Page 1

Índice: Encontro com autor …...……………... 3 Livro do mês ……..……..……..……… 5 Dia Europeu das Línguas ..……..….....7 Ida à praia ……………………………..8/9 Halloween .……………...…….….……14 Trabalhos de História na BE …….24/25 Rincón del Español……...……………26 Projeto SOBE ………..……………..…28 BE Dordio Gomes …………………....29 ÉvoraMAT ………………...…………...40 Entrega de Prémios ……………..42/43 Número: 26| Mês: dezembro | ano: 2015| Jornal Trimestral | Agrupamento de escolas de Arraiolos

EDITORIAL O diálogo entre leitura, literatura e bibliotecas é muito atual e coloca questões bastante profícuas, para o nosso quotidiano, que se relacionam quer com o trabalho desenvolvido na BE quer com o trabalho direto na sala de aula (referencial Aprender com a BE) de leitura, escrita e oralidade, onde todas as literacias estão entrelaçadas. A necessidade da liberdade de cultura surge no nosso quotidiano como algo fundamental para a vida e para que o homem possa construir a sua vida. Por sua vez, vida e literatura estão dependentes e necessitam uma da outra. Apesar de a nossa sociedade não valorizar a literatura, é urgente que esta tenha um lugar na vida das crianças/alunos/adultos e da própria sociedade, pois a pobreza pode ser material ou espiritual. Ler (e escrever) faz muita diferença na vida das pessoas.

(cont.) Destacamos, assim, o carácter social da construção conjunta das aprendizagens adquiridas através dos projetos que desenvolvemos com os alunos e cujos resultados eles dão sempre conta aos colegas da turma e por vezes à própria comunidade. A equipa da BE e do ArrRivar

“L

er transportanos para um mundo de magia. Permite-nos “viajar no espaço e no tempo” Aurora de Sá.

“N

As bibliotecas podem reforçar a aprendizagem dos alunos e, com o desenvolvimento da informação e das diferentes literacias através de um modelo construtivista, conduzem ao aprofundar do conhecimento e de uma melhor compreensão do que nos rodeia.

o silêncio da leitura, mil vidas a viver” Lourdes Inglês Frases escritas no âmbito de atividade do MIBE (Mês Internacional de Biblioteca Escolar) - outubro

As bibliotecas promovem uma inclusão social e uma justiça social. A biblioteca é um lugar que providencia acesso igualitário a recursos de informação, à tecnologia de informação e à própria informação. Só assim se tem acesso a uma aprendizagem de qualidade. Neste momento, o caminho certo é reduzir as desigualdades, reduzir a exclusão na educação e dentro da educação. A inclusão é uma questão social e a BE deve e pode disponibilizar um amplo leque de recursos que responda às necessidades de todos os seus utilizadores. As soluções devem ser procuradas em conjunto entre a equipa de BE, equipa da educação especial e restantes docentes. O trabalho deve ser sempre cooperativo e colaborativo. A leitura é uma ponte para a inclusão. Chegou o momento em que todos devemos refletir sobre uma forma de estar na escola, um forma mais humana, mais justa e inclusiva. Todos vivemos em sociedade e os seus fundamentos são o sentido que nos une e em torno do qual há um compromisso mútuo, no nosso caso, a aprendizagem dos alunos, através da qual eles alcançam o sentido de Redação e montagem: Agrupamento de Escolas de Arraiolos: Ângela Rodrigues e Paula Gaspar

Patrocínios:


2

Destaque TRABALHOS DE ALUNOS NA BE DORDIO GOMES

2

dezembro ‘15

APÓS A LEITURA DE TEXTOS NA HORA DO CONTO


dezembro ‘15

ENCONTRO COM O AUTOR CARLOS CANHOTO - 1º CICLO

Destaque

3

AEC – LEITURA DE “UM GRÃO DE AREIA” E ILUSTRAÇÃO AURORA DE SÁ E INÊS PEQUITO Decorrer da atividade

É sempre importante dar a oportunidade aos alunos para estarem perante o autor das obras lidas e poderem dialogar com os mesmos.

3


4

Destaque HORA DO CONTO

dezembro ‘15

HORA DO CONTO NO 1º CICLO O BEIJO DA PALAVRINHA, MIA COUTO

HORA DO CONTO NO 1º CICLO VIR AO MUNDO

HORA DO CONTO O Príncipe do Rio, Manuel Alegre

4


dezembro ‘15

A BIBILOTECA É SUPER O VALOR DA BE ATIVIDADE NO ÂMBITO DO MIBE

Destaque

5

LIVRO DO MÊS: OUTUBRO

Livro produzido por alunos

LIVRO DO MÊS: NOVEMBRO

LIVRO DO MÊS: DEZEMBRO

O MEU SONHO É… TEXTO PRODUZIDO APÓS LEITURA DE CONTO

5


6

Destaque 1º CICLO

A MINHA AVÓ MATERNA

A

minha avó materna chama-se Generosa. Ela tem cabelo curto e branco e olhos castanhos. Tem 66

anos e mora numa casa em frente à minha. Eu vou muitas vezes à casa dela e jogo ao bingo ou às cartas mas o que eu gosto mais de fazer é de estar ao pé dela a ver televisão. Quando a minha avó vai à minha casa, jogamos sempre ao dominó e é claro que a minha irmã joga também. Quando eu estou por exemplo a fazer um bolo e não tenho um ingrediente, ela empresta-mo sempre. Quando ela faz anos, ela deixa-me sempre escolher o sabor do bolo e às vezes também me deixa fazê-lo com ela. Quando chegam os meus anos, ela chega sempre mais cedo para ajudar a fazer as comidas e a preparar a festa. Quando eu estou em casa e ela está comigo, ela deixa-me sempre ver o canal que eu quero na televisão. E é por isso que eu gosto tanto da minha avó.

Matilde Oliveira 4º H - Vimieiro Professora Manuela Gregório Texto escrito no âmbito do dia do idoso

O

O MEU SONHO É… meu sonho é que os países que estão em guerra pa-

rassem de andar aos tiros porque: morrem pessoas, ficam feridas, poluem o ambiente… Gostava que ficassem em paz. E todos os anos fariam um baile para se lembrarem do dia em que os países ficaram em paz e todos os habitantes deviam lá estar. O meu sonho é este.

Maria Leonor Barreiros Carrasqueira 3º Professor Francisco Igreja Texto escrito no âmbito da hora do conto

6

dezembro ‘15

UTILIZAÇÃO DE TABLETS NA BE APRENDER COM A BE “ABRIR CAMINHOS”


Destaque

dezembro ‘15

DIA EUROPEU DAS LÍNGUAS Dina Costa, Dulce Calhau, Isabel Madeira, Mafalda Andrade, Paula Gaspar

7

APRENDER COM A BE “ABRIR CAMINHOS”

VISITA DOS AUTORES DOS TEXTOS E ILUSTRAÇÕES EXPOSTOS NA BE CUNHA RIVARA

MIBE MÊS INTERNACIONAL DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 1º Lugar: "Na Biblioteca entramos nos livros, voamos, imaginamos e vivemos aventuras inigualáveis!"- Miguel Fernandes 5ºB 2º Lugar: " La Biblioteca es un lugar donde se puede navegar por los libros y donde imaginamos toda la historia mágica buscando por nuestras vidas" Madalena Borralho e Érica Esteves 3º Lugar: "Mais que uma parte de uma escola, é um mundo cheio de respostas para as milhares de perguntas que temos!" - Inês Inês Pequito

Luís Serra

Eduardo Reis

7


8

Destaque

dezembro ‘15

BATISMO DE SURF, RECOLHA DE LIXO E ÁGUA NA PRAIA E LEITURA DE TEXTOS DE GONÇALO CADILHE

A 8

gradecemos à Câmara Municipal pelo apoio dado no transporte dos alunos.


Destaque

dezembro ‘15

9

VISITA DE ESTUDO A S. TORPES

E

m setembro os oitavos anos (turmas A, B e C) tiveram a oportunidade de fazer uma visita de estudo à praia de S. Torpes, acompanhados pelos professores: Margarida Índias, Rui Rebocho e Ludgero Serrano. Os objectivos da viagem estavam no âmbito do Plano Nacional de Leitura. Como viríamos a ler histórias sobre o mar na aula, os professores acharam que era bom irmos visitálo. Saímos da escola às 08H15min, mais coisa menos coisa, e no autocarro novo lá fomos andando. Fizemos algumas paragens “imprevistas” pelo caminho e parámos para lanchar. Foi depois de algumas horas de viagem que começámos a ver o mar no horizonte, ficámos todos felizes, até porque íamos fazer o baptismo de surf. Os instrutores eram simpáticos e um deles já nosso conhecido ( o nosso professor de TIC, Rui Rebocho ). A aula valeu a pena. A escola da praia emprestou os fatos e as pranchas. Tivemos aula dentro e fora de água. Para o surf, ia um grupo de cada vez, o que dava tempo aos outros darem uns mergulhos. Tirámos muitas fotografias e algumas delas quando estávamos a ler. No final, para deixarmos a nossa marca em grupos, apanhámos todo o lixo da praia. Na hora de recolher, pegámos nas nossas coisas e fomos para o autocarro. Foi um dia em CHEIO! Claudia Barreto, nº3, 8ºC Professores: Maria Margarida Índias e Ludgero Serrano

9


10

Destaque

dezembro ‘15

A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA NA VIDA DO SER HUMANO

T

odos sabem como a água é importante, sendo a segunda substância essencial para a nossa sobrevivência, uma vez que a primeira é o oxigénio. Para terem ideia, o nosso corpo é constituído por cerca de 65% de água, sendo que ela compõe todas as células do nosso corpo, ela também é conhecida como solvente biológico universal, por essa razão todas as reações químicas do nosso organismo dependem dela. A água transporta nutrientes e oxigénio através do sangue. Está ligada às excreções do nosso corpo, como no caso do suor (atuando na regulação da temperatura corporal) e as lágrimas, no plasma sanguíneo, nas articulações, nos sistemas respiratório, digestivo e nervoso, nas mucosas (ajudando a conservar sua lubrificação), na urina (eliminando os resíduos e substâncias tóxicas do nosso organismo, sendo que para gerar um litro de urina, os rins processam mil litros de sangue) e na pele (mantendo-a hidratada). A quantidade de água recomendada para o bem funcionamento do nosso organismo é de 2,5 litros por dia.

Ana Beja nº3 Filipa Serranito nº6 9ºA Ciências Naturais

A ÁGUA E A SUA IMPORTÂNCIA NA ALIMENTAÇÃO

A

água é o líquido fundamental para a vida. O corpo humano é constituído por cerca de 60 a 70% de água, o que faz dela um nutriente indispensável à saúde de qualquer indivíduo. Desta forma, o funcionamento do organismo depende bastante da água: não só distribui os nutrientes pelos diferentes órgãos do corpo, como também ajuda a regular a temperatura do mesmo, a eliminar as toxinas através da urina e da transpiração e por último, mas não menos importante, ajuda a estimular o trânsito intestinal. Sendo assim, quando há pouca água no corpo, o organismo fica mais frágil e debilitado. Beber muita água equilibra o organismo, fazendo com que ele fique mais resistente e funcione melhor no geral, potenciando a homeostasia. Apesar de a quantidade depender do estado do tempo, da intensidade da atividade que se realiza, do tipo de trabalho, os especialistas aconselham a ingestão de dois litros de água por dia, no mínimo. A dose diária recomendada de água deve ser ingerida em quantidades e intervalos regulares. A sede, que é causada pela baixa quantidade de água dentro das células, diminui a eliminação deste líquido precioso e vital pelos rins e pela saliva e é um sinal do organismo que indica que o indivíduo deve beber água. A água exerce assim, um papel importante para a saúde, porque garante a hidratação e favorece a absorção dos nutrientes necessários ao equilíbrio. Se a água for perdida, a pele sofrerá desidratação, tornando-se favorável ao envelhecimento. Para as crianças, a água exerce um papel fundamental no crescimento e no funcionamento do organismo, melhorando as funções dos rins, bexiga e intestino. Por isso, mantenha-se fresco(a) e não se esqueça do que realmente é indispensável e faz bem.

Tomás RP de Paiva , nº18, 9A Ciências Naturais Aurora de Sá

10


dezembro ‘15

Destaque

11

TOMADA DE POSSE DA ATUAL ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES

E

stiveram presentes os alunos que têm lugar nos diferentes corpos sociais, a diretora, o vice-diretor, a chefe

dos serviços administrativos, o chefes dos assistentes operacionais e a presidente do Conselho Geral.

A

Associação de Pais e EE cessante ofereceu às duas BE um grande conjunto de livros que vai

com certeza ser muito útil no desenvolvimento da literacia da leitura.

11


12

N

Destaque

dezembro ‘15

o âmbito da ação promovida pelas docentes de francês e grupo de história (a propósito dos ataques de Pa-

ris), o professor Luís Serra, elemento da equipa da BE leu, com a professora Conceição Correia, numa aula de português, um poema de Jacques Prévert ( "Bairro Livre"). Luís Serra leu em Português e a professora Conceição em francês. Leram para a turma do 5º A

12


dezembro ‘15

A Biblioteca É Super!!! A Biblioteca É Super!!!

Destaque

13

Formação de utilizadores 5º anos com Professora Gertrudes Garcia

BD na Cunha BD Rivara na Cunha Rivara

13


14

Destaque

dezembro ‘15

Os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo, no âmbito da disciplina de Inglês, trouxeram o Halloween à escola sede

OS VENCEDORES POR ORDEM: 1º, 2º E 3º

14


dezembro ‘15

HORA DO CONTO Meninos de todas as cores, Luísa Ducla Soares

APRESENTAÇÃO - a alunos do 3º ano - de uma encadernação personalizada de um conjunto de poemas, trabalho desenvolvido no Workshop com Camila Possebon, com alunos do 12º ano.

HORA DO CONTO A ovelhinha preta, Elizabeth Shaw no Sabugueiro

Destaque

15

HORA DO CONTO – Ttiritesa O direito à diferença

Frases - A BE é Super! No 1º ciclo

HISTÓRIAS COM RECADOS –1º ciclo

15


16

Destaque

dezembro ‘15

ERA UMA VEZ… UM GRÃO DE AREIA!

E

ra uma vez um grãozinho de areia que vivia no deserto no meio de milhões e milhões de outros grãos de

areia. Um dia disse aos amigos: - Eu hei-de sair do deserto! E os amigos às gargalhadas começaram a fazer pouco dele: - Tu não passas de um grão de areia. A tua vida é no deserto. Nunca hás-de sair daqui! - Eu digo-vos que hei-de sair – insistia o grãozinho. E os amigos rebentavam de novo à gargalhada a fazer pouco dele, repetindo-lhe: - Tu não passas de um grão de areia! Um dia o vento começou a soprar muito forte. Levantou-se uma tempestade no deserto. Todos os grãozinhos de areia deram as mãos uns aos outros e juntaram-se muito juntinhos para não voar com o vento. Foi então que o nosso grãozinho aproveitou para largar as mãos de todos e se deixar levar pelo vento. Levantou voo e voou, voou durante horas. Quando o vento deixou de soprar, ele já estava sobre as águas do mar. Caiu. Foi para o fundo dos oceanos, aterrou numa ostra e transformou-se numa pérola. In: http://contoselendas.blogs.sapo.pt/137982.html Ilustração da história feita pelos alunos do 1º ano na Atividade de Enriquecimento Curricular - Experiências, no âmbito do Projeto “Ler + Mar”:

As professoras: Aurora de Sá e Inês Pequito

16


dezembro ‘15

Destaque

17

A TRAGÉDIA ACONTECEU

N

O passado sábado, dia 10 de novembro, por volta das 04:15h da manhã, na nacional A 125, ocorreu um acidente entre 2 viaturas. Numa dessas viaturas encontrava-se o cantor Jay Oliver. Testemunhas no local informaram a GNR das circunstâncias do acidente. Jay Oliver vinha de um concerto em Faro; o nevoeiro era muito cerrado e o carro embateu numa outra viatura que se encontrava prestes a virar num cruzamento. O INEM foi chamado ao local mas tudo felizmente não passou de um pequeno susto para Jay Oliver. Já o ocupante da outra viatura foi transportado do hospital em Faro, em estado critico. “Diário do Sul” 11 de novembro 2015

O

UM SONHO REALIZADO

ntem a Ana, uma menina de 15 anos, com deficiência motora, realizou o seu sonho: saltou de paraquedas ! A Ana é residente em Arraiolos e o salto ocorreu no aeródromo, em Évora, pelas 10h da manhã. A Ana estava muito contente e muito entusiasmada. Acordou bem cedo e foi com a sua mãe e o seu irmão Tiago para o aeródromo. À chegada, aguardava-a um piloto amigo da família. O voo foi tranquilo e Ana gostou bastante do salto. No final, afirmou que foi uma experiência que gostava de repetir. “Diário do Sul “ 15 de outubro de 2015 Inês Correia, 8ºD

UMA INVENÇÃO QUE VAI MUDAR AS NOSSAS VIDAS

D

iogo Figueiras, Rodrigo Nogueira e António de Oliveira inventaram uma nova máquina de cozinha. Acreditam que esta é uma invenção que vai revolucionar as vidas dos compradores. Começaram a construir a máquina em Évora, no dia 24 de novembro de 2013. Neste momento, até já escolheram o nome que querem dar à sua invenção: ir-se-á chamar “Biby”. Segundo dizem, estes jovens inventores tiveram esta ideia porque não sabiam cozinhar, então, resolveram criar esta máquina. Criaram-na, igualmente, com o objetivo de também ajudar os jovens nas férias quando ficam sozinhos em casa. “Correio da Manhã”, 25 de novembro de 2013 António de Oliveira nº2, 8º D Diogo Figueiras nº4, 8º D Rodrigo Nogueira nº14, 8ª D Notícias fictícias elaboradas pelos alunos do Curso Vocacional "Novos Rumos" no âmbito do estudo do módulo 1 -Textos não literários Professora M. Céu Morcela

L

LOS JÓVENES DE HOY os jóvenes de hoy viven y piensan muy diferente de los de antiguamente. La mayoría de los jóvenes quiere sacar buenos resultados en los exámenes para obtener una buena media

y entrar en su universidad favorita. Tanto las mujeres como los hombres apuestan por la igualdad y sueñan en tener un buen trabajo y se preocupan por compartir las tareas domésticas con su compañero o compañera. Hoy en día los jóvenes son divertidos, simpáticos pero hay muchos que por el hecho de no tener la presencia de sus padres en casa no lo demuestran. Las nuevas tecnologías están muy presentes en su vida. Hay un uso masivo de internet, del móvil y de las redes sociales. Es horrible que muchos jóvenes usen estas tecnologías de la peor manera. Los jóvenes tienen una mentalidad muy buena pero muchas veces no saben utilizarla y crear cosas innovadoras.

Catarina Pereira, 11ºA Texto de opinião elaborado na aula de Espanhol Docente responsável Mafalda Andrade

17


18

Destaque

dezembro ‘15

HASTEAR DA BANDEIRA ECO-ESCOLAS

N

o passado dia 11 de novembro de 2015, realizou-se a Cerimónia do Hastear da Bandeira

Verde Eco- Escolas 2014/2015. Dois alunos deram voz a poemas sobre ambiente e um representante da associação de estudantes passou uma mensagem aos colegas sobre a importância da preservação do ambiente. Tendo como fundo o hino da Escola, a Bandeira foi hasteada, transportada por alunos do Conselho Eco- Escolas. Tivemos a presença da senhora Diretora do Agrupamento, da Presidente do Conselho Geral, de dois representantes da autarquia, pessoal discente, docente e não docente. Esta Bandeira continua a representar o reconhecimento do esforço desenvolvido por alunos, docentes e não docentes que, em parceria com a Autarquia, têm procurado dar resposta a problemas detetados no âmbito ambiental.

A coordenadora Eco-Escolas, Aurora de Sá

18


dezembro ‘15

No

Destaque

19

dia 20 de Novembro cumpriu-se uma semana sobre os terríveis acontecimentos em Paris.

Assim, por iniciativa das professoras de francês e do grupo de História, pediu-se a todos que pelas 11h20min fosse feito um minuto de silêncio e lido antes ou depois o texto que segue, da autoria dos já referidos colegas. O texto foi lido pelos professores ou por um dos alunos da sala.

MANIFESTO Convocado pela solidariedade, pela tolerância, pelo respeito, pela liberdade e pela fraternidade, pela dignidade e pelo amor, o nosso Agrupamento associa-se ao sofrimento do povo francês e manifesta-se totalmente contra a vingança e a maldade, a violência, a cobardia e o terrorismo. Porque mudou tudo outra vez e não podemos ignorar; Porque temos o dever de discordar e de apostar num mundo melhor; Porque não ficamos reféns do silêncio e do medo; Porque estamos contra quem magoa e humilha; Porque acreditamos na paz e na concórdia, respeitando a diferença e o Outro; Porque merecemos um mundo seguro, justo e fraterno. Feliz. Porque caminhamos para um futuro que conta connosco e que é feito de esperança e de harmonia. De cores bonitas e de alegria, também. Porque não nos podem roubar os sonhos e o brilho nos olhos; Porque a nossa arma é feita de palavras, de coragem, de força e otimismo. Queremos, por isso, dizer «sim» à liberdade e à vida, aqui e lá, perto e longe. Sempre.

19


20

Destaque

O NATAL NA BE

ESCRITA SOBRE A ATIVIDADE DESENVOLVIDA “VISTA SOB A PERSPETIVA DOS ALUNOS”.

Leitura com a professora Paula Gaspar

A

professora Paula Gaspar é a nossa professora bibliotecária do Agrupamento de Escolas de Arraiolos. Ela tem encontro connosco semanalmente às quintasfeiras na sala titular do terceiro ano para nos ler um livro, com o propósito de o interpretarmos e discuti-lo em sala de aula. Os livros que são lidos são de variados temas, tais como: O beijo da Palavrinha, O mar, O príncipe do Rio… dos quais se retém informação que nos transporta para o imaginário, para outros lugares… Entendo ser importante a vinda da professora no sentido de nos interessarmos pela leitura, sabermos interpretar a história, reter a mensagem que ela contém, discutir em grupo o tema da mesma e compreendermos a estrutura do texto. Gosto muito da professora Paula, porque ela é muito simpática e expressa-se de uma forma especial na leitura. Diogo Flamínio, 4/11/2015, Professor Francisco Igreja

20

dezembro ‘15

A BIBLIOTECA PROMOTORA DE HÁBITOS DE LEITURA

Sessão de leitura com alunos com Necessidades Educativas Especiais. A docente Mónica Rebocho Educação Especial


dezembro ‘15

P

Destaque

21

FRASES A BIBLIOTECA É SUPER!!! ara além das já ficaram registadas em anteriores páginas deste mesmo jornal deixamos ainda outras...

Professores: Quiet is the new free. Feel Library! Rui Ramalhinho 10000100110101100010o110110001101001010111101110100011001010110001101100001 Rui Rebocho Qual é coisa qual é ela, que não é gente e sabe tudo? R. O local de todas as respostas — A Biblioteca. Carlos Rosmaninho A Biblioteca conduz ao conhecimento, este por sua vez conduz à Liberdade. Paula Gaspar O Saber não ocupa lugar. Gertrudes Garcia Assistentes operacionais: A Biblioteca é um tesouro que nunca acaba. António Oliveira A Biblioteca é um lugar de sonho para quem quer aprender ser mais. Maria João Caetano Alunos: Os livros têm toda a sabedoria e podemos encontrá-los na biblioteca. Sara Gazimba A biblioteca é um local muito sossegado e calado. Helena Lobo A biblioteca é um lugar pode podemos encontrar todas as respostas. Joana Carrasqueira A biblioteca é a Liberdade de Expressão. Raquel Madeira e Marisa Modas Palavras fechadas e palavras abertas é tudo novas descobertas. Beatriz P. e Margarida S. Dentro destes livros de mil palavras encontram-se todas as respostas. A Biblioteca é o domínio da sabedoria! Estela Caeiro e André Comba A Biblioteca é um sítio de estar e para conviver com os livros. Rui Santos La Biblioteca es un pozo sin fondo en que queremos caer, sentirnos librés. Henrique Coelho e João Oliveira A biblioteca é um lugar donde podemos volar por las palabras. Mara Coradinho y Miguel Teles En la insoldable Biblioteca vuela cnocimiento en la Literatura: poesia, prosa, drama envuelven nuestras vidas. Helena y Gabriela A Biblioteca é um sítio onde podemos aprender. Patrícia Beja A Biblioteca é um local onde podemos aprender lições para a vida. Sebastião Santos Na Biblioteca é onde podemos sentir a alegria dos nossos pensamentos. Mariana Banha Atrás daquela porta estão todas as tuas respostas. Miguel Espadinha e Daniela Rato Esta onda é um sítio de navegação em busca de informações. Alexandre Ribeiro 21


22

Destaque

dezembro ‘15

TEXTOS LIVRES

O

O PENSAMENTO SOBRE O NATAL Natal é uma das épocas mais importantes de todo o ano. É no Natal que toda a família se reúne e

se passam momentos únicos. Nem sempre é isto que acontece, pois existem pessoas que não têm ligação com a própria família, acabando por passarem o Natal sozinhas, ao abandono. Esta é uma data especial, é a data do nascimento do Menino Jesus. Para os cristãos existe um tempo de preparação para o Natal, ou seja, o Advento. Este ano, no meu percurso como cristão tenho lido todos os dias uma oração do livro “Rezar no Advento”, que para mim faz todo o sentido, pois quando chegar o Natal o sentimento e a emoção são enormes. Quando era pequeno o que mais me interessava, nesta época natalícia, eram os presentes. Nos dias de hoje, o pensamento mudou e o que me faz sentir mais feliz é poder ter uma família unida e comemorar o Nascimento de Jesus. Para mim, o Natal é especial! Paulo Oliveira, 7ºA

A

UM DIA DO MEU GATO cordo com ele a raspar na porta do meu quarto, tento que se vá embora mas não vale a pena,

ele insiste…mais vale dar-lhe o que ele quer. Algumas pessoas pensam que os animais domésticos são todos iguais, mas isso não é verdade, o meu gato parece mais uma pessoa…ele sabe que nós ontem cá em casa comemos bacalhau ao jantar e houve sobras para mais uma refeição, de gato! Ora e eu vou dar-lhe o que ele quer: o bacalhau! Mesmo sabendo que ele não merece, dou-lhe mimos, bem sei que ele ainda no outro dia partiu uma jarra nova cá da casa, mas não resisto, o meu gato é tão fofo… Mas quanto à comida ele é impressionante, é capaz de comer tudo. Hoje, depois de ter dado conta do bacalhau, comeu da sua ração, foi tentar a comida do cão e depois foi lá para fora… daí a pouco apareceu com um pássaro na boca e devorou-o em menos de um minuto. Comeu-o todo, menos as penas que ficaram espalhadas pelo chão da casa de banho, o local que ele escolhe para ir tratar dos seus petiscos. O pior de tudo é quando eu, depois de muito tempo de trabalho árduo, para escrever sobre um dia do meu gato, reparo que a cadeira em que estava sentado estava cheia de pelos de gato. João Caetano, 7ºA

22

/ Professora Paula Gaspar


dezembro ‘15

Destaque

23

TEXTOS LIVRES - UMA AVENTURA DO OUTRO MUNDO

O

meu despertador tinha acabado de tocar, e eu tinha que ir para a escola. Oh não, que maçada!

Quando terminaram as aulas fui lanchar à pressa para ir para a minha aula de equitação. No final da aula, que tinha corrido muito bem, tive um estranho pressentimento, como se algo de muito estranho se tivesse passado, como se a energia do universo tivesse perdido a harmonia. Uma alteração assim só podia significar que alguém tinha aberto um portal. E se os outros portais também fossem abertos?! Seria o fim do mundo sobrenatural! Só havia uma coisa a fazer: viajar através de um portal e resolver a situação que tinha dado origem a toda esta confusão. Por sorte, no monte do meu tio havia um portal disfarçado de portão velho e ferrugento. A passagem para outro mundo fazia com que a nossa aparência mudasse. Neste mundo, eu era a líder e como tal, tinha uma armadura de guerra. Éramos uma comunidade geralmente pacífica, que gostava de se entreter com espetáculos de dragões cuspidores de fogo; mas isso agora não interessa. Apressei-me a ir à minha biblioteca secreta, que estava repleta de material informático de última geração para detetar todas as ameaças que poderiam existir nos restantes portais. Nesta altura havia 10 portais, cada um guardado por um dragão. Havia o portal de fogo, água, terra, folha, ar, trovão, relâmpago, dia, noite e arco-íris. O portal aberto foi o arco-íris; até não era dos mais importantes, mas se quem o abriu descobrisse a pedra arco-íris haveria guerra.

Quem poderia ter aberto o portal? Encontrei uma senhora idosa que fazia tartes, que me disse:

- Sara quem abriu o portal foi Andros, a mais temível de todas as criaturas maléficas! - Obrigada por me avisar.- disse eu. - Ah! Só mais uma coisa, o dragão arco-íris quer falar consigo. Está lá fora à espera. - disse a senhora das tartes. - Obrigada por me avisar.- disse eu. Fui falar com o dragão. Ele parecia estar bem e trouxe-me a pedra arco-íris para eu proteger já que ele não conseguia. Deixei-o entrar para descansar, e, quando já estava recuperado, começámos a nossa expedição. Fomos a cada portal falar com cada dragão e explicar o que tinha acontecido. Todos eles me entregaram a sua pedra para guardar e vieram comigo para defender o mundo sobrenatural do maléfico Andros. Em troca, dei a cada dragão uma armadura contra o poder de Andros. As 9 pedras estavam agora em segurança e iriam juntar-se à pedra arco-íris no castelo, mas antes de chegarmos à aldeia, Andros conseguiu entrar no castelo e roubar a pedra. Decidi então que as restantes pedras ficariam mais seguras se estivessem escondidas sob as armaduras dos dragões. Finalmente a batalha aproximava-se. Andros queria todo o poder daquele mundo, e com a pedra arco-íris as suas forças tinham aumentado. As coisas não pareciam boas para o nosso lado. Pedi a todos os dragões que se unissem e forjassem uma pedra única com os seus poderes; uma pedra que tivesse a energia de todos os elementos: fogo, água, terra e ar. Esta pedra derrotou Andros e absorveu os seus poderes, deixando-o sem magia e inofensivo para todas as criaturas do mundo sobrenatural. Agora que tínhamos salvado o mundo, falei com os dragões e concordámos que o poder da pedra forjada era demasiado perigoso, e, assim, a pedra voltou a ser divida em todos os elementos que lhe deram origem. Cada dragão levou consigo a sua pedra e voltou a guardar um dos 10 portais existentes. Aprendemos todos uma valiosa lição: só conseguimos atingir os nossos objetivos se trabalharmos em equipa. Era altura de regressar a casa, antes que dessem pela minha falta! Parece que foi tudo um sonho, mas foi real. E este segredo fica só ente nós. Agora tenho de ir, a aventura espera-me. Sara Gazimba, Nº 17, 7º A Professora Paula Gaspar

23


24

Destaque

dezembro ‘15

O 5 DE OUTUBRO DE 1910

N

a manhã do dia 5 de outubro de 1910, na varanda da Câmara Municipal de Lisboa, foi feita a proclamação da República. A mudança de regime político, desde há muito desejada pela população, resultou de uma revolução organizada pelo Partido Republicano Português que teve início no dia 2 e que saiu vitoriosa na madrugada do dia 5 de outubro, provocando o fim da Monarquia Constitucional. Esta mudança obrigou à elaboração de uma nova Constituição, tendo aí ficado registados os fundamentos do novo regime. Foram alterados os símbolos da nação: o Hino, a Bandeira e a Moeda. Para comemorar esta data tão importante para o nosso país, apesar de já não ser feriado nacional, a turma C do 9º ano pesquisou sobre o dia “5 de outubro” e construiu um painel com cartazes informativos sobre o referido acontecimento. Bom “5 de Outubro “e “Viva Portugal”!

O ÚLTIMO REI DE PORTUGAL D. Manuel II de Portugal

M

anuel II nasceu no Palácio de Belém, em Lisboa, cerca de um mês depois da subida de seu pai ao trono de Portugal. Foi o trigésimo-quarto e último Rei de Portugal. D. Manuel II sucedeu ao seu pai, o rei D. Carlos I, depois do assassinato deste e do seu irmão mais velho, o príncipe real D. Luís Filipe, a 1 de Fevereiro de 1908. Antes da sua ascensão ao trono, D. Manuel foi Duque de Beja e Infante de Portugal. Reinado: Início: 1 de Fevereiro de 1908 Fim: 5 de Outubro de 1910.

O PRIMEIRO PRESIDENTE ELEITO DA REPÚBLICA PORTUGUESA Manuel José de Arriaga

F

oi um advogado, professor, escritor e político de origem açoriana.

Foi dirigente e um dos principais ideólogos do Partido Republicano Português. A 24 de Agosto de 1911 tornou-se no primeiro presidente eleito da República Portuguesa, sucedendo na chefia do Estado ao Governo Provisório presidido por Teófilo Braga. Exerceu aquelas funções até 29 de Maio de 1915, data em que foi obrigado a demitir-se, sendo substituído no cargo por Teófilo Braga. André Vitorino, n.º 5 Diogo Vieira n.º10 9.º C A docente Anabela Barros

24


dezembro ‘15

Destaque

25

O 5 DE OUTUBRO DE 1910

A PORTUGUESA

O

hino A Portuguesa foi composto em 1890, com letra de Henrique Lopes de Mendonça e música de Alfredo Keil. Após a implantação da República, no dia 5 de outubro de 1910, A Portuguesa foi consagrada a símbolo nacional pela Assembleia Nacional Constituinte, em 19 de junho de 1911, substituindo o hino anterior Hymno da Carta que tinha sido escrito por D. Pedro IV (de Portugal), e adotado em Maio de 1826. Ao longo dos anos, A Portuguesa recebeu várias alterações como a mudança da letra, melodia e instrumentos, até que em 1956 o governo nomeou uma comissão encarregada de estudar uma versão oficial do hino, a proposta dessa comissão foi aprovada em 16 de Julho de 1957, mantendo-se, assim, o hino alterado desde então. Na Constituição de 1976, foi designado como um dos símbolos nacionais de Portugal. Normalmente o hino nacional é executado oficialmente em cerimónias nacionais, civis e militares, onde é prestada homenagem à Pátria, à Bandeira Nacional ou ao Presidente da República. Diogo Correia, n.º11 José Pessanha, n.º18

CAROLINA BEATRIZ ÂNGELO

N

ascida a 16 de Abril de 1878 na cidade da Guarda, onde fez os estudos primários e secundários, Carolina Beatriz Ângelo foi médica e feminista portuguesa. Licenciou-se em Medicina, na Escola Politécnica e Médico-Cirúrgica em Lisboa, onde concluiu o curso em 1902. Foi a primeira mulher a ter o direito ao voto por ocasião das eleições da Assembleia Constituinte, em 1911. Como era viúva, o título de “chefe de família” permitiu-lhe ter esse direito. Beatriz Ângelo tornou-se a primeira médica portuguesa a operar no Hospital de São José, dedicando-se mais tarde à especialidade de ginecologia.

A Portuguesa Heróis do mar, nobre povo, Nação valente, imortal, Levantai hoje de novo O esplendor de Portugal! Entre as brumas da memória, Ó Pátria, sente-se a voz Dos teus egrégios avós, Que Que há de guiar-te à vitória! Às armas, às armas! Sobre a terra, sobre o mar, Às armas, às armas! Pela Pátria lutar Contra os canhões marchar, marchar! Composição Alfredo Keil, Henrique Lopes de Men-

A docente Anabela Barros

25


26

Destaque

dezembro ‘15

RINCÓN DEL ESPAÑOL

EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS no corredor, de trabalhos desenvolvidos no Agrupamento de Escolas de arraiolos ao longo do 1º período — Exposição da responsabilidade da Srª Diretora do Agrupamento

O

“Rincón del Español” regressa com as primeiras exposições dos muitos trabalhos que irão sendo realizados durante este novo ano letivo pelos alunos da disciplina de Espanhol dos ensinos de terceiro ciclo e secundário da nossa escola. Inauguraram o espaço da “Oficina d’Artes” os discentes das turmas do 7ºC, 8ºB, 8ºC, 9ºC, 10ºA e 10ºB das professoras Mafalda Andrade e María del Mar Jordão com trabalhos subordinados às efemérides do “Día de la Hispanidad” no dia 12 de outubro e do “Día de Todos los Santos” no dia 01 de dezembro. Ditos trabalhos tiveram o intuito de dar a conhecer a toda a comunidade educativa as diversas formas de homenagem à língua e cultura espanholas do mundo inteiro bem como os diversos rituais praticados por todos os países de língua espanhola no seu tributo a familiares e amigos falecidos. Visite-nos! Todos os meses teremos trabalhos de alunos sobre uma efeméride interessante que lhe permitirão recordar ou aprofundar os seus conhecimentos na riquíssima e interessantíssima cultura dos países de língua hispana. A todos desejamos um excelente ano letivo de 2015-2016! As docentes de Espanhol Maria del Mar Jordão Mafalda Andrade

26


dezembro ‘15

Destaque

Dia 4 de dezembro - Sessão com Pedro Madureira Professor na UÉ destacado na EMEPC

27

HORA DO CONTO QUERO UM ABRAÇO

Por sermos um Agrupamento Ler+Mar e como tal parceiros na defesa do ambiente, o professor Pedro Madureira deslocou-se à escola sede para falar sobre o trabalho desenvolvido na plataforma. A sessão foi muito interessante e estiveram presentes as duas turmas do 12º e o 11ºB. Muito obrigada a todos!!!

27


28

Destaque

dezembro ‘15

No âmbito do projeto SOBE, a enfermeira Paula tem vindo à escola desenvolver sessões sobre a saúde oral , utilizando o texto de Carlos canhoto, PIRÁ BE Dordio Gomes

28


dezembro ‘15

Destaque 29

HORA DO CONTO NA BE DORDIO GOMES REGISTAMOS A PRESENÇA DAS DIFERENTES TURMAS

29


30

Destaque

dezembro ‘15

FRASES “A BIBLIOTECA É SUPER” 5º B

A Biblioteca é o paraíso dos livros. O sítio ideal para entrar nas histórias é na Biblioteca. Miguel Ferreira A biblioteca é um sítio cheio de magia e encantamento. Marco Leonor A biblioteca é um lugar onde podemos entrar nas aventuras, nos desenhos e explorar várias histórias. Artur Machado A Biblioteca é um sítio onde podemos voar e entrar nos livros, descobrir coisas, viajar e conhecer novos lugares. A.Machado A Biblioteca é um sítio cheio de histórias para contar, curtas ou compridas e, às vezes, coloridas. Beatriz Branco A Biblioteca é um espaço de aventura. Daniel Pereira A Biblioteca é um sítio cheio de pequenas surpresas e onde a nossa imaginação pode fluir. Beatriz Branco Na Biblioteca entramos nos livros, voamos, imaginamos e vivemos aventura inigualáveis. Miguel Fernandes A Biblioteca é o lugar da magia e do maravilhoso. Luís Sousa

FRASES “A BIBLIOTECA É SUPER” 6º B

A Biblioteca é um sítio calmo, onde podemos ler e aprender várias coisas muito interessantes que nos fazem crescer. Matilde Lóios Eu acho que a Biblioteca tem coisas interessantes como: o computador, livros, o silêncio que há lá e também acho que ela é “valiosa”. Joana Paulo A Biblioteca é um sítio, é onde se pode:pensar; estudar; saber; escrever; e ler, vivendo diariamente as aventuras com as nossas personagens favoritas. Estará sempre lá, debaixo do nosso nariz e olhos, sem notarmos que principalmente, é um sítio para sonhar. Lia Nascimento

PESQUISA PARA TRABALHOS DE FILOSOFIA

30


Destaque 31

dezembro ‘15

TRABALHOS DE HISTÓRIA EXPOSTOS NA BE CUNHA RIVARA - 9ºA

CURIOSIDADES

O

soldado Milhais viu-se sozinho numa trincheira e, então, ergue-se, de metralhadora em punho, e varreu uma coluna de alemães. Parece que os alemães terão julgado que, em vez de um camponês sozinho, enfrentavam um fortíssimo regimento de portugueses e ingleses. Mas, afinal, era apenas Milhais e a sua querida "Luísa", nome da metralhadora. Quatro dias depois da batalha, encontrou um médico escocês que o salvou de morrer afogado num pântano. Foi este médico que deu conta ao exército aliado dos feitos do soldado transmontano. Chegado ao acampamento, Milhais foi efusivamente abraçado pelo seu comandante (General Tamagnini): «Tu és Milhais, mas vales milhões». Matilde e Rita 9º A Professora Anabela Barros

31


32

Destaque

dezembro ‘15

VISITA À PADARIA DE SABUGUEIRO

N

o dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, fizemos uma visita à padaria do senhor Jesuíno, onde fomos recebidos pela senhora Laurinda, a mãe do nosso colega Mateus Courela. A senhora Laurinda começou por nos explicar quais são os principais ingredientes usados no fabrico do pão: farinha, água, fermento e uma pitada de sal. A seguir “metemos as mãos na massa” e amassámos uns pequenos pãezinhos para serem recheados com chouriço. Seguidamente colocaram-se os pãezinhos no forno que ainda estava quente. Gostámos e aprendemos muito com esta visita… e que saboroso estava o pão com chouriço! Alunos da Escola EB1 e JI de Sabugueiro Professor Fernando Afonso

32


dezembro ‘15

Destaque 33

Alunos do Pré-Escolar, da sala da educadora Florbela, na BE Dordio Gomes

E

xploração da História " A Joaninha Vaidosa" A Joaninha vivia alegremente, até que umas coloridas borboletas por aquelas bandas passaram, e toda a bicharada não falava noutra coisa! A Joaninha triste e cabisbaixa, lamentava-se de os animais já não lhe prestarem atenção. Decidiu então mudar de vestuário e vestir-se igual a outros animais, mas o resultado foi catastrófico!... O sábio mocho aconselhou-a a não imitar ninguém, ser ela própria e enfeitar-se à sua maneira! E com a especificidade e diversidade a amizade se reforçou!

NATAL NA BE CUNHA RIVARA

FEIRA DO LIVRO NA BE CUNHA RIVARA

33


34

Destaque

dezembro ‘15

PRESÉPIOS

P

resépios feitos por alunos do 3º e 5º anos e 8º do Curso Vocacional nas disciplinas de Expressão Plástica, Edu-

cação Tecnológica e Artes e Ofícios. Alguns pormenores das pequenas maravilhas que os nossos alunos fizeram… para visitar… na BE Cunha Rivara.

34


Destaque 35

dezembro ‘15

Presépio elaborado pelos alunos 5º, 6º, 7º, e 8º nas disciplinas de Educação Visual, Educação Tecnológica e Expressão Plástica

T

rabalho desenvolvido com os professores: Anabela Garcia, Celeste Alhinho, Bernardino Mira. Alunos e professores empenharam -se em deixar a sua marca nesta época natalícia. A comunidade agradece-lhes o esforço e congratula-se pela colaboração entre todos. Obrigada!!!

35


36

Destaque

dezembro ‘15

DIA DE S. MARTINHO

N

o dia de S. Martinho as crianças e alunos da EB1/JI de Arraiolos juntaram -se com os avozinhos no Castelo para conviver e saborear as castanhas assadas. A animação esteve a cargo dos alunos da Escola Eça de Queiroz. Foi uma excelente manhã de convívio entre as várias gerações. Muito Obrigada à Junta de Freguesia e à Câmara Municipal que apoiaram este Magusto e aos avós que assaram as castanhas.

36


dezembro ‘15

Destaque 37

AULA DE SEVILHANAS NA BE CUNHA RIVARA COM A PROFESSORA MAFALDA ANDRADE

N

o âmbito da disciplina de Espanhol, realizou-se no dia 3 de dezembro um workshop de dança sevilha-

na, direcionado à turma do 7ºB. O principal objetivo desta atividade foi, mais do que conhecer este aspeto cultural tão significativo do nosso país vizinho, colocar os alunos em contacto direto com o mesmo, vestindo o papel de bailarinos, fazê-los sentir a música, os seus ritmos, movimentos e interpretações. Os alunos estiveram à altura do desafio e estão de parabéns pela sua postura motivada e empenhada. A professora de espanhol, Mafalda Andrade

37


Destaque

38

dezembro ‘15

WORKSHOP COM TERESA MENDES “O DIÁLOGO ENTRE O TEXTO VERBAL E O TEXTO ICÓNICO” - 9 de dezembro

M

ais uma vez fomos levados numa onda de encantamento e magia do discurso da Teresa. Com ela as histórias

transformam-se. Os textos viram poesia e as ilustrações são decifradas em todos os seus pormenores...

O CONTADOR DE HISTÓRIAS - LUÍS ENSINO NUNES - 7 de dezembro

N 38

o dia 7 de dezembro recebemos o contador de histórias, Luís Ensina Nunes, que nos deliciou com uma sessão de contos. Estiveram presentes os alunos do 1º ciclo e pré-escolar.


Destaque 39

dezembro ‘15

TEXTOS LIVRES - 7º A

N

VIVER EM ARRAIOLOS

o Alentejo, concelho de Arraiolos, foi o local onde os meus pais escolheram morar. Já vivi em Évora, cidade onde nasci, apenas com um ano mudei-me para a Vila de Arraiolos. Eu gosto muito de aqui morar, tenho uma casa com espaço exterior e posso brincar na rua, nas cidades é bem diferente! Gosto da escola, dos meus professores e dos meus amigos. É um espaço muito acolhedor e profissional, sinto segurança, amizade e aprendizagem com tranquilidade. Esta vila tem muitas festas para trazer mais turistas, como a Feira do Tapete e da empada que decorre neste momento. Arraiolos é conhecido pelos tapetes de Arraiolos que são muito bonitos, mas de difícil “criação”, pois é um trabalho muito preciso e demorado porque é artesanal. Frequento o agrupamento de Escuteiros 669 de Arraiolos e sou explorador. Gosto muito das actividades que aí desenvolvemos, tais como acampamentos, trabalho comunitário, jogos de orientação e acima de tudo os laços que nos unem, a grande amizade! Nas férias gosto de participar no ATL porque faço actividades diferentes com os meus amigos, nomeadamente, nas piscinas municipais onde fazemos jogos e competições. Arraiolos é rico em património, tem um castelo que eu gostaria de ver recuperado, quem sabe se daqui a alguns anos pode ser feito com a minha ajuda. Perante o que escrevi, afirmo que gosto muito de viver em Arraiolos, vila pequena com muito interesse, que oferece uma vida saudável e agradável aos seus habitantes.

O

É BOM TER UM IRMÃO – DEDICATÓRIA

meu irmão chama-se Manuel e tem 8 anos de idade. É muito brincalhão e um grande guarda-redes. Tem os olhos verdes acastanhados e o cabelo loiro. O meu irmão é uma criança tímida, mas muito faladora quando à vontade. Gosta de estar com os amigos e jogar à bola. Gosta também de jogar alguns videojogos. O meu irmão gosta de ver televisão, o programa preferido dele é “ninjago”. Não é muito trabalhador, mas tem uma letra linda, mas não a usa, pois é muito trapalhão. É muito engraçado e lindo, frequenta os Escuteiros de Arraiolos e é lobito. Eu adoro o meu irmão, é muito fofinho, mas um pouco barulhento. Eu adoro o meu irmão, é o melhor que eu poderia ter e eu adoro-o. Sebastião Santos, 2015/11/10

Pai O que é um pai? Para muitas pessoas, Um pai é apenas um familiar. Para mim não. Para mim é muito mais do que isso. É um companheiro! Que está sempre lá quando eu preciso. E que me faz companhia. Independentemente onde esteja. E é um amigo! Com quem posso contar sempre, Para o resto da minha vida! Margarida Sabino Professora Paula Gaspar

39


40

Destaque

dezembro ‘15

ÉvoraMat 2015 2015 N

o dia 28 de novembro decorreu na escola sede do Agrupamento de Escolas de Arraiolos, o XXI Encontro de

Professores de Matemática, contando com a presença de 70 pessoas para discutir problemas relacionados com a educação matemática, nomeadamente aqueles que se colocam com a entrada do novo programa de Matemática A. Decorreram vários tipos de sessões, conferências, painéis e sessões práticas, sendo estes momentos dinamizados por vários oradores de diferentes pontos do país. Estiveram presentes também duas editoras a representar esta indústria parceira dos professores. Para a concretização deste evento, agradece-se os apoios que tivemos: institucionais, empresariais, dos professores, dos assistentes operacionais e de alguns alunos do 11ºA e 12ºA. Aqui ficam alguns registos dos vários momentos deste dia de trabalho...

40


dezembro ‘15

Destaque

41

EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS CINETEATRO - 15 DE DEZEMBRO - 8 DE JANEIRO 2016

41


42

Destaque

dezembro ‘15

CERIMÓNIA DE ENTREGA DOS PRÉMIOS DE MÉRITO-ANO LETIVO DE 204/15 19 DE DEZEMBRO DE 2015 - CINETEATRO

Prémio Borralho dos Reis

Prémio Mérito da Caixa de Crédito Agrícola

Prémio Mérito Desportivo Prémio Mérito Câmara Municipal de Arraiolos

Prémio Santa Casa da Misericórdia

42


Destaque

dezembro ‘15

43

PRÉMIOS DE MÉRITO QUADROS DE EXCELÊNCIA, MÉRITO DESPORTIVO, DIPLOMA DO 12º ANO

2º ciclo 1º ciclo

3º ciclo

Ensino Secundário

Entrega do diploma do 12º ano

43

Profile for Angela  Rodrigues

ArrRivar - Jornal do Agrupamento de escolas de Arraiolos  

1ª edição - 2015-16

ArrRivar - Jornal do Agrupamento de escolas de Arraiolos  

1ª edição - 2015-16

Profile for arrrivar
Advertisement