Page 1

Artes Vertentes traz obra-prima do cinema e documentários em Tiradentes

Decálogo, documentários e palestra com Vincent Carelli e Ailton Krenak promovem um diálogo com diversas Crenças na sexta edição do Festival Artes Vertentes, que acontece de 14 a 24 de setembro próximo, em Tiradentes Propondo uma reflexão em torno da palavra CRENÇAS em seus diversos aspectos, a sexta edição do Festival Artes Vertentes – Festival Internacional de Artes de Tiradentes - será realizada de 14 a 24 de setembro, na charmosa cidade mineira de Tiradentes. O princípio curatorial do festival, que busca analogias entre as diversas linguagens artísticas, faz com que o Artes Vertentes venha se afirmando como um dos mais importantes festivais de artes integradas do país. Em 2017, o evento apresenta uma consistente programação que abrange música, literatura, cinema, artes cênicas e artes visuais. Durante toda a programação, músicos, atores, diretores, escritores e artistas visuais de vários países promovem, junto com o público, um intenso diálogo sobre o mote curatorial, através de concertos, espetáculos, filmes, exposições, leituras e palestras. Na vertente cinema, será exibido o Decálogo, obra-prima do diretor polonês. Originalmente produzida para a televisão polonesa, a série consiste em dez filmes de aproximadamente uma hora de duração, cada um representando um dos Dez Mandamentos, explorando possíveis significados dos mandamentos - considerados freqüentemente ambíguos e contraditórios - inserindo-os numa história ficcional ocorrida na Polônia dos anos oitenta. É o trabalho mais conhecido e aclamado de Kieślowski, tendo recebido diversos prêmios internacionais. Segundo Stanley Kubrick, que julgava o Decálogo uma das maiores obras realizadas para o cinema, Kieslowski "teve a habilidade muito rara de dramatizar suas ideias, em vez de apenas falar sobre elas".


A programação conta ainda com a exibição de três documentários contemporâneos: Martírio, de Vincent Carelli, aborda questões relacionadas com as crenças indígenas e com a política ruralista do brasileira; Sob o Sol, de Vitaly Mansky, retrata a vida cotidiana da Coreia do Norte; e Fogo no Mar (Vencedor da Berlinale, em 2016), do italiano Gianfranco Rosi, propõe uma profunda reflexão sobre a imigração na nossa sociedade contemporânea. Os três filmes vêm alcançando uma forte repercussão em diversos festivais internacionais. A exibição de Martírio acontecerá na presença do diretor, Vincent Carelli, e será seguida por uma discussão sobre o filme, junto com Ailton Krenak, considerado uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro. “Através de uma programação consistente, o Festival Artes Vertentes pretende mais uma vez abranger diversas linguagens do cinema. Não podemos nos esquecer que também K. Kieslowski, autor do Decálogo, teve a sua formação como diretor de cinema documental... Colocando o cinema como um dos principais eixos da programação do Artes Vertentes em 2017, pretendemos mostra a possibilidade de reflexão sobre a sociedade contemporânea oferecida pela sétima arte”, comenta Luiz Gustavo Carvalho, diretor artístico do festival. Sinopses dos filmes: Cinema de ficção Decálogo 1 (Dekalog 1) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 15.09, às 16:00 Krzystof, um professor universitário que acredita na razão e nas forças das leis da ciência, convive com o seu filho Pawel que, aos dez anos, está dividido entre a crença científica paterna e a fé religiosa de sua tia. Porém Pawel está muito ocupado aproveitando a vida, nem menos agradece seu pai pelo par de patins que recebeu de Natal, porque o computador calculou que o lago congelado é seguro para patinar... Decálogo 2 (Dekalog 2) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português


Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 15.09, às 18:30 Um médico idoso é abordado por uma mulher com um pedido complicado: seu marido está gravemente doente e pode morrer, e ela está gravida do seu amante. Se o marido morrer, ela quer manter a criança, mas não de outra forma. E ela cobra do médico um veredicto honesto sobre suas chances. Mas o médico fica perturbado pela sua demanda, pois sua resposta afetará diretamente a vida ou a morte de outro ser humano. Tem ele o direito de brincar de Deus? Decálogo 4 (Dekalog 4) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 16.09, às 16:00 A jovem Anka e seu pai viveram juntos desde a morte de sua mãe, e sempre foram mais amigos íntimos do que pai e filha. Um dia, Anka descobre uma carta de sua mãe, cujo conteúdo a faz questionar todo o relacionamento com o seu pai... Decálogo 6 (Dekalog 6) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 16.09, às 18:30 Tomek, um jovem trabalhador dos correios se apaixona profundamente por uma mulher mais velha promíscua que vive em um prédio de apartamentos em frente ao seu. Depois de espioná-la através de um telescópio, ele a encontra e declara-lhe o seu amor. Porém, essa mulher cansada há muito tempo deixou de acreditar no amor. Decálogo 3 (Dekalog 3) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos


Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 17.09, às 15:30 Janusz é motorista de táxi. É véspera de Natal, e ele dá presentes aos membros da sua família e vai à missa da meia-noite. Mais tarde, Ewa, uma antiga amante, pede-lhe para ajudá-la a encontrar o marido desaparecido. Deve Janusz ficar em casa em respeito ao dia santo? Ou deve ele ajudar Ewa, que diz precisar de sua ajuda, para manter o dia santo? Decálogo 5 (Dekalog 5) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 18 anos Data e horário: dia 18.09, às 17:00 Um assassinato insensato, violento e quase malicioso é seguido por uma execução fria, calculada e impecável, enquanto o idealista advogado de defesa do assassino acaba como um acessório no assassinato judicial do seu cliente. Decálogo 7 (Dekalog 7) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 19.09, às 17:00 "Não roubarás" - mas, neste caso, o "roubo" é de uma criança por sua mãe real, que então se sente emocionalmente incapaz de lidar com a responsabilidade, enquanto a família estável e amorosa que levou a criança está perturbada. Decálogo 9 (Dekalog 9) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 20.09, às 17:00


Após se descobrir impotente, Roman convence a sua esposa a ter um amante. Apesar de suas palavras anteriores, Roman sente um ciúme obsessivo. Espionando-a, ele descobre o seu caso e promete se matar, sem saber que Hanka estava de fato rompendo um relacionamento... Decálogo 8 (Dekalog 8) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 20.09, às 18:30 Uma pesquisadora polonês-americana visita Varsóvia e participa de uma palestra sobre ética. Após o evento, ela se aproxima de Zofia, a palestrante, e diz que ela é a pequena menina judia que Zofia se recusou a esconder durante a Segunda Guerra Mundial. Mas Zofia tem um bom motivo para sua aparente covardia... Decálogo 10 (Dekalog 10) Drama. 1989. Polônia. 50 minutos Versão original em polonês. Legendas em português Direção: Krzysztof Kieślowski Classificação: 12 anos Data e horário: dia 21.09, às 18:30 Dois irmãos herdam uma valiosa coleção de selos do pai falecido e tornam-se obcecados com a inesperada sorte. Os irmãos encontram-se enredados em uma série de desventuras enquanto tentam entender, proteger e expandir sua nova fortuna. Documentários Martírio Documentário. 2016. Brasil. 160 min. Direção: Vincent Carelli Classificação: livre Data e horário: dia 22.09, às 17:00


A grande marcha de recuperação dos territórios sagrados dos Guarani Kaiowá através do olhar de Vincent Carelli, que gravou o local de nascimento do movimento na década de 1980. Vinte anos depois, tocado pelos sucessivos relatos de massacres, Carelli procura as origens desse genocídio, um conflito de forças desproporcionais: a insurgência pacífica e obstinada da despojada tribo dos Guarani Kaiowá contra o poderoso aparelho do agronegócio. Sob o sol (V lutchakh solntsa) Documentário. 2015. Rússia, Letônia, Alemanha, Republica Tcheca, Coréia do Norte. 106 min. Versão original em coreano/russo. Legendas em português e inglês. Direção: Vitaly Mansky Classificação: livre Data e horário: dia 23.09, às 18:00 Sob o sol é um filme sobre a vida ideal em um país ideal: a Coréia do Norte. Vemos uma garota em uma escola ideal, filha de pais ideais que trabalham em fábricas ideais, vivendo em um apartamento ideal no centro da capital. Podemos ver como o povo norte-coreano se esforça para fazer com que esse mundo ideal funcione. A menina está preparada para entrar na União das Crianças Coreanas e, assim, fazer parte desta sociedade ideal, vivendo sob os eternos raios do sol, símbolo do grande líder do povo, Kim Il-Jong. Fogo no Mar (Fuocoammare) Documentário. 2016. Itália, França. 106 min. Versão original em italiano. Legendas em português Direção: Gianfranco Rosi Classificação: 12 anos Data e horário: dia 24.09, às 12:00 O documentário captura a vida de Lampedusa. Localizada na costa sul da Itália, Lampedusa se tornou linha de frente na crise de imigração da Europa. O local virou manchete mundial nos últimos anos por ser o primeiro porto de escala para centenas de milhares de imigrantes da África e do Oriente Médio que tentam fazer uma nova vida no continente europeu. Entrada gratuita


Todos os filmes serão exibidos no auditório do Centro Cultural Yves Alves/SESI FIEMG (Rua Direita, 168) e terão legendas em português. Exibidos no idioma original. O Festival Artes Vertentes apresenta novamente o Ciclo de Ideias. Uma série de bate-papo com especialistas em cada assunto, que fará parte da programação de todas as artes. Abaixo, o ciclo de cinema: - Ciclo de ideais IV (CINEMA/PALESTRA): exibição do filme "Martírio", de Vincent Carelli e mesa redonda com o diretor e com Ailton Krenak. Dia 22 de setembro, às 20h, no Centro Cultural Yves Alves /SESI FIEMG (Rua Direita, 168) Mais informações www.artesvertentes.com Assessora de Imprensa: Bárbara Chataignier (21) 99738-1243 – bchataignier@gmail.com

Festival artes vertentes 2017 cinema  

Release da área de Cinema do Festival Artes Vertentes 2017