Page 1


bem-vindo à Pérsia O livro passou por diversos escritores ao longo dos séculos e não possui um autor definitivo, logo esse livreto contém aspectos da cultura persa apresentados no livro, possibilitando uma imersão mais aprofundada sobre sua cultura, sociedade e história da região.


Localidades e arquitetura Espaços do mundo árabe importantes para a história de seus povo e que consequentemente tornaram-se símbolos em sua cultura.


palácio de Dario Reconstituição ilustrativa do antigo palácio de Dario I, por Charles Chipez. Protegido pela vertente de uma montanha, possuía um enorme terraço de 3 lados que foi construído para nele basear a construção dos palácios e demais edifícios. Comitivas convergiam a esta cidade para prestar homenagem ao rei e presenteá-lo com ofertas dos 4 cantos do império.


ruinas da antiga capital Ruinas da antiga capital do império persa – Persépolis. Lá ainda é possível encontrar ruínas do palácio real, o tesouro e um complexo militar que sobreviveram à invasão de Alexandre, O Grande.


palácio do Golestão Ou também Palácio das Rosas é um antigo palácio real iraniano/persa do antigo Império Cajar, situado em Tehran. Sendo o mais antigo dos monumentos históricos na cidade, foi residência oficial da família real.


fin garden É um jardim histórico persa. Situado em um terreno de 2,3 hectares, o jardim consiste em um pátio principal cercado por muralhas com quatro torres circulares. Foi concluído em 1590 para ser um dos maiores jardins Persas/Iranianos.


Representaçþes sociais O comportamento social e a maneira como as divisþes sociais funcionavam.


guerreiros persas A representação dos guerreiros persas, muito citados, desde o primeiro capítulo de “As Mil e uma Noites”, onde acampavam com o rei. Tais representações eram comumente encontrada em ruínas de palácios para celebrar a força do império.


trabalhadores do império Representação dos Trabalhadores do Império, são a base dele, porém aparecem apenas como plano de fundo na história, suas representações são sempre em grande quantidade sem haver destaque para qualquer um deles, aparecem em palácios para celebrar o tamanho do império.


tribos persas Importância da união das diferentes tribos persas para o poder bÊlico do rei, unidas as tribos fortalecem o imperio do rei Chahriar, e seu palåcio se torna uma fortaleza.


auxílio do império Diferenças culturais e ideológicas das tribos, que por força maior, para auxílio do imperio, precisam se unir, um império forte e imponente, explicita o poder de governo do rei Chariar.


Moda na Antiga Pérsia As vestes da Antiga Pérsia eram elaboradas e coloridas, homens e mulheres usavam jóias e adornos, e as roupas eram separadas por classe social. Como descrito nos contos das Mil e Uma Noites, as mulheres durante o período abássida usaram um casaco aber to na frente sobre o vestido, e um lenço ou cinto amarrado na cintura. A moda Persa se manteve praticamente a mesma até o século XII, e somente durante a dinastia Safávida, eles retornaram aos modelos da antiga Pérsia para livrar o país das influências turcas, foi quando as mulheres começaram a usar calças compridas, amarradas nos tornozelos e um vestido sobre as calças.


Loris Trajes ornamentais, os vestidos tem desenhos florais e costurados a mão, para cobrir os cabelos usam um grande lenço enrolado em volta da cabeça, ombros e pescoço. As roupas, incluindo o colete tradicional longo, usado sobre a roupa e as calças também são distintamente decorados, o colete tem mangas curtas, revelando as mangas do vestido e as barras da calça, as mulheres usavam cores mais brilhantes, os homens usavam tons de marrom e cinza, não muito elaborados, com coletes longos e largos e com casacos, as vezes também utilizam chapéus.


Baluchis Camisas longas, calças folgas e turbantes são os trajes para o homem, as mulheres também usam calças com vestidos coloridos até o joelho, o traje feminino era tradicionalmente por mulheres que realizavam trabalhos manuais nas aldeias, por isso as roupas eram normalmente confortáveis.


Mazandaranis Característica distintiva no vestido da mulher é a saia, que é geralmente mais rodada do que os trajes tradicionais, dependendo da época do ano, as saias podem ser mais curtas e usadas com calças por baixo, os homens geralmente usam uma camisa simples de algodão com calças, muitas vezes são usados calçados, meias ou botas até a altura do joelho.


Ghoochani Com verões quentes e invernos frios, a roupa nesta região tem que ser multifuncional e versátil, as saias da mulheres tendem a ser mais curtas e os sapatos tendem a ser feitos para longas caminhadas e escaladas. Os coletes e aberturas de cabeça têm cores brilhantes e padrões diversificados em todas as peças de vestuário.


Curdos Era utilizado em grande parte do Oriente Médio, incluindo o leste da Turquina, nordeste do Iraque e pequenos bolsões da Síria/Irã, os Curdos tem uma forma mais elaborada e diversificada dos trajes tradicionais, os homens usavam calças largas combinando com coletes e turbantes, já as mulheres usavam vestidos longos com calças e coletes, tanto homens quanto as mulheres geralmente usavam cintos muito largos em volta da cintura, as mulheres também gostavam de usar moedas e jóias costuradas em seus lenços pendurados sobre a testa.


Profile for asmileumanoites

livreto - as mil e uma noites  

Edição criada para fins acadêmicos, sem fins lucrativos. Universidade Anhembi Morumbi Projeto Gráfico - Livro - 6º Semestre Orientador: Éri...

livreto - as mil e uma noites  

Edição criada para fins acadêmicos, sem fins lucrativos. Universidade Anhembi Morumbi Projeto Gráfico - Livro - 6º Semestre Orientador: Éri...

Advertisement