Page 17

www.asemananews.com.br

Segurança

A SEMANA News 03 a 09 de fevereiro de 2012

17

Guarda reforça segurança no Centro de Curitiba Setenta homens da Guarda Municipal de Curitiba, 24 viaturas e dez unidades móveis reforçam a segurança do Centro da cidade nesta quinta (2) e sexta-feira (3). É mais uma edição da Operação Abafa, que teve início em dezembro e já passou pelas outras oito regionais de Curitiba. A ação concentrada na Regional Matriz acontece em parceria com a Fundação de Ação Social (FAS), polícias Civil e Militar, Ministério Público e Secretaria Municipal de Trânsito. "O objetivo é inibir a ação de criminosos e transmitir confiança e segurança aos comerciantes e à população, trazendo mais tranquilidade ao Centro da cidade", disse o secretário municipal de Defesa Social, Nazir Chain. A Operação Abafa é um mutirão de segurança que coloca a Guarda nos pontos mais vulneráveis e de maior concentração de comércio de cada bairro. No caso da Regional Matriz, 20 praças, terminais de ônibus e esquinas foram escolhidas para receber o reforço. Chain explicou que as 116 câmeras instaladas na cidade, das quais 43 estão

Guardas circulam pelo Centro da cidade

no anel central, permitem um vídeo-monitoramento constante por uma central de inteligência, o que aponta em tempo real os pontos mais vulneráveis, numa ação conjunta com a PM. "Assim que as câmeras localizam atitudes suspeitas, a informação é imediatamente repassada às equipes táticas, que se dirigem aos locais apontados", explicou o secretário. Chain enfatizou também a importância da participação e apoio da população para garantir o sucesso das ações. "Pelo fone 153, recebemos denúncias 24 horas por dia e isso nos ajuda muito a monitorar a cidade", afirmou. Após a passagem da Operação Abafa, a Guarda mantém viaturas e homens nos locais destacados. "A

partir do dia 22 de fevereiro, terá início uma nova operação nas regionais, que reforçará a segurança durante uma semana consecutiva em cada ponto", antecipou o diretor da Guarda Municipal, Odgar Cardoso. Mais segurança O comerciante Laurentino Araújo Feitosa, dono de um mercadinho no Terminal Guadalupe, elogiou a Operação Abafa, que está em ação no local. "A presença da Guarda traz segurança para a população e o comércio. O ambiente está bem mais calmo aqui hoje", disse. A vendedora Marili Ratzke, que mora em Quatro Barras e utiliza diariamente o terminal, confirmou que a situação já foi pior no local. "Sem a pre-

sença da Guarda, há muitos pedintes e um clima de insegurança para quem pega ônibus aqui. Agora me sinto mais segura", disse. Ao seu lado, Denilda Pereira da Silva, que aguardava o ônibus, contou que já foi roubada ali mesmo. "É muito importante esta ação da Guarda, espero que se repita muitas vezes", disse. O reforço na segurança também era aguardado

pelos comerciantes do entorno do Guadalupe. A gerente do Salão de Beleza da There, Mari Dalla Longa, afirmou que são comuns os pequenos furtos no comércio da região. "Até apliques de cabelo eles roubam", comentou. "A ação da Guarda é muito bem vinda por nós", disse. O administrador da Regional Matriz, Luiz Hayakawa, que acompa-

nhou parte da Operação, comentou a importância das ações preventivas. "No Centro da cidade há uma concentração muito grande de comércio, bancos e muito fluxo de pessoas, incluindo os turistas que vêm a nossa cidade", disse. "A presença reforçada da Guarda sem dúvidas inibe a possível ação de criminosos e traz mais segurança ao Centro".

Árvore desaba e mata fazendense em Curitiba Um homem de 57 anos, morador do Bairro Iguaçu em Fazenda Rio Grande, morreu na manhã da última quinta-feira (26) após ser atingido por parte de uma árvore de grande porte que caiu sobre a Av. Silva Jardim, em Curitiba. A vítima, Edson Laudelino, estava dentro de um automóvel Uno e por volta das 7 horas houve a queda da árvore em cima do carro, enquanto ele dirigia. A árvore estava no canteiro central da via. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, a árvore se partiu ao meio e as duas partes caíram sobre as pistas da Ave-

Edson Laudelino morreu tragicamente

nida Silva Jardim. Na pista da direita, parte do tronco e os galhos atingiram o Uno dirigido por Edson Laudelino, que se dirigia ao INSS tratar da aposentadoria. A causa da morte ainda não foi confirmada, mas há a indicação de que o homem mor-

reu com o próprio impacto da árvore sobre o carro onde estava. Outro automóvel também foi atingido mas sem vítimas. A esposa de Laudelino esteve no local e, muito emocionada, comentou que o marido trabalhava como caminhoneiro.

Edição 218  

De 3 a 9 de fevereiro

Edição 218  

De 3 a 9 de fevereiro

Advertisement