Page 1

Versão eletrônica: www.asserjuf.org.br

Etiqueta

SALVADOR/BA - 29 DE JULHO DE 2013

EDIÇÃO Nº 480

Mais uma vez, a ASSERJUF estará promovendo uma ação que beneficiará você associado e também servidores da Justiça Federal. Amanhã 30.07, das 10h às 14h, no estacionamento do 3°S - Prédio Sede, estaremos apresentando o novo convênio odontológico: SERVDONTO. Como forma de firmar parceria a Servdonto estará trazendo o ODONTOMÓVEL com serviços movéis gratuitos de limpeza, aplicação de flúor e profilaxia, além de orientações adequadas para a saúde bucal. Compareça ao estacionamento no 3°S e realize o seu atendimento GRATUITO.

Aniversariantes da Semana

Sonia Maria Maria da Graças Duarte Marcos Antonio Licia Ramos 1ª vara 9° vara SEVIT 13° vara Mª das Graças Monteiro Avani Cristina Luiz Goulart Gustavo Magalhães Cinara Vasconcelos 10ª vara NUCJU DIREF CEMAN 14ª vara Carmen Lúcia Joyleine Rocha Loide Ana Taiana Silva Marilyn Cardoso José Robson Wilson Vidal 10ª vara Campo Formoso Aposentado Aposentada Aposentada ASSERJUF 19ª vara Eliana Lembrança Pensionista


MANCHETE ANTES DA MEIA-NOITE Por PC Alves (NUTEC) É a parte final da trilogia de filmes sobre relacionamentos, do cineasta americano Richard Linklater. Iniciada com Antes do Amanhecer (1995), a trama teve seqüência nove anos depois com Antes do Por-do-Sol (2004), em que se reencontram o americano Jesse (Ethan Hawke) e a francesa Celine (Julie Delpy, de uma beleza que arrebata, pode-se imaginar uma “santinha” que não desconheça a libertinagem). Na primeira fita Jesse e Celine, ambos na casa dos vinte anos, conhecem-se num trem que seguia pela Europa, surge uma mútua atração e curiosidade e então o americano procura convencê-la a descer do trem e passar com ele algumas horas em Viena. Ela finalmente aceita e os dois conversam interminavelmente, num papo em que perguntas pessoais são minimizadas por uma discussão intelectual sobre a dinâmica dos relacionamentos amorosos. Contribui para a naturalidade do filme a extraordinária química entre os atores numa trama em que há romantismo, cenas memoráveis (por exemplo, na loja de discos), mas na qual também se questiona a idealização do amor, fazendo com que Antes do Amanhecer fosse apontado por seus admiradores como “o Casablanca anos 90”. Na seqüência, Antes do Por-do-sol, o diretor Linklater – dividindo agora o roteiro com Julie Delpy e Ethan Hawke –, conseguiu contrariar a expectativa de que se tratava de uma continuação caça-níqueis ao realizar um filme instigante, igualmente rico. Os dois se vêem após nove anos e tentam fazer um balanço dos rumos de cada um, numa abordagem mais ou menos “psicanalítica” dos efeitos da ausência do outro: “hoje eu estou assim, e será que você tem algo a ver com isso?”. E mais uma vez se constata a afinidade dos personagens e o domínio técnico dos atores, que se deslocam por Paris e conversam sem parar, numa filmagem em tempo real - cada minuto da projeção significa um minuto dentro da narrativa, para induzir uma vívida sensação de que “as coisas estão acontecendo naquele momento”-, num filme em que sobressai uma forte tensão erótica. Já em Antes da meia-noite, também nove anos depois do segundo, procura-se discutir a impermanência do amor. Jesse e Celine, casados e com duas filhas gêmeas, estão em viagem na Grécia. Se quando se conheceram exploraram a lúdica Viena dos parques e artistas de rua e no segundo episódio caminharam por Paris, agora neste, passam por históricas ruínas gregas carregadas de sentido. Desta vez há a inserção de outros personagens amigos do casal, que proporcionam outros pontos de vista sobre casamento, namoro etc. E a conversa entre os dois segue num tom áspero e termina numa discussão que pode fazer com que algum espectador menos interessado no “estudo” a que o filme se propõe, vá embora do cinema. O trato pretende ser realístico - a briga pode gerar irritação no público, mas há a engenhosidade de se fazer com que este “se interesse” pela história quando se fala de assuntos de interesse geral, como abrir mão de projetos pessoais para acompanhar o outro. Antes da meia-noite lida com a perspectiva da ruptura, lança perguntas, mas nem a todas responde. Talvez por antever a complexidade dessa questão do vínculo amoroso, vista mais de perto em Cenas de um casamento, do diretor sueco Ingmar Bergman - ambos os filmes examinam a turbulência amorosa e fazem reverberar na mente as mesmas palavras, força, e mistério.

02

PRESTAÇÃO DE CONTAS PRESTAÇÃO DE CONTAS DA ASSERJUF - RECEITAS PERÍODO: JANEIRO 2013 RECEITAS MENSALIDADE ASSOCIADOS CYBER CAFÉ ESPAÇO LOCADORA ESPAÇO TERAPÊUTICO EXP. ESPAÇO BELEZA FAX IMPRESSÕES LOCAÇÕES RECARGA P/ CELULAR RENDIMENTOS CTA POUPANÇA RENDIMENTOS FIC EXECUTIVO REPROGRAFIA JEF'S REPROGRAFIA PRÉDIO SEDE EXPOSIÇÃO SALÃO DE BELEZA SALÃO DE BELEZA VENDA DE BRINDES TOTAL GASTOS FINANCEIROS ALUGUEL DE FOTOCOPIADORA (QUALYCOPY) COMPRA DE FILMES CONTABILIDADE CORREIOS ENCARGOS TRABALHISTAS ESTOQUE DE MATERIAIS DE CONSUMO - ESCRITÓRIO EVENTOS IMPOSTOS E TAXAS INCORPORAÇÃO DE BENS INSS JURIDICO (HONORÁRIOS, CUSTAS E OUTROS) MANUTENÇÃO GERAL PATROCINIO ASSERJUF PESSOAL TÁRIFAS BANCÁRIAS TAXA DE CONSIGNAÇÃO TAXI - ASSERJUF TELEFONE TRANSPORTE URBANO DESPESAS SALÃO DE BELEZA INTERNET TOTAL DAS DESPESAS

TOTAL ACUMULADO

32.493,91 18,50 300,00 1.599,50 60,00 1,00 291,60 336,50 50,06 2.107,19 2.007,50 469,40 6.067,80 167,00 538,00 25,00 46.532,96

TOTAL ACUMULADO

4.855,61 338,10 1.175,02 256,95 752,56 3.048,37 1.166,61 2.005,41 468,00 3.824,69 1.849,85 3.738,01 675,00 15.415,67 101,30 783,75 30,10 713,92 78,70 83,50 985,42 42.346,54

RESULTADO FINANCEIRO RECEITAS

R$ 46.532,96

DESPESAS

R$ 42.346,54

SALDO

R$ 4.186,42

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Cumprindo determinações estatutárias, a Diretoria Executiva da Associação dos Servidores da Justiça Federal da Bahia - ASSERJUF, convoca os senhores associados para a eleição dos membros do CONSELHO FISCAL, para o biênio de 2013/2015. A assembléia geral para eleição será realizada hoje, dia 29 de julho de 2013, na Biblioteca da Justiça Federal, às 16:00hs. Salvador, 17 de junho de 2013 A Diretoria.

Notas Sexta-feira foi perdido um blaser preto nas dependências desta seccional. Se alguém o encontrou, favor, entrar em contato com Tatiana Almeida, 17ª Vara, Ramal 2756.


MANCHETE

Por Luiz Goulart (DIREF)

A MACHODEPENDÊNCIA E A PIRIGUETAGEM Chamou-me a atenção, há alguns dias, uma matéria da Folha de São Paulo com o seguinte título: "Paulistanas reclamam da falta de homens na balada dispostos a um relacionamento sério” O repórter relatava que o mulherio paulista estava carente e frustrado com a escassez do produto masculino pela selva de pedra da paulicéia desvairada. Várias moças foram ouvidas, assim como os seus possíveis “alvos” de cobiça: “os bofes” e a conclusão tirada é que as mulheres, ao trocarem o antigo papel de caça para o novo, de caçadora, perceberam que não foi uma mudança, digamos assim, muito proveitosa. A macharia é um produto que anda em falta ou a lei de oferta e procura, mais uma vez, mostra sua validade também no mercado das relações humanas devido à disseminação da piriguetagem? A concorrência anda braba nas hostes femininas. Mas uma das coisas que mais me chamaram a atenção é que a maioria das mulheres reclama da falta de homem justamente nas baladas, detalhe: homem para relacionamento sério! Repetindo: relacionamento sério na balada!!! Fico a me perguntar se isso não é uma contradição entre termos. Seria como procurar um tricolor no meio da torcida do Vitória ou vasculhar num grupo de petistas algum que não seja fã da Carta Capital. Mais fácil cavar um poço num deserto. A Folha diz tudo: “Do clube moderninho ao boteco no centro, a noite paulistana não é mais terreno fértil para encontrar "bofes" com pretensões de engatar um relacionamento sério”. Pelo censo de 2010 do IBGE, há quase 600 mil homens a menos em relação ao número de mulheres...e olhe que ainda há os gays, em torno de 10%, o que reduz ainda mais as chances do mulherio...sem contar os casados...a coisa começa a tomar contornos de drama porque homens morrem mais cedo do que mulheres por diversas razões genéticas, inclusive porque cuidam menos da saúde. Quando começa a bater o desespero inicia-se também uma maior vulgarização das mulheres. Como muitas recorrem, por uma inclinação natural, à piriguetagem; as demais tendem a perceber aí uma espécie de nicho de mercado e acabam apelando, mesmo tangencialmente, ao mesmo recurso que já provou dar frutos e resultados. A reportagem aborda um aspecto

interessante. As mulheres se colocam como fáceis, modernas, dispostas a “ficar” sem compromisso e até abordam os homens, mas, com o tempo, voltam ao papel de mulher das antigas. Acontece que os homens sabem reconhecer a jogada e não caem fácil nessa estratégia. A conquista da independência feminina, a liberdade que elas tanto buscaram é, finalmente, uma realidade. E elas estão aproveitando bem isso, se divertido a valer. Poucas assumem que não buscam de fato nada sério, mas esperam que os homens as vejam como caça enquanto elas agem do mesmo modo. Alguém vai perder nesse jogo. A psicóloga Lúcia Petri afirma que a necessidade de encontrar alguém leva algumas mulheres a um comportamento desesperado, apressado, que, em muitas vezes, quebra o encanto e o desejo de um novo encontro. As mulheres reclamam de que ninguém quer nada sério, mas elas querem? Se querem, precisam repensar suas ações. O psicólogo clinico Irineu Deliberalli, em seu blog questiona a máxima feminina de que faltam homens no mercado. Ele reflete que a maior independência financeira feminina que faz com que a mulher dirija a própria vida, também faz com que ela fique cada vez mais sozinha, principalmente as mulheres acima dos 35 anos e solteiras ou à procura de um segundo casamento e que têm boa condição profissional e financeira. Estas são as que mais reclamam. As mulheres que reclamam que os homens só querem sexo e nada mais não percebem que esses homens fogem de mulheres fortes. O homem é um animal besta, que se sente frágil diante de uma mulher assertiva e decidida. Ao se sentir desejado, seu instinto é copular apenas. Isto fortalece seu padrão masculino de conquista. O instinto masculino de caçador não é atiçado para além do sexo. A mulher desafiadora, que merece ser conquistada, não é aquela que emula o papel masculino, mas a que estimula o instinto básico do homem como a fêmea que ele aprendeu a distinguir dos

machos. A antropóloga Mirian Goldenberg concorda. Ela diz que como há muito mais mulheres do que homens no mundo, elas devem buscar menos o príncipe encantado se quiserem encontrar um parceiro. "É contraditório, para não dizer pouco inteligente, que num mercado afetivo-sexual tão desfavorável elas exijam tanto", diz Goldenberg. Ela lembra que antigamente o homem era o provedor, o protetor, o chefe de família e que hoje há vários modelos masculinos: o sensível, o delicado, o romântico, o vaidoso, o mais jovem, o que ganha menos e as mulheres exigem do homem coisas que não exigiam antes. Ele não tem que ser só o provedor bem-sucedido e poderoso. Também tem que cuidar do seu corpo, vestir-se bem, ser romântico, carinhoso. A mulher quer tudo isso numa só pessoa. Em Salvador parece que a coisa é ainda pior do que São Paulo. Aqui há 100 mulheres para cada 85,6 homens, na faixa de 20 a 39 anos. Isto coloca a capital baiana como a pior do país para se arranjar um companheiro para relacionamento sério. Outro dia estava observando, na minha academia, o comportamento dos homens e das mulheres que a frequentam. O ambiente da academia é um excelente termômetro para análise de comportamento humano. Todos os homens ali estavam focados no objetivo de malharem e mesmo quando batiam papo com os amigos, o assunto das conversas costumava girar, pelo menos ali dentro, em torno dos próprios exercícios. Já as mulheres agiam de modo oposto, primeiro porque as mulheres conseguem, naturalmente, fazer várias coisas ao mesmo tempo, ao contrário dos homens. Pois eis que elas conseguem tomar cuidado para não estragar o esmalte nos halteres, ajeitar os mais diversos itens do vestuário para estarem sempre atraentes mesmo levemente suadas, falar várias vezes ao celular, selecionar a música que querem ouvir, checar a própria imagem nos inúmeros espelhos e, é claro, malhar. Tudo isso enquanto os olhinhos, devidamente retocados com rímel, rodam em busca da caça masculina que costuma estar concentrada na malhação. Uma luta inglória...

Texto disponível em: http://chacais-sempreespreitam.blogspot.com.br/2013/07/amachodependencia-e-piriguetagem.html

03


DESTAQUES DA SEMANA Espaço Exposição CELESTE FRADIQUE De 29 de julho a 02 de agosto, você poderá dar aquela espiadinha e conferir roupas e bijouterias. Vá até o Espaço Beleza ASSERJUF, você vai encontrar roupas e bijouterias lindas, com desconto especial para associados da ASSERJUF. Aproveite, fique linda!

Novo Convênio

CCAA IMBUI e CCAA SÃO RAFAEL

Desconto de 45% em cima da tabela básica nos cursos regulares. CCAA IMBUI Avenida Luiz Viana Filho - Shopping Imbui Plaza n°2510/202 Tel: (71) 3362-3344

Espaço Empresarial ACS | Brasil Consórcios e Financiamentos, estará nos dias 30 e 31 de julho, no Espaço Empresarial na Locadora ASSERJUF, no 1° subsolo. O dinheiro que você precisa está aqui! Parcele em até 58x, excelentes taxas de juros. Faça uma simulação, visite ou ligue para ACS Brasil. Tel.: (71) 3431.2993 / 3431.0584 / 8226.9064 End.: Av. ACM (ao lado da Indiana Veículos) Loja 05 - Térreo

Dica de Economia Como a maioria dos brasileiros pensam hoje em dia, o modelo de um corpo ideal teria que ser jovem, bonito, forte e ter os braços grossos. As garotas teriam que ter seios grandes, siliconados, freqüentadoras de academia, tomando vários diferentes tipos de vitaminas para poder “nutrir e moldar” os músculos e as formas desejáveis do corpo. Quando temos a questão financeira em nossas mãos pensamos diariamente em como economizar um dinheiro a mais a cada dia. A ASSERJUF tem convênios com várias academias com equipamentos de ponta e com preços excelentes, para você poder entrar em forma economizando.

CCAA SÃO RAFAEL Estrada do Mandu s/n°-Empório São Rafael Loja 03 - São Marcos Salvador-Ba - Tel: (71) 3393-1333

Natura - Bem estar bem.

Cada momento é unico. Cada sensação é especial. Natura Tododia é uma linha de cuidados para o corpo que convive com você diariamente. Redescubra os prazeres em cada momento do seu dia, todos os dias. Conheça todas as linhas e novidades com ótimos descontos que só a NATURA oferece. Todas as segundas e sextasfeiras, das 10h às 17h, no Espaço Beleza.

Facebook/ASSERJUF A ASSERJUF agora tem FACEBOOK, curta a nossa página (www.facebook.com/asserjuf) e fique sabendo das novidades, promoções e notícias, com comodidade.

04

Tiragem: 380 exemplares/ Periodicidade: semanal Direção e Revisão: Gilson Suzarte e Luzineide Oliveira Criação / Diagramação: Taiana Silva (DRT n° 4105/BA) Diagramação e Textos: Iuri Santos (estagiário) Jornal enviado por e-mail para 569 associados. Distribuição para Subseções e servidores inativos. Obs.: Não nos responsabilizamos pelos textos assinados e publicados no jornal.

Falajuf 480  

Falajuf edição 480, jornal semanal da ASSERJUF.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you