Page 1

SUPER

DESINTERESSANTE A REVISTA JOVEM MAIS ENTENDIANTE DO BRASIL

PORCOS SE CASAM NAS FILIPINAS Saiba como e porque um casal de porcos assados ‘‘celebraram’’ seu casamento em festival nas Filipinas.

4

Homem é processado por não engravidar mulher do vizinho p.3

Em breve nos cinemas de todo o Brasil: Sob a Neblina 1 p.4


Porcos assados se casam em festival nas Filipinas Festival religioso excêntrico celebra purificação e reproduz o batismo de Jesus Cristo.

Homem é processado por não conseguir engravidar mulher do vizinho Ele ganhou cerca de R$ 5,7 mil para a ‘missão’, que durou seis meses.

Um festival em que a principal at- séculos, exige repetir a tradição de

ração são porcos assados vestidos matar, assar, desfilar e consumir os das mais diferentes maneiras é re- leitões no final da festa. alizado neste domingo em Manila, nas Filipinas. O evento religioso, Hoje, as fantasias foram as mais variadas. Os participantes do Festival de Lechon puderam conferir porcos vestidos de zorro, pugilista e até de noivos. O excêntrico evento é um ritual de purificação em que os porcos são colocados em barcos enquanto os moradores locais imergem uns aos outros na água, reproduzindo o batismo de Jesus Cristo. Não se sabe ao certo quando a tradição teve início, embora se presuma que anteceda a chegada dos primeiros missionários espanhóis responsáveis pela introdução do cristianismo na região, no século XV.

O leitão é um prato típico da culinária filipina, um equivalente ao Porcos são vestidos de noivos em festival peru do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos. Festa ou reunião realizado há séculos, exige repetir de família que se preze não passa a tradição de matar, assar, desfilar sem a iguaria. e consumir os leitões no final da festa.

Um homem que vive na Alemanha foi processado por não conseguir engravidar a mulher do vizinho, depois de ser contratado por 2 mil euros (cerca de R$ 5,7 mil) para isso. Apesar de Frank Maus receber a quantia, descobriu-se depois de seis meses de tentativa que ele é estéril.

de Sttutgart, na Alemanha, ficará responsável pela decisão sobre o caso. Outras agências dizem que, no processo, Soupolos pede seus 2 mil euros de volta. O vizinho, no entanto, não quer devolver a quantia, porque não havia dado garantias de gravidez.

Demetrius Soupolos e a mulher, Traute, queriam ter uma criança, mas descobriram que Soupolos não poderia ter filhos. Por isso, decidiram contratar Maus, na esperança que o homem casado e com dois filhos pudesse engravidar Traute. A informação foi divulgada pela publicação alemã “Bild”. Depois de seis meses e nenhuma gravidez – com uma média de tentativas de três vezes por semana --, Soupolos insistiu para que Maus passasse por exames médicos. Os testes mostraram que o vizinho também é estéril. Por isso, a mulher de Maus foi obrigada a admitir que as duas crianças não eram dele. De acordo com o “Bild”, a Justiça

O evento religioso, realizado há

2

3

SuperDesinteressante  

Revistinha SuperDesinteressante ICG 2013