Issuu on Google+

Universidade de Brasília (UnB) Faculdade de Administração, Contabilidade, Economia e Ciência da Informação e Documentação (FACE) Departamento de Ciência da Informação e Documentação (CID) Curso de Biblioteconomia (Bacharelado) Disciplina: Informática documentária Professor: Robson

ARYANE TADA FERREIRA SANTOS FRANCELLE NATALLY CAVALCANTE

PROJETO PARA A AUTOMAÇÃO DA BIBLIOTECA DO CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS

Brasília Set. 2009


Sumário Sumário..................................................................................................................................................2 1 Introdução ..........................................................................................................................................3 2 Objetivo geral......................................................................................................................................3 2.1 Objetivo específico...........................................................................................................................3 4 Diretrizes organizacionais....................................................................................................................4 5 Biblioteca.............................................................................................................................................5 6 Processo de escolha do software........................................................................................................5 7 PHL – PERSONAL HOME LIBRARY........................................................................................................5 7.2 Professor Elysio................................................................................................................................6 7.3 Especificações técnicas.....................................................................................................................6 7.3 Recursos do PHL...............................................................................................................................7 8 Metas.................................................................................................................................................12 11 Cronograma.....................................................................................................................................14 9 Bibliografia.........................................................................................................................................14


1 Introdução A tecnologia tem se mostrado presente em quase todos os momentos de nossas vidas. As atividades que realizamos no nosso dia-a-dia, como um simples ato de pegar um livro emprestado na biblioteca, são realizadas com maior eficiência utilizando a tecnologia, para que isso venha a acontecer é necessário que se disponha de um sistema, para que estes serviços sejam prestados com maior rapidez e eficiência. A necessidade de informatizar as rotinas, produtos e serviços da Biblioteca do /Centro Educacional Stella Maris motivou a realização deste projeto. Dessa forma foi feito uma análise dos softwares disponíveis no mercado, e a partir dos resultados obtidos foi escolhido o que mais se adequou as necessidades da Biblioteca. Este artigo pretende, portanto, apresentar o software PHL (Personal Home Library) como solução para automatização das atividades exercidas por este centro de disseminação da informação.

2 Objetivo geral

O projeto tem como objetivo geral informatizar as atividades de empréstimo, devolução, reserva, consulta ao acervo, e controle de materiais, da Biblioteca do Centro Educacional Stella Maris. 2.1 Objetivo específico Apresentar o software PHL como solução para a automatização das atividades da Biblioteca do Centro Educacional Stella Maris. Mostrando a avaliação de suas características e funções e os benefícios que o software pode trazer para a Biblioteca.


4 Diretrizes organizacionais

O CESM, fundado há 48 anos, é uma instituição educacional que se inspira nos ideais de liberdade e de solidariedade para ministrar três níveis de ensino, ou seja, Educação infantil, Ensinos Fundamental e Médio. Em 1958, o Padre Antônio Bernardo, fez a primeira visita à recém-criada Taguatinga. Em 1960, formou sua primeira turma de admissão. De 1976 a 1982, a escola contou com a direção pedagógica das irmãs Lúcia, Débora, Loreta, Lourdinha e Lélia, da Congregação das Irmãs da Providência de GAP, cidade da França. Em 1977, com a mudança da legislação, a instituição passou a denominar-se Escola de 1º grau Stella Maris. Em 1977, coube-lhe nova alteração de denominação, passando para CENTRO EDUCACIONAL STELLA MARIS e, através da direção do Padre Francisco Alvarez Garcia, em 1979 o CESM forma sua primeira turma de 2º grau, curso magistério. Hoje, o CESM possui 6.300 m2 de terreno, com 45 salas de aula, além de um ginásio coberto, piscina coberta e térmica, quadras de esporte, auditório e biblioteca. A Instituição obedece a seguinte hierarquia:

Figura 1 Sistema maior, intermediário e menor da instituição em estudo.


5 Biblioteca Recolher informações.

6 Processo de escolha do software

A escolha do software seguiu as necessidades exigidas pela biblioteca e os recursos financeiros disponível para a implantação do projeto. Como já foi dito a Biblioteca e a Escola é mantida pela Congregação Claretiana, portanto precisa de autorização da mantenedora para conseguir verba para a execução do projeto. Por ser uma biblioteca de poste relativamente pequeno e os recursos financeiros reduzido optamos por analisar um software de baixo custo e um software livre. Dentre os programas disponíveis no mercado, os que atenderão aos requisitos de baixo custo, funcionalidades e desempenho foram o PHL e o PMB. Foi feito, então, uma analise comparativa entre estes dois softwares. Após a analise dos softwares foi concluído que o mais adequado é o PHL. Apesar de o PMB ser um software livre e atender as necessidades da instituição, ele não foi escolhido por ainda não estar totalmente traduzido para a língua portuguesa – o PMB é um software francês e está em processo de tradução. A seguir serão apresentado as características do PHL.

7 PHL – PERSONAL HOME LIBRARY 7.1 História O PHL foi publicado pela primeira vez, em maio de 2001, no servidor do Uniritter disponibilizando na Web, os catálogos e serviços da Biblioteca Dr. Romeu Ritter dos Reis da Sociedade de Educação Ritter dos Reis (Porto Alegre - RS), tornando-se a primeira biblioteca brasileira a integrar, através da Web, e em tempo real, todos os serviços e rotinas (aquisição, tombamento, catalogação, kardex, empréstimo, renovação, reservas, DSI, etc.). Desde a data de sua publicação, o PHL passou a ser distribuídos gratuitamente incentivando e dando suporte às bibliotecas. A partir deste período, centenas de bibliotecas passaram a utilizar o PHL e contribuir enviando sugestões. Cerca de 14 países como México, Chile e Estados Unidos já


receberam curso, acessoria e treinamento.

Em julho de 2002 o PHL teve 975

downloads e 28 bibliotecas se licenciaram para sua adoção em ambiente de rede. Hoje mais de 700 bibliotecas são usuárias do PHL, sendo que dezenas delas já disponibilizam seus acervos na Web.

7.2 Professor Elysio O software PHL foi desenvolvido pelo Professor Elysio por incetivo de seus ex-alunos. Elysio montou, inicialmente, um curso de WWWisis através da Web. Entre o périodo de 1998 a 2000 mais de 300 alunos no Brasil e exterior concluíram este curso. A bibliotecária Hilda Fiuza Renher sugeriu o desenvolvimento do programa semelhante ao EMP utilizando a plataforma WWWisis. A primeira versão do software foi distribuida gratuitamente com as fontes abertas aos alunos para avaliação, sugestão e crítica. O curriculum profissional do professor Elysio é vasta e inclui formação em: •

Biblioteconomia e Documentação (EBDSC, São Carlos, SP - 1976)

Informação em Ciência e Tecnologia Nuclear (IEA, São Paulo, SP - 1979)

Sistemas Operacionais TSO e CICS (IEA, São Paulo, SP- 1980)

ILS (Integrated Library Systems) (IEA, São Paulo, SP -1980)

STAIRS (Storage and Retrieval Systems) (IEA, São Paulo, SP - 1980)

SAS (Statistical Analysis Systems) (IEA, São Paulo, SP -1981)

CDS/ISIS versão ‘Mainframe’ (UN-CEPAL, Santiago, Chile - 1982)

Sistema Operacional UNIX (Hewlett Packard, Alphavile, SP - 1993)

WWWisis XML IsisScript (Bireme, São Paulo - 1997)

7.3 Especificações técnicas


Neste tópico serão abordados os requisitos para instalação do software, padrões e registros de base de dados, sistemas operacionais, navegadores compatíveis e restrições. •

Hardware mínimo para instalação: processador 800 mhz, memória RAM 128 Mb e HD 1Gb.

Linguagens de desenvolvimento: XML-IsisScript- Javascript, HTML, XML.

Padrões

do

registro

e

bases

PHL/Standard e LILACS/Bireme;

de

dados:

Registro

bibliográfico:

elementos de dados: AACR2;

base de

dados: CDS/ISIS; apresentação: ABNT 6023:2002. •

Sistemas operacionais: compatível com os sistemas operacionais: Unix, Linux, Windows (95/98/NT/XP/2000). Requer suporte CG.

Navegador web: versão 5 ou superior (IExplorer, Netscape, Mozilla, Opera, etc.).

Banco de dados: CDS/ISIS database: Banco de dados de domínio público, desenvolvido pela UNESCO para gestão de banco de dados textuais.

Servidor do banco de dados: WWWisis©Bireme (wxis.exe): É o interpretador dos scripts que compõe o PHL. O WWWisis é um programa minúsculo e não residente, ou seja, é executado e liberado da memória ao finalizar a requisição do cliente. Esta característica é que possibilita que o PHL seja utilizado até em servidores 486 com baixa capacidade de memória RAM.

Restrições: limite de acessos simultâneos: ilimitado; Limite de estações cliente: ilimitado; Limite de usuários: 16.000.000 de usuários por biblioteca; Limite do acervo: 16.000.000 de títulos ou objetos; Limite de transações por ano: 16.000.000 (51.282/dia); Requer licenciamento para implementação em ambiente de rede.

7.3 Recursos do PHL O software PHL disponibiliza dezenas de recursos. A seguir serão apresentados os recursos disponíveis e os recursos não disponíveis pelo PHL. Tabela 1 – Descrição dos recursos


PHL8 - Descrição dos recursos

Sim/Não

Integração de todas as funções da biblioteca Software em língua portuguesa

Sim Sim

Possibilidade de customização (personalização) do sistema

Sim

Possibilidade de expansão ou inclusão de novos módulos sob demanda Documentação (manuais) Manuais com fluxos operacionais

Sim

Licenciamento do produto

Observações Português, Inglês, Espanhol, Italiano e Francês

Sim Sim *

Grátis para uso monousuário

Interface gráfica

Sim

HTML e XML

Possibilidade de customização (personalização) da interface Menu de ajuda interativo

Sim Sim

Fontes abertos

Arquitetura de rede cliente/servidor Acesso via browser (Internet)

Sim Sim

Acesso via browser IExplorer, Netscape, Opera, Mozilla, etc.

Acesso via Intranet

Sim

Leitura de código de barras

Sim

Qualquer padrão

Compatibilidade com o sistemas operacionais

Sim

Unix, Linux, Windows (95/98/NT/XP/2000)

Armazenamento e recuperação de caracteres da língua portuguesa

Sim

Registro de data no formato ISO 8601 (AAAAMMDD)

Sim

população, Populacao, populacao, POPULACAO trará o mesmo resultado Padroniza a data para buscas por ano, mes e dia 16 milhões de registros

Quantidade máxima de registros por base de dados

*

Atualização dos dados em tempo real Segurança na integridade dos registros

Sim Sim

Possibilidade de identificar alterações feitas no sistema e os responsáveis Compatibilidade com o formato MARC

Sim

Log files diários

Não

Mas permite a importação de registros MARC de outras bibliotecas.

Compatibilidade com o formato UNISIT(Unesco) Protocolo de comunicação Z39.50

Sim Não

Padrão ISO 2709

Sim

Disponibilização on-line do acervo Importação e exportação de dados para alimentação de sistemas de catalogação cooperativa Acesso on-line a catálogos coletivos

Sim Sim

Acesso simultâneo de usuários

Sim

Acesso ilimitado de usuários

Sim

Níveis diferenciados de acesso ao sistema (senhas)

Sim

Integra o acervo de todas as bibliotecas usuárias Quando estiver em ambiente WWW Quando estiver em ambiente WWW Para usuários e funcionários

Armazenamento e recuperação de documentos digitais em diversos formatos Controle integrado do processo de seleção e aquisição

Sim

PDF,DOC,JPG,GIF,etc.

Integração dos dados de pré-catalogação da aquisição para o processamento técnico Controle de listas de sugestões Controle de listas de seleção Controle de listas de aquisição

Sim

Sim

Sim

Sim Sim Sim

O protocolo de comunicação utilizando é o HTTP Para importação e exportação de registros Através do phlNET


Controle de listas de reclamações Controle de listas de recebimento

Não Sim

Controle de fornecedores e editores

Sim

Cadastro de entidades com as quais mantém intercâmbio de publicações

Sim

Mala direta de usuários, editoras e instituições com as quais a biblioteca mantém intercâmbio Controle de assinatura de periódicos Compatibilidade com o formato do CCN Identificação de dados do processo de aquisição Identificação da modalidade de aquisição (doação, compra, permuta, depósito legal) Controle de datas de recebimento do material adquirido Emissão de cartas de cobrança, reclamações e agradecimento de doações

Não

Elaboração de lista de duplicatas Identificação do usuário que sugeriu o título para aquisição

Não Sim

Controle da situação (status) do documento (encomendado, aguardando autorização, aguardando nota fiscal etc.)

Sim

Controle de orçamento

Não

Possibilidade de especificação da moeda de transação Compatibilidade dos elementos de dados com AACR2

Sim Sim

Controle da entrada de dados com regras de validação do registro Controle da entrada de dados para os campos obrigatórios Construção de lista de autoridades em formato MARC

Sim Sim Não

Sistema de controle de vocabulário

Sim

Consultas interativas durante a entrada de dados

Sim

Correção dos registros associados a um autor ou assunto mediante alteração na lista de autoridade ou tesauro Possibilidade de duplicação de um registro para inclusão de novas edições Processamento de materiais especiais

Não

Possibilidade de importação de dados de catálogos cooperativos on-line Possibilidade de importação de dados de catálogos cooperativos em CD-ROM Geração de etiquetas para bolso

Sim

Não

Geração de etiquetas para lombada com número de chamada Geração de etiquetas com código de barras

Sim Sim

Geração de carteiras de identidade para usuários com código de barras e foto Atualização em lote

Sim

Atualização on-line

Utiliza sistema de envio automático de e-mails

Sim Sim Sim Sim Sim Sim

Rotina automática de envio de e-mails de cobrança, aviso de disponibilidade, etc.

Lista de autoridades em formato próprio do PHL

Lista de autoridades, vocabulário controlado, Tabela de Classificação

Sim Sim

Qualquer tipo incluindo peças de museu

Sim

Sim Sim

Controle integrado do processo de empréstimo

Sim

Cadastro de perfis de usuários

Sim

Busca por perfil de usuário (SDI)

Sim

Desnecessária. O controle da ficha de bolso é feito pelo próprio sistema através da lista de histórico de tombo ou usuário

(opcional) porque a entrada padrão é em tempo real Por padrão, e em tempo real Domiciliar, Overnight, Entre bibliotecas, Encadernação, Especiais


Definição automática de prazos e condições de empréstimo de acordo com o perfil do usuário para cada tipo de documento Código de barras para cada usuário

Sim

Definição de parâmetro para a reserva de livros Emissão automática de aviso eletrônico para usuários em atraso

Sim Sim

Aplicação de multas e suspensões com bloqueio automático de empréstimos Possibilidade de pesquisar o status do documento (disponível, emprestado, em tratamento etc.) Realização de empréstimo, renovação e reserva on-line Interface única de pesquisa (busca em todo o sistema)

Sim

Interface gráfica de pesquisa Interface de busca com filtros

Sim Sim

Sim

Sim Sim Sim

Interface de busca on-line

Sim

Pesquisa por autor

Sim

Pesquisa por título Pesquisa por assunto

Sim Sim

Pesquisa por editor

Sim

Pesquisa por local

Sim

Pesquisa por palavra-chave

Sim

Pesquisa por tipo de documento

Sim

Pesquisa por palavras do resumo Pesquisa por classificação (CDU/DEWEY

Sim Sim

Pesquisa por (Tabela de Áreas do Conhecimento do CNPq)

Sim

Pesquisa por ISSN

Sim

Pesquisa por ISBN Pesquisa por idioma

Sim Sim

Pesquisa por Cutter

Sim

Pesquisa por data Pesquisa por todos os campos Possibilidade de busca a partir de determinada data ou entre datas

Sim Sim Sim

Possibilidade de selecionar os campos a serem pesquisados por caixas de seleção Possibilidade de filtrar buscas por campos definidos em caixa de seleção Refinamento da busca por frase (adjacência) Refinamento de busca por operador booleano

Sim

Buscas por termos truncamento à esquerda Buscas por termos truncamento à direita Buscas por termos truncamento ao meio Buscas por proximidade entre os termos Buscas por distância entre os termos Possibilidade de busca a partir dos resultados

Não Sim Não Sim Sim Não

Possibilidade de salvar estratégias de buscas para utilização posterior Busca interativa a partir da seleção de descritores apresentados na referência Busca interativa a partir da seleção de termos do índice Capacidade de ordenar e classificar resultado da busca por autor

Não

Autor, Titulo, Data, Idioma, etc. Nome completo e palavras do nome Por palavras Assunto ou palavras do assunto Completo ou palavra por palavra Completo ou palavra por palavra Completa ou palavra por palavra

Sim Sim Sim

Sim Sim Sim

AND, NOT, OR, ADJACENTE, TRUNCADO


Capacidade de ordenar e classificar resultado da busca por título Capacidade de ordenar e classificar resultado da busca por assunto Capacidade de ordenar e classificar resultado da busca por data Capacidade de ordenar e classificar resultado da busca por relevância Capacidade de ordenar e classificar resultado da busca por tipo de documento Apresentação das referências em ordem cronológica decrescente (default) Possibilidade de limpar o formulário para nova pesquisa Visualização do resultado da pesquisa em forma de referência bibliográfica breve ou completa (com resumo), de acordo com a ABNT Visualização do resultado da pesquisa em forma de catálogo de acordo com a AACR2 (nível 2)

Sim Sim

Classe

Sim Não Não Sim Sim Sim Não

O formato adotado para apresentação dos registros é o ABNT NBR6023

Visualização de todos os registros recuperados

Sim

Possibilidade de selecionar a quantidade de registros a serem exibidos em cada página Visualização do número de registros recuperados Visualização dos registros numerados (ex: 1/2, 2/2)

Sim

Capacidade de selecionar registros do resultado da pesquisa e imprimir Capacidade de salvar os registros selecionados do resultado da pesquisa Visualização do cabeçalho com identificação do assunto pesquisado e do número de referências dos registros gravados Indicação do status do documento pesquisado (emprestado, em tratamento ou disponível) Indicação do status do periódico pesquisado (corrente, encerrado, suspenso) Possibilidade de solicitação de cópias do documento pelo COMUT

Sim

Não

Disseminação seletiva de informações (DSI)

Sim

Serviços de alerta

Não

Gerenciamento de diversos tipos de documento

Sim

Geração de relatórios e estatísticas e gráficos

Sim

Elaboração e impressão de bibliografias em formato ABNT Inventário automático (código de barras)

Sim Sim

Suporte Técnico

Sim

Local e remotamente

Garantia de manutenção

Sim

Freqüência de atualização do software Disponibilização de novas versões

* Sim

Mediante contrato de prestação de serviços Semestral Download gratuito

Aquisição do software

Por padrão, são exibidos de 20 em 20

Sim Sim

Sim Sim Sim Sim

*

Neste site

Fonte: < http://www.elysio.com.br/>

A tabela acima foi elaborada a partir do formulário “"Requisitos para avaliação e seleção de softwares para automação de bibliotecas" utilizada pela bibliotecária Linda Carla da Teclim/Ufba (Rede de Tecnologia Limpa da Bahia).


8 Metas •

Avaliação de software: 1 mês

Elaboração de projeto: 1 mês

Aquisição de software: 1 mês

Registro do acervo: 2 meses

Organização do acervo: 1 mês

Conclusão do projeto: 1 mês

9 Metodologia 9.1 Descrição •

Avaliação de softwares para automação da biblioteca do colégio Stella Maris

Duração aproximada de um mês Será feito um levantamento dos sistemas de automação de baixo custo e livres, onde será realizada uma comparação dos sistemas para saber qual se adéqua melhor as necessidades da biblioteca do colégio •

Elaboração do projeto

Duração aproximada de um mês Será necessário um projeto para que seja realizado o processo de aquisição do software •

Aquisição do software

Duração aproximada de um mês Para que o processo de aquisição e instalação do software seja concluído •

Registro do acervo

Duração aproximada de dois meses


Após a aquisição e instalação do

software é necessário fazer o registro do

acervo no sistema •

Organização do acervo

Duração aproximada de um mês Ao final do registro do acervo no sistema, é necessário que os materiais bibliográficos volte para as estantes. •

Conclusão do projeto

Duração aproximada de um mês Conclui-se todo o projeto de aquisição e registro do acervo no novo sistema de automação de bibliotecas 10 Fluxograma

INICIO

Avaliação de softwares

Elaboração de projeto

Aquisição de software

Registro do acervo

Organização do acervo

FIM


11 Cronograma O projeto de implantação do software PHL na Biblioteca do Centro Educacional Stella Maris obedecerão as seguintes etapas e tempo: Atividades

Meses Dez. Jan. Fev. Mar. Abr

Mai. Jun.

. Avaliação de softwares Elaboração do projeto

X X

Aquisição do software

X

Registro do acervo

X

X

Organização do acervo

X

Conclusão do projeto

X

12 Recursos TIPO DE RECURSO 2 Computadores com configuração 2 giga

VALOR UNITÁRIO R$1.099,00

de memória, 320 de HD TOTAL

9 Bibliografia

R$ 2.198,00


Aryane Tada