Page 1

PORTUGUESE CONTEMPORARY ART ONLINE

Xadrez | Chess José Nuno Lamas + Valter Ventura

Jogo Casual | Casual Game José Nuno Lamas + Valter Ventura


2

Capa | Cover In advance of a broken arm | 2006 impress達o lambda | lambda print (2) 100 x 75 cm


www.arteportugal.pt

índice | contents

4

Lances em Eco | Moves in Echo Nuno Faria

7

Jogo Casual | Casual Game José Nuno Lamas + Valter Ventura

10 Obras | Works 24 Biografia

dos artistas | Artists’ biography

3


4

Nuno Faria

Lances em Eco | Moves in Echo → Vejo a série Jogo Casual de José Lamas e Valter Ventura como uma subtil reflexão sobre diversas evidências, dentre as quais o tema da colaboração artística. → Importa antes de mais remeter para o rigor formal da construção da imagem. Tudo se passa nesse plano, tudo é subsumido pelo plano. Primeira mise-enâbime: o quadrado. → O quadrado é a figura geométrica da imobilidade e do equilíbrio. Também da repetição. Vejo as imagens de memória e aquilo de que me recordo é o ritmo nelas, impassível, como uma pulsação, como um metrónomo. Ainda e só o rigor estrutural, o equilíbrio: da cena, do encontro, do duelo. Rigor mortis, dir-se-ia. Uma espécie de solene silêncio que os autores, ia a dizer actores, não exigem que levemos a sério. O quadrado da imagem, o quadrado do tabuleiro, o ladrilho quadriculado, a remeter para as representações do

→ I see the Casual Game series by José Lamas and Valter Ventura as a subtle reflection on a number of obvious situations, one of which is the subject of artistic collaboration. → Reference should be made first and foremost to the formal precision used in constructing the image. Everything happens on that frame, everything is subsumed by it. First mise-en-âbime: the square. → The square is the geometric figure of immobility and balance. Also of repetition. I see the images in my mind and what I recall is their rhythm, impassive, like a pulse, like a metronome. Still and only the structural precision: of the scene, the encounter, the duel. Rigor mortis, you could say. A kind of silent solemnity that the authors, I was going to say the actors, do not expect us to take seriously. The square of the image, the


www.arteportugal.pt

quotidiano da pintura holandesa do século XVII. Ainda cito de memória. → Contudo, tudo muda, nada alguma vez é exactamente igual. Um lance, mesmo um eco - o vertiginoso eco que é, por si só, o tabuleiro de xadrez. Se a representação é sempre em abismo, a auto-representação é um duplo-abismo. Face-a-face, em espelho, mais uma vez aquilo que nos é devolvido não é outra coisa senão a dúplice convergência do nosso olhar. Irónica ilusão, projecção do outro em mim, cara ou coroa? Segunda mise-en-âbime.

square of the board, the checkered mosaic, refer to the representations of the daily life of 17th century Dutch painting. I am still speaking from memory. → However, everything changes, nothing is ever exactly the same. A move, even an echo – the vertiginous echo that the chess board, in itself, is. If the representation is always in abyss, the self-representation is a double abyss. Face to face, mirrored, again what comes back to us is no more than the treacherous convergence of our glance. Ironic illusion, projection of the other in me, heads or tails? Second mise-en-âbime.

→ O fundo cultural e existencial que desprende deste trabalho reenvia-me afinal para a célebre tirada de Giuseppe Tomaso di Lampedusa: "Tutto deve cambiare affinchè tutto rimanga come prima". Tudo deve mudar para que tudo permaneça como antes. Tal poderia ser o mote da pintura de natureza morta. Ou a vida suspensa, imobilizada, cristalizada. Como no xadrez. Puro pensamento, representação rigorosa e pura.

→ The cultural and existential foundation of this work ultimately brings me back to Giuseppe Tomaso di Lampedusa’s renowned words: "Tutto deve cambiare affinchè tutto rimanga come prima". Everything should change so that nothing is changed. This could be the dictum of still life painting. Or life that is suspended, immobilized, chrystalized. Like in chess. Pure thought, precise and pure representation.

→ Nestas imagens, como num anagrama,

→ In these images, like an anagram,

5


6

tudo remete para tudo e inversamente. Estamos, afinal, no interior de um trabalho sobre a linguagem por via da sua inimiga ancestral, a imagem. Nem tudo o que parece é, mas nem tudo o que é parece. Ecos em lance.

everything refers to everything and vice versa. Ultimately, we are inside a work about language using its ancient enemy, the image. Nothing is what it seems, but nothing is what it seems to be. Echoing moves.

Nuno Faria Curador independente Consultor do Serviço de Belas-Artes da Fundação Calouste Gulbenkian Professor do Curso Avançado de Fotografia do Ar.Co

Nuno Faria Independent curator Consultant of the Calouste Gulbenkian Foundation (Fine Arts Department) Teacher of the Advanced Photography Course at Ar. Co


www.arteportugal.pt

7

José Nuno Lamas + Valter Ventura

Jogo Casual | Casual Game “O xadrez é um mar onde um mosquito se pode banhar e um elefante se pode afogar” Provérbio indiano

“Chess is a sea where a mosquito can bathe and an elephant can drown” Indian proverb

→ Dois jogadores e um tabuleiro de xadrez. O encontro de ambos prolonga-se até que um ganhe, independentemente do tempo e do número de jogadas necessárias. Concentrados na disposição das peças, tentam antever os movimentos do adversário. A tensão aumenta com a inevitável aproximação do fim.

→ Two players and a chess board. The game goes on until one of them wins, regardless of how long it takes or how many moves. Intent on the position of the pieces, they try to foresee the opponent’s moves. The tension builds up as the end draws inevitably closer.

→ É este o ponto de partida para um projecto ainda em curso. → A câmara documenta todo o jogo, fixando os momentos de pausa – o intervalo – entre cada peça movida pelos jogadores: revela-se o que aconteceu e, em simultâneo, a preparação do que acontecerá. →O final deste trabalho depende

→ This is the starting point of a work in progress. → The camera documents the whole game, capturing the pauses – the breaks – between every move the player makes: it reveals everything that has happened and, at the same time, the preparation for what will happen next. → The end of this work depends entirely on the actions of each player/author, in other


8

inteiramente das acções de cada jogador/autor, ou seja, do desfecho do jogo. Importa o acaso e a imprevisibilidade do adversário. Como disse Duchamp: "nem todos os artistas são jogadores de xadrez, mas todos os jogadores de xadrez são artistas". Porque antevêem. → A imobilidade aparente das figuras esconde as transformações no tabuleiro, criando-se uma contradição entre um tempo que se suspende e um tempo que passa. E a suspensão, apesar de ser inerente à mecânica fotográfica, não apresenta aqui a sua função habitual – demonstrativa – de tentar condensar numa imagem o resumo de uma história, um "instante decisivo". A espera, o silêncio e a antevisão prolongam-se no espaço e no tempo, narrando a pausa e mostrando vestígios de acções. → Talvez o grande tema da fotografia – e possivelmente do xadrez – seja a morte. Nela impera o silêncio e a paralisação das coisas. Os jogadores, tão empenhados nas torres e no rei, nos bispos e cavalos, na rainha e peões, descuram o tempo que

words, the outcome of the game. What matters is the opponent's chance and unpredictability. As Duchamp says: "not all artists are chess players, but all chess players are artists". Because they foresee. → The apparent immobility of the figures hides the transformations on the board, creating a contradiction between time that is suspended and time that passes. And although suspension is inherent to the mechanics of photography, here it does not have its usual – demonstrative – function of trying to condense the whole story into one snapshot, a "decisive instant". The wait, the silence, foreseeing the next moves – these are all prolonged in space and in time, narrating the pause and showing glimpses of the action. → Perhaps death is the predominant theme of the photograph – and possibly of chess. It is in death that silence and the paralysation of things reigns. The players, so intent on the towers and the king, on the bishops and the knights, on the queen and the pawns, are oblivious of the time that passes and everything around them. Just like the game of chess that the


www.arteportugal.pt

passa e o espaço que os rodeia. Tal como o jogo de xadrez que os persas de Ricardo Reis continuavam (em ouvi contar outrora), apesar de toda a morte e destruição em seu redor. A realidade do tabuleiro e a do mundo todo que lhe é externo estão unidas: tudo é efémero. A vida termina quando alguém diz xeque-mate.

Persians of Ricardo Reis carried on playing (in ouvi contar outrora) [poem by Ricardo Reis, one of the pseudonyms of the Portuguese writer Fernando Pessoa], despite the death and destruction all around them. The reality of the board and the whole world external to it are united: everything is ephemeral. Life ends when someone says check-mate.

9


10


www.arteportugal.pt

11

In advance of a broken arm | 2006 impress達o lambda | lambda print print (2) 100 x 75 cm


12

Movimento cinco - a desforra | Movement five – the rematch | 2005 impressão lambda | lambda print 60 x 50 cm


www.arteportugal.pt

13


14

Movimento dezassete NDF4 + (a cisterna) | Movement seventeen NDF4 + (the cistern) | 2005 impress達o lambda | lambda print 94 x 120 cm


www.arteportugal.pt

15


16

Movimento quatro - BC4 (delonga na zona 3) | Movement four - BC4 (delay in area 3) | 2005 impress達o lambda | lambda print 94 x 120 cm


www.arteportugal.pt

17


18

Movimento oito - NB4 (domingo de manh達) | Movement eight - NB4 (sunday morning) | 2005 impress達o lambda | lambda print 94 x 120 cm


www.arteportugal.pt

19


20

Pausa| Pause | 2006 impress達o lambda | lambda print 94 x 120 cm


www.arteportugal.pt

21


22

Movimento trĂŞs - D3 (abertura Ă janela) | Movement three - D3 (window opening) | 2005 impressĂŁo lambda | lambda print 94 x 120 cm


www.arteportugal.pt

23


24

José Nuno Lamas + Valter Ventura Lisboa | 1975 → José Nuno Lamas (Lisboa, 1975) licenciado em Pintura pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa e Valter Ventura (Lisboa, 1979) licenciado em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, trabalham em conjunto desde 2004. Realizaram - como bolseiros da Kodak e do Banco Espírito Santo, respectivamente - o Curso Avançado de Fotografia no Ar.Co. - Centro de Fotografia e Comunicação Visual. Em 2008, participaram no Programa Gulbenkian de Criatividade e Criação Artística. → Exposições colectivas: 2008 Programa Gulbenkian de Criatividade e Criação Artística – 2º Curso de Fotografia, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa. 2007 Andamentos, Escrita na Paisagem '07 Festival de Performance e Artes da Terra, Évora.

Lisboa | 1979 → José Nuno Lamas graduated in Painting from the Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa (Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon) and Valter Ventura graduated in History of Art from the Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Faculty of Humanities - the University of Lisbon). They have worked together since 2004. Both finished the Advanced Photography Course, at Ar.Co Centro de Artes e Comunicação Visual (Arts and Visual Communication Centre), Almada, Portugal in 2005 with scholarships from Kodak and Espírito Santo Bank, respectively. They also completed the Photography Course of the Programa Gulbenkian de Criatividade e Criação Artística (Gulbenkian Programme of Art Creation and Creativity). → Group exhibitions: 2008 Gulbenkian Programme of Art Creation and Creativity - 2nd Photography Course, Calouste Gulbenkian Foundation, Lisbon.


www.arteportugal.pt

2006 Anteciparte 2006, Páteo da Galé, Lisboa. Bolseiros & Finalistas, Ar.Co., Museu da Cidade, Lisboa. → Outros trabalhos: 2007 Fotografia de Cena: Waiting for Europe, filme de Christine Reeh. Realização de imagens para o Hotel Hilton, Vilamoura. → Colecções: Centro de Arte Moderna - Fundação Calouste Gulbenkian, Portugal Fundação PLMJ, Portugal Colecções Privadas, Portugal Representados na AMANMESE (www.anamnese.pt)

2007 Andamentos, Escrita na Paisagem’07 Festival de Performance e Artes da Terra (Writing on the Landscape ‘07 - Festival of Performance and Earth Arts), Évora, Portugal. 2006 Anteciparte 2006 (“a selection of the national youngest art expression”), Páteo da Galé, Lisbon. Bolseiros & Finalistas (Scholarship holders & Finalists), Ar.Co., Museu da Cidade (City Museum), Lisbon. → Other work: 2007 Stage Photography. Waiting for Europe, film by Christine Reeh. Photography work for Hotel Hilton’s permanent collection in Vilamoura, Algarve, Portugal. → Collections: Modern Art Centre – Calouste Gulbenkian Foundation, Portugal PMLJ Foundation, Portugal Private Collections, Portugal → Represented in AMANMESE (www.anamnese.pt)

25


26

ficha técnica|credits edição arteportugal

published by arteportugal

concepção e coordenação editorial arteportugal

concept and editorial coordination arteportugal

design arteportugal

design arteportugal

Lisboa, 2009

Lisbon, 2009

© arteportugal, Lisboa, 2009 © artistas, autores, fotógrafos

© arteportugal, Lisbon, 2009 © artists, authors, photographers

As imagens seleccionadas pertencem aos artistas e fotógrafos e não podem ser reproduzidas a partir desta edição. Nenhuma parte deste catálogo pode ser reproduzido sob qualquer forma sem autorização expressa do editor, artistas, autores e fotógrafos.

The images selected belong to the artists and photographers and may not be reproduced from this document. No part of this catalogue may be reproduced in any way without express authorization of the publisher, artists, authors and photographers.


www.arteportugal.pt

Rua Rodrigo da Fonseca, 62-1ยบ Dto. 1250-193 Lisboa, Portugal Tel: +351 213889078 | Fax +351 66913624887 www.arteportugal.pt | info@arteportugal.pt

http://www.flickr.com/photos/arteportugal http://www.youtube.com/arteportugalgaleria

27

Jogo Casual | Casual Game  

Catálogo da exposição Jogo Casual. Catalogue of Jogo Casual | Casual Game exhibition.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you