Issuu on Google+

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


SECRETÁRIA EXECUTIVA DE PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO

Norma Guimarães

EQUIPE TÉCNICA

SUPERINTENDENTE DE PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO

Vivianne Camara GERENTE DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E MONITORAMENTO

Robertson Alves ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO

Fernanda Frazão ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO

Michelly Rodrigues ASSISTENTE DE PLANEJAMENTO

Hellen Carvalho CHEFE DE NÚCLEO

Brandon Martins

2017 S E P L AV - S E C R E TA R I A D E P L A N E J A M E N TO E S T R AT É G I C O E AVA L I A Ç Ã O


‘‘

Jaboatão dos Guararapes terra de povo guerreiro e trabalhador, de gente que mostra seu valor, de praias mornas e cristalinas, do Polo Logístico, das suas igrejas, do Monte dos Guararapes.

JABOATÃO DAS PESSOAS

Jaboatão da Festa da Pitomba, que se tornou um marco n o ca l e n d á r i o d a c i d a d e p e l a s u a a l e g r i a e descontração. Jaboatão da Lagoa Azul, atração para as pessoas que adoram a natureza e esportes radicais. Jaboatão de gente humilde e de bem com a vida que senta nas suas calçadas para conversar sinalizando traços bem interioranos. Jaboatão dos mercados públicos e feiras livres que geram emprego para grande parte da população. Jaboatão da educação com suas escolas, faculdades, cursos técnicos, gerando conhecimento para todos. Jaboatão do artesanato, de pessoas criativas e empreendedoras.

Cidade de luz própria com seus encantos, paradoxos, mas que todo jaboatonense ama.

Fernanda Frazão

‘‘ UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO

Implantar um modelo de governança é a forma de fazer a gestão funcionar da maneira que se pretende. No contexto das experiências gerenciais nas Organizações, é findo o tempo em que a Administração Pública deixa sempre a dever à Administração Privada. As boas práticas de gestão, a utilização de instrumentos gerenciais e a aplicação de doutrinas das Ciências Administrativas cada vez mais presentes na forma de se fazer gestão pública, vem moldando uma nova forma de se efetivar as entregas à sociedade: uma forma mais técnica, eficiente, democrática, criativa e transparente. As pessoas moram nas cidades e nelas querem ser felizes. Um modelo de governança que faz a máquina administrativa funcionar bem, os serviços chegarem às casas, às famílias, às comunidades, que promove o bem estar e fomenta o desenvolvimento sustentável, é mais que um modelo teórico: é uma postura de governo. Deixando para trás as crenças patrimonialistas e burocráticas, e vivenciando os novos passos na escola de Governança no contexto da Administração Pública no Brasil, A NOVA GESTÃO DE JABOATÃO DOS GUARARAPES assume a missão de trabalhar em parceria com a sociedade e atores outros, para a construção de uma grande cidade: viável, sustentável, atrativa e de oportunidades para as pessoas.

UM MODELO DE GOVERNANÇA É A FORMA DE FAZER A GESTÃO FUNCIONAR


TRANSPARENTE

A NOVA GESTÃO

DEMOCRÁTICA REGIONALIZADA INTEGRADA VISIONÁRIA TÉCNICA EFICIENTE COMPROMETIDA PEDAGÓGICA

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


DEMOCRÁTICA Promove a contribuição popular na gestão governamental, permitindo à comunidade colaborar objetivamente com sugestões e críticas - em fóruns presenciais e virtuais - a partir das percepções de suas realidades, e assim cooperar com o governo no seu processo de priorização de ações relacionadas às políticas públicas do município.

TRANSPARENTE Garante a execução do programa de Governo apresentado no pleito eleitoral, estabelecendo de forma concreta, o mapeamento das políticas públicas a serem executadas e a priorização das atividades desenvolvidas durante a gestão, primando pela transparência de suas ações e fortalecimento do controle social.

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


INTEGRADA Integra as prioridades do Governo com as ações setoriais, promovendo o alinhamento estratégico entre a alta administração e seus gestores executivos, garantindo o alcance da política estratégica plurianual – essa espelhada nas entregas dos bens e ser viços aos cidadãos cotidianamente.

REGIONALIZADA Regionaliza as ações do Governo de forma adequada às necessidades e potencialidades de cada Regional, buscando compreender e adequar suas ações em conformidade com o per l socioeconômico e vocacional de cada território, ao mesmo tempo em que se apropria dos problemas e aspirações da população.

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


PEDAGÓGICA Divulga e aperfeiçoa o Modelo de Governança para as pessoas de dentro e de fora do Governo de forma conceitual e técnica, favorecendo uma gestão compartilhada e integrada, à medida que mantém uma agenda de inovação das práticas de gestão e lançamento de produtos relacionados.

VISIONÁRIA De ne estrategicamente as grandes ações estruturadoras e inovadoras que possam redesenhar Jaboatão a médio e longo prazo como forma de garantir um futuro viável, com obras e programas que antecipem problemas e criem soluções inovadoras e sustentáveis. UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


COMPROMETIDA Assegura a conclusão de ações em curso para a cidade no início da nova gestão como meio de m a nte r o f u n c i o n a m e nto a d e q u a d o d o s serviços públicos e das obras em andamento, atendendo e respeitando os interesses da população. Além disso, considera as propostas advindas da população no seu plano de ação governamental.

EFICIENTE Reduz o gasto público e promove agilidade das ações através dos ciclos de monitoramento promovidos em níveis estratégico, tático e operacional estabelecendo metas de forma visionária e realista e tornando concretos os resultados e objetivos estabelecidos – estes acompanhados por equipe técnica.

TÉCNICA Identi ca tecnicamente as necessidades crônicas e emergentes que afetam a população, com capacidade de por em prática as atividades relacionadas à gestão estratégica de projetos e acompanhamento de metas e indicadores de resultados.

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


PAPEL FUNDAMENTAL DA LIDERANÇA

PREMISSAS DO MODELO

DE GOVERNANÇA

ALINHAMENTO ENTRE ORÇAMENTO E PLANEJAMENTO

CULTURA DO MONITORAMENTO

PRIORIZAÇÃO DAS AÇÕES

INTEGRAÇÃO COM ÁREAS DE COMUNICAÇÃO E IMPRENSA

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


A Regionalização de um território é uma forma eficiente de fazer chegar ao cidadão a política pública mais adequada às suas realidades, conforme o perfil geográfico e socioeconômico da região; Diante de um município vasto e heterogêneo a melhor forma de diagnosticar sua situação atual é através da análise de suas Regionais. Cada uma das sete Regionais têm suas próprias características e potenciais de desenvolvimento, e foram, portanto, analisadas uma a uma. Assim, após esta análise é possível chegar a um melhor entendimento da realidade municipal e favorecer uma melhor atuação do poder público em cada uma delas.

BREVE DIAGNÓSTICO DAS REGIONAIS

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


POPULAÇÃO: 112.784 TERRITÓRIO (km²): 109,54 DENSIDADE (hab/km²): 1.029,6

JABOATÃO CENTRO REGIONAL 01

A Regional Centro marcada pela presença de reservas ecológicas de mata atlântica e grande porção de área rural; é também caracterizada como centro urbano comercial e histórico, e conta com a forte presença do Rio Jaboatão. A realidade da região é desa adora, pois reúne esses três temas de grande importância que devem se relacionar harmonicamente para garantir um desenvolvimento comercial sustentável e ambientalmente equilibrado, a partir da reabilitação de sua área central.

CAVALEIRO REGIONAL 02

O desenvolvimento da região está voltado para a atividade de comércio, vocação estabelecida em meados de 1935 a partir da criação da feira livre, que mais adiante passaria a funcionar no mercado público construído em 1943. A Regional também detém uma reserva ecológica de mata atlântica, reconhecida inclusive como unidade de conservação estadual, a Mata Jangadinha, que possui grande potencial para ser transformada em

POPULAÇÃO: 111.364

parque urbano. Uma das grandes oportunidades

TERRITÓRIO (km²): 12.291

para esta Regional está relacionada à requali cação do Mercado Público de Cavaleiro e do seu entorno.

DENSIDADE (hab/km²): 9.060,6

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


POPULAÇÃO: 49.863 TERRITÓRIO (km²): 48.030 DENSIDADE (hab/km²): 663,9

CURADO

REGIONAL 03

A sua área é identi cada com duas con gurações de ocupação, habitacional e industrial. No entanto, a forte presença industrial, atraída principalmente pela localização da BR-232 e sua conexão com a BR-408, tem neste contexto a sua grande vocação para o crescimento, pois o território além de dispor de uma localização estratégica para o desenvolvimento industrial, também possui oferta de mão de obra local, podendo ser capacitada para esta nalidade de atuação.

MURIBECA REGIONAL 04

A regional Muribeca possui diversos Engenhos com características históricas. Parte do seu território é marcado por área rural; nela está localizada a central de tratamento de resíduos (CTR) que atende a todo o Município, no entanto, a sua porção urbana tem a identi cação clara de dois tipos de uso: habitacional e logístico. Conectada pela PE-17 e BR-101, que promove a ligação de Jaboatão com outros municípios no eixo Norte-Sul, a logística representa o maior potencial da região. Mas o desenvolvimento local tem sofrido com alguns entraves ambientais, porque este território é servido por uma vasta rede de canais que se conectam com o Rio Jaboatão. A ausência de infraestrutura adequada para manter o funcionamento hidráulico da região acaba deixando-a suscetível a alagamentos.

POPULAÇÃO: 48.030 TERRITÓRIO (km²): 72.342 DENSIDADE (hab/km²):

9.060,6

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


POPULAÇÃO: 65.995 TERRITÓRIO (km²): 6.481 DENSIDADE (hab/km²): 10.182,8

GUARARAPES REGIONAL 07

Esta Regional já foi palco de grandes batalhas, as Batalhas dos Guararapes. Estes acontecimentos foram o grande marco deste território. Os confrontos ocorreram em um morro de grande potencial ecológico, paisagístico e agora histórico e cultural, o Monte dos Guararapes, que inclusive dá nome a um bairro e à própria Regional. O monte, que abriga a Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres, foi tombado pelo IPHAN e reconhecido como Parque Histórico Nacional dos Guararapes onde ocorre também a festa religiosa de Nossa Senhora dos Prazeres - Festa da Pitomba. Deste modo, o grande potencial de desenvolvimento regional está voltado para o turismo ecológico, histórico e cultural, através da preservação, manutenção e visitação do Parque Nacional.

PRAZERES REGIONAL 05

Além da presença do setor industrial localizado às margens da BR 101 que conecta a região ao sul com os municípios do Cabo de Stº Agostinho e Ipojuca, a Regional Prazeres dispõe de um centro comercial consolidado pela forte presença de feiras livres e mercados públicos. Porém este centro de negócios merece um ordenamento para alavancar ainda mais a expansão deste segmento de mercado.

POPULAÇÃO: 91.694

21.482 DENSIDADE (hab/km²): 4.268,4 TERRITÓRIO (km²):

PRAIAS

REGIONAL 06

Marcada por grandes ativos ambientais, pelo Rio Jaboatão e sua relação de encontro com o Oceano Atlântico na orla de Jaboatão - palco da desova das tartarugas marinhas - pela presença de manguezais e pelo encanto da Lagoa Olho D'água. Regional com grande potencial paisagístico e turístico, com uma rede hoteleira já consolidada. A implantação de um parque linear na orla, irá potencializar esta vocação da Regional, pois a praia passará a ser vista pelos olhos de todos.

POPULAÇÃO: 164.890 TERRITÓRIO (km²): 25,12 DENSIDADE (hab/km²): 6.564,1

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


INVENTÁRIO DE PROJETOS ESTRUTURANTES

Plano de Intervenções Urbanísticas Estruturadoras Plano Local de Habitação de Interesse Social Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Município Jaboatão dos Guararapes Plano de Águas Pluviais do Município do Jaboatão dos Guararapes Plano de Desenvolvimento Sustentável (PDS) da Lagoa Olho D`Água Ÿ Plano de Desenvolvimento Local Integrado - PDLI Ÿ Programa de Intervenções Sociais PIS Ÿ Projetos de Saneamento Integrado - PSI Ÿ Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) Plano de Ordenamento Territorial Programado para a Área de Oportunidade da Logística e Inovação do Baixo Jaboatão Ÿ Polígono de Proteção Ambiental e Social do Conjunto Muribeca Ÿ Proposta Urbanística para Requali cação do Conjunto Muribeca - convênio Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes/CAIXA Ÿ Proposta de Implantação do Conjunto Batalha dos Guararapes Estudos e Propostas para a Área de Oportunidade Lagoa Olho D`Água Ÿ Proposta de redução da calha da Via Metropolitana Sul - lado Leste da Lagoa Ÿ Diretrizes para a elaboração do Projeto Executivo da Rua Profa. Maria do Carmo

FONTE: Planejamento de longo prazo Jaboatão 2020

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


PROPOSTAS DO PLANO

DE GOVERNO

APRESENTADO NO PLEITO ELEITORAL

ÁREAS ESTRATÉGICAS:

Educação Criar novas creches públicas nas áreas de maior população Recuperar e adequar escolas ao melhor aprendizado Dar atenção especial ao ensino com a inclusão digital Expandir as escolas em horário integral com atividades culturais, esportivas, aulas de robótica Integrar as famílias à vida escolar como forma de melhorar o rendimento do aluno.

Saúde Melhorar a qualidade do atendimento e do serviço médico Reformar, ampliar e criar novas Unidades de Saúde Aumentar o número de médicos de 0,9 para 2 por cada 100 mil habitantes Diminuir o prazo entre a marcação da consulta e sua realização Reduzir taxa de mortalidade infantil e materna e atender aos números da Organização Mundial de Saúde Reduzir a taxa de mortalidade na gravidez adolescente para aumentar as suas oportunidades na educação e no emprego

Segurança Participar efetivamente do Pacto pela Vida Promover campanha de desarmamento incentivado Promover ação efetiva de combate à distribuição de drogas ilícitas Promover campanha de incentivo à diminuição dos crimes de proximidade como o Paz no Trânsito e Paz na Escola Criar atividades esportivas patrocinadas pela Prefeitura para jovens e pessoas entre 18 e 30 anos Promover palestras sobre segurança nas escolas ministradas por policiais militares Criar e implantar o projeto estratégico Território da Paz para cada Regional

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


O s ‘‘ S E M I N Á R I O S D A C I D A D E ’’ e ‘‘PREFEITURA QUE OUVE’’ são canais de consulta popular que a nova gestão adotará com o objetivo de aproximar a gestão das pessoas, das famílias, das comunidades - do cidadão. Essas iniciativas acontecerão nas Regionais, com a presença do Prefeito e de sua equipe técnica e propostas poderão ser também apresentadas através de aplicativos para dispositivos mobile. Serão levantadas as necessidades e problemas especí cos na visão da população, direcionados diretamente aos membros da Prefeitura, para servir de base para análise, priorização e replanejamento.

SEMINÁRIOS DE CONSULTA POPULAR

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


PRESENCIAL

SEMINÁRIOS

DE CONSULTA POPULAR

SEMINÁRIO NA CIDADE

PREFEITURA QUE ESCUTA

Evento de maior porte Em 4 locais, aglutinando Regionais conforme porte populacional Salas temáticas e Plenárias

Evento de menor porte Em cada Regional Apenas Plenária

2017

2018

SEMINÁRIO NA CIDADE – ABRIL/2017

2020 SEMINÁRIO NA CIDADE - – ABRIL/2020

1.PREFEITURA QUE ESCUTA – 1º SEMESTRE 2.PREFEITURA QUE ESCUTA – 2º SEMESTRE

2019 3.PREFEITURA QUE ESCUTA – 1º SEMESTRE 4.PREFEITURA QUE ESCUTA – 2º SEMESTRE

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


PRESENCIAL

SEMINÁRIOS DE CONSULTA POPULAR

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


SEMINÁRIOS DE CONSULTA POPULAR

CANAIS DE PARTICIPAÇÃO

PRESENCIAL - Sala temática PRESENCIAL - Escrita APLICATIVO - Online TOTEM - Digital SITE - (canal permanente)

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


MAPA DA ESTRATÉGIA

‘‘

a construção do MAPA ESTRATÉGICO obriga a organização

a esclarecer a lógica de como e para quem

ele criará valor

‘‘

Kaplan e Norton

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


MAPA DA ESTRATÉGIA Comunica QUAL PROPÓSITO das ações do Governo e para quem elas se destinam VISÃO

MISSÃO

PRINCÍPIOS

Descreve o FUTURO desejado para a cidade

Comunica a FORMA como a gestão irá trabalhar UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


MAPA DA ESTRATÉGIA

OBJETIVO 1

OBJETIVO 2

OBJETIVO 3

Esses elementos retangulares, lineares e equidistantes reúnem os objetivos estratégicos agrupando-os em temas.

Cada objetivo estratégico exposto na sua respectiva diretriz agrupa um conjunto de metas prioritárias que são as ações mais específicas. INFRAESTRUTURA E SUSTENTABILIDADE

O espiral em forma de círculo remete à ideia de globalidade, visto que todas as diretrizes convergem para o centro formatando uma unidade.

PESSOAS

A imagem reforça o ponto central da nova gestão: as PESSOAS. Ao centro percebese uma lupa que remete á ideia de foco no indivíduo a ser bene ciado com as políticas públicas

GESTÃO EFICAZ

QUALIDADE DE VIDA E BEM ESTAR

Essa iconografia comunica de forma mais clara o tema da diretriz objetivando a analogia direta

DESENVOLVIMENTO E OPORTUNIDADES

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


MAPA DA ESTRATÉGIA

VISÃO Ser uma cidade que cuida bem das famílias e das comunidades.

MISSÃO Transformar Jaboatão dos Guararapes em uma grande cidade: sustentável, atrativa e de oportunidades para todas as pessoas.

PRINCÍPIOS Transparência

Competência

Equilíbrio scal

Criatividade

GESTÃO EFICAZ E INOVADORA OBJETIVO 2

OBJETIVO 1

DESENVOLVIMENTO E OPORTUNIDADES

OBJETIVO 3

OBJETIVO 3

PESSOAS

OBJETIVO 3

OBJETIVO 1

OBJETIVO 2

INFRAESTRUTURA E SUSTENTABILIDADE UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO

OBJETIVO 2

OBJETIVO 1

OBJETIVO 3

OBJETIVO 1

OBJETIVO 2

QUALIDADE DE VIDA E BEM ESTAR


MAPA DA ESTRATÉGIA

Promove a melhoria das condições de vida da sociedade jaboatonense a partir da ampliação da oferta da infraestrutura urbana voltada para uma gestão sustentável, permitindo, deste modo, o alcance à habitabilidade, caracterizada pela forma de habitação servida por estrutura e serviços urbanos em harmonia com o meio ambiente.

Criar um Fórum permanente de articulação com as entidades nacionais, internacionais, religiosas e o terceiro setor Fortalecer e ampliar a atuação da gestão municipal de forma inovadora e regionalizada.

Desenvolver uma gestão moderna e automatizada

INFRAESTRUTURA E SUSTENTABILIDADE

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

A NOVA

GESTÃO


MAPA DA ESTRATÉGIA

Amplia e quali ca a atuação da gestão municipal de forma integrada, inovadora e regionalizada, adotando e s t raté gi a s q u e e nvo l va m práticas de gerenciamento de projetos e adoção de novas tecnologias. A principal nalidade dessa diretriz é agrupar ações para o aper feiçoamento de seus p ro ce s s o s, a l é m d e r m a r parcerias com instituições diversas no intuito de estabelecer ações voltadas ao servidor e ao cidadão.

GESTÃO EFICAZ E INOVADORA Fortalecer e ampliar a atuação da gestão municipal de forma inovadora e regionalizada.

Desenvolver uma gestão moderna e automatizada

Criar um Fórum permanente de articulação com as entidades nacionais, internacionais, religiosas e o terceiro setor

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


MAPA DA ESTRATÉGIA

Destaca a importância da implantação de instrumentos inovadores para a criação de oportunidades no setor terciário, promovendo acordos com entidades nacionais e estrangeiras, articulando, assim, mudanças nas formas de gestão e no próprio conteúdo da política pública local.

DESENVOLVIMENTO E OPORTUNIDADES Fortalecer a vocação do município para a indústria, a logística e o turismo

Incentivar as atividades de comércio e serviços, o empreendedorismo, a tecnologia e a inovação

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


MAPA DA ESTRATÉGIA

Busca o bem-estar social através da oferta de políticas públicas nas áreas de educação, saúde, segurança, mobilidade, cidadania e assistência social como metas prioritárias da nova g e s t ã o. E s t a d i r e t r i z v i s a conduzir as ações da gestão que mudem as atuais condições de vida dos cidadãos para um patamar de qualidade diferenciada a partir de aprimoramento e ampliação dos serviços indispensáveis a uma vida melhor.

Melhorar a qualidade do ensino na rede municipal

Fortalecer as políticas públicas e sociais (cidadania)

Garantir, quali car e ampliar os serviços de saúde de atenção primária à população e melhoria dos equipamentos de saúde

Aprimorar os serviços de segurança e ordem pública

QUALIDADE DE VIDA E BEM ESTAR

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


4

P EXECUÇÃO D MONITORAMENTO C AVALIAÇÃO A

5

REPLANEJAMENTO

6

DESENVOLVIMENTO

1 2 3

PLANEJAMENTO

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


1

PLANEJAMENTO

P

ESTRUTURA DO MODELO DE GOVERNANÇA PROPOSTAS DO PLEITO ELEITORAL

INSUMOS PARA A ELABORAÇÃO DA ESTRATÉGIA

LEGADO DE AÇÕES NÃO CONCLUÍDAS

PLURIANUAL

SEMINÁRIOS DE CONSULTA POPULAR

PROJETO DE LONGO PRAZO

CONSULTA AOS GESTORES

ESTRUTURA PROGRAMÁTICA

PRODUTOS

ESTRATÉGIA

ORÇAMENTO

MAPA DA ESTRATEGIA

LDO PPA LOA

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


2

EXECUÇÃO

D

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

A RESPONSABILIDADE DA EXECUÇÃO DAS METAS PRIORITÁRIAS FICA A CARGO DAS SECRETARIAS E ÓRGÃOS

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


3

MONITORAMENTO

C

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

MONITORAMENTO

Os ciclos de monitoramento tem como objetivo analisar os status das metas prioritárias, gerar encaminhamentos para destravar as barreiras e prover espaço para discussão e análise das ações entre as câmaras técnicas. O Painel de Gestão é o principal instrumento de consolidação das informações sobre as metas prioritária. O registro da informação acontece de forma on line e esta pode ser acessada por dispositivos moveis facilitando o acesso à informação no âmbito estratégico.

MONITORAMENTO

MONITORAMENTO

ESTRATÉGICO

TÁTICO

OPERACIONAL

QUINZENAL

SEMANAL

DIÁRIO

PREFEITO NÚCLEO DE GESTÃO SECRETÁRIOS SEPLAG

SECRETÁRIO GESTORES SETORIAIS SEPLAG

GESTORES SETORIAIS SEPLAG

Os encaminhamentos gerados nas reuniões estratégicas que demandem soluções intersetoriais, serão tratados na Câmaras Técnicas com a presença dos gestores das Secretarias ou Órgãos envolvidos, para celeridade e alinhamento de soluções integradas.

CÂMARAS SOB DEMANDA

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


4

AVALIAÇÃO

A

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

PACTOS

DE RESULTADOS PACTO PELA SAÚDE Indicadores relacionados às ações da atenção primária no município serão acompanhados regularmente com o apoio de consultor especí co para análise de dados.

GESTÃO POR RESULTADOS PACTO PELA EDUCAÇÃO Visando melhores resultados da Educação através do crescimento dos resultados do IDEB, o acompanhamento de indicadores intermediários torna-se fundamental para sinalização de ações que promovam a Educação no município.

METODOLOGIA APLICADA AS ÁREAS DE EDUCAÇÃO, SAÚDE E SEGURANÇA ATRAVÉS DA MENSURAÇÃO DE INDICADORES FINALÍSTICOS, DE RESULTADO E DE PROCESSO.

‘‘

ANÁLISE DE INDICADORES COMO SINALIZAÇÃO PARA AÇÕES

PACTO PELA SEGURANÇA Ações de prevenção à criminalidade e de promoção à ordem pública são fundamentais para que a sensação de segurança seja garantida à população do município. Os indicadores relacionados serão analisados e sinalizarão as ações corretivas.

CORRETIVAS OU REFORÇO

DAS AÇÕES EM CURSO PARA MUDANÇA NA VIDA DAS PESSOAS

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO

‘‘


4

A

AVALIAÇÃO

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

PACTOS

DE RESULTADOS PACTO PELA SAÚDE

Município

FONTE: NGR/SES-SEPLAG 2015 UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


4

AVALIAÇÃO

A

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

PACTOS

DE RESULTADOS PACTO PELA EDUCAÇÃO

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


4

AVALIAÇÃO

A

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

PACTOS

DE RESULTADOS PACTO PELA SEGURANÇA

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


4

AVALIAÇÃO

A

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

PACTOS

DE RESULTADOS

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


5

REPLANEJAMENTO

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

LOA LDO

ANÁLISE

DE RESULTADOS

REVISÃO INSTRUMENTOS FORMAIS DE PLANEJAMENTO

‘‘

INSTRUMENTOS FORMAIS

DE PLANEJAMENTO E AS

PPA

METAS PRIORITÁRIAS SÃO ATUALIZADOS PARA O ANO SEGUINTE COM BASE NA ANÁLISE DOS RESULTADOS

‘‘

DAS POLÍTICAS PÚBLICAS

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


6

DESENVOLVIMENTO

ESTRUTURA DO MODELO

DE GOVERNANÇA

Divulgação interna e externa do Modelo

Essa etapa é contínua e nela são identificadas as necessidades de melhoria dos processos que fazem o modelo de governança funcionar. É ainda nessa etapa que são identificados, planejados e lançados produtos relacionados à gestão que favorecerão o fortalecimento do modelo e dos resultados.

(prêmios, visitas técnicas)

Capacitações, Palestras, Seminários, O cinas

Lançamento de Boletins de Gestão Pública

AGENDA DE INOVAÇÃO

Bancos de dados gerenciais e de indicadores sociais e econômicos

Planejamento Estratégico Setorial

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


ETAPAS CUMPRIDAS INVENTÁRIO DE AÇÕES E PROJETOS

SEPLAV

VISITAS TÉCNICAS ÀS REGIONAIS SISTEMATIZAÇÃO DA VISÃO, MISSÃO E PRINCÍPIOS SISTEMATIZAÇÃO DAS DIRETRIZES E OBJETIVOS ESTRATÉGICOS REFORMULAÇÃO DO PAINEL DE GESTÃO E DA SISTEMÁTICA DE MONITORAMENTO CONSOLIDAÇÃO DAS AÇÕES 90 DIAS ESTRUTURAÇÃO E CAPACITAÇÃO DA EQUIPE SEPLAV PROPOSIÇÃO DO MODELO DE GOVERNANÇA PARA O MUNICÍPIO CONSTRUÇÃO DE BANCO DE DADOS DA ESTRUTURA PROGRAMÁTICA (em andamento) ELABORAÇÃO DO ANEXO I PPA (em andamento) ELABORAÇÃO DO CAPÍTULO 1 DA LDO (em andamento)


CRONOGRAMA

UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


UM MODELO DE GOVERNANÇA PARA AS PESSOAS

AN O V A

GESTAO


Projeto