Page 1

EDIÇÃO DIGITAL | www.peninsulanet.com.br Ano IV - Nº 49 - Agosto de 2013


NÃO PERCA AS OFERTAS QUE A CITROËN PREPAROU NESTE MÊS DE AGOSTO.

NOVO CITROËN C3

39.990 0,99% TAXA

R$

a.m.

Frete Incluso

CITROËN C4 ROCK YOU R$

48.990

Frete Incluso

TAXA

0,99%

a.m.

BARRAS TRANSVERSAIS DE TETO DE SÉRIE

CITROËN AIRCROSS ATACAMA R$

52.990

EXCLUSIVO PARA-CHOQUE OFF-ROAD

CAPA DE ESTEPE PERSONALIZADA

Frete Incluso

VEND AS CORPORATIV AS

Citroën Aircross Atacama 1.6 GLX Flex, 2013/2013, mecânico e pintura sólida. Valor a vista: R$ 52.990,00 ou entrada de R$ 15.897,00 e saldo em 48 parcelas mensais no valor de R$ 1.027,96, sendo a primeira para 30 dias após o pedido firme de compra. TC: R$ 555,00. IOF: R$ 678,84. Seguro Proteção Financeira: R$ 795,00. Tarifas inclusas nas parcelas. Valor total do veículo: R$ 65.239,08. Taxa 0,99% a.m. e 12,55% a.a. – Financiamento em CDC. CET: 1,13% taxa a.m. e 14,48% taxa a.a. Citroën C3 1.5 Origine Flex, 2013/2014, mecânico e cor sólida. Valor a vista: R$ 39.990,00 ou entrada de R$ 11.997,00 e saldo em 48 parcelas mensais no valor de R$ 784,63, sendo a primeira para 30 dias após assinatura do pedido firme de compra. TC: R$ 555,00. IOF: R$ 518,15. Seguro Proteção Financeira: R$ 795,00. Tarifas inclusas nas parcelas. Valor total do veículo: R$ 49.659,24. Taxa 0,99% a.m. e 12,55% a.a. – Financiamento em CDC. CET: 1,15% taxa a.m. e 14,76% taxa a.a. Itens e acessórios relacionados não fazem parte do modelo Origine. Citroën C4 Hatch 1.6 GLX ROCK YOU FLEX 2012/2013, mecânico e pintura sólida. Valor a vista: R$ 48.990,00 ou entrada de R$ 14.697,00 e saldo

• BARRA 2438-0404 - AV. DAS AMÉRICAS, 6.601 • BOTAFOGO 2546-8300 - R. GENERAL GÓES MONTEIRO, 125 • HUMAITÁ 3239-4300 - R. HUMAITÁ, 270

• JACAREPAGUÁ 3541-0777 - EST. DO GABINAL, 1.112 - FREGUESIA • RECREIO 2499-9000 - AV. DAS AMÉRICAS, 12.161 • SÃO CRISTÓVÃO 3295-1700 - CAMPO DE SÃO CRISTÓVÃO, 344

• TIJUCA 3975-5000 - R. URUGUAI, 106 BARRA MANSA • BOA VISTA (24) 3325-8100 - ROD. PRES. DUTRA, 500 - KM 265

Respeite a sinalização de trânsito.

TAXA

0,99%

a.m.

CITROËN C4 PALLAS GLX R$

50.990

Frete Incluso

TAXA

0,99%

a.m.

em 48 mensais de R$ 953,09 sendo a primeira para 30 dias após assinatura do pedido firme de compra. TC: R$ 555,00. Seguro Proteção Financeira: R$ 795,00. IOF: R$ 629,40. Tarifas inclusas nas parcelas. Valor total do veículo: R$ 60.445,32. Taxas: 0,99% a.m. e 12,55% a.a. - Financiamento em CDC. Custo Efetivo Total – CET da Instituição Financeira de 1,13% taxa a.m. e 14,55 % taxa a.a. Citroën C4 Pallas GLX Flex, 2012/2013, mecânico e pintura sólida. Valor a vista: R$ 50.990,00 ou entrada de R$ 25.495,00 e saldo em 24 parcelas mensais de R$ 1.282,11, sendo a primeira para 30 dias após assinatura do pedido firme de compra. TC: R$ 555,00. Seguro Proteção Financeira: R$ 795,00. IOF: R$ 425,13. Tarifas inclusas nas parcelas. Valor total do veículo: R$ 56.265,64. Taxas de 0,99% a.m. e 12,55% a.a. – Financiamento em CDC. CET: 1,29% taxa a.m. e 16,74% taxa a.a. Consulte a CET da Instituição Financeira. A empresa reserva-se o direito de fazer qualquer alteração nos modelos ou preços, sem aviso prévio. Promoções não cumulativas. Imagens meramente ilustrativas. A Citroën reserva-se o direito de corrigir possíveis erros gráficos. Válido até 31/08/2013 ou enquanto durarem os estoques.

NITERÓI • FONSECA 3603-9400 - AL. SÃO BOAVENTURA, 490 • PIRATININGA 2619-9250 - EST. FRANCISCO DA CRUZ NUNES, 4.360

www.meucitroen.com.br


A loja líder mundial em suplementos e vitaminas chega ao Rio de Janeiro!

GOLD CARD GNC!

A GNC, que se dedica a ajudar os seus consumidores a viver bem, convida você para conhecer nossas lojas. Conheça o mix de produtos GNC e as mais importantes marcas de suplementos importados. Qualidade é um princípio que norteia cada aspecto, incluindo a atenção constante para novas pesquisas e descobertas científicas. Nosso objetivo é fornecer produtos que atendam as demandas de nossos consumidores, garantindo excelente qualidade e alta segurança.

[CONHEÇA NOSSAS LOJAS!] Shopping VillageMall: Av. das Américas, 3900, Loja 242, 2ºpiso, Barra da tijuca - Tel: 3252-2626 Park Shopping Campo Grande: Est. do Monteiro, 1200, Loja 102-J, 1º piso - Campo Grande - Tel: 2414-7189 Península OpenMall: Av. dos Flamboyants da Península, 855, Loja 104, 1º Piso - Barra da Tijuca - Tel: 2408-4736

[EM BREVE!]

SHOPPING TIJUCA PLAZA SHOPPING NITERÓI

Sport nutrition Vitaminas & Minerais Funcionais & Naturais Nutracêuticos E muito mais...


10

12

20

22

ASSAPE em Ação

Informe verde

JMJ

Coleta seletiva

14

Boas novas

18

Entrevista Conselheiro

30

Transporte

38

Porta-Retrato

42

Arraiá do Zé Matoso


Editorial

A

HA IR STUDIO

Para você, associado

nossa Revista segue retratando o estilo de vida Península: fauna, flora e meio ambiente cuidados, lazer, obras de infraestrutura, manutenção, enfim, cada ação empregada com o único intuito de atender com qualidade as necessidades dos associados. Nesta edição, fazemos o registro do grupo de estrangeiros que vieram para a Jornada Mundial da Juventude e ficaram hospedados na Península: 170 jovens de países de língua francesa. Relatamos também um estudo comparativo entre a fauna da década de 80 com a atual. Houve um crescimento. A pesquisa ainda está na fase inicial,

PROMOÇÃO TODOS OS DIAS

mas mostra que o cuidado ambiental nos últimos 10 anos trouxe bons resultados. Agosto, mês do papai, época de flagramos essa relação de tanto amor. Um belo registro de alguns pais aproveitando uma manhã de sol com os seus pequenos. O Arraiá do Matoso mais uma vez levou a família Península para brincar, dançar, confraternizar. Uma festa que já faz parte do calendário oficial da ASSAPE e tem um lugar especial na casa do associado. Aproveite a leitura. Escreva pra gente. Participe. A sua sugestão de pauta será sempre bem-vinda. ASSAPE

www.peninsulanet.com.br | revistapeninsula@peninsulanet.com.br | (21) 3325-0342

Revista Península é uma publicação

8

(21) 3471-6799 www.idesigncom.com.br contato@idesigncom.com.br Av. Armando Lombardi, 800 – Sl. 238 Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ

Editora Responsável

Produção

Design

Tereza Dalmacio terezadalmacio@idesigncom.com.br

Fabiane Motta

Raphael Verçosa e Charles Pereira

Revisão

Comercial

Tatiana Lopes

Alessandro Aquino

Repórteres Cristiano Kubis | Guilherme Cosenza Ricardo Oliveira | Stephany Muzi

Fotografia Caroline Coelho | Natália Moraes

Diretora de Arte

aquino@idesigncom.com.br (21) 7833-4861

Alessandra Costa

Victor Bakker

Design/Diagramação Rachel Sartori

victor@idesigncom.com.br (21) 7898-7623

3ª e 4ª FEIRA PEDICURA + MANICURA GANHE 1 ESFOLIAÇÃO NOS PÉS 5ª FEIRA ESCOVA + TRATAMENTO MYTIC OIL LOREAL” APENAS R$ 110,00 6ª FEIRA

PROMOÇÃO SÁBADO: SOU AMIGO DO PEITO,

SOU ESPAÇO CONTEMPORÂNEO! TRAGA UM NOVO CLIENTE E GANHE UM RITUAL DE NUTRIÇÃO KERASTASE

PROMOÇÃO 3 em 1 CORTE+ESCOVA+HIDRATAÇÃO REDKEN R$ 149,90

TINTURA + CORTE GANHE 1 HIDRATAÇÃO

02 - Tels.: 3311-5438 / 2428-5026 / 3328-2864 Av. Paisagista José de Azevedo Neto, 200, bl. 09, loja 112 e 113


ASSAPE EM AÇÃO INFRAESTRUTURA Portaria 2 | A saída para visitantes da Portaria 2 foi restaurada. A obra utilizou 6m³ de concreto em cima de uma tela de ferro e em uma área de 33 m². Após a secagem, as pedras miracema serão repostas. Segundo o Encarregado de Manutenção da ASSAPE, Elias Xavier, foi a primeira vez, em seis anos, que a saída precisou ser restaurada.

PÍER O píer da trilha, o mais antigo e o primeiro ponto de parada da balsa, já foi todo reformado e está em operação. A obra foi necessária porque a parte flutuante estava afundando. Lembramos que o local de espera da balsa é a ponte de madeira, e não o flutuante. Assim a preservação do equipamento é maior, e a segurança também. Os flutuadores colocados são mais modernos e feitos de polietileno.

Nova balsa em operação, sem custo para o associado e com muito mais conforto e segurança.

AVENIDAS Depois da obra de asfaltamento, em que 51 mil metros quadrados receberam nova pavimentação, as faixas e sinalização também passam por reforma. Placas novas, faixas pintadas. É mais segurança para o associado.

10

Está chegando ao Península Open Mall uma experiência exclusiva para você alcançar o seu melhor em saúde e bem-estar.


INFORME VERDE O trabalho de preservação ambiental na Península tem rendido bons frutos. Tanto a fauna como a flora se recuperam e se multiplicam. Há algumas décadas, esse cenário era diferente e muito preocupante. Alguns animais desapareceram da região, e a vegetação natural sumia. Hoje o veterinário da Península, Rafael Keim, faz um levantamento da biodiversidade, cataloga as espécies e cruza informações com um estudo da década de 80, do Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

Segundo o veterinário, além do levantamento, de constatar o crescimento, o estudo serve também para coletar informações sobre a vulnerabilidade da fauna e, com isso, aplicar medidas para a manutenção da saúde animal e conservação das espécies. Usando como ponto de partida o estudo do INEA sobre a caracterização ambiental em todo o Complexo Lagunar da Barra da Tijuca, Rafael já registrou mais de 20 tipos de animais no entorno do condomínio, e animais como a garça-branca (Casmerodius albus), o jacaré-de-papo-amarelo (Caiman latirostris), a lontra (Lontra longicaudis) e mais alguns ainda são vistos.

12

A Patrulha Ambiental fez uma ronda na Península para apurar denúncia de que uma capivara estava ferida. O animal foi capturado, e foi constatado que os ferimentos são resultados de brigas entre animais. Depois de cuidado, a espécie foi devolvida à natureza. Morador do Paradiso, Sérgio Cunha disse que é ótimo morar tão perto da natureza e acha interessante ação do condomínio para preservar o entorno. “Eu prefiro ir de balsa, para curtir esse visual”, revelou.

Danielle Kassouf mora no Smart e afirmou que gosta do visual e do clima ambiental que existe na Península. Já seu namorado, Walter Neumayer, que também mora na Barra da Tijuca, acha o condomínio um lugar único.

Para Verônica Oliveira, do Style, morar na Península é um benefício muito grande, por ter esse diferencial do meio ambiente. “É muito legal você andar pelo condomínio e ver essa variedade de fauna e flora. Isso é muito interessante para o aprendizado das crianças”, completou.

13


trânsito e transporte O Presidente do Conselho Comunitário da ASSAPE, Marcelo Traitel, e o Diretor-Geral da Associação se reuniram com o Subprefeito da Barra da Tijuca e Região, Tiago Mohamed, e com o Administrador Regional da Barra, Alvir Rosa, para entrega de documento onde consta solicitação de melhorias para o trânsito e o transporte. Para a mudança no trânsito, foi solicitada a criação e realocação dos sinais de trânsito próximos ao condomínio, já que eles estão privilegiando exclusivamente os carros e não os pedestres que necessitam chegar aos pontos de ônibus existentes nas vias próximas às portarias. Mudanças sugeridas: TRÂNSITO 1. Travessia para acesso ao ponto de ônibus e da passarela coberta de acesso de pedestres ao BarraShopping. Atualmente, temos 2.100 usuários que utilizam nossas balsas diariamente e não têm como acessar de forma adequada o ponto de ônibus do outro lado da Avenida, bem como o acesso de pedestres do shopping. Os sinais que ficam próximos ao local não apresentam calçadas e acessos ao shopping e aos pontos de ônibus. AV. JUAN MANOEL FANGIO, EM FRENTE AO PORTÃO LATERAL DE ACESSO DO BARRASHOPPING.

2. Realocação do sinal de trânsito na Av. Nelson Mufarrej. O sinal existente dá acesso a um estacionamento desativado com tapumes e não apresenta calçada. Observamos que todos os nossos prestadores de serviços e moradores (mais de 20.000 pessoas) necessitam se arriscar e atravessar essa avenida para acessar a Av. Ayrton Senna, e seus terminais de ônibus. AV. NELSON MUFARREJ, APÓS RETORNO, ANTES DA ESQUINA COM AV AYRTON SENNA.

TRansporte Em outro ofício, a ASSAPE solicitou à Subprefeitura da Barra da Tijuca a implementação do serviço de transporte urbano, através de ônibus com ar-condicionado (linha 2000), com o objetivo de suprir a grande demanda dos 16.542 moradores e associados, que necessitam de transporte coletivo para o centro da Cidade.

14

Joelcio Candido (Diretor-Geral da ASSAPE), Marcelo Traitel (Pres. do Conselho Comunitário da ASSAPE), Tiago Mohamed (Subprefeito da Barra) e Alvir Rosa (Administrador Regional da Barra).


Foram propostos os seguintes itinerários: A. Península – Barra da Tijuca – Zona Sul (via Lagoa) – Av. Pesidente Vargas – Terminal Garagem Menezes Côrtes. B. Península – Barra da Tijuca – Linha Amarela – Av. Brasil – Leopoldina – Av. Presidente Vargas – Terminal Garagem Menezes Côrtes. O documento encaminhado à ASSAPE aguarda retorno das autoridades competentes. “Mesmo que nós estejamos reformando o setor de transporte no interior da Península, não está excluída a responsabilidade do setor público com a

16

parte externa”, afirmou Marcelo. O Presidente disse ainda que as solicitações da Península são sempre bem recebidas e aceitas por parte da Subprefeitura, em parceria com Tiago Mohamed, e que considera a proximidade com as autoridades uma grande vitória, pois há várias gestões a Península tenta algo assim, e só agora conseguiram o retorno esperado, essa parceria de sucesso com as autoridades. O Presidente falou ainda sobre o terreno livre atrás do shopping da Península, que pertence à Prefeitura. O desejo é que a Prefeitura libere a área para que a ASSAPE construa um novo espaço de lazer para uso comunitário.

Mesmo que nós estejamos reformando o setor de transporte no interior da Península, não está excluída a responsabilidade do setor público com a parte externa”. Marcelo Traitel, Presidente do Conselho Comunitário da Península


Comunicação: a nova Coordenadoria da ASSAPE MISSÃO: melhorar a comunicação interativa com os moradores para conhecer melhor as suas necessidades e expectativas. Esse é o principal desafio dessa nova Coordenadoria, conforme podemos constatar na entrevista com o seu Coordenador, Silvio Izoton, do Residencial Bernini. Confira. Península: Você é Síndico do Bernini, Conselheiro Comunitário e ainda Coordenador de Comunicação. Como é essa experiência? Silvio Izoton: Eu particularmente gosto de me envolver com questões comunitárias. Mesmo aqui na Península, a gente não tendo benefícios, não sendo remunerado e pagando as cotas como qualquer morador, nós aspiramos a esses cargos para ajudar de alguma maneira. Ou seja, em uma comunidade, alguém tem que trabalhar um pelo outro, e eu gosto de ser essa pessoa. Península: Desde o final de 2012, você representa o Bernini na ASSAPE. Que melhorias você acompanhou nesse período? Silvio Izoton: O asfaltamento do condomínio, por exemplo, era para ser feito quando terminasse o último lançamento. Mas eu e outros Conselheiros pedimos à Carvalho Hosken que antecipasse, porque era realmente necessário. Hoje, como se pode ver, o pedido foi atendido. Outras melhorias foram as fontes d’água, chafariz e cancelas de entrada. Como engenheiro, sei que esse tipo de manutenção dá trabalho. Mas acho que muito morador escolheu a Península pelo paisagismo, e eu cobro muito para fontes, chafarizes, trilhas e lagos artificiais estarem em bom funcionamento. Um projeto que sugeri, e que espero que saia do papel, é a Central de Segurança da Península. Nessa ideia, o condomínio deveria ter um número de fácil memorização para que todos os moradores pudessem ligar caso precisem de qualquer tipo de solicitação ligada à segurança. Seria interessante para interligar os condomínios a essa central, assim como os bancos são conectados a uma delegacia de polícia. Em estágio mais avançado, essa central poderia ter também funções de defesa civil, como, por exemplo, em casos de pequenos incêndios e acidentes com elevadores. Península: Fora da Península, você tem uma carreira de sucesso de mais de 30 anos como executivo, gestor e consultor. De que maneira

18

a sua experiência profissional contribui com o trabalho na Associação? Silvio Izoton: Eu tento ajudar com minha experiência de gestão. Então, troco ideias, principalmente nos assuntos que envolvem a infraestrutura. Na verdade, eu costumo escutar os associados, obter um feedback e repassar para ASSAPE, que está sempre disposta a receber e tentar solucionar o problema. Península: Para você, qual é a importância de um Conselheiro Comunitário? Silvio Izoton: Ele não deve pensar o que é melhor para ele ou para prédio onde mora. Um Conselheiro precisa estar inserido em um contexto geral. O que eu procuro é verificar as estruturas, escutar os moradores e ser alguém que soma pela comunidade. Península: Como surgiu a oportunidade de se tornar Coordenador de Comunicação? Silvio Izoton: Desde que assumi o conselho, eu percebo que alguns Conselheiros se destacam nessa parte da comunicação. Então, assim que essa Coordenadoria foi criada, há alguns meses, pela necessidade de melhorar a comunicação com o morador, eu fui indicado e assumi o cargo com todo o prazer. Península: Que tipo de ações você pretende implantar no setor de comunicação do condomínio? Silvio Izoton: A comunicação da Revista da Península, de um modo geral, é boa. Mas a linguagem ainda é muito formal, e pela internet eu entendo que também precisa melhorar. O site não é divulgado e não é de fácil acesso. Algumas mudanças são necessárias no site, principalmente na página inicial. Nas redes sociais, também estaremos sempre presentes, mas não haverá grandes mudanças, por elas já terem padrões próprios de comunicação. Eu acho também que podemos promover ações interativas com os moradores. Estamos em um condomínio com população de bairros ou até

municípios. Então, muitas pessoas podem estar com desejos econômicos, sociais ou culturais parecidos com os do vizinho de outro residencial. Acho que se a gente conseguir que a ASSAPE ajude os moradores a resolver suas necessidades, geração de negócios e em variados motivos, todo o condomínio sairá ganhando. Península: Que recado você gostaria de deixar para o morador? Silvio Izoton: O recado é que a comunidade precisa ser mais participativa, seja em forma de cobrança, como está acontecendo nas ruas do Brasil, e nos elogios também. A Península vai ser melhor a partir do momento em que o morador entender que precisa contribuir com o Conselheiro, o Síndico e os Coordenadores na gestão do nosso espaço. Assim como nas manifestações brasileiras, o morador precisa levar sua satisfação e insatisfação com mais frequência.

Um Conselheiro precisa estar inserido em um contexto geral. O que eu procuro é verificar as estruturas, escutar os moradores e ser alguém que soma pela comunidade.” 19


Sustentabilidade

21

O que diz a Lei:

O

A ação, que é sustentável, protege o meio ambiente e gera recursos. Muitos condomínios do Rio de Janeiro contratam empresas que recolhem o lixo separadamente e pagam pelo peso total ao condomínio. Na Península, muitos condomínios já fazem a coleta seletiva e estão de acordo com a nova lei. Outros ainda estão se adaptando e instalando o serviço. Aqui a preocupação ambiental é permanente desde a elaboração do projeto, há mais de 20 anos. São quase 800 mil metros quadrados de área. Fauna e flora, ricas e protegidas. O conceito verde está implantando neste espaço, e cada morador comunga com ele. Os três Rs da sustentabilidade buscam o equilíbrio entre o consumidor e o meio ambiente. Tarefa difícil, principalmente numa cidade com quase sete milhões de habitantes. A Comlurb afirmou que recolhe, por dia, mais de 9 mil toneladas de lixo domiciliar. Em média, cada carioca produz 1,5 kg de lixo por dia.

20

lll – metal;

Parágrafo Único. A coleta seletiva disposta no caput deverá proceder à separação dos seguintes materiais:

I - incentivar a coleta seletiva, a reutilização e a reciclagem;

I - papel;

Agora é lei

meio ambiente ganha mais um reforço. Entrou em vigor a lei 6.408, que torna obrigatória a existência de recipientes de coleta seletiva em todos os edifícios com mais de três andares. Todo condomínio tem que ter coletores para a separação de papel, plástico, metal e vidro. A meta é reduzir a geração de resíduos sólidos.

Art. 1º Todas as edificações residenciais com mais de 3 (três) pavimentos no Estado do Rio de Janeiro terão que, obrigatoriamente, disponibilizar recipientes para coleta seletiva de lixo.

II - plástico;

REDUZIR - RECICLAR - REUTILIZAR A mudança de hábitos na forma de ver o lixo passa pela educação. Educar as crianças, mostrando a importância de selecionar o lixo por categorias, a reciclagem e a reutilização, trará transformação no futuro. A lei é uma semente, que precisa de terreno fértil para germinar. Precisa também de fiscalização para o seu cumprimento. Sabemos que somos um país de muitas leis importantes, mas que nem sempre são cumpridas.

IV - vidro. Art. 2º - São objetivos da coleta seletiva de lixo:

II - proteger a saúde pública e a qualidade do meio ambiente;

III - preservar e assegurar a utilização sustentável dos recursos naturais e IV - reduzir a geração de resíduos sólidos e incentivar o consumo sustentável.


JMJ

O

23

Legado de fé

Papa Francisco já voltou há muito para casa, e a JMJ Rio 2013 já entrou para a história da cidade e do Vaticano como um encontro, não só de fé, mas de muita amorosidade de um povo cristão.

No total, mais de 3,5 milhões de pessoas participaram da JMJ, que contou com eventos em Copacabana, Quinta da Boa Vista, Riocentro e em diversas paróquias da cidade. Foram 427 mil inscrições, de 175 países. Peregrinos inscritos com hospedagens foram cerca de 180 mil, enquanto as vagas disponibilizadas para hospedagem em casas de família e instituições chegaram a 356,4 mil. E a Península não ficou de fora. Recebeu os fiéis de braços abertos, assim como o Cristo Redentor abraça gente dos quatro cantos do planeta. Um grupo de 170 jovens de países de língua francesa (França, Bélgica, Congo, entre outros). Muitos voluntários, moradores da Península, trabalharam duro para recepcionar essa juventude. A coordenação geral ficou a cargo de Elmair Rangel, morador do condomínio Excellence, que ajudou na gestão

22

do Centro de Referência na Igreja Santo Antônio. A colhida do bairro aconteceu em 56 apartamentos e na Igreja, que ofereceu todo o suporte necessário para que todos se sentissem em casa.


JMJ

25

Para que essa sensação fosse ainda mais forte, foi providenciada uma Missa de Catequese com o Monsenhor Christian Lépine, que fala francês e veio direto de Montreal, no Canadá, para celebrar esse momento de fé na Igreja de Santo Antônio. Christian declarou que o Brasil é um país com muita fé. Ele passou uma semana em Angra dos Reis e disse que foi tudo muito marcado pela generosidade da população. “Fiquei muito impressionado. Quando um brasileiro abre as portas, é com o coração, e foi uma experiência sensacional para mim”, relatou o bispo. Entre os que foram recebidos pelos moradores está o francês Cerqueira Mathieu, que dormiu em um dos lares de famílias solidárias ao evento. “Fomos muito bem recebidos”, afirmou Cerqueira. Essa é a primeira vez dele no Brasil. Por isso, ele realizou dois sonhos: conhecer o país, que desde pequeno queria visitar, e a JMJ. Ele conta que já tinha planejado ir para a Jornada de Madri, mas surgiu um imprevisto que o fez cancelar a ida. “É difícil para o jovem do meu país manter a religião, porque a França já não é um país tão católico. Gostei muito da Península. Não sabia que existia isso no Brasil. É um condomínio muito bonito”, afirmou o francês.

Monsenhor de Montreal (Canadá), Christian Lépine

24

Houve também um grupo de cinco amigas francesas que se encantaram com o bairro, mesmo hospedadas dentro da igreja. Elas se conheceram nos encontros de preparação para JMJ em seu país de origem. Bertrand, Deschutter, Fiers, Sourisse e Jacquemin disseram que a chegada ao Rio de Janeiro foi melhor do que imaginavam. “O Brasil é muito amigável e bonito. Fomos muito bem recepcionadas pelos brasileiros e pela organização”, relatou Bertrand. Elas ainda acrescentaram que não poderiam se queixar da Península e adorariam morar aqui. Para que essa impressão positiva acontecesse, foi necessário que moradores se tornassem voluntários e dessem as mãos para preparar toda a estrutura que o acontecimento pedia. Foi o caso de Luisa Cristina e Fatima Palhato, que colaboraram para a organização desde que o Brasil foi escolhido para a JMJ 2013, há dois anos. Elas relataram que a preparação foi intensa e recheada de reuniões e apelos aos moradores. Na visão delas, o resultado foi um sucesso, pois o Comitê Organizador Local (COL) disponibilizou voluntários tradutores, que as ajudaram a entender a demanda, e os jovens demonstraram-se muito alegres. “Só em cumprir essa missão de evangelização já valeu todo o esforço”, declarou Luisa, com muita emoção.

Peregrino francês, Cerqueira Mathieu

Luisa Cristina, Elmair Rangel e Fatima Palhota

Esse entusiasmo também foi perceptível no Coordenador Geral, Elmair Rangel, que demonstrou satisfação com os moradores, que não paravam de chegar para deixar comida para os peregrinos na igreja. Durante a Missa de Catequese, uma

ambulância estava à disposição dos participantes. Para ele, a Península estava em clima de festa. Elmair destacou que o evento beneficiou o bairro até mesmo economicamente, já que muitos jovens almoçaram no Península Open Mall.

“Esse movimento dos jovens nos inspira e faz lembrar quando éramos da idade deles e buscávamos mais fé. Além disso, a possibilidade de troca de experiência foi única”, encerrou Elmair.

Voluntários e moradores da Península: José Antônio Maia (Style), Renata Frótas (St. Barth), Elmair Rangel (Excellence), Esther Rangel (Excellence), Odete Reis (Green Lake), Sidney Santos (Life), Suely Beatriz (Life) e Gina Rodriguez (St. Barth)

Amigas francesas: Bertrand, Deschutter, Fiers, Sourisse e Jacquemin

Espaço usado na Igreja de Santo Antônio como dormitório dos peregrinos


Pratique Esporte FUTEBOL

Segundas e quartas – manhã Horários: 8h30 às 9h15 – até 7 anos 9h15 às 10h15 – 8 a 11 anos Segundas e quartas – tarde Horários: 17h30 às 18h30 – 10 a 12 anos 18h30 às 19h30 – 13 anos em diante Terças e quintas – tarde Horários: 16h45 às 17h30 – até 7 anos 17h30h às 18h30 – 8 a 10 anos 18h30h às 19h30 – 11 a 14 anos

26

Sextas – noite Horários: 18h às 19h – até 9 anos 19h às 20h – 10 a 12 anos 20h às 21h – 13 anos em diante Professores e telefones: Elias – 7817-9890 Denis – 9319-8693

VÔLEI

Terças e quintas – tarde Horário: 17h30 às 19h30 Professor e telefone: Claudio – 6714-9888

TÊNIS (Escolinha) Segunda a sexta (Lagoon e Green Park) Horário: 14h às 18h

Professores e telefones: Wagner – 7872-3071 Pacheco – 8151-9675


Perspectivas meramente ilustrativas com caráter exclusivamente promocional, sujeitas a alterações.

3 OU 4 QUARTOS COM VISTA PARA A LAGOA, O PARQUE E A PEDRA DA GÁVEA.

Ilustração artística da Varanda do Apartamento Tipo 4 Quartos

A LO C A L I Z A Ç Ã O M A I S P R I V I L E G I A D A D A P E N Í N S U L A A P A R T A M EN TO S D E 1 2 7 A 1 7 6 M

2

• FA C H A D A S 1 0 0 %

R E V ES T I D A S • 2 , 3 O U 4 V A G A S , TO D A S C O B ER T A S A MESMA QUALIDADE DE ACABAMENTO CANOPUS DO AQUARELA E DO QUINTAS DA PENÍNSULA. Ao fazer a vistoria

no apartamento, percebi a

qualidade e o compromisso da Canopus em entregar

Ilustração artística da Tenda Solarium

UM CONDOMÍNIO CLUBE COM MAIS DE 20 ITENS DE LAZER

o imóvel em perfeito estado, preocupando-se com a

Ilustração artística do Living do Apartamento Tipo 4 Quartos

satisfação do proprietário.

VISITE OS DECORADOS ASSINADOS POR DÉBORA AGUIAR E POR CLAUDIA ALBERTINI E CHRIS SILVEIRA

UM CONDOMÍNIO COM A ALMA DA PENÍNSULA Memorial de Incorporação registrado sob o número R-4 da matrícula 392.373 do 9º Ofício de Registro de Imóveis do Rio de Janeiro. Incorporadora Responsável: CONSTRUTORA CANOPUS RIO LTDA, com sede na cidade de Belo Horizonte - MG, na Rua Maria Luiza Santiago nº 200 sala 2301-C e filial no Rio de Janeiro – RJ, na Av. das Américas nº 4.200, sala 104. Os prédios representados poderão ser executados em fases e com projetos de construção modificados, conforme previsto na minuta da convenção de condomínio arquivada no registro imobiliário. Os revestimentos em geral, equipamentos, móveis, objetos e utensílios representados nas ilustrações são meras propostas ilustrativas de decoração, não fazendo parte do empreendimento ou da unidade autônoma, que será entregue com as especificações constantes do memorial descritivo. A vegetação será implantada por meio de mudas, sendo que sua reprodução nos desenhos, artes, perspectivas e plantas humanizadas, entre outros materiais, representa artisticamente a fase adulta das espécies. Projeto aprovado junto à Secretaria Municipal de Urbanismo sob o nº 4/1111/2012A por meio do processo nº 02/270075/2007. Responsável pela obra: engenheiro Carlos Henrique Maciel Barreto, portador do CREA 140274436-6. Autor do projeto: Dávila Arquitetura, CAU nº 9063-8.

VISITE OS APARTAMENTOS DECORADOS EM NOSSO STAND DE VENDAS NO LOCAL:

Fotomontagem das Torres no Terreno

Propriedade, Realização e Desenvolvimento Urbano:

Incorporação e Construção:

DENISE GARCIA, MORADORA DO QUINTAS.

Vendas:

CJ 54934/0

Ilustração artística da Tenda Hidro

Av. das Acácias, próximo à entrada principal da Península - Barra da Tijuca - www.soulpeninsula.com.br - Tel.: (21) 3539-5011


ASSAPE | Serviços

Transporte: horários e normas

Apenas é permitido o embarque nos transportes da Península com a apresentação do cartão de acesso emitido pela ASSAPE. O cartão é de uso pessoal e intransferível. Ônibus A. Para acesso ao transporte, os titulares terão direito a 2 (duas) carteiras por unidade. Parágrafo primeiro – Necessidades adicionais deverão ser justificadas por escrito junto à Associação, que enviará para Coordenação de Transportes que concederá parecer. B. Todo usuário deverá estar credenciado com a carteira individual de usuário de transporte, emitida e controlada pela Administração da ASSAPE, sendo ela exigida pelo condutor e/ou fiscal quando de seu embarque no veículo de transporte. C. Os titulares deverão manter seus cadastros de usuários de transporte atualizados na ASSAPE, devendo para tanto comparecer semestralmente em período de 30 dias especialmente determinado para tanto, na sede da Associação para manutenção/atualização. D. Não havendo o comparecimento para atualização no período estabelecido, a condição de usuário de transporte será suspensa até que o cadastro seja atualizado. E. Não havendo atualização por dois períodos consecutivos, o cadastro será cancelado.

30

F. Serão excluídas do sistema as carteiras que apresentarem sinais de fraude. G. As carteiras extraviadas podem ser substituídas, e nas novas emissões aparecerá claramente estampada a sua condição de 2ª via. A comunicação do extravio deve ser feita imediatamente ao fato ocorrido à ASSAPE. H. A confecção de 2ª via de carteiras ou carteiras terá custo de 1% (um por cento) do salário mínimo vigente, o qual será cobrado no ato da entrega da carteira solicitada. I. Crianças de até 10 (dez) anos, devidamente acompanhadas pelos responsáveis possuidores de carteiras, poderão ter acesso ao transporte sem a respectiva carteira individual, devendo usar o colo do responsável quando não houver sobra de lugares. J. Não será permitido utilizar o transporte coletivo do condomínio sem portar a carteira de identificação, sob qualquer pretexto. K. Não é permitido viajar na cabine do motorista. L. Não é permitido colocar os pés sobre os bancos. M. Não é permitido ligar equipamentos sonoros dentro do transporte, sem utilizar dispositivo individual de escuta.


ASSAPE | Serviços

N. Não é permitido perturbar os demais passageiros com brincadeiras, ruídos ou algazarras. O. Não é permitido forçar o motorista a parar em local não previsto. P. Não é permitido fumar no interior do transporte. Q. Não é permitido ingerir bebidas alcoólicas no interior do transporte. R. Não é permitido forçar o motorista a sair do itinerário normal. Balsa A. Para acesso à balsa, os usuários deverão portar as carteiras individuais de usuário de transporte. B. Não é permitido, sob qualquer hipótese, o ingresso de pessoas sem a apresentação da carteira e acompanhantes de usuários, quer sejam parentes ou visitantes.

32

C. Menor de 16 anos só pode utilizar a balsa acompanhando de uma pessoa maior de idade, devidamente credenciada. D. É obrigatório manter-se sentado durante a travessia. Ônibus: grade de horário QUEBRA-MAR - de segunda a sexta: 06h | 07h15 | 09h | 10h45 | 12h30 | 14h | 15h30 | 17h | 19h | 21h | 22h. Sábado, domingo e feriado: 07h | 08h30 | 10h | 11h30 | 13h | 14h30 | 16h | 17h30 | 19h | 20h30 | 22h. INTINERÁRIO: Península - Quebra-mar: Península > CEG (ponto depois do colégio) > Portal do Parque Infobarra > Rio Design > Novo Leblon > Mandala > Marapendi Shopping > Barra Square > Barra Business Center > Barra Garden > Guanabara (em frente ao Condomínio RIviera Del Fiori) > Anglo Americano > Land Rover > Comitê Olímpico Brasileiro > Viaduto (Academia KS) > Previdência > Parmê > Ponto da Igreja > Odeon (próximo ao Pinheiro Guimarães) > Retorno Quebra-Mar.

33


ASSAPE | Serviços

AMÉRICAS - de segunda a sexta: das 05h50 às 09h – CIRCULAR. 09h30 | 10h | 10h30 | 11h | 11h30 | 12h | 12h30 | 13h | 13h30 | 14h | 14h30 | 15h | 15h30. Das 16h às 19h – CIRCULAR. 19h15 | 19h45 | 20h15 | 20h45 | 21h15 | 21h45 | 22h | 22h30 |23h (saída da Patrimóvel). Sábado domingo e feriado: 06h | 06h30 | 07h | 07h30 | 08h | 08h30 | 09h | 09h30 | 10h | 10h30 | 11h | 11h30 | 12h | 13h | 14h | 15h | 16h | 16h30 | 17h | 17h30 | 18h | 18h30 | 19h15 | 19h45 | 20h15 | 20h45 | 21h15 | 21h45 | 22h | 22h30 | 23h (saída da Patrimóvel). INTINERÁRIO: Península - Américas: Península > Leroy Merlin (Av. Ayrton Senna – depois do ponto dos ônibus urbanos) > CEG (ponto depois do colégio) > Av. das Américas (Patrimóvel).

34

Américas - Península: New York City Center > Vivo > Terra Encantada > Península.

35


ASSAPE | Serviços

37

Balsas: grade de horário

EMBARQUE PENÍNSULA PÍER 1 - NOVO

EMBARQUE PENÍNSULA PÍER 2 - ATUAL

RETORNO SHOPPING

RETORNO PÍER 2 ATUAL

RETORNO PÍER 1 NOVO

07:00

07:05

07:10

07:15

07:20

07:30

07:35

07:40

07:45

07:50

08:00

08:05

08:10

08:15

08:20

08:30

08:35

08:40

08:45

08:50

09:00

09:05

09:10

09:15

09:20

09:30

09:35

09:40

09:45

09:50

10:00

10:05

10:10

10:15

10:20

10:30

10:35

10:40

10:45

10:50

11:00

11:05

11:10

11:15

11:20

11:30

11:35

11:40

11:45

11:50

12:00

12:05

12:10

12:15

12:20

12:30

12:35

12:40

12:45

12:50

13:00

13:05

13:10

13:15

13:20

13:30

13:35

13:40

13:45

13:50

14:00

14:05

14:10

14:15

14:20

14:30

14:35

14:40

14:45

14:50

15:00

15:05

15:10

15:15

15:20

15:30

15:35

15:40

15:45

15:50

16:00

16:05

16:10

16:15

16:20

16:30

16:35

16:40

16:45

16:50

17:00

17:05

17:10

17:15

17:20

17:30

17:35

17:40

17:45

17:50

18:00

18:05

18:10

18:15

18:20

18:30

18:35

18:40

18:45

18:50

QUARTA – QUINTA – SEXTA – SÁBADO – DOMINGO – SEGUNDA Obs.: a apresentação da carteirinha é obrigatória para o embarque. ATRAVESSAR NO SINAL é fundamental para sua segurança.

36


Porta-Retrato

Pais, filhos e a Península

Em uma manhã de sábado de sol, essa família esbanjava beleza com o encontro de três gerações. O avô, Abílio, foi visitar seus netos, Guilherme (1 ano) e Luísa (2 anos), o filho, Renato Ventura, e a nora, Juliane. Para Renato, Dia dos Pais é todos os dias. “Espero que meus filhos vivam aqui na Península por muitos anos e tenham muita diversão e tranquilidade”, declarou Renato.

A família mora há quase quatro anos na Península e sempre faz programas divertidos dentro do bairro. Nessa manhã de sol, a escolha de Gustavo Schumann foi andar de bicicleta junto com o filho, Luiz Gustavo (3 meses), enquanto a mãe, Fernanda Araújo, os fotografava.

39

Lazer é o que Cintia Pereira mais aprecia no bairro. Seu filho, Davi (3 anos), adora brincar. Por isso, o avô, Benedito Pereira, sempre tenta estar presente para acompanhar a energia do neto. “Outro dia levei Davi para ter aula de circo no Península Open Mall, e ele adorou”, relatou Cintia.

100 95 75

25 5 0


Porta-Retrato

O amor entre Marcelo Mendonça e seu filho, Matheus (2 anos), transborda. Mesmo muito novo, Matheus já veste a camisa do time preferido junto com o pai, que se enche de orgulho. Assim que acorda, a primeira coisa que ele pede ao pai é para vestir o uniforme. “Vejo-o crescendo na Península, conhecendo novos amigos e tendo mais liberdade”, afirmou Marcelo.

40

No intervalo de mais uma subida no escorrega, Maiaro de Carvalho, pai de Arthur (2 anos), contou que a Península é maravilhosa. “Morava em Ipanema, mas viver aqui não tem preço. Acho boa essa interação que ele pode ter com os amiguinhos diariamente”, disse Maiaro.

“O espaço físico e a área ecológica da Península são o que mais me chama atenção”, afirma Adolfo Oliveira, que brincava com o filho, Gabriel (2 anos), e lhe roubava gargalhadas. “É gratificante passar esses momentos com ele, pois trabalho a semana toda. Hoje soltamos pipa também, e foi muito bom”, relatou Adolfo.

41

A semelhança entre pai e filha não está apenas nos olhos verdes. Eles também são apaixonados por esporte. Cícero Dungas se divertia numa pelada junto com outros moradores do bairro, enquanto Julia (9 anos) também jogava bola com a turminha de amigos. Para Cícero, a natureza presente na Península é um dos fatores que mais o deixa feliz, além da segurança. “Meus pais moram em Minas e adoram vir me visitar por aqui”, afirmou Cícero.


Olha pro Céu

Autores: José Fernandes e Luiz Gonzaga

Olha pro céu, meu amor Veja como ele está lindo Olha praquele balão multicor Que lá no céu vai sumindo Foi numa noite, igual a esta Que tu me deste o teu coração O céu estava, assim em festa Pois era noite de São João Havia balões no ar Xote e baião no salão E no terreiro O teu olhar, que incendiou Meu coração

Alegria, descontração e solidariedade marcaram mais um Arraiá aqui na Península. Famílias inteiras dançaram quadrilha, degustaram as tradicionais comidas típicas e se divertiram muito. Acompanhe um pouco da festa na cobertura da Revista Península. 42

43


S

45

Eta, festa “arretada” empre com a participação animada dos moradores e trazendo a tradição do nordeste brasileiro para a Barra da Tijuca. Quem prestigia o Arraiá do Zé Matoso sabe que na festa do condomínio são indispensáveis deliciosas comidas típicas, brincadeiras, quadrilha e arrasta-pé, mas sem esquecer a solidariedade.

Neste ano, o arraiá foi mais tradicional do que nunca. O forró rolou solto com Cassiano e Trio Beija-Flor até o final da festa. O Quadrilhão do Caju, com suas roupas e coreografias de luxo, também animou os moradores e atraiu os olhares de quem passava pela avenida. Para a criançada, a animação ficou por conta do Tio Salsicha e sua turma. Com brincadeiras e brindes, para os mais novinhos até aos adolescentes, o animador fez, literalmente, a festa.

Cassiano e Trio Beija-Flor comandam o forró na Festa Junina da Península há quatro anos. Para Cassiano, o arraiá está cada vez melhor. “A organização está 10, e a qualidade também. É sempre um prazer animar essa galera da Península, que é sempre muito divertida”, elogiou o sanfoneiro.

Carlos Antônio (de boné) e a esposa, Fatima, são moradores do Saint Martin e frequentadores das festas da Península. Para aproveitarem ainda mais a festa, este ano convocaram o casal de amigos, Viana e Shaina.

44

Com um show de mais de três horas no palco, Cassiano revelou que a energia que vem do público e a experiência fazem com que ele aguente o show puxado. “São mais de 25 anos de forró, e acaba que a gente já sabe os atalhos para não se cansar tanto. Mesmo cansando, sempre vale a pena”, completou.

Flávia Salzano frequenta a festa da Península todo ano, mas este foi diferente. Ela, que mora no Gauguin, sempre gostou de fazer doces e, no início deste ano, se profissionalizou na área. “Adorei a possibilidade de expor meu trabalho aqui. A festa está ótima”, disse. Na foto, Flávia (de trança) e a mãe, Jane.


A grande família Península aproveitou a festa. Confira.

Representando a ASSAPE, o Vice-Presidente e Coordenador de Eventos, Gustavo Ribeiro, disse que a ideia é sempre organizar uma festa para o morador se divertir com sua família e amigos. “Somos uma grande família, e espero que cada vez mais o morador curta e participe. Esta festa é para vocês”. Sobre a estrutura, Gustavo revelou ainda que o arraiá 2013 contou com duas ambulâncias, cerca de seis bombeiros civis, viatura da Guarda Municipal e, ainda, muitos agentes de segurança.

47

Rafael Andrade é morador do Mandarin e resolveu aproveitar a festa este ano com o afilhado, o pequeno Joaquim (7 meses). “A festa está muito boa, os espaço para as crianças é ótimo. Estou surpreso com o tamanho da festa e arrependido por não ter vindo ano passado”, comenta. Na foto, Patrícia Galvão, Mariana Accardo, Joaquim e Rafael.

Sílvia Castro, moradora do Evidence, e a amiga, Cláudia Valle, moradora do Saint Bart, estavam adorando a festa, aprovaram a organização, a quantidade de mesas e o volume da música. Théo (2 anos), filho de Sílvia, tinha brincado tanto que já estava com sono.

Na foto, da esquerda para a direita: Valnir Camalho, Cristiano Nogueira, Gustavo Ribeiro, Daniel Suzuki, Fernanda Coelho e o bebê, Lisa Suzuki.

46

Animando a todos, Júnior Moreira, mais conhecido como Tio Salsicha, usa roupa e faz até voz de caipira no dia mais nordestino da Península. “Para mim, sempre é um prazer trabalhar aqui, porque sentimos a energia das pessoas, e isso nos empolga a trabalhar. Por isso, eu e a minha turma estaremos sempre disponíveis”.

José Eduardo e Marcia são moradores do Via Privilège e aproveitaram a festa, pois para eles “é uma oportunidade única de confraternização entre moradores, e tudo com muita qualidade e segurança”.


49

são moradoras do Via Roberta Rossi e a mãe, Reg ina, rtun idade de confraterBella e veem na fest a uma boa opo m a variedade de barranização. As duas também adorara cas e a animação.

Ana Maria (de xadrez vermelho) é moradora do Saint Martin e conta que vai à festa todos os anos. Mas este ano foi especial, com a companhia das amigas, Renata Maneshy (de preto, à esquerda), Elizabeth Correia, que veio de Portugal (de xadrez azul), Claudia Costa e Vera Lúcia, moradora do Saint Martin.

André Saraiva é morador do Via Bella e foi à festa acompanhado do amigo e da cadela, Flor. Para ele, a comemoração é excelente. “A festa está show de bola, música e comida boa, cervejinha gelada, e de quebra, não é preciso se preocupar com a Lei Seca”.

48

Silvia Pereira é moradora do Saint Bart há oito meses e aproveitou a festa na companhia da irmã, Elizabeth, e o sobrinho, Hugo. Silvia conta que ficou impressionada com a organização da festa, segurança, ambulância, a quantidade de barracas. “Estão de parabéns”, disse.

Renata Estanislau mora no Aquamarine há quatro anos, e este ano convidou os amigos para aproveitar a festa. Da esquerda para a direita: Maria Elisa, Renata, Ana Camila, José Carlos, Angelita e Samantha.

Juliana é mãe de Stella (1 ano) e Ani ta (5). Moradoras do Atmosfera, as men inas aproveit aram a área baby, e a mãe adorou a boa música e a vari edade de barracas.

O jornalista Rica Perrone e a esposa, Laura, moram na Península há cerca de um ano. O que mais os agradou na festa foi a possibilidade de integração das pessoas e, é claro, as barraquinhas de guloseimas.

Katia Correia é moradora do Atmosfera e elogiou a chance de confraternização entre os moradores e a organização da festa. Na foto Maria, filha de Fernanda Hermeto, do Monet, Katia e a filha, Fernanda (7 anos).

Fernanda Hermeto é paulista, já morou no México, e no Rio escolheu a Península como lar. Sobre a festa, Fernanda aprovou a variedade de comidas, a segurança e a possibilidade única de confraternizar com amigos e família. Na foto: Fernanda e o filho, Vitor (12 anos).

Angela Moreira é avó de Maria Sofia (8 meses). A moradora do Via Privilège conta que vai à festa todos os anos, mas diz que este ano foi especial, por ser a primeira vez com a neta mais nova.


Moradoras do Aquarela há três anos, Joanna Tostes (de xadrez) e a mãe, Graça (de roxo), elogiaram a organização da festa e a quantidade de mesas. “Chegamos aqui, e havia mesa; em outros anos, eram poucas, e muitas pessoas ficavam de pé”. As duas aproveitaram e convidaram a amiga, Naira Marchesi, para curtir a festa.

Cesar e Aline aproveitaram a festa em família com a pequena Luiza (7 anos) e a vovó, Eunice. O que os moradores do Fit mais apreciaram foi a organização e a possibilidade de integração entre moradores e vizinhos.

O Presidente do Conselho Comunitário da ASSAPE, Marcelo Traitel, entregou ao Abrigo da Pedra de Guaratiba os alimentos não perecíveis doados pelos moradores no Arraiá do Zé Matoso. Foi arrecadada quase meia tonelada de arroz, feijão, açúcar, farinha, entre outros produtos. Segundo a voluntária Dejenane Barros, o abrigo cuida de crianças de 0 a 4 anos e faz um trabalho lindo com crianças carentes da região. Para conhecer mais sobre esse trabalho, basta acessar www.abrigopedradeguaratiba.org.br. A Associação agradece a participação de todos os associados que contribuíram com a instituição.

50


delivery

Confira nosso anúncio na pág. 35

Entregas à domicílio

Av. Flamboyants, nº855 loja 106 e 107 - Península - Barra da Tijuca

Runners da

Península

38

Venha fazer parte dessa equipe

AULAS PARTICULARES DE INGLÊS E REFORÇO ESCOLAR ______________________________________________ DE PORTUGUÊS CRIANÇAS E ADULTOS

Professora formada em letras com Pós Graduação em tradução pela Universidade de São Paulo - USP

tel:

8133-3362

3648-3362

Corredores de rua com saúde e seguranca

tel.:

3311-5287 9530-5872

(21)

Anuncie Aqui

3471-6799

apoio:


dcclube

O atelier ByFloor agrega qualidade e beleza, com diversos tecidos nacionais e importados com

bordados e design exclusivos

Detalhes

que fazem a diferenรงa

Entregas em prazo reduzido | Financiamento com Construcard e parcelamento direto na ByFloor

CasaShopping 3202-1014

Recreio 2437-1841

Botafogo 2275-9649

ByFloor.com.br /ByFloor.Decor


A QUALIDADE QUE VOCÊ PROCURA, COM TODO REQUINTE QUE VOCÊ MERECE.

LOJA CONCEITO CasaShopping Rio de Janeiro/RJ (21) 2108-8217 (21) 8559-0000

trancarte.com.br

Pen49 final  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you