Page 1

Índice: Atividades pré-escolar……………... 2/3 Etwinning e Eco Escolas……..……… 4 Hora do conto...………….……..….....5/6 Teatro …………………...…….….……...9 Parlamento dos Jovens …………….5/13 Encontro com autor...…..…………….11 Semana da Leitura.……………......14/15 Jogos matemáticos …………………...15 Número: 24| Mês: março | ano: 2015| Jornal Trimestral | Agrupamento de escolas de Arraiolos

EDITORIAL

C

C

ada edição do jornal ArrRivar é um reflexo do trabalho desenvolvido ao longo de um período no Agrupamento de Escolas de Arraiolos.

aros leitores,

Estamos de volta com mais uma edição. Como é suposto os nossos leitores saberem, a sociedade na nossa contemporaneidade é muitas vezes designada como sociedade da informação e da comunicação, vulgo SIC. De facto, a abundância de informação é uma característica do nosso tempo. Os média, antigos e novos, estão em todo o lado, acessíveis a partir dos dispositivos que nos acompanham vinte e quatro horas por dia.

Este trabalho desenrola-se na sala de aulas entre o docente e os alunos da turma, em atividades no exterior como resultado de projetos desenvolvidos e apresentados em Conselho Pedagógico que constam, por norma, do Plano Anual de Atividades, atividades de parceria, nomeadamente com a Biblioteca Escolar. A equipa agradece a quem participa com notícias e relembra que estas são da responsabilidade de cada um. A equipa do ArrRivar

A informação, que, durante tanto tempo, foi privilégio de apenas alguns, é hoje em dia um bem comum e ao alcance de um mero toque. Pretende-se, na BE, transformar essa informação em conhecimento. Importa, assim, desenvolver competências quer a nível cognitivo quer a nível prático e atitudinal, para lidarmos com a informação e para a gerirmos criticamente, com vista à construção de conhecimento. Referimo-nos às diferentes literacias: da leitura, da informação, dos média e tecnológica e digital. A leitura continua a ser um instrumento essencial de acesso ao conhecimento. A literacia da informação surge nos anos 70 do século anterior, por ser considerada fundamental na formação de leitores críticos e eficazes. A literacia tecnológica e digital forma um utilizador hábil nas ferramentas tecnológicas. Por último, a literacia dos média, que inclui todos os meios de comunicação e que é crucial para a inclusão e para o exercício da cidadania na vida comunitária. Para atingir as competências elencadas e perante a necessidade de enquadrar as práticas das bibliotecas e dos docentes, as BE de Arraiolos têm vindo a desenvolver atividades, apresentadas ao corpo docente, para que os nossos alunos se apropriem de capacidades que lhes permitam aprender ao longo da vida, ser mais criativos, mais críticos e mais inovadores. Fontes: documentos da RBE

A equipa da biblioteca e da edição do ArrRivar deseja a todos Bo@as Leitur@s!!! A equipa da BE e do ArrRivar Redação e montagem: Agrupamento de Escolas de Arraiolos: Ângela Rodrigues e Paula Gaspar

Patrocínios:


2

Destaque

março ‘15

NO CARNAVAL FIZEMOS FILHÓS

P

ara conhecermos e mantermos a tradição da nossa terra no Carnaval fizemos filhós. Com o rolo estendemos muito bem a massa e com a recortilha cortámos as filhós.

A avó da Vânia ajudou-nos a estender as filhós e a avó da Lara fritou-as. As nossas filhós ficaram uma delícia e repartimo-las com a escola do 1º ciclo e com o lar de idosos de Igrejinha.

2


Destaque

março‘15

3

PROJETO INTERGERACIONAL – “ENTRESABERES” Jardim de Infância e Centro de Dia/Lar de Sabugueiro

T

eve início no dia 5 de fevereiro de 2015, no Jardim de Infância de Sabugueiro, o projeto intergeracional

“EntreSaberes” que reúne, semanalmente (quintas-feiras de manhã), as crianças deste Jardim de Infância com cinco idosos, numa parceria com o Centro de Dia/Lar do Sabugueiro. Pretende-se com este projeto, o fortalecimento de vínculos entre crianças e idosos, valorizando as trocas de saberes de cada um, através de atividades planeadas e/ou espontâneas, considerando limitações e potencialidades dos diferentes intervenientes. 5 de fevereiro - Elaboração de Mascarilhas (3 imagens) 19 de fevereiro – Atividades de livre escolha (4 imagens) 5 de março - Tecelagem em papel (4 imagens) Educadora Maria Manuela Pepe Perdigão

3


4

Destaque

RECEÇÃO DA BANDEIRA ETWINNING

março ‘15

O

Meu Avô na aula do professor, Francisco Igre-

ja, 2º e 4ºC. Muito obrigada!!!

Parabéns Carla e Inácio pelo trabalho desenvolvido e pela projeção da escola ao nível do país e da Europa.

HASTEAR DA BANDEIRA ECO ESCOLAS JUNTO À BANDEIRA DO ETWINNING DIA 5 DE FEVEREIRO

4


Destaque

março ‘15

N

a hora do conto de 4 de Março mais dois alunos partilharam com a turma as suas leituras. Um leu poemas e o outro fez o reconto de um conto popular Pedro e o Lobo. Alunos do professor Francisco Igreja, 2º e 4ºC.

“A

literacia da leitura inclui o uso, reflexão

e compreensão de textos multimodais. Integra também o domínio de diferentes formas de expressão: oral, escrita e multimédia. O aluno lê e comunica, explorando conteúdos e situações para responder aos seus gostos, interesses e necessidades. Trabalhar a leitura e as literacias a ela associadas, num contexto de mudança em que equipamentos, tecnologias e ambientes de acesso e de trabalho são hoje uma realidade fluida, requer capacidades cada vez mais complexas. A biblioteca escolar proporciona ambientes formativos e de acolhimento promotores da leitura, de uma cidadania ativa e da aprendizagem ao longo da vida.”

5

PARLAMENTO DOS JOVENS 2015 SECUNDÁRIO

Pela sétima vez o nosso Agrupamento participou nesta importante iniciativa organizada pelo IPDJ e pela Assembleia da República, tendo os participantes revelado grande empenho e interesse no debate de um importante assunto como “Ensino Público versus Ensino Privado: Que desafios?” Assim, após a campanha eleitoral, realizaram-se no dia 21 de janeiro as eleições, que se saldaram por um resultado de 31 votos para a lista A e 48 para a lista B. No dia seguinte realizou-se um dos pontos altos desta iniciativa, que foi o debate da Sessão Escolar. Após a apresentação das propostas foram as mesmas debatidas com elevação e combatividade pelos deputados, tendo sido seleccionadas as seguintes medidas: Consolidar a relação família-escola no ensino público; 2. Melhorar a equidade e diminuir as desigualdades entre o ensino privado e o ensino público; 3. Melhorar a oferta pedagógica/educativa das escolas públicas. Foram igualmente eleitos os deputados representantes do Agrupamento na Sessão Distrital: João Lóios (10ºC), João Borralho (12ºA), João Lopes (10ºA), Carina Carapinha (12ºB) e Iolanda Oliveira (10ºC). No dia 17 de Março realizou-se a Sessão Distrital, na qual foram debatidas as medidas apresentadas pelas escolas presentes e na qual esteve presente também, na qualidade de vice-presidente da mesa a aluna Margarida Valente (12ºB), que teve um papel relevante na condução dos trabalhos. À semelhança dos anos anteriores os nossos deputados revelaram à vontade e combatividade, criticando as propostas apresentadas pelas outras escolas, propondo alterações e defendendo as suas medidas. Embora as nossas medidas não tenham sido escolhidas pelos deputados desta sessão, a verdade é que mereceram rasgados elogios. Entretanto, após a conclusão dos trabalhos da Sessão Distrital realizou-se a fase distrital do concurso Euroescola, cujo tema era similar ao tema do Parlamento dos Jovens, embora numa abordagem europeia. Pela terceira vez, o nosso Agrupamento, desta vez representado pelos alunos João Lóios e Leandro Recharto venceu o concurso cabendo-lhe representar o nosso distrito na fase nacional que irá decorrer no dia 25 de maio.

Conhecimentos e capacidades 5. Relata experiências de leitura, exprimindo sentimentos e emitindo opiniões.

O professor responsável: Henrique Gonçalves

Fonte: Referencial Aprender com as Bibliotecas A equipa das BE

5


6

Destaque

março ‘15

O

Achimpa na sala do 3º ano. Docente Maria de Jesus Atividades decorrentes da leitura: BD

N

a hora do conto os alunos também contam contos e fábulas que preparam antecipadamente: Diogo e João.

Atitudes e Valores: 1. Demonstra curiosidade 2. Mostra interesse e gosto pela leitura 3. Participa na troca e debate de ideias 4. Revele espírito crítico 5. Respeita diferentes opiniões 6. Reconhece a importância da informação 7. Revela iniciativa e criatividade na resolução de problemas 8. Comunica com rigor 9. Valoriza o uso da biblioteca e dos seus recursos A PB: Paula Gaspar

6


março ‘15

FÁBULAS DE ESOPO E DE LA FONTAINE

A

Destaque

7

LIVRO DO MÊS: JANEIRO

importância dos textos antigos e as mensagens que encerram.

LIVRO DO MÊS: FEVEREIRO

LIVRO DO MÊS: MARÇO

A PB: Paula Gaspar

7


8

Destaque A PRINCESA DA CHUVA, LUÍSA DUCLA SOARES

O

março ‘15

O MERCADOR DE COISA NENHUMA ANTÓNIO TORRADO

Gigante Gigantão, Pedro Jardim

Preparação para a vinda do escritor à escola. Cada aluno imaginou um final diferente para a história e ilustrou para depois mostrar ao autor.

P

reparação da vinda do escritor Pedro Jardim,

O Gigante Gigantão, na sala de Francisco Igreja. A Lara e o Diogo surpreenderam-nos com leituras de poemas.

8


Destaque

março ‘15

O

9

teatro veio à escola com a peça “Antes de Começar”, de Almada Negreiros.

O público-alvo foram os alunos das turmas dos sétimos e oitavos anos. Esta peça foi colocada em cena pelo CENDREV.

A

presentação do livro De Longe te hei de Amar, Estremoz editora, Jorge Dipo D’Origo

Este romance está a ser adaptado pela RTP para uma série televisiva.

9


10

L

Destaque

março ‘15

UM PERCURSO DE LEITURA uís Afonso, animador cultural, dinami-

10ºA na BE Cunha Rivara. Os alunos foram

L

acompanhados, respetivamente, pelas pro-

percurso como leitor. A busca incessante que fez na literatura

fessoras Sandra Quaresma e Paula Sande.

transformou a sua forma de forma de estar no mundo e de

zou duas sessões dia 2 de Março, 11ºA e

uís Afonso explicou aos nossos alunos como foi o seu

lidar com os outros. As suas leituras passaram pelo surrealismo, existencialismo… Leu passagens de Charles Baudelaire, Mário Césariny...

T

10

udo ao contrário Na sala do 3º ano, professora Maria de Jesus.


Destaque

março ‘15

11

ENCONTRO COM O AUTOR PEDRO JARDIM

T

rabalhos

elaborados

pelos

alunos após a leitura do livro

Gigante Gigantão, na sala de aula ,em Hora do Conto, na sala da professora Maria de Jesus.

A

promoção do livro e da leitura é uma das muitas

atividades da equipa da BE.

11


12

Destaque

A Princesa da Chuva, Luísa Ducla Soares, na sala da professora Maria de Jesus

março ‘15

O príncipe com orelhas de burro, na sala do 3º ano, professora Maria de Jesus e atividades decorrentes da leitura.

O Cuquedo

N

o dia 11 de Março a Diana e a Ana Rita leram-nos poemas que elas escolheram e preparam para o momento de leitura…

C

12

ontos populares

O

pinto Borrachudo, na sala do 2º e 4º, professor Francisco Igreja e atividades decorrentes da leitura.


Destaque

março ‘15

13

PARLAMENTO DOS JOVENS (ENSINO BÁSICO) “COMBATE AO INSUCESSO ESCOLAR”

E

Na

escolar,

ste ano letivo, à semelhança do

que sucedeu o ano lectivo transacto,

31

convidámos um deputado (João Olivei-

dos

ra) para dinamizar uma sessão de es-

sessão os

deputaapre-

Sessão escolar - 21 de janeiro de 2015

clarecimento, marcada para o dia 13 de janeiro. Contudo, por motivos de saúde o referido deputado não pode comparecer. Essa sessão foi dinamizada pelas professoras responsáveis por este programa, tendo a sua duração sido encurtada para 90 minutos. Para a sessão escolar do Parlamento Sessão escolar– 21 de janeiro

dos Jovens (E.B.) candidataram-se 9 listas , envolvendo alunos dos três anos de escolaridade do 3º ciclo do

sentaram

as medidas propostas pelas

ensino básico (90 alunos no total). Nas

respetivas listas para o tema em debate e

eleições para a sessão escolar (20 de

interpelaram os deputados das listas ad-

janeiro) foram eleitos 31 deputados.

versárias sobre as suas medidas, chegando no final da sessão a um consenso sobre as medidas a apresentar na sessão distrital, em Évora (no dia 16 de março). Nos 4 e 5 de maio irá decorrer a sessão nacional na qual a nossa escola irá participar por ter sido uma das duas escolas mais votadas na sessão distrital. As alunas Sara dos Castelos e Mafalda Gomes (9º A e 9º B) são as que representarão a nossa escola, tendo sido eleita, como Porta-Voz do círculo de Évora,

Eleições para a sessão escolar (20 de janeiro de 2015)

a Sara

dos Castelos. Irá também participar na sessão nacional, como repórter, a aluna Marta Ramalho (8º ano). As professores responsáveis: Ângela Rodrigues e Carla Lopes

13


14

Destaque

março ‘15

LER+MAR—Semana da LEITURA

N

o dia 16 de Março, deu-se início à semana da leitura com uma atividade na biblioteca Cunha Rivara.

No âmbito do Ler+Mar, “Das ribeiras ao Mar”, o 8ºA e o 8ºB, acompanhados respetivamente por Mafalda Andrade, Espanhol e Paula Gaspar, Português, participaram numa atividade que consistiu em leitura de Ombela, Ondjaki, visualização de imagens relativas à água/Mar, produção de um texto e partilha dessa mesma produção através da leitura por parte de um porta voz do grupo de trabalho.

As docentes: Mafalda Andrade Paula Gaspar

14


Destaque

março ‘15

O MAR O mar é grande, grande e infinito, de uma grandeza solitária cheia de obstáculos bons e maus A imensidão que nele vive é simples complexa O que nele vive é grande ou pequeno de todas as cores formas ou feitios Mas nem tudo nele é bom formas de vida que nele se perdem devido à contaminação das suas águas Águas que outrora foram profundas e transparentes Que reflectiam o que os nossos olhos viam.

U

15

m dia, estava o “fada” Virgílio no Havai a descansar, quando recebeu um varinho-

fonema. Era fada-mãe, Anita que lhe deu a informação que algumas zonas do planeta estão a sofrer uma época de seca e a missão dele era acabar com ela. Virgílio ficou triste por saber que o seu planeta está a ficar sem água e potque as férias tinham acabado. Pegou no seu fadamobil e iniciou a sua missão e pelo caminho apanhou o seu amigo Albertino, o esquilo. E os dois amigos foram ter com Ombela para encher o depósito de água das fadas para poderem encher todos os rios, mares, lagos… Entrando com o fadamobil na velocidade da luz para aproveitar o resto do tempo das suas férias, em minutos eles encheram todos os rios, lagos, etc… e ficaram felizes para sempre. Alunos do 8ºA

Gabriela e Helena, 8ºB

JOGOS MATEMÁTICOS

O

s alunos tiveram oportuni-

dade de tomar contacto com diversos jogos matemáticos, nos quais puderam desenvolver técnicas de abordagem (estratégia) a cada um dos jogos, treinando assim o raciocínio e lógica matemática.

15


24

Destaque

dezembro ‘14

OPEN LETTER TO PARENTS

H

T

i parents!

he video that we watched last class called my attention because it talks

about many worrying problems of our society. AltIf you are reading this it means that you are curious about

hough both the video and the song “Runaway Train”,

your son/daughter and that’s a good thing.

by “Soul Asylum”, were produced almost two dec-

The first thing you need to know about your child is that he/

ades ago, unfortunately, all the “human mistakes”

she loves you no matter how aggressive he/she is to you!

appointed there are still real in the 21st century socie-

Being a teenager is a tough phase of life (but you probably

ty.

already know that since were once a teenager yourself)

Among the most disgusting things that the

when we are too young to do a half of the things we like and

human being can do, I consider sexual assault the

too old to do the other half.

worst one due to the permanent effects of this action

The main worries for of teens are having a good relation-

in the victims. It’s such a wrong behaviour that we

ship with you, school and their future (if you have a teenage

can connect to it many other crimes approached in

daughter one of her biggest concerns might also be the way

the video: kidnapping, for the reason that kidnappers

she looks so it’s normal that although her wardrobe is full of

see their victims, regularly, as a “sexual toy”; prosti-

clothes she always complains about having nothing to

tution, which itself is a major problem, can also be

wear). So, they appreciate when you congratulate them for

associated to the sexual assault act. We should also

having good grades, when you discuss their future and pos-

look seriously to other situation which came up in the

sible careers with them and also when you demonstrate you

video: domestic violence. Nowadays, we constantly

love them and you care about them.

watch on TV or listen about cases of this type of vio-

Hope that this letter helps you understand your child and

lence, which happened near us and, sometimes,

improves your parent-teenager relationship. If you need any

with someone we know. The acts committed by one

more help feel free to send me a letter.

of the spouses hurt, not just physically, but also psy-

Bye!

chologically the other. This ends up, most of the time, in murder or suicide. In my opinion, our species is cruel, consider-

Madalena Caetano, 10º B

ing not just the wrong decisions and actions we take but also the inaction of society in face of these cruel crimes. With this I mean that, although special police forces

have

been

created

and

political/social

measures have been taken, the criminal ranking hasn’t improved almost nothing. The ideal improvement would be the inexistence of all awful crimes I mentioned and all the others, but we all know that it is impossible… Or maybe not? João Mesquita Lopes, number 8, 10th B

16


dezembro‘14

Destaque

DESCONCERTO DO MUNDO Neste texto vou falar sobre o desconcerto do mundo que, na minha opinião, é um problema cada vez mais frequente na sociedade atual. Penso que já nos acostumámos a ver as ações incorretas serem de forma valorizadas em relação às atitudes mais acertadas, que praticamos achamos “normal” o facto de o “mal” ser valorizado. Esta acomodação é, nessa medida, uma das consequências deste “mundo ao contrário”. Criemos agora um cenário hipotético onde os praticantes do “bem”, aqueles que tomam as atitudes corretas, são julgados e condenados, enquanto que quem pratica o “mal”, quem rouba, é corrupto, acaba por recompensado. Este cenário representa uma outra possível consequência do desconcerto do mundo, a inversão

25

SOBRE O DESCONCERTO “O desconcerto do mundo”, apresentado pelo poeta Luís de Camões, referindo-se assim às injustiças da época, ainda se encontra bem visível nos dias de hoje. Considero que um dos domínios mais afetados é, de facto, o político-económico, tendo em conta que cada vez mais se acentuam as discrepâncias entre ricos e pobres, Julgo também que tal se deve ao apoio manifestado pela classe política aos grandes banqueiros e empresários, desprezando, desse modo, o cidadão comum. Aliado a este domínio, também é da minha opinião que o desconcerto está presente no setor da justiça, onde se verificam casos de agentes de forças de segurança a sofrerem consequências por terem atacado criminosos durante o crime, muitas vezes mais severas que estes últimos.

de valores. Exemplo de uma outra possível consequência é o caos, o dilema entre a prática do “bem” e do “mal”. Eu acho que praticar o “bem” é mais correto, mas se quem pratica o “mal” é recompensado, que atitudes poderei eu tomar? Seguir o

Na minha opinião, o desconcerto do mundo pode provocar a descrença na mudança, uma vez que está estabelecido há vários séculos, mas também leva ao ceticismo generalizado, pois deixa-se de acreditar em alternativas e torna-se supérfluo intervir e ajudar na “mudança”.

“bem” ou optar pelo “mal”? Em suma, é necessário solucionar este problema do desconcerto do mundo ou daremos por nós a viver numa sociedade de valores invertidos.

Conclui-se que a justiça/equidade está reservada aos “contos de fada”, e que o mundo é igual, ainda hoje, ao retratado por Camões.

Texto redigido por: João Mesquita Lopes, Caetano 10ºB

nº8, 10ºB

17

2ª edição jornal 2014 15  

Jornal escolar do Agrupamento de Escolas de Arraiolos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you