Issuu on Google+

N° 36 . DEZ/12

Publicação da Arquidiocese de Belo Horizonte • Ano 3

Espaço da fé

Fiéis vivem momentos de oração no terreno da Catedral Cristo Rei


na minha casa

Foto: Mary Lane Vaz

Maria José Dória, moradora do bairro Sagrada Família, reuniu a família e os vizinhos, para acolher a equipe da Campanha Faço Parte. Ela foi presenteada com um oratório e uma imagem de Nossa Senhora. “A visita foi um presente também para meus vizinhos que já estão motivados a participar da Campanha Faço Parte”, disse dona Maria José.


Foto: Mary Lane Vaz

Foto: Mary Lane Vaz

MENSAGEM DO ARCEBISPO

Amado e amada de Deus, Saúde e paz

Foto: Tião Mourão

Dezembro é tempo de reviver uma antiga tradição, com grande força educativa, capaz de cultivar no coração de adultos e crianças, homens e mulheres, o significado nobre do gesto de Deus, “que se fez homem para habitar entre nós” (Jo 1,14). Nas igrejas, nas praças e, sobretudo, nos lares, é o momento de juntar a família para criar e contemplar os presépios. Simples ou complexos, com imagens de diversos tamanhos, decorados com os mais diferentes elementos, que refletem a riqueza própria de cada cultura, os presépios ensinam o verdadeiro sentido do Natal, transmitindo de geração em geração os fundamentos da fé cristã. Assim, os pais devem aproveitar a oportunidade que nasce nesta época do ano para ensinar aos filhos sobre a grandiosidade do gesto de Deus, que tudo pode, mas se fez menino, nascido na manjedoura. É justamente esta lição que São Francisco de Assis quis transmitir, quando instituiu a tradição do presépio, em 1223, ao celebrar a Missa de Natal entre o boi e o jumento. Depois da aprovação da Regra dos Frades Menores, São Francisco de Assis foi para o eremitério de Greccio (Itália), com

o propósito de ali celebrar o Natal do Senhor. São Francisco disse a alguém que queria ver, com os olhos do corpo, como o menino Jesus, escolhendo a humilhação, foi deitado na manjedoura. Esse acontecimento foi a inspiração para, mais tarde, o Natal ser representado por meio do presépio, que simboliza a encarnação de Jesus Cristo, o Verbo de Deus. A força educativa que irradia dos presépios mostra que o Natal é muito mais do que uma época para o consumo, caracterizado por lojas cheias, vitrines decoradas e pessoas ansiosas por presentes caros. Na verdade, o Natal ensina a lição da oferta e do desapego. É tempo de alegria e confraternização, festa que conclama todos para o exercício da caridade. O presépio mostra a humildade de Deus, indicando que ninguém é mais do que ninguém, pois todos são merecedores do gesto nobre e amoroso da encarnação do Verbo. Com carinho e grande amizade, desejo que você e sua família tenham um abençoado Natal, de muita alegria, fé e solidariedade. Com as bênçãos de Deus.

03


SUMÁRIO

03 Mensagem do Arcebispo 05 Seminário Mineiro de TVs Educativas 06 Solo sagrado 08 Peregrinações ao terreno da Catedral

10 Doação de amor 12 Visita da Maquete da Catedral Cristo Rei 13 60 anos de serviço aos pobres 14 Série “Revitalização do Santuário” Faço Parte na Minha Casa

MENSAGENS DOS LEITORES O Santuário é um presente do Pai. Quando lá estou, posso senti-lo bem pertinho de mim. Obrigada meu Pai por este santo lugar que para mim é indescritível. Elizabeth Freitas Foto: Iraci Laudares

Que tal receber os evangelizadores da Campanha Faço Parte em sua casa? Entre em contato conosco! Será um prazer visitá-lo e conhecer a sua família! Telefone: 31 3209-3559

A Catedral Cristo Rei é um marco na história de Belo Horizonte. Essa construção simboliza a vitória de Cristo, que é luz para as pessoas. Esse projeto antigo, retomado pelo arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo, vai ser para nossa cidade um lugar especial de acolhida, principalmente da juventude, que precisa de um espaço maior para se reunir. Clever Vinícius - Conj. Ribeiro Belo Horizonte, MG

EXPEDIENTE

Revista Faço Parte Publicação da Arquidiocese de Belo Horizonte Arcebispo metropolitano de Belo Horizonte Dom Walmor Oliveira de Azevedo

04

Vigário Especial para a Comunicação e Cultura Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães Coordenação da Rede Catedral de Comunicação Católica e da Campanha Faço Parte Padre Fernando Lopes Gomes Foto Capa: Luis Marcos e Coral da Paróquia São Marcos

Produção, redação, edição e diagramação Assessoria de Comunicação e Marketing da Arquidiocese de Belo Horizonte e Rede Catedral de Comunicação Católica Impressão Fumarc Tiragem 20.000 exemplares


TV HORIZONTE

Meios de comunicação a serviço do ensino Os participantes puderam acompanhar uma palestra do diretor nacional de comunicação dos Salesianos, Ir. Cledson Rodrigues, que é especialista em televisão. Durante a apresentação, Ir. Cledson destacou o processo de mudança no sistema de transmissão, de analógico para digital. De acordo com o religioso, essa mudança não ocorre apenas no campo da técnica, mas também no domínio da cultura. Segundo o Ir. Cledson, as TVs educativas terão mais facilidade para implantar a interatividade, pois seu conteúdo não será controlado por grandes agências.

Foto: Renato Gomes

A Rede Catedral de Comunicação Católica e a PUC Minas realizaram o I Seminário Mineiro de TVs Educativas. O encontro foi oportunidade para refletir tendências, leis e programas televisivos. Para o bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e reitor da PUC Minas, dom Joaquim Mol, as TVs educativas trazem esperança e comunicam valores. “Temos que avançar na interlocução entre os membros das emissoras, para que façamos da comunicação uma grande missão na divulgação de valores, de cultura e principalmente do Evangelho.”

05 05


Foto: Iraci Laudares

SANTUÁRIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE, PADROEIRA DE MINAS

06


Foto: Iraci Laudares

“(...) a proposta é deixar uma marca do Santuário na vida das pessoas”.

Solo sagrado Os peregrinos que visitarem o Santuário Nossa Senhora da Piedade neste fim de ano terão uma surpresa: a estrada de acesso e outros importantes espaços do Santuário passaram por um processo de recapeamento. Reconhecido pelo governo de Minas como atrativo turístico de especial relevância para o Estado, as obras do Santuário foram coordenadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O principal objetivo do recapeamento é

facilitar o acesso ao Santuário da Padroeira de Minas. Além disso, foram revitalizadas quatro praças e a guarida. O heliponto ganhou sinalização especial e foi construído um jardim, próximo ao restaurante. De acordo com o administrador do Santuário, padre Alex Favarato, as obras vão dar mais segurança aos peregrinos, melhorar a circulação e, consequentemente, permitir acolher melhor os romeiros, consolidando o Santuário como espaço ideal para reflexão, oração e encontro com Deus.

07


CAPA

Peregrinações ao terreno da Catedral Cristo Rei Em dezembro, peregrinos estão visitando o terreno para conhecerem o presépio de Natal.

Muitos fiéis estão visitando o presépio de Natal e participando das novenas no terreno onde será construída a Catedral Cristo Rei. O presépio foi inaugurado no dia 25 de novembro, Festa de Cristo Rei, em solenidade que contou com a presença de grupos de oração e do coral de crianças Sonoro Despertar. A presença do presépio intensifica as peregrinações ao terreno, realizadas desde o ano passado em ocasiões especiais. A primeira peregrinação aconteceu no dia 19 de novembro de 2011, quando milhares de fiéis participaram da solenidade de bênção da pedra fundamental e iluminação da Cruz da Catedral Cristo Rei. Aquele dia também ficou marcado pela presença no terreno da Cruz Peregrina e do Ícone de Nossa Senhora, símbolos da Jornada Mundial da Juventude, que estão percorrendo as dioceses do Brasil. Já em 2012, fiéis da comunidade Nossa Senhora da Boa União, do bairro Minaslândia, caminharam até o local, para rezar um “terço pela paz”. Segundo Ronaldo do Nascimento, integrante da comunidade que coordenou a peregrinação, a ideia surgiu durante a

08

reunião do conselho comunitário, quando ficou definido que todo dia 21 de abril a comunidade caminhará até o terreno. “A nossa intenção é continuar a peregrinação até mesmo depois que a Catedral ficar pronta”. Também neste ano, em 15 de agosto, Dia de Nossa Senhora da Boa Viagem, o terreno da Catedral Cristo Rei recebeu fiéis para a oração do terço, em cerimônia presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese dom Wilson Angotti (foto ao lado). Com a inauguração do presépio e a presença de grupos de oração, mais uma vez, o terreno torna-se lugar de encontro, já indicando a vocação da Catedral Cristo Rei de congregar as comunidades de fé da Arquidiocese.

“A nossa intenção é continuar a peregrinação até mesmo depois que a Catedral ficar pronta”


CATEDRAL CRISTO REI

Foto: Luis Marcos

Visita da Maquete


DOAÇÃO DE AMOR

Trajetória de fé e dedicação à Igreja Da infância pobre ao sucesso como empresário, Henrique Bertholino reconhece em Deus sua grande fonte de força O empresário Henrique Bertholino é um mato-grossense de nascimento, mas mineiro de coração. Ele se mudou para Belo Horizonte na década de 50, ainda criança. De origem humilde, lutou e construiu uma carreira sólida, instituindo a fábrica de colchões Minaspuma e, anos depois, ingressando no mercado financeiro com as empresas HB. A trajetória de sucesso também foi marcada por momentos difíceis, como o incêndio que destruiu a fábrica de colchões e sérios problemas de saúde. Mas a fé e a perseverança fizeram com que estas dificuldades fossem superadas. Membro da Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE), o empresário se entusiasma ao falar da edificação da Catedral Cristo Rei. Nesta entrevista, Henrique Bertholino ressalta a importância de seus pais na formação cristã. E sem hesitar, testemunha: “A fé é tudo”.

“A gente faz o bem e recebe mil vezes mais”

10

Para o senhor, o que significa caminhar junto com a Igreja em busca da edificação da Catedral Cristo Rei? A minha trajetória de vida tem muitos sacrifícios, muita entrega e muita dedicação. Eu fui muito premiado por Deus, pela vida e por pessoas que me cercaram. Começando pelos meus pais, de origem muito simples e humilde. Meu pai era vicentino e me deu valores


Fotos: Carla Andrade

CAPA

que carrego pela vida toda. Eu tento hoje devolver à sociedade aquilo que recebi ao longo dos anos. A gente faz o bem e recebe mil vezes mais. Nós da ADCE estamos agora ajudando a construir a Catedral Cristo Rei, a Casa do Povo de Deus, a partir da liderança de dom Walmor, que é um pastor maravilhoso. Como a fé se manifesta em sua vida? A fé é tudo. Eu fui, em dezembro do ano passado, fazer exames médicos e foi detectado um nódulo maligno no

pâncreas, além de metástase no fígado. Eu me apeguei a Deus, não lastimei e nem fiquei triste. Sei que Deus está ao meu lado, me dando força. Sempre tive a convicção da fé. O que o senhor aprendeu com a fé? Que Deus é bom demais. Se você faz o certo, recebe o certo. Esta é a maior lição que eu tiro da vida. Se fizermos o bem, amarmos ao próximo, somos recompensados de modo tão intenso que não dá nem para definir.

11


CATEDRAL CRISTO REI

Visita da maquete

Fotos: Equipe Faço Parte

A Maquete da Catedral Cristo Rei está sendo apresentada às comunidades de fé das paróquias da Arquidiocese de Belo Horizonte. A maquete foi abençoada pelo Papa Bento XVI durante a exposição “O esplendor da verdade, a beleza da caridade”, realizada no Vaticano, em Roma. A exposição homenageou os 60 anos de sacerdócio do Papa.

Maquete da Catedral Cristo Rei visita o Santuário São Judas Tadeu, no bairro da Graça em Belo Horizonte

Veja outras fotos no site da Catedral Cristo Rei www.catedralcristoreibh.com.br 12


CARIDADE E VIDA

60 anos de serviço aos pobres A Arquidiocese de Belo Horizonte celebra com grande alegria os 60 anos da Providência Nossa Senhora da Conceição. A Providência foi instituída no dia 26 de outubro de 1952, pelo então pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, da Lagoinha, monsenhor Juvenal Honório dos Santos, com o intuito de socorrer os pobres, auxiliar os menos favorecidos, promover o amparo moral e a formação da juventude. Ao longo das décadas, a partir do trabalho de técnicos e voluntários, a Providência cresceu. Em média, a instituição beneficia aproximadamente 240 mil pessoas a cada ano, a partir das inúmeras iniciativas desenvolvidas pelas pastorais sociais, coordenadas pelo

Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política. Programas e projetos sociais, que incluem atividades nas áreas de geração de renda e trabalho, promoção da educação e saúde, entre outras iniciativas, são desenvolvidos e coordenados pelos agentes de 13 pastorais, nas mais de 1,5 mil comunidades de fé da Arquidiocese de Belo Horizonte. Durante Missa em Ação de Graças pelos 60 anos da Providência Nossa Senhora da Conceição, o arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo lembrou que o serviço aos mais pobres é o tesouro da fé católica. “Estejamos sempre, por graça, ao dispor de Deus, e isso significa estar também a serviço dos pobres” ressaltou.

Foto: Arquivo Arquidiocese de BH

Pastoral da pessoa idosa: um dos projetos da Providência Nossa Senhora da Conceição.

13


SANTUÁRIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE

Revitalização da Cafeteria Padre Virgílio Resi As melhorias na infraestrutura do Santuário Nossa Senhora da Piedade contemplaram uma ampla reforma na Cafeteria e Lanchonete Padre Virgílio Resi. No local, foi construído o Espaço Boas Lembranças, onde o visitante encontra o trabalho de artesãos que se inspiram nas maravilhas do Santuário da Padroeira de Minas. A reforma na Cafeteria e Lanchonete Padre Virgílio Resi seguiu parâmetros e normas da

vigilância sanitária. Entre outras melhorias, o espaço ganhou novos acabamentos, equipamentos e mobiliário, nova iluminação e sistema de exaustão. Também recebeu adaptações para garantir acesso às pessoas com dificuldade de locomoção. No local, é servido o tradicional café colonial de Minas Gerais, além de bolos, pães e biscoitos que integram a gastronomia mineira.

Antes

Fotos: Arquivo Arquidiocese de BH

Depois

14


Faço parte

Sua contribuição faz toda a diferença. Você pode participar com débito automático ou depósito em conta: Banco Itaú (341)

Agência: 1403 Conta Corrente: 97.888-3 Nominal: Mitra Arquidio­ cesana de Belo Horizonte

Banco Bradesco (237) Agência: 2485-6 Conta Corrente: 33.777-3 Nominal: Mitra Arquidio­ cesana de Belo Horizonte

Banco Santander (033)

Agência: 3476 Conta Corrente: 13003705-7 Nominal: Mitra Arquidio­ cesana de Belo Horizonte

Mais informações: 31.3209.3559 | www.arquidiocesebh.org.br


Quando cheguei, com nove anos, a Belo Horizonte, a cidade arborizada, calma e própria para as brincadeiras de menino, tinha um projeto de construção de sua nova catedral. No ponto em que as avenidas Afonso Pena e do Contorno se encontravam, existia uma igreja provisória. Dali, do alto, a construção católica olharia e abriria seus braços para toda a metrópole. Esse desejo, porém, nunca se realizou. Nossa Capital, passados quase cinquenta anos, cresceu uma enormidade e vai construir agora a Catedral sonhada. A cidade se espalhou por todos os cantos e a população se multiplicou. São muitas as demandas desse nosso tempo. Para atendê-las, a Catedral Cristo Rei, criada por Niemeyer, vai ser um espaço de fé, cultura e acolherá toda a estrutura social da Arquidiocese. O templo será erguido na direção do crescimento da cidade, para onde ela caminha, onde o povo está. A nova Catedral simbolizará a fé no presente e a crença no futuro de Belo Horizonte.

Foto: Arquivo pessoal Foto: Mary Lane Vaz

Fernando Brant Compositor


Revista Faço Parte - Edição 36