Issuu on Google+

Exmo. Senhor Director do Semanário regional Verdadeiro Olhar Paredes Ass: Direito de resposta

Exmo. Senhor Director; O Jornal que V. Ex.ª dirige, na edição de 3 do corrente, publicou uma notícia sob o título “Celso Ferreira rejeita as críticas – PS acusa Câmara de complicar a vida aos paredenses” onde o edil paredense, para contornar a verdade dos factos usa a mentira, engana os leitores e insulta os autores do comunicado. Assim e considerando as referidas afirmações insultuosas e desprovidas de fundamento venho, ao abrigo da Lei de Imprensa, solicitar a V. Ex.ª se digne publicar o seguinte Direito de resposta Na notícia publicada na edição de 3 de Fevereiro, corrente, Celso Ferreira afirma que gostava de saber se o PS/Paredes considera a educação um custo megalómano, ao que respondo, não. Os custos com a educação são um investimento no que o país tem de mais importante, as pessoas. Mas, o custo dos equipamentos, como é fácil de demonstrar, pode ser – no caso de Paredes, é mesmo – uma coisa megalómana. São dezenas e dezenas de milhões que se estão a gastar. Contudo, a principal razão que me leva a solicitar a V. Ex.ª a publicação do presente direito de resposta resulta do facto de, nas declarações de Celso Ferreira se verificar uma mentira grosseira, imprópria e maledicente para com os vereadores socialistas. Diz o edil que não é verdade que a Caixa Geral de Depósitos tenha recusado a totalidade do empréstimo solicitado pela câmara. Mas, como é fácil demonstrar e provar, mentiu ao VO, enganou os seus leitores e insultou quem diz a verdade. Nos documentos que podemos exibir, o júri do concurso e não o presidente da câmara, diz, inclusive, que “não valeria a pena repetir a consulta por considerar que o resultado seria o mesmo”, rematando que, passo a citar, “Muito embora a proposta apresentada preveja um montante máximo de financiamento inferior àquele que havia sido solicitado (…) o júri decidiu por unanimidade aceitar a mesma”. A verdade, nua e crua, é que para um pedido de 2.188.000, houve uma oferta de empréstimo de valor até 1.000.000! Aliás e para que não restem dúvidas, chamamos à coação os termos da resposta da Caixa Geral de Depósitos, “Em resposta à V/consulta (…) informamos que a Caixa se encontra receptiva para conceder um empréstimo até € 1.000.000”, fim de citação. Os vereadores do Partido Socialista não usam a mentira ou os fait-divers para combater uns e enganar outros. Sempre procuraram ser fiéis à verdade e, por isso, não admitem que Celso Ferreira se socorra da mentira para combater o PS e para enganar o povo, como é o caso das referências que faz ao governo de Sócrates dizendo que, em Abril passado, não havia quem emprestasse dinheiro a Portugal. Só mesmo uma mente fantasiosa poderia socorrer-se de tal argumento. Aproveito para apresentar melhores cumprimentos. Atentamente Artur Penedos, Vereador PS


Direito de Resposta a declaraçoes de Celso Ferreira - Verdadeiro Olhar 10-2-12