Page 1


Seja bem-vindo à Support Dedicada à Comunicação Empresarial, a é reconhecida pela eficiência, é respeiSupport é uma agência criada e dirigida tada pela experiência e consagrada pepor jornalistas que trouxeram o cuidado e os critérios das redações para a dinâmica criativa da publicidade e da propa-

los resultados. Há 16 anos faz história em Juiz de Fora, com uma equipe que transforma sua paixão pelo que faz em

ganda. Vencedora de prêmios nacionais de marketing corporativo, essa mineira

marcas de sucesso e soluções completas de comunicação para os clientes.

> Planejamento > Estratégia > Criação > Mídia


r p m I s o i c n Anú


o s s e r


Revista Campanha Certificação Internacional Cliente: Monte Sinai OBS: layout adaptado para jornal e outros veículos


Jornal 1/2 página Campanha Processo Seletivo Cliente: Colégio dos Jesuítas


Revista 1 página Tema: Top of Mind Cliente: Colégio dos Jesuítas


Jornal Rodapé Campanha Inauguração nova sede Cliente: CEEO - Centro de Oftalmologia Outras peças da campanha: folder, papelaria, sinalização e revitalização da logo


Jornal 1/2 página Campanha Unimed Fácil Cliente: Unimed Juiz de Fora Outras peças da campanha: filmes de TV, spots de rádio, mídia exterior, identificação visual de PDV e outras


n O l a u t r i V a i d í M


e n i l -


Site Banners Cliente: Hospital Monte Sinai


Site Banners Campanha: Vestibular 2013 Outras peças: filme, spot, [impressos e estratégia de distribuição e mídia Cliente: Suprema


Site Layout de HotSite (Congresso pr贸prio) Cliente: Hospital Monte Sinai


Site Layout de site Cliente: Clínica Cindi OBS: em construção


e r p m I n a g r O e s u Ho


s o s s e


Jornal peri贸dico CAPA 12 p谩ginas, colorido, quadrimestral Cliente: Suprema


Jornal peri贸dico Layout interno Cliente: Suprema


Jornal periódico (para cooperados) CAPA 16 a 20 páginas, colorido, papel reciclato Cliente: Unimed Juiz de Fora OBS: mais de 100 edições


Jornal peri贸dico Layout interno Cliente: Unimed JF


in

SETEMBRO

2012

foco NEWS

M ot iva çã o

Volume 3

Fa to De res sm Hig ot iên iva ic çã os o

{

Autorrealiza ção Necessidad es de Status

Necessidad es Sociais Necessidad es de Seguran ça Necessidad es Básicas

O conceito de Sustentabilidade já é algo presente no dia a dia do Monte Sinai, em função do tratamento dado ao meio ambiente, da sua influência e relacionamento com fornecedores, e do seu relacionamento com o público interno e externo. Veja mais na página 7. A Responsabilidade Socioambiental está ligada: • ao compromisso permanente na adoção de comportamento ético da instituição; • a contribuição para o desenvolvimento econômico, com melhoria simultânea da qualidade de vida dos funcionários e de suas famílias, da comunidade local e da sociedade como um todo; • a um sistema de gestão que visa providenciar a inclusão social (Responsabilidade Social) e o cuidado e conservação ambiental (Responsabilidade Ambiental).

Participar é fundamental Chegamos ao terceiro nível da exposição da Pirâmide de Maslow, associando-a a hierarquização das necessidades em nossas relações de trabalho com a instituição em que atuamos. As necessidades sociais incluem a necessidade de associação, de participação, de aceitação por parte dos companheiros, inserção em novos grupos, de troca de amizade, de afeto e amor. Elas somente aparecerão após as necessidades de segurança serem supridas. Segundo Maslow, as pessoas têm a necessidade natural de se relacionarem com as outras

pessoas, de viver em sociedade. Elas não são capazes de viver isoladas e precisam ter amigos, companheiros de trabalho. O Monte Sinai busca estimular, incentivar e proporcionar condições para que o ambiente e o relacionamento entre seus pares sejam alinhados aos valores da instituição, para que produzam e busquem os melhores resultados. A questão social hoje está diretamente ligada à ideia de Sustentabilidade. Trata-se de é um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais

e ambientais da sociedade humana. É uma nova necessidade que busca garantir mais segurança para um futuro indefinido, levando as pessoas e as organizações a promoverem o melhor para a sociedade e para o ambiente. Acompanhe nesta edição, tudo o que o Monte Sinai promove para seus funcionários e parceiros nos aspectos relacionados a Responsabilidade social e Programas Motivacionais, buscando integrar, valorizar e reconhecer as pessoas e os diversos círculos em que se relacionam no ambiente profissional.

Jornal periódico (público inteno) CAPA 8 páginas, colorido, trimestral, colecionável Cliente: Hospital Monte Sinai OBS: utilizado como peça de endomkt, entregue com brindes, temas sequenciais (2012: Pirâmide de Maslow)


Jornal peri贸dico (p煤blico inteno) Layout interno Cliente: Hospital Monte Sinai


Jornal periódico (público externo e médicos) CAPA 6 páginas, colorido, trimestral, estilo folder Cliente: Hospital Monte Sinai


Jornal periódico (público externo e médicos) Layout interno Cliente: Hospital Monte Sinai


n O r e t t e l News


e n i l -


Juiz de Fora, outubro/novembro 2012 s Ano 2 s nº 11

Selo Comset 2013 A Comset já apresentou as regras para a 2ª edição do Selo de Responsabilidade Socioeducativa para o Trânsito. Leia mais

SoLiDARiEDADE A Astransp comemorou o Mês das Crianças com festa e entrega de brinquedos arrecadados pelos funcionários das empresas do sistema e da Astransp. Leia mais

Apoio ao Esporte Com o apoio da Astransp, o X-TERRA aconteceu em outubro. Dia 9 dezembro, a marca ancora a Copa de Duathlon. Leia mais

Especiais As eleições municipais, mais uma vez, tiveram o apoio das empresas na logística de transporte das urnas e materiais. Leia mais

PRoFiSSioNAL MoDELo os vencedores do “Profissional Modelo 2012” já estão eleitos, mas só serão conhecidos na festa de confraternização, dia 23/11, na Estação São Pedro. Leia mais

Conheça os trabalhos vencedores do Olhar Sobre Rodas 2012

Leia mais

Produzido pela Support Comunicação (32) 3216 2957 *Se não quiser esse informativo, favor clicar aqui

Balanço 2012 A Semana Nacional de Trânsito 2012 terminou com entrega dos prêmios que incentivam a educação para o trânsito. Leia mais

Newsletter Cliente: Astransp Periodicidade: bimestral


mudança na gEstão do

ganha nova dinâmica com

corpo clínico é Elogiada por médicos.

13 novos chEfEs

um canal dE mão

dE plantão. mais sEgurança E

dupla: o médico fala dE suas nEcEssidadEs,

qualidadE no atEndimEnto.

o montE sinai mElhora sEus procEssos.

12 20

EmErgência

até o final dE 2012, o hospital abrE mais 100 lEitos para intErnação +mais

+mais

+mais

Sinai

Doctor Órgão

informativo

do

Hospital

e

Maternidade

Monte

Sinai

-

Juiz

de

Fora/MG

+dicas

-

junho

+mais

Caligrafia X Glosas

/

2012

-

01

agenda

Centro de Estudos

Para evitar problema

junho

com a caligrafia dos

Especialidades

médicos, o Monte Sinai

Participe das reuniões

melhora a cada dia seu

de grupos por espe-

sistema para preen-

cialidade em junho.

chimento de dados no

Anatomia Patológica,

prontuário eletrônico.

5, às 19h; Gineco, 12, às 20h; Ortopedia, 13, 20h; Oftalmo, 15

Padronização

e 11, 20h; Mastolo-

Descumprimento das

gia, 21, às19h30.

premissas reguladas pelos convênios são campeãs de motivação de glosas. Justificativas bem fundamentadas e atenção aos prazos evitam o problema. Ranking de falhas A Diretoria Comercial do Hospital ranqueia as principais falhas que levam a glosas e prejuízos nos honorários.

O

Centro Cirúrgico do Hospital Monte Sinai tem agora uma sala exclusiva para procedimentos oftalmológicos. O investimento engloba sala própria de pré e pós-operatório e aquisição de modernos equipamentos: microscópio cirúrgico OPMI Lumera e o Constellation Vision System. Além das vantagens da estrutura, a tecnologia disponível assegura aos oftalmologistas do Monte Sinai alta precisão e, aos pacientes, segurança. O Constellation, por exemplo, proporciona um novo padrão de desempenho às cirurgias de catarata, retina e com laser intraoperatórios, com completa integração ao bloco cirúrgico do Hospital.

19\ junho Corpo Clínico Você não pode faltar à reunião trimestral com o Corpo Clínico. Pauta....

14\ junho Sessão Clínica A 1111 Sessão Clínico-Patológica vai tratar do assunto tal com o médico fulano de tal, às 19h30.

Produzido pela Support Comunicação (32) 3216 2957 *Se não quiser esse informativo, favor clicar aqui

Newsletter para corpo clínico Cliente: Hospital Monte Sinai Periodicidade: em definição


l u s e R o 茫 t s e G e d o i r 贸 t a l Re


s o d a t l


Relatรณrio de Gestรฃo Formato virtual (disponibilizado no site para รกrea restrita) Cliente: Unimed JF Periodicidade: anual


Relatรณrio de Gestรฃo Formato virtual (disponibilizado no site para รกrea restrita) Cliente: Unimed JF


m r o f n I o รฃ รง a z Sinali


o รฃ รง a m


Sinalização e identidade visual Cliente: Centro de Otorrino Dr. Evandro Ribeiro de Oliveira (2012)


Identidade visual das recepções Cliente: Cindi OBS: em instalação


Identidade visual (PDV) Campanha: Unimed 40 anos Outras peças: filme de TV, spot de rádio, sinalização fachada e outros prédios, wallpaper, cinta jornal, anúncio de jornal, cartão de aniversário e boleto bancário (Janeiro 2013)


Identidade visual (PDV) Painel interno e vidro de fachada Cliente: Lavanderia Lavar


i t n e d I a i r a l e p a P e o p i t o g Lo


e d a id


Prezado Paciente,

isso não é possível, todas as cirurgias são paliativas. A

isso não é possível, todas as cirurgias são paliativas. A

Os procedimentos minimamente invasivos es-

anulação do movimento entre duas vértebras (cirurgia

tão em plena ascensão, mas eles atuam muito mais no

de artrodese) sempre acarreta na sobrecarga dos seg-

controle dos sintomas do que na correção das causas.

mentos acima e abaixo do local operado. Por isso, existe

Os procedimentos intradiscais têm melhorado substan-

um enorme esforço para desenvolver uma técnica efiOs procedimentos minimamente invasivos escaz e que preserve o movimento fisiológico da coluna. tão em plena ascensão, mas eles atuam muito mais no Embora a primeira artorplastia (cirurgia que preserva o controle dos sintomas do que na correção das causas. movimento) de coluna tenha sido feita há mais de 50 Os procedimentos intradiscais têm melhorado substananos, ainda não se conseguiu desenvolver uma prótecialmente um número grande de pacientes que antes se de disco intervertebral que substitua, de maneira tinham apenas a cirurgia como opção. E ainda há muieficaz, todas as funções do disco natural. A articulação ta coisa para evoluir. da coluna é muito mais complexa do que a articulação A terapia com células-tronco para restaurar as do quadril ou do joelho (locais onde as próteses são articulações “gastas” da coluna representa uma espemais eficazes). Várias pesquisas estão em andamento rança para o futuro, mas hoje, está distante de se torpara desenvolver discos artificiais mais eficazes. nar uma realidade palpável.

cialmente um número grande de pacientes que antes

Você está ingressando no programa Ne material é que a sua dedicação e o seu empe Vários estudos da literatura médica atual evid tratamento está diretamente ligado a compre Leia com atenção.

Prezado Paciente,

do quadril ou do joelho (locais onde as próteses são

tinham apenas a cirurgia como opção. E ainda há muiLumbar instrumented fusion Você está ingressando no programa Neurodor. E a razão para você(Referências: estar recebendo este patients with chronic back pain after previou material é que a sua dedicação e o seu empenho são peças fundamentais no seu tratamento. ta coisa para evoluir. controlled Pain no 2006;122:145–55; R Vários estudos da literatura médica atual evidenciaram que o grau de imersão dostudy. paciente A terapia com células-tronco para restaurar as and cognitive intervention and exercises in tratamento está diretamente ligado a compreensão da sua doença e da estratégia terapêutica. articulações “gastas” da coluna representa uma espetion. Spine 2003;28:1913–21; Randomised Leia com atenção. lumbar spine with an intensiverehabilitatio rança para o futuro, mas hoje, está distante de se torthe MRC and spine stabilisation Lumbar instrumented fusion compared with cognitive intervention exercises in trial. BMJ 2005 nar uma realidade(Referências: palpável. for an American Pain Society Clin patients with chronic back pain after previous surgery for disc herniation: aEvidence prospective randomized A equipe controlled do NEURODOR atualização pp 1094–1109-2009) study.está Painem 2006;122:145–55; Randomized clinical trial of lumbar instrumented fusion constante e sempre apresentará a você as and cognitive intervention andopções exercises in patients with chronic low back pain and disc degeneraSpinepara 2003;28:1913–21; Randomised controlledtrial to compare surgical stabilisation of the mais modernas etion. eficazes o tratamento da sua lumbar spine with an intensiverehabilitation programme for patients with chronic low back pain: doença. the MRC spine stabilisation trial. BMJ 2005;330:1233; Surgery for Low Back Pain A Review of the Anatomia e biomecânica elementar Evidence for an American Pain Society Clinical Practice Guideline, SPINE Volume 34, Number 10, A equipe do NEURODOR está em atualização pp 1094–1109-2009) PS: Este material foi desenvolvido única e exclusivamente para o esclarecimento e informação dos pacientes. constante e sempre apresentará a você as opções A nossa coluna vertebral é constituída po

mais eficazes). Várias pesquisas estão em andamento

mais modernas e eficazes para o tratamento da sua

para desenvolver discos artificiais mais eficazes.

doença.

anulação do movimento entre duas vértebras (cirurgia de artrodese) sempre acarreta na sobrecarga dos segmentos acima e abaixo do local operado. Por isso, existe um enorme esforço para desenvolver uma técnica eficaz e que preserve o movimento fisiológico da coluna. Embora a primeira artorplastia (cirurgia que preserva o movimento) de coluna tenha sido feita há mais de 50 anos, ainda não se conseguiu desenvolver uma prótese de disco intervertebral que substitua, de maneira eficaz, todas as funções do disco natural. A articulação da coluna é muito mais complexa do que a articulação

Anatomia e biomecânica elementar Anote aqui as dúvidas para serem esclarecidas na próxima consulta:

PS: Este material foi desenvolvido única e exclusivamente para o ___________________________________________________________________________________________ esclarecimento e informação dos pacientes.

A nossa coluna vertebral é constituída por ___________________________________________________________________________________________ vários ossos que são chamados de vértebras. As vér___________________________________________________________________________________________ tebras se alinham umas sobre as outras como se fossem os tijolos de uma parede. O disco intervertebral ___________________________________________________________________________________________ Anote aqui as dúvidas para serem esclarecidas na próxima consulta: é uma cartilagem que fica situado entre as vértebras ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ e tem como função amortecer o impacto de uma vér___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ tebra sobre a outra, além de ajudar na articulação ___________________________________________________________________________________________ entre as duas. Dentro da coluna nós encontramos a ___________________________________________________________________________________________ medula (no segmento cervical e torácico) e os nervos ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ (no segmento lombar), que saem da medula para le___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ var as informações do cérebro para os braços (nervos ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ cervicais) e para as pernas (nervos lombares). ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________

NERVOS

vários ossos que são chamados de vértebras. As vér tebras se alinham umas sobre as outras como se fos sem os tijolos de uma parede. O disco intervertebra VÉRTEBRAS é uma cartilagem que fica situado entre as vértebra e tem como função amortecer o impacto de uma vér tebra sobre a outra, além de ajudar na articulaçã entre as duas. Dentro da coluna nós encontramos medula (no segmento cervical e torácico) e os nervo (no segmento lombar), que saem da medula para le var as informações do cérebro para os braços (nervo cervicais) e para as pernas (nervos lombares).

DISCO INTERVERTEBRAL

___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________

A espécie humana está

___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________

de pé há dez milhões de anos. Portanto, a nossa coluna é fruto de uma longa evolução para a posição bípede. Por esse motivo, não é normal sentirmos dor em nossa coluna. A dor, em sua imensa maioria, nada mais é do que um sinal de que a coluna vertebral não está sendo utilizada da forma correta.

___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________ ___________________________________________________________________________________________


Logo, identidade visual, papelaria e outros Cliente: Neurodor

Formato virtual (disponibilizado no site para รกrea restrita) Cliente: Unimed JF


Logo, identidade visual, papelaria e outros Cliente: Biociclos (Grupo Nutri)


g e t n I En

g n i t e k r a m o d


o รฃ รง a r g


Ação: Dia dos Pais Seção de fotos com os filhos (realizada no local de trabalho) Cliente: Hospital Monte Sinai


Ação: certificado individual, replicando o das acreditações, para cada funcionário Realizado nos três ciclos da certificação nacional Cliente: Hospital Monte Sinai


Ação: setores diversos interagindo, com foco no incentivo à participação no processo de auditoria para o Nível 2 da Certificação Nacional (ONA) Peças: 18 banners expostos em rodízio nos locais de trabalho + e-mail mkt Cliente: Hospital Monte Sinai


Ação: festa dos médicos Peças: cartaz + convite + brindes + marcadores de mesa + sinalização do evento + emarketing Cliente: Unimed


Rua Oswaldo Cruz, 235 Santa Helena - Juiz de Fora/MG CEP: 36015-430 Tel.: (32) 3216-2957

Portifolio 2013  

Trabalhos realizados pela agência

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you