Page 1

XXI 38 26/02/2013

Superintendência de Comunicação Integrada

CLIPPING Nesta edição: Clipping Geral Meio Ambiente Patrimônio Cultural Saúde

Destaques: MPMG é contra a aprovação da PEC 37 - p. 01 Ministério Público lança em Minas a campanha nacional contra o crime - p. 03 Traficantes de órgãos torturavam vítimas - p. 21


01 diário do comércio - mg - p. 25 - 26.02.2013


02 metro - mg - p. 15 - 26.02.2013

CONTRA O CRIME

/sh>'K

minas gerais - 1ª P. - 26.02.2013

/sh>'K

CONTRA O CRIME

D®Ä®ÝãÙ®Ê W鐽®‘ʽƒÄ–ƒ ÄÊÝプÊ ‘ƒÃփīƒ֛½ƒ ٛ—疇ʗ› «Ê—®ÊÝ KDŝŶŝƐƚĠƌŝŽWƷďůŝĐŽůĂŶĕĂ ŚŽũĞĞŵDŝŶĂƐĂĐĂŵƉĂŶŚĂ ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ƐƐĂĠĂ ĂƟƚƵĚĞ͘͟ŝĚĞŝĂĠĐŽŶƚƌŝďƵŝƌ para a redução de crimes ĐŽŵĞƟĚŽƐƉŽƌŝŵƉƵůƐŽŽƵ

D®Ä®ÝãÙ®Ê W鐽®‘ʽƒÄ–ƒ ÄÊÝプÊ ‘ƒÃփīƒ֛½ƒ ٛ—疇ʗ› «Ê—®ÊÝ KDŝŶŝƐƚĠƌŝŽWƷďůŝĐŽůĂŶĕĂ ŚŽũĞĞŵDŝŶĂƐĂĐĂŵƉĂŶŚĂ ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ƐƐĂĠĂ ĂƟƚƵĚĞ͘͟ŝĚĞŝĂĠĐŽŶƚƌŝďƵŝƌ para a redução de crimes ĐŽŵĞƟĚŽƐƉŽƌŝŵƉƵůƐŽŽƵ ŵŽƟǀŽƐĨƷƚĞŝƐ͘ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ ĠĚŽŽŶƐĞůŚŽEĂĐŝŽŶĂůĚĞ :ƵƐƟĕĂ͕DŝŶŝƐƚĠƌŝŽĚĂ:ƵƐƟĕĂ ĞŽŶƐĞůŚŽEĂĐŝŽŶĂůĚŽ DŝŶŝƐƚĠƌŝŽWƷďůŝĐŽ͘ ĐĂŵƉĂŶŚĂ͕ƋƵĞƚĞŵ ĂƉŽŝŽĚŽ'ŽǀĞƌŶŽĚĞDŝŶĂƐ͕ ĠĚĞąŵďŝƚŽŶĂĐŝŽŶĂůĞ o lançamento regional ƉƌĞƚĞŶĚĞŝŶĐĞŶƟǀĂƌŶŽǀĂƐ adesões. (Página 5)


ƚĞŝƐ͘KůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĂĐŽŶƚĞĐĞŶĂ W> W ͳ Dentre as ações sede da Procuradoria-Geral deŵĞŶƚŽĚŽƐĐƌŝŵĞƐĐŽŶƚƌĂĂǀŝĚĂĂŽ ƉƌĞǀŝƐƚĂƐ ŶĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ ĞƐƚĄ Ž ůŽŶŐŽĚĞƐƚĞĂŶŽƉĂƌĂĚĂƌŵŽƐƵŵĂ :ƵƐƟĕĂ ;ǀĞŶŝĚĂ ůǀĂƌĞƐ ĂďƌĂů͕ ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĚĞĐĂƌƟůŚĂĞĚƵĐĂƟǀĂ ƌĞƐƉŽƐƚĂăƐŽĐŝĞĚĂĚĞ͕͟ĂĐƌĞƐĐĞŶƚĂ ϭ͘ϲϵϬͿ͕ăƐϭϰŚŽƌĂƐ͘ ƉĂƌĂ ŝŶƚƌŽĚƵnjŝƌ Ž ƚĞŵĂMINAS ŶŽ ŶƐŝSEGURANÇA GER 03 A campanha já está circulandoĂƉƌŽŵŽƚŽƌĂ͘ ŶŽDĠĚŝŽ͘WŽƌŵĞŝŽĚĞƚĞdžƚŽƐĞ ressalta que a campanha Ğŵ ąŵďŝƚŽ ŶĂĐŝŽŶĂů Ğ ĨŽŝ ĚĞƐĞŶ- Ela ŵƷƐŝĐĂƐ͕ĂƉƌŽƉŽƐƚĂĠĨĂnjĞƌĐŽŵ ĐŽŵďĂƚĞ ŶĆŽ Ɛſ ŽƐ ĐƌŝŵĞƐ ďĂǀŽůǀŝĚĂ ƉĞůĂ ƐƚƌĂƚĠŐŝĂ EĂĐŝŽŶĂů que o aluno também pense soŶĂŝƐ͕ŵĂƐĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞŵŐĞƌĂů͕ŝŶĚĞ :ƵƐƟĕĂ Ğ ^ĞŐƵƌĂŶĕĂ WƷďůŝĐĂ͕ ďƌĞŽƋƵĞĂǀŝŽůġŶĐŝĂƉŽĚĞƉƌŽǀŽSEGURANÇA MINASĐůƵƐŝǀĞŽĐƌŝŵĞŽƌŐĂŶŝnjĂĚŽ͘WĂƌĂ GERAIS dZͳ&/Z͕Ϯϲ&sZ/ZKϮϬϭϯ - 5 ĞŵƉĂƌĐĞƌŝĂĐŽŵŽŽŶƐĞůŚŽEĂ-combater ĐĂƌĚĞŶƚƌŽĞĨŽƌĂĚĂĞƐĐŽůĂ͘ƐƐĂ os crimes por impulso, ĐŝŽŶĂůĚĞ:ƵƐƟĕĂ;E:Ϳ͕DŝŶŝƐƚĠƌŝŽ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ ĐŽŶƚĂ ĐŽŵ Ă ƉĂƌĐĞƌŝĂ ĂĐĂŵƉĂŶŚĂ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ ĚĂ:ƵƐƟĕĂ;D:ͿĞŽŶƐĞůŚŽEĂĐŝŽ-ƐƐĂĠĂƟƚƵĚĞ͟ƉĂƐƐĂĂŵĞŶƐĂda Secretaria de Educação , por ŶĂůĚŽDŝŶŝƐƚĠƌŝŽWƷďůŝĐŽ;EDWͿ͘ ŐĞŵŵĞŝŽĚŽ&ſƌƵŵĚĞWƌŽŵŽĕĆŽĚĂ ĚĞ ƚŽůĞƌąŶĐŝĂ Ğŵ ƐŝƚƵĂĕƁĞƐ ͞K ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽ ƌĞŐŝŽŶĂů Ġ ƉĂƌĂ WĂnj ƐĐŽůĂƌ Ğ ĚĞ ƌƟĐƵůĂĕĆŽ ĚĞ ĐŽŶŇŝƚŽ͕ ďƵƐĐĂŶĚŽ ĐŚĂŵĂƌ Ž Ğŵ ĨŽƌŵĂůŝnjĂƌŶŽƐƐĂĂĚĞƐĆŽăĐĂŵƉĂ-ĐŝĚĂĚĆŽăĐŽŶƐĐŝġŶĐŝĂƐŽďƌĞƐĞƵ ZĞĚĞ ;&ŽƌƉĂnjͿ͘ ͞ŶƚĞŶĚĞŵŽƐ Ă nha, que incita os cidadãos a man-ƉŽĚĞƌ escola como ambiente escolaĚĞ ĞǀŝƚĂƌ Ă ǀŝŽůġŶĐŝĂdeĞŵ terem a calma e o controle para ƌŝnjĂĕĆŽ͕ƐŽĐŝĂůŝnjĂĕĆŽĞƉƌŽƚĞĕĆŽ͕͟ ĐĂƐŽƐ ĚĞ ƐŝŵƉůĞƐ ĚĞƐĂǀĞŶĕĂ͘ Ɛ ‰/ŶŝĐŝĂƟǀĂƚƌĂnjƌĞŇĞdžĆŽƐŽďƌĞŚŽŵŝĐşĚŝŽƐƉŽƌŝŵƉƵůƐŽŽƵŵŽƟǀŽƐĨƷƚĞŝƐ ĞǀŝƚĂƌ ŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ƉŽƌ ŝŵƉƵůƐŽ ĚĞĨĞŶĚĞDĂƌŝĂůŵŝƌĂ͘ peças são estreladas por atletas Ministério Público de Minas sĄƌŝĂƐ ƉĂƌĐĞƌŝĂƐ ĞƐƚĆŽ ƐĞŶĚŽ ŽƵŵŽƟǀŽĨƷƟů͕͟ĞƐĐůĂƌĞĐĞĂƉƌŽKƵƚƌĂ ĚĂ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ Ġ renomados - osŵĞƚĂ campeões munƉƌŽŵŽƚŽƌĂĞdžƉůŝĐĂƋƵĞ͞ƚĂŝƐ Ministério de Minas sĄƌŝĂƐ ƉĂƌĐĞƌŝĂƐ ĞƐƚĆŽ ƐĞŶĚŽ Gerais lança hoje noPúblico Estado ĮƌŵĂĚĂƐ Ğŵ DŝŶĂƐ ƉĂƌĂ ƋƵĞ ĂƐ ĂĐĂŵƉĂŶŚĂ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ ƉĞĕĂƐ ĚĞ ĚŝǀƵůŐĂĕĆŽ ĚĂ ĐĂŵƉĂĚĞ DDĂŶĚĞƌƐŽŶ ^ŝůǀĂĞĞǀŝĂďŝŵŽƚŽƌĂĚĞ:ƵƐƟĕĂĞĐŽŽƌĚĞŶĂĚŽƌĂ ŝŵƉƵŶŝĚĂĚĞ crimes acontecem com ĂƐ a bana- ĚŝĂŝƐĐŽŵďĂƚĞƌ Gerais lança hoje no Estado ĮƌŵĂĚĂƐ Ğŵ DŝŶĂƐ ƉĂƌĂ ƋƵĞ ƐƐĂ Ġ Ă ĂƟƚƵĚĞ͘͟  ĐĂŵƉĂŶŚĂ ŶŚĂ ƐĞũĂŵ ǀĞŝĐƵůĂĚĂƐ Ğ ůĞǀĞŵ Ž ĚĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ͕ ůŝnjĂƌ Ă ŝŶǀĞƐƟŐĂĕĆŽ Ğ ũƵůŐĂŵĞŶƚŽ ĂĐĂŵƉĂŶŚĂ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ ƉĞĕĂƐ ĚĞƌĞŐŝŽŶĂů ĚŝǀƵůŐĂĕĆŽ ĚĂ ĐĂŵƉĂ- DĂƌŝĂ ů-:ƵŶŝŽƌŝŐĂŶŽĞŽƐũƵĚŽĐĂƐĐĂŵďƵƐĐĂĞƐƟŵƵůĂƌĂƌĞŇĞdžĆŽĂĐĞƌalerta ao maior número de ůŝnjĂĕĆŽĚĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞĚĂĨĂůƚĂĚĞ pesĐĂƐƐĂ ĚŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ĐŽŵĞƟĚŽƐ ƐŽĂƐ͕ŝŶĐůƵƐŝǀĞŶĂƐĞƐĐŽůĂƐ͘ peões olímpicos Leandro GuilheiĠ Ă ĂƟƚƵĚĞ͘͟  ĐĂŵƉĂŶŚĂ ŶŚĂ ƐĞũĂŵ ǀĞŝĐƵůĂĚĂƐ Ğ ůĞǀĞŵ Ž tolerância em situações como ŵŝƌĂĚŽŵĂƌĂůŝĐŬ͘ ĚŽƐĐƌŝŵĞƐ͘͞DƵƟƌƁĞƐĚĞũƷƌŝƐǀĆŽ ƉŽƌ ŝŵƉƵůƐŽ Ğ ƉŽƌ ŵŽƟǀŽƐ ĨƷSEGURANÇA ƌŽĞ^ĂƌĂŚDĞŶĞnjĞƐ͕ƋƵĞƉĂƌƟĐŝďƵƐĐĂĞƐƟŵƵůĂƌĂƌĞŇĞdžĆŽĂĐĞƌalerta ao maior número de pesďƌŝŐĂƐ Ğŵ ďĂƌĞƐ͕ ŶŽ ƚƌąŶƐŝƚŽ Ğ MINAS ĂĐŽŶƚĞĐĞƌ ƉĂƌĂ ĂĐĞůĞƌĂƌ Ž ũƵůŐĂƚĞŝƐ͘KůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĂĐŽŶƚĞĐĞŶĂ W> W ͳ Dentre as ações sede Procuradoria-Geral de ĐŽŵĞƟĚŽƐ ƉƌĞǀŝƐƚĂƐ ŶĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ ĞƐƚĄ Ž ƉĂŵƐĞŵĐŽďƌĂƌĐĂĐŚġ͘ ĐĂ daĚŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ƐŽĂƐ͕ŝŶĐůƵƐŝǀĞŶĂƐĞƐĐŽůĂƐ͘ ĐŽŵǀŝnjŝŶŚŽƐ͘EĆŽƐĆŽƉƌĞŵĞĚŝŵĞŶƚŽĚŽƐĐƌŝŵĞƐĐŽŶƚƌĂĂǀŝĚĂĂŽ :ƵƐƟĕĂ ;ǀĞŶŝĚĂ ůǀĂƌĞƐ ĂďƌĂů͕ ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĚĞĐĂƌƟůŚĂĞĚƵĐĂƟǀĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂƚĞŵǀşĚĞŽƐ͕ũŝŶŐůĞƐ ƉŽƌ ŝŵƉƵůƐŽ Ğ ƉŽƌ ŵŽƟǀŽƐ ĨƷ- Ž ƚĞŵĂ ŶŽ ŶƐŝƚĂĚŽƐ͘ ͞^ĆŽ ĐƌŝŵĞƐ ƋƵĞ ĂƐ ƉĞƐϭ͘ϲϵϬͿ͕ăƐϭϰŚŽƌĂƐ͘ ƉĂƌĂ ŝŶƚƌŽĚƵnjŝƌ ůŽŶŐŽĚĞƐƚĞĂŶŽƉĂƌĂĚĂƌŵŽƐƵŵĂ A campanha já está circulando ŶŽDĠĚŝŽ͘WŽƌŵĞŝŽĚĞƚĞdžƚŽƐĞ ĂŶƷŶĐŝŽƐ ƉĂƌĂ ǀĞşĐƵůŽƐ ƚĞŝƐ͘KůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĂĐŽŶƚĞĐĞŶĂ W> ͳ Dentree as ações soasW cometem cinco minutos ĚĞ ƌĄĚŝŽ͕ ƌĞƐƉŽƐƚĂăƐŽĐŝĞĚĂĚĞ͕͟ĂĐƌĞƐĐĞŶƚĂ Ğŵ ąŵďŝƚŽ ŶĂĐŝŽŶĂů Ğ ĨŽŝ ĚĞƐĞŶ- ŵƷƐŝĐĂƐ͕ĂƉƌŽƉŽƐƚĂĠĨĂnjĞƌĐŽŵ sede da Procuradoria-Geral de ƉƌĞǀŝƐƚĂƐ ŶĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ ĞƐƚĄ Ž ŝŵƉƌĞƐƐŽƐ Ğ ĚŝŐŝƚĂŝƐ͕ ĞŶƚƌĞ ŽƵƚƌĂƐ depois se arrependem, e todos ǀŽůǀŝĚĂ ƉĞůĂ ƐƚƌĂƚĠŐŝĂ EĂĐŝŽŶĂů que o aluno também pense soĂƉƌŽŵŽƚŽƌĂ͘ ĚĞ :ƵƐƟĕĂ Ğ;ǀĞŶŝĚĂ ^ĞŐƵƌĂŶĕĂ WƷďůŝĐĂ͕ ďƌĞŽƋƵĞĂǀŝŽůġŶĐŝĂƉŽĚĞƉƌŽǀŽ:ƵƐƟĕĂ ůǀĂƌĞƐ ĂďƌĂů͕ ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĚĞĐĂƌƟůŚĂĞĚƵĐĂƟǀĂ ƉĞĕĂƐ͕ĐŽŵǀĞŝĐƵůĂĕĆŽŐƌĂƚƵŝƚĂ͘ ƐĂĞŵƉĞƌĚĞŶĚŽ͘͟ Ela ressalta que a campanha ĞŵƉĂƌĐĞƌŝĂĐŽŵŽŽŶƐĞůŚŽEĂ- ĐĂƌĚĞŶƚƌŽĞĨŽƌĂĚĂĞƐĐŽůĂ͘ƐƐĂ ϭ͘ϲϵϬͿ͕ăƐϭϰŚŽƌĂƐ͘ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ ĐŽŶƚĂ ĐŽŵ ƉĂƌĂ ŝŶƚƌŽĚƵnjŝƌ Ž ƚĞŵĂ ŶŽ ŶƐŝdĂŵďĠŵĞƐƚĆŽƉƌĞǀŝƐƚĂƐĂĕƁĞƐ ƉĂƌƟƌĚĞĞƐƚƵĚŽƌĞůĂƟǀŽăƐ ĐŝŽŶĂůĚĞ:ƵƐƟĕĂ;E:Ϳ͕DŝŶŝƐƚĠƌŝŽ Ă ƉĂƌĐĞƌŝĂ ĐŽŵďĂƚĞ ŶĆŽ Ɛſ ŽƐ ĐƌŝŵĞƐ ďĂĚĂ:ƵƐƟĕĂ;D:ͿĞŽŶƐĞůŚŽEĂĐŝŽda Secretaria de Educação ,ŵŽƟǀĂĕƁĞƐ por A campanha já está circulando ŶŽDĠĚŝŽ͘WŽƌŵĞŝŽĚĞƚĞdžƚŽƐĞ ĚŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ĐŽ- ĞĚƵĐĂƟǀĂƐĐŽŵŵĂƚĞƌŝĂůĚŝĚĄƟĐŽ ŶĂŝƐ͕ŵĂƐĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞŵŐĞƌĂů͕ŝŶŶĂůĚŽDŝŶŝƐƚĠƌŝŽWƷďůŝĐŽ;EDWͿ͘ ŵĞŝŽĚŽ&ſƌƵŵĚĞWƌŽŵŽĕĆŽĚĂ Ğŵ ąŵďŝƚŽ ŶĂĐŝŽŶĂů ĚĞƐĞŶŵƷƐŝĐĂƐ͕ĂƉƌŽƉŽƐƚĂĠĨĂnjĞƌĐŽŵ o tema, em parceria com ŵĞƟĚŽƐ Ğŵ ϮϬϭϭ Ğ ϮϬϭϮ Ğŵ ϭϭ sobre ͞K ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽ ƌĞŐŝŽŶĂů Ġ ƉĂƌĂĞ ĨŽŝ WĂnj ƐĐŽůĂƌ Ğ ĚĞ ƌƟĐƵůĂĕĆŽ Ğŵ ĐůƵƐŝǀĞŽĐƌŝŵĞŽƌŐĂŶŝnjĂĚŽ͘WĂƌĂ ĨŽƌŵĂůŝnjĂƌŶŽƐƐĂĂĚĞƐĆŽăĐĂŵƉĂ;&ŽƌƉĂnjͿ͘ ͞ŶƚĞŶĚĞŵŽƐ Ă ǀŽůǀŝĚĂ ƉĞůĂ ƐƚƌĂƚĠŐŝĂZĞĚĞ EĂĐŝŽŶĂů que o estados aluno também pense so- por Ž DŝŶŝƐƚĠƌŝŽ ĚĂ ĚƵĐĂĕĆŽ͘ WĞĕĂƐ brasileiros, as ações nha, que incita os cidadãos a man- escola como ambiente de escolacombater os crimes por impulso, ĚĞ a:ƵƐƟĕĂ ^ĞŐƵƌĂŶĕĂ WƷďůŝĐĂ͕ ďƌĞŽƋƵĞĂǀŝŽůġŶĐŝĂƉŽĚĞƉƌŽǀŽimpulso correspondem a mais de como a que ilustra esta matéria terem calma e oĞ controle para ƌŝnjĂĕĆŽ͕ƐŽĐŝĂůŝnjĂĕĆŽĞƉƌŽƚĞĕĆŽ͕͟ ĂĐĂŵƉĂŶŚĂ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ ĞǀŝƚĂƌ ŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ƉŽƌ ŝŵƉƵůƐŽ ĚĞĨĞŶĚĞDĂƌŝĂůŵŝƌĂ͘ ĞŵƉĂƌĐĞƌŝĂĐŽŵŽŽŶƐĞůŚŽEĂĐĂƌĚĞŶƚƌŽĞĨŽƌĂĚĂĞƐĐŽůĂ͘ƐƐĂ ϱϬйĚŽƐĐĂƐŽƐ͘ĞϭϵϴϬĂƚĠϮϬϭϮ͕ podem ser acessadas no ƐŝƚĞŽĮŽƵŵŽƟǀŽĨƷƟů͕͟ĞƐĐůĂƌĞĐĞĂƉƌŽKƵƚƌĂ ŵĞƚĂ ĚĂ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ Ġ ĐŝŽŶĂůĚĞ:ƵƐƟĕĂ;E:Ϳ͕DŝŶŝƐƚĠƌŝŽ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ ĐŽŶƚĂ ĐŽŵƉŽƌ Ă ƉĂƌĐĞƌŝĂ da campanha: ǁǁǁ͘ĐŽŶƚĞĂŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ĐƌŝŵĞƐ ĨƷƚĞŝƐ cial ƐƐĂĠĂƟƚƵĚĞ͟ƉĂƐƐĂĂŵĞŶƐĂŵŽƚŽƌĂĚĞ:ƵƐƟĕĂĞĐŽŽƌĚĞŶĂĚŽƌĂ ĐŽŵďĂƚĞƌ Ă ŝŵƉƵŶŝĚĂĚĞ Ğ ǀŝĂďŝŐĞŵ ĚĞ ƚŽůĞƌąŶĐŝĂ Ğŵ ƐŝƚƵĂĕƁĞƐ ƌĞŐŝŽŶĂů ĚĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ͕ DĂƌŝĂ ů- ůŝnjĂƌ Ă ŝŶǀĞƐƟŐĂĕĆŽda Ğ ũƵůŐĂŵĞŶƚŽ ĚĂ:ƵƐƟĕĂ;D:ͿĞŽŶƐĞůŚŽEĂĐŝŽSecretaria de Educação , por ƚĞϭϬ͘ĐŶŵƉ͘ŐŽǀ͘ďƌ. ĂƵŵĞŶƚĂƌĂŵϯϳϬй͘ ŵŝƌĂĚŽŵĂƌĂůŝĐŬ͘ ĚŽƐĐƌŝŵĞƐ͘͞DƵƟƌƁĞƐĚĞũƷƌŝƐǀĆŽ ĚĞ ĐŽŶŇŝƚŽ͕ ďƵƐĐĂŶĚŽ ĐŚĂŵĂƌ Ž ŶĂůĚŽDŝŶŝƐƚĠƌŝŽWƷďůŝĐŽ;EDWͿ͘ ŵĞŝŽĚŽ&ſƌƵŵĚĞWƌŽŵŽĕĆŽĚĂ ĂĐŽŶƚĞĐĞƌ ƉĂƌĂ ĂĐĞůĞƌĂƌ Ž ũƵůŐĂĐŝĚĂĚĆŽăĐŽŶƐĐŝġŶĐŝĂƐŽďƌĞƐĞƵ ŵĞŶƚŽĚŽƐĐƌŝŵĞƐĐŽŶƚƌĂĂǀŝĚĂĂŽ ͞K ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽ ƌĞŐŝŽŶĂů Ġ de ƉĂƌĂ WĂnj ƐĐŽůĂƌ Ğ ĚĞ ƌƟĐƵůĂĕĆŽ ĞŵƐĞŶĚŽ Ministério Público Minas sĄƌŝĂƐ ƉĂƌĐĞƌŝĂƐ ĞƐƚĆŽ ůŽŶŐŽĚĞƐƚĞĂŶŽƉĂƌĂĚĂƌŵŽƐƵŵĂ ƉŽĚĞƌ ĚĞ ĞǀŝƚĂƌ Ă ǀŝŽůġŶĐŝĂ Ğŵ ĨŽƌŵĂůŝnjĂƌŶŽƐƐĂĂĚĞƐĆŽăĐĂŵƉĂZĞĚĞ ;&ŽƌƉĂnjͿ͘ ͞ŶƚĞŶĚĞŵŽƐ Ă no Estado ĮƌŵĂĚĂƐ Ğŵ DŝŶĂƐ ƉĂƌĂ ƋƵĞ ĂƐ ƌĞƐƉŽƐƚĂăƐŽĐŝĞĚĂĚĞ͕͟ĂĐƌĞƐĐĞŶƚĂ SãoGerais crimeslança hoje ĐĂƐŽƐ ĚĞ ƐŝŵƉůĞƐ ĚĞƐĂǀĞŶĕĂ͘ Ɛ nha,ĂĐĂŵƉĂŶŚĂ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ que incita os cidadãos a man- escolaƉĞĕĂƐ comoĚĞ ambiente de escolaĂƉƌŽŵŽƚŽƌĂ͘ ĚŝǀƵůŐĂĕĆŽ ĚĂ ĐĂŵƉĂEla ressalta que a campanha que as pessoas terem a calma e o controle para ƌŝnjĂĕĆŽ͕ƐŽĐŝĂůŝnjĂĕĆŽĞƉƌŽƚĞĕĆŽ͕͟ peças são estreladas por atletas ƐƐĂ Ġ Ă ĂƟƚƵĚĞ͘͟  ĐĂŵƉĂŶŚĂ ŶŚĂ ĐŽŵďĂƚĞ ŶĆŽ Ɛſ ŽƐ ĐƌŝŵĞƐ ďĂ- ƐĞũĂŵ ǀĞŝĐƵůĂĚĂƐ Ğ ůĞǀĞŵ Ž ĞǀŝƚĂƌ ŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ƉŽƌ ŝŵƉƵůƐŽ ĚĞĨĞŶĚĞDĂƌŝĂůŵŝƌĂ͘ cometem e cinco ŶĂŝƐ͕ŵĂƐĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞŵŐĞƌĂů͕ŝŶrenomados - os campeões munƉƌŽŵŽƚŽƌĂĞdžƉůŝĐĂƋƵĞ͞ƚĂŝƐ ďƵƐĐĂĞƐƟŵƵůĂƌĂƌĞŇĞdžĆŽĂĐĞƌalerta ao maior número de pesĐůƵƐŝǀĞŽĐƌŝŵĞŽƌŐĂŶŝnjĂĚŽ͘WĂƌĂ ŽƵŵŽƟǀŽĨƷƟů͕͟ĞƐĐůĂƌĞĐĞĂƉƌŽKƵƚƌĂ ŵĞƚĂ ĚĂ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ Ġ ĚŝĂŝƐ ĚĞ DD ŶĚĞƌƐŽŶ ^ŝůǀĂ Ğ crimes acontecem com a banaminutos ĐĂ ĚŽƐdepois ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ĐŽŵĞƟĚŽƐ ƐŽĂƐ͕ŝŶĐůƵƐŝǀĞŶĂƐĞƐĐŽůĂƐ͘ combater os crimes por impulso, ŵŽƚŽƌĂĚĞ:ƵƐƟĕĂĞĐŽŽƌĚĞŶĂĚŽƌĂ ĐŽŵďĂƚĞƌ Ă ŝŵƉƵŶŝĚĂĚĞ Ğ ǀŝĂďŝĂĐĂŵƉĂŶŚĂ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ ůŝnjĂĕĆŽĚĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞĚĂĨĂůƚĂĚĞ :ƵŶŝŽƌŝŐĂŶŽĞŽƐũƵĚŽĐĂƐĐĂŵŝŵƉƵůƐŽ Ğ ƉŽƌ ŵŽƟǀŽƐ ĨƷse ƉŽƌ arrependem, ƐƐĂĠĂƟƚƵĚĞ͟ƉĂƐƐĂĂŵĞŶƐĂƌĞŐŝŽŶĂů ĚĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ͕ DĂƌŝĂ ůůŝnjĂƌ Ă ŝŶǀĞƐƟŐĂĕĆŽ ũƵůŐĂŵĞŶƚŽ tolerância situações como peões olímpicos Leandro GuilheiŐĞŵ ĚĞ ƚŽůĞƌąŶĐŝĂ Ğŵ ƐŝƚƵĂĕƁĞƐ W> WĞͳem Dentre as ações eƚĞŝƐ͘KůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĂĐŽŶƚĞĐĞŶĂ todos saem ŵŝƌĂĚŽŵĂƌĂůŝĐŬ͘ ĚŽƐĐƌŝŵĞƐ͘͞DƵƟƌƁĞƐĚĞũƷƌŝƐǀĆŽ ĚĞ ĐŽŶŇŝƚŽ͕ ďƵƐĐĂŶĚŽ ĐŚĂŵĂƌ Ž ďƌŝŐĂƐ Ğŵ ďĂƌĞƐ͕ ŶŽ ƚƌąŶƐŝƚŽ sede da Procuradoria-Geral de ƉƌĞǀŝƐƚĂƐ ŶĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ ĞƐƚĄ Ž Ğ ƌŽĞ^ĂƌĂŚDĞŶĞnjĞƐ͕ƋƵĞƉĂƌƟĐŝĐŝĚĂĚĆŽăĐŽŶƐĐŝġŶĐŝĂƐŽďƌĞƐĞƵ ĂĐŽŶƚĞĐĞƌ ƉĂƌĂ ĂĐĞůĞƌĂƌ Ž ũƵůŐĂperdendo ƉĂŵƐĞŵĐŽďƌĂƌĐĂĐŚġ͘ ƉŽĚĞƌ ĚĞ ĞǀŝƚĂƌ Ă ǀŝŽůġŶĐŝĂ Ğŵ ĐŽŵǀŝnjŝŶŚŽƐ͘EĆŽƐĆŽƉƌĞŵĞĚŝ:ƵƐƟĕĂ ;ǀĞŶŝĚĂ ůǀĂƌĞƐ ĂďƌĂů͕ ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽĚĞĐĂƌƟůŚĂĞĚƵĐĂƟǀĂ ŵĞŶƚŽĚŽƐĐƌŝŵĞƐĐŽŶƚƌĂĂǀŝĚĂĂŽ ĐĂƐŽƐ ĚĞ ƐŝŵƉůĞƐ ĚĞƐĂǀĞŶĕĂ͘ Ɛ ĐĂŵƉĂŶŚĂƚĞŵǀşĚĞŽƐ͕ũŝŶŐůĞƐ ƚĂĚŽƐ͘ ͞^ĆŽŽ ĐƌŝŵĞƐ ĂƐ ƉĞƐϭ͘ϲϵϬͿ͕ăƐϭϰŚŽƌĂƐ͘peças são estreladasůŽŶŐŽĚĞƐƚĞĂŶŽƉĂƌĂĚĂƌŵŽƐƵŵĂ ƉĂƌĂ ŝŶƚƌŽĚƵnjŝƌ ƚĞŵĂ ƋƵĞ ŶŽ ŶƐŝpor atletas renomados - os campeõesŶŽDĠĚŝŽ͘WŽƌŵĞŝŽĚĞƚĞdžƚŽƐĞ mun-soas cometem e cinco minutos ĚĞ ƌĄĚŝŽ͕ ĂŶƷŶĐŝŽƐ ƉĂƌĂ ǀĞşĐƵůŽƐ ƉƌŽŵŽƚŽƌĂĞdžƉůŝĐĂƋƵĞ͞ƚĂŝƐ A campanha já está circulando ƌĞƐƉŽƐƚĂăƐŽĐŝĞĚĂĚĞ͕͟ĂĐƌĞƐĐĞŶƚĂ ^ŝůǀĂ Ğ crimes acontecem com a bana- ĚŝĂŝƐ ĚĞ DD ŶĚĞƌƐŽŶ depois se arrependem, e todos ŝŵƉƌĞƐƐŽƐ Ğ ĚŝŐŝƚĂŝƐ͕ ĞŶƚƌĞ ŽƵƚƌĂƐ Ğŵ ąŵďŝƚŽ ŶĂĐŝŽŶĂů Ğ ĨŽŝ ĚĞƐĞŶŵƷƐŝĐĂƐ͕ĂƉƌŽƉŽƐƚĂĠĨĂnjĞƌĐŽŵ :ƵŶŝŽƌŝŐĂŶŽĞŽƐũƵĚŽĐĂƐĐĂŵůŝnjĂĕĆŽĚĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞĚĂĨĂůƚĂĚĞ ĂƉƌŽŵŽƚŽƌĂ͘ peões olímpicos Leandro Guilheitolerância em situações como ƉĞĕĂƐ͕ĐŽŵǀĞŝĐƵůĂĕĆŽŐƌĂƚƵŝƚĂ͘ ƐĂĞŵƉĞƌĚĞŶĚŽ͘͟ ǀŽůǀŝĚĂ ƉĞůĂ ƐƚƌĂƚĠŐŝĂ EĂĐŝŽŶĂů Ela que o aluno pense soressalta quetambém a campanha ďƌŝŐĂƐ Ğŵ ďĂƌĞƐ͕ ŶŽ ƚƌąŶƐŝƚŽ Ğ ƌŽĞ^ĂƌĂŚDĞŶĞnjĞƐ͕ƋƵĞƉĂƌƟĐŝdĂŵďĠŵĞƐƚĆŽƉƌĞǀŝƐƚĂƐĂĕƁĞƐ ƉĂƌƟƌĚĞĞƐƚƵĚŽƌĞůĂƟǀŽăƐ ĚĞ :ƵƐƟĕĂ Ğ ^ĞŐƵƌĂŶĕĂ WƷďůŝĐĂ͕ ďƌĞŽƋƵĞĂǀŝŽůġŶĐŝĂƉŽĚĞƉƌŽǀŽƉĂŵƐĞŵĐŽďƌĂƌĐĂĐŚġ͘ ĐŽŵǀŝnjŝŶŚŽƐ͘EĆŽƐĆŽƉƌĞŵĞĚŝĐŽŵďĂƚĞ ŶĆŽ Ɛſ ŽƐ ĐƌŝŵĞƐ ďĂĐĂŵƉĂŶŚĂƚĞŵǀşĚĞŽƐ͕ũŝŶŐůĞƐ ƚĂĚŽƐ͘ ĞŵƉĂƌĐĞƌŝĂĐŽŵŽŽŶƐĞůŚŽEĂ͞^ĆŽ ĐƌŝŵĞƐ ƋƵĞ ĂƐ ƉĞƐĞĚƵĐĂƟǀĂƐĐŽŵŵĂƚĞƌŝĂůĚŝĚĄƟĐŽ ĐĂƌĚĞŶƚƌŽĞĨŽƌĂĚĂĞƐĐŽůĂ͘ƐƐĂ ŵŽƟǀĂĕƁĞƐ ĚŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ĐŽƉĂƌĂ ǀĞşĐƵůŽƐ soas cometem e cinco minutos ĚĞ ƌĄĚŝŽ͕ ĂŶƷŶĐŝŽƐŶĂŝƐ͕ŵĂƐĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞŵŐĞƌĂů͕ŝŶĐŽŶƚĂ ĐŽŵ Ă ƉĂƌĐĞƌŝĂ ŵĞƟĚŽƐ Ğŵ ϮϬϭϭ Ğ ϮϬϭϮ Ğŵ ϭϭ sobre o tema, em parceria com ĞŶƚƌĞ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ ŽƵƚƌĂƐ depois ĐŝŽŶĂůĚĞ:ƵƐƟĕĂ;E:Ϳ͕DŝŶŝƐƚĠƌŝŽ se arrependem, e todos ŝŵƉƌĞƐƐŽƐ Ğ ĚŝŐŝƚĂŝƐ͕ĐůƵƐŝǀĞŽĐƌŝŵĞŽƌŐĂŶŝnjĂĚŽ͘WĂƌĂ ƉĞĕĂƐ͕ĐŽŵǀĞŝĐƵůĂĕĆŽŐƌĂƚƵŝƚĂ͘ ƐĂĞŵƉĞƌĚĞŶĚŽ͘͟ ĚĂ:ƵƐƟĕĂ;D:ͿĞŽŶƐĞůŚŽEĂĐŝŽda Secretaria de , por por Ž DŝŶŝƐƚĠƌŝŽ ĚĂ ĚƵĐĂĕĆŽ͘ WĞĕĂƐ estados brasileiros, as ações combater os crimes porEducação impulso, dĂŵďĠŵĞƐƚĆŽƉƌĞǀŝƐƚĂƐĂĕƁĞƐ ƉĂƌƟƌĚĞĞƐƚƵĚŽƌĞůĂƟǀŽăƐ ŶĂůĚŽDŝŶŝƐƚĠƌŝŽWƷďůŝĐŽ;EDWͿ͘ ŵĞŝŽĚŽ&ſƌƵŵĚĞWƌŽŵŽĕĆŽĚĂ ŵŽƟǀĂĕƁĞƐ ĚŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ĐŽ- ĞĚƵĐĂƟǀĂƐĐŽŵŵĂƚĞƌŝĂůĚŝĚĄƟĐŽ impulso correspondem a mais de como a que ilustra esta matéria ĂĐĂŵƉĂŶŚĂ͞ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ ŵĞƟĚŽƐ Ğŵ ϮϬϭϭ Ğ ϮϬϭϮ Ğŵ ϭϭ sobre o tema, em parceria com ͞K ůĂŶĕĂŵĞŶƚŽ ƌĞŐŝŽŶĂů Ġ ƉĂƌĂ WĂnj ƐĐŽůĂƌ Ğ ĚĞ ƌƟĐƵůĂĕĆŽ Ğŵ podem ser acessadas no ƐŝƚĞŽĮϱϬйĚŽƐĐĂƐŽƐ͘ĞϭϵϴϬĂƚĠϮϬϭϮ͕ ƐƐĂĠĂƟƚƵĚĞ͟ƉĂƐƐĂĂŵĞŶƐĂWĞĕĂƐ estados brasileiros, as ações por Ž DŝŶŝƐƚĠƌŝŽ ĚĂ ĚƵĐĂĕĆŽ͘ esta matéria impulsoĨŽƌŵĂůŝnjĂƌŶŽƐƐĂĂĚĞƐĆŽăĐĂŵƉĂcorrespondem a mais de como a que ilustraŐĞŵ ZĞĚĞ ;&ŽƌƉĂnjͿ͘ ͞ŶƚĞŶĚĞŵŽƐ Ă ĚĞ ƚŽůĞƌąŶĐŝĂ Ğŵ ƐŝƚƵĂĕƁĞƐ ŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ƉŽƌ ĐƌŝŵĞƐ ĨƷƚĞŝƐ cial da campanha: ǁǁǁ͘ĐŽŶƚĞĂϱϬйĚŽƐĐĂƐŽƐ͘ĞϭϵϴϬĂƚĠϮϬϭϮ͕ podem ser acessadas no ƐŝƚĞŽĮnha, que incitaĨƷƚĞŝƐ os cidadãos a manescola como ambiente de Ž escolaĚĞ ĐŽŶŇŝƚŽ͕ ďƵƐĐĂŶĚŽ ĐŚĂŵĂƌ ƚĞϭϬ͘ĐŶŵƉ͘ŐŽǀ͘ďƌ. ĂƵŵĞŶƚĂƌĂŵϯϳϬй͘ cial da campanha: ǁǁǁ͘ĐŽŶƚĞĂŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ƉŽƌ ĐƌŝŵĞƐ ĂƵŵĞŶƚĂƌĂŵϯϳϬй͘ terem a calma e oƚĞϭϬ͘ĐŶŵƉ͘ŐŽǀ͘ďƌ. controle para ƌŝnjĂĕĆŽ͕ƐŽĐŝĂůŝnjĂĕĆŽĞƉƌŽƚĞĕĆŽ͕͟ ĐŝĚĂĚĆŽăĐŽŶƐĐŝġŶĐŝĂƐŽďƌĞƐĞƵ ƉŽĚĞƌ ĚĞ ĞǀŝƚĂƌ Ă ǀŝŽůġŶĐŝĂ Ğŵ ĞǀŝƚĂƌ ŽƐ ŚŽŵŝĐşĚŝŽƐ ƉŽƌ ŝŵƉƵůƐŽ ĚĞĨĞŶĚĞDĂƌŝĂůŵŝƌĂ͘ ĐĂƐŽƐ ĚĞKƵƚƌĂ ƐŝŵƉůĞƐ ĚĞƐĂǀĞŶĕĂ͘ Ɛ ŽƵŵŽƟǀŽĨƷƟů͕͟ĞƐĐůĂƌĞĐĞĂƉƌŽŵĞƚĂ ĚĂ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ Ġ peçasĐŽŵďĂƚĞƌ são estreladas por atletas ŵŽƚŽƌĂĚĞ:ƵƐƟĕĂĞĐŽŽƌĚĞŶĂĚŽƌĂ Ă ŝŵƉƵŶŝĚĂĚĞ Ğ ǀŝĂďŝrenomados os campeões ƉƌŽŵŽƚŽƌĂĞdžƉůŝĐĂƋƵĞ͞ƚĂŝƐ ƌĞŐŝŽŶĂů ĚĂ ĐĂŵƉĂŶŚĂ͕ DĂƌŝĂ ůůŝnjĂƌ Ă -ŝŶǀĞƐƟŐĂĕĆŽ Ğ munũƵůŐĂŵĞŶƚŽ ĚŝĂŝƐ ĚĞ DD ŶĚĞƌƐŽŶ ^ŝůǀĂ Ğ crimes acontecem com a banaŵŝƌĂĚŽŵĂƌĂůŝĐŬ͘ ĚŽƐĐƌŝŵĞƐ͘͞DƵƟƌƁĞƐĚĞũƷƌŝƐǀĆŽ ůŝnjĂĕĆŽĚĂǀŝŽůġŶĐŝĂĞĚĂĨĂůƚĂĚĞ :ƵŶŝŽƌŝŐĂŶŽĞŽƐũƵĚŽĐĂƐĐĂŵĂĐŽŶƚĞĐĞƌ ƉĂƌĂ ĂĐĞůĞƌĂƌ Ž ũƵůŐĂolímpicos Leandro Guilheitolerância em situações como peõesŵĞŶƚŽĚŽƐĐƌŝŵĞƐĐŽŶƚƌĂĂǀŝĚĂĂŽ

São crimes que as pessoas cometem e cinco minutos depois se arrependem, e todos saem perdendo

Ministério Público lança e Ministério Público lança em Minas campanha nacional contra campanha nacional contra o crime

‰/ŶŝĐŝĂƟǀĂƚƌĂnjƌĞŇĞdžĆŽƐŽďƌĞŚŽŵŝĐşĚŝŽƐƉŽƌŝŵƉƵůƐŽ

K

K

Ministério Público lança campanha nacional cont

São crimes que as pessoas cometem e cinco minutos depois se arrependem, ‰/ŶŝĐŝĂƟǀĂƚƌĂnjƌĞŇĞdžĆŽƐŽďƌĞŚŽŵŝĐşĚŝŽƐƉŽƌŝŵƉ e todos saem perdendo K

São crimes que as pessoas cometem e cinco minutos depois se arrependem, e todos saem perdendo


a nacional contra o crime

ĆŽƐŽďƌĞŚŽŵŝĐşĚŝŽƐƉŽƌŝŵƉƵůƐŽŽƵŵŽƟǀŽƐĨƷƚĞŝƐ

CONT... minas gerais - P. 05 - 26.02.2013 ƌŝĂƐ ĞƐƚĆŽ ƐĞŶĚŽ ŝŶĂƐ ƉĂƌĂ ƋƵĞ ĂƐ ŐĂĕĆŽ ĚĂ ĐĂŵƉĂƵůĂĚĂƐ Ğ ůĞǀĞŵ Ž número de pesĂƐĞƐĐŽůĂƐ͘

Dentre as ações ĂŵƉĂŶŚĂ ĞƐƚĄ Ž ĐĂƌƟůŚĂĞĚƵĐĂƟǀĂ Ž ƚĞŵĂ ŶŽ ŶƐŝŵĞŝŽĚĞƚĞdžƚŽƐĞ ŽƐƚĂĠĨĂnjĞƌĐŽŵ mbém pense soġŶĐŝĂƉŽĚĞƉƌŽǀŽĂĚĂĞƐĐŽůĂ͘ƐƐĂ ĐŽŵ Ă ƉĂƌĐĞƌŝĂ e Educação , por ĚĞWƌŽŵŽĕĆŽĚĂ Ğ ƌƟĐƵůĂĕĆŽ Ğŵ ͞ŶƚĞŶĚĞŵŽƐ Ă biente de escolaĂĕĆŽĞƉƌŽƚĞĕĆŽ͕͟ ůŵŝƌĂ͘  ĚĂ ŝŶŝĐŝĂƟǀĂ Ġ ƉƵŶŝĚĂĚĞ Ğ ǀŝĂďŝĕĆŽ Ğ ũƵůŐĂŵĞŶƚŽ ƟƌƁĞƐĚĞũƷƌŝƐǀĆŽ ĂĐĞůĞƌĂƌ Ž ũƵůŐĂĞƐĐŽŶƚƌĂĂǀŝĚĂĂŽ ƉĂƌĂĚĂƌŵŽƐƵŵĂ ĚĂĚĞ͕͟ĂĐƌĞƐĐĞŶƚĂ

que a campanha ſ ŽƐ ĐƌŝŵĞƐ ďĂŶĐŝĂĞŵŐĞƌĂů͕ŝŶŽƌŐĂŶŝnjĂĚŽ͘WĂƌĂ mes por impulso, ŽŶƚĞĂƚĠϭϬ͘WĂnj͘ ͟ƉĂƐƐĂĂŵĞŶƐĂĐŝĂ Ğŵ ƐŝƚƵĂĕƁĞƐ ĐĂŶĚŽ ĐŚĂŵĂƌ Ž ĐŝġŶĐŝĂƐŽďƌĞƐĞƵ ƌ Ă ǀŝŽůġŶĐŝĂ Ğŵ ĞƐ ĚĞƐĂǀĞŶĕĂ͘ Ɛ ladas por atletas campeões munŶĚĞƌƐŽŶ ^ŝůǀĂ Ğ ŽƐũƵĚŽĐĂƐĐĂŵLeandro GuilheiĞnjĞƐ͕ƋƵĞƉĂƌƟĐŝƌĐĂĐŚġ͘ ƚĞŵǀşĚĞŽƐ͕ũŝŶŐůĞƐ ŝŽƐ ƉĂƌĂ ǀĞşĐƵůŽƐ ƚĂŝƐ͕ ĞŶƚƌĞ ŽƵƚƌĂƐ ůĂĕĆŽŐƌĂƚƵŝƚĂ͘ ĆŽƉƌĞǀŝƐƚĂƐĂĕƁĞƐ ŵĂƚĞƌŝĂůĚŝĚĄƟĐŽ em parceria com ĚƵĐĂĕĆŽ͘ WĞĕĂƐ stra esta matéria sadas no ƐŝƚĞŽĮha: ǁǁǁ͘ĐŽŶƚĞĂďƌ.

04


05 METRO - MG - P. 02 - 26.02.2013


06

O TEMPO - MG - P. 07 - 26.02.2013 RAQUEL FARIA


07 O TEMPO - MG - ON LINE - 26.02.2013

CASO BRUNO

Pena pode ir de 41 para 4 anos

Se júri acreditar, jogador pode ser condenado só por omissão de socorro NATÁLIA OLIVEIRA A nova versão para o desaparecimento e a morte de Eliza Samudio, a uma semana do julgamento do goleiro Bruno Fernandes, pode resultar em uma significativa redução de pena para o jogador. Se os jurados acreditarem na história contada por Jorge Luiz Rosa no último domingo ao “Fantástico”, da TV Globo, ao invés da condenação de até 41 anos por homicídio e outros três crimes, ele poderá pegar apenas quatro anos, por omissão de socorro. Segundo Jorge, o ex-braço-direito do goleiro, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, foi quem planejou e mandou que Eliza fosse morta. Bruno, por sua vez, sabia de tudo, não fez nada para impedir, mas não foi o mandante, como defende o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). “Jorge é a testemunha mais importante do caso. Então, há uma chance de os jurados considerarem o que ele disse”, afirma o jurista e professor de direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) João Henrique Gomes. Luiz Flávio Gomes, criminalista de São Paulo, diz que a decisão dos jurados é imprevisível e que não está descartada a possibilidade de eles acreditarem na história. “O difícil será convencer os jurados de que a versão de Jorge é verdadeira, porque ele se contradiz muito. E também tem o depoimento do Macarrão dizendo que Bruno é o mandante do crime. Mas nada está descartado.” O advogado do jogador, Lúcio Adolfo da Silva, diz que Jorge apenas ratifica que seu cliente não teve participação no crime. “Jorge confirma o que já foi dito, que Macarrão foi quem executou Eliza Samudio”, comenta. Bruno responde por homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere e ocultação de cadáver. Convocação. Até dezembro fora do julgamento por estar no programa de proteção a testemunhas, Jorge deve ser intimado nos próximos dias a falar no julgamento que começa na segunda. “Como ele é primo do Bruno, isso pode ser uma estratégia para que ele fale no julgamento para inocentar o goleiro. Isso pode ter sido, inclusive, combinado com os advogados do jogador”, diz João Henrique Gomes. Silva nega.

Advogado

`Bruno desconhece plano´, diz advogado

O goleiro Bruno Fernandes nunca soube de um plano para assassinar sua atual mulher, Ingrid Calheiros. A afirmação é de Lúcio Adolfo, advogado do jogador. Ele contou que conversou com o goleiro ontem, que negou ter conhecimento sobre a história de que Macarrão tentou contratar Jorge Luiz Rosa para matá-la por R$ 15 mil. O defensor disse que Ingrid também negou saber de um plano nesse sentido. No entanto, Adolfo afirmou não duvidar da possibilidade. “Não acho que seja impossível dizer que o plano existiu

porque o Macarrão tinha muito ciúme do Bruno”, disse o advogado. De acordo com Jorge Rosa, o ex-braço-direito de Bruno queria afastar todas as mulheres do jogador, alegando que elas o prejudicariam. Dayanne Souza, ex-mulher do goleiro, disse à reportagem que não vai comentar o assunto. (NO)

Contradições indicam mentira

Especialistas afirmam que a série de contradições de Jorge Luiz Rosa pode ser um sinal de que parte de sua história é mentira. “Quem fica mudando a versão pode estar mentido. Nem tudo deve ser inventado, mas parte pode ser”, diz o psicólogo Antônio Carlos, professor da PUC São Paulo. Para o psiquiatra carioca José Antônio Nunes, o uso de drogas pode contribuir para suas versões confusas, mas sua intenção também pode ser proteger o primo. “Pode ser uma estratégia de proteção. E a droga também afeta o cérebro e faz com que a pessoa fantasie um pouco.” (NO)


08 estado de minas - mg - p. 27 - 26.02.2013

Bruno e MacarrĂŁo no banco dos rĂŠus: desmembramento do processo do goleiro levou ao isolamento do amigo, que acabou o acusando de mandar matar Eliza


09 CONT.... estado de minas - mg - p. 27 - 26.02.2013


10 estado de minas - MG - P. 28 - 26.02.2013


11 O ESTADO DE SP - SP - P. A7- 26.02.2013


12 METRO - MG - P. 03 - 26.02.2013

o tempo - mg - on line - 26.02.2013

Uberaba

Dupla é presa com carga furtada na BR-262, avaliada em R$ 625 mil GABRIELA SALES Dois homens foram presos com carga de roupa roubada, na BR-262, no KM 815, na altura de Uberaba, no Triângulo Mineiro. O material foi avaliado em mais de R$ 600 mil. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a carreta havia sido roubada na manhã da última sexta-feira, em Prata, na mesma região. Na noite do

último sábado, quando os policiais que participavam de uma operação conjunta da PRF e Polícia Militar (PM) avistaram o veículo, a dupla seguiu para o entroncamento das BRs-262 e 050, onde a carreta foi abandonada, e se abrigou em uma mata às margens da rodovia federal. A polícia prendeu os suspeitos dentro do Jockey Parque de Uberaba. Todo o material que estava no veículo foi apreendido e levado à Delegacia de Uberaba. (Com Jhonny Cazetta)


13 o tempo - mg - on line - 26.02.2013

Contagem

Homens são presos por venda ilegal de remédios que provocam aborto JULIANA BAETA Dois homens foram presos por suspeita de venda ilegal de medicamentos abortivos em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, ontem. José, 56, e Paulo, 58, como eles foram identificados pela Polícia Militar (PM), estavam em um Fox preto no bairro Canadá, quando duas adolescentes entraram no carro pela porta traseira, e o veí-

culo saiu do local. Abordada pelos militares alguns quarteirões depois, a dupla disse que estava dando umas voltas com as garotas. Entretanto, em busca feita pela polícia no veículo, foram encontradas seis caixas com comprimidos abortivos que, segundo os suspeitos, seriam vendidos na região. Os homens foram detidos.

Notícia da Hora - CONAMP - Brasília, 25 de fevereiro de 2013.

Conselho deliberativo se reúne amanhã

A Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP) realiza, amanhã (26), a IX reunião ordinária do conselho deliberativo do biênio 2012/2014. Participam da reunião os integrantes da diretoria da entidade, os presidentes das associações dos Ministérios Públicos dos Estados e do Distrito Federal e o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Ceará e ex-presidente da Associação Cearense do Ministério Público (ACMP), Manuel Pinheiro Freitas. Entre os assuntos da pauta está a proposta de Cooperação da International Association of Prosecutors (IAP). No dia 18 de fevereiro, o presidente da IAP, James Hamilton, enviou carta de apoio ao poder investigatório do MP para CONAMP, por intermédio do promotor de Justiça Manuel Freitas. No documento, a entidade se manifesta contra a Proposta de Emenda a Constituição (PEC) 37/2011, conhecida como PEC DA IMPUNIDADE. A proposta garante exclusividade da investigação criminal à polícia. A International Association Of Prosecutors (Associa-

ção Internacional de Procuradores) é uma organização não governamental com status consultivo especial junto ao Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ONU). A IAP representa 148 entidades, entre órgãos de direção do Ministério Público, associações nacionais e regionais de procuradores e promotores, e aproximadamente 1.300 membros individuais em mais de 140 países de todos os continentes. Na reunião também será discutida o XX Congresso Nacional do Ministério Público, que será realizado em Natal, entre os dias 30 de outubro a 1 de novembro. O evento é promovido pela CONAMP e a Associação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (Ampern). O tema central da edição de 2013 é 25 anos do novo Ministério Público: a Construção de uma Identidade. Outras proposições legislativas de interesse do MP também serão discutidas na reunião. O evento está marcado para as 14h30, no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, piso térreo, sala Vera Cruz 02, Complexo Brasil 21, Brasília.

Notícia da Hora - CONAMP - Brasília, 22 de fevereiro de 2013.

Lauro Machado é nomeado PGJ do MP de Goiás

Lauro Machado Nogueira foi nomeado, ontem (21), para o cargo de Procurador-Geral de Justiça de Goiás pelo governador do estado, Marconi Perillo. O ato de nomeação ocorreu no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. Lauro assumirá o cargo para o biênio 2013/2014. O promotor de Justiça, ex-segundo vice-presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP) e ex-presidente da Associação Goiana do Ministério Público (AGMP), Lauro Machado, recebeu 173 votos, na eleição realizada na última segunda-feira (18). Logo após o resultado do pleito, o presidente CONAMP, César Mattar Jr., enviou ofício ao governador requerendo a nomeação do mais votado na lista com os candidatos ao cargo. Marconi Perillo, durante o ato de nomeação, citou a manifestação da CONAMP. “A manifestação da entidade ajudou a fundamentar minha escolha”, frisou o governador. A posse do novo PGJ será realizada no dia 11 de março.


14 O GLOBO - RJ - P. 16 - 26.02.2013


15 Correio Braziliense - ON LINE - 26/02/2013

A polêmica sobre câmeras nos tribunais

Autor(es): Lázaro Guimarães - Magistrado e professor

diantes os debates. Em reunião do comitê judicial acentuou que essa não seria razão bastante A transmissão direta das para cercear o acesso público à sessões plenárias do Supremo informação. Tribunal Federal, na televisão e na internet, virou rotina, no Assim não pensam, contuBrasil, e, salvo o julgamento de do, os “justices” americanos. casos rumorosos, como o men- Até mesmo a ministra Sonia salão, atrai apenas advogados, Sotomayor, que a imprensa vem estudantes e professores de di- rotulando de populista, reconhereito. Vez ou outra, os atritos ceu recentemente, contrariando entre ministros geram matérias o que sustentara ao ser inquirida jornalísticas, repercutindo até pelo Senado, na sabatina pósno fabuloso horário das 8. No indicação presidencial, ser inoresto do mundo, no entanto, o portuna a presença de câmeras desvendamento das discussões na Corte, porque muitos amerinas altas Cortes judiciais ainda canos não entenderiam nada da é tema polêmico. argumentação dos advogados e dos juízes. Dias atrás o New York Times publicou longo texto aborA mais nova integrante da dando a recusa da Suprema Suprema Corte dos Estados Corte dos Estados Unidos em Unidos, Elena Kagan, também abrir às câmeras de TV às sa- afirmara aos senadores que a las em que os ministros ouvem sabatinavam ser favorável à coos argumentos dos advogados bertura das sessões, mas voltou e com eles dialogam. Quanto atrás, observando que a amao recinto impenetrável em que pla exposição poderia levar os os juízes se reúnem, a sós, para participantes ao exibicionismo decidir, isso, sequer é objeto de e até mesmo à deturpação do questionamento. julgamento. Curioso é que não há, naquele país, proibição para Diferente é a opção da novi- a TV adentrar nas sessões dos ça Suprema Corte do Reino Uni- tribunais estaduais e juízos de do, criada em 2009 para exercer primeiro grau, inclusive em proparte das funções milenarmente cessos criminais. atribuídas à Casa dos Lordes, por influência do sistema conNo Canadá, as sessões de tinental das Cortes constitucio- sustentação oral da Suprema nais. Ali é permitida a cobertura Corte são televisionadas desde das sessões e o Lord Chief Jus- 1990 e, a partir deste ano, transtice Igor Judge já anunciou para mitidas em “streaming” pela o mês de outubro o início das internet, como acontece com os transmissões dos julgamentos espetáculos da Orquestra Filardas Cortes de apelação em toda mônica de Berlim, da Metropoa Inglaterra e no País de Gales, litan Opera de Nova Iork e da embora reconheça que os cida- Royal Opera House, de Londãos comuns vão achar ente- dres. O fato de para os leigos

parecer maçante um concerto ou uma ópera não é motivo para impedir-se a sua divulgação globalizada. A França também permite o acesso da televisão aos julgamentos das Cortes, do mesmo modo que a Bélgica. As restrições são estabelecidas apenas para a ouvida de testemunhas e interrogatórios de réus, para preservação da intimidade e, também, por medida de segurança. Em todos esses países, jornalistas e profissionais dos ramos jurídicos discutem, com fortes argumentos, lado a lado, quanto à legitimidade da vedação de câmeras nas Cortes judiciais. Se o direito à informação e a publicidade do processo fundamentam a abertura, o direito à imagem e à intimidade das partes e a seriedade dos debates justificam limitações. É fácil constatar, para quem conhece o ambiente dos tribunais, que as sustentações dos advogados são mais objetivas, do mesmo modo que os votos dos juízes, quando reduzida a plateia, mas, quando o público é maior, ou há câmeras em ação, os pronunciamentos são longos e bombásticos, muitas vezes levando o profissional a perder o rumo da argumentação. Nos tribunais eleitorais, por exemplo, em época de campanha, os advogados costumam dirigir-se diretamente às câmeras de TV, ao invés de procurar convencer os julgadores. O certo é que não existe em lugar nenhum, ainda, uma resposta definitiva e justa para essa questão.


16 diário do comércio - mg - p. 06 - 26.02.2013


17 ESTADO DE MINAS - mg - p.02 - 26.02.2013


18


19


20


21 estado de minas - MG - P. 1ÂŞ P. - 26.02.2013


22 estado de minas - MG - P. 25 E 26 - 26.02.2013


23 CONT... estado de minas - MG - P. 25 E 26 - 26.02.2013


24 CONT... estado de minas - MG - P. 25 E 26 - 26.02.2013


25 O ESTADO DE SP - SP - P. A15 - 26.02.2013


26 O TEMPO - MG - P. 24 - 26.02.2013


27 CONT... O TEMPO - MG - P. 24 - 26.02.2013

26 Fev 2013  

Clipping Geral e Espec. Eletrônico

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you