Page 1

W W W. A S E M A N A - A L . C O M . B R >>> Leia MAIS

Maceió, segunda-feira, 24 a 30 de dezembro de 2012 l Ano III l Nº 136 l R$ 1,00

Mas caso me proíbam de passar por ser eu diferente ou indesejado Mesmo assim eu passarei Inventarei a porta e o caminho e passarei sozinho

Lêdo Ivo (1924-2012)

UVEAL: eleição marcada para o dia 20 de janeiro, conforme edital

PÁGINA 7 TNH1

Polícia Civil inicia investigações sobre explosão no DEIC

PÁGINAS 5 E 6

OBRIGADO, LÊDO IVO!

Com um legado impressionante, um dos maiores poetas da Literatura Brasileira, Lêdo Ivo morre na Espanha, aos 88 anos de idade / PÁGINAS 8, 9 E 10


2

O que você faria para ser o melhor do mundo?

O

CLÁUDIA GALVÃO

É Jornalista

Brasil vai sediar a Copa do Mundo e as Olimpíadas e os resultados (ruins) das Olimpíadas de Londres podem ser determinantes para uma guinada nestas duas competições. Mas não vou discutir a péssima política de investimentos em educação e esporte do Brasil, esta é flagrante e já foi tema de debate de pessoas muito mais abalizadas do que eu. Na verdade, queria discutir outra questão: o surgimento do fenômeno das piscinas, a chinesa de apenas 16 anos, Ye Shiwen. Não satisfeitos com os tempos e recordes mundiais estabelecidos pela nadadora, a imprensa internacional passou a compará-la ao melhor nadador da mesma modalidade no masculino. Ye Shiwen seria a resposta para a pergunta: será que homens e mulheres podem competir em condições de igualdade? Fisiologistas e médicos do esporte discordam desde sempre. Entretanto, o que mais me chamou a atenção foram as condições que levaram a adolescente a se tornar este fenômeno. De acordo com o Daily Mail, a menina foi retirada da família com apenas 6 anos, para ser incluída em um programa chinês de excelência nos esportes olímpicos. Saiu do colégio, do convívio com a família e amigos para – só e exclusivamente – treinar. Dos 11 aos 14, a nadadora ainda teve o celular confiscado pelo governo chinês. O aparelho seria uma distração. O pai confessa que a nadadora ligou várias vezes para casa chorando, devido à massacrante carga de treinamento e nada fez; a família mora em um complexo custeado pelo governo. Desde pequena, a menina, que hoje tem 1m70, tem aparência masculinizada, que já lhe rendeu várias expulsões de vestiários femininos. Durante as Olimpíadas de Londres, devido ao seu desempenho, Ye ainda teve que responder a insinuações de dopping. Segundo ela, em ensaiado tom estatal, “o povo chinês tem as mãos limpas”. Qualquer pessoa que tenha o mínimo de vivência no esporte sabe das restrições, regras, dedicação, dores e agruras porque passa um atleta de alto rendimento. O talento por si só é apenas um ponto de partida, que deve ser lapidado, incentivado, cobrado até a exaustão visando ao aperfeiçoamento e, claro, resultados. Mas o que mais me pergunto é, compensa ser o mais alto, o mais forte e o mais rápido nessas condições? Seria esse o verdadeiro espírito olímpico?

N

24 a 30 de dezembro de 2012

DIAS DE POEMAS EM JORNAIS

o domingo em que era fechado o jornal A Semana, a Literatura Brasileira amanheceu de luto. Mas, apesar do momento triste que é o falecimento do escritor alagoano Lêdo Ivo, é preciso lembrar do sentimento que emanava de seus versos; a crença de que não devemos silenciar, que o instrumento da voz, das palavras, é essencial para que mudemos a realidade. Por esta razão, o A Semana traz - em três páginas, com ajuda de agências de notícias como o G1 Alagoas uma reportagem sobre quem foi e a importância da obra de Lêdo Ivo, o imortal guerreiro da Academia Brasileira de Letras e que enche de orgulho todos os alagoanos. As palavras de Lêdo Ivo serão eternas. Estará a pulsar no coração de cada leitor. Alimentando sentimentos, fomentando passos e ações rumo a um mundo com mais poesia. Vale aqui lembrar as palavras de um outro saudoso poeta. Mário Quintana escreveu certa vez: “Dias maravilhosos em que os jornais vêm cheios de poesia e do lábio do amigo brotam palavras e eterno encanto. Dias mágicos em que os burgueses espiam, através das vidraças dos escritórios, a graça gratuita das nuvens...”. Dias maravilhosos os que nos confrontamos com poesias como as de Lêdo Ivo, mostrando uma outra face do real, uma outra face do humano que não aquela que estampa jornais com desgraças e tragédias. Por esta razão que pedimos licença ao nosso leitor para que no lugar do tradicional editorial, nesta edição, publicarmos uma poesia de Lêdo Ivo. Afinal, maravilhosos dias em que os jornais vêm cheios de poesia:

SONETO PURO.

Fique o amor onde está; seu movimento nas equações marítimas se inspire para que, feito o mar, não se retire de ver des áreas de seu vão lamento. .

Seja o amor como a vaga ao vago intento de ser colhida em mãos; nela se mire e, fiel ao seu fulcro, não admire as enganosas rotações do vento. . Como o centro de tudo, não se afaste da razão de si mesmo, e se contente em luzir para o lume que o ensolara. .

Seja o amor como o tempo – não se gaste e, se gasto, renasça, noite clara que acolhe a treva, e é clara novamente. . LÊDO IVO

Rua Dr. Antônio Pedro de Mendonça, 73 Jaraguá - Maceió / Alagoas - CEP: 57030-070 Redação e Comercial: (82) 3317-0213 LUIS VILAR

EDITOR-GERAL

LUCIANO ANDRESON DIAGRAMADOR

e-mail: asemana-al@hotmail.com

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo necessariamente a opinião deste semanário.


24 a 30 de dezembro de 2012

>>> LEGISLATIVO

CÂMARA APRECIA ORÇAMENTO DE R$ 1,7 BILHÃO NESTA SEMANA

3

Discussão sobre duodécimo também deve pautar sessão do parlamento-mirim

Os vereadores por Maceió se reúnem - no próximo dia 27 conforme o presidente da Câmara Municipal, Galba Novaes (PRB) - para já apreciaram a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2013, quando o comando do Executivo será passado para o futuro prefeito Rui Palmeira (PSDB). De acordo com Novaes, é a última sessão do ano e a busca é por zerar a pauta e fechar sua administração com todas as promessas cumpridas. Além da votação do orçamento, falta também por no ar o Portal da Transparência José Alencar. Quanto ao orçamento, o vereador e presidente da Casa de Mário Guimarães foi enfático: só não será votado se não houver o quórum mínimo que é de 14 vereadores. Novaes acredita que o orça-

mento será aprovado sem problemas, não ficando pendente para o próximo ano. Este foi um temor demonstrado - por exemplo - pela vereadora Heloísa Helena (PSOL). “Não podemos admitir acordos para deixar o orçamento no próximo ano só para que se tenha mais dinheiro para a Câmara. Se o prefeito futuro quer adiar a votação para melhor olhar o orçamento que comunique à Câmara de forma institucional”, chegou a frisar Heloísa Helena. O orçamento prevê uma receita de exatos R$ 1.797.664.845,00 bilhões. Pelo prazo regimental já deveria ter sido apreciada no dia 15 de dezembro, mas mesmo tendo chegado no parlamento dentro do prazo previsto, ainda em outubro acabou atrasando por conta da votação já atrasada da Lei de Diretrizes Orçamen-

tárias (LDO). Os vereadores tiveram que primeiro apreciar os vetos da LDO para só então dar sequência à LOA,

que passou por duas audiências públicas e recebeu emendas dos edis até o dia 19 de dezembro.

DEPENDÊNCIA O parecer da LOA é do vereador Théo Fortes (PTdoB) e - conforme informações de bastidores - já se encontra pronto para votação. Do orçamento, aproximadamente R$ 1,2 bilhão chegará às contas da prefeitura por intermédio do governo federal. Ou seja, Maceió ainda é - o que pode ser constatado nas dificuldades de por em prática as políticas públicas um município extremamente dependente dos recursos oriundos de repasses como Fundo de Participação dos Municípios dentre outros. Em todo caso, do montante previsto - conforme a Secretaria de Planejamento da Câmara Municipal - o prefeito Rui Palmeira contará com 28% da previsão de receita, salvo se ocorrer algo fora do esperado, para investir em obras de prevenção, sobretudo em áreas de risco.

Os parlamentares alagoanos aprovaram na quinta-feira, 20, o projeto de lei de iniciativa governamental que dispõe sobre o rateio das sobras dos recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) para os professores da rede estadual de ensino. A

matéria foi aprovada por unanimidade e tramitou em caráter de urgência nas comissões permanentes da Casa. Durante a votação do projeto de lei, o deputado Ronaldo Medeiros (PT), que foi o relator da matéria, observou que o rateio vai ser apenas para os professores que estão em atividade, uma vez que, por força da

lei, os aposentados não têm direito ao benefício. Ele criticou ainda o não envio do projeto de lei que dispõe sobre a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) dos servidores do quadro administrativo da Secretaria de Estado da Educação (SEE). “Se esta Casa tivesse recebido o PCCS da Educação nós

faríamos justiça também com aqueles que doaram toda sua vida em sala de aula, trabalhando, educando para construir um Brasil melhor. Espero que no próximo, ou ainda neste, o governo encaminhe a este Parlamento o projeto do PCCS, não só dos professores, mas também dos demais trabalhadores da Educação”, ob-

servou o petista. O deputado Judson Cabral (PT) acompanhou o posicionamento do colega de legenda e, na condição de presidente da Comissão de Educação da Casa, destacou a atuação dos parlamentares que “não mediram esforços para analisar e aprovar a matéria”.

DA REDAÇÃO

>>> Presidente da Câmara, Galba Novaes

Deputados aprovam rateio das sobras de recursos do Fundeb


4

24 a 30 de dezembro de 2012

FERNANDO COLLOR ASSUME CANDIDATURA À REELEIÇÃO EM 2014

>>> ELEIÇÕES

O

DA REDAÇÃO

Senador petebista cumpre papel importante na defesa de Lula e Dilma

senador Fernando Collor de Mello (PTB) assumiu - em entrevista coletiva à imprensa, dada nesta semana - que é candidato à reeleição em 2014. Collor - que busca se tornar uma das principais vozes de oposição no Estado, mas de apoio a presidente Dilma Rousseff (PT) e ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) no campo nacional - tem um discurso afiado: duras críticas ao atual governador Teotonio Vilela

Filho (PSDB), seu possível rival em 2014; além de defensor do atual governo federal, destacando conquistas e números. Collor teve um papel importante nas recentes batalhas travadas no Senado Federal. Com isto, ganhou em Alagoas - o apoio de petistas históricos e agora trabalha a imagem para alcançar um novo eleitorado. O A Semana, nesta edição, traz alguns dos principais trechos da coletiva de Fernando Collor de Mello à imprensa alagoana.

>>>

Como o senhor avalia as recentes denúncias feitas ao presidente Lula? O senhor já foi presidente da República e passou por uma série de denúncias que acabaram o tirando do cargo. Como observa a situação de agora? Bem, no meu caso fica a sensação de que eu presidente eleito, depois de anos, fui retirado do cargo de forma injusta. Eu fazia parte de um grupo de jovens idealistas.Tiraram-me da presidência na suposição de um esquema de corrupção e fui absolvido de todas as acusações que me foram feitas. Se fui absolvido, não seria o caso de eu voltar à presidência? Este é um pensamento que obedece à lógica, mas não a realidade das leis do país. O episódio de agora eu vejo com muita tristeza. Acontece em um momento em que o Brasil decolava com o governo Lula, que foi um governo excepcional. No campo econômico, respeitado internacionalmente. É um episódio que nos deixa entristecido.

Mas, de certa forma sentaram no banco dos réus e foram condenadas pessoas que antes acusaram o senhor... Sinto-me triste. Não gostaria que isto (o julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal) tivesse acontecido a nenhum deles. As penas foram extremamente duras. O clima favoreceu muito a um torcida que queria vingança. O pedido de prisão feito agora pela Procuradoria Geral da República (PGR) é uma armadilha. Esperando o recesso. Tenho críticas ao não desmembramento do processo. Não se respeito o juízo natural a que algumas pessoas ali tinham direito. Fico triste e preocupado com as instituições e com o desequilibrio entre os poderes. Temos um Legislativo mal avaliado e um Judiciário com tamanha supremacia.

Como o senhor observa a realidade de Alagoas hoje? Alagoas vive uma crise de governabilidade. Na questão da

segurança pública nem se fala. O Governo Federal tem ajudado. Melhorou um pouco no começo, mas hoje já há o clima de intranquilidade em Alagoas. É o governo que mais individou Alagoas, empréstimos no BIRD. Não há destinação específica para estes recursos. Precisamos cobrar esta transparência tão cantada em prosa e verso. A Educação vive uma calamidade pública. O ano letivo foi jogado fora. O governador precisa dar resposta. Quais os planos do senhor para o ano de 2014? É um ano que está logo alie

ao mesmo tempo este espaço de tempo é uma eternidade. Eu estou no campo da oposição em Alagoas. E a oposição é um bloco que envolve vários partidos: PTB, PMDB, PDT, PT, PV, PCdoB, dentre outros. Queremos manter esta frente unida e falando uma mesma linguagem. O PTB não pode falar por si só. Nesta frente, eu sou candidato à reeleição e acredito que o Renan Calheiros (PMDB) seja o nome natural que surja na disputa pelo Governo do Estado. Eu sou candidato à reeleição e é assim que eu me coloco.

Comenta-se nos bastidores de uma estratégia de marketing para apresentar um novo Collor. O que senhor tem a dizer sobre isso? As pessoas dizem que o Collor mudou. Nenhum de nós perde suas características. Agora, em um jogo se joga de acordo com o ritmo do jogo. Não sou mais a mesma pessoa de 20 anos atrás. Conquistei maturidade para não incorrer em alguns excessos que antes fazia. Agora, temos momentos que somos colocados a prova e temos que reagir a isto.


>>> INVESTIGAÇÃO

DEIC: GOVERNO BUSCA AS EXPLICAÇÕES SOBRE A TRAGÉDIA Polícia Civil nomeia comissão; Sindpol diz que avisou dos explosivos armazenados

DA REDAÇÃO

A tragédia que vitimou a policial civil Amélia Dantas precisa ser explicada para a população alagoana e - conforme o próprio Governo do Estado empenho para isto não faltará. A explosão no prédio sede de Departamento de Investigações e Capturas da Polícia Civil de Alagoas poderia ou não ter sido evitada? Esta é uma pergunta que tem ecoado nas redes sociais e entre todos os alagoanos. Afinal, se fala do armazenamento - de forma não adequada - de dinamites e outros armamentos que acarretaram na explosão que causou uma morte, diversos feridos e prejuízos para comerciantes e moradores do local. Para citar apenas um caso, parte do teto de gesso do prédio sede da União dos Vereadores do Estado de Alagoas desabou com o impacto da explosão. O mesmo

ocorreu com várias residências. O fato mais lamentável evidentemente - foi a morte da agente Amélia Dantas. O governador do Estado de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB) lamentou a tragédia e a morte da policial e agiu - é de se reconhecer - de forma imediata, cancelando sua agenda. Vilela esteve no local do acidente, visitou feridos e determinou que toda sua equipe se empenhasse no caso. Em um primeiro momento, Vilela destacou que não era a hora de buscar causas, mas atender feridos. Foi feito. Na sequência, equipes do Serviços de Engenharia do Estado de Alagoas (SERVEAL) trabalhou no levantamento dos prejuízos materiais. Além disto, conforme o Governo do Estado, foram abertas linhas de crédito para a reconstrução. A administração estadual ainda prometeu - conforme o próprio governador - o

24 a 30 de dezembro de 2012

ressarcimento de todos os que tiveram perdas em função da tragédia ocorrida. Agora, chega a um segundo momento: a necessidade de dar respostas à população sobre o ocorrido. O Governo do Estado precisa apontar as causas, responder se o material estava posto em local adequado ou não e punir eventuais responsáveis caso estes realmente sejam. Vilela afirma que não vai fugir a isto.

COMISSÃO Na sexta-feira, dia 21, o delegado-geral da Polícia Civil de Alagoas, Paulo Cerqueira, designou - por meio de portaria em caráter especial, uma comissão de delegados para apurar a explosão ocorrida na sede da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC) no início da noite da quintafeira, dia 20. De acordo com a Polícia Civil de Alagoas, a comissão será composta por três delegados e presidida pelo diretor da Diretoria da Polícia Judiciária Metropolitana, Carlos Reis. Tendo ainda na composição os delegados Medson Maia e Robervaldo Davino. A portaria da designação deve ser publicada na próxima edição do Diário Oficial do Estado (DOE), na quarta-feira

(26), em razão do período natalino, mas as investigações já foram iniciadas. De acordo com Boletim de Ocorrência, a tragédia ocorreu por volta das 18h20, na Avenida Moreira e Silva, na sede da Diretoria de Recursos Especiais (DRE), onde funcionava a Deic. A delegada Ana Luiza Nogueira, diretora da Deic, explicou que o material era armazenado temporariamente no local, enquanto aguardava decisão do Exército Brasileiro para o armazenamento definitivo, o que só poderia acontecer após autorização judicial.

PERITOS Além da comissão, peritos de Brasília e Pernambuco especialistas em explosivos chegaram a Alagoas no fim de semana passado para iniciar investigações sobre a explosão ocorrida no DEIC. Conforme informações obtidas pelo A Semana, a equipe de peritos é composta por quatro profissionais, sendo três peritos da Polícia Federal de Brasília e um da 7ª Região Militar de Pernambuco. Eles ajudarão a esclarecer quais as causas dos estragos, que ultrapassaram um raio de dois quilômetros, conforme as primeiras infor-

5

mações. Os peritos chegam ao Estado de Alagoas pelo fato de não haver profissionais especializados em explosivos no Estado. Eles serão os responsáveis pela perícia detalhada no local.

O CASO Na última quinta-feira, 20, um grande estrondo seguido de uma explosão aterrorizou a população maceioense que transitava nas proximidades da Ladeira dos Martírios, no Centro. A explosão ocorreu no depósito de armas da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) e deixou três policiais civis soterrados. Entre eles, a agente de polícia Maria Amélia Dantas, que não resistiu aos ferimentos e faleceu. Os outros feridos foram encaminhados a unidades hospitalares da cidade. No local foi possível ver o rastro de vidros destruídos devido à explosão. Somente a parede externa do prédio da Deic ficou de pé. Toda a estrutura interna e demais viaturas do prédio foram totalmente destruídas. (CONTINUA NA PÁGINA 6)


6

Governo anuncia nova sede e reestruturação da Deic

SIDNEY TENÓRIO Colaboração

Uma reunião, na tarde da sextafeira (21), definiu a reestruturação da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), da Polícia Civil. Após a explosão que atingiu a antiga sede que funcionava no bairro do Farol, ficou decidido que o Governo de Alagoas, com o apoio do Ministério da Justiça, vai construir uma nova unidade na Região Metropolitana de Maceió. A reunião contou com a participação da secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, que lamentou o ocorrido na sede da Deic e se colocou à disposição para ajudar no que for necessário para que o esquadrão de elite da Polícia Civil volte a trabalhar o mais rápido possível. “Alagoas vem fazendo um grande trabalho no combate à violência nos últimos meses e a atuação da Deic é fundamental para que ele continue. Por isso, não mediremos esforços para que uma nova unidade seja montada no mais curto espaço de tempo possível”, disse Regina Miki durante reunião com o secretário da Defesa Social, Dário Cesar, e toda a cúpula da Polícia Civil.

NOVA SEDE A nova sede da Deic irá funcionar em um município da Região Metropolitana de Maceió, mas o local exato ainda não foi definido. O governo estadual deve fazer a aquisição e construções necessárias no imóvel e o Ministério da Justiça vai ceder os equipamentos, através do Programa Brasil Mais Seguro – Alagoas. O secretário Dário Cesar ressaltou que o importante neste momento é dar total apoio para os familiares da policial civil Maria Amélia Dantas, que faleceu na explosão ocorrida na sede da Deic, que funcionava no bairro do Farol, e aos quatro policiais civis que ficaram feridos no incidente. “Mas o trabalho da

24 a 30 de dezembro de 2012

Deic precisa continuar, até em homenagem à policial Maria Amélia que tanto fez pela Segurança Pública de Alagoas”, frisou. Durante a reunião, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, assegurou que, enquanto não é construída a nova sede, os trabalhos da Deic não param. “Vamos montar uma estrutura temporária na sede da Delegacia Geral, em Jacarecica. Neste momento é importante que os policiais que integram a divisão especial se sintam acolhidos”, disse.

LINHA DE CRÉDITO Com o objetivo de auxiliar na reestruturação dos empreendimentos comerciais que foram atingidos pela explosão na sede da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), a Desenvolve – Agência de Fomento de Alagoas - adaptará uma linha de crédito especial para atender os proprietários. O empréstimo, que será ofertado de acordo com a necessidade dos empresários, faz parte das medidas emergenciais tomadas pelo governador Teotonio Vilela Filho para amenizar os danos causados pelo acidente. Segundo o secretário de Estado da Infraestrutura, Marco Fireman, a recomendação é de que os empreendimentos atingidos solicitem um laudo pericial à Serveal (Serviços de Engenharia de Alagoas) ou à Defesa Civil para que sejam ressarcidos posteriormente. De acordo com o diretorpresidente da Desenvolve, Antonio Carlos Quintiliano, a instituição financeira vai trabalhar de acordo com a necessidade dos empresários. “Faremos uma parceria com esses empreendimentos, assim como fazemos nas demais linhas de crédito, visando melhor atender as suas necessidades e as suas demandas”, explicou. Os interessados devem procurar a sede da Desenvolve, que fica situada na rua Doutor Antonio Cansanção, 465, Ponta Verde ou entrar em contato pelo telefone 3315-3468.

FOTOS: TNH1


7

24 a 30 de dezembro de 2012

>>> EDIS

UVEAL DEFINE DATA DE ELEIÇÃO E GRUPOS TENTAM DEFINIR CANDIDATURAS

DA REDAÇÃO

Pleito envolvendo os vereadores vai ocorrer no dia 20 de janeiro conforme edital

A disputa pela União dos Vereadores do Estado de Alagoas (UVEAL) deve entrar em fase de definições na primeira semana do ano. Até o dia 4 de janeiro - conforme informações de bastidores os grupos políticos que pretendem chegar à presidência da entidade já devem estar definidos. Por enquanto, a tendência é de três possibilidades de candidaturas: o atual presidente Hugo Wanderley (PMDB/Cacimbinhas) busca a reeleição; além dele, o vereador França Júnior (PSDB/Palmeira dos Índios) também é pré-candidato ao cargo. O terceiro nome é de algum edil ligado ao senador Benedito de Lira (PP). Entre os cotados estão Zé Luiz (PSC/Olho d’Àgua das Flores) e Valério Passos (PP/Viçosa). Mas, apesar do pouco tempo de campanha, ainda o quadro é indefinido quanto às candidaturas que devem se manter no pleito. Nos bastidores políticos, se comenta sobre a possibilidade de consolidação das vias, tendo inclusive, candidatura única. O edital para a convocação das eleições foi publicado no Diário Oficial do Estado na semana passada, mas sem alarde da própria imprensa que vem acompanhando o processo. Alguns vereadores apostam no silêncio e no poucos holofotes como a melhor saída para o fortalecimento do grupo, sem dar brechas para prováveis adversários que surjam de última

>>> França Júnior: tucano concorre à presidência contra o atual presidente Hugo Wanderley (PMDB), mas pode haver composição

hora. Com a publicação do edital, a eleição para decidir quem será o próximo presidente da União dos Vereadores do Estado de Alagoas (UVEAL) já tem data marcada: 20 de janeiro de 2013. Agora é corrida contra o tempo para os prováveis candidatos formarem suas chapas. O atual presidente Hugo Wanderley (PMDB/Cacimbinhas) e o vereador França Júnior (PSDB/Palmeira dos Índios) são considerados os nomes mais fortes. Os dois fazem parte do atual grupo de comando. Como já citado, Hugo Wanderley está na presidência e França Júnior em uma das superintendên-

cias - conseguiu papel de destaque em todo o Estado, representando os vereadores em discussões importantes como a Comissão da Reforma Política e o debate sobre a possibilidade de foro privilegiado para os vereadores. Logo, os dois são os que se apresentam mais articulados na disputa pela entidade e fazem parte do mesmo grupo político. Pela oposição pode surgir uma terceira candidatura, caso o senador Benedito de Lira (PP) queira se envolver no processo. Lira indicaria um nome de seu grupo. Os mais cotados são os vereadores Zé Luis (PSC/Olho D’àgua das Flores) e Valério Passos (PP/Viçosa).

Entretanto, a possibilidade tem se tornado remota. Há ainda - conforme bastidores a possibilidade da união entre Hugo Wanderley e França Júnior lançando uma chapa única.

COORDENADORES Uma outra novidade nesta eleição é o fato das coordenadorias regionais, que já era um projeto passado da UVEAL e que agora deve se concretizar, abrindo espaços para que vereadores do interior do Estado assumam importante papéis em regiões centrais com o objetivo de fortalecer a entidade. O projeto é que a UVEAL tenha um destaque semel-

hante ao alcançado pela Associação dos Municípios de Alagoanos (AMA). Ao menos, é neste caminho que o atual grupo tem trabalhado e a junção de nomes deve se dá em nome deste projeto, caso aconteça. Mas, por enquanto, tanto França Júnior quanto Hugo Wanderley seguem candidatos e na busca de composições. No caso de tucano de Palmeira dos índios, um dos nomes para ser cotado para ser seu vice é Eduardo Canuto (PV), eleito vereador por Maceió. O edital de convocação foi assinado pelo presidente da Comissão Eleitoral, Ale xsandro Paranhos.


8

>>> ADEUS

A PARTIDA DE LÊDO IVO: A LITERATURA DE LUTO...

Poeta alagoano faleceu aos 88 anos vítima de um infarto “Mas caso me proíbam de passar/ por ser eu diferente ou indesejado/ Mesmo assim eu passarei/ Inventarei a porta e o caminho/ e passarei sozinho”. Os versos são do poeta alagoano Lêdo Ivo e encantou gerações, influenciou pessoas e inflamou sonhos dos que acreditavam em dias melhores, na beleza da arte e - como dizia o próprio Ivo - na capacidade de dar voz aos sentimentos que tentaram calar. Lêdo Ivo - imortal da Academia Brasileira de Letras - é um dos alagoanos que deixa um importante legado para o mundo. Sua morte, na madrugada de domingo, às vésperas do Natal, deixa a literatura brasileira de luto. Ivo pode ser colocado no patamar de importantes intelectuais da Terra dos

Marechais que - por meio de suas obras e pensamentos contribuíram não só para a sua realidade local, mas para o mundo. Estão nesta lista Graciliano Ramos, Pontes de Miranda, Aurélio Buarque de Holanda, Nise da Silveira, Arthur Ramos, Jorge de Lima dentre outros tantos que fazem com que sintamos orgulho da terra onde nascemos. Levaram Alagoas para o mundo e sobretudo - deixaram o mundo melhor. Lêdo Ivo faleceu na cidade de Sevilha, na Espanha, vítima de um infarto. De acordo com as primeiras informações de familiares, o jornalista passou mal quando almoçava em um restaurante. Ele chegou a ser socorrido, recebeu o atendimento médico, mas faleceu antes mesmo de ser encaminhado para o hospital da cidade. Lêdo Ivo estava na Espanha a

passeio. Ele passaria o Natal com alguns familiares e retornaria na próxima semana para Maceió, quando teria uma agenda de trabalho. As informações foram prestadas pela sobrinha do escritor Laudicéia Eurídice Ivo. O corpo do escritor que encantou gerações será cremado. Os familiares estão resolvendo os trâmites legais para trazer as cinzas de Lêdo Ivo para o Brasil. No momento da morte, estava acompanhado do filho, o artista plástico radicado na Espanha, Gonçalo Ivo. "Lêdo Ivo será cremado. Quanto as homenagens, familiares e amigos estão se mobilizando para realizarem missas no Rio de Janeiro e em Maceió", completou Laudicéia Ivo ao enfatizar que ainda não há horário para os restos mortais do escritor chegarem no Brasil.

A Academia Brasileira de Letras - que deve homenagear Lêdo Ivo nos próximos dias lamentou a morte do escritor em nova encaminhada pela imprensa. O documento foi assinado por Ana Maria Machado, que preside a Academia. A bandeira do Brasil - que fica em frente ao prédio sede da entidade - foi hasteada a meio mastro. De acordo com Ana Maria Machado, os acadêmicos se reúnem no

próximo dia 10 de janeiro para uma sessão extraordinária para homenagear Lêdo Ivo. Na ocasião, Ana Maria Machado descreveu Lêdo Ivo como um "poeta e ficcionista versátil, de obra variada que abarcava vários gêneros" e lembrou que o escritor "gozava de uma vitalidade assombrosa para seus quase noventa anos e sua saúde frágil. Falava alto, gostava de comer bem, se esmerava em contar histórias

divertidas", escreveu a presidente. Embora ainda não se tenha a data fixada, as cinzas do Acadêmico e poeta Lêdo Ivo serão trasladadas para o Rio de Janeiro nos primeiros dias do ano que vem, logo após a cremação de seu corpo, que será feita na Europa. Suas cinzas serão sepultadas no Mausoléu da Academia Brasileira de Letras (ABL), no Cemitério São João Batista.

DA REDAÇÃO

Lamentos

24 a 30 de dezembro de 2012


9

24 a 30 de dezembro de 2012

BIOGRAFIA

Lêdo Ivo nasceu em 1924, em Maceió (AL), filho de Floriano Ivo e Eurídice Plácido de Araújo Ivo. Casado com Maria Lêda Sarmento de Medeiros Ivo (1923-2004), o casal teve três filhos. Estreou na literatura em 1944 com As Imaginações, poesia, e no ano seguinte publicou Ode e Elegia, distinguido com o Prêmio Olavo Bilac, da Academia Brasileira de Letras.

O escritor, que é o quinto ocupante da Cadeira nº 10 da Academia Brasileira de Letras (ABL), também é sócio efetivo da Academia Alagoana de Letras, sócio honorário do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, sócio honorário da Academia Petropolitana de Letras e sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do Distrito Federal.

Lêdo Ivo se destacou como escritor de prosa e verso

O genial Lêdo Ivo é jornalista e escritor de prosa e verso. Nasceu em Maceió, Alagoas, no dia 18 de fevereiro de 1924. Em Recife (PE), para onde se transferiu em 1940, continuou seus estudos e passou a colaborar na imprensa local, o que lhe proporcionou conviver com os intelectuais daquela cidade. Dedicou-se à vida literária, participando do I Congresso de Poesia do Recife em 1941. Em 1943, transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde se matriculou na Faculdade Nacional de Direito da

Universidade do Brasil e passou a colaborar em suplementos literários e a trabalhar na imprensa carioca, como jornalista profissional. Foi redator da “Tribuna da Imprensa” e da revista “Manchete”, colaborador de “O Estado de São Paulo” e editorialista do “Correio da Manhã”. Seu primeiro livro de poesias, “As imaginações”, foi lançado em 1944. Formou-se em 1949 pela Faculdade Nacional de Direito, mas nunca advogou, preferindo continuar exercendo o jornalismo.

No início de 1953, foi morar em Paris. Visitou vários países da Europa e, em agosto de 1954, retornou ao Brasil, voltando às atividades literárias e jornalísticas. Em 1963, a convite do governo norte-americano, realizou uma viagem de dois meses pelos Estados Unidos, pronunciando palestras em universidades e conhecendo escritores e artistas. Em 1982, Lêdo Ivo foi distinguido com o Prêmio Mário de Andrade, conferido pela Academia Brasiliense de Letras ao conjunto de suas

obras. Em 1986, recebeu o Prêmio Homenagem à Cultura, da Nestlé, pela obra poética. Eleito “Intelectual do Ano de 1990”, recebeu o Troféu Juca Pato do seu antecessor nessa láurea, o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns. Lêdo Ivo é considerado uma das figuras de maior destaque na moderna literatura brasileira, notadamente na poesia. Seu romance Ninho de cobras (1973) foi traduzido para o inglês, sob o título “Snakes’ Nest”, e em dinamarquês, sob o

título“Slangeboet”. No México, saíram várias coletâneas de seus poemas, entre as quais “La imaginaria ventana abierta”, “Oda al crepúsculo”, “Las pistas e Las islas inacabadas”. Em Lima, Peru, foi editada uma antologia, “Poemas”, e na Espanha saiu a antologia “La moneda perdida”. Eleito em 13 de novembro de 1986 para a Academia Brasileira de Letras, Cadeira nº 10, sucedendo a Orígenes Lessa, foi recebido em 7 de abril de 1987, pelo acadêmico Dom Marcos Barbosa.


10

24 a 30 de dezembro de 2012

NINHO DE COBRAS

Uma das obras mais marcantes de Lêdo Ivo é o romance Ninho de Cobras. Na obra que é uma metáfora - uma raposa percorre à noite uma cidade aterrorizada, onde o Sindicato da Morte decide quem é culpado ou inocente. E como essa raposa, que termina abatida pela polícia, o amor é um intruso na madrugada. Um homem, que sabe demais, também deve morrer. Mas qual vai ser a sua verdadeira morte? Torturado no xadrez de uma delegacia ou assassinado em seu quarto de observador solitário e rancoroso? Numa ditadura, todas as histórias são mal contadas. É o reino da mentira: ninguém sabe a verdade, nem mesmo o ditador cujo retrato está pendurado até nos prostíbulos. Considerado uma obra-prima do romance moderno, Ninho de Cobras (Prêmio Nacional Walmap) foi saudado como a maior contribuição da literatura brasileira à ficção de terror e violência da América Latina.

“Apesar do jeitão sério e, muitas vezes, carrancudo, ele era um gozador do cotidiano. Adorava vir a Maceió para conversar com os amigos e saborear nossa comida regional. Um homem das letras que sabia aproveitar a vida”

Alagoas: luto oficial é decreto pela morte do escritor Lêdo Ivo

G1/AL

Logo que soube da morte do escritor alagoano Lêdo Ivo, o governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB), decretou luto oficial de três dias. Em seu Twitter, o governador falou sobre o legado do escritor alagoano à literatura. “Lêdo Ivo é uma referência de sensibilidade poética e de visão do mundo com o olhar do coração e da alma; suas obras extrapolaram as fronteiras do Brasil, com publicações em vários idiomas. Lêdo está no mesmo patamar de Aurélio Buarque de Holanda, Pontes de Miranda, Graciliano Ramos e Rachel de Queiroz. Ele deixa um legado inestimável para a literatura brasileira. Estou decretando luto oficial no Estado por três dias, externando meus sentimentos de pêsames aos seus familiares e amigos”. Em 2009, o Governo de Alagoas homenageou o escritor com a Comenda do Mérito da República Marechal Deodoro da Fonseca. Em 2010, foi inaugurado o Memorial Lêdo Ivo, instalado no Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa), antiga sede do Governo de Alagoas. O memorial é aberto à visitação às terças e quintasfeiras, das 8h às 17h, às quartas-feiras, das 14h às 21h e aos sábados, domingos e feriados

“Ele nunca dizia que estava cansado, quando estava na sua terra queria aproveitar o máximo. É uma grande perda para a literatura brasileira e alagoana, mas, principalmente, para os familiares e amigos”

das 14 às 17h. A entrada é gratuita.

HOMENAGEM A Academia Alagoana de Letras (AAL) vai fazer uma homenagem ao escritor Lêdo Ivo. “Alagoas acordou de luto com a triste notícia da morte de Lêdo Ivo. Ele foi um poeta marcante e um ser humano admirável. Apesar de morar distante, sua terra natal sempre esteve presente na sua obra. Estamos planejando uma grande homenagem a esse homem incrível”, disse Carlos Méro, presidente da AAL, onde Lêdo Ivo ocupava a cadeira de número 19. Ele vai convocar uma reunião extraordinária com os membros da Academia para decidir a data e os detalhes da homenagem, que vai acontecer no Salão Nobre do prédio que abriga os imortais alagoanos. O escritor e também membro da AAL, Carlito Lima, ressaltou o lado brincalhão do

amigo. “Apesar do jeitão sério e, muitas vezes, carrancudo, ele era um gozador do cotidiano. Adorava vir a Maceió para conversar com os amigos e saborear nossa comida regional. Um homem das letras que sabia aproveitar a vida”. A convite de Carlito Lima, em novembro passado Lêdo Ivo participou da Feira Literária de Marechal Deodoro. “Mesmo aos 88 anos, sua disposição era invejável. Ele participou de várias palestras e conversou muito com escritores veteranos e iniciantes”. Para Cármen Lúcia Dantas, museóloga e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas, Lêdo Ivo foi um homem privilegiado, pois teve uma vida longa e produtiva. “Ele recebeu várias homenagens em vida e isso foi muito importante”. Amiga de décadas do poeta, a artista plástica Tânia de Maia Pedrosa esteve com ele em Maceió no dia 2 deste mês. Ainda abalada com a perda, ela também ressaltou o entusiasmo com a vida e a capacidade de produção de Lêdo Ivo. “Ele nunca dizia que estava cansado, quando estava na sua terra queria aproveitar o máximo. É uma grande perda para a literatura brasileira e alagoana, mas, principalmente, para os familiares e amigos”, lamentou.

>>> Vilela ressalta importância do escritor para a cultura alagoana


11

24 a 30 de dezembro de 2012

ALAGOAS SE CONSOLIDA COMO DESTINO DE REVÉILLON

>>> FESTAS

Diversidade de atrações culturais devem marcar fim de ano no Estado

O Réveillon já está preparado para os turistas e os alagoanos. Uma diversidade de atrações vai rechear o final de ano na capital e no interior do Estado. São festas abertas ao público e também eventos privados com bandas, DJs, orquestras, ceias, show de humor, luau e o grande espetáculo dos fogos de artifício. Aproveitando o grande fluxo de turistas que visitam Alagoas na alta temporada, a Secretaria de Estado do Turismo divulga os locais onde acontecerão as festas para comemorar a chegada de 2013. O Governo do Estado promove a tradicional queima de fogos, a maior atração da noite, e, este ano, descentraliza para cinco bairros de Maceió. A informação é do Capitão BM Jaelson Oliveira, da Diretoria de Serviços Técnicos do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas. De acordo com o Capitão, além da orla de Ponta Verde em frente ao Maceió Mar Hotel - o show pirotécnico acontecerá nos bairros do Benedito Bentes I - na praça Padre Cícero, próximo ao terminal do ônibus; Jacintinho - em frente ao supermercado Cesta de Alimentos, próximo ao conjunto residencial do Par; Pajuçara em frente aos Sete Coqueiros e Trapiche da Barra – onde o local está sendo definido. A secretária de Estado do Turismo, Danielle Novis, afirma que a queima de fogos é uma ação do Governo do Estado e que a descentralização é importante. “O show pirotécnico poderá ser visto de cinco

poderão aproveitar os Revéillons particulares, já consolidados, como o Absoluto, com Ivete Sangalo, e Celebration, com Asa de Águia. As festas acontecerão, também, nos hotéis Salinas de Maceió Beach Resort e no Hotel Jatiúca. Já nos bares e casas de show, a festividade acontece no Musique, que fará um pré revéillon no dia 30 e no Lopana, que comemora do dia 28 a 31. Já no dia 31 tem o Réveillon Ponta Verde, no estacionamento da boite Le Hotel e no QGVia Expressa.

pontos, escolhidos estrategicamente para que todos tenham a oportunidade de apreciar o espetáculo”, comemora.

INTERIOR Os municípios de Barra de São Miguel e Marechal Deodoro, além da Praia do Francês também promoverão o espetáculo dos fogos de artifício. A marca “Maceió: Capital do Revéillon”, lançada em setembro, numa parceria do trade turístico - Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Secretaria Municipal de

Promoção do Turismo (Semptur), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e Maceió Convention & Visitors Bureau (MC&VB) e empresários – vem consolidar a capital alagoana como destino das festas de fim de ano. Grandes eventos fazem parte do calendário de final de ano. A festa pública fica por conta da Prefeitura Municipal de Maceió, que promove shows com artistas alagoanos na orla da capital. De acordo com a secretária da Fundação

Cultural de Maceió, Paula Sarmento, um palco será montado na curva do Alagoinhas, entre o estacionamento e o calçadão. As atrações, com a prata da casa, começam às 22h indo até 03h30m, com Banda “A Moda”, Wado, e Banda Cannibal. Atualmente, Alagoas se destaca entre os principais destinos de Réveillon do Brasil. Pensando nisto, o setor privado como os empresários, hotéis e restaurantes organizam seus eventos especiais. Em Maceió, o turista e os alagoanos

LITORAL Os Litorais Norte e Sul vão comemorar a chegada de 2013 em grande estilo. Na Barra de São Miguel, o Revéillon acontece nos hotéis Gungaporanga e no Village Barra Hotel. Já em Maragogi, a festa será realizada no Gran Oca Maragogi e Salinas de Maragogi. Em São Miguel dos Milagres, de 27 a 29, acontece o pre revéillon dos Milagres Tamo Junto, já consagrado no Brasil. Novis afirma que a marca Maceió: Capital do Réveillon, pensada como estratégia de promoção para fortalecer o destino Alagoas no mercado, já está sendo um sucesso. “A marca foi citada na revista VIP por três meses consecutivos. Maceió conta com grandes eventos particulares, então, envelopamos o Réveillon e lançamos a marca, temos o melhor réveillon do Nordeste e teremos um dos melhores do país”. Comemora.


12

24 a 30 de dezembro de 2012


13

24 a 30 de dezembro de 2012

>>> NACIONAL

NA TV, DILMA FAZ ‘CHAMAMENTO’ PARA EMPRESÁRIOS INVESTIREM NO PAÍS Presidente disse que seu governo respeita contratos e pediu que empresários confiem na economia nacional

VERA ROSA

O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff fez neste domingo, 23, um "chamamento" aos empresários para que mantenham a confiança no Brasil, disse que o seu governo respeita contratos e garantiu a redução da tarifa de energia elétrica no início de 2013. No pronunciamento de fim de ano, transmitido em rede nacional de rádio e TV, Dilma também se definiu como "uma otimista" e afirmou que o País está no "rumo certo". Na mensagem de 11 minutos, a presidente lembrou que fez acordo com "a maioria das concessionárias" para a diminuição da conta de luz, sem citar a queda de braço com o PSDB. "O corte será o que anunciei", garantiu. Em setembro, Dilma disse que o gasto com energia cairia, em média, 20,2%, mas as concessionárias de Minas Gerais, São Paulo e Paraná - Estados comandados pelo PSDB recusaram-se a baixar o preço e alegaram que ela fazia "cortesia com chapéu alheio". A partir daí, travou-se uma queda de braço entre Dilma e os tucanos, principalmente com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), possível adversário da presidente na disputa eleitoral de 2014. Depois de afirmar, em solenidade, que havia "insensibilidade" de alguns políticos em relação à

medida, Dilma anunciou que o Tesouro Nacional cobriria a diferença para que o preço da energia ficasse mais barato. No pronunciamento que foi ao ar neste domingo, a presidente reiterou o compromisso. "Isso significa que, no início de 2013, a sua conta de luz e a das empresas vão ficar menores", insistiu. Balanço otimista. Dilma fez um balanço otimista do ano, apesar do fraco desempenho da economia, exaltou os programas do governo e as medidas tomadas para enfrentar a crise internacional. "Quero encerrar fazendo um chamamento a todos os brasileiros para que mantenham sua confiança no Brasil. Aos empresários, para que acreditem e invistam em nosso País." Após a polêmica travada com tucanos por causa da redução do preço da energia e com Estados não produtores de petróleo em razão da nova partilha dos royalties, Dilma deixou claro que não mudar á as regras do jogo. "Este é um governo que confia no seu povo, no seu empresariado, que respeita contratos e está empenhado na construção de novas parcerias entre os setores público e privado", disse a presidente. "Estamos no rumo certo." Em tom ufanista, Dilma destacou os programas de concessões de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias,

citou a redução dos impostos, dos juros, a desoneração da folha de pagamentos, a melhoria do emprego e procurou afastar as dificuldades do cenário de 2013. "Sou, como todos os brasileiros, uma otimista. Tenho consciência dos desafios que a crise internacional tem lançado ao nosso país. Sei também que momentos de crise podem ser transformados em grandes oportunidades", afirmou ela, dizendo ter certeza que 2013 será um ano "muito melhor". Na área social, os principais desafios do governo ainda são a superação da pobreza extrema e a melhoria da educação. "Para o nosso governo, 2013 será o ano de ampliar ainda mais o diálogo com todos os setores da sociedade, acelerar obras, melhorar a qualidade dos serviços públicos e continuar defendendo o emprego e o salário dos brasileiros", argumentou Dilma. Para a presidente, a Copa de 2014 será a melhor de todos os tempos. "Tenho certeza que, à imagem de um povo alegre e hospitaleiro se somará o reconhecimento de um povo capaz de realizar com sucesso e profissionalismo grandes eventos." Dilma contou ter ficado "impressionada" com a "modernidade" dos estádios do Castelão, em Fortaleza, e do Mineirão, em Belo Horizonte.

>>> No pronunciamento de fim de ano, transmitido em rede nacional de rádio e TV, Dilma também se definiu como "uma otimista" e afirmou que o País está no "rumo certo"


14

24 a 30 de dezembro de 2012

ANUNCIA CONSTRUÇÃO DO CENTRO DE TREINAMENTO DO CRB EM MACEIÓ

>>> ENTREVISTA / RICARDO BARBOSA

Presidente também promete time competitivo para conquistar o bi estadual e lutar pela voltar à Série B

GAZETAWEB.COM

Aclamado presidente para mais dois anos de mandato à frente do CRB, o deputado estadual Marcos Barbosa quer refazer o caminho trilhado em 2011 que levou o CRB de volta à Série B. Uma breve passagem, já que o time terminou sendo rebaixado novamente para a Série C este ano. Para iniciar o trajeto vencedor, o mandatário do Galo, não abre mão de conquistar bicampeonato alagoano. Considera o título “importantíssimo”. Marcos Barbosa vem trabalhando intensamente para montar um time competitivo não só para o alagoano como para a Copa do Nordeste, competição cuja estreia do time do CRB está marcada para o dia 20 de janeiro, contra o Santa Cruz, em Recife.

Além disso, ele promete manter o Galo sediado em Maceió, mesmo com a venda do Estádio Severiano Gomes Filho. Alguns terrenos em municípios vizinhos já foram observados, mas segundo o dirigente, o objetivo da diretoria é construir um centro de treinamentos na própria capital alagoana. Em uma conversa com a Gazeta, na tarde da última sexta-feira, o presidente do CRB não fugiu das perguntas e tratou das principais questões do Galo atualmente. Objetivo nas respostas, ele comentou sobre a qualidade dos jogadores que estão sendo contratados pelo clube. Demonstrou mágoa com a atitude do atacante Rodrigo Dantas, que estava apalavrado com o CRB, mas preferiu o ASA. A venda do campo da Pajuçara também foi assunto. Confira a entrevista.

Gazeta - Quais as expectativas do CRB para o início da temporada 2013? Marcos Barbosa. Estamos fazendo contratações para fazer um bom papel na Copa do Nordeste e trabalhando com o objetivo de conquistar novamente o título de campeão alagoano.

[assessor especial da presidência] Alarcon Pacheco pudesse fazer as contratações, já que ele é uma pessoa capacitada nesse assunto. Avalio como positivas as contratações. São jogadores que vêm para o CRB para conquistar vitórias e desempenhar um bom trabalho.

Com o senhor avalia as primeiras contratações anunciadas para reforçar o elenco? Nós demos todas as condições necessárias, em termos financeiros, para que o

O que fez o Rodrigo Dantas trocar o CRB pelo ASA, logo depois de ser anunciado como reforço pela diretoria regatiana? Fomos pegos de surpresa. Foi o Rodrigo Dantas que nos

procurou para voltar ao CRB, até pediu ao zagueiro Felipe para falar conosco. Ele deu a palavra que viria. Mas mostrou que não tem caráter e que é mercenário. Depois que acertou com o CRB, ligou para dizer que estava recebendo propostas de outro clubes. Disse que não faria leilão por ele. Quando ele foi dispensado pelo técnico Roberto Fonseca, ele chorou na minha sala. Disse que eu era como um pai para ele e para os outros jogadores e que, em Alagoas, só jogaria no CRB. Em quanto deve ficar o

valor da folha de pagamento do CRB para esse início de temporada? A diretoria já projetou valores? Estamos tentando alguns patrocinadores para definir valor de folha, ou seja, para aumentar o valor da folha. Mas não gostaria de divulgar o valor por questões éticas. O senhor criticou recentemente a atual gestão da Prefeitura de Maceió pelo não repasse de verbas de patrocínio. Acredita numa parceria com o Município

sob o comando do prefeito Rui Palmeira? O prefeito Rui Palmeira é um desportista. Sei que ele gosta de futebol. Acho que deve ajudar os times da capital.

Já houve algum tipo de contato? Teve sim um primeiro contato. O Rui Palmeira disse que não teria problema em ajudar não só o C RB como também o CSA, os dois grandes de Maceió. Ele só precisaria saber de que forma será essa ajuda.


>>> INTERNACIONAL

15

24 a 30 de dezembro de 2012

GALLIANI EMBARCA E DIZ QUE SAÍDA DE ROBINHO E PATO NÃO É TÃO SIMPLES

'Vamos ver se as condições serão adequadas para que isso aconteça', diz vice-presidente do Milan antes de pegar avião para o Rio POR GLOBOESPORTE.COM Milão

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, embarcou neste domingo para o Rio de Janeiro, onde passará as festas de fim de ano e negociará com clubes brasileiros a pedido de dois jogadores: Robinho e Alexandre Pato. Mas, segundo o dirigente, o desejo da dupla de retornar ao país natal não será tão simples de ser realizado. Após a derrota de 4 a 2 para o Roma, sábado, Galliani revelou que Robinho e Pato pediram para voltar a jogar no futebol brasileiro. Flamengo e Santos aparecem como candidatos a contratar o camisa 7, enquanto o Corinthians já fez proposta pelo ex-jogador do Internacional. Neste domingo, o vice-presidente deu entrevista ao canal italiano "Sky Sport" no aeroporto de Milão pouco antes de embarcar para o Rio de Janeiro e

confirmou que tentará atender o pedido da dupla: - Existem duas negociações em curso, os garotos querem voltar ao seu país de origem. Vamos ver se as condições serão adequadas para que isso aconteça. Não há nada simples, vamos ver. Casado com uma brasileira, o dirigente tem um apartamento no Leblon, Zona Sul do Rio, e costuma passar as festas de fim de ano na cidade. Recentemente, Galliani disse que o Milan não havia recebido proposta do Santos por Robinho, o que deixou o Flamengo como favorito para contratar o atacante. Prejudicado por uma série de lesões, Pato teve poucas oportunidades com o técnico Massimiliano Allegri em 2012 e a transferência para o Corinthians poderia ser uma chance para o ex-colorado voltar a atuar frequentemente e voltar valorizado para a Europa.

>>> Robinho e Pato são alvo dos clubes brasileiro para temporada de 2013

>>> LIBERTADORES 2013

Grêmio e São Paulo têm desafios nas alturas e brasileiros na rota de grupos

O sorteio da Libertadores de 2013, realizado nesta sexta-feira em Assunção (Paraguai), livrou os brasileiros de grupos da morte, mas não da altitude ou da possibilidade de confrontos nacionais. Grêmio e

São Paulo, primeiros representantes do país a estrearem, terão dificuldades na fase prévia. O primeiro encara a LDU e os 2.850m de Quito (Equador). O segundo pega o Bolívar e os 3.660m de La Paz. Se

avançarem, terão brasileiros como adversários: os sãopaulinos entrariam no Grupo 3, que já tem o Atlético-MG, e os gremistas se juntariam ao Fluminense no Grupo 8. A Conmebol ainda não

marcou as datas dos jogos, mas a Pré-Libertadores será disputada entre as semanas do dia 23 e 30 de janeiro. A fase de grupos, entre as semanas do dia 6 de fevereiro e 17 de abril. Já nas fases de mata-mata, as

oitavas de final será realizada entre as semanas de 24 de abril a primeiro de maio; as quartas entre as semanas de 15 a 22 de maio; as semifinais entre as semanas de 3 a 10 de julho; e a final nos dias 17 e 24 de julho.


16

24 a 30 de dezembro de 2012

TUDO QUE HÁ! ANA MONTEIRO

anamonteiro@maceio40graus.com.br www.tudoqueha.com.br

BEIJOS DA ANINHA! Para todos os Leitores e Parceiros do Jornal A SEMANA...

>>> CHEERS! Para o colunista Léo Palmeira, quem esqueceu de parabeniza-lo ainda >>> QUERIDOS! James Silver,(á esq) e Felipe Camelo. esta em tempo.

O QUE HÁ!

>>> MARSANS ! A mais nova empresária da seara Thayse Leite,(centro da foto) comemora o sucesso de seu novo empreendimento turistico.

>>> HAVENGRID GROUP! GianPiero Berneri,Marina Tavares,(á dir) em zoom para coluna.

>>> RINDO Á TOA!Thaisa Veloso na foto com seus pais Pedro Alves e Wesley, comemorando o sucesso do Hashi Sushi Bar.

>>> LANÇAMENTO DO LIVRO HISTÓRIA DA HOTELARIA DE ALAGOAS ! O autor Claúdio Bugarelli e a publisher Martha Vasconcelos.

INAUGUROU! Na sexta-feira (21), Ipioca ganhou mais um hotel, o Residence Waterfront Flat, localizado em área privilegiada à beiramar de Ipioca. O empreendimento é do grupo Havengrid do Brasi. Um seleto coquetel e logo após jantar com música ao vivo, foi servido na pégula da piscina.Quem fez toda assessoria foi a amiga e tenista internacional, á alagoana, Marina Tavares. DICA DE VERÃO! “É fundamental reaplicar o protetor solar após o banho de mar, pois, contrário ao que vem na embalagem, ele sai com a água”. A dica é da dermatologista Ronise Damasceno, do Hapvida Saúde, que atenta ainda para outra observação importante relacionada ao cuidado da pele no verão: crianças e pessoas de pele clara devem utilizar bloqueador solar e não protetor, pois o fator químico presente naquele produto é maior. A aplicação, em ambos os casos, deve ser de 30 a 20 minutos antes da exposição ao sol e a reaplicação a cada duas horas.Assessorando:Beatriz Nunes e João Victor.

BALAKUBAKO!

FESTIVAL DE VERÃO 2013... No Festival de Verão Salvador 2013 esta confirmada a participação de Ellen Oléria, vencedora do “The Voice Brasil,”ela sobe no palco no dia 18 de janeiro.Informando e Assessorando:Luis Fernando.

MINHA DICA DA SEMANA! Protetor solar deve ser reaplicado após banho de mar.

FAZENDO DIFERENTE EM CAPELA / FAM˝LIA RITA:um dia especial, último dia do nosso Natal em Família de 2012, dia de oração e de muitos agradecimentos. Depois faremos doações de brinquedos e lanches para 200 crianças carentes em Capela. FELIZ NATAL PARA TODOS.

a semana  

n° 136 - 24 DE DEZEMBRO DE 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you