Page 1

1

Folha ASA BRANCA Brasil

MARÇO DE 2013

Confira a programação do aniversário da Capital Ibero>> Pág. 08 Americana da Juventude.

Cultura em movimento!

www.asabrancabrasil.com

Ano 1 - Número 2

BRASÍLIA-DF / MARÇO / 2013

Saiba quem são os “Nordestinos Candangos” O fino da música regional do brasil. As letras fazem referência a causas sociais do Brasil e do planeta Terra.

>> Página 03

Repentistas de Brasília representarão o Brasil no II Encontro de Poetas do Mundo em Cuba

>> Página 06

Prêmio Culturas Populares receberá inscrições até julho Saiba mais sobre o concurso que premiará ações populares

>> Página 07

>Fundo Internacional para a Diversidade Cultural recebe projetos

Asa Branca do Cerrado, celeiro cultural do Distrito Federal!

>> Página 07

>Diversão e Arte/ Agenda para abril

>> Página 08

O Administrador Regional, autoridades e a população fizeram a festa. Trios de Forró Pé-de-serra e atrações locais e nacionais animaram as comemorações que começaram em 17 de março e adentraram o mês de abril. Pág 04


2

PÁGINA DOIS

Folha ASA BRANCA Brasil

MARÇO DE 2013

EDITORIAL

Asa Branca do Cerrado, celeiro cultural do Distrito Federal!

Uma jovem acolhedora dos gêneros culturais completa o seu 42º aniversário oferecendo um grande celeiro artístico étnico para o Brasil e o mundo, precisando apenas de incentivos daqueles que são eleitos com propósito de ajudar, mas que após as eleições, fazem da gestão pública um bem particular ou exagera nas aplicações com uma política visivelmente direcionada para atender os interesses partidários, usando a cultura como forma de mobilização de pessoas, sem valorizar a matéria prima dos artistas da Cidade. Artistas que muitas vezes, só são enxergados por caçadores de boas obras culturais em visita ao celeiro cultural. Até quando essa jovem vai ser cortejada pelos candidatos advindos de outras cidades, em busca de um casamento eleitoral para atender suas pretensões empresariais ou satisfazer seus projetos pessoais de poder? Para que esse casamento seja sólido, seria interessante que os pretendentes passassem pelo curso preparatório de conhecimento cultural e social, comprometendo-se a respeitar, valorizar e abraçar a jovem com o carinho que ela merece, nas questões que afetam a população: desenvolvimento urbano, social e cultural. Esta última que sofre a falta de equipamentos

públicos para a criação das atividades culturais, deixando de oferecer aos jovens a oportunidade de chegar onde poucos com muito esforços conseguiram. Essa jovem bela, forte e moderna, atualmente tem como gestor um filho atencioso, que se esforça bastante para amenizar as dificuldades cotidianas que todas as grandes metrópoles sofrem, buscando oferecer qualidade de vida aos seus irmãos e irmãs, que de uma forma ou outra fizeram opção de morar, desenvolver seus negócios e criar suas famílias apostando num futuro promissor, acreditando numa cidade que notoriamente vem evoluindo numa velocidade admirável, demostrando sua capacidade logística na geração de emprego e renda, atraindo a cada dia novos investimentos para que num curto espaço de tempo, tenhamos mais oportunidades. Esperamos também que junto com essa evolução venha a consciência do investimento nas atividades culturais, oferecendo à comunidade artística, estruturas, equipamentos e incentivos financeiros nas execuções de projetos com qualidade artística, beneficiando toda a população. Parabéns Ceilândia! A classe artística é sua fã.

DIRETOR PRESIDENTE

Marques Célio Rodrigues de Almeida

EDITOR RESPONSÁVEL

CULTURA EM MOVIMENTO! UMA PUBLICAÇÃO

MCRA promoções e eventos CNPJ: 14.521.861/0001-20 Fone Comercial: (61) 3377-2610 QNN 38/40 ÁREA ESPECIAL 01 SALA 13D Ceilândia Sul - Brasília DF CEP: 72.220-380

Eduardo Gonçalves de Oliveira DRT: 2945 DF

REVISORA

Prof. Leoneide Rodrigues Mestrada em educação Esp. Língua portuguesa

PROJETO GRÁFICO, CRIAÇÃO E ARTE Comunique: www.comuniquemidia.net

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Administrações Regionais, bibliotecas públicas, órgãos do Governo Federal e do GDF

TIRAGEM

5.000 Exemplares

E-MAIL redacao@asabrancabrasil.com

www.asabrancabrasil.com

NOSSA CULTURA Centro Cultural Três poderes

O Centro Cultural Três Poderes – CC3P é uma unidade subordinada à Subsecretaria do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural do Distrito Federal da Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal. O CC3P coordena as atividades desenvolvidas em três áreas fins: o Museu da Cidade, o Espaço Lúcio Costa e o Panteão da Pátria Tancredo Neves. Sob sua coordenação se encontra, também, o Projeto Integração Museu-Escola – “Visitando a Praça – Conhecendo Brasília”. A viabilização deste projeto só foi possível graças à parceria que a Secretaria de Cultura mantém com a Secretaria de Educação, por meio de convênio. O projeto tem por objetivo “Desenvolver atividades de cunho pedagógico junto aos alunos que estão estudando o Distrito Federal, sua história e sua gente, de modo a complementar o trabalho curricular realizado pelos professores, possibilitando a passagem do abstrato, teorias vistas em sala de aula, para o concreto, através do contato com os acervos dos Museus existentes na Praça dos Três Poderes”. O projeto foi desenvolvido considerando o conteúdo programático da 3ª série do ensino fundamental que, nesta fase escolar, estuda, de forma detalhada, a região do Distrito Federal e a história do processo de interiorização da Capital do Brasil. Em extensão a este trabalho, atende também alunos de outras séries do ensino fundamental, médio e superior, adaptando as palestras ao nível escolar dos alunos. Pesquisadores, jornalistas, arquitetos e escritores também são atendidos quando nos procuram para esclarecer dúvidas, pedir dados bibliográficos e locais onde conseguir cópias de documentos, fotos e informações diversas sobre assuntos referentes à Brasília e ao Distrito Federal. O trabalho de pesquisa do conteúdo desta página do Centro Cultural Três Poderes foi feito pelos professores Ernesto Ilisio de Oliveira e Maria Celeste Lima Vieira, responsáveis pelo projeto “Visitando a Praça – Conhecendo Brasília”, com o objetivo de garantir o acesso livre e democrático de todos ao bem cultural preservado contribuindo, assim, para a formação do espírito de cidadania em nossos estudantes e na nação brasileira, de um modo geral. VISITE O CENTRO CULTURAL

Praça dos Três Poderes - Esplanada dos minsitérios Brasília – DF Telefones: (61) 3325-6244 / 3323-3728 / 3326-7709 E-mail: centroc3p@gmail.com Horário de Visitação: De terça à domingo das 9h às 18h.


Folha ASA BRANCA Brasil

MARÇO DE 2013

CULTURA EM MOVIMENTO

3

Nordestinos Candangos O fino da música regional do Brasil

>> Redação Grupo musical formado no ano de 2008 tem como protagonistas os músicos e compositores Riva Santana, Diró Nolasco e Luizão do Forró. Radicados no Distrito Federal desde a era de 70, Riva e Diró são piauienses da região do Vale do rio Gurguéia, Luizão é paraibano de Sumé, por excelência. Surgiu da idéia de unir em álbum e shows musicais, partes da arte e obra que eles, há tempos, desenvolvem com mestrias e técnicas diversas dentro de gêneros e estilos da mais pura MPB de características regionais, como xote, baião, xaxado, frevo, toada, samba, canção, dentre outros. As letras fazem referências: a causas sociais do Brasil e do planeta terra, ao meio ambiente, a belezas geográficas, a bonitezas dos povos brasileiros e ao amor sublime de homem e mulher. Desde então, os “nordestinoscandangos” vêm fazendo apresentações de shows musicais, passando por varias regiões do Distrito Federal e de outras cidades do país, subindo aos palcos com a formação original ou

acompanhados por mais quatro músicos de base. Foi produzido e gravado pelos próprios, no ano de 2010, o álbum musical de título homônimo que contêm onze obras literomusicais, as quais assinam a autoria. O trabalho que é apresentado ao público pelo grupo, representa um pouco do que há de melhor da cultura da música regionais do Brasil, seja, em CD, ou, em show musical onde o repertório trabalhado é formado por músicas próprias e de autores nacionais que têm reconhecimento popular, como por exemplo: Luiz Gonzaga, Geraldo Azevedo, Alceu Valença, Zé Ramalho, Chico Buarque, Elomar Figueira, Vital Farias, Renato Teixeira, entre tantos outros. Para contratar shows ou adquirir o álbum do grupo Nordestinos Candangos: Acesse: www.rivasantana.com.br Ou ligue: (61) 9996 5961 (Riva) – 8102 4394 (Luizão) – 9642 2733 (Diró)


4

CIDADES

Folha ASA BRANCA Brasil

MARÇO DE 2013

No dia 27 de março foi o aniversário da Cidade mais feliz do DF! Atrações locais e nacionais animaram as comemorações que tiveram início no dia 17 e adentraram o mês de abril.

A Administração Regional de Ceilândia, abriu as comemorações do 42º aniversário da Cidade, iniciando dia 17/03 com o Projeto Ferrock Balaio Cultural 2012/2013, intensificando a programação nos dias 22, 23 e 24 de março na praça do trabalhador ao lado da Administração. Foi montada uma mega estrutura: dois palcos, camarote Vip, uma praça de alimentação para receber a população e os shows das bandas de médio porte da Cidade e do DF, como Nega Maluca, Banda

Imagem, Gabriel Lenner, Patrulha do Samba, Júlio César & Cassiano, Vilmar & Valmir, Mauricio & Eduardo, Pedro Eduardo (Tem Vice Brasil), Minha Metade, Bonde do Axé, Papel Machê, Bruno &Marlon, Methiê do Brasil. O mega evento, teve atrações nacionais convidadas para participar da festa como o cantor Leonardo que se apresentou na sexta dia 22 mostrando o seu novo show para um público de dez mil pessoas, segundo a polícia militar. No sábado dia 23, foi a vez da dupla sertaneja Rio Negro

e Solimões se apresentar no palco principal, cantando seus grandes sucessos, agradando bastante o público que mesmo com a chuva prestigiou os artistas até o final do show. No domingo, dia 24, a partir das nove horas, começaram as atividades no Domingão do Lazer com a presença das famílias participando das atividades com postos de orientação ao cidadão, muito lazer e uma variedade de brinquedos infláveis para atender as crianças presentes. Fechando o Domingo com chave de ouro,

O Administrador Regional Ari de Almeida e o Deputado Distrital Chico Vigilante partindo o bolo juntamente com a população Ceilandense.

a Banda Calipso contagiou com sua irreverência, jovens e adultos que participaram o tempo todo do Show da banda paraense. A programação aconteceu em várias partes da cidade. A festa contou também, com atividades esportivas, campeonato Futebol Socyte de Ceilândia com Final na QNM 10, Circuito Brasi-liense de Skate realizado na praça do cidadão EQNM18/20; Torneio de Bia Soccer de Ceilândia, na QNN 09; a tradicional corrida do coração.


Folha ASA BRANCA Brasil

MARÇO DE 2013

CIDADES

5

Festival de forrozeiros na Casa do Cantador anima a festa! Os 30 trios de forró associados à ASFORRÓ-DF, marcaram presença nas festividades durante os dias 22, 23 e 24 de março. Na casa do cantador localizada à QNN 32 Ceilândia Sul, foi realizado um FESTIVAL DE FORRÓ DE PÉ DE SERRA, contando com trinta trios de forró filiados à ASFORRO-DF (Associação dos Forrozeiros do Distrito Federal,) que teve a participação dos adeptos do gênero, dançando até

de baixo de chuva. No mesmo local foi realizado no dia 29, a Sexta do Repente, um projeto da casa que realizou a edição em homenagem à cidade aniversariante.

Francisco de Assis - Presidente da Casa do Cantador e Marques Célio - Presidente da ASFORRÓ-DF

Ari de Almeida - Administrador de Ceilândia, Deputado Distrital Chico Vigilante e Marques Célio

Ednaldo do Vale - Apresentador da festa, Deputado Distrital Olair Francisco, Marques Célio e Ari de Almeida

Ednaldo do Vale - Apresentador da festa (no Centro) e Geraldo Bazilio - Cantador (à direita)

A população Ceilandense prestigiou o evento e marcou forte presença nos três dias de festa dançando e se divertindo!

A Banda Flomulengo, com sua vocalista Sabrina Vasconcelos abrilhantando o evento!

Forrozão Bambolê é destaque no Festival O grupo “Forrozão Bambolê” é de Ceilândia, tem uma formação de Forró de Pé de Serra, teve uma apresentação de destaque no festival, conquistando os aplausos calorosos do público, que mesmo de baixo de chuva, não deixou de curtir a apresentação do grupo, que tem como linha de frente a cantora PAULINHA e o sanfoneiro VITAL DO ACORDEON desenvolvendo um repertório de músicas antigas e modernas, agradando por onde passa com seu show. O Forrozão Bambolê se apresenta no Distrito Federal, desde o ano de sua formação em 1992, nas casas de shows tradicionais como: Macadâmia, Amore Mio, Central do Forró, Ranchinho. AABB-DF, +.com e nos eventos culturais promovidos pelas administrações regionais e GDF. O grupo foi formado pelo experiente músico, José Vidal Sobrinho, natural de Santa Cruz do Capibaribe-PE. Vital do Acordeom começou a desenvolver o dom artístico aos 10(dez) anos de idade, quando participava das Atividades Culturais

no colégio onde estudou até o Ensino Médio. Aos 12 (doze) anos, começou a participar de programas na rádio difusora de Caruarú, a convite do radialista Ivan Bulhões, apresentador de um programa de auditório que se chamava “Aquarela Nordestina”, isso, aos Sábados, de 10 às 12 horas. Durante 04(quatro) anos participando desse programa, tornou-se um músico acordeonista de gabarito, passando a acompanhar os artistas da época, como Azulão, Jacinto Silva e outros. Aos 17(dezessete) anos, recebeu um convite do artista Mário Zan, para tocar, acompanhando o mesmo em shows, na cidade de São Paulo-SP, mais precisamente, na Casa de Show Asa Branca, que tinha como principal atração o(Forró do Zé Lagoa), onde permaneceu durante 10 (dez) anos atuando musicalmente. Após esse período, o sanfoneiro Vital do Acordeom recebeu um novo convite, dessa vez do radialista Elí Correia para, juntos, formarem o “Trio Mar-

ingá”, que durante 05(cinco) anos fez parte da caravana de shows “Elí Correia”. Diante do sucesso do Trio, na época, surgiu o estímulo para gravar o seu primeiro CD, pela gravadora “Canta Galo”. Em 1992, veio a Brasília para visitar parentes, e gostou tanto da beleza da Capital, que resolveu mudar-se em defini-

tivo. Daí, surgiu a formação de mais um grupo de forró na cidade, desta vez, com o nome: “Forrozão Bambolê”, com uma formação Forró de Pé-de-Serra, trazendo como diferencial, uma cantora no grupo, que permanece atuando como principal componente, fazendo shows em todo o Distrito Federal e Entorno e nas festas de época no Nor-

deste. Nos últimos três anos, o Forrozão Bambolê vem tocando e conquistando seu espaço nas festas juninas das cidades de Caruarú e Santa Cruz, no estado de Pernambuco, em Campina Grande e na cidades de Monteiro no Estado da Paraíba atuando de forma bastante agradável com seu estilo irreverente de se apresentar.


6

CIDADES

Folha ASA BRANCA Brasil

MARÇO DE 2013

Mês de março foi marcado por muita alegria na Casa do Cantador! >> Por Francisco de Assis Chagas Filho

O

mês de março ficou marcado na memoria dos moradores da Ceilândia pelas diversas atividades realizadas em comemoração aos 42 anos dessa que é a cidade mais feliz do Distrito Federal. E a Casa do Cantador não poderia ficar de fora dessa festa. No período de 22 a 24 de março a Casa recebeu o Encontro dos Forrozeiros do DF, quando houve a apresentação de mais de vinte trios de Forró-Pé-de-Serra, além de uma apresentação de uma dupla de repentista em cada dia de evento. Foram três dias de muita festa onde a comunidade de Ceilândia compareceu em peso, mesmo sob as fortes chuvas que aconteceram nesses dias. No dia 29 de março a Casa realizou a segunda Edição do projeto Sexta do Repente, projeto que tem atraído pessoas de todas as Regiões Administrativas do

DF. Nessa segunda edição do Projeto as atrações foram: Jonas Bezerra e Acrízio de França que vieram do estado do Ceará, Jonas Andrade que veio do estado da Paraíba, além dos cantadores locais, João Neto, Donzílio Luiz, Valdenor de Almeida e Zé do Cerrado. O evento contou com um publico aproximadamente de mil pessoas e os cantadores atenderam todas as solicitações feitas por parte da plateia. A próxima edição do Projeto Sexta do Repente está marcada para o dia 26 de abril de 2013 a partir das 20hs no anfiteatro da Casa do Cantador e terá como atração os Cantadores Valdir Teles de Pernambuco e Louro Branco do Ceará, considerados os repentistas mais velozes de todos os tempos, e os cantadores locais serão João Neto, Chico de Assis e João Santana. Essa sem duvida nenhuma será uma das cantorias mais eletrizantes de todos os tempos e entrará para história da Casa do Cantador.

Dupla de repentistas de Brasília representará o Brasil no II encontro de poetas do mundo em Havana-Cuba >> Por Francisco de Assis Chagas Filho

A

dupla de Repentista Chico de Assis e João Santana irá representar o Brasil no segundo Encontro dos Poetas do Mundo em Cuba, que será realizado no período de 2 a 10 de maio de 2013 é terá representantes de mais de cem países. Chico de Assis é natural do Rio Grande do Norte, mas reside em Brasília a mais de uma década e João Santana nasceu em Brasília. Segundo Chico de Assis, que já esteve em oito cidades da França e até no Timor Leste divulgando a arte do repente, a participação de uma dupla de cantadores em um evento

desse porte traz a confirmação que o repente e a literatura de cordel tornaram-se expressões culturais que são tidas como genuinamente brasileiras e que embora tenha como celeiro o nordeste Brasileiro possuem adeptos de norte a sul do Brasil e agrada em qualquer canto do mundo.

O primeiro Encontro dos Poetas do Mundo em Cuba “La Isla em Versos” ocorreu em maio de 2012, concomitantemente com o XIX Festival das Peregrinações de Maio. Devido ao sucesso da primeira edição, em 2013 será realizado a segunda edição do Evento. Durante o evento são re-

alizadas leituras de poesia, apresentações de artigos e reuniões com editores, além de visitas a pontos históricos d e interesse social. A viagem começa na província norte-oriental de Holguin, passa por Bayamo e Manzanilo, faz um pernoite em Santa Clara e finaliza com uma caminhada em Havana. Toda a

viagem será registrada nos anais do Encontro, que será publicado pela editora Apostrophes. Faz parte da programação a participação em momentos da XX edição das “Romerías de mayo, Festival Mundial de Juventudes Artísticas”, que é composto por atrações de teatro, música, poesia e discussões sobre promoção e gestão cultural.O evento é realizado em parceria com a Casa de Iberoamérica, a “Associação Hermanos Saiz” e a “União Nacional de Escritores e Artistas de Cuba. Os poetas partirão no dia 30 de abril e estarão de volta no dia 12 maio de 2013 com muita experiência na bagagem.


Folha ASA BRANCA Brasil

MARÇO DE 2013

POLÍTICA

7

Prêmio Culturas Populares receberá inscrições até julho

A

s inscrições para o Prêmio Culturas Populares 2012 foram prorrogadas para o dia 5 de julho. Aberto em novembro do ano passado, o edital é desenvolvido pelo Ministério da Cultura, por meio

da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural (SCDC). Nesta edição do prêmio, a homenagem é direcionada ao ator, produtor e cineasta Amácio Mazzaropi. O concurso selecionará

350 candidatos, incluindo o homenageado. Serão escolhidos Mestres (170 prêmios), Grupos/Comunidades (170 prêmios) e Mestres in memoriam (10 prêmios). O investimento total é de R$ 5 milhões. O Prêmio tem como

objetivo reconhecer a atuação de Mestres e Grupos/ Comunidades responsáveis por iniciativas exemplares que envolvam as expressões das culturas populares brasileiras. Também poderão participar projetos que desenvol-

vam atividades de retomada de práticas populares em processo de esquecimento e difusão das expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem. Leia o Edital em:

www2.cultura.gov.br/culturaviva/

Fundo Internacional para a Diversidade Cultural recebe projetos

O

Fundo Internacional para a Diversidade Cultural recebe, até 14 de junho, propostas de financiamento para programas e projetos. Criado pela Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, adotada na Unesco em 2005, o Fundo tem como objetivo o apoio a programas e pro-

jetos de países em desenvolvimento, especialmente no que se refere à implementação de políticas culturais e ao fortalecimento de infraestruturas institucionais correspondentes; ao fortalecimento das capacidades culturais; ao fortalecimento das indústrias culturais existentes; à criação de novas indústrias culturais; e à proteção de expressões culturais

comprovadamente em risco de extinção. As solicitações poderão ser apresentadas por: governos dos países em desenvolvimento membros da Convenção, ONGs nacionais da área da cultura, grupos vulneráveis ou outros grupos sociais minoritários. Os pedidos serão avaliados por um painel de seis especialistas nomeados pelo Comitê Intergov-

ernamental da Convenção, formado por 24 países, dentre os quais o Brasil. O montante máximo dos pedidos de financiamento é de US$ 100.000,00 (cem mil dólares) para os programas e projetos, e de US$ 10.000,00 (dez mil dólares) para a assistência preparatória. No Brasil, os pedidos devem ser enviados para a Divisão de Assuntos

Multilaterais Culturais do Ministério das Relações Exteriores (DAMC – Ministério das Relações Exteriores – Palácio Itamaraty – Esplanada dos Ministérios – Bloco H- Brasília – DF – Brasil- CEP 70.170-900) onde os projetos passarão por uma pré-seleção realizada por uma comissão conjunta com o MinC. *Com informações do site


8

DIVERSÃO E ARTE

Folha ASA BRANCA Brasil

Diversão & Arte

MARÇO DE 2013

| Abril/2013

Exposição Patrimônios da Humanidade A mostra retrata 12 sítios do Patrimônio Cultural, entre eles Brasília, e sete sítios do Patrimônio Natural da Humanidade, que integral o rol de mais de 900 bens da Lista do patrimônio Mundial, considerados excepcionais no mundo. Inscrição de Brasília na lista do Patrimônio Mundial Brasília foi inscrita na lista do Patrimônio Mundial em 7 de dezembro de 1987. É um dos poucos bens do século XX e, mais excepcionalmente, a única cidade planejada do movimento moderno que figura na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. Brasília concretizou o pensamento urbanístico internacional dos anos 50 e traduziu os princípios da Carta de Atenas de 1933, lançada por famosos arquitetos modernistas. A experiência brasileira destaca-se pela grandiosidade da ação, que não só finalizou um processo histórico como também esteve integrada a uma estratégia de desenvolvimento e autoafirmação nacional. SERVIÇO Exposição Patrimônios da Humanidade. Abertura 17/04, às 19h, no Panteão da Pátria Tancredo Neves. Praça dos Três Poderes - Esplanada dos Ministérios. Telefones: (61) 3325-6244

Acesse a programação cultural completa em www.cultura.df.gov.br

Agenda cultural Música Banda Coisa Nossa O projeto Mistura com samba apresenta show com a banda Coisa Nossa, tocando sucessos do samba de raiz, samba-rock, pop, mpb, axé e bossa. Local: Bar do Calaf - SBS Qd. 02 Ed. Empire Center Lj 51/57 - Asa Sul - 3325-7408 Data: Sexta, às 22h Preço meia: R$ 20 (homem) e R$ 15 (mulher) De: 12/04/2013 Até: 19/04/2013

De volta a Beatlemania Em comemoração aos 50 anos do single Please, Please Me dos Beatles, o Terraço Shopping preparou uma grande surpresa. As sextas-feiras culturais do mês de abril vão contar com apresentações especiais do Trio Londres e dos cantores Rodrigo Karashima e Denis Oliveira, da banda Let It Beatles. Local: Terraço Shopping SHC/AOS E A2/08 - Cruzeiro Data: Sextas, às 19h30 Preço inteira: Entrada franca De: 12/04/2013 Até: 19/04/2013

Exposições Imagens do Cerrado A coletânea Imagens do Cerrado mostra fragmentos da fauna e da flora da savana tropical mais rica do mundo, e foi produzida pelos repórteres fotográficos Martim Garcia e Paulo de Araújo, da Assessoria de Comunicação do Ministério do Meio Ambiente (MMA). Local: Parque Nacional de Brasília - Fica a oito quilômetros da Rodoferroviária - Eixo Monumental Data: De segunda a sexta, das 9h às 16h De: 01/02/2013 Até: 31/05/2013 Fonte: www.divirta-se.correioweb. com.br

Folha Asa Branca Brasil - Março de 2013  

Canal de comunicação da ASFORRÓ-DF, Associação dos Forrozeiros do Distrito Federal voltado Para cultura popular Brasileira. Forró pé-de-serr...