Page 1

Renaturalização das Lagoas Artificiais da antiga ETAR de Tavira Projecto Integrado na estratégia local de Valorização e Aproveitamento Ecoturístico dos Recursos Naturais de Tavira

PROPOSTA

Setembro, 2009


Ren at u r al iz aç ão d as L ag o a s Ar t if ic i ai s d a an t ig a ET AR d e T av i r a

A. Enquadramento A presente proposta resulta de um trabalho desenvolvido no âmbito de uma parceria celebrada entre a Entidade Regional de Turismo do Algarve, a Associação Almargem e a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, com o objectivo de definir uma estratégia regional de promoção de “Birdwatching” no Algarve, enquanto produto estratégico a desenvolver nos próximos anos. Durante a fase de execução do estudo subjacente a esta estratégia, a região do Arraial Ferreira Neto, em Tavira, foi identificada como local de elevado potencial para a referida actividade. Existe aí um conjunto de elementos patrimoniais de grande interesse que, devidamente geridos, poderão resultar num grande atractivo. Confirmou-se, ainda, a existência de um grande interesse por parte de várias entidades, públicas e privadas, por este território e com objectivos comuns aos nossos. A parceria viu-se assim reforçada, neste local, com o envolvimento do Hotel Vila Galé Albacora, a Câmara Municipal de Tavira, o Parque Natural da Ria Formosa e da Agência Hidrográfica do Algarve.

B. Introdução Neste local existem duas lagoas artificiais – tanques de maturação da antiga ETAR de Tavira -, que funcionam actualmente como zonas de refúgio e descanso de avifauna aquática. Estas irão em breve ser desactivadas, na sequência da entrada em funcionamento da nova ETAR, instalada em Cabanas. Não obstante o facto da artificialidade destas lagoas, o seu actual uso por diversas espécies de aves aquáticas, a sua localização privilegiada e o seu elevado potencial turístico e conservacionista, leva a que se considere importante garantir a manutenção destes reservatórios e melhorar as suas condições para a atractibilidade de aves aquáticas. A proposta que aqui se apresenta tem como objectivo a melhoria das condições de habitat das lagoas artificiais da antiga ETAR de Tavira para aves aquáticas e garantir a gestão deste espaço

C..Características do local C.1. Aspectos positivos deste espaço: •

Está inserido na Ria Formosa, local de excepcional importância ecologica e ornitológica;

É actualmente uma área de refúgio e descanso de aves aquáticas, designadamente de anatideos, ralideos e limícolas, incluindo espécies sensíveis do ponto de vista conservacionista, tais como a Gaivota de Audouinn;

Com a aplicação de um conjunto de medidas de gestão, o habitat pode ser bastante melhorado e a sua qualidade pode aumentar significativamente, atraindo mais aves e mais espécies;

Estando inserido num terreno público, é fácil desenvolver ali um projecto de interesse geral para o turismo de natureza e educação ambiental;


Ren at u r al iz aç ão d as L ag o a s Ar t if ic i ai s d a an t ig a ET AR d e T av i r a

Com aplicação de medidas simples, é possível transformar este espaço num grande atractivo local e regional para o turismo de natureza, a educação ambiental e a conservação da natureza;

A proximidade que mantém com Hotel Vila Galé Albacora, permite que exista uma vigilância cuidada do local e junto das futuras infra-estruturas ali a instalar;

Irá funcionar por certo, como um atractivo turístico para os clientes do Hotel;

A proximidade deste espaço com outros na zona (ex. ecovia do litoral, Forte do Rato, Arraial Ferreira Neto, Museu da Pesca do Atum, Ria Formosa, salinas, Centro de Ciência Viva de Tavira, etc.), permite que se crie uma rede articulada de espaços de interesse a visitar, que podem ser percorridos a pé ou bicicleta, consolidando uma oferta turística da zona;

Existe actualmente um interesse manifestado por várias entidades em promover a preservação e renaturalização destes espaços, incluindo o Municipio de Tavira, Parque Natural da Ria Formosa, Hotel Vila Galé Albacora, entre outras;

Existe da parte das Águas do Algarve, SA, a disponibilidade para proceder ao envio de água tratada da nova ETAR para estas lagoas, mediante contratualização a celebrar com a mesma, de forma a manter um nível de água adequado a sustentar o ecossistema a preservar;

C.2. Aspectos necessários a desenvolver neste local: •

Garantir o fornecimento artificial de um caudal de água tratada, com o objectivo de manter as referidas lagoas em funcionamento;

Realização de trabalhos no interior das lagoas com vista a promover a sua renaturalização e melhoria da qualidade do habitat, nomeadamente: Remoção de lamas acumuladas no fundo dos respectivos tanques – acção que irá ser desenvolvida pelo Municipio de Tavira; Revegetação das margens das lagoas, com espécies aquáticas e de elevado interesse para a avifauna, nomeadamente caniço (Phragmites australis), tabúa (Typha sp.), tamargueiras (Tamariz africana); Criação de ilhas no interior das lagoas, com vista a funcionar como espaços de atracção para a avifauna, nomeadamente para espécies que possam vir ali a nidificar e descansar; Reconfiguração das lagoas, atribuindo-lhes um aspecto mais “natural”, através da instalação das referidas ilhas, cirtinas de vegetação aquática, plataformas flutuantes, etc.; Instalação de plataformas flutuantes para aumentar a área emersa, com o objectivo de incrementar a área de refúgio de aves aquáticas;


Ren at u r al iz aç ão d as L ag o a s Ar t if ic i ai s d a an t ig a ET AR d e T av i r a

Aumento da barreira arborícola em algumas zonas envolventes das lagoas, como forma de aumentar a protecção do exterior; •

Instalação de um conjunto de infra-estruturas de apoio a actividades de lazer, observação de aves, nomeadamente passadiços em madeira, observatórios de aves, miradouros, paineis informativos, parque de merendas, etc.;

Instalação de um percurso para observação de aves, incluindo a instalação de 2 observatórios de aves, um miradouro, painéis informativos, áreas de descanso e lazer (parque de merendas), passadiços em madeira nas zonas sensíveis;

Produção de materiais informativos e de divulação, nomeadamente flyer (pt e ing), cartaz sobre as aves da zona, mapas do percurso;

C. Propostas de Actuação Como ja se referiu, estas lagoas funcionam actualmente como áreas de refúgio de numerosas espécies de aves aquáticas, sobretudo de anatídeos (patos), ralideos e charadriiformes (limícolas, gaivotas, gaivinas), algumas das quais com elevado estatuto de conservação, nomeadamente a Gaivota de Audouinn (Larus audouinii), Pernilongo (Himantopus himantopus), entre outras. A manutenção destes espaços revela-se um objectivo interessante do ponto de vista conservacionista e turístico uma vez que existem excelentes condições para ali se desenvolver actividades de birdwatching. Em termos de intervenções estratégicas, é fundamental: 1. Instalação de um “bypass” desde a nova ETAR (Cabanas) até à 1ª lagoa, com o objectivo de garantir entrada de água tratada, em quantidade suficiente para manter em funcionamento um habitat aquático, semelhante ao de uma lagoa costeira; 2. Remover sedimentos acumulados no interior das lagoas, resultantes dos vários anos de laboração enquanto parte do sistema de tratamento de águas residuais (acção prevista no âmbito dos trabalhos de desactivação da ETAR por parte do Municipio de Tavira); 3. Desenvolver projecto de renaturalização das lagoas, através da instalação de cortinas de vegetação aquática, barreiras arbóreas, ilhas, plataformas, etc.; 4. Desenvolver projecto de valorização ambiental, como forma de potenciar o Turismo de Natureza e a Educação Ambiental nesta zona, incluindo o espaço de salinas e sapais existentes em redor (concepção do projecto em desenvolvimento no âmbito do protocolo celebrado com a ERTA); 5. Garantir a disponibilidade de recursos financeiros para desenvolver as referidas acções, designadamente as referentes aos pontos 1, 3, 4;


Ren at u r al iz aç ão d as L ag o a s Ar t if ic i ai s d a an t ig a ET AR d e T av i r a

D. Resultados Esperados No final do processo de renaturalização e valorização ambiental deste local, espera-se: •

Aumentar significativamente o número de aves e espécies nas referidas lagoas, em todos os períodos do ano (migração, nidificação e invernada);

Contribuir para a criação de um “Parque da Natureza de Tavira”, assente numa forte componente de ecoturismo, nomeadamente através da observação de aves, turismo cultural e educação ambiental;

Contribuir para a oferta regional de espaços privilegiado para o “Birdwatching”, a integrar a estratégia regional de promoção a desenvolver pelo Turismo do Algarve;

Aumentar a visitação do local, tanto por turistas, como por escolas, colectividades, associações e população em geral;

E. Parceria Associação Almargem SPEA ERTA Hotel Vila Galé Albacora ICNB – Parque Natural da Ria Formosa Municipio de Tavira Administração da Regional Hidrográfica do Algarve Centro de Ciência Viva de Tavira Águas do Algarve SA.

F. Calendario de Acção 2009 Acções

2010 1º sem

Celebração de parceria Elaboração de projecto renaturalização das lagoas

técnico

de

Elaboração de projecto valorização ambiental

técnico

de

divulgação

e

Execução de obras* Produção de promoção*

materiais,

* A execução destas etapas está dependente da angariação de apoio financeiro.

Anexo: esquema ilustrativo da área a intervencionar e propostas de valorização.

2º sem


F

Figura: proposta preliminar do projecto de valorização das lagoas da antiga ETAR de Tavira e da área circundante

Estudo Birdwatching Algarve - Projecto Tavira  

Estudo Birdwatching Algarve - Projecto Tavira (Dezembro 2009)

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you