Page 160

168

REALIZADO Ao chegar à escola encontro a titular que me avisa que vai entrar na sala pra fazer a chamada e tomar nota do conteúdo que eu estou trabalhando. Vou até a sala levar o retroprojetor e retorno à sala dos professores para buscar o restante do meu material. Ao entrar na sala percebo que a turma está quase toda presente, passo uma chamada para que os alunos assinem a presença para não perder muito tempo. A professora titular não entra na sala no primeiro momento. Começo a aula conversando com o grupo sobre o que discutimos na última aula. Como percebo que muitos alunos não estavam presentes na semana anterior, solicito para que alguns alunos relatem o assunto trabalhado aos demais colegas. Enquanto eles descrevem o que aprenderam eu escrevo no quadro tópicos do que está sendo relatado, como os inventores da fotografia, as descobertas a partir do daguerreótipo, a chegada ao Brasil da fotografia, a evolução das câmeras fotográficas, a invenção do filme, etc. A conversa é bem produtiva, pois percebo que a dinâmica do quebra-cabeças da última aula ajudou a turma a fixar o assunto. Três alunos me mostram máquinas fotográficas antigas que tinham em casa. Peço para que eles expliquem aos colegas como funcionavam. A turma fica em silêncio prestando atenção aos colegas. Como eu levei novamente a minha máquina Polaróide e as fotos que nela são realizadas, podemos retomar o conteúdo e os alunos ausentes da última semana se interaram do assunto.

Fotografia e arte na educação  

Trabalho de Curso apresentado por Nátia Pereira Vargas em dezembro de 2010