Issuu on Google+

FESTA DE SÃO JOÃO A cada ano que passa a nossa festa junina fica mais animada. Anoitecia, o pessoal do Centro Gaucho da Bahia já preparava o ambiente para outro evento e uma turma animada permaneceu no local até o último copo. Ou seja, literalmente saiu com o lixo. O Buffet junino ficou a cargo do Cerimonial Eunice Sampaio e mais uma vez o churrasco comprovou a tradição da qualidade gaucha. Como no ano passado, Roque Oliveira deu inicio ao festejo tocando e cantando musicas do repertorio junino e em seguida subiu ao palco a banda “Os Lobos Guará” sob o comando do nosso colega da ativa o médico Dr. Gil Freire. Os dançarinos do grupo Agnaldo Lima organizaram a marcação da quadrilha e a festança prosseguiu. Como sempre Gileno e Helia compareceram vestidos em trajes típicos, marca registrada nas nossas festas de São João. Hilton Moreno e Ana, sua esposa também vieram sob o clima dos festejos juninos. Já que falamos acerca dos dançarinos, alguém até agora não identificado apresentou a seguinte reclamação ao nosso presidente Wilson Falcão: “Vocês só contratam dançarinos masculinos....” Falcão retrucou apontando para as duas dançarinas componentes do grupo e que estavam no salão: “Elas também estão contratadas, é só chegar e tira-las para dançar”. O reclamante deu um sorriso sem graça, olhou para o lado e falou baixinho: “Quer me queimar com a patroa, é? Merece registro especial a presença da colega Haydée Castro que apesar da dificuldade de locomoção se fez presente, um exemplo para uma boa parte da galera que nunca aparece! Destaque também para a presença dos colegas João Jorge Amado, Ma. Auxiliadora Costa Lopes, e Marlene Batista de Alagoinhas, estreando nos nossos festejos! Os agraciados no sorteio deste ano foram Wilson Falcão, Josué Moura, Helena Cardoso, Henel Lopes da Silva, Solange Souto e Ivanildes Sena.


Boletim da Associação dos Servidores Aposentados da Justiça do Trabalho da 5ª Região

DICAS DE VIAGEM:

PARQUE NACIONAL DA SERRA DA CAPIVARA Colaboração

Joselinda Cortes

Tive a oportunidade de conhecer este Parque no interior do Piauí, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Fizemos o passeio básico porque, diante da imensidão do parque - 129.140 hectares - seriam necessários pelo menos três dias para conhecer todos os sítios abertos à visitação.

Além das formações rochosas de uma beleza indescritível o parque, que é considerado um dos maiores tesouros arqueológicos do mundo, tem milhares de

inscrições pré-historicas com até 12.000 anos gravados nas paredes das rochas. As formações rochosas impressionam! São 260 sítios arqueológicos catalogados com 30 mil pinturas rupestres. São figuras humanas, animais, plantas, objetos e signos representados em diversos temas, sendo o sexual um dos mais freqüentes. Mais de 30 sítios estão preparados para a visitação, como as tocas do Salitre, do Boqueirão da Pedra Furada, do Caldeirão do Rodriguez e do Baixão das Mulheres.

A entrada do parque é controlada. Só é permitida a visita na companhia de guias. Tanto o valor pago aos guias quanto a entrada do parque é tabelado. Pagase R$75,00 ao guia que só pode ser acompanhado por no máximo 8 visitantes e a entrada do parque custa R$10,00 por pessoa. Visitantes até 7 anos e aci-

DIA DAS MÃES O dia das mães foi comemorado no dia 12 de maio com a presença das colegas (foto) que receberam uma singela lembrança da Asa5. Na foto da esquerda para direita, em pé: Marlene Batista, Maria da Glória Sodré, Marta Falcão, Enilda Baltazar, Luciana Cruz, Marlene Santos, Patrícia Coelho, Dilza Pinto, Maria Rosalina e Olinda Lapa. Sentadas: Lucia Guedes, Maria da Paixão, Eunice Passos, Antonia Cortes e Augusta Teixeira.

ma de 65 tem acesso gratuito. Uma das milhares de pinturas rupestres existentes no parque. Disseram que tem uma conotação sexual. Quem sabe? Na cidade de São Raimundo Nonato a

mais próxima do Parque existe o Museu do Homem Americano que impressiona não só pelo acervo como também pela tecnologia existente para a sua mostra. Museu do Homem Americano - Achados arqueológicos e urna funerária. Aproveitei o passeio para conhecer a barragem e o lago de Sobradinho e a cidade de Remanso. O lago é outra maravilha! A única coisa destoante foram as péssimas condições de alguns trechos das estradas. As vezes era melhor trafegar pelo acostamento. Dizem que vão entrar em obras de recuperação. Apesar de tudo, valeu!

Se você gosta de viajar, colabore, mandando o seu relato!


Boletim da Associação dos Servidores Aposentados da Justiça do Trabalho da 5ª Região

IMPLANTES DENTÁRIOS

Colaboração

Wilson Falcão O Cirurgião-Dentista - Especialista em Implantodontia e Mestrando em Implantodontia Dr. PAULO ROBERTO M. OLIVEIRA nos traz informações e esclarece algumas dúvidas acerca dos Implantes Dentários. Com o advento da implantodontia, há cerca de 30 anos, houve uma grande evolução nas reabilitações orais. A possibilidade de substituir próteses móveis tipo Roach e/ou dentaduras (que muitas vezes não ficam presas firmemente à boca) por próteses fixas implanto- suportadas gerou imensa satisfação estética e funcional aos pacientes, como conseqüência disso, uma melhor qualidade de vida e aumento da auto-estima. Os estudos demonstram um alto índice de sucesso para os implantes dentários, quando realizados com critérios, por profissionais competentes (cerca de 98% em média). Algumas dúvidas ainda geram desconfianças quanto ao uso dos implantes dentários, neste breve relato tentaremos tirar algumas das mais freqüentes. 1- O que são implantes dentários osseintegráveis? R. São pequenos “parafusos” feitos de titânio, que substituem a raiz de um ou vários dentes perdidos.

2- Existe rejeição (alergia) ao implante? R. Não, o titânio é um metal biocompatível, isso quer dizer que não há rejeição ao material.

3- Então por que algumas vezes ouvimos dizer que alguém perdeu o implante? R. As falhas estão associadas a fatores locais e/ou sistêmicos da saúde do indivíduo, como por exemplo diabetes, fumo, história de doenças periodontais (da gengiva) anterior à instalação do implante, entre outros.

8- A cirurgia é dolorosa? R. Não, a cirurgia de instalação de implantes é muito tranqüila, pode ser feita em ambiente de consultório, com anestesia local, sem problema algum, a administração de antibióticos, antiinflamatórios e analgésicos previamente a cirurgia minimizam o processo doloroso.

4- Então isso quer dizer que pacientes fumantes e diabéticos não podem fazer implantes? R. Podem sim, desde que orientados devidamente e que estejam com o estado de saúde geral compensados. Assim como também os pacientes cardiopatas, que podem se submeter a cirurgia de implantes desde que estejam devidamente compensados.

9- Algumas vezes ouvimos dizer que não da para colocar implantes e que teria que ser feito um enxerto ósseo prévio, como é esse enxerto? R. Em alguns casos, as áreas endêntulas sofrem uma grande reabsorção após a perda do dente; diante desses casos temos que fazer enxertos ósseos antes da instalação dos implantes, esses geralmente são retirados do próprio indivíduo, e normalmente na cavidade bucal. Outras dúvidas poderão ser enviadas para o e-mail pauloimplante@gmail.com

5- Pacientes com osteoporose podem fazer implantes? R. Sim, desde que estejam devidamente controlados; vale salientar que pacientes em uso de bifosfanatos (usado para reposição de cálcio) podem vir a ter uma necrose óssea ao redor dos implantes, o que causaria a falha do mesmo. 6- Existe diferença entre os implantes nacionais e os importados? R. Sim, mesmo com a evolução da indústria nacional os implantes importados têm um tratamento de superfície diferenciada, o que possibilita uma melhor e mais rápida união entre o osso e o implante. Isso não quer dizer que os implantes nacionais são ruins, longe disso, temos ótimos sistemas de implantes nacionais, que podem perfeitamente serem utilizados com ótima previsibilidade de sucesso. 7- Como se dá essa união entre o osso e o implante? R. Logo após a instalação do implante, nossas células de defesa começam a fazer uma reparação frente à injuria causada pela técnica cirúrgica, onde células formadoras de tecido ósseo começam a depositar matriz óssea em torno dos implantes.

NOVO ASSOCIADO A assembléia realizada no dia 18 de maio de 2011 aprovou por unanimidade a concessão do titulo de Sócio Honorário ao Desembargador Washington Luis da Trindade. A diplomação será no próximo dia 10 de agosto a partir das 10 horas na sede da Asa5.

Dr. Washington Trindade e D.Honorata


Boletim da Associação dos Servidores Aposentados da Justiça do Trabalho da 5ª Região

PASSEIO AO PALADIUM Apenas 22 associados apostaram no tempo e se deram bem. Quem ficou com receio de se aventurar perdeu a oportunidade de conhecer o Grand Palladium Imbassaí Resort & SPA, localizado dentro da Reserva Natural de Imbassaí, na conhecida Costa dos Coqueiros. Foi um final de semana memorável.

70 ANOS DA JUSTIÇA DO TRABALHO ELAS - A primeira a ocupar uma das cadeiras no Tribunal foi a Juíza Maria Nunes da Silva Lisboa, carinhosamente chamada de Marietinha. A primeira a ocupar o cargo de Presidente do Tribunal foi a Desembargadora Maria da Conceição Manta Dantas Martinelli Braga.As primeiras a ocuparem o cargo de Oficial de Justiça foram Ivone Cruz (ainda em atividade) e Julia Barbosa. No Jornal A Tarde, edição de 15.04.1978 o saudoso colega Walter Rocha noticia que são as pioneiras na Bahia.Ana Cristina Costa e Silva, foi a primeira a ocupar o cargo de Agente de Segurança Judiciária. INFORMÁTICA - Em termos de pioneirismo, a 5ª.Região foi a pioneira no Brasil a informatizar as 1ª e 2ª. Instâncias e serviu de ponto de referencia para uma boa parte dos outros Tribunais do Trabalho. Ressalte-se que o sistema implantado na 5ª Região já iniciou com as duas instâncias integradas. (Até hoje existem Tribunais que não possuem essa integração entre a 1ª e 2ª instâncias). O processo de informatização se iniciou na gestão do Juiz Vieira Lima tendo como seu principal propulsor o então Vice-Presidente Ronald Souza, porém não podemos esquecer dos colegas Joaquim Freire Ramos e Maria das Graças Costa Cruz grandes entusiastas pela modernização dos nossos serviços. Os primeiros passos foram dados através de um curso na linguagem Basic ministrado a certo numero de servidores e a aquisição de 2 micro computadores Apple 16 bits, drive externo, disquete flexível de 5 ¼” (FOTO)Pouco tempo depois foi criado o Grupo Processamento de Dados na estrutura do Tribunal e realizado concurso publico para o preenchimento das vagas.O “CPD” como era chamado se limitava a uma pequena sala de uns 12m² quando foi criada a SPI - Secretaria de Planejamento e Informática (atual Secretaria de Informática) Logo depois de criada a SPI, foi realizada a licitação para seleção de uma empresa que desenvolveria, implantaria o sistema e inclusive forneceria os terminais e impressoras. Quando a 5ª Região partiu para informatizar os seus serviços outros Tribunais já tinham alguma estrutura na área, porém todas voltadas para a parte administrativa, como era o caso do TST, da 3ª.Região (Minas Gerais) e 8ª. Região(Pará). Na 2ª. Região existia o Projeto Bentevi voltado exclusivamente para a 2ª Instancia. Um dos grandes passos para informatização de todos os Tribunais do Trabalho do Brasil foi a realização do IV CICLO DE DEBATES SOBRE A INFORMATIZAÇÃO NA JUSTIÇA DO TRABALHO, realizado aqui em Salvador de 10 a 12 de novembro de 1993. Foi nesse Ciclo que os representantes de todos os Tribunais resolveram trabalhar em conjunto, adotando um único Banco de Dados e dividindo as tarefas. No final da gestão do Juiz José Joaquim de Almeida Neto (1993), todas as Juntas contavam com pelo menos um microcomputador.


Boletim da Associação dos Servidores Aposentados da Justiça do Trabalho da 5ª Região

LIVROS 1822 Quem gosta de história e quiser um bom livro sobre a Independência do Brasil, leia 1822 de Laurentino Gomes. Nele estão relatados acontecimentos referentes ao “7 de setembro” e veremos que na verdade o “grito do Ipiranga” foi dado em situação bem diferente da que nos ensinaram. Conforme relata o autor, o príncipe regente, futuro imperador do Brasil e rei de Portugal, naquele dia estava com dor de barriga. A causa dos distúrbios intestinais é desconhecida. Veja o seguinte trecho: “ Testemunha dos acontecimentos, o coronel Manuel Marcondes de Oliveira Melo, subcomandante da guarda de honra e futuro barão de Pindamonhangaba, usou em suas memórias um eufemismo para descrever a situação do príncipe. Segundo ele, a intervalos regulares D. Pedro se via obrigado a apear do animal que o transportava para “prover-se” no denso matagal que cobria as margens da estrada.”

HISTÓRIAS ÍNTIMAS: SEXUALIDADE E EROTISMO NA HISTORIA DO BRASIL Em Histórias Íntimas, Mary del Priore, a autora, mostra como a sexualidade e a noção de intimidade foram mudando ao longo do tempo, influenciadas por questões políticas, econômicas e culturais. Conforme afirma a autora, quando o Brasil era a Terra de Santa Cruz, as mulheres tinham de se enfear e os homens precisavam dormir de lado, nunca de costas, porque “a con-

Colaboração

André Gomes centração de calor na região lombar” excitava os órgãos sexuais. E nos momentos a sós – geralmente no meio do mato, e não em casa, porque chave era artigo de luxo e não era possível fechar as portas aos olhares e ouvidos curiosos –, as mulheres levantavam as saias e os homens abaixavam as calças e ceroulas. Tirar a roupa era proibido. E beijar na boca? Bem... sem pasta e escova de dentes, difícil. Mas como o proibido aguça mais a vontade, a instituição que mais repreendia os afoitos, ironicamente, acabou se tornando o templo da perdição. Onde as pessoas poderiam se encontrar, trocar risos e galanteios e até ter relações sexuais, sem despertar suspeitas, se não no escurinho... das igrejas? Veja o que ela comenta noutro trecho sobre a nudez: “Segundo alguns autores, enquanto nossos índios davam exemplo de higiene banhando-se nos rios os europeus eram perseguidos pelas leis das reformas católica e protestante que lhes interditavam nadar nus. A visão de rapazes dentro dos rios, mergulhando ou nadando em trajes de Adão, causava escândalo, quando não penalidades e multas. A nudez e a poligamia dos índios ajudaram a demonizar sua imagem, considerados não civilizados. A tentativa dos jesuítas em cobri-los resultou, muitas vezes, em situações cômicas como relatada por padre Anchieta. “os índios da terra de ordinário andam nus e quando muito vestem alguma roupa de algodão ou de pano baixo e nisso usam de primores a seu modo, porque um dia saem com gorro, carapaça ou chapéu na cabeça e o mais nu; outro dia saem com seus sapatos ou botas e o mais nu [...] e se vão passear somente com o gorro na cabeça sem outra roupa e lhes parece que vão assim mui galantes”

NOTA DE FALECIMENTO A Asa5 registra com pesar o falecimento do nosso associado Domingos Gino, ocorrido no dia 09/04/ 2011. Gino será sempre lembrado pelos sapatos coloridos que ele mesmo costumava pintar e por ter “concretado”, isso mesmo, encheu de concreto o lastro da velha Brasília que possuía. Registramos também o falecimento do colega ALDOGENIO DE OLIVEIRA MATOS, no dia 27/04/2011. Seu sorriso calmo e vai nos deixar saudade. A família da Asa5 lamenta profundamente o falecimento de Juliana Lapa, filha de nossa colega Olinda Lapa ocorrido em 20/06/2011. Estendemos os nossos votos de pesar aos familiares.


Boletim da Associação dos Servidores Aposentados da Justiça do Trabalho da 5ª Região

SAUDADES DO SÃO JOÃO Colaboração

Roque Oliveira Quantas Lembranças, Seu Moço Da festa, do alvoroço Das noites de São João Eu ia pro interior Não ficava em Salvador Aqui não tem festa, não

Acabaram de uma vez A noite de vinte e três De junho, o São João Show na praça da cidade Com música sem qualidade Sem nenhuma animação

No meu tempo de menino O foguete Adrianino Era prá gente maior Crianças, era cobrinha Ou a colorida chuvinha Era lindo e bem melhor

Foi-se o tempo, que saudade Eu lhes peço, por caridade Devolvam meu São João Eu não aguento esta farra Eu não misturo guitarra Com licor, milho e quentão

Aquela festa bonita A brincadeira da fita A fogueira no terreiro Infelizmente acabou E sudo se transformou Em gritos e em berreiro

Foguete, canjica e fogueiras Arrasta-pé, brincadeiras Quanta saudade me dá Voltar no tempo eu não posso O “São João” que é nosso Jamais ele voltará

....................................................

Se Eu Pudesse Voltaria Toda Aquela Alegria Canjica, licor e Fofgueira Mas não posso, me contento Sou poeta e me apresento Eu sou Roque Oliveira

Quem tiver mais de 50 Com certeza não aguenta A mudança que foi feita Palanques armados na praça É uma festa sem graça E ninguém mais se respeita

Obs: Lamentavelmente não tivemos espaço suficiente para publicar a íntegra dos versos do colega.

ERRATA Cometemos alguns enganos na edição de abril/2011. Na coluna “Por onde andam nossos colegas” a Adelaide que aparece na foto não é Maria Adelaide Soares Peixoto e sim Maria Adelaide Moraes Peixoto. Na primeiro tópico da coluna “Curtas” a primeira edição da “Breve História da Justiça do Trabalho da 5ª.Região” é de 1999 e não 2009 como noticiamos.

EXPEDIENTE Informativo de responsabilidade da ASA-5 Diretores responsáveis: Wilson Falcão, Edison Emanuel, Roque Oliveira, Enilda Borges, Antônia Cortês, Iolanda Vicente e André Gomes. E-mail: asa5@trt5.jus.br Tel.: 3319-7191 Tiragem: 400 exemplares

Edição fechada em 25/01/2011

<<CURTAS>>

Colaboração

Edison Emanuel

Vejam o espírito de solidariedade no nosso amigo Henel. Contribuiu com algumas pedras renais para a construção de um novo estádio. Não sabemos se é o da Fonte Nova ou do Bahia, time de coração do colega viajante contumaz que agora está equipado com uma Ssangyong, verdadeira máquina turística para quem gosta de pegar estrada! ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

LOUCURAS DE ANTONIA Loucura, loucura, loucura! Antonia Cortes apreciadora de esportes radicais e emoções fortes exibiu as fotos do passeio que tirou voando de asa delta pelos ares do Rio de Janeiro. Haja coragem!

Por falar nisso, quem não recorda das peripécias de Herminio (Categoria) querendo se passar por maluco para se aposentar? Disse que ia plantar bananeira em plena sala de sessão. Ficou um tempo internado no Santa Monica. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Na quinta feira, 14 de abril, os que permaneceram na Asa5 até a hora do almoço foram surpreendidos com um banquete. Luciana a nossa secretaria, nos presenteou com uma moqueca de siri mole, preparado por Yolanda Vicente. Siri deve ser afrodisíaco porque me deu uma suadeira danada! Puro engano. A pimenta, aquelas que João Ferreira costuma nos presentear é que estava danada! ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

A colega Lucia Maria de Oliveira Biondi será agraciada no dia 20 de julho com a comenda Ministro Coqueijo Costa da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho da Bahia no Grau de Oficial. Parabéns! ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Temos uma colega que comparece às sessões de massagem trajando uma calcinha preta. A descoberta foi de Wilson Falcão que passou os olhos de lince no momento em que a referida colega abria a bolsa para tirar a carteira e a minúscula langeri ficou à mostra. Como prometi não divulgar o nome, quem souber, morre!!! E quem sabe dessas coisas é quem aparece na Asa5! ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Descobri que além de Henel, o casal Alfredo e Marisa Rio Neto também gostam de uma “estrada” e já enfrentaram longas viagens pelo nosso Brasil. Estão entre os poucos brasileiros que conhecem o Parque Nacional da Serra da Capivara! Nessa edição tem outra matéria sobre esse parque.


Boletim da Associação dos Servidores Aposentados da Justiça do Trabalho da 5ª Região

ANIVERSARIANTES DO MÊS DE MAIO

ANIVERSARIANTES DO MÊS DE JUNHO

ANIVERSARIANTES DO MÊS DE JULHO

NOME DATA GENIVALDO CERQUEIRA LIMA 01 MARGARIDA MENDES DE BARROS 01 AUGUSTA SILVANY DOURADO 02 ILZA MARIA COELHO DE OLIVEIRA 03 ANNA MARIA G. LUZ MARQUES 07 VILMA MENDES DE CARVALHO 10 LÍVIA ALVES C. DUARTE 13 AUREA LESSA VILLAÇA 13 MARIA ALICE ROCHA GOMES 14 ANDRÉ LUIZ BORGES GOMES 17 MARIA DAS GRAÇAS D. COSTA BELOV 18 MARLENE SANTOS 19 OMARINA DE A. CAMPELO 20 CÉLIA BASTOS PEREIRA DOS SANTOS 20 INÊS MORBECK DE OLIVEIRA 20 MA. ADELAIDE DE MORAES PINHEIRO 23 ARLETE ALCÂNTARA ALVES 24 MARIA AUGUSTA TEIXEIRA SANTOS 26 MARY BEZERRA BORGES 29 LUÍS OTÁVIO L. BRANDÃO 30 MARILIA BATISTA BEZERRA 31

NOME DATA ANTÔNIA DIVA BENTES HUGLES 01 AGRIPINO MATTIAS DE SANTANA 02 MARANA NEGREIROS ACCIOLLY LINS 02 SANDOVAL SENNA 03 SÍLVIA CRUZ LEITE 04 LÍCIA CORTE IMPERIAL 05 AGMAR ANDRADE M. LEITE 06 MÁRIO JOSÉ AFONSO 07 MARIA JOSÉ DA SILVA 07 CARMELITA FERREIRA ROCHA 07 CELIA MARIA BARBOSA VERGNE 10 SOLANGE MARIA DE ANDRADE 10 FLORISVALDO BATISTA MACHADO 10 ANA MARIA SAMPAIO BONATI 12 IOLANDA MA. DE ANDRADE VICENTE 12 GILENO FREDERICO DE CAMPOS 14 CLARICE JESUS LOPES 16 HELENA MARIA CASTRO DE SOUZA 16 ODRAUDE PINTO DA SILVA 18 ARIVALDO RODRIGUES DOS SANTOS 18 JOSELINA NASCIMENTO CORTES 23 ALLAN KARDECK P. VIANA 23 AMÁLIA BASTOS B. D. REHEM 23 JOSÉ NUNES DE JESUS 25 JOÃO FERREIRA 25 ALONSO JOSÉ DOS SANTOS 25 IRACÊ RIBEIRO DA ROCHA 25 JAIRO EVERTON MOREIRA CUNHA 28 GISÉLIA ROCHA GUIMARÃES 30

NOME DATA JÚLIA GOMES BARBOSA 01 MARLENE XAVIER DE OLIVEIRA 02 IRACI SANTOS E SANTOS 02 JOSÉ NEGRÃO PEREIRA 02 CARLOS ABEL PERCO 03 MARIA AMÁLIA AQUINO MARANHÃO 04 HERMINIO FERREIRA DOS SANTOS 06 MARIA ANGELA GOMES 06 TADEU ALVES DE SOUZA 06 JACIRA BATISTA DE CERQUEIRA 07 JOSELITA PAULA DOS S. TEIXEIRA 08 MARIA VANDA DA ROCHA TUNES 09 IVONILDE DE SOUZA PASTORI 10 GUY PIRES PINTO 11 HELENA IDALINA DE S. SACRAMENTO 11 ANA MARIA AVELINA TORRES 12 GUTEMBERGUE FERRARO TOURINHO 13 MARIA LÚCIA GUEDES FERNANDES 13 MARÍLIA SILVA 14 BERENISIA RIBEIRO COSTA 17 ABELARDO DIAS 17 MARIA DAS GRAÇAS GOIS PINHEIRO 18 JOÃO FREDERICO ÁRAUJO 18 MARIA DA GLÓRIA MENDONÇA SODRÉ 22 EDNA REGO DE SOUZA 22 WALTEMIR LAPA BARRETO DA SILVA 26 EDVAN DA SILVA MENEZES 28 ALICE BEATRIZ LOPES 29 ALANIA VIANNA DOS SANTOS 29 WILSON DA COSTA FALCÃO FILHO 31

ORIGEM DE EXPRESSÕES POPULARES GATOS-PINGADOS Significado: Tem sentido depreciativo usando-se para referir uma suposta inferioridade (numérica ou institucional), insignificância ou irrelevância. Origem: Esta expressão remonta a uma tortura procedente do Japão que consistia em pingar óleo a ferver em cima de pessoas ou animais, especialmente gatos. Existem várias narrativas ambientais na Ásia que mostram pessoas com os pés mergulhados num caldeirão de óleo quente. Como o suplício tinha uma assistência reduzida, tal era a crueldade, a expressão “gatos pingados” passou a denominar pequena assistência sem entusiasmos ou curiosidade para qualquer evento. AFOGAR O GANSO Significado: Relação sexual; masturbação. Origem: No passado, os chineses costumavam satisfazer as suas necessidades sexuais com gansos. Pouco antes de ejacularem, os homens afundavam a cabeça da ave na água, para poderem sentir os espasmos anais da vítima.

Colaboração

Edison Emanuel

VAI TOMAR BANHO Significado: Quando alguém aborrece a nossa paciência, falamos esta frase! Histórico: Em Casa Grande & Senzala, Gilberto Freyre analisa os hábitos de higiene dos índios versus os do colonizador português. Depois das Cruzadas, como corolário dos contatos comerciais, o europeu se contagiou de sífilis e de outras doenças transmissíveis e desenvolveu medo ao banho e horror à nudez, o que muito agradou à Igreja. Ora, o índio não conhecia a sífilis e se lavava da cabeça aos pés nos banhos de rio, além de usar folhas de árvore para limpar os bebês e lavar no rio as redes nas quais dormiam. Ora, o cheiro exalado pelo corpo dos portugueses, abafado em roupas que não eram trocadas com freqüência e raramente lavadas, aliado à falta de banho, causava repugnância aos índios. Então os índios, quando estavam fartos de receber ordens dos portugueses, mandavam que fossem tomar banho. Fonte: www.portaldascuriosidades.com


Boletim da Associação dos Servidores Aposentados da Justiça do Trabalho da 5ª Região

HISTÓRIA DA BANDEIRA E SIGNIFICADO DAS CORES Colaboração

Hénel Silva BANDEIRA DA BAHIA A bandeira da Bahia é o pavilhão oficial do estado brasileiro da Bahia, um dos símbolos a representar esta unidade da Federação. História da Bandeira - Nenhuma lei existe criando ou disciplinando a Bandeira do Estado. Foi criada pelo médico baiano, Dr. Diocleciano Ramos que, numa reunião do Partido Republicano, propôs este símbolo como representativo da agremiação política, em 25 de maio de 1889. Na época o país ensaiava a experiência republicana, proclamada um ano antes - e fortes agitações movimentavam o meio político, em processo de adaptação ao novo regime. Significado das cores - Com forte inspiração na bandeira dos Estados Unidos da América, mesclada com um triângulo evocativo ao símbolo maçônico, já adotados nas conjurações mineira e baiana - muito embora as cores azul, vermelho e branco já tivessem figurado como símbolos das revoltas de 1798, conhecida como Revolta dos Alfaiates. O uso, entretanto, consagrado pelo povo, veio a ser obrigatório por decreto do Governador Juracy Magalhães, em 11 de junho de 1960 (Decreto nº 17628). BANDEIRA DA PARAÍBA História da bandeira - A bandeira da Paraíba foi adotada pela Aliança Liberal em 25 de setembro de 1930, por meio da Lei nº 704, no lugar de uma antiga bandeira do estado, que vigorou durante quinze anos (de 1907 a 1922). A palavra “NEGO” que figura na bandeira é a conjugação do verbo “negar” no presente do indicativo da primeira pessoa do singular, remetendo à não aceitação, por parte de João Pessoa, do sucessor indicado pelo então presidente do Brasil, Washington Luís. Posteriormente, em 26 de julho de 1965, a bandeira rubro-negra foi oficializada pelo governador do estado, Pedro Moreno Gondim, através do Decreto nº 3919, como “Bandeira do Nego” (à época ainda com acento agudo na letra “e”). Primeira bandeira da Paraíba.O preto ocupa um terço da bandeira; o vermelho, dois terços. Existe um pequeno movimento hoje em dia que tenta mudar a bandeira do estado assim como o nome da capital, pois foram alterados na época da morte do político João Pessoa, morte esta que causou grande comoção em todo o estado. Porém a grande maioria dos paraibanos se mostram contrários a estas alterações. Significado das cores - A bandeira foi idealizada nas cores vermelha e preta, sendo que o vermelho representa a cor da Aliança Liberal e o preto, o luto que se apossou da Paraíba com a morte de João Pessoa, presidente do estado em 1929 e vice-presidente do Brasil em 1930, ao lado do presidente Getúlio Vargas.

ANIVERSARIANTES DE MARÇO DE ABRIL No dia 28 de abril comemoramos os aniversários de março e abril. Fomos brindados com uma linda caixa de trufas, presente da colega Aydil Coqueijo que foi acompanhado de um singelo cartão com os seguintes dizeres: “Aos estimados colegas aniversariantes dos meses de março e abril, meu abraço afetuoso, com os votos de que possamos por incontáveis anos, comemorar a nossa data maior, com saúde no ponto e alegria na alma”.

Na foto acima, da esquerda pra direita: Paulo Barros, Maria da Paixão, Henel Francisco, Enilda Baltazar, Antonia Cortes e na foto ao lado, Georgina Lima.

NOTÍCIAS QUE MERECEM DESTAQUE

Colaboração

JUSTIÇA FEDERAL

Paulo Barros

INCIDÊNCIA DO IMPOSTO DE RENDA SOBRE OS JUROS DE MORA DA URV Associados que tiveram liberados, pela Justiça Federal, valores referentes ao imposto de renda cobrados sobre os juros de mora da URV, são os seguintes: - José Santos Ferreira - Maria Ângela Gomes A. Guimarães - Enilda Borges Baltazar

TOME NOTA PARA NÃO ESQUECER 10 de agosto (quarta-feira)

Entrega do Certificado de Sócio Honorário da ASA5 a Dr. Washington Trindade Local: Secretaria da Asa5, a partir das 10:00 horas.

18 de agosto (quinta-feira) Comemoração do Dia dos Pais Local: Secretaria da Asa5, a partir das 10:00 horas.

29 de setembro (quinta-feira) Aniversariantes dos meses de Agosto e Setembro Local: Secretaria da Asa5, a partir das 10:00 horas.


Jornal Julho 2011