Issuu on Google+


© 2009 Editora Árvore da Vida ISBN 978-85-7304-378-5 1ª Edição – Novembro/2009 - 40.000 exemplares Todos os direitos reservados à Editora Árvore da Vida Editora Árvore da Vida Av. Corifeu de Azevedo Marques, 137 Butantã - CEP 05581-000 Tel.: (11) 3723 6000 - São Paulo - SP - Brasil http://www.arvoredavida.org.br editora@arvoredavida.org.br Impresso no Brasil As citações bíblicas são da Versão Revista e Atualizada de João Ferreira de Almeida, 2ª Edição, salvo quando indicado pelas abreviações: lit.- tradução literal do original grego ou hebraico IBB - Rev. - Imprensa Bíblica Brasileira, versão Revisada VRC - Versão Revista e Corrigida de Almeida


SUMÁRIO Prefácio............................................................. 7 1 Um sacrifício vivo e contínuo....................... 9 2 A base e a motivação da consagração ........ 17 3 Consagrados para servir a Deus como sacerdotes............................................ 25 4 Experiência constante e progressiva de consagração.............................................. 35 5 A consagração e o voto de nazireu............. 45 6 O auge da consagração................................. 55 7 Um resultado espontâneo da genuína consagração............................... 63 5


PREFÁCIO Agradecemos a Deus por permitir-nos oferecer a você mais uma publicação que vai mexer com sua vida, pois aborda um assunto de extrema importância na vida cristã: nossa consagração ao Senhor. Em seu conteúdo, Dong Yu Lan mostra que quando uma pessoa é consagrada ao Senhor ela experimenta mudanças significativas em seu viver: de posição, uso e forma. Dentre outras coisas, seu precioso conteúdo revela que quando percebemos que Deus deseja nos tornar mais úteis em Sua obra, nossa primeira reação é trabalhar para Ele com todas as nossas forças e habilidades, com diligência ainda maior do que quando estávamos no mundo. Mas nossa postura deve ser outra. Qual deve ser então nossa conduta? Logo no primeiro capítulo você descobrirá. A abordagem do autor acerca do assunto é tão doce e prática que você não conseguirá ficar apenas 7


no primeiro capítulo, mas prosseguirá na leitura dos capítulos seguintes e, sem dúvida, ganhará muita luz da Palavra e buscará ser uma pessoa consagrada ao Senhor em todas as áreas de sua vida. Bom desfrute! São Paulo, novembro de 2009. Os editores.

8


Capítulo Um

UM SACRIFÍCIO VIVO E CONTÍNUO


“Senhor, até as minhas coisas que considero melhores, como capacidade e destreza, quero entregar a Ti para serem queimadas”.


Em Romanos 12:1 lemos: “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus que apresenteis os vossos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional”. Muitos tomam este versículo como um momento especial de consagração: uma vez ao ano, há um reavivamento, quando, então, você se consagra ao Senhor. No entanto, essa palavra não fala de consagração anual, mas diária, pois as misericórdias de Deus, citadas no começo do versículo, são diárias. A maneira de praticar Romanos 12 é apresentar-nos como um sacrifício contínuo a Deus, conforme o holocausto mencionado em Levítico 1. Devemos nos apresentar sempre ao Senhor. Desta maneira, conheceremos a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. A consagração deve ser a nossa primeira experiência de vida depois da regeneração, de nosso novo nascimento. Assim que uma pessoa é regenerada, ela deve consagrar-se ao Senhor. Numa condição normal, essas duas 11


Consagração

experiências, regeneração e consagração, estão intimamente relacionadas. A MUDANÇA DE POSIÇÃO E DE USO Que é, então, a consagração? Qual o seu significado? O significado da consagração é sacrifício. O livro de Levítico começa com cinco ofertas básicas, das quais a primeira é o holocausto. O holocausto é uma oferta totalmente para o desfrute de Deus, para a Sua satisfação. As Escrituras nos mostram que, quando alguma coisa é separada de sua posição e de seu uso originais e colocada sobre o altar de Deus, especificamente para Ele, tal coisa torna-se um sacrifício. Quando uma oferta era separada para Deus e colocada sobre o altar, acontecia primeiramente uma mudança de posição. Por exemplo: o boi que antes vivia no campo e era usado para arar a terra e puxar carros, quando era escolhido como oferta a Deus, era posto à parte e levado ao altar. Isso é mudança de posição. Depois disso, aquele animal era morto, esfolado, cortado em pedaços e colocado sobre o altar e consumido pelo fogo. A fumaça desse sacrifício subia como um aroma agradável a Deus. Isso é mudança de uso. Quando se fazia uma oferta, fosse ela boi ou carneiro, fosse fina flor de farinha ou azeite, ela saía das mãos do ofertante e nunca mais poderia ser usada por ele para seu próprio benefício e deleite. Todos os sacrifícios do altar pertenciam a Deus e eram para Seu uso e desfrute. 12


Hoje, quando nos apresentamos a Deus como sacrifício vivo, há também dois aspectos: um é a nossa mudança de posição, e o outro é a nossa mudança de uso. Esse é o verdadeiro significado da consagração. Antes de nos dizermos consagrados a Deus, devemos perguntar se mudamos ou não de posição e uso. Uma vez consagrados, não estamos mais no “campo”; fomos separados e transferidos para o “altar”. Embora continuemos a exercer todas as atividades normais de um ser humano tais como estudo, trabalho ou afazeres domésticos, a nossa posição mudou. Agora estamos A consagração deve ser a nossa primeira no “altar”, diante nãoregeneração, mais no mundo. experiência de de vidaDeus, depoise da de nosso novo nascimento. Assim que uma pessoamudou. é Da mesma forma, o nosso uso também regenerada, ela deve consagrar-se ao Senhor. Trabalhávamos no mundo e para mundoque comaotodas Neste livro, Dong Yu Lan omostra lermos as Escrituras, deparamos com homens as nossas habilidades e capacidades, mas uma vez no maduros na experiência de consagração, dentre altar os devemos entregar-nos ao uso de Deus.Paulo. quais podemos destacar o apóstolo Entre os grandes homens espirituais do passado, Quando percebemos isso, a nossa primeira reação vemos comoventes histórias de consagração. é trabalhar para aDeus com todas as nossas Confrontando experiência deles com a nossa,forças somos levados a crer que nunca chegaremos e habilidades, com diligência ainda maiora ser do que como eles. Esse é também seu pensamento? quando estávamos “arando o campo” ou “puxando Se você acha que obter uma experiência carros” no mundo. precisamos perceber prevalecente de Todavia consagração ao Senhor é um que, privilégio de poucos, leia urgente este livro. para trabalhar para Deus, é necessário, em Além primeiro disso, você também poderá ter maior clareza acerca lugar,desse permitir que Eleencorajar trabalhe em filhos nós. de Somente os assunto para outros Deus a prosseguir em sua vida de entrega absoluta a Ele. que deixam o Senhor trabalhar neles podem trabalhar Boa leitura! para Ele. Conseguimos trabalhar para Deus somente o tanto que Lhe permitimos trabalhar em nós. Se não O deixarmos trabalhar primeiro, nosso labor não poderá agradá-Lo nem ser aceito por Ele, não obstante quão diligentes ou perseverantes sejamos. Portanto, aoISBNnos 978-85-7304-378-5 13

Cód. 10816

Um sacrifício vivo e contínuo


Consagração