Page 1

ANO XXX

09 13/01/2017

Superintendência de Comunicação Integrada

CLIPPING Nesta edição:

Clipping Geral


2 Aqui ( Geral ) - MG - Brasil- 13-01-2017 - Pรกgina: 3

ESTADO DE MINAS - MG - POLรTICA - P.05 - 13/01/2017


3 O Estado de S. Paulo ( Política ) - SP - Brasil - 13-01-2017 - Página: a7


4 ESTADO DE MINAS - MG - ECONOMIA - P.09 - 13/01/2017


5 CONT... ESTADO DE MINAS - MG - ECONOMIA - P.09 - 13/01/2017


ronel suspeito de corru Sebastião Perpé22(PMMG) tuo Justino, ex-comandan-

SEXTA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DEcomandante 2017

do 27º Batalhão para, por meio de ligate do 27º Batalhão, respon- ções telefônicas, oferecer a sável pelo patrulhamento proprietários de postos de 6GOOGLE STREET VI O TEMPO Belo Horizonte deregiões dezembro do Sul anoepasrao 2215das Norte, Ci- gasolina e estabelecimentos SEXTA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2017 sado, e o inquérito foi aberto |Cidades comerciais de grande movidade Alta do município. O TEMPO MG CIDADES P.22 bémé no dia 2 de janeiro. O delega- - 13/01/2017 Ele é suspeito de cobrar pro- mentação financeira a imderesponsável Fora. Oficial teria cobrado R$ 2.000do deposto comerciantes pelo caso, Ro- plantação opela Juizdopina de Reds para instalar postos da polícia em estabelecimentos mensal de R$ 2.000 dolfo Rolli, também preferiu de comerciantes para insta- mediante o pagamento menmilitar não conceder entrevista pa- sal de R$ 2.000”. Ainda selação e manutenção de ponratos não nas investide interferir apoio de Registro de gundo o documento, o digações. Ele já está ouvindo A Eventos de Defesa Social nheiro deveria ser entregue Zona da Mata. Justino é ex-comandante do 27°batalhão, responsáve GOOGLE STREET VIEW testemunhas coletando e Juiz de as(Reds), ao policial. usados15epela polícia de dezembro do ano pessoalmente pasDelegadoapurao só irá sesado, manifestar Mata, in- provas Parceria ede o inquérito aberto para aeelaboração bole-foi15 “Os envolvidos serã nel Justino também está de dezembro do ano pasDelegadoapurao no dia 2 de janeiro. O delegaao fim das apurações. úncia decaso,quetambémé tins de ocorrência. devidamente ouvidos re sendo apurada pela própria CORREGEDORIA. Além da insado, do responsável pelo caso, Ro- e o inquérito foi aberto Instalaçãode Segundo o registro poli- preferiu contra oacompanhadopela dolfo Rolli, também caso,quetambémé O caso foi encaminhapeitando a ampla defesa Polícia Militar. Em nota, a vestigação da Polícia Civil, no dia corregedoriamilitar não conceder entrevista pa- 2 de janeiro. O delegapontodeapoio da denúncia, Justino “tea Polícia cial do para a Polícia Civil após o contraditório, bem co corporação afirmou que o a conduta do tenente-corora não interferir nas investido responsável pelo caso, Roria se FARIA utilizado dofeita cargo de ouvindo s Gerais¬acompanhadopela gações. Ele pela já está JOÃO RENATO égratuita uma denúncia mo o devido processo le comando já tem conhecidolfo Rolli, também preferiu A Polícia Civil de Juiz de as testemunhas e coletando comandante do de 27ºeJustiça Batao Perpé-¬ corregedoriamilitar só irá se manifestar 15ª Fora, na ZonaPromotoria da Mata, in- provas gal em compromisso ina mento da “suposta acusanão conceder entrevista paao fim das uma para, denúnciapor de meio A instalação dos ponlhão deapurações. ligamandan-vestiga do Ministério Público com a lisura ção envolvendo o oficial lo- redável ra não interferir nas investiSegundo o de registro policorrupção passiva contra o tos de apoio de Regisções telefônicas, a “te, respon-tenente-coronel cialoferecer da denúncia, Justino da Polícia (MPMG), tro de Eventos de Defesa Minas Gerais em transparência e os prece tado na 4ª Região da Polícia gações. Ele já está ouvindo ¬proprietários JOÃO RENATO FARIA ria postos se utilizado de do cargo de de Minas Gerais Social (Reds) pela Polícia de hamentoMilitar novembro do ano passado. tos constitucionais”, afi Militar em Juiz de Fora”. Prazo. Segundo a assescomandante do 27º Bata(PMMG) Sebastião PerpéMilitar é gratuita e feita A PolíciaeCivil de Juiz de as testemunhas e coletando gasolina estabelecimentos Sul e Ci-tuo¬Justino, lhão foi para,posto por meio de ligaex-comandanapós uma solicitação do O procedimento mou a corporação, po Ainda de acordo com a soria de imprensa da Políprovas Fora, na Zona dagrande Mata, in- oferecer ções telefônicas, a e só irá se manifestar do comerciais 27º Batalhão, responcomerciante. Os locais de moviunicípio.te GOOGLE STREET VIEW meio do comunicado. sob sigilo pelo promotor nota, foi instaurado um procia Civil, o prazo para a proprietários de postos de sável pelo patrulhamento são utilizados pelos polivestiga uma denúncia deim- ao fim das apurações. mentação brar progasolina e a estabelecimentos regiões Norte,Emílio Sul efinanceira Ci- Coimbra ciais para o preenchimenembro do das ano pasPaulo do A Polícia Militar ainda r cesso administrativo pela conclusãoodo inquérito é Segundo registro policomerciais deogrande movicorrupção passiva contra dade Alta do município. to de documentos, como plantação do posto de Reds nquérito aberto $ 2.000foi Nascimento, não quis mentação financeira a imforçou o oficial “nã Corregedoria para apurar de 30 dias, mas esse temEle é suspeito de cobrar pro- que o boletimque de ocorrência, e da denúncia, Justino “tetenente-coronel da Polícia janeiro. delegaplantação do posto cial de Reds mensal de R$ o 2.000 evitam o deslocamento mediante pagamento menara insta-Opina se pronunciar sobre o caso. exerce função de comand os fatos. Segundo a PM, o tepo pode ser estendido mediante o pagamento deMilitar comerciantes para instadas viaturas até delegariamense utilizado do cargo de de Minas Gerais pelo caso, Rode R$ Ainda se-Ainda oável de ponde R$ 2.000”. selaçãosal e manutenção de2.000”. pon- sal cias para os registros A denúncia foi recebida desde janeiro de de 2016”. E nente-coronel Justino terá a caso haja necessidade comandante do 27º Bata(PMMG) Sebastião Perpé, também preferiu o documento, o didegundo apoio de Registro de gundo crimes. Além disso, os o documento, o digistro detos pela 3ª Delegacia dedeveria Polícia o 27º Bat chance de pelas se regiões defender mais apurações. nheiro ser entregue Eventos de Defesa Social pontosassumido aumentam a seguZona dapor Mata.meio Justino é ex-comandante responsável Norte, Sul edas Cidade Alta havia der entrevista palhãodepara, de liga- do 27°batalhão, tuo Justino, ex-comandannheiro deveria entregue a Social do 27°batalhão, responsável pelas regiões Sul ejáde Cidade Al pessoalmente ao policial.Zona da Mata. Justino é ex-comandante (Reds), usadosde pela políciadeser rança dosNorte, comércios, Civil Juiz Fora no dia lhão em fevereiro 2015 acusações de corrupção. erferir naspara investioferecer te 27º Batalhão, respon- ções telefônicas, ado elaboração de bole- ao policial. que são usados com frenel Justino também está a “Os envolvidos serão pessoalmente a polícia de ocorrência. quência pelos militares. sendo apurada pela própria devidamente ouvidos res- Histórico CORREGEDORIA. Além da ine já está tins ouvindo proprietários detambém postos pelo patrulhamento de bole- sável nel Polícia Justino está “Os envolvidos serão peitando a ampla defesa e O caso foi encaminhaA decisão de instalação Militar. Em nota, a de vestigação da Polícia Civil, unhas e coletando dodas para aregiões Polícia CivilNorte, após a Sul é da PM, que avalia, após corporação afirmou que o o contraditório, bem co- 0 Currículo. O conduta do tenente-corogasolina eapurada estabelecimentos eda Cisendo pela própria devidamente ouvidos resCORREGEDORIA. Além inHistórico uma denúncia feita pela uma requisição do lojista, comando já tem conheci- mo o devido processo le- tenente-coronel Sebastião ó irá se manifestar de grande movidade Alta dodamunicípio. gal em inar-a ampla 15ª Promotoria de Justiça se o local está em uma chamento da “suposta acusaPerpétuo Justino tem 49 aminhaPolícia Militar. Em nota, a compromisso peitando defesa e vestigação Polícia Civil, comerciais apurações. instalação dos ponredável com a lisura, anos, nasceu em Santos doEle Ministério Públicode de cobrar promada A Zona Quente de Crição envolvendo o oficialalo-immentação financeira é suspeito Inquérito ivil após corporação afirmou que o o contraditório, bem coa conduta do tenente-coro0 Currículo. O daí, MinaspoliGerais (MPMG), em minalidade e, aapoio partir tado na 4ª Região da Polícia transparência e os precei- Dumont, na região da Zona do o registro tos de de Regisplantação do posto deconheciReds pina“temensal de R$ 2.000 tos constitucionais”, afir- da Mata, novembro do ano passado. oferece um convênio com Militar emjá Juiztem de Fora”. e entrou para Prazo. Segundo a assesita pela comando mo o devido processo le-a tenente-coronel úncia, Justino tro de Eventos Sebastião deo Defesa O procedimento foi posto dono do estabelecimento. Ainda de acordo com a mou a corporação, por Polícia Militar em 1990. Na soria de imprensa da Polímediante o pagamento mende comerciantes para instaezado Justiça “suposta acusagal em compromisso inarJustino temPolícia 49 do cargo depelo promotor cia Civil, o prazo para amento Social (Reds) pela meio do comunicado. sob sigilo Ao comerciante, cabe nota,da foi instaurado um procorporação, ele já exerceu Perpétuo A Políciaredável Militar ainda re-com Paulo Emílio Coimbra do apenasnasceu a manutenção do e feita cesso2.000”. administrativo pela se-looutros cargos de comando, anos, conclusão do inquérito éde R$ salção Ainda lação e manutenção de ponblico envolvendo o oficial a lisura, em Santos nte dode 27º BataMilitar é gratuita Nascimento, que não quis espaço, que deve contar Corregedoria para apurar forçou que o oficial “não um deles na 4ª Companhia de 30 dias, mas esse temgundo documento, oPolícia ditos de apoio de Registro deestendido por meio ligaapós uma solicitação do MG), emsede tadoosona 4ªSegundo Região dao tetransparência e os preceiDumont, na região exerce função de comando Independente pronunciar sobre o caso. com um computador e oda Zona fatos. a PM, de Meio po pode ser de 2016”. Ele Justino A denúncia recebida acesso à internet. Não éOs fei- locais nente-coronel Justino terá a desde janeiro Ambiente e Trânsito casoSocial haja necessidade ônicas, oferecer a foide comerciante. nheiro deveria ser entregue Eventos Defesa Zona da Mata. é ex-comandante do 27°batalhão, responsável passado. Militar em Juiz de Fora”. tos constitucionais”, afirda Mata, e entrou para a Prazo. Segundo a assespela 3ª Delegacia de Polícia to nenhum tipo de cobranchance de se defender das havia assumido o 27º Bata- Rodoviário, também em de mais apurações. iosposto de postos dedeusados são utilizados pelos poliao policial. (Reds), lhãoaem fevereiro Civil desoria Juiz Fora no diapela polícia ça financeira mensal. (JRF) acusaçõesde de corrupção. Juiz de Fora. oi Ainda acordo moude a2015. corporação, por Polícia Militar em 1990. Na de imprensa da Polí- pessoalmente DENILTON DIAS –com 5.8.2014 estabelecimentos ciais para o preenchimenelaboração bole“Os envolvidos serão Justino também está romotor para nota, foi instaurado um pro- nel meio do comunicado. corporação, ele já exerceu ciaa Civil, o prazode para a balmente na madrugada d ¬ JOSÉ VÍTOR CAMILO s de grande movito de cargos documentos, como de ocorrência. ouvidos res pela própria Além da inmbra do tins cesso administrativo pela sendo Aapurada Polícia Militar ainda re- devidamente outros de comando, conclusão do inquérito é CORREGEDORIA. último dia 5 de janeiro. S ¬ Uma jovem de 19 anos definanceira im-caso foi encaminhao boletim e não quis a O ampla Corregedoria para Civil, apurar forçou que oficial “não um deles nade 4ªocorrência, Companhia de 30 dias, mas esseregistrou tem- vestigação Militar. Em nota, a peitando daocorrência Polícia sociais. Vítima boletim de na PMPolícia após ser atacada por namorado; suspeito nega gundo aa jovem, eladefesa foi pare nunciou, por omeio de redes do postoRedes de Reds evitam o deslocamento e o caso. do para os fatos. do Segundo a PM, o te- corporação exerce função de comando Independente de Meio po pode ser estendido a Polícia Civil após a conduta contraditório, bem afirmou que o ouma tenente-corovizinha e co de sociais, uma suposta agreso pagamento mendas república viaturas até delegarecebida nente-coronel Justino terá a desde janeiro de 2016”. Ele Ambiente e Trânsito caso haja necessidade uma denúncia feita pela mo o devido processo le comando já tem conhecinamorado bebend são sofrida no interior de xou 2.000”. Ainda secias opara os registros de e Polícia chance de se defender das havia assumido o 27º BataRodoviário, também em de mais apurações. 15ª Promotoria de Justiça gal em compromisso inar mento da “suposta acusadocumento, o dium colega. “Fiqueiosn uma república no centro de com crimes. Além disso, DENILTON DIAS – 5.8.2014 ra noser diaentregue acusações de corrupção. lhão em fevereiro de 2015. Juiz de conversando, Fora. do Ministério de com a alisura ção envolvendo oSul oficial lo-Alta redável veria pontos aumentam seguZona daPúblico Mata. Justino é ex-comandante do 27°batalhão, responsável pelas regiões Norte, e Cidade quintal e, da c Ouro Preto, na região Cenbalmente na madrugada do de ela estava. “Minha amiga se levantou e começou a so¬ JOSÉ VÍTOR CAMILO Minas Gerais (MPMG), em transparência e asos precei tado Região da Polícia nte ao policial. dos comércios, car a parede, xingando mea porta. Ele me pegou 5 dena janeiro. Se- abriuO ¬ Uma jovem de 19 anos de- último dia sarança dele, dava para ele mejáve tral de4ªMinas. suspeito, ninas da república. Levantei, coloFora”. e me levou. Vi que esaMilitar jovem, elaem foi para por envolvidos meio redes gundo “Os serão são usados com fretambém está novembronel do Justino ano passado. tosque constitucionais”, afir Juiznode Prazo.nunciou, Segundo a deassesumvizinha estudante de engenhamas janela. ele puxou oEle meu me braçomando bêbado. Quando chega- pela e dei- tava sociais, uma suposta agres- uma república devidamente ouvidos resquência pelos militares. pela própria RIA. Além O daprocedimento in- sendo apurada Histórico foi posto a corporação, pos Ainda de acordo com ada mou soria de da Polícom força”, afirmou. Segunmos quarto, ele trancou a mensagem bebendo são imprensa sofrida no interior de xou o namorado perguntando ria geológica de ao33 anos suspeito só instalação a deicom um e colega. “Fiquei no porta. Começamos a discutir. do aAjovem,o uma república no centro de defesa peitando apara ampla decisão deRespondi Em nota, o da Políciasob Civil, sigiloPolícia pelo Militar. promotor meio do comunicado. nota, foi instaurado um prociaaCivil, o prazo a eu iria embora. qu Universidade Federal de OuOuro Preto, na região Cen- quintal conversando, e, da ca- O motivo era que eu ‘o teria xou sair após ela dizer que o de contraditório, éA da PM, que avalia, após corporação afirmou o tral do tenente-coro0ele Currículo. Oesperar demais’”, não terminaria o namoro. sa dele,codava para me(Ufop), ver feito Minas. O suspeito,ébem Paulo Emílio Coimbra do que Polícia Militar ainda re cesso administrativo pela disse. sim, conclusão do inquérito mas, pouco tempo d ro Preto era namoraProcurado ontem, odo sus-lojista, De acordo com a ex-uni- uma pela janela. Ele tenente-coronel me mandou um estudante de engenhamo omas devido processo lerequisição comando já tem Sebastião Nascimento, que não quis conheciforçou que o oficial “não Corregedoria para apurar de 30riadias, esse tempois, ele me ligou, já bêbado do da vítima, que chegou a geológica de 33 anos da mensagem perguntando se versitária, ela começou a jun- peito negou à reportagem gal em compromisso inarsequeotenha local está aem uma chamento da “suposta acusa- Universidade Perpétuo tem 49 agredido namoratar seus objetos ir emboembora. Respondi que Justino Federal de Ou- eu iria se pronunciar sobre o caso. exerce função de comando osregistrar fatos. Segundo a PM, opara tepo pode ser estendido perguntou seeleeu não iria do um boletim deque ocorda. Apesar disso, Quente disse quede Cri“Foi então ele me jo- mada sim, mas, poucoanos, temponasceu de- ra. em Preto (Ufop), era namoracom a lisura, Zona ção envolvendo o oficial lo- roredável Santos A denúncia foi recebida desde janeiro de 2016”. Ele nente-coronel Justino terá a caso haja necessidade só irá se manifestar às autoricama e subiu em cima mir com ele”, lembra. ligou, já bêbado e gou naMilitar. do da vítima, que chegou a pois, ele merência na Polícia transparência e os precei- Dumont, na região da Zona minalidade e, a partir daí, tado na 4ª Região da Polícia registrar um boletim de ocor- perguntou se eu não iria dor- do meu corpo, apertando o dades que investigam o caso. pela 3ª Delegacia deJuiz Polícia havia assumido 27ºcom Bata chance de see defender das de mais apurações. Menos umo minuto Agarota,que tos constitucionais”, afirumdeconvênio od Militar em de Fora”. da Mata, entrou afiloegundo a assesEm rede social, responsáveis meujácursou rostopara e dizendo que eu oferece mir com ele”, lembra. rência na Polícia Militar. pela república disseram que não iria fazê-lo de trouxa. CoMenos de umPolícia minuto deA garota,que jácursou filode Fora dia com a mou lhão em fevereiro deoteria 2015. acusações de corrupção. pois, odo universitário ch sofia na universidade, conta a corporação, por dono estabelecimento. deno acordo Militar em 1990. Na mprensa daCivil Polí-de Juiz Ainda sofia na universidade, conta pois, o universitário teria che- mecei a gritar, falando que ele casoserá apurado. Eles nãofoDENILTON DIAS – 5.8.2014 à porta datelefone. república que foi agredida e ver- e elegado Município de Ouro Pretorepúblicas concentra diversas repúblicas estudantis meio do comunicado. comerciante, cabeon nota, foidiversas instaurado um procorporação, elefísica já exerceu o prazo para a de Ouro Preto ramAo localizados por me machucando, da república on- estava que foi agredida física e ver- gado à porta Município concentra estudantis ela estava. “Minha amig na madrugada do de ¬ JOSÉ VÍTOR CAMILO A Polícia Militar ainda re-balmente apenas a manutenção do cesso administrativo pela outros cargos de comando, o do inquérito é a porta. Ele me pego dia 5nade Se- abriu ¬ Uma jovemque de 19 anos deforçou o oficial “nãoúltimo espaço, que deve contar Corregedoria para apurar um deles 4ª janeiro. Companhia s, mas esse temcolo e me levou. Vi que a jovem, de elaMeio foi para no porfunção meio de redes comandogundo com um computador e oe os fatos. Segundo a PM, o nunciou, te- exerce Independente ser estendido bêbado. Quando república vizinha e dei- tava umajaneiro suposta agres- Eleuma de 2016”. acesso à internet. Não écheg feinente-coronel Justino terásociais, a desde Ambiente e Trânsito necessidade havia assumido o 27ºde Bata-xouRodoviário, to nenhum tipo ele de cobranchance de se defender das também em apurações. mos ao quarto, trancou o namorado bebendo são sofrida no interior lhão em fevereiro de 2015. ça financeira mensal. (JRF) acusações de corrupção. uma república Juiz de colega. Fora. Começamos a discut um “Fiquei no porta. no centro de com Ouro Preto, na região Cen- quintal conversando, e, da ca- O motivo era que eu ‘o ter tral de Minas. O suspeito, sa dele, dava para ele me ver feito esperar demais’”, disse De acordo com a ex-un um estudante de engenha- pela janela. Ele me mandou

Juiz de Fora. Oficial teria cobrado R$ 2.000 de comerciantes para instalar p

Coronel suspeito de Coronel suspeito de corrupção

|Cidades

cobrado R$ 2.000 de comerciantes para instalar postos da polícia em estabelecimentos

el suspeito de corrupção Inquérito

7

Parceria

Instalaçãode pontodeapoio égratuita

Redes sociais. Vítima registrou boletim de ocorrência na7PM após ser a

Inquérito Jovemdenuncia agressãoem repúb

Jovemdenuncia agressãoem repúblicadeOuro Preto Inquérito

ais. Vítima registrou boletim de ocorrência na PM após ser atacada por namor

érito mdenuncia agressãoem república deO

Redes sociais. Vítima registrou boletim de ocorrência na PM após ser a

Jovemdenuncia agressãoem repúb


7 Estado de Minas ( Política ) - MG - Brasil- 13-01-2017 - Página: 2


8 Estado de Minas ( Política ) - MG - Brasil- 13-01-2017 - Página: 2

O Tempo ( Política ) - MG - Brasil - 13-01-2017 - Página: 4


9 Estado de Minas ( Política ) - MG - Brasil- 13-01-2017 - Página: 2


10 ESTADO DE MINAS - MG - POLÍTICA - ENTRE LINHAS -LUIZ CARLOS AZEDO - P.04 - 13/01/2017


11 ESTADO DE MINAS - MG - GERAIS - P.04 - 13/01/2017


 TRAGÉDIA EM MARIANA

12

HOJE EM DIA - MG - P.21 - 13/01/2017

SAMARCO ENTREGA PLANO DE RECUPERAÇÃO DE DANOS MATERIAL ARENOSO PODERÁ PERMITIR A REVEGETAÇÃO

O

FLÁVIO TAVARES/ARQUIVO HOJE EM DIA

e é b a c é n t

DAREDAÇÃO I horizontes@hojeemdia.com.br

JáestánasmãosdaSecretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) o Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD) deFundão,emMariana,regiãoCentraldeMinas.Obrigatório para a reabilitação doslocaisafetadospelatragédia,odocumentofoiprotocolado pela Samarco em 4 de janeiro e está sendo analisado por técnicos da pasta.ApartirdoavaldaSecretaria, que ainda não temprazo para ser dado, as ações deverão ser iniciadas pela empresa. Deacordocomamineradora, o plano apresentado propõediretrizesbaseadas emestudosgeotécnicospara recuperação ambiental dolocal,incluindoaestabilização definitiva das encostas,das estruturas e dos rejeitos remanescentes, além de contemplar a revegetação da área. “Apropostaapresentada pelaSamarconoPRADconsistena utilização de material arenoso estabilizando aáreaecriandoumasuperfície regular e segura que permitirá o acesso para as açõesderevegetação”,destacou a Samarco em nota.

 FIM DE SEMANA

p p l n p B

DESTRUIÇÃO – Bento Rodrigues foi a área mais afetada pela lama de rejeitos de Fundão

Ainda segundo a Samarco, todas as estruturas existentes no Complexo de Germano estão estáveis, mas há 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos remanescentes em Fundão que precisam ser estabilizados definitivamente. “Nesse contexto, o preenchimento com material arenosoeposterior revegetação foi considerado pela Samarco a forma mais eficiente para viabilizar a recuperação ambiental da área”, informou a empresa.

DIQUE A mineradora informou ainda que, conforme o plano apresentado, o material arenoso será contido dentro de Fundão pelo dique Eixo 1, que será construído com metodologia adequada, como solo compactado. “A estrutura não utilizará a mesma tecnologia de construção da antiga barragem de Fundão, de alteamento a montante com uso de rejeitos”, frisou. A Samarco destacou ainda que a solução apre-

sentada no plano “não caracteriza a utilização de Fundão como barragem” e que está apresentando soluções alternativas para disposição de rejeitos dentro dos processos de licenciamento da Cava de Alegria Sul e do licenciamento operacional corretivo do Complexo de Germano. A Semad informou que, após a avaliação dos técnicos, o plano será submetido à deliberação do Conselho de Política Ambiental (Copam). ComAgênciaEstado

b m d t q n d m m g F d f a p r d

s d t n n

o u c s s


13 MINAS GERAIS - P.3 - 13/01/2017


14 CONT... MINAS GERAIS - P.3 - 13/01/2017


15 CONTI... ESTADO DE MINAS - MG - POLÍTICA - ENTRE LINHAS -LUIZ CARLOS AZEDO - P.04 - 13/01/2017


16 Correio Braziliense ( Política ) - DF - Brasil - 13-01-2017 - Página: 4


17 O Globo ( O País ) - RJ - Brasil

- 13-01-2017 - Página: 6


18 Estado de Minas ( Política ) - MG - Brasil- 13-01-2017 - Página: 2

Estado de Minas ( Economia ) - MG - Brasil- 13-01-2017 - Página: 10


19 ESTADO DE MINAS - MG - GERAIS - P.05 - 13/01/2017

No aniversário de 80 anos, Iphan promete entregar duas igrejas em Minas

Restauração, ainda neste semestre, de templos do século 18 em Ouro Preto e Mariana está nas metas da instituição, que desde 1937 atua na proteção dos bens culturais do Brasil Ainda neste semestre, duas obras de restauração há muito tempo aguardadas pelos mineiros serão concluídas e os monumentos do século 18 entregues à visitação: a Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Antônio Dias, em Ouro Preto, onde está sepultado Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho (1737-1814), e a Catedral da Sé ou Basílica de Nossa Senhora da Assunção, em Mariana, ambas na Região Central. Vesperata de Diamantina é reconhecida como patrimônio cultural de MG “A expectativa é de que o término dos serviços, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas, ocorra em maio. No caso da primeira, vamos, na sequência, começar o restauro dos elementos artísticos”, informa a superintendente em Minas do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a museóloga Célia Corsino. As inaugurações dos templos tombados pelo Iphan e muito frequentados por moradores e visitantes estão entre as metas da instituição,

que completa hoje 80 anos. O aniversário do Iphan, celebrado em todo o país, terá comemoração especial hoje, das 17h às 20h, no Memorial da Vale, no Circuito Cultural Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul da capital. Na ocasião, serão lançados os três volumes da coleção Os ceramistas tupiguarani (Sínteses regionais, elementos decorativos e eixos temáticos), dos arqueólogos André Prous, professor francês radicado em Belo Horizonte, e da carioca Tania Andrade Lima. O trabalho vem acompanhado de um DVD com mais de mil fichas de artefatos e representa um prato cheio de conhecimento para os pesquisadores. Motivos não faltam, segundo Célia, para a data ser especial na história da preservação do patrimônio. Afinal, “não existe Iphan sem Minas”. Com 40% dos bens culturais tombados no país (veja quadro), estando ao lado do Rio de Janeiro nas primeiras posições, Minas reúne o maior número de escritórios regionais do Iphan (BH, na Casa do Conde, Congonhas, Diamantina, Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei, Tiradentes e Serro), além de poder mostrar ao mundo quatro sítios reconhecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como patrimônio da humanidade. Nesse seleto grupo, estão os centros históricos de Ouro Preto e Diamantina, o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, e, desde julho, o conjunto moderno da Pampulha, na capital, também paisagem cultural da humanidade. Em1938, o Serro, antiga Vila do Príncipe, no Vale do Jequitinhonha, se tornou a primeira cidade do país a ter seu conjunto urbano-paisagístico tombado pelo Iphan.


20 O Globo ( O País ) - RJ - Brasil - MERVAL PERERIRA - 13-01-2017 - Página: 4


21 CONT... O Globo ( O País ) - RJ - Brasil - MERVAL PERERIRA- 13-01-2017 - Página: 4


22 Estado de Minas ( Opiniรฃo ) - MG - Brasil- 13-01-2017 - Pรกgina: 6


O.P

Editorial

23

O TEMPO - MG - EDITORIAL - 13/01/2017

ALERTA AMARELO O governo mineiro afirma que, provavelmente, ocorreram oito mortes no Estado devido a um surto de febre amarela, mas não as confirma enquanto não realizar contraprovas. Previdente, promove a vacinação, sobretudo da população de áreas rurais. Prefeituras do interior, no entanto, informam que os casos de mortes podem ser muito mais numerosos. Só em Caratinga, por exemplo, a prefeitura contabilizou 79 notificações. Em Teófilo Otoni, as autoridades decretaram situação de emergência. A primeira indicação de aproximação de um surto de febre amarela é a morte de animais silvestres que habitam matas e florestas, como o macaco. Quanto mais próximo ele estiver do homem, maior a probabilidade de o ser humano ser contaminado. Surtos de febre amarela silvestre ocorrem no Brasil de sete em sete anos. O último registro foi em 2009. A preocupação é ela se transferir para as áreas urbanas, como aconteceu com a dengue. O Aedes aegypti é um de seus transmissores. A reintrodução da febre amarela no ambiente urbano é um risco enorme. Para um infectologista, “seria uma tragédia, talvez maior do que o zika, a dengue e a chikungunya juntos, porque ela mata quase 50% das pessoas que não são tratadas”. A febre amarela é endêmica nas regiões de mata, sendo transmitida por dois tipos de mosquitos aos animais. As pessoas que vivem ou frequentam essas áreas, como os ecoturistas, têm de estar vacinadas. O último caso registrado em ambiente urbano data de 1942. Não é caso de alarme, mas de alerta. Vários municípios mineiros estão nessa situação. Ela tem relação com atividades humanas que invadem ou que destroem os ambientes naturais. O desmatamento provoca a migração desses animais para as cidades. Mas a ameaça existe porque até hoje o país não conseguiu controlar o mosquito da dengue.

O golpe parl ao bem comu

Atacadopelosqueoc

U

m dos efeitos mais perversos do golpe parlamentar foi impor um projeto econômico-social de ajustes e de modificações legais que significam um assalto ao já combalido bem comum. O golpe foi promovido pelas oligarquias endinheiradas e antinacionais, que usaram um Parlamento de fazer vergonha por sua ausência de ética e de sentido nacional. Está em curso um desmonte da nação. Isso significa a implantação de um neoliberalismo ultraconservador e predatório que praticamente anula as conquistas sociais em favor de milhões de pobres e miseráveis, tirando-lhes direitos com referência a salário, regime de trabalho e aposentadorias, além de reduzir e até liquidar projetos fundamen-

c g te d m S b

c c c s e

I c

Clipping geral e espe 13012017  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you