Page 222

“Puta merda.” Ele gemeu ao sentir meu sexo comprimindo-o, e mexeu os quadris junto de mim para es egar a ereção na minha bunda. “Vou arrebentar essa bocetinha gostosa, Eva. Não aguento mais.” Com o braço ao redor da minha cintura, ele me ergueu, puxandome para trás, fazendo com que eu tivesse que esticar os braços e me debruçar sobre ele. Gideon abriu minhas pernas e tirou os dedos molhados de mim. Senti sua mão es egando meu quadril, então ele passou a cabeça do pau na minha bunda até roçar os lábios. Prendi o fôlego, retorcendo-me com aquele toque aveludado. Tinha passado o dia inteiro desejando aquele homem, querendo sentir seu pau enorme dentro de mim, precisando que ele me fizesse gozar. “Espere”, Gideon gemeu, segurando-me pela cintura e pelo ombro com os dedos tesos. “Deixa que eu…” Meu sexo se apertou em volta da cabeça do seu pau. Gideon soltou um palavrão e entrou fundo dentro de mim com um movimento brusco. A dor e o prazer me fizeram gritar, puxando o corpo para me desvencilhar daquela plenitude rígida, sentindo a ardência dos músculos que se esticavam. “Assim”, ele gemeu, puxando-me de volta e entrando até o talo. Então girou o quadril, os testículos espremidos contra meu clitóris inchado. “Apertado pra cacete…” Gemi e tentei me segurar ao corrimão; meu corpo começou a se mover para a ente e para trás quando ele começou a me foder. A sensação era devastadora, ser preenchida por inteiro e então esvaziada abruptamente. Meus joelhos cederam, e eu me contorci de prazer enquanto ele me abria com força e completamente. Gideon estava despejando em mim toda a emoção que havia acumulado dentro de si, com as investidas implacáveis de seu pau massageando cada um dos meus pontos sensíveis. Antes que pudesse perceber, eu já estava gozando, arfando seu nome à medida que o prazer se espalhava por meu corpo em espasmos violentos. Deixei a cabeça pender entre meus braços, os músculos acos e inúteis. Gideon me segurava com as mãos, com seu membro. Usando meu corpo. Reivindicando-o. Rugindo feito um animal toda vez que entrava em mim. “Tão fundo”, ele gemeu. “Tão gostoso.”

Profile for Atâna Araújo

Livro 4 somente sua sylvia day  

Gideon me chama de anjo, mas ele é o milagre em minha vida. Meu lindo, guerreiro ferido, tão determinado a matar meus demônios enquanto se r...

Livro 4 somente sua sylvia day  

Gideon me chama de anjo, mas ele é o milagre em minha vida. Meu lindo, guerreiro ferido, tão determinado a matar meus demônios enquanto se r...

Advertisement