Page 1

março17

1/5

Dados financeiros e relatório de governo societário devem ser submetidos até 30 de abril Os regulados da ERC abrangidos pela Lei da Transparência (Lei n.º 78/2015, de 29 de julho) deverão comunicar, até dia 30 de abril, os fluxos financeiros e submeter o relatório de governo societário relativos ao exercício de 2016. O reporte de indicadores financeiros tem de ser efetuado por todas as entidades com contabilidade organizada e que o relatório de governo societário constitui uma obrigação para todas as sociedades comerciais. Estas informações terão de ser prestadas através das respetivas contas das entidades na Plataforma Digital da Transparência.

Incentivos do Estado à Comunicação Social Foi publicado no dia 10 de Março o Decreto-Lei que transfere as competências de pagamento dos Incentivos do Estado e do Incentivo à Leitura para o GEPAC. Agora esperamos que dentro em breve sejam também publicados os despachos de atribuição de verbas dos Incentivos e de distribuição dos valores por CCDR e tipologia de Incentivo. http://www.apimprensa.pt/files/news/55/DL%2027_2017%20transferencia%20para%20GEPAC.pdf

Prazo de entrega do relatório único entre 16 de Março e 15 de Abril A entrega do Relatório Único, para dados referentes a 2016, até 15 de abril de 2017 de acordo com o previsto na Portaria n.º 55/2010 de 21 de janeiro. Segundo o Gabinete de Estratégia e Planeamento para facilitar a entrega de informação, a primeira etapa deve ser a gestão e validação da Estrutura Empresarial (Para o efeito deve aceder a https://www.relatoriounico.pt/ru/login.seam). Para minimizar alguns constrangimentos detetados nos anos anteriores, relativamente à paragem do sistema de recolha sempre que ocorrem entradas em produção de novas versões da aplicação de recolha (que corrigiam situações anómalas pontuais, por exemplo, códigos omissos em tabela), em 2017, serão disponibilizadas novas versões em dois momentos do período de recolha, sendo eles os dias 29 de março e 10 de abril de 2017. A resposta ao Anexo F – Prestadores de Serviço manterá o seu caráter opcional e, nesse caso, bastará selecionar a opção “Não” em resposta à questão inicial do mesmo (“Existiram contratos de prestação de serviços em algum período do ano de referência do relatório?”) e proceder ao seu envio. O Sistema de Gestão de Unidades Locais (SUL), um tipo de situação perante a atividade, “Ativa ou Suspensa sem Trabalhadores por Conta de Outrem” que deve ser utilizado por todas as entidades e/ou unidades locais que estejam ou tenham estado, em algum período do ano de 2016, nestas circunstâncias. Mais se informa que as entidades e/ou unidades locais que tenham estado o ano inteiro nestas condições não têm obrigatoriedade de entregar o Relatório Único” Para obter mais informações em http://www.gep.msess.gov.pt/destaques/ru_2016/ruentrega2_2016.php

Associação Portuguesa de Imprensa


março17

2/5

Data Journalism Awards O Data Journalism Awards celebra o trabalho notável no campo do jornalismo de dados em todo o mundo e os concorrentes podem ser qualquer empresa de media, grande ou pequena. Os prémios são dados a exemplos de investigações baseadas em dados, aplicações orientadas por dados e projetos de narração de histórias que usam a visualização de dados para cobrir tópicos relevantes para o público em geral e que tenham por objetivo causar impacto na sociedade. Empresas de media, organizações sem fins lucrativos e freelancers ou individuais são elegíveis para o Data Journalism Awards. As obras que resultem de uma colaboração entre organizações também podem ser submetidas. Trabalhos produzidos por funcionários ou freelancers que colaboram com agências governamentais, empresas ou organizações comerciais com uma participação (financeira ou de outra natureza) sobre o tema em questão não são elegíveis. As candidaturas devem ser apresentadas até ao dia 7 de abril. Para mais informações: https://www.datajournalismawards.org/

Sessões de esclarecimento com a Comissão Nacional de Eleições Em parceria com a ARIC e a AIIC, a Associação Portuguesa de Imprensa está a promover um conjunto de Sessões de Esclarecimento sobre a publicidade e cobertura jornalística em período eleitoral. O orador será um membro da Comissão Nacional de Eleições e haverá espaço para o esclarecimento de todas as questões relacionadas com o tema. As sessões terão lugar em Évora, Castelo Branco e Coimbra, Lisboa, Açores, Vila Real e Porto e no Funchal. Reserve já o seu lugar!

Associação Portuguesa de Imprensa


março17

3/5

Encontro de Proximidade em Tavira A APImprensa reuniu em Tavira no passado dia 10 de Março jornais e rádios locais com o intuito de criar um projeto colaborativo para revitalizar a Comunicação Social da região. Assim em parceria com o CITI (Centro de Investigação em Tecnologias de Informação da Universidade Nova de Lisboa) será criado um projeto que pretende revitalizar o sector desta região.

A Imprensa na imprensa estrangeira “A Imprensa na imprensa estrangeira” tem o objetivo de divulgar, junto dos nossos Associados, uma seleção de conteúdos, recolhidos em publicações dos mais diversos pontos do Mundo, abordando questões que digam respeito à Imprensa, de newspaper-subscriptions-are-on-the-rise/ forma direta ou indireta. Pretende-se que esta seja uma secção Assinaturas para estudantes graças a donativos de interativa, pelo que agradecemos o envio de leitores comentários e de sugestões de artigos que http://www.niemanlab.org/2017/03/over-15000foquem temas relacionados com a Imprensa, contributions-including-an-anonymous-1m-havenas múltiplas áreas abrangidas pelo sector e helped-the-new-york-times-sponsor-1-3-millionnas suas mais diversas vertentes. student-subs/ Esqueçam o Spotify para notícias e corrijam o verdadeiro problema

É tempo de redefinir o que são notícias locais

https://www.baekdal.com/insights/forget-spotifyfor-news-lets-fix-the-real-problem/ Líder mundial explica vantagens da publicidade na imprensa http://www.pressgazette.co.uk/sir-martin-sorrellon-why-advertisers-should-put-their-money-innewspapers/?utm_medium=email&utm_campaign =2017-0314&utm_source=Press+Gazette+Daily+new+layout Em Espanha poucos pagam por notícias na internet

https://www.marketingdirecto.com/anunciantesgeneral/medios/solo-4-de-usuarios-espanolespagan-por-leer-noticias-en-internet Aumenta o número de assinantes de jornais nos EUA https://techcrunch.com/2017/03/04/why-

http://www.poynter.org/2017/is-it-time-for-a-newdefinition-of-local-news/451266/ Como o “The Telegraph” consegue aumentar as assinaturas em 300% http://www.media-tics.com/noticia/7303/mediosde-comunicacion/the-telegraph-ve-aumentar-un300-las-suscripciones-tras-derribar-su-muro-depago.html New York Times redesenha edição impressa para incluir conteúdos digitais http://www.clasesdeperiodismo.com/2017/03/02/ nyt-rediseno-su-edicion-impresa-para-incluir-mascontenido-digital/ Jornalismo de dados atrai jovens empreendedores no Brasil http://portal.comunique-se.com.br/jornalismo-dedados-atrai-jovens-empreendedores-no-brasil/

Associação Portuguesa de Imprensa


março17

4/5

Copyright Até ao final do mês de março, três comissões do Parlamento Europeu (JURI-IMCOITRE) estarão a discutir a proposta da Comissão Europeia que incide sobre os direitos de autor para editores de jornais e revistas na União Europeia. É por isso crucial participar na comunicação daquilo que entendemos ser uma reivindicação justa e mostrar que muitas das preocupações demonstradas ao longo deste processo não têm razão de ser. O link está 100% seguro Não acredite nos mitos: os direitos de autor dos editores de jornais e revistas não é, como alguns falsamente reclamam, uma tentativa de impedir os leitores de partilhar as notícias livremente nas redes sociais. Nós queremos que os leitores partilhem os nossos conteúdos! É por essa razão que em quase todos os artigos publicados nos nossos sites têm uma opção de partilhar ou os ícones das redes sociais. Nós nunca. impedimos os leitores de partilhar livremente os nossos conteúdos desta forma, nem nunca o faremos. O link está assegurado a 100%. Acabemos com o uso ilegal e abusivo para fins comerciais Os principais atores digitais, como os agregadores de notícias, têm desfrutado do nosso trabalho gratuitamente por demasiado tempo e isso tem tido um custo elevado. A exploração comercial não autorizada de nosso trabalho contribuiu para a queda das receitas das publicações e prejudica a nossa capacidade de financiar jornalismo independente e de alta qualidade. Milhares de postos de trabalho perdidos Esta situação também contribuiu para sérios cortes de pessoal. Somente em 2013, cerca de 15.000 jornalistas na Europa perderam os seus empregos devido à queda das receitas. Muitas publicações de menores dimensões foram forçadas a fechar as suas portas. O contexto atual é insustentável. Como editores, não temos os meios para vigiar a Internet por infrações dos nossos conteúdos protegidos por direitos de autor, enquanto que os agregadores de notícias e outras plataformas estão isentos da responsabilidade de reproduzir o nosso trabalho sem autorização.

Associação Portuguesa de Imprensa


março17

5/5

Tratamento justo, não especial Não estamos à procura de tratamento especial. Pedimos ao abrigo da legislação da UE condições equitativas e direitos semelhantes aos dos produtores de filmes, do sector da música, dos órgãos de radiodifusão e de outras indústrias criativas. O Direito do Editor é essencial para a nossa sobrevivência num mundo em que os media digitais e redes sociais transformaram a maneira como consumimos notícias. A compensação que recebemos de licenças comerciais será reinvestida no negócio para o benefício de todos, permitindo aos editores proporcionar maior segurança aos nossos jornalistas, editores, fotógrafos, designers, freelancers e outros funcionários. O Direito do Editor também capacitará todas as empresas editoriais, das mais pequenas às maiores, a negociar os termos de utilização do seu conteúdo.

Acreditação de jornalistas para a visita do Papa Os jornalistas e profissionais da comunicação que estejam interessados em acompanhar a visita do Papa a Portugal podem já solicitar a sua acreditação. O pedido deverá ser feito através do site oficial, www.papa2017.fatima.pt, através de um formulário próprio. Os pedidos devem ser apresentados até ao dia 30 de abril

Associação Portuguesa de Imprensa

News mar 2017  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you