativas de diferentes tipos no intuito de reforçar o Fundo Social Ativo. Contribuindo assim, para uma maior justiça social na nossa Universidade; -Elaborar um inquérito social para nortear a intervenção da AAUAv, tendo por base a realidade existente na academia; - Discutir temas sensíveis da nossa sociedade, através de uma abordagem diferente, simplificando a sua complexidade.

5


DEPARTAMENTO PARA A PEDAGOGIA, EMPREGO E EMPREENDEDORISMO DANIEL CATITA

LILIANA CARVALHO

BEATRIZ SEABRA

E.C.T

A.P

E.G.I

vice-presidente

VOGAL

VOGAL

A existência de um departamento específico para as áreas da Pedagogia, Emprego e Empreendedorismo demonstra a atenção especial da Lista A para com estes temas e a consciência plena do atual panorama nacional que vivenciamos. É uma das responsabilidades máximas da AAUAv garantir que a formação dos Estudantes da UA é diferenciadora, assente na excelência e adequada às necessidades do mercado. Neste sentido, é necessário o acompanhamento pedagógico dos vários cursos da academia, valorizando índices de sucesso, identificando problemáticas que condicionem o seu bom funcionamento e capacitando os seus intervenientes. O cerne da preocupação da Lista A são os Estudantes. Deve, desta forma, haver um acompanhamento contínuo de todos eles, não esquecendo os estudantes que frequentam os diversos regimes de frequência, bem como, com necessidades educativas especiais. A Lista A propõe-se garantir uma maior proximidade entre os Estudantes e o tecido empresarial e fornecer ferramentas para o seu sucesso no momento de ingresso no mercado de trabalho. É esta a nossa verdadeira missão. Por isso, a Lista A atreve-se a: - Avaliar e discutir o modelo educacional e as estratégias de internacionalização da UA; - Analisar a implementação do processo de Bolonha e as suas implicações para a UA e os seus Estudantes; - Incentivar à participação e o acompanhamento dos alunos em programas de mobilidade; - Apresentar propostas no âmbito do Plano de Enriquecimento Curricular; - Apoiar os Estudantes com necessidades educativas especiais; - Acompanhar os diferentes regimes de frequência, CET’s/CSE’s e outros estatutos em vigor; - Defender mais espaços de estudo com horários alargados; - Acompanhar à reorganização da Rede de Ensino Superior e ao RJIES;


DEPARTAMENTO PARA A PEDAGOGIA, EMPREGO E EMPREENDEDORISMO

- Promover e contribuir para o Sistema de Garantia de Qualidade; - Analisar e acompanhar o funcionamento do Regulamento de Estudos da UA; - Auscultar e capacitar às Comissões de Curso; - Reativar o fórum pedagógico discente e criar o fórum discente das unidades orgânicas; - Analisar os resultados e o impacto da avaliação e acreditação dos cursos do ensino superior; - Promover e colaborar com o Programa Tutoria; - Defender a implementação alargada do suplemento ao diploma; - Divulgar e fomentar as Bolsas de Investigação; - Organizar o Dia do Estudante, premiando o mérito académico dos nossos Estudantes; - Elaborar Inquéritos Pedagógicos para fundamentar a sua intervenção; - Disponibilizar consultas de psicologia vocacional; - Organizar a semana do emprego, atividade emblemática de toda a estrutura; - Promover a formação no âmbito das saídas profissionais e primeiro emprego; - Criar uma base de dados de bolsas de estágios curriculares e profissionais; - Promover bolsas e conferências de empreendedorismo; - Realizar concursos de ideias.

7


DEPARTAMENTO DE APOIO AOS NÚCLEOS ANA BRANQUINHO

SÉRGIO COSTA

SARA MACHADO

M.Psicologia

Eng. do ambiente

Matemática

vice-presidente

VOGAL

VOGAL

Os Núcleos, são encarados pela Lista A, como o verdadeiro pilar basilar da AAUAv, desempenhando funções imprescindíveis para a instituição, ao auscultar e corresponder aos interesses dos estudantes que representam, indo de encontro às suas necessidades pessoais, profissionais e académicas, num âmbito mais próximo e especializado. Assim sendo, é fundamental que os Núcleos beneficiem de uma forte e eficaz ligação à Direção, facultada especialmente por este este Departamento que fomenta a interação e comunicação. Sendo os Núcleos a força da AAUAv, este departamento tem como principal compromisso acompanhar, capacitar e dar todo o apoio, estando sempre disponível para ajudar na criação de um pré-núcleo até ao seu pleno funcionamento. Esse apoio aos núcleos caracteriza-se, resumidamente, pela orientação estratégica, formação competente e consiste aos seus dirigentes nas diferentes áreas de intervenção, auxilio na realização de atividades e comunicação bilateral. Por tudo isto, a Lista A atreve-se a: - Promover uma comunicação e ligação eficiente entre a Direção e os núcleos; - Incentivar a apoiar a criação de novos núcleos; - Reformular e atualizar regulamentos de funcionamento dos núcleos, para que assim, estes vão de encontro às necessidades atuais dos seus Estudantes; - Visitar regularmente as sedes dos núcleos e acompanhar todo o seu trabalho; - Resposta eficaz às necessidades e requisições dos núcleos; - Apostar no sistema de atribuição de subsídios aos núcleos; - Promover novas formas de captação de investimento para os núcleos; - Acompanhar e apoiar o envolvimento dos núcleos nas respetivas associações e federações nacionais; - Estimular o estabelecimento de sinergias entre núcleos e a cidade; - Implementar o estatuto de agente associativo, protegendo assim, os dirigentes dos núcleos; - Reformular e aumentar a formação disponibilizada a todos os núcleos, para uma


DEPARTAMENTO DE APOIO AOS NÚCLEOS

melhor capacitação dos mesmos para os desafios do seu mandato; - Incentivar uma linguagem uniformizada entre todos os núcleos; - Aumentar a diversidade atratividade do merchandising disponível; - Dinamizar o Conselho de Núcleos e em conjunto com os núcleos, fazer a revisão do seu modelo, de forma a privilegia-lo como espaço de discussão e de participação de toda a estrutura; - Auscultar frequentemente os núcleos, de forma a adaptar a nossa ação às suas reais necessidades; - Envolver os núcleos na definição estratégica da AAUAv enquanto uma instituição global.

9


DEPARTAMENTO PARA O DESPORTO, SAÚDE E BEM-ESTAR ANDRÉ DIAS

RUBEN LOUREIRO

DANIEL NETO

Economia

Biotecnologia

Fisioterapia

vice-presidente

VOGAL

VOGAL

A atividade desportiva é uma prática corrente e enraizada na nossa universidade, servindo como um dos principais elementos formadores do individuo. A AAUAv representa todas as equipas e atletas, que ao longo da nossa história têm representado de forma honrosa a nossa academia, mostrando a qualidade desportiva dos nossos estudantes. A área da Saúde e Bem-Estar é, a par da desportiva, muito importante na visão que temos para o futuro da AAUAv e dos Estudantes. Como tal, olhamos para a saúde de um modo especial e preocupamo-nos com os estilos de vida adotados pela comunidade académica. Basearemos a nossa ação neste importante departamento da estrutura numa gestão sustentável, assente num plano que otimize o investimento feito nesta área. Desta forma a Lista A atreve-se a: - Promover e incutir nos nossos Estudantes a atividade física e a prática desportiva; - Aumentar a oferta e divulgação desportiva, desde a prática recreativa (ACD´s) á competição universitária (FADU); - Criar protocolos com infraestruturas desportivas existentes em Aveiro, alargando a oferta de espaços para a pratica desportiva; - Acompanhar o processo da UA, relativo a construção de um novo espaço desportivo; - Criar novos tipos de protocolos e parcerias com diferentes clubes aveirenses, para diversificar e apostar numa verdadeira cultura desportiva na nossa universidade; - Potencializar da Taça UA; - Organizar uma Feira Desportiva/ExpoDesporto, que demonstre o que de melhor se faz na nossa universidade e na nossa região; - Criar uma competição para estudantes de diferentes nacionalidades; - Organizar um sarau desportivo; - Impulsionar e desporto adaptado; - Realizar a Gala do desporto


- Desenvolver rastreios de saúde gratuitos; - Criar workshops e formações no âmbito da saúde e bem-estar; - Promover a realização de formações técnicas, tácticas e de arbitragem no âmbito desportivo; - Organizar da semana da Saude; - Acompanhar o processo de implementação do estatuto de estudante-atleta na nossa academia; - Realizar fóruns desportivos, para fomentar a discussão desportiva entre os seus diferentes intervenientes; - Organizar competições nacionais e internacionais; - Alterar o conceito da emblemática Descida do Vouga, de forma a ser revitalizada.

11


DEPARTAMENTO PARA A CULTURA E ATIVIDADES ACADÉMICAS JOÃO PANTALEÃO

VERA FREIRE

TIAGO SILVA

EnG. Materiais

B.G

M.o.G

vice-presidente

VOGAL

VOGAL

A Lista A encara a cultura como a forma de expressão e identidade de uma sociedade. Além do enriquecimento pessoal é também um importante elo de ligação entre as comunidades. Assim, a comunidade encontra na nossa academia um espaço de troca de vivências e conhecimento, que se torna único pelo seu enquadramento nesta cidade. Pretendemos promover o cultivo pessoal, incidindo este maioritariamente em áreas tais como a música, o teatro, a literatura, o cinema, as tradições, nunca esquecendo a ligação entre cidade, universidade e AAUAv. Dispersar e diversificar a oferta, bem como, divulgar projetos já em execução por alunos é fundamental para promover a cultura e a formação e desenvolvimento pessoal inerentes. Nunca menosprezando o nosso histórico passado cultural, importa desenvolver o que já existe e promover um amanhã ainda mais rico e dinâmico. Por isso, a Lista A propõe-se a desenvolver uma forte oferta cultural e académica que transpareça e espelhe a verdadeira importância e dimensão deste departamento da AAUAv. Assim sendo, a Lista A atreve-se a: - Dinamizar a cultura no Campus, abordando áreas como a música, teatro, escultura, pintura, fotografia, arte urbana, multimédia, historia, entre muitas outras; - Realizar concursos criativos, workshops, tertúlias, mostras de arte, exposições e oficinas criativas de experimentação artística; - Fomentar a oferta cultural na Casa do Estudante; - Organizar um dia aberto alusivo à cultura; - Apostar no aumento da atratividade do chá das cinco; -Realizar eventos culturais em espaços emblemáticos da nossa cidade; - Promover a oferta cultural da cidade e divulgação dos espaços e atividades existentes; - Incentivar a discussão em torno do modelo cultural da AAUAv, reativando o fórum cultural;


DEPARTAMENTO PARA A CULTURA E ATIVIDADES ACADÉMICAS

- Organizar novamente o Sarau Académico; - Dinamizar o COMA e CODJ’s, tornando-os eventos mais mediáticos e incentivando à maior participação; - Promover novas e diferenciadoras ACD’s;- Impulsionar uma agenda cultural e académica; - Organização de arraiais e festas académicas, com um renovado conceito; - Potencialização das semanas académicas e das suas atividades diurnas, nunca esquecendo os desafios financeiros e participativos que acarretam, repensando o seu modelo e reajustando-o as condições financeiras dos nossos Estudantes.

13


DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE RECURSOS E SERVIÇOS TIAGO DIAS

JOÃO MENDONÇA

SARA MOREIRA

Contabilidade

Tradução

Eng. Civil

vice-presidente

VOGAL

VOGAL

Sendo a AAUAv uma estrutura de grande dimensão e complexidade organizacional, torna-se preponderante a existência de um departamento capaz de planificar e gerir todos os seus recursos e serviços. Responsável pela gestão do património móvel e imóvel, tem também como missão, optimizar os espaços e melhorar os serviços prestados aos alunos da UA. Este departamento é também fulcral no apoio constante a toda a estrutura, de forma a melhorar as condições de trabalho da mesma. Olhando também para o campus, revela-se necessário pensar de que forma é possível melhorar os serviços e recursos existentes, transformando-o num espaço mais seguro, completo e acessível a todos os níveis. Neste sentido a Lista A atreve-se a trabalhar os seguintes pontos: - Dinamização do Centro Aveiro é Nosso (loja da AAUAv situada nas catacumbas); - Implementar e aperfeiçoar o projeto da central de compras, melhorando e aumentando a oferta, garantindo uma melhor gestão de serviços disponibilizados; - Manutenção, reformulação e gestão estratégica dos equipamentos e espaços da AAUAv; - Campanha de promoção dos espaços da AAUAv, junto da comunidade aveirense, para aumentar a sua procura; - Reformulação dos regulamentos da utilização de recursos e serviços da estrutura; - Optimizar a gestão e manutenção da frota; - Melhorar as condições de segurança da Casa do Estudante e de todos os espaços da AAUAv; - Dinamizar o Bar do Estudante, a nível diurno e noturno; - Definir uma estratégia comercial para as lojas da Casa do Estudante; - Inventariação e organização do património da AAUAv e exposição de material de relevo histórico; - Certificação dos serviços disponibilizados e criação de novos serviços; - Implementação do sistema eletrónico de acesso a casa do estudante;


DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE RECURSOS E SERVIÇOS

- Realização de inquéritos de qualidade no âmbito dos recursos e serviços oferecidos; - Promover junto das entidades competentes, o melhoramento dos acessos à Universidade; - Estabelecer protocolos com meios de transporte, de forma a repensarem os seus horários e percursos, dando uma resposta mais eficaz às necessidades reais dos estudantes; - Promoção das mobilidades suaves, através do incentivo ao uso da bicicleta no campus e escolas; - Campanhas de captação dos diferentes tipos de sócios, como forma de aumentar as receitas próprias e aproximar a instituição dos Estudantes e da cidade; - Planificação e gestão alargada da bolsa de colaboradores.

15


DEPARTAMENTO PARA A COMUNICAÇÃO E IMAGEM CAROLINA FRAZÃO

FILIPA VIEIRA

M.Design

M.Design

vice-presidente

VOGAL

A comunicação é um intercâmbio de informação entre sujeitos e objetos que, no contexto institucional, se torna numa ferramenta de extrema importância para estabelecer uma ligação forte e coesa para com os Estudantes. Desta forma, é intenção da Lista A melhorar os canais de comunicação que envolvem a nossa instituição, com o objetivo de chegar à comunidade académica de uma forma mais rápida e eficiente. Este departamento pretende reforçar o apoio à divulgação das diversas atividades e eventos de toda a estrutura da AAUAv, publicitando-os através dos diferentes meios de comunicação da mesma, desde as suas redes sociais, ao seu website, jornal e cartazes das atividades. Para isso a Lista A apresenta um conjunto de ideias com o principal objetivo de dinamizar e melhorar a comunicação da AAUAv para com os estudantes e para com a cidade. Por tudo isto, a Lista A atreve-se a: - Projetar um novo Jornal UniverCidade, revendo a sua estrutura editorial e repensando o seu modelo estrutural e de distribuição. Não esquecendo a sua divulgação on-line; - Captar membros para uma equipa de redação e cobertura, fundamental para o trabalho deste departamento; - Repensar o portal “Aveiro é Nosso”, tornando-o mais atrativo e acessível e que permita uma coerência de imagem e comunicação transversal a toda a estrutura da AAUAv; - Elaborar um almanaque para promover o projeto “Aveiro é Nosso” e as Semanas Académicas; - Criar um canal dedicado ao projeto “Aveiro é Nosso”; - Reformular a estratégia e o conceito da newsletter; - Criar uma agenda de eventos de toda a estrutura da AAUAv; - Desenvolver aplicações móveis informativas, apelativas para todos os Estudantes; - Organizar diversos workshops relativos a técnicas e estratégias de comunicação,


DEPARTAMENTO PARA A COMUNICAÇÃO E IMAGEM

especialmente no meio académico e profissional; - Manter e organizar o arquivo documental da Associação; - Estabelecer e potenciar uma relação de proximidade com a imprensa regional e nacional; - Reestabelecer a ligação ao canal UP; - Gestão e dinamização da comunicação nas redes sociais; - Apostar na divulgação e comunicação através de audiovisual; - Reativar a rádio universitária, reformulando o seu conceito; - Planificar, organizar e agilizar a comunicação interna; - Incentivar e promover à comunicação responsável, livre e isenta na academia.

17


GABINETE DE PROJECTOS E CAPTAÇÃO DE INVESTIMENTOS HUGO SANTOS

PEDRO BÁRBOLA

T.S.I

Mecânica

VOGAL

VOGAL

O gabinete de projetos e captação de investimentos surge com a necessidade de haver uma base de apoio transversal a todos os departamentos da estrutura, para a captação de investimento, posteriormente direcionados à realização de eventos. Tem também por objetivo criar, apoiar e gerir os projetos da AAUAv. Este gabinete abrange duas áreas: a de projetos e a de captação de investimentos. O projeto “Aveiro é Nosso” é transversal a todos os departamentos da estrutura e tem diversas formas de intervenção e é essencial para uma aproximação da academia à comunidade onde se insere. Queremos que a marca “Aveiro é Nosso” deixe de ser uma marca puramente comercial e se torne também numa mentalidade para todos os Aveirenses, estudantes ou não. Pretendemos assim, que pelo seu âmbito o projeto Aveiro é Nosso passe a ser reconhecido regional e nacionalmente. Pretendemos apoiar novos projetos que possam aparecer por meio de algum estudante ou grupo de estudantes e que sejam do interesse da academia ou cidade, através do orçamento participativo, quer através da orientação, redireccionamento e apoio por parte deste gabinete. Com esta nova abordagem pretende-se também promover o associativismo jovem e levar mais longe todo o conceito de associação académica. Quanto à parte de captação de investimento, a Lista A pretende angariar apoios provenientes de empresas e/ou entidades para atividades isoladas tanto a nível financeiro, material ou logístico. A situação económica quer do país, quer da instituição, fazem deste gabinete essencial para dar resposta aos desafios que esta situação coloca, conferindo-lhe maior capacidade de resposta e flexibilidade no desenrolar do seu trabalho. A captação de investimento, através da recorrência a diferentes fundos nacionais e europeus, é também essencial para garantir que as atividades que aqui se propõem podem ser efetivadas com as melhores condições, bem como, garantir maior financiamento para o melhor desempenho dos núcleos da estrutura.


GABINETE DE INFORMÁTICA E PLATAFORMAS TIAGO NOVO VOGAL

E.C.T Devido ao crescimento da estrutura da AAUAv e da UA, torna-se necessário agilizar as formas de comunicação entre todos os representados pela AAUAv. É então crucial que exista uma aposta forte nas plataformas informáticas, o que leva a Lista A a defender a existência deste gabinete. Terá como objetivo, apoiar todos os departamentos e núcleos com plataformas informáticas adequadas às suas necessidades. Contamos para isso com o apoio de uma rede de colaboradores alargada, capaz de auxiliar este trabalho técnico.

19


MESA DA ASSEMBLEIA GERAL Luís junqueiro

Tiago patrício

joão dias

vanessa serra

ricardo santos

EnG. Civil

E.E.T

Eng. Física

LRE

E.E

presidente

vice - presidente

secretário

secretária

secretário

A Mesa da Assembleia Geral enquanto órgão de maior soberania na Associação Académica da Universidade de Aveiro, tem por missão regular a interação entre a Direção da AAUAv e os estudantes da Universidade de Aveiro, garantindo a maior coerência e transparência institucional. Além do cumprimento dos demais deveres inerentes ao órgão da MAG, esta pretende demarcar -se por uma atitude diferenciada, procurando o incentivo à participação ativa no debate político da instituição. Desta forma, no âmbito desta candidatura, a Lista A atreve-se a: - Garantir que as Assembleias Gerais decorram sem qualquer incumprimento estatutário, para que o debate seja conduzido com a maior isenção institucional; - Dar cumprimento das decisões tomadas em Assembleia Geral; - Cumprir com os calendários eleitorais, por forma assegurar uma melhor prestação deste órgão a toda sua estrutura; - Melhorar a estratégia de mobilização e incentivo à participação dos estudantes em Assembleias Gerais; - Veicular com maior celeridade o processo de revisão estatutário através de uma equipa eleita para o efeito; - Capacitar e formar os membros das RGM´s.


conselho fiscal e de jurisdição andreia almeida

jessica machado

fábio correia

artur lobo

marco pimentel

M.COntabilidade

Terapia da fala

E.E.T

T.D.P

M.Contabilidade

presidente

vice - presidente

secretário

secretário

relator

O Conselho Fiscal e de Jurisdição é o órgão responsável pela fiscalização e jurisdição da AAUAv, caracterizando-se como um órgão independente. Este garante o devido cumprimento dos estatutos e regulamentos que a regem, bem como o cumprimento das funções da direção e coordenação dos núcleos da AAUAv. Assim, os candidatos ao Conselho Fiscal e Jurisdição da lista A atrevem-se a: -Garantir o cumprimento dos estatutos e regulamentos internos da AAUAv e dos Núcleos; -Garantir transparência fiscal e legal da instituição e o seu bom funcionamento financeiro, assegurando também a regularidade contabilística, fiscal e legal da instituição; - Elaborar um parecer ao Plano de Atividades e Orçamento e Relatório de Atividades e Contas da AAUAv, bem como pareceres fiscais sempre que necessário; - Incentivar a direção a apresentar, semestralmente, um Relatório de Atividades e Execução Orçamental, bem como um Relatório de Atividades e Orçamento Retificativo; - Assegurar que a direção executa corretamente as funções e obrigações que lhe competem; - Efetuar verificações, inspeções e fiscalização à atividade e atos praticados pela AAUAv; - Acompanhar toda a atividade dos vários núcleos, atendendo às suas especificidades e, caso necessário, intervir de acordo com as suas competências; - Ter uma participação ativa em Assembleias Gerais de Alunos, de forma a mantê-los ocorrentes do seu trabalho.

21


Manifesto Lista A  

Manifesto Eleitoral da Lista A - Atreve-te a Mudar