Page 1

ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES APOSENTADOS E PENSIONISTAS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

HOJE

Parabéns para: 27 de Fevereiro • (27) Erles Janner Costa Gorini/ Ivo Lopes de Toledo/ Joel Ferreira Cohen/ Jonas Rodrigues de Faria.

BIBLIOTECA DA ASA-CD E-mail: biblioteca@asacd.org.br Site: http://www.asacd.org.br Tel.: (061) 3244-3538

SGAS 609/610 Conjunto-C LT 70 Av L2 Sul CEP: 70.200-690 Brasília – DF

PERY RIBEIRO Raimundo Floriano Pery de Oliveira Martins, nasceu a 27.10.1937, no Rio de Janeiro (RJ), onde veio a falecer hoje, 24.02.2012, aos 74 anos de idade, vítima de infarto agudo do miocárdio. Era filho do compositor Herivelto Martins e da cantora Dalva de Oliveira, ícones sagrados da Música Popular Brasileira. Sua vocação musical

manifestou-se cedo. Aos três anos de idade, gravava canções e vozes para personagens dos filmes de Walt Disney – Bambi, Coelho Tambor e Anão Feliz, de Branca de Neve –, traduzidos por João de Barro, o Braguinha. Aos quatro anos, apresentou-se no Teatro Nacional do Rio de Janeiro. Aos sete, participou do filme Berlim na Batucada, de Luís de Barros.

Em 1959, trabalhava como camera-man na TV Tupi do Rio de Janeiro, quando foi apresentado no vídeo, cantando, por Jacy Campos. Ouvido por Paulo Gracindo, foi convidado a tomar parte em seu programa na Rádio Nacional. Essas atuações chamaram a atenção de César de Alencar, que o tomou como afilhado, batizando-o Pery Ribeiro.

Fonte: http://www.luizberto.com/coluna/a-coluna-de-raimundo-floriano

UM LAMENTO POÉTICO DE MANUEL BANDEIRA: Ó minha linda alegria, Trégua dos cuidados meus, Por que não vens todo dia, Se és toda vinda de Deus? (Do poema “A Canção de Maria”, in Antologia Poética)

Fonte: ANDERSEN, Vili Santo. Calidoscópio. Brasília: Ed. do Autor, 2012.

Rio é pioneiro em lei para compra coletiva Empresas sediadas no Estado têm até abril para se adaptarem e respeitarem os direitos do consumidor. A partir de abril as empresas de compras coletivas sediadas no Estado do Rio de Janeiro terão que cumprir as determinações da Lei nº 6.161, publicada no dia 10 de janeiro último, que traz diversas exigências para que os direitos dos consumidores sejam respeitados. As empresas terão que fornecer um serviço telefônico

gratuito de atendimento ao consumidor. A página do site também deverá ter informações sobre a localização da sede física da empresa de vendas coletivas.

A lei ainda prevê que, caso a venda não se concretize por não atingir o número mínimo de pessoas, o dinheiro seja devolvido ao consumidor em 72 horas.

Todos terão que discriminar a quantidade mínima de compradores para validar a oferta e o prazo de utilização, que deverá ser de três meses, no mínimo.

Nas vendas de alimentos devem ser fornecidas informações sobre o risco de alergias e na oferta de tratamentos estéticos, as contraindicações existentes.

Fonte: http://www.proteste.org.br/consumidor/rio-eeacute-pioneiro-em-lei-para-compra-coletivas566811.htm

hoje741_27022012_segunda-feira  

Boletim da Biblioteca