Page 127

Gideon continuaria sofrendo. Eu tinha que mudar aquilo. Toda vez que Gideon acordava chorando, meu coração apertava mais um pouco. Não conseguia nem imaginar o mal que fazia para ele. Ainda assim, queria deixar esse assunto de lado por ora. Poderia insistir e esbravejar o quanto quisesse, mas a única pessoa que tinha direito a exigir explicações era Gideon. Deixa isso para lá. Quando chegar a hora, vai acontecer de qualquer jeito. Mas acabei me inclinando para a ente, incapaz de manter o silêncio que Gideon vinha preservando fazia tanto tempo. “Vamos ser sinceros”, eu disse baixinho. “Sua mulher não teve essa reação quando Gideon ficou noivo de Corinne.” Não que eu tivesse certeza disso, mas era o que me parecia depois de ver Elizabeth com os pais de Corinne no hospital. O sorriso sem jeito que ele abriu provou que eu estava certa. “Acho que foi diferente porque Gideon estava com Corinne fazia um tempo, e nós a conhecíamos bem. O relacionamento de vocês é bem novo, por isso o estranhamento. Não é nada pessoal, Eva.” Aquele sorriso me irritou, mas as palavras tiveram um efeito ainda pior. Meu ressentimento aflorou, embora tentasse escondê-lo atrás de uma barreira. Chris também não era inocente naquela história. Ter um garoto problemático em casa não devia ter sido fácil — principalmente enquanto construía sua própria família com Christopher Jr. e Ireland. Mas, quando casou com Elizabeth, ele assumiu formalmente o papel de padrasto. Também era responsabilidade dele fazer justiça por uma criança que tinha so ido abuso. Até mesmo um estranho se sentiria na obrigação de denunciar esse crime. Inclinando-me ainda mais para a ente, deixei que ele visse toda a minha raiva. “É tudo muito pessoal, sr. Vidal. Elizabeth se sente ameaçada porque não vou mais aceitar essa palhaçada. Vocês dois devem um pedido de desculpas a Gideon, e ela precisa admitir o abuso que foi cometido contra ele. Vou continuar pressionando até que tome essa atitude. Pode contar com isso.” Sua postura ficou visivelmente tensa. “Do que está falando?” Soltei uma risadinha de indignação. “Sério mesmo?” “Elizabeth jamais cometeria abuso contra os filhos”, ele disse, todo

Profile for Atâna Araújo

Livro 4 somente sua sylvia day  

Gideon me chama de anjo, mas ele é o milagre em minha vida. Meu lindo, guerreiro ferido, tão determinado a matar meus demônios enquanto se r...

Livro 4 somente sua sylvia day  

Gideon me chama de anjo, mas ele é o milagre em minha vida. Meu lindo, guerreiro ferido, tão determinado a matar meus demônios enquanto se r...

Advertisement