Page 1

A Ordem

Arquidiocese de Natal - Ano XLII - N0 16

Natal-RN, 27 de abril de 2014

Exemplar avulso: R$ 1,00

Foto: Arturo Mari

Igreja canoniza João XXIII e João Paulo II

Milhares de peregrinos de todo o mundo se reúnem na cidade de Roma, Itália, neste domingo, 27 de abril, para par ciparem da celebração durante a qual serão canonizados os Papas João XXIII e João Paulo II. São João Paulo II esteve em Natal, em 1991, para o Congresso Eucarís co Nacional (foto). Leia mais nas páginas 6 e 7.

Dom Jaime par cipará da Assembleia dos Bispos

Ações do SEAPAC melhoraram a vida de milhares de famílias No ano passado, 3.606 famílias veram acesso à cisterna de placas para captação de água para o consumo humano, em 1.291 comunidades do RN. PÁG. 5

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e os arcebispos eméritos, Dom Ma as Patrício de Macêdo e Dom Heitor de Araújo Sales, par ciparão da 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, que acontecerá de 30 de abril a 9 de maio, em Aparecida (SP). PÁG. 12

Natal sediará Simpósio Vocacional O evento acontecerá de 16 a 18 de maio. PÁG. 9 Foto: Fá ma Melo

O arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, recebeu uma carta da Santa Sé, assinada por Dom Ângelo Becciu, da secretaria de Estado do Va cano, datada de 27 de março de 2014. Trata-se de um agradecimento por uma carta enviada por ele ao Papa. PÁG. 3

Foto: Cacilda Medeiros

Foto: Cacilda Medeiros

Arcebispo recebe carta da Santa Sé


Ordem Editorial

Começa na terra A san dade deve ser a meta de todo cristão, já aqui, na vida terrena. Não se consegue san dade no céu, porém a par r das ações na terra, conforme os ensinamentos de Jesus: “amai vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos perseguem” (Mt 5, 44). Jesus reforça esse ensinamento com duas perguntas inquietantes: “se amais somente os que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem assim os próprios publicanos”? (Mt 5,46). Os pecadores alcançam a san dade assim: vencendo os obstáculos, dia após dia; superando as barreiras do coração humano e do mundo, dia após dia; aceitando os ensinamentos de Cristo, dia após dia; subs tuindo o “coração de pedra” pelo coração de carne, dia após dia. Quando a visão humana consegue enxegar com olhos divinos, a vida, as pessoas e o mundo, está próxima a san dade. É a busca da perfeição, como recomendou Jesus: “Sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito” (cf. Mt 5,48). Essa busca deve ser por toda a vida, na terra, para poder alcançar o céu.

27 de abril de 2014 Palavra do Arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha

Misericórdia: conceito fundamental do Evangelho Queridos irmãos e irmãs, A paz do Ressuscitado esteja com todos vós! Neste segundo domingo da Páscoa, a Igreja celebra a Festa da Divina Misericórdia,instituída pelo Papa João Paulo II, hoje canonizado em Roma. No Tempo Pascal toda a Igreja é chamada a proclamar a misericórdia infinita de Deus. Ela é“o conceito fundamental do Evangelho e chave da vida cristã”, como afirmou o cardeal Walter Kasper em um livro sobre o tema. A misericórdia divina constitui o núcleo e a suma da revelação bíblica sobre Deus. Ela não é um sentimento divino qualquer, ou uma atenção divina extraordinária. É o próprio de Deus. Deus é misericórdia. Em todo o Antigo Testamento a mensagem da misericórdia está presente. O Deus do Antigo Testamento é apresentado, do Êxodo aos Salmos, como “misericordioso e piedoso, lento na ira e rico de graça” (Sl 145,8; cf. 86,15; 103,8; 116,5; e ainda Jn 4,2). Jesus mesmo assume essa revelação e dá um salto a mais: Deus é pai misericordioso. E segundo o Evangelho de Lucas a misericórdia é a perfeição da essência de Deus. Deus não condena, mas perdoa, dá e doa numa medida boa, calcada, sacudida e transbordante; ela é sem medida. O tema da misericórdia foi muitas vezes deixado de lado na reflexão teológica. Muito se falou dos atributos divinos provenientes de uma reflexão metafisica de Deus, isto é, numa reflexão filosófica, às vezes sem ligação com a revelação bíblica. Segundo o cardeal Kasper, as grandes obras de dogmática, tradicionais e recentes, tratavam a misericórdia como uma das propriedades de Deus, e só brevemente, depois dos outros atributos divinos. Mas, segundo o mesmo autor, o tema da misericórdia divina é um tema fundamental para o século XXI. E é possível reconhecer que foi no século XX, marcado por tantos acontecimentos trágicos (duas grandes guerras mundiais, holocausto, bomba atômica,etc) que a mensagem da misericórdia ressoou novamente na reflexão da Igreja. De João XXIII a João Paulo II, do Concilio Vaticano II à Evangelii gaudium de Papa Francisco, de Santa Faustina à Beata Madre Teresa de Calcutá, já não é mais possível falar de Deus sem entender que Ele é misericórdia, rico em misericórdia, como afirma São Paulo na carta aos Efésios (cf. Ef 2,4). Mas, falar de misericórdia não significa que Deus não exija de nós resposta, responsabilidade humana. Pelo contrário, é o amor misericordioso de Deus que empenha o homem. Deus quer que todos sejam salvos. Mas, a salvação consiste em viver na intimidade com Ele e no seguimento a Jesus, através do Evangelho. Porém, o seguimento a Jesus é alegria, é paz e é festa. Para acontecer não é o homem que produz, não é o resultado das obras do homem, é pura graça, é amor que transforma, que faz o homem nova criatura. E mais, a Igreja, comunidade de homens e mulheres salvos pela misericórdia divina, é a grande portadora da mensagem de misericórdia. Ela é a grande força da Igreja no século XXI. É a única que pode nos iluminar para que saibamos qual é a verdadeira imagem de Deus.

Ordem

EXPEDIENTE Jornal Semanal da Arquidiocese de Natal Endereço: Pastoral da Comunicação Av. Floriano Peixoto,674 Tirol 59020-500 - Natal-RN pascom@arquidiocesedenatal. org.br

www.arquidiocesedenatal. org.br Twitter: @arqnatal Fone: (84) 3615-2800 Fax: (84) 3615-2800 Conselho Editorial: Pe. José Nazareno, Pe. Vicente Laurindo, Pe. Matias Soares, Pe. Edilson Nobre, Diác. José Bezerra, Vital Bezerra, Milton Dantas, Cacilda Medeiros, Luiza Gualberto, Antônio Roberto, Rodrigo Paiva e Pe. Francisco Fernandes. Edição, redação e diagramação: Cacilda Medeiros (DRT-RN 1248) / Luiza Gualberto (DRT-RN 0901752) Revisão: Milton Dantas (LP 3.501/RN) Pe. Francisco Fernandes Colaboradores: José Bezerra (DRT-RN 1210) e Rede de Comunicadores da Arquidiocese de Natal Impressão: RN Econômico - Fone: (84) 3201-2630 Tiragem: 1.400 exemplares Assinaturas: Com as coordenações paroquiais da Pastoral da Comunicação ou na redação do Jornal, no Centro Pastoral Pio X - Av. Floriano Peixoto, 674 - Tirol - Natal/RN

A Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, Natal, dispõe de espaço para a realização de eventos. Trata-se do Centro Pastoral Dom Heitor Sales, que está situado na Rua da Conceição, 615, pertinho da antiga Catedral. Reservas pelos telefones: (84) 3615-2807 / 2808.


Ordem

Notícias

Arcebispo recebe carta da Santa Sé

Foto: Cacilda Medeiros

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, recebeu uma carta da Santa Sé, assinada por Dom Ângelo Becciu, da secretaria de Estado do Va cano, datada de 27 de março de 2014. Trata-se de um agradecimento por uma carta enviada por Dom Jaime ao Papa, quando da viagem que o arcebispo emérito de Natal, Dom Heitor de Araújo Sales, fez a Roma, em setembro do ano passado. “Enviei uma carta pessoal ao

Dom Jaime, arcebispo de Natal

Papa, falando da Jornada Mundial da Juventude e do encontro tão renovador que vemos com ele, no Rio de Janeiro. Também aproveitei para manifestar minhas orações por ele”, conta Dom Jaime. Na carta, o secretário afirma: “Profundamente comovido com esta suges va imagem do povo orante e jubiloso, o Santo Padre exprime sincera gra dão ao senhor Arcebispo, aos sacerdotes, diáconos e pessoas consagradas, às famílias e demais fiéis, em par cular doentes e pobrezinhos, pela sua solidariedade espiritual tão sen da e fervorosa, que retribui implorando o sopro suave e poderoso do Espírito Paráclito sobre toda a comunidade arquidiocesana de Natal para viver em plenitude a fé que cada um recebeu, em dom, no dia do Ba smo, prestando a todos um testemunho livre, feliz e corajoso da mesma”. No final, o secretário escreve: “Enquanto confia à poderosa intercessão da Virgem Mãe a pessoa de Dom Jaime e o povo que está-lhe confiado, o Papa Francisco pede-lhe que connuem a rezar por ele para que seja sempre um Pastor segundo o coração de Cristo, em nome de quem lhes concede a implorada Bênção Apostólica”.

Paróquia promove Santana Fé A paróquia de Sant’ana, em Santana do Matos, realiza no próximo sábado (03), a 3ª edição do Santana Fé. Este ano, o evento tem como tema “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou”, e a programação vai contar com missa, seguida de caminhada pelas ruas da cidade. A concentração vai acontecer no pá o do Posto Cajarana, a par r das 18h, local

Agenda do Arcebispo . 27/04 – às 19h, celebração do Crisma, na Catedral Metropolitana . 28/04 – às 8h30, visita de técnicos do Ministério da Educação à Faculdade de Filosofia e Teologia Dom Heitor Sales . 29/04 – 10h, celebração da Páscoa dos Militares, na Catedral Metropolitana . 30/04 a 09/05 – 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em Aparecida (SP)

onde haverá a missa. Na sequência, será realizada a caminhada, com a animação de Sandro Menezes e banda. O Santana Fé é um evento voltado para a juventude da cidade, com foco na evangelização. Antes, na quinta-feira (01), a Paróquia organiza uma pedalada, a par r das 18h, para divulgar e convidar os fiéis a par ciparem da a vidade.

Crianças celebram Páscoa As crianças que integram o projeto “Igrejinha”, da Paróquia de São José de Anchieta, no bairro de Lagoa Nova, em Natal, comemoram a Páscoa neste domingo (27), durante a missa das 17h, com uma programação que inclui momentos de oração, catequese e louvor. A Igrejinha consiste em proporcionar a vidades para crianças, enquanto os pais par cipam das celebrações.

27 de abril de 2014

Angicos festeja Nossa Senhora de Fá ma Os festejos em honra de Nossa Senhora de Fá ma, padroeira do bairro Alto da Esperança, em Angicos, terão início dia primeiro de maio. Às 18h30, haverá uma procissão, da Igreja Matriz para a capela, no Alto da Esperança, marcando, também, o início do mês mariano. A programação segue, nos demais dias, com recitação do O cio, às 12h; recitação do terço, às 19h, e missa, às 19h30. Todas as noites, serão realizadas a vidades sócio-culturais. A festa será encerrada no dia 13, com a seguinte programação: 12h, missa dos devotos; às 16h, procissão, seguida de missa solene, presidida pelo pároco, Padre Severino da Silva Neto.

Ceará-Mirim sedia Miss@ao.com A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Ceará-Mirim, sedia, neste domingo (27), o encontro Miss@o.com, para as Paróquias que integram o 7º zonal da Arquidiocese de Natal. A a vidade é realizada pela coordenação arquidiocesana da Pastoral da Comunicação, com a proposta de formar os agentes da Pascom em diversos temas, por meio de palestras e oficinas. A programação vai acontecer na Escola Estadual Imaculada Conceição, das 08h às 16h, e o encontro vai contar com momento de reflexão, seguido de oficinas de mural, fotografia e rádio, encerrando com celebração eucarís ca.

Seminário promove encontro vocacional O Seminário de São Pedro da Arquidiocese de Natal realizou ontem, sábado, o segundo encontro vocacional do ano, para os jovens que desejam ingressar na casa de formação. A programação iniciou às 08h, e contou com momentos de formação, pregação e oração. A reitoria do Seminário alerta aos jovens que a participação nos encontros é importante, tendo em vista que será realizada uma formação a menos, em virtude da realização da Copa do Mundo, no mês de junho, em Natal.


4 - A Ordem

27 de abril de 2014

A Igreja

8

Comentário Litúrgico Pe. Edilson Soares Nobre, Vigário Geral e Assistente Eclesiás co da Pascom (2º Dom. Páscoa) At 2, 42-27 / Sl 117 / 1 Pd1, 3-9 / Jo 20, 19-31

A Igreja santa e pecadora “A tarde desse mesmo dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas onde se achavam os discípulos, por medo dos judeus, Jesus veio e, pondo-se no meio deles, lhes disse: A paz esteja convosco!” (Jo 20,19). A paz é o dom pascal de Cristo. Todos querem a paz, falamos de paz, mas, ao mesmo tempo, nós sofremos a falta de paz. A paz verdadeira, de fato vem de Deus, porque só Deus pode preencher de paz o coração humano. E esta, quando vem de Deus não se pode perder, porque Deus é fiel. Jesus acrescenta: “Como o Pai me enviou, também eu vos envio” (v. 20). É o ato de fundação da Igreja, o gesto mais corajoso da história, o empenho que só Deus podia pensar e querer. A Igreja não nasceu da pretensão de querer representar Deus, mas da coragem de Deus que não tem medo da nossa fraqueza e do nosso pecado. Estas palavras de Jesus acompanham toda a história da Igreja e são o sustento da sua missão, a justificação do seu serviço. Somos a Igreja de Pedro e de Judas e, ao mesmo tem-

po, de Maria e de João; somos a Igreja na qual crescem juntos o trigo e o joio. No entanto, a esta Igreja Jesus confiou o Evangelho da paz, a missão de salvar e redimir. Jesus bem avaliou as nossas fraquezas e calculou o peso dramático das nossas misérias, nos revela o Evangelho de hoje. De fato, o primeiro poder dado à Igreja de Cristo, a primeira missão recebida de Cristo Ressuscitado é exatamente aquele de perdoar. Disse Jesus: “Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados; aqueles aos quais retiverdes ser-lhes-ão retidos” (vv. 22.23). A Igreja não tem a pretensão de ser impecável. Essa, ao início de cada Eucaristia, se bate no peito reconhecendo a fragilidade dos seus filhos e invoca a graça do perdão de Deus. A Igreja é consciente dos seus pecados, porém também tem a certeza de poder sempre vencê-los. Ela é o lugar onde se celebra a misericórdia de Deus no sacramento da reconciliação. O verdadeiro cristão sabe que ser Igreja significa deixar-se perdoar por Deus

através da Igreja: continuamente! O verdadeiro cristão não se desencoraja pelos próprios pecados, nem igualmente se escandaliza pelos pecados dos outros. Ele sabe que deve sempre pedir perdão, mas deve tanbém perdoar sem condenar e sem julgar os outros. Se vivemos assim, nós seremos um sinal de Cristo ressuscitado e o mundo crerá em Jesus Filho de Deus. A Igreja nem sempre pode oferecer o sinal da santidade, mas sempre oferece o sinal do perdão: o perdão é um raio de Luz, que manifesta a presença e o poder de Jesus Ressuscitado. Jesus nos convida a entrar na sua Páscoa, a jogar fora o velho vicio do pecado e a viver a misericórdia, porque a misericórdia é a novidade que vem de Deus e retira a pedra pesada do pecado e do orgulho humano. Santa Teresa de Lisieur exclamou: “Senti o amor de Deus entrar no meu coração, com o desejo de esquecer a mim mesma pra pensar nos outros. A partir daquele momento eu fui feliz”. Possamos também nós fazer esta experiência.

Doutrina da Igreja

O Sacramento do Matrimônio no Catecismo da Igreja Católica (IV) O Catecismo da Igreja Católica afirma que a celebração do matrimônio, no rito latino, entre dois fiéis católicos, ocorre, normalmente, dentro da santa missa, pois também este sacramento está vinculado ao mistério pascal de Cristo.Os esposos são chamados a entregar-se um ao outro. E participando da Eucaristia, comungando no mesmo Corpo e no mesmo Sangue de Cristo, eles formem um só corpo nele (CIC 1621). Também o sacramento da Penitência é recomendado aos esposos, pois como gesto sacramental de santificação, a celebração do matrimônio deve ser válida, digna e frutuosa. Na celebração do matrimônio, segundo a tradição latina, os esposos são os ministros da graça de Cristo, pois eles se conferem mutuamente o sacramento. Através de bênção e de epiclese (invocação do Espírito Santo) a Igreja pede a graça e a bênção sobre o novo casal, especialmente sobre a esposa. Eles recebem o Espírito Santo como comunhão de amor com referência a Cristo e à Igreja. É na força do Espírito

Santo, selo da aliança e fonte que incessantemente oferece seu amor, que os esposos renovarão a fidelidade (cf. CIC 1624). Outro elemento indispensável para a celebração do matrimônio é o consentimento. Os protagonistas da aliança matrimonial são um homem e uma mulher batizados, livres para contrair o Matrimônio e que expressam livremente seu consentimento. Diz o Catecismo que ser livre quer dizer não sofrer constrangimento e não ser impedido por uma lei natural ou eclesiástica. Se faltar o consentimento, não há casamento (CIC 1626). Ele deve ser um ato da vontade de cada um dos contraentes, livre de violência ou de medo grave externo. Se faltar esta liberdade, o casamento será inválido (CIC 1628). Esta é uma das razões em que a Igreja se baseia para declarar a nulidade do casamento, isto é, que o casamento jamais existiu. Quando isso acontece, os contraentes ficam livres para se casar, respeitando as obrigações naturais, provenientes de

uma união anterior. Ainda ressalta o Catecismo que o presbítero ou o diácono acolhe o consentimento dos esposos em nome da Igreja e dá a bênção da Igreja. A sua presença, como a das testemunhas, exprime visivelmente que o casamento é uma realidade eclesial. Daí porque a Igreja exige a forma eclesiástica da celebração do casamento. As razões para essa determinação são apresentadas pelo Catecismo: o Matrimônio sacramental é um ato litúrgico e sua celebração deve ser realizada na liturgia pública da Igreja, ele introduz os esposos na ordem eclesial, cria direitos e deveres entre os esposos, é um estado de vida na Igreja, e por isso, é necessário que haja certeza a seu respeito (daí a obrigação de haver testemunhas). Por fim, o caráter público do consentimento protege o mútuo “sim” que foi dado e ajuda a permanecer-lhe fiel (cf. CIC 1631). Pe. Paulo Henrique da Silva Professor da Faculdade Dom Heitor Sales


5 - A Ordem

Notícias

27 de abril de 2014

O Serviço de Apoio aos Projetos Alterna vos Comunitários (SEAPAC) realizou Assembleia Geral Ordinária, dia 22 de abril, às 9h30, no Centro Pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Candelária, bairro de Candelária, em Natal-RN, sob a presidência de Dom Heitor de Araújo Sales, arcebispo emérito de Natal e presidente da en dade. Com a presença de sócios, funcionários e do Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e do bispo de Mossoró, Dom Mariano Manzana, e do Vigário Geral de Mossoró, Pe. Flávio Augusto, a assembleia teve por obje vo apresentar o relatório das a vidades de 2013, o balanço financeiro do exercício findo e a apresentação do Plano Operacional de 2014. No ano passado, 3.606 famílias veram acesso à cisterna de placas para captação de água (P1MC) para o consumo humano, em 1.291 comunidades de 44 municípios do Rio Grande do Norte. Outras 495 famílias foram capacitadas para o gerenciamento dos recursos hídricos, em função do desenvolvimento humano e produ vo e para a produção agroecológica e outras 221

Foto: José Bezerra

Ações do SEAPAC melhoraram a vida de milhares de famílias

Par cipantes da assembleia do SEAPAC, realizada no úl mo dia 22

veram acesso às tecnologias sociais (cisterna-calçadão, cisterna-enxurrada, barreiro-trincheira e barragem subterrânea, para a produção de hortaliças, verduras e frutas, além de criação de pequenos animais e aves). Também foram capacitados 120 agricultores cisterneiros (construtores de cisternas), 16 comunidades passaram a produzir hortaliças e várias famílias passaram a comercializar os produtos dos quintais produ vos em feiras de agricultura familiar, em suas respec vas cidades.

Paróquias iniciam Escola da Fé As Paróquias da Catedral e de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, Natal, se uniram e implantaram a Escola da Fé. A aula inaugural aconteceu no úl mo dia 23, às 19 horas, no Centro Pastoral Dom Heitor de Araújo Sales, vizinho à an ga Catedral. Segundo o pároco da Paróquia de Nossa

Senhora da Apresentação, Padre Flávio Herculano, a Escola é aberta a qualquer pessoa que quer aprofundar o estudo sobre o Catecismo da Igreja Católica. Os interessados ainda podem fazer a matrícula para par cipar da Escola. Basta procurar a secretaria de qualquer uma das duas paróquias.

Paróquia realiza festa da misericórdia A Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, de Taipu, realiza no período de 24 a 27 de abril, a Festa da Misericórdia do Senhor. A abertura aconteceu, no dia 24, com exposição do San ssimo Sacra-

mento, às 18h, seguida de benção e missa. Nos demais dias, acontece celebração da Palavra, às 19h30. A festa encerra neste domingo (27), com a celebração da missa dos idosos e da catequese, às 19h30.

Pastoral faz Celebração da Vida A Pastoral da Criança, da Paróquia do Santuário dos Már res, no bairro de Nazaré, zona oeste de Natal, realiza a celebração da vida, neste domingo, 27. O evento acontece das 14 às 16h30, no Centro Pastoral e será, também, a celebração da Páscoa das

famílias e crianças acompanhadas pela Pastoral. A programação constará de palestra, brincadeiras e distribuição de lanche para as crianças. Atualmente, 217 crianças são acompanhadas pela Pastoral, na Paróquia do Santuário dos Már res.

Após a leitura do parecer da auditoria externa e da ata do Conselho Fiscal, o presidente, Dom Heitor Sales, colocou em votação a apresentação do relatório e a prestação de contas, que foram aprovados por unanimidade. Em seguida, várias pessoas falaram sobre os temas em pauta na assembleia e outros assuntos. Algumas deram os parabéns pelos trabalhos, outras fizeram sugestões e até pediram a inclusão de a vidades na agenda do SEAPAC, para este ano.

João Câmara celebra festa da misericórdia A Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, celebra a Festa da Divina Misericórdia, com uma programação diversificada. As a vidades acontecem sempre a par r das 15h, com a recitação do terço da misericórdia, louvor e pregação. A festa vai encerrar neste domingo (27), com celebração eucarís ca, na Igreja matriz, às 19 horas.

Líbano festeja padroeira A Comunidade do Monte Líbano, pertencente à Paróquia de São João Ba sta, no bairro Lagoa Seca, em Natal, festeja a padroeira, a par r de quinta-feira (01) até o domingo (04), com uma programação diversificada. A programação vai contar com novena, de 01 a 03 de maio e missa de encerramento no dia 04. No dia 03 ainda haverá um jantar de adesão a par r das 21h. As senhas já estão à venda ao preço de R$ 12.


6 - A Ordem

Capa

27 de abril de 2014

Milhares de peregrinos de todo o mundo se reúnem na cidade de Roma, Itália, neste domingo, 27 de abril, para par ciparem da celebração durante a qual serão canonizados os Papas João XXIII e João Paulo II. A celebração, presidida pelo Papa Francisco, acontece na Praça de São Pedro, às 10 horas (5 horas da manhã, horário de Brasília). Entre os peregrinos está o Padre João Maria do Nascimento, pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fá ma, situada no Parque das Dunas, em Natal. Por intermédio do Padre Flávio Medeiros, do clero natalense e que está à disposição da Diocese de Roma, Padre João conseguiu uma permissão para, durante a celebração, se juntar a um grupo de 12 mil padres, que terá o privilégio de ficar mais próximo ao presbitério. “Par cipar dessa celebração significa uma renovação da fé”, diz Padre João Nascimento. “Par cipei da celebração de bea ficação de João Paulo II e, agora, par ciparei da canonização. Vou como um fiel devoto”, explica. O padre lembra que João Paulo II foi aclamado, pelo povo, como ‘co-padroeiro’ da Paróquia de Nossa Senhora de Fá ma, no Parque das Dunas.

Foto: Arturo Mari

Igreja canoniza João XXIII e João Paulo II

Lembranças de João XXIII O arcebispo emérito de Natal, Dom Heitor de Araújo Sales, recorda bem o dia da eleição do Cardeal Angelo Roncalli. Dom Heitor, na época, padre, estudava em Roma, e, durante o Conclave foi, com o irmão, Dom Eugênio Sales, para a Praça de São Pedro, à espera da ‘fumaça branca’. “Foi um dos conclaves mais demorados da história. Eu e Dom Eugênio estávamos na Praça de São Pedro, quando, enfim, a fumaça branca surgiu na chaminé

Visite a Livraria Paulus, em Natal. Está repleta de produtos e novidades, para você Vá conferir! Rua Cel. Cascudo, 333 Cidade Alta - Natal Fone: (84) 3211-7514 natal@paulus.com.br - www.paulus.com.br

Papa João Paulo II, recebendo oferendas de pescadores, durante a missa, por ocasião do Congresso Eucarís co Nacional, em Natal, em 1991

da Basílica”, recorda. Depois da eleição, o recém-eleito Papa João XXIII recebeu os bispos de outros países que estavam em Roma. Dom Heitor teve a oportunidade de ir ao encontro, acompanhando Dom Eugênio. Dom Heitor também par cipou da primeira audiência pública realizada por João XXIII, no final de novembro de 1958. “Naquela época, a audiência era realizada na ‘sala das bênçãos’, que era um salão grande. Recordo que foi um pronunciamento muito bonito. Uma das coisas que marcaram, é que, na ocasião, João XXIII disse que talvez não conseguisse fazer um bom pronunciamento, porque ainda era novato, como papa”, destaca o arcebispo emérito de Natal. Sobre o apelido de ‘Papa Bom’, Dom Heitor explica que veio da bondade de João XXIII. “Os italianos, normalmente,

se referiam a ele como o Papa Bom. Ele (João XXIII) salvou a vida de muitos judeus, no tempo da guerra”, comenta.

Lembranças de João Paulo II O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, teve a oportunidade de estar com o Papa João Paulo II por várias vezes. A primeira vez foi quando da visita do Papa ao Brasil, em 1980. “Foi no Seminário da Prainha, em Fortaleza (CE), quando o Papa recebeu os padres. Eu era padre, na época, e lembro bem do olhar penetrante dele, durante o encontro conosco”, recorda Dom Jaime. Depois, em 1991, Dom Jaime também esteve com João Paulo II, durante o Congresso Eucarís co Nacional, realizado em Natal. Em 6 de janeiro de 1996,

É o tempo em que a Igreja se prep a Páscoa. Visite a Paulinas e conheça os produtos selecionados para ess

promonatal@paulina Visite: www.paulinas.org.br R. João Pessoa, 220 Natal - (84)3212-2


7 - A Ordem

Capa

Dom Jaime foi ordenado bispo, em Roma, pelo Papa João Paulo II. “Era de praxe, o Papa se encontrar com os bispos que ele ordenava, depois da ordenação. Lembro-me de que ele abriu uma exceção e recebeu a mim, juntamente com 25 pessoas, entre familiares e amigos que me acompanhavam, às 19 horas, no Palácio Apostólico, porque teríamos que viajar logo para o Brasil”, recorda. Já como bispo, Dom Jaime teve outros encontros com João Paulo II, por ocasião das visitas ad limina (visita que os bispos fazem a cada cinco anos, ao Papa, e é prevista no Código de Direito Canônico). O arcebispo de Natal diz que guarda na memória o ser comunica vo, que era João Paulo II. “Era um homem de muita firmeza e liderança. Era um homem que sabia se comunicar com as mul dões”, destaca Dom Jaime.

João Paulo II em Natal O ano de 1991 ficou marcado na história da Arquidiocese de Natal. Naquele ano, Natal sediou o 12º Congresso Eucarís co Nacional, no período de 6 a 13 de outubro. O encerramento do Con-

gresso contou com a presença do Papa João Paulo II, em sua segunda visita ao Brasil. O Congresso e a visita do Papa trouxeram para Natal milhares de pessoas, de todo o Brasil e de outros países, entre autoridades eclesiás cas, leigos engajados e jornalistas. A abertura do evento aconteceu no dia 6 de outubro, com missa, presidida pelo então Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Eugênio de Araújo Sales, na Praça do Congresso, hoje, Espaço João Paulo II, vizinho ao Centro Administra vo. No dia 12, o número de pessoas na capital po guar aumentou. Nesse dia, à tardinha, o Papa João Paulo II pisou no solo norte riograndense. No início da noite, naquele mesmo dia, ele presidiu a Eucaris a, na Praça do Congresso. No dia 13, aconteceu o encerramento do Congresso, às 9h, com missa, também presidida pelo Papa. Além da missa, ele ainda se reuniu com bispos e padres e deu a bênção da Capela do San ssimo Sacramento, localizada no Centro Pastoral Pio X – subsolo da Catedral Metropolitana. No início da noite do dia 13, o Papa embarcou para São Luís (MA). Uma das pessoas que mais recor-

Karol Józef Wotjtyla nasceu na Polônia, em 18 de maio de 1920. Foi eleito Papa em 16 de outubro de 1978, escolhendo o nome de João Paulo II, e teve o terceiro maior pon ficado da história da Igreja Católica. Faleceu, em Roma, em 2 de abril de 2005. Durante o Pon ficado, visitou 129 países, em viagens apostólicas. Sabia se expressar em italiano, francês, alemão, inglês, espanhol, português, ucraniano, russo, servo-croata, esperanto, grego clássico e la m, além do polaco. João Paulo II bea ficou 1.340 pessoas e canonizou 483 santos. Foi proclamado beato, pelo Papa Bento XVI, em primeiro de maio de 2011.

Angelo Giuseppe Roncalli nasceu na Itália, em 25 de novembro de 1881. Foi eleito Papa em 28 de outubro de 1958, escolhendo o nome de João XXIII. Faleceu em 3 de junho de 1963. Por muitos, foi considerado um Papa de transição, depois do longo pon ficado de Pio XIII. Foi o responsável pela convocação do Concílio Va cano II. No curto tempo de papado, João XXIII escreveu oito encíclicas, sendo as principais a Mater et Magistra (Mãe e Mestra) e a Pacem in Terris (Paz na Terra). Foi declarado beato pelo Papa João Paulo II, em 3 de setembro de 2000. É considerado o patrono dos delegados pon cios.

Ouça A VOZ DO PASTOR EXAMES Radiologia Geral, Ultra-sonografias: Mamária, Pélvica, Abdominal, com Doppler Colorido, Transvaginal, Mamografia e Densiometria Óssea.

Horário: de 2ª a 6ª - das 7 às 11 h e das 13 às 17 h Av. Alexandrino de Alencar, 915 - Natal-RN Fone: (084) 3213-1442

da a passagem de João Paulo II por Natal é Luzia Faus no. Ela é a administradora do Centro de Treinamento de Ponta Negra, pertencente à Arquidiocese. Foi lá que o Papa ficou hospedado. “Eu nunca ve a oportunidade de ir a Roma. Então, hospedar o Papa foi uma graça muito grande para mim”, comenta Luzia. Indagada sobre qual é a imagem que ela guarda, na mente, de João Paulo II, Luzia responde: “Eu sen a que ele era diferente das outras pessoas. Ele irradiava paz”. A administradora conta que senu o peso da responsabilidade, ao hospedar o Papa. “Antes da chegada dele, a perícia do Va cano fez a úl ma inspeção no Centro de Treinamento. No final, entregaram as chaves a mim e disseram: ‘a par r de agora, você é responsável por tudo o que acontecer. Sen que minha responsabilidade era muito grande”, recorda. Para Luzia Faus no, João Paulo II já era santo, mesmo em vida. “Eu já rezava e pedia a intercessão dele, mesmo antes de ser bea ficado”, testemunha. “Para mim, é uma alegria saber que uma pessoa que já se hospedou no Centro de Treinamento é reconhecida pela Igreja, oficialmente, como Santa”, enfa za Luzia.

São João XXIII

São João Paulo II

Dr. Sérvulo Pereira Paulino Dr. Fernando José Vieira de Sousa

27 de abril de 2014

Programa do Arcebispo

Dom Jaime Vieira Rocha, de segunda a sábado, às 6h15 Rádio Rural de Natal AM 1090

COLÉGIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

61 anos educando com ciência e amor Educação Infantil, Fundamental I e II www.cnsfnatal.com.br cnsf.secretaria@hotmail.com financeiro@cnsfnatal.com.br Av. Rodrigues Alves, 646 – Tirol – Natal Fone (84) 3222-2961/ 8765-6214/ 9969-8910


8 - A Ordem

27 de abril de 2014

Geral

Feira Carmelitana

Catequese

Feijoada

O Carmelo de Santa Teresinha e Nossa Senhora do Sorriso, localizado no bairro de Emaús, promove, neste domingo, 27, a primeira ‘Feirinha Carmelitana’. O evento terá início logo após a missa, das 8h15, é organizado por uma amiga do Carmelo. Na feira, serão vendidos trabalhos artesanais, confeccionados pelas monjas, além de roupas e panos de prato. A renda será rever da para as obras de construção do Carmelo.

A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Macaíba abriu inscrições para jovens que tenham o interesse em receber o sacramento da crisma. Os interessados vem procurar a secretaria paroquial, até o dia 24 de maio, de segunda a sábado, das 08h às 12h. Para as comunidades rurais, as inscrições estão sendo feitas com os catequistas. Podem par cipar jovens a par r dos 14 anos de idade. A taxa de inscrição é de R$ 7,00.

A coordenação do Encontro de Casais com Cristo (ECC), da Paróquia da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, promoverá feijoada, com sorteio de prêmios, dia primeiro de maio, a par r das 11 horas, no Centro Pastoral do Catolé. A renda será em prol da pintura da Igreja Matriz. Para par cipar do sorteio é necessário adquirir uma cartela no valor de cinco reais. A cartela pode ser adquirida na secretaria da paróquia ou com os casais do ECC.

Artigo

Canonização de João Paulo II e João XXIII Queridos irmãos e irmãs! Neste domingo, 27 de abril, 2º Domingo da Páscoa, festa da misericórdia divina, o Papa Francisco celebrará a canonização de João Paulo II e de João XXIII. A decisão de canonizar os dois Papas aconteceu no dia 5 de julho do ano passado quando, numa audiência à Congregação para a causa dos santos, Papa Francisco aprovou os votos favoráveis dos cardeais e bispos acerca da canonização do Beato João XXIII (Angelo Giuseppe Roncalli) e decidiu convocar um Consistório para a canonização do Beato João Paulo II (Karol Josef Wojtyła), pois a mesma Congregação promulgou, com a autorização do Papa Francisco, o Decreto sobre um milagre atribuído à sua intercessão. A canonização será um grande momento que animará a Igreja na fé que estes dois grandes Pontífices testemunharam. O Beato João XXIII, o “Papa bom”, cativou o mundo com sua humildade, simplicidade e, sobretudo a sua dedicação à Igreja, manifesta no seu amor e atenção ao ser humano. Foi um homem conduzido pelo Espírito Santo para que acontecesse, por meio de sua memorável decisão de convocar um Concílio ecumênico, a renovação da Igreja Católica. Ao celebrarmos os 50 anos do Concílio Vaticano II, a lembrança de João XXIII surge como um hino de gratidão por aquele que foi o instrumento da Providência divina para o acontecimento mais importante do século

Ouça "A VOZ DO PASTOR" De segunda a sábado, às 6h15, pela Rádio Rural de Natal e por outras emissoras

XX, verdadeira primavera para Igreja. Assim afirmou João XXIII: “... a Igreja Católica, levantando por meio deste Concílio Ecumênico o facho da verdade religiosa, deseja mostrar-se mãe amorosa de todos, benigna, paciente, cheia de misericórdia e bondade também com os filhos dela separados”. Vale a salientar também outra característica de João XXIII: a sua capacidade de diálogo, de encontro. Quando de sua função como visitador apostólico na Bulgária e na Turquia, o bispo Roncalli manifestou-se sempre solicito e aberto para a aproximação com os cristãos ortodoxos, de tal modo que umas das intenções do Concilio Vaticano II era a reintegração da unidade da Igreja, rompida desde o século XI (ano de 1054, quando os orientais se separaram de Roma, dando origem à Igreja Ortodoxa). O grande papa polonês, o Beato João Paulo II, o “João de Deus”, o Papa missionário, deu à Igreja um exemplo eloquente de força, de fé e de amor à humanidade. Se o Papa João XXIII foi o enviado por Deus para ser instrumento de renovação da Igreja, foi o Papa João Paulo II que conduziu a Igreja rumo ao 3º milênio. O longo tempo de seu Pontificado (19782005), mas também sua participação nas grandes mudanças do século XX, um século marcado pela ação do mal, mas transformado pela ação da misericórdia divina, faz dele um homem extraordinário. Como

Assista "Programa Missão de Cristo" aos sábados, às 10h15 da manhã SimTV - Canal 17 www.bandamissaodecristo.com.br

não trazer à mente os últimos meses de uma verdadeira oblação de sua vida, com seu sofrimento, contemplado de forma tão próxima de nós pelos meios de comunicação? Mas, devemos admirá-lo também pelos seus grandes ensinamentos, sobretudo em defesa da vida, da família, da paz e da reconciliação entre os povos. Catequese, família, leigos, formação dos presbíteros, vida consagrada, ministério dos bispos, missão da mulher, são alguns dos tantos temas tratados por João Paulo II em seus documentos, ensinamentos que vieram à luz, inspirados pela herança infindável do Concílio Vaticano II. João Paulo II nos ensinou que o homem “é o primeiro caminho que a Igreja deve percorrer no cumprimento da sua missão: ele é a primeira e fundamental via da Igreja, via traçada pelo próprio Cristo...”(Encíclica Redemptorhominis, 14) .Não esqueçamos que, quando jovem bispo, Joao Paulo II participou do Concílio, a exemplo de tantos dos nossos bispos, como Dom Manuel Tavares, Dom Eugênio Sales. Enfim, para mim o Papa João Paulo II permanecerá na memória e o será com muita gratidão, pois foi ele que me consagrou bispo, naquele inesquecível 6 de janeiro de 1996, na Basílica de São Pedro. São João XXIII e São João Paulo II, rogai por nós. Amém.

CASA SAGRADA FAMÍLIA ARTIGOS RELIGIOSOS CATÓLICOS EM GERAL AV. FLORIANO PEIXOTO, 381 - LOJA B - TIROL CEP 59020-500 NATAL/RN TELEFAX 84-3211-8646 P o r t r á s d a Ca t e d r a l

Dom Jaime Vieira Rocha Arcebispo Metropolitano de Natal

Formando bons cristãos e honestos cidadãos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ LARGO DOM BOSCO, 335 - RIBEIRA NATAL/RN - CEP 59012-530 FONES: (84) 3211-4220 / 1490 FAX: 3611-1027


9 - A Ordem

Entrevista

27 de abril de 2014

Natal sediará Simpósio Vocacional Regional Foto: Fá ma Melo

Cerca de 200 pessoas, dos nove estados da Região Nordeste, estarão em Natal, no período de 16 a 18 de maio. Elas par ciparão de um Simpósio Vocacional, no Ins tuto Maria Auxiliadora, localizado no bairro do Tirol, na capital po guar. O Simpósio é promovido pela ar culação nacional da Pastoral Vocacional e acontecerá, simultaneamente, em outras regiões do Brasil. O evento, em Natal, tem à frente da organização o Diácono João Ba sta Nunes Filho. Nesta entrevista, ele explicará como acontecerá o Simpósio.

A Ordem: Natal sediará o Simpósio Vocacional, em nível de Região Nordeste, de 16 a 18 de maio. Qual a finalidade e importância desse simpósio? Diác. João Batista: Deseja-se com o Simpósio Vocacional fazer memória dos acontecimentos vocacionais em nível mundial (50 anos de instituição do Dia Mundial de Oração pelas Vocações), continental (Congressos Vocacionais) e nacional (Anos Vocacionais e Congressos vocacionais). Ele pretende ainda reforçar a articulação da Pastoral Vocacional/Serviço de Animação Vocacional (PV/SAV) e revigorar as Equipes Vocacionais Paroquiais (EVPs). Logo, este evento é de fundamental importância para a vitalidade missionária da Igreja na certeza de que todos os batizados são chamados para a missão eclesial e responsáveis pelo cuidado e formação das vocações. A Ordem: No geral, qual a programação do Simpósio Vocacional, em Natal? Diác. João Batista: A programação estar dividida em três etapas metodológicas: no primeiro dia,

a sexta-feira, será o momento de interação entre os participantes e rememoração da história da pastoral vocacional no Brasil. No sábado, nos deteremos a aprofundar temas de relevância no caminho da animação vocacional, isto é, discutiremos acerca da diversidade vocacional na Igreja e a importância da dimensão missionária da vocação. Contaremos com a assessoria do Bispo Auxiliar de Salvador – BA, Dom Gilson da Silva, e do Reitor do Seminário da Arquidiocese de São Paulo, Padre Cícero de França. A mediação entre os conferencistas e os delegados do simpósio será feita pelo Padre Rafhael Maciel, Secretário Nacional da Organização dos Seminários e Institutos de Teologia e Filosofia do Brasil (OSIB). Por fim, no domingo, concluiremos as discussões com a apresentação do relatório final e a Missa de envio. A Ordem: O Simpósio acontecerá, simultaneamente, em alguns lugares do Brasil. Como se dará a interação entre os participantes, das diferentes regiões? Diác. João Batista: Em dois momentos: um na abertura e outro no encerramento, nas cinco regiões do Brasil que realizarão o Simpósio se comunicarão através do sistema de Videoconferência. Ajudarar-nos, neste intuito, a ferramenta de comunicação denominada “EPÍSCOPO”. Ela pertence ao Conselho Episcopal Latino americana e caribenha (CELAM) e é

o mecanismo pelo qual os Bispos realizam suas reuniões. Logo, a promoção de um Simpósio Vocacional simultâneo, sem dúvida, é uma inovação e uma ousadia. A Ordem: Quem vai participar do Simpósio? Diác. João Batista: Participarão do Simpósio cerca de duzentas pessoas, entre Bispos, Padres, Diáconos, Religiosas e Religiosos, leigos e seminaristas vindos dos nove estados da região nordeste. Todos estes, de uma maneira ou de outra, atuam nas diversas Pastorais Vocacionais em suas realidades eclesiais. A Ordem: Como estão os preparativos para o Simpósio, que será sediado em Natal? Diác. João Batista: Desde junho do ano passado intensificamos os trabalhos em preparação para o Simpósio. Temos 35 pessoas, das mais diversas pastorais, divididas em sete equipes de trabalho, planejando e executando tudo que será desenvolvido durante o evento. Vale salientar que uma destas equipes, a de hospedagem, é responsável por articular famílias que possam receber em suas casas os participantes do Simpósio durante sua a estada na Capital Potiguar. Contaremos ainda, durante o evento, com a ajuda de outras pessoas, das comissões de pastoral vocacional dos regionais do Nordeste, que contribuirão na elaboração do relatório final.


10 - A Ordem

27 de abril de 2014

Virou notícia

“A obra sica da barragem avança, mas a obra humana está no zero”

Natalense par cipa de ofertório com o Papa

Catequistas par cipam de formação

Terço dos homens festeja aniversário

Kaline Vanessa, natalense, e o esposo, Pedro Fonseca, baiano, par ciparam do ofertório, durante a missa do Domingo de Ramos, no úl mo dia 13, na Basílica de São Pedro, em Roma, presidida pelo Papa Francisco. Kaline e Pedro são missionários da Comunidade Shalom e residem em Roma. “Foi um momento único e especial. Louvamos e agradecemos a Deus por esta grande graça para a nossa família”, comenta Maria de Fá ma Delgado, mãe de Kaline, e que reside em Natal.

A Paróquia de São João Batista, no bairro Lagoa Seca, em Natal, realizou uma formação para catequistas iniciantes aberta para as paróquias da Arquidiocese de Natal, dia 26 de abril, das 14h às 17h, no Centro Pastoral Dom Nivaldo Monte, situado na rua Jundiaí, no bairro Tirol, em Natal. A formação foi para catequistas que trabalham com crianças de três a sete anos de idade.

O movimento do terço dos homens, da Paróquia do Beato Ambrósio Francisco Ferro, no bairro Planalto, em Natal, celebrou sete anos de implantação, no úl mo dia 11 de abril. A programação fes va contou com recitação do terço mariano, missa em ação de graças, encerrando com um jantar de confraternização.

O casal com o Papa Francisco, no momento do ofertório Ajude o Seminário de São Pedro através de doações na conta de energia.

Fone: (84) 3615-2819 Fax: (84)3615-2821 campanha@seminario saopedro.org.br

Foto: José Bezerra

uma situação grave, que precisa ser discu da, deba da e enfrentada”, afirmou José Procópio. Ele também pediu aos bispos para con nuarem apoiando, em nome da Igreja, as famílias da área da barragem de Oi cica, em Jucurutu, atualmen-

te em fase de construção. “As obras sicas da barragem estão avançadas, mas a obra humana (a questão dos direitos das famílias, indenizações e outras promessas do governo do Estado) está na estaca zero. Nada foi feito, até agora, e nenhuma promessa do governo do estado foi cumprida”, assegurou Procópio, que também é membro do Comitê da Barragem de Oi cica. Ele também pediu que os bispos acompanhem as famílias acampadas na Chapada do Apodi, que defendem a área para a agricultura familiar e lutam para que o governo abandone o projeto de irrigação que pretende implantar no lugar. “Aquelas famílias precisam do apoio da Igreja”, disse Procópio.

Foto: cedida

O agrônomo José Procópio de Lucena, ar culador estadual do Serviço de Apoio aos Projetos Alterna vos Comunitários - SEAPAC, propôs aos bispos (Dom Jaime Vieira Rocha, arcebispo de Natal; Dom Mariano Manzana, bispo de Mossoró; Dom Heitor de Araújo Sales e Dom Ma as Patrício de Macêdo, arcebispos eméritos de Natal) que se esforcem para incluir na agenda polí ca do Estado e do País, através das instâncias da Igreja Católica do Rio grande do Norte e em nível de CNBB, a discussão e debate sobre os problemas da água e da seca. O pedido foi feito durante a assembleia geral do Seapac, realizada no úl mo dia 22, pela manhã, no Centro Pastoral da paróquia da Candelária. “É

Procópio Lucena, ar culador estadual do SEAPAC

Comunidades festejam Santo Expedito As comunidades do Vivará e Passagem dos Caboclos, pertencentes à Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, festejaram Santo Expedito, de 22 a 25 de abril. Com o tema “Com Santo Expedito, testemunhar a alegria do evangelho”, a programação contou com missas, celebração da Palavra e recitação de terço.

Filha de Santana morre de malária Faleceu no úl mo dia 16 de abril, ví ma de malária, a Irmã Maria Dionice da Silva, das religiosas Filhas de Santana. Maria Dionice estava fazendo missão em Angola, na África, há mais de um ano. Segundo o Diácono Haroldo Lima, a religiosa foi uma das pioneiras na implantação da Infância Missionária no Nordeste do Brasil, com relevantes serviços prestados à Arquidiocese de Natal.

Viaje ao Canadá, com a Dandara Turismo, de 03 a 13 de agosto de 2014. Visite o Oratório de São José, a Catedral de Notre Dame e a Basílica de Ste Anne de Beaupre. Informações e reservas: (84) 3236-4287 / 3086-3330 www.dandaratour.com

A Ordem Assine, leia e divulgue o jornal da Arquidiocese de Natal Procure a equipe da Pascom, em sua paróquia, ou a coordenação arquidiocesana. Inf.: (84) 3615-2800


11 - A Ordem

27 de abril de 2014

Geral

Fique por dentro Pe. Valdir Cândido de Morais Ecônomo da Arquidiocese de Natal

DECLARAÇÃO IRPF 2014 “DEDUÇÕES” 3ª parte Despesas que podem ser aba das no Imposto de Renda 2014 1 - Psicólogo ou psiquiatra: o tratamento da saúde mental e emocional também é considerado um tipo de despesa com saúde, portanto também não há limite para a dedução no Imposto de Renda; 2 – Cirurgia plástica com fins de saúde: contanto que não tenha objetivos estéticos, o procedimento também beneficia o contribuinte. É o caso de intervenções de reconstrução da mama e correções que melhorem a saúde do paciente; 3 – Cadeira de rodas: a compra deste item, assim como próteses para portadores de deficiência física, está prevista para o abatimento do Imposto de Renda; 4 – Fisioterapia: é possível descontar do Imposto de Renda os gastos com este tipo de reabilitação terapêutica.

Correio do clero

Parabéns Aniversário natalício: . 29/04 - Côn. Ânderson Caldas Barbosa (Pe. Felipe) - Pároco da Paróquia de Santo Antônio Santo Antônio do Potengi - São Gonçalo do Amanrate . 01/05 - Diác. Francisco Adilson da Silva - Assessor do Vicariato Episcopal para as Ins tuições Sociais

Comissão arquidiocesana de diáconos toma posse A nova coordenação arquidiocesana dos diáconos permanentes tomou posse na úl ma quarta-feira (23), em celebração na capela do San ssimo Sacramento, subsolo da Catedral Metropolitana, presidida pelo arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. Quem vai presidir a comissão, será o diácono Manoel Carlos do Nascimento Silva, conhecido como Mano.

Arcebispo anuncia transferência de padres O arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, anunciou a mudança de funções, de quatro padres da Arquidiocese. Padre Francisco Lima deixa a Paróquia de São Pedro, de Várzea, e, a par r de primeiro de maio, assumirá a coordenação das Pastorais da Saúde e dos Hospitais. Ele sucederá o Padre Francisco Fernandes, que passará a ser capelão do Colégio de Nossa Senhora de Fá ma, no Tirol, acumulando a função com a vice-reitoria do Seminário de São Pedro. Ainda, no dia primeiro de maio, Padre Gen l Pereira assumirá a coordenação da Pastoral da Esperança e dará assistência aos centros de velórios e cemitérios. Já, o Padre Raul Clepson assumirá a função de pároco da Paróquia de São Pedro Apóstolo, de Várzea. A posse acontecerá dia 5 de maio, às 17 horas, na Igreja Matriz.

Colaboração: CONTAB/RN * E-mail: economato@arquidiocesedenatal.org.br

Bianca Noivas e Noivos Decorações e eventos (84)3661-5876 8853-5788 9954-6693 biancanoivas@gmail. com Av. Tomás Landim, 2603. Igapó - Natal-RN biancanoivas.blogspote.

h Viva bem

Passa tempo Chia

É riquíssima em fibras, que ajudam a regular o intes no e evitando a prisão de ventre. Ela também tem um efeito ‘passa a fome’, pois quando entra em contato com o estômago forma um"gel" que ajuda no emagrecimento. Ajuda a evitar doença do coração e diminui a pressão arterial, pois possui 400% da nossa necessidade diária de ômega 3, possui mais cálcio que o leite e mais ferro que o espinafre, vitamina A para os olhos e ajuda na visão. Como tomar: uma colher de sopa do produto pode tomar ou misturar em sucos, vitaminas, água. Dra. Márcia Roque Braz de Araújo Nutricionista, Natal/RN

Os dois desenhos parecem idên cos. Porém, há sete diferenças entre eles. Encontre-as.

Foto: www.smartkids.com.br

ASSINE O JORNAL A ORDEM

ABASTECENDO NO POSTO, VOCÊ ESTÁ CONTRIBUINDO COM O “SEMINÁRIO DE SÃO PEDRO” - QUALIDADE MUNDIAL SHELL Rua Apodi, 520 - Tirol Vizinho ao Seminário de São Pedro

Procure a equipe da Pascom, em sua Paróquia, ou a coordenação arquidiocesana INFORMAÇÕES: pascom@arquidiocesedenatal.org.br (84) 3615-2800


12 - A Ordem

27 de abril de 2014

Notícias

Dom Jaime par cipará da Assembleia dos Bispos que, neste ano, terá como tema: “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”. A pauta da assembleia consta de re ro, reuniões, celebrações especiais e comunicações. O arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, cardeal Raymundo Damasceno Assis, elencou os principais

Foto: Cacilda Medeiros

Da esq.: Dom Jaime Vieira, Dom Ma as Patrício e Dom Heitor Sales

13º zonal realiza reunião As Paróquias que integram o 13º zonal da Arquidiocese de Natal se reúnem no próximo sábado, 3 de maio, na Paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres, em Goianinha, para debater o tema “A nova evangelização na Paróquia”. O encontro vai acontecer das 08h às 12 horas. O tema da reunião será assessorado pelo padre Edvaldo Brito, pároco da Paróquia Bom Jesus dos Navegantes, de Touros.

Crianças recebem sacramento da eucaris a Quase 30 crianças da Paróquia de Santa Clara, no bairro Pitimbu, em Natal, receberão o sacramento da eucaristia, no próximo sábado (03). A celebração vai acontecer na Igreja matriz, às 17 horas, e será presidida pelo pároco, o padre Joaquim Ataíde de Araújo.

assuntos que serão tratados, em matéria publicada no site da CNBB. “Durante o evento, os bispos irão refle r sobre temas importantes como a renovação paroquial. Depois nós vamos também iniciar uma reflexão sobre os cristãos leigos na Igreja e na sociedade. Teremos um tema a ser aprovado sobre a questão agrária, assim como um documento sobre a realidade nacional, referente à situação atual, num momento que estamos nos aproximando das eleições”, disse o cardeal. Dentro dos temas diversos, haverá análises de conjuntura polí co-social e eclesial; a preparação para a 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos, que debaterá os novos desafios da família para a nova evangelização; a exortação sobre a nova evangelização, do Papa Francisco; a avaliação e encaminhamento das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) de 2015 a 2018; as consequências e desafios pastorais da Jornada Mundial da Juventude. Durante a Assembleia serão divulgadas, ainda, mensagens sobre o Dia dos Trabalhadores e sobre as eleições.

Arquidiocese é pauta constante na imprensa po guar As a vidades realizadas pela Igreja Católica estão, constantemente, na pauta dos Meios de Comunicação, no Rio Grande do Norte. Durante o ano de 2013, a Igreja Católica, em especial a Arquidiocese de Natal e o arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, apareceram mais de 800 vezes, somente nos jornais impressos, revistas e internet (portais, sites e blogs), que circulam no Estado. Além disso, a Arquidiocese também se faz presente na pauta das emissoras de TV e de rádio, em diversas vezes. A maioria das inserções foi posi va: 100 ar gos, 64 reportagens, 388 matérias, 106 notas e cinco entrevistas. De forma neutra, os números foram os seguintes: cinco reportagens, 36 matérias, sete ar gos, 21 notas e uma entrevista. Já, de forma nega va, foram: 61 notas, sete ar gos, uma reportagem, 16 matérias e uma charge. Para a assessora de comunicação da Arquidiocese de Natal, Cacilda Medeiros, um dos mo vos que favorecem a sempre presença da Arquidiocese de Natal na mídia é a abertura do arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, à imprensa. “Dom Jaime

valoriza o trabalho da mídia e faz o possível para atender à imprensa, quando solicitado”, comenta a assessora. Neste ano de 2014, por ocasião da Semana Santa, por exemplo, as a vidades religiosas foram publicadas, diariamente, nos principais Meios de Comunicação da capital po guar. Foto: Cacilda Medeiros

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e os arcebispos eméritos, Dom Heitor de Araújo Sales e Dom Ma as Patrício de Macêdo, par ciparão da 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, que acontecerá no período de 30 de abril a 9 de maio, em Aparecida (SP). Mais de 300 bispos, de todo o Brasil, par ciparão do encontro,

Jornalista Luiza Gualberto com a pasta onde é arquivado o que é publicado pela mídia

A ordem 27 04 2014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you