Issuu on Google+

A Ordem

Arquidiocese de Natal - Ano XLI - N0 08

Natal-RN, 24 de fevereiro de 2013 Exemplar avulso: R$ 1,00

No período de 11 de outubro de 2012 a 24 de novembro de 2013, o mundo católico vive o Ano da Fé, proclamado pelo Papa Bento XVI. Por ocasião do encerramento da festa da padroeira da Arquidiocese de Natal, Nossa Senhora da Apresentação, em 21 de novembro de 2012, o Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha (foto), publicou um decreto sobre o Ano da Fé. No decreto, o Arcebispo declara que os fiéis podem alcançar indulgência plenária, ao longo do Ano da Fé. “Poderão alcançar a indulgência plenária da pena temporal para os próprios pecados, concedida pela misericórdia de Deus, aplicável em sufrágio pelas almas dos fiéis defuntos, a todos os fiéis deveras arrependidos, que se confessem de modo devido, comunguem sacramentalmente e orem segundo as intenções do Sumo Pontífice”. LEIA MAIS NAS PÁGINAS 6 E 7.

Foto: José Bezerra

Fiéis podem alcançar indulgência plenária no Ano da Fé

Foto: Cacilda Medeiros

Bispo incita os jovens a serem protagonistas de um mundo diferente “Sejam vocês protagonistas, provoquem quesƟonamentos, reflexões e espaços, para que mais grupos de jovens sejam fundados", conclamou Dom Eduardo. PÁG. 9

Lançamento da Campanha da Fraternidade reúnde 2.000 pessoas O lançamento ocorreu no Centro de Convenções, em Natal, com um seminário e a presença de representantes da CNBB. PÁG. 12 Foto: Cacilda Medeiros

O Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e o pastor MarƟn Alves, da Assembleia de Deus, deram a bênção na abertura dos trabalhos da atual legislatura da Câmara Municipal de Natal. PÁG. 10

A Ordem 24 02 2013.indd 1

Foto: José Bezerra

Primeira sessão da Câmara recebe bênçãos

Escola Catequética inicia formação Pág. 3

Paróquia do Soledade faz assembleias Pág. 5

21/02/2013 09:46:30


2 - A Ordem Editorial

O reencontro A caminhada de fé dos filhos de Deus nasce com a recepção do sacramento do BaƟsmo, prossegue com o da primeira Comunhão e amadurece com a celebração da Crisma, também chamado Confirmação. São os três sacramentos da iniciação cristã. O BaƟsmo ocorre, via de regra, ainda nos primeiros meses de vida, por um ato de fé dos pais e padrinhos; a primeira Comunhão, após uma boa catequese, em que é apresentada a Doutrina Cristã; a Crisma é celebrada, também, após uma preparação doutrinal mais profunda do que a da primeira comunhão. Esta caminhada deveria solidificar a fé abraçada desde a tenra idade, no BaƟsmo. Porém, em muitos cristãos, à medida em que crescem, a fé diminui. Às vezes, até desaparece. Para reascender esta fé, a Igreja propõe oportunidades de reencontro com o Deus da Vida. Um desses momentos a Igreja oferece agora, com o Ano da Fé, proposto pelo Papa Bento XVI e que vai até 24 de novembro. Neste período, mediante algumas condições, os cristãos podem conseguir a remissão dos pecados pelas indulgências plenárias. É o reencontro com Deus!

24 de fevereiro de 2013 Palavra do Arcebispo

A Ordem

EXPEDIENTE Dom Jaime Vieira Rocha

A renúncia de Bento XVI Queridos irmãos e irmãs. No dia 11 deste mês fomos surpreendidos com a noơcia da renúncia do Papa Bento XVI ao ministério petrino. O Papa anunciou que a parƟr do dia 28 deste mês deixará a função de Romano Ponơfice. Embora isto seja possível pelo Código de Direito Canônico (cf. Cân. 332 § 2), a decisão do Papa causou surpresa em todos nós. Na história da Igreja já aconteceram casos de renúncia do Papa, mas o úlƟmo caso foi no longínquo 1415, com o Papa Gregório XII. Compreendemos os moƟvos que levaram o Papa Bento XVI a tomar tal decisão: sua idade avançada e suas poucas forças. Não nos cabe especular sobre outras possíveis moƟvações que levaram o Papa a renunciar. Mas, é claro que vimos nos úlƟmos meses um Papa debilitado, talvez pelos muitos desafios que, não só o seu cargo exige, mas a própria missão da Igreja no mundo hodierno. De fato, a mensagem da Igreja encontra resistências em muitos setores da sociedade; resistências que exigem uma maior compreensão da própria mensagem. Sim, os maiores problemas da Igreja são causados pelos seus membros. Mas, sempre foi assim. A mensagem da Igreja não vale somente para os outros. Ela é, sobretudo, uma mensagem para ser vivida, antes de ser anunciada. As grandes crises da Igreja estão relacionadas ao fato da não vivência do Evangelho, do ofuscamento do verdadeiro senƟdo da fé, de uma seleção de elementos, de uma vida de incoerência com a sanƟdade provinda do Pai, por meio de Jesus Cristo, seu Filho e do Espírito Santo, presente na Igreja e no mundo. Todos nós somos pecadores, mas também somos responsáveis pela Igreja. Não podemos deixar que os nossos pecados corrompam a sanƟdade da Esposa de Cristo. A sanƟdade da Igreja é sempre renovada pela ação do Espírito Santo nos sacramentos e na vida comunitária dos evangelizadores. O Espírito Santo cuida de tal forma da Igreja que nós nunca podemos perder a esperança de renovação, de reforma e de crescimento da fé no mundo. A renúncia de Bento XVI nos ensina que o primado de Deus, que ele tanto evoca, é a realidade que dá sustento e força tanto à Igreja quanto ao mundo. Somente quando reconhecermos este primado é que teremos a força para vencermos todas as crises, saindo delas sempre vitoriosos. De fato, quando foi que o Espírito Santo deixou de estar presente na Igreja? Quem poderá dizer que conduziu a Igreja por si mesmo? Quem declarou ao Espírito Santo que não precisava dele? ExisƟu alguém, na vida da Igreja, que dispensou o Espírito Santo? Mas, o que é a Igreja? Sabemos realmente o que é a Igreja? A Igreja é a comunidade de homens e mulheres que acreditam que em Jesus Cristo acontece a comunicação de Deus mesmo a cada ser humano e esta comunhão de vida acontece por obra do Espírito Santo. Nenhum outro fundamento: dinheiro, poder, luxúria, fama ou tráfico de influência representam a Igreja. Somente em Jesus e no Espírito Santo é que a Igreja tem a sua força. Acreditemos nisso. E rezemos por Bento XVI e pelo novo Papa a ser escolhido no próximo conclave.

Jornal Semanal da Arquidiocese de Natal Endereço: Pastoral da Comunicação Av. Floriano Peixoto,674 Tirol 59020-500 - Natal-RN pascom@arquidiocesedenatal. org.br

www.arquidiocesedenatal. org.br Twitter: @arqnatal Fone: (84) 3615-2800 Fax: (84) 3615-2800 Conselho Editorial: Pe. José Nazareno, Pe. Vicente Laurindo, Pe. Matias Soares, Pe. Edilson Nobre, Pe. Francisco das Chagas de Souza, Diác. José Bezerra, Vital Bezerra, Milton Dantas, Cacilda Medeiros, Antônio Roberto e Luiza Gualberto. Edição, redação e diagramação: José Bezerra (DRT-RN 1210) / Cacilda Medeiros (DRT-RN 1248) / Luiza Gualberto (DRT-RN 0901752) Revisão: Milton Dantas (LP 3.501/RN) Colaboradores: Rede de Comunicadores da Arquidiocese de Natal Impressão: RN Econômico - Fone: (84) 3201-2630 Tiragem: 1.600 exemplares Assinaturas: Com as coordenações paroquiais da Pastoral da Comunicação ou na redação do Jornal, no Centro Pastoral Pio X - Av. Floriano Peixoto, 674 - Tirol - Natal/RN

Quer um fim de semana à beira mar e a preços promocionais? Está procurando espaço para realizar um evento? O Centro de Treinamento de Ponta Negra João Paulo II, em Natal, oferece preços promocionais. Agende! (84) 3641-3366 / 3641-3339 / 9813-9358 (TIM) /(84) 8817-8320 (OI) Ligue: 3615-2800 com Luzia Freitas ou Kécia Pereira

A Ordem 24 02 2013.indd 2

21/02/2013 09:46:33


3 - A Ordem

Notícias

Escola Catequética inicia formação so fazer inscrição na Secretaria da Paróquia. Em função do curso, durante este ano não haverá turmas de primeira EucarisƟa e Crisma, na paróquia. Foto: Flávio Luiz

As aƟvidades da Escola CatequéƟca da Paróquia da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, serão iniciadas dia 1º de março, às 19 horas, no Colégio Nossa Senhora do Carmo, com a aula inaugural. As aulas serão sempre nas sextas-feiras, no mesmo local e horário. O curso será ministrado durante este ano e se desƟna aos catequistas, agentes de pastorais, serviços e movimentos, mas também é aberto a qualquer paroquiano. Será dada ênfase aos sacramentos da iniciação cristã e à catequese familiar. Para parƟcipar do curso é preci-

Agentes pastorais em momentos de estudos

Paróquia realiza CF 2013

Agenda do Arcebispo . 26/02 - Atendimento na Cúria Metropolitana, às 9 horas. . 28/02 - Assembleia no Carmelo Nossa Senhora do Sorriso e Santa Teresinha, em Emaús, às 10 h; - Posse do Padre Francisco Lima, como administrador da Paróquia de São Pedro Apóstolo, de Várzea, às 19 horas. . 01/03 - Missa no Seminário de São Pedro, às 17 h; - Palestra para o Curso de Relações Internacionais, da UnP, sobre "Igreja de Natal e os 50 anos da Campanha da Fraternidade", às 20 horas. . 02/03 - Encontro Arquidiocesano dos Ministros Extraordinários da EucarisƟa, no Santuário dos MárƟres, bairro de Nazaré, Natal, às 10 horas.

A Ordem 24 02 2013.indd 3

Escolas de formação iniciam período letivo Um grupo de 80 leigos está matriculado na Escola Bíblica São Jerônimo, da Paróquia de Santo Afonso, em Mirassol, Natal, cujas aulas foram iniciadas no úlƟmo dia 19, às 20 horas, no Centro Pastoral. O objeƟvo da Escola é transmiƟr os ensinamentos da Palavra de Deus e do Magistério da Igreja. Ainda há vagas. Os interessados devem procurar a secretaria da paróquia para se inscrever. Já, a Escola de Fé Santo AgosƟnho, também de Mirassol, está funcionando desde ontem, dia 23.

Paróquia recomeça oficinas de oração

Catequistas participam de formação

As Oficinas de Oração e Vida, da paróquia do Beato José de Anchieta, em Lagoa Nova, Natal, retomam os trabalhos deste ano na segunda-feira, dia 25. Às 8 horas será realizada uma Oficina de Oração, ministrada pelo pelos guias: Pe. Francisco Lucas Neto, pároco do Beato Anchieta, e Graça Guimarães. É aberta a qualquer pessoa da paróquia.

A paróquia de N. Sra. de FáƟma, no Parque das Dunas, zona norte de Natal, realiza o 7º Encontro de formação para Catequistas, na Fundação Fé e Alegria, na comunidade Nova Natal. O encontro termina neste domingo, dia 24, ao meio dia. O objeƟvo é preparar os catequistas da paróquia para os trabalhos com os catequizandos.

Cáritas paroquial é implantada em João Câmara A paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, implanta a Cáritas Paroquial, neste domingo, 24 de fevereiro, às 19 horas, durante Foto: Anna Paula

"Tecendo relações de fraternidade" é o tema dos encontros da Campanha da Fraternidade, nas comunidades da paróquia de Santana, no Soledade 2, zona norte de Natal. O objeƟvo é apresentar o documentário "Juventude e seus caminhos", produzido pelo jornal Mundo Jovem, como subsídio da Campanha da Fraternidade. Trata-se de um vídeo, com emas relacionados com a vida dos jovens. Após a exibição, abrem-se os debatges. Os encontros começaram dia 21, no Soledade 2. Hoje, dia 24, serão realizados dois encontros: no Potengi, às 15h, e em Jardim das Flores, às 18; dia 28, às 19h30, no Alvorada; dia 6 de março, às 19h30, em Raio do Sol; dia 9, às 17h, em Santarém; e dia 17, às 16h, no Residencial Redinha e Niterói-Salinas.

24 de fevereiro de 2013

Equipe da Cáritas paroquial de João Câmara

a celebração da missa na Igreja Matriz. A Cáritas paroquial começa a atuar com uma equipe de 8 pessoas e terá o objeƟvo de realizar as ações evangelizadoras e sociais, principalmente entre os jovens e crianças, em parceria com a Pastoral da Criança. A implantação conta com a presença do Pe. Bianor Júnior e Kilza Gomes, da Coordenação Arquidiocesana de Cáritas, e do Pe. Edvan Lucena, Administrador Paroquial de João Câmara.

Pastorais abrem CF 2013 em Ceará-Mirim A paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Ceará-Mirim, faz a abertura da Campanha da Fraternidade, em nível local, neste domingo, 24 de fevereiro, durante as missas das às 6h30 e às 16 horas, na Matriz. Nas duas oportunidades, agentes da Pastoral da Juventude, da Pastoral Universitária, do ministério jovem da Renovação CarismáƟca Católica e a Juventude Franciscana - JUFRA, fazem exposição sobre as aƟvidades que realizam e falam sobre o carisma dos

grupos que integram o Setor Juventude, da Paróquia. No mesmo dia, às 19 horas, na Matriz, acontece a Missa da Juventude. Nesta ocasião também haverá o lançamento oficial da Campanha. Logo depois da missa, na praça Barão de Ceará-Mirim, acontece mais uma edição do Projeto Voz da Juventude. Trata-se de momentos de conversas com os líderes dos movimentos juvenis e animação musical, com a banda Alvorecer, de Extremoz.

21/02/2013 09:46:34


4 - A Ordem

24 de fevereiro de 2013

A Igreja

88

Comentario Litúrgico Pe. Edilson Soares Nobre, Vigário Geral e Assistente EclesiásƟco da Pascom (2º Dom. da Quaresma) Gn 15, 5-12.17-18 / Sl 26 / Fl 2, 17-4,1 / Lc 9,28b-36

Deus promete, Deus cumpre Diante dos terríveis problemas do mundo nós somos tentados de pedir a Deus uma intervenção espetacular e imediata. É a proposta das tentações que vimos domingo passado. Cristo responde: “Não é esta a estrada de Deus!”. As leituras deste domingo esclarecem qual é a estrada de Deus. Deus chama Abraão, um nômade insignificante, o chefe de um pequeno clã perdido entre os fenômenos migratórios daquela época. A este homem Deus diz: “Olha, eu farei de Ɵ um povo imenso. Olha o céu e conta as estrelas: assim será a tua descendência”. No momento a coisa parecia impossível. Pra começar Sara era estéril. No entanto, Abraão acreditou e toda a sua vida foi uma consequência da sua fé. Hoje, nós vemos com os nossos olhos o pleno cumprimento da promessa de Deus. Hoje mais de dois milhões de

pessoas se reconhecem na fé de Abraão. Ele é veramente pai de uma mulƟdão imensa. Mas Abraão é a primeira argola de uma longa corrente que conduz a Cristo, que é o coração da promessa. E o que acontece com Jesus? A mesma coisa: Uma promessa, um cumprimento, uma nova promessa. Sigamos o Evangelho. Trata da transfiguração. Diz o Evangelho: “Jesus levou consigo Pedro, João e Tiago e subiu à montanha para rezar” (Lc 9,21). Enquanto rezava acontece uma transformação e apareceram Moisés e Elias, que falavam com ele do seu êxodo, da sua parƟda. Foi como um improviso abrir-se de uma tenda, a remoção de um véu. Os apóstolos ficaram surpresos e encantados. Mas, por que Jesus fez isto? Para fazer entender que na pobreza, no sofrimento, na paixão... Deus permanece onipotente. Como reagiram os apóstolos?

Pedro, mais uma vez, joga fora uma resposta tanto humana: “Façamos três tendas e fiquemos aqui!”. Comenta Lucas: “Pedro não sabia o que estava dizendo”. Por quê? Pedro cede à tentação de querer parar a vida nos momentos belos e extraordinários, refutando todo o caminho da vida humana que inclui também a cruz. Perguntamos: Tornou-se realidade a promessa de Cristo? Ou seja: Cristo veramente ressuscitou? O prodígio do crisƟanismo parte exatamente desta certeza. Pedro, João, Paulo disseram ter visto Jesus ressuscitado e toda a vida deles foi uma prova tenaz desta certeza: até a morte. Desde aquele dia até hoje se passaram tantos séculos e, no entanto, uma mulƟdão de pessoas, aproximando-se da Igreja e vivendo na Igreja, se deu conta de algo extraordinário: Cristo Ressuscitado. Acreditou e a vida mudou totalmente.

Doutrina da Igreja

O Povo de Deus no Catecismo da Igreja Católica (I) Os membros do Povo de Deus são “os fiéis que, incorporados a Cristo pelo BaƟsmo, foram consƟtuídos em povo de Deus e, assim, feitos parƟcipantes, a seu modo, do múnus sacerdotal, proféƟco e régio de Cristo, são chamados a exercer, seguindo a condição própria de cada um, a missão que Deus confiou a Igreja cumprir no mundo” (CIC 871, citação do cân. 204, 1; LG 31). Com esta definição, Ɵrada da ConsƟtuição dogmáƟca sobre a Igreja Lumen genƟum, do Concílio VaƟcano II e coloca no Código de Direito Canônico, o Catecismo conƟnua a mesma doutrina de renovação da Igreja. A Igreja é povo de Deus. Em todos os membros da Igreja vigora uma igualdade, por meio da qual todos cooperam na construção do Corpo de Cristo (cf. CIC 872). O Catecismo confirma o ensinamento do Concílio: todos, hierarquia e leigos, são parƟcipantes do múnus sacerdotal, proféƟco e régio de Cristo. Os leigos comparƟlham a missão de todo o povo de Deus na Igreja e no mundo. Este ensinamento do Concílio e do Catecismo sobre a importância dos leigos na vida da Igreja é considerado

A Ordem 24 02 2013.indd 4

um dos mais importantes da renovação da Igreja operada pelo Espírito Santo nos úlƟmos tempos. Não só leigos sem hierarquia, mas não só hierarquia sem os leigos. O Catecismo apresenta a consƟtuição hierárquica da Igreja, os fiéis leigos e a vida consagrada como três categorias de membros do povo de Deus, a Igreja Corpo de Cristo. Na consƟtuição hierárquica o Catecismo apresenta o ministério eclesial, definido como “insƟtuído por Cristo para o bem de todo o Corpo” (cf. CIC 874). CaracterísƟcas importantes do ministério eclesial são: o seu caráter de serviço, pois Cristo livremente assumiu a forma de servo (cf. Fl 2,7) e os seus ministros devem ser como ele, livremente servos de todos (cf. CIC 876); o caráter colegial, isto é, como os Doze foram escolhidos conjuntamente são também enviados conjuntamente, numa união fraterna a serviço da comunhão fraterna de todos os fiéis (CIC 877); um caráter pessoal, pois os ministros agem também de maneira pessoal. “O ministério sacramental da Igreja é um serviço exercido em nome de Cristo, que

tem caráter pessoal e forma colegial” (cf. CIC 878-879). Na hierarquia da Igreja aparece por primeiro o Colégio Episcopal e seu chefe, o Papa. Assim como, por disposição do Senhor, São Pedro e os outros apóstolos consƟtuem um único colégio apostólico, de modo semelhante o Romano Ponơfice, sucessor de Pedro, e os Bispos, sucessores dos Apóstolos, estão unidos entre si (CIC 880). O Papa é o perpétuo e visível princípio e fundamento da unidade, quer dos bispos, quer da mulƟdão dos fiéis. É o Vigário de Cristo, Pastor de toda a Igreja, chefe do colégio episcopal. Como sucessor de Pedro, o Papa não é um chefe à moda dos governantes. Ele é o sucessor da rocha da Igreja, ele é o servo dos servos de Deus, isto é, com a sua autoridade exerce o grande serviço de confirmar na fé os irmãos. O ministério do Ponơfice Romano é um serviço à unidade da Igreja, à fé e à caridade, vinculo da perfeição. Pe. Paulo Henrique da Silva - @pepaulonatal Professor de Teologia da FAHS

21/02/2013 09:46:34


5 - A Ordem

Notícias

Paróquia do Soledade 2 realiza assembleias Foto: Arquivo da Pascom

Os agentes pastorais da paróquia de Santana, do Soledade 2, zona norte de Natal, começam a por em práƟca uma das decisões da Assembleia Paroquial, que é a realização de assembleias comunitárias nas 10 comunidades paroquiais. O objeƟvo das assembleias comunitárias é ouvir os diversos agentes de pastorais, serviços e movimentos Igreja Matriz de Santana, no Soledade 2 da paróquia e idenƟficar os pontos fortes e fracos de cada comunidade. A demais ocorrerão nas seguintes datas e parƟr daí, serão definidas as ações para horários: dia 3 de março, das 17 às 19h, melhorar a caminhada pastoral das co- em Nova República e Parque Floresta; munidades. dia 10, das 9 às 11 horas, no Potengi; dia Para cumprir a proposta, foi 17, das 9 às 11 horas, no Residencial Reelaborado um calendário, que vai de dinha, Raio de Sol e Niterói-Salinas; dia 6 fevereiro a abril. A primeira assembleia de abril, das 19 às 21 horas, no Soledade acontece neste domingo, 24 de feverei- 2; dia 7, das 10 às 12 horas, em Jardim ro, das 9 às 11 horas, na comunidade São das Flores; e dia 13, das 18 às 21 horas, Tiago Menor, do conjunto Santarém. As no conjunto Alvorada.

Discípulos da Mãe de Deus realiza campanha

24 de fevereiro de 2013

Kairós marca 25 anos da RCC de João Câmara A Renovação CarismáƟca Católica, da Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, comemora 25 anos de aƟvidades. Para marcar o jubileu de prata, realiza um Kairós, neste domingo, dia 24, a parƟr das 8 horas, no Ginásio de Esporte Zezão. Com o tema "Recebereis a força do Espírito Santo, que descerá sobre vós e sereis minhas testemunhas", o evento dura o dia todo. Louvor, pregações, adoração ao Sanơssimo e missa fazem parte da programação. Os pregadores serão o Pe. Dalmário Barbalho, assistente eclesiásƟco da RCC; Sargento Rogério, coordenador arquidiocesano da RCC, e o Pe. João Maria, da RCC de Natal.

Jovens debatem temas quaresmais A Pastoral da Juventude da paróquia do Beato Anchieta, de Lagoa Nova, Natal, discute temas ligadas à Quaresma, em suas reuniões quinzenais. O objeƟvo é fazer o aprofundamento e o fortalecimento da fé, no tempo quaresmal. Os encontros acontecem nas residências dos integrantes da Pastoral da Juventude, para envolver as famílias nas reflexões.

A Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus realiza campanha para a construção de um espaço de evangelização, na Casa de ReƟros da obra, em Parnamirim. O espaço terá capacidade para 200 pessoas, está em fase inicial de construção e receberá o nome de salão "Dom Manoel Pestana".

Os interessados em colaborar podem fazer depósitos na agência 3525-4, conta corrente nº 23738-8, do Banco do Brasil. Mais informações, nos telefones 3201-3499 e 8733-7161. Outra forma de colaborar é indicar a Casa de ReƟros para eventos religiosos, junto às paróquias e comunidades cristãs.

CF 2013 é tema de Mesa Redonda

Grupo Consagra-te participa de encontro

A livraria Paulus abre o Projeto "Café e Debate" com uma mesa redonda sobre o Fraternidade e Juventude, tema da Campanha da Fraternidade deste ano, no dia 2 de março, das 9 às 12h30. Será no auditório da Livraria, com mediação do Pe. Vicente Laurindo e os debatedores: Pe. Alcimário Pereira, coordenador de Campanhas da Arquidiocese de Natal; Profª Maria Divaneide Basílio, Mestre em Sociologia; Pe. Robério Camilo, presidente do Serviço de Assistência Rural - SAR, da Arquidiocese de Natal; e o Prof. Dr. Adriano Cruz, do Departamento de Comunicação Social da UFRN. As inscrições são feitas na Livraria. Também podem ser feitas reservas pelos telefones 3211-7514 / 2557. Taxa de inscrição, R$ 10,00. São disponibilizadas 80 vagas.

O grupo Consagra-te, de João Câmara, realizará encontro dia 3 de março, às 8 horas, na Igreja de N. Sra. de FáƟma, com assessoria da Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus, de Natal. Depois, o grupo passará a se reunir quinzenalmente, em João Câmara.

A 16ª assembleia pastoral da paróquia de Santo Antônio de Pádua, Parque dos Coqueiros, zona norte de Natal, acontece neste domingo, 24 de fevereiro, das 8 à 17 horas, na Escola Estadual Profª Ana Júlia. O encontro reunirá 200 agentes de pastorais, grupos e movimentos da paróquia. O Ano da Fé e o Concílio VaƟcano II estão na pauta.

ECC de Nova Cruz promove carnaval

Beato Anchieta abre curso para Ministros

Casais do ECC da paróquia da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, realizarão carnaval fora de época, dia 2 de março, às 20 horas, no Lions Clube da cidade. Para parƟcipar, basta adquirir uma camiseta do evento, que custa R$ 10,00 e já estão à venda. A animação será feita pela orquestra de frevo "Pé no Chão", de Nova Cruz.

A paróquia do Beato José de Anchieta, em Lagoa Nova, Natal, realizará curso para os Ministros Extraordinários da Comunhão EucarísƟca, segunda-feira, dia 25, às 19 horas, na Matriz. O Curso será ministrado pelo pároco, Pe. Francisco Lucas Neto. Será aberto a qualquer pessoa, mesmo que não pretenda assumir a função de Ministro.

A Ordem 24 02 2013.indd 5

Parque dos Coqueiros realiza assembleia

21/02/2013 09:46:35


6 - A Ordem

24 de fevereiro de 2013

Capa

Fiéis podem alcançar indulgência plenária no Ano da Fé Em decreto publicado dia 21 de novembro de 2012, o Arcebispo de Natal mostra como os fiéis podem alcançar indulgência plenária, ao longo do Ano da Fé. a fé. “Desde o princípio do meu ministério como Sucessor de Pedro, lembrei a necessidade de redescobrir o caminho da fé para fazer brilhar, com evidência sempre maior, a alegria e o renovado entusiasmo do encontro com Cristo”, destaca. O Santo Padre, no Porta Fidei, diz que o Ano da Fé é um convite para “uma autênƟca e renovada conversão ao Senhor, único Salvador do mundo”. Referindo-se ao Livro dos Atos dos Apóstolos, Bento XVI lembra: “No mistério da sua morte e ressurreição, Deus revelou plenamente o Amor que salva e chama os homens à conversão de vida por

MESA REDONDA

Paulus Livraria Rua Cel. Cascudo, 333 - Cidade Alta - Natal - Fone: 3211-7514 www.paulus.com.br

A Ordem 24 02 2013.indd 6

Como viver o Ano da Fé Por ocasião do encerramento da festa da padroeira da Arquidiocese de Natal, Nossa Senhora da Apresentação, em 21 de novembro de 2012, o Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, publicou um decreto sobre o Ano da Fé. No decreto, o Arcebispo declara que os fiéis podem alcançar indulgência plenária, ao longo do Ano da Fé. “Poderão alcançar a indulgência plenária da pena temporal para os próprios pecados, concedida pela misericórdia de Deus, aplicá-

A Catedral Metropolitana de Natal é um dos lugares que os fiéis podem visitar, em forma de peregrinação, durante o Ano da Fé, para obterem uma indulgência

Tema: Fraternidade e Juventude Expositores: Pe. Alcimário Pereira, Pe. Robério Camilo, Prof. Ms. Divaneide Basílio e Prof. Dr. Adriano Cruz Mediador: Pe. Vicente Laurindo, msf Data: 02 de março de 2013

natal@paulus.com.br

meio da remissão dos pecados.”

Foto: Cacilda Medeiros

No período de 11 de outubro de 2012 a 24 de novembro de 2013, o mundo católico vive o Ano da Fé, proclamado pelo Papa Bento XVI. Por ocasião da missa celebrada dia 11 de outubro, na Basílica de São Pedro, o Santo Padre disse, na homilia: “O Ano da Fé que estamos inaugurando hoje está ligado coerentemente com todo o caminho da Igreja ao longo dos úlƟmos 50 anos: desde o Concílio (VaƟcano II), passando pelo Magistério do Servo de Deus Paulo VI, que proclamou um ‘Ano da Fé’, em 1967, até chegar ao Grande Jubileu do ano 2000, com o qual o Bem Aventurado João Paulo II propôs novamente a toda a humanidade Jesus Cristo como único Salvador, ontem, hoje e sempre.” A abertura do Ano da Fé aconteceu no dia 11 de outubro do ano passado, em Roma, em uma celebração presidida pelo Papa, com a presença de bispos sinodais e de presidentes das Conferências Episcopais de todo o mundo, entre eles o presidente da CNBB, Dom Raymundo Damasceno. No Brasil, a abertura aconteceu no dia 12 de outubro, com uma missa solene, celebrada no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida (SP). Para o Ano da Fé, o Santo Padre Bento XVI publicou uma Carta Apostólica ‘Moto Próprio’ Porta Fidei, que significa Porta da Fé. Na introdução do texto, o Papa lembra a importância de redescobrir

Prepare-se! Em 2013 tem o 8º Mutirão Brasileiro de Comunicação de 27/10 a 01/11 de 2013 em Natal Veja como será: www.muƟcom.com.br

O Rosário dos Arcanjos Um CD que oferece as pessoas um meio para entrarem em sintonia com Deus pela intercessão dos arcanjos. livnatal@paulinas.com.br Visite: www.paulinas.org.br R. João Pessoa, 220 Natal (84)3212-2184

21/02/2013 09:46:35


vel em sufrágio pelas almas dos fiéis defuntos, a todos os fiéis deveras arrependidos, que se confessem de modo devido, comunguem sacramentalmente e orem segundo as intenções do Sumo Ponơfice”. Dom Jaime destaca três ações que as pessoas podem fazer para obter a indulgência. A primeira é “cada vez que parƟciparem em pelo menos três momentos de pregações durante as missões sagradas, ou então em pelo menos três lições sobre os documentos do Concílio VaƟcano e sobre os arƟgos do Catecismo da Igreja Católica, em qualquer igreja ou lugar idôneo.” A segunda ação, decretada por Dom Jaime, diz que receberão indulgência plenária as pessoas que “visitarem, em forma de peregrinação, uma Basílica Papal, uma catacumba cristã, uma Igreja Catedral ou um lugar sagrado.” E a terceira ação conƟda no Decreto lembra que receberão indulgência, as pessoas que “nos dias determinados pelo Ordinário do lugar, em qualquer lugar, parƟciparem numa solene celebração eucarísƟca ou na liturgia das horas, acrescentando a Profissão de Fé de qualquer forma legíƟma.”

Lugares sagrados O Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, designou dez lugares os quais os fiéis podem visitar, em forma de peregrinação, durante o Ano da Fé, para obterem uma indulgência. Os lugares são: Catedral de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, Natal; Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, também na Cidade Alta, Natal; Santuário de Nossa Senhora das Graças e Santa Teresinha, Tirol, Natal; Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes – onde estão os restos mortais do Padre João Maria, Petrópolis, Natal; Santuário de Santos Reis, no bairro de Santos Reis, Natal; Santuário dos MárƟres, Nazaré, Natal; Santuário dos MárƟres, Uruaçu, São Gonçalo do Amarante; Santuário Chama de Amor, Cunhaú, Canguaretama; Santuário de San-

24 de fevereiro de 2013

Capa

ta Rita de Cássia, Santa Cruz; o Santuário do Bom Jesus dos Navegantes, em Touros; e a Igreja Matriz de Nossa Senhora de FáƟma, no Parque das Dunas, Natal.

Datas festivas De acordo com o Decreto, os fiéis que parƟciparem de uma celebração solene ou da liturgia das horas, durante o Ano da Fé, também receberão indulgência plenária. O Arcebispo, Dom Jaime Vieira, determinou os seguintes dias, com esta finalidade: 22 de fevereiro, Cátedra de São Pedro; 31 de março, Páscoa do Senhor; 30 de maio, Corpus ChrisƟ; 30 de julho, solenidade de São Pedro e São Paulo; 16 de julho, morƟcínio de Cunhaú; 3 de outubro, ProtomárƟres do Brasil; 21 de novembro, Nossa Senhora da Apresentação; 24 de novembro, encerramento do Ano da Fé, e ainda mais o dia do padroeiro de cada paróquia.

Mais recomendações Além do estabelecido através do Decreto, Dom Jaime orienta que os fiéis rezem o Credo em todas as reuniões de pastorais, movimentos e serviços, nas Paróquias, e em nível arquidiocesano. Para as Paróquias, ele reforça para que estas

Foto: L'Osservatore Romano

7 - A Ordem

Bento XVI proclamou o Ano da Fé

tenham interesse em celebrar o Ano da Fé. “Peço que tenham o zelo de promover momentos de formação permanente, que estabeleçam uma práƟca semanal de ação, que marquem o Ano da Fé”, disse o Arcebispo. Sobre os momentos de formação, Dom Jaime sugere que clérigos, religiosos e fiéis leigos estudem os documentos do Concílio VaƟcano II e valorizem sempre o Catecismo da Igreja Católica.

O que é indulgência plenária O dom da indulgência manifesta a plenitude da misericórdia de Deus, que é expressa, em primeiro lugar, no sacramento da Penitência e da Reconciliação. A reconciliação com Deus, embora seja dom da Sua misericórdia, implica um processo em que o homem está envolvido no seu empenho pessoal, e a Igreja, na sua missão sacramental. O caminho de reconciliação tem o seu centro no sacramento da Penitência, mas, também, depois do perdão do pecado, obƟdo mediante esse sacramento, o ser humano permanece marcado por aqueles "resíduos" que não o tornam totalmente aberto à graça, e precisa de purificação e daquela renovação total do homem em virtude da graça de Cristo, para cuja obtenção o dom da indulgência lhe é de grande ajuda. Entende-se por indulgência a "remissão, perante Deus, da pena temporal devida aos pecados cuja culpa já foi apagada; remissão que o fiel, devidamente disposto, obtém em certas e determinadas condições pela ação da Igreja que, enquanto dispensadora da redenção, distribui e aplica, por sua autoridade, o tesouro das saƟsfações de Cristo e dos Santos" (Enchiridion indulgenƟarum, Normae de indulgenƟis, Libreria Editrice VaƟcana 1999, pág. 21; Catecismo da Igreja Católica, n. 1471) Fonte: www.vaƟcan.va

Colégio Nossa Senhora de Fátima 60 anos educando com ciência e amor

Dr. Sérvulo Pereira Paulino Dr. Fernando José Vieira de Sousa EXAMES Radiologia Geral, Ultra-sonografias: Mamária, Pélvica, Abdominal, com Doppler Colorido, Transvaginal, Mamografia e Densiometria Óssea.

Horário: de 2ª a 6ª - das 7 às 11 h e das 13 às 17 h Av. Alexandrino de Alencar, 915 - Natal-RN Fone: (084) 3213-1442

A Ordem 24 02 2013.indd 7

Educação Infantil, Fundamental I e II WWW.cnsfnatal.com.br cnsf@cnsfnatal.com.br Secretariacnsf@hotmail.com Av. Rodrigues Alves, 646 - Tirol - Natal Fone (84) 3222-2961/ 8121-3834 / 9197-9792

21/02/2013 09:46:36


8 - A Ordem

24 de fevereiro de 2013

Geral

Nossa Senhora do Sorriso

Festa da Padroeira

Ilumina Fé

A primeira etapa da sede definiƟva do Carmelo Nossa Senhora do Sorriso e Santa Teresinha será inaugurada dia 19 de março, às 8 horas. Haverá procissão, saindo da sede provisória, na granja da Casa do Clero, para a nova sede, situada na rua Santo Antônio, 800 - bairro de Emaús - em Parnamirim-RN.

A paróquia de N. Sra. de Lourdes, de Petrópolis, Natal, celebrará a 48ª festa da padroeira, de 1º a 10 de março. Dentro da programação social, será realizada festa de confraternização (baile do reencontro), dia 02 de março, das 22h às 3 horas, na AABB, com Itanildo Show. Senhas, ao preço de R$ 12,00, na Secretaria da Paróquia.

Jovens do Segue-me e casais do ECC, da paróquia do Beato Anchieta, Lagoa Nova, Natal, planejam as aƟvidades do Ilumina Fé para o mês de março. Os dois grupos da paróquia assumiram como equipe de apoio da infra-estrutura do evento, com o objeƟvo de divulgar a Jornada Mundial da Juventude. O primeiro Ilumina Fé ocorreu em 26 de janeiro, na Catedral Metropolitana, com missa presidida pelo Pe. Francisco Lucas.

Formação em Mirassol A Pastoral Litúrgica da paróquia de Santo Afonso, em Mirassol, Natal, oferece curso de preparação para a Semana Santa, aos agentes pastorais, leitores, acólitos e ministros da Comunhão EucarísƟca. Neste domingo, às 9h30, no salão pastoral, ocorre a segunda e úlƟma preparação. A primeira foi dia 21.

Inscrições para Crisma A Catequese da paróquia de Nossa Senhora da Esperança, na Cidade da Esperança, em Natal, abriu inscrições para as turmas de Crisma. São feitas com os catequistas, durante as missas. É preciso levar uma foto 3x4 e uma taxa de R$ 5,00.

Via Sacra No tempo da Quaresma, a paróquia de São Pedro, no Alecrim, Natal, celebra Via Sacra, na quarta e sexta-feira, às 15h30. É uma preparação dos fiéis para a vivência da Semana Santa.

Artigo

Igreja, velha dama que rejuvenesce Hermas (séc II), em O Pastor, em sua terceira visão, descreve a Igreja como a Velha Dama que lhe aparece “perfeitamente jovem e bela”(cfr 2, 2; 8,1;18, 3-4;20; 21). O gesto, inédito, de BENTO XVI, tão ơmido e ao mesmo tempo corajoso, movido pela sua profunda atenção e obediência à verdade, rejuvenesce a Igreja, neste ainda início do século XXI. Sem precedentes, porque "[...] Depois de ter examinado repeƟdamente a minha consciência diante de Deus, cheguei à certeza de que as minhas forças, devido à idade avançada, já não são idôneas para exercer adequadamente o ministério petrino. [...]. Por isso, bem consciente da gravidade deste ato, com plena liberdade, declaro que renuncio ao ministério de Bispo de Roma, Sucessor de São Pedro [...]". Do ponto de vista da história EclesiásƟca, a única renúncia que se aproxima da de BENTO XVI é a de S. CELESTINO V (1222 – 1294 /6). Confrontando os fatos históricos, através das renúncias dos predecessores, diante das precárias provas históricas, não se pode desconhecer o novo que se inaugura. O primeiro a renunciar foi o Papa CLEMENTE I (c.92-c.101), depois de ser de-

ACESSE: www.muticom.com.br CURTA: 8muticom SIGA: @8muticom ADICIONE AO MSN: muticom8@hotmail.com

A Ordem 24 02 2013.indd 8

Ɵdo e condenado ao exílio, nas perseguições no reinado de Trajano. O segundo, PONCIANO (c.230 – c.235), marcado pelas pressões do seu irreduơvel opositor Hipólito (217-235). A renúncia de S. Ponciano foi para não criar dificuldades à Igreja de Roma e para a reconciliação com os seguidores de Hipólito. O terceiro, SILVÉRIO (c.536 – c.537). O seu ponƟficado foi marcado pela interferência da Imperatriz Teodora. Como não se submeteu às exigências da Imperatriz, foi preso e deportado para a Ásia. Das tentaƟvas de mediação para solucionar os impasses surgiu a famosa frase: “Existem muitos reis neste mundo, mas apenas um papa em todo o universo”. Havia a iminência de um cisma e para evitá-lo, terminou abdicando em 11. 11. 537. O quarto, BENTO IX. É deposto, consegue retornar, renuncia, tenta retornar, mas sempre por causa da manutenção de privilégios das familias reinantes. O quinto, CELESTINO V (12221296). Após 27 meses sucessivos de vacância papal e as profecias que ameaçavam com casƟgos divinos se a Igreja permanecesse sem Pastor por mais tempo, o próprio profe-

ta foi escolhido papa. Asceta convicto, o velho monge foi trazido de seu reƟro, acompanhado pelo Rei de Nápoles, Carlos II D’Anju. Depois de menos de quatro meses, abdicou, “consciente de não estar à altura da tarefa a ele confiada”. CelesƟno V colocou o cargo nas mãos de seus eleitores e reƟrou-se humildemente. E, por úlƟmo, GREGÓRIO XII (1406 – 1415). Estava imerso na problemáƟca dos anƟpapas e todo o contexto políƟco gerado pela Corte do Papado que estava retornando de Avinhão para Roma. Sua renúncia, portanto, foi para terminar com o Cisma do Ocidente. Assim, considerando as exigências atuais, em confronto com a realidade presente do ministério petrino, a renúncia de BENTO XVI, do ponto de visto histórico, tem novos aspectos fundamentos que, em síntese, coloca a Igreja na mira da modernidade. É uma significaƟva contribuição histórica para que ela conƟnue a aparecer, perfeitamente jovem e bela, como A VELHA DAMA QUE REJUVENESCE.

CASA SAGRADA FAMÍLIA ARTIGOS RELIGIOSOS CATÓLICOS EM GERAL

Rua Cineasta Glauber Roca, 1757, Lagoa Nova - 59054-670 - Natal-RN Fones: 84-3213-0578 / 3082-8338 tangaraseguros@bol.com.br

AV. FLORIANO PEIXOTO, 381 - LOJA B - TIROL CEP 59020-500 NATAL/RN TELEFAX 84-3211-8646 Por trás da Catedral

Ir. Vilma Lúcia de Oliveira, FDC Historiadora e Profª de História da Igreja

Formando bons cristãos e honestos cidadãos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ LARGO DOM BOSCO, 335 - RIBEIRA NATAL/RN - CEP 59012-530 FONES: (84) 3211-4220 / 1490 FAX: 3611-1027

21/02/2013 09:46:36


9 - A Ordem

Entrevista

24 de fevereiro de 2013

Foto: Cacilda Medeiros

Bispo incita os jovens a serem protagonistas de um mundo diferente O Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, da CNBB, e bispo auxiliar de Campo Grande (MS), Dom Eduardo Pinheiro, esteve em Natal, na semana passada, para parƟcipar das comemorações dos 50 anos da Campanha da Fraternidade e do encontro de coordenadores nacionais de expressões juvenis. Na ocasião, ele conversou com a redação do Jornal A Ordem sobre a Campanha da Fraternidade e a Jornada Mundial da Juventude. No final, Dom Eduardo deixou uma mensagem e um pedido para a juventude da Arquidiocese de Natal: “Sejam vocês protagonistas, provoquem quesƟonamentos, reflexões e espaços, para que mais grupos de jovens sejam fundados. Sejam vocês protagonistas de um mundo diferente.” base deste ano? Dom Eduardo: Podemos dizer que o texto contempla três áreas: a pessoa do jovem, enquanto merecedora de situações para a sua formação humana, cristã e cidadã; a Igreja, em si, para que renove as estruturas, em vistas do jovem, e que seja um lugar de atração e de formação; e a sociedade. São, portanto, três focos, enfaƟzados no Texto base: a pessoa, a Igreja e a sociedade.

A Ordem: A Campanha da Fraternidade deste ano retrata a situação atual da juventude e, neste contexto, reflete também a influência das novas mídias. A Igreja está atenta a isto? Dom Eduardo: A Igreja tem sido muito posiƟva quanto o olhar a juventude. E é interessante que, em relação às comunicações, o Papa tem provocado este olhar posiƟvo. Não podemos negar que dentro deste contexto que estamos vivendo, de muitas transformações, a mídia é responsável, também, pelas mudanças. A gente acredita que, a parƟr da mídia, o bem pode ser cada vez mais propagado. E como nós temos como missão a propagação do bem, da jusƟça, da verdade, do amor, dos valores, nós só temos que aderir a esses espaços midiáƟcos, favorecendo aos jovens uma formação técnica para o uso da mídia e a parƟcipação, o quanto possível, na linguagem jovem. A Ordem: Todos os anos, a Igreja lança um Texto base que serve de subsídio para as reflexões sobre a Campanha da Fraternidade. Qual o conteúdo do Texto

A Ordem 24 02 2013.indd 9

A Ordem: Qual a relação da Campanha da Fraternidade 2013 e a Jornada Mundial da Juventude? Dom Eduardo: Há uma relação, mas não uma dependência. O contexto da Jornada acaba movimentando muitos jovens e, porque não dizer, todo o Brasil. Então, esse contexto provocou, em nós, a decisão de fazer com que a Campanha, que aƟnge todas as comunidades, nas suas estruturas, reflita também a juventude. A Ordem: E por falar na Jornada Mundial da Juventude, como estão os preparaƟvos, no Brasil? Dom Eduardo: Há um fervor muito grande que a gente percebe no meio dos jovens. E digo mais: no meio dos adultos também. Com a peregrinação da cruz e do ícone de Nossa Senhora, principalmente, o nosso povo tem se movimentado. E agora, certamente, o interesse vai aumentar, devido a este contexto que a Igreja passa, na expectaƟva da vinda do novo Papa. A Ordem: O que significa para a Igreja Católica, no Brasil, sediar a Jornada Mundial da Juventude? Dom Eduardo: Um privilégio e um compromisso. Um privilégio porque, diante de tantos pedidos, o Brasil foi acolhido pelo Santo Padre, Papa Bento XVI. É um

compromisso muito sério porque no coração da Jornada existe a intenção principal de favorecer a pastoral juvenil nos vários cantos do País. A Jornada não tem uma finalidade exclusiva, mas quer ser um momento que proporcione um dinamismo maior para o jovem e para a Igreja, em vista da evangelização. A Ordem: Que frutos a Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, da CNBB, espera colher com a Jornada Mundial? Dom Eduardo: Um dos frutos que esperamos é a maior abertura das nossas comunidades paroquiais e diocesanas, com relação à juventude. Esperamos que haja mais espaços de oportunidades, propostas de encontros, de evangelização e, de modo todo parƟcular, o envolvimento dos jovens nas decisões, e nas redes sociais em vistas da evangelização. A Ordem: Que mensagem o senhor deixa para a juventude da Arquidiocese de Natal? Dom Eduardo: Já experimentei o ardor missionário da juventude da Arquidiocese de Natal, em outras ocasiões, como, por exemplo, no Bote Fé, no ano passado. A vocês, queridos jovens, deixo um pedido muito grande: que vocês saibam aproveitar muito deste presente que Deus está concedendo, através da Campanha da Fraternidade, da Semana Missionária e da Jornada Mundial da Juventude. Sejam vocês protagonistas, provoquem quesƟonamentos, reflexões, espaços, para que mais grupos de jovens sejam fundados. Sejam vocês protagonistas de um mundo diferente. Deus os abençoe, dê criaƟvidade, sabedoria e coragem para responderem posiƟvamente à frase do profeta Isaías: ‘Eis-me aqui, envia-me’.

21/02/2013 09:46:36


10 - A Ordem

24 de fevereiro de 2013

Virou notícia

Primeira sessão da Câmara recebe bênçãos

Os integrantes do Apostolado da Oração de Lajes Pintadas, pertencente à paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, de Campo Redondo, fizeram reƟro, neste sábado, 23 de fevereiro, no síƟo Malagueta. O pregador foi o Diác. Manoel Cícero, da paróquia de Santa Rita, de Santa Cruz. O reƟro foi encerrado às 19 horas, com missa e oração de cura e libertação, presidida pelo Pe. Idalmo César Barbosa, na Igreja de Lajes Pintadas.

O Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, foi um dos convidados da Câmara Municipal de Natal na abertura dos trabalhos legislaƟvos de 2013, ocorrida ontem, às 15 horas, no auditório Erico Hackradet. O Arcebispo e o Pastor MarƟn Alves, da Assembleia de Deus, abençoaram o início dos Dom Jaime, na mesa da Câmara Municipal trabalhos. Com a leitura do Salmo 23 – “O Senhor fez conhecer sua jusƟça” referências ao desastre da administra– Dom Jaime pediu que todos “nos reco- ção passada: “Sabíamos da péssima mendemos a Deus”. situação em que Natal se encontrava; Depois das bênçãos de Dom mas não ơnhamos ideia do quanto a Jaime e do Pastor, os trabalhos prosse- Prefeitura havia sido desconstruída, guiram com a leitura da Mensagem do administraƟva e financeiramente”, afirPrefeito, Carlos Eduardo Alves, que fez mou o Prefeito.

Paróquia de Mirassol capacita catequistas

Foto: Eloi Cirne

Agentes das pastorais da Crisma, BaƟsmo e Catequese, da paróquia de Santo Afonso, de Mirassol, Natal, Ɵveram formação, dia 16, no centro pastoral. O coordenador da Animação Bíblico-CatequéƟca, da Arquidiocese de Natal, Diác. Edmar Conrado, foi o assessor da formação, sobre o Processo Catecumenal, que está sendo implantado na paróquia, durante este ano. Baseando-se no Ritual para Iniciação Cristã para Adultos RICA, o assessor destacou a necessidade da capacitação dos agentes pastorais.

Momento da Formação em Mirassol

Foto: José Bezerra

Apostolado fez retiro

Paróquia de Emaús realizou retiro para agentes Os agenes das Pastorais da Criança, do Idoso e da Sobriedade, da paróquia do Beato Andre de Soveral, Emaús, fizeram reƟro, dia 16 de fevereiro, das 13 às 21h30, em Pium. Palestras, missa

e momentos de adoração ao Sanơssimo Sacramento fizeram parte do programa do reƟro. Um dos palestrantes foi o Prof. Milton Dantas, coordenador da Pastoral da Criança na Arquidiocese de Natal.

Paróquia fez assembleia

Juventude inicia ações

A paroquia do Beato Ambrósio Francisco Ferro, do Planalto, em Natal, fez assembleia paroquial dia 6 de fevereiro. Dentre as propostas aprovadas está a comemoração do jubileu de ouro de ordenação do pároco, Pe. Valdemar de Pinho, e a festa do padroeiro.

A ArƟculação da Juventude Salesiana, da Paróquia Dom Bosco, no Gramoré, zona norte de Natal, abriu as aƟvidades do ano com uma festa, dia 17, no salão paroquial, situado no conjunto Pajuçara I. O objeƟvo foi incenƟvar os jovens a parƟciparem das aƟvidades.

Ajude o Seminário de São Pedro através de doações na conta de energia.

Fone: (84) 3615-2819 Fax: (84)3615-2821 sspedro@seminario saopedro.org.br

A Ordem 24 02 2013.indd 10

"Assino a Ordem, porque quero me informar de tudo que se passa na Arquidiocese, e me formar com a reflexão do Arcebispo e arƟgos da doutrina da Igreja".

"Assino o jornal A Ordem porque acho que todo cristão católico deve se informar sobre as aƟvidades de suas paróquias e Dioceses, principalmente os engajados nos grupos pastorais".

Maria Hugneide Cruz, Missionária da Paróquia de São João BaƟsta, Lagoa Seca, Natal

Leôncio Ferreira da Costa, agente e Ministro da EucarisƟa da Paróquia do Beato José de Anchieta, Lagoa nova, Natal

Foto: Cineide Vasconcelos

Foto: Matheus Peres

Espaço do assinante

Ouça “Viva a Vida, programa da Pastoral da Criança”, aos sábados, às 7h30 Rádio Rural de Natal AM1090 http://blog.cancaonova.com/natal/

21/02/2013 09:46:37


11 - A Ordem Fique por dentro

Aplicação das receitas das paróquias As despesas das Paróquias, Áreas Pastorais, Igrejas e Capelas são decorrentes de pagamentos de todos os bens e serviços necessários para a sua manutenção e o custeio de seu serviço litúrgico, pastoral e da caridade (promoção humana), tais como: a) Côngruas e espórtulas do pároco / administrador paroquial, cooperadores, e eventuais subsƟtutos; inclusive, plano de saúde e previdência social (INSS) dos ministros ordenados. b) Salários, encargos, 13º salário, férias, recisões de funcionários; bem como, sindicatos e enƟdades de classe dos funcionários da paróquia. c) Manutenção da(s) igreja(s), casa paroquial, salão paroquial etc; d) Pagamento à Arquidiocese de 10% de toda a receita bruta arrecadada, exceto os valores desƟnados a financiar projetos específicos... Desde outubro próximo passado, as paróquias estão repassando uma contribuição personalizada. e) Aquisição e manutenção de móveis, eletrodomésƟcos, equipamentos de informáƟca... f) Aquisição e manutenção do veículo paroquial g) Construções novas, reformas e melhorias dos imóveis.

Correio do clero

Parabéns Aniversário de nascimento: . 28/02 - Pe. Iranildo Augusto de Assis, Adm. Paroquial de N. Sra. de FáƟma - Passa e Fica Aniversário de ordenação: . 02/03 - Pe. Antônio José do Vale, pároco paróquia de N. Sra. das Graças - Afonso Bezerra e Adm. Paroquial de São Paulo Apóstolo - Pedro Avelino . 02/03 - Pe. Manoel Henrique de Paiva, responsável pela Área Pastoral Nossa Senhora do Carmo e vigário paroquial de Nossa Senhora de FáƟma - Parnamirim e capelão da Província Nossa Senhora das Neves (Filhas do Amor Divino) Aniversário de posse: 26/02 - posse de Dom Jaime Vieira Rocha na Arquidiocese de Natal

Diáconos retomam atividades com encontro de formação Os Diáconos Permanentes da Arquidiocese de Natal retomam as aƟvidades de arƟculação de 2013, neste final de semana, com um curso de formação permanente. Aberto no sábado, dia 23, às 8 horas, o curso prossegue no domingo, dia 24, das 8 às 12 horas. Atualmente, o presidente da Comissão Arquidiocesana dos Diáconos é o Diác. Haroldo Lima. O Pe. Alfredo Costa é o Diretor Espiritual.

Fonte: Diretório AdministraƟvo da Província EclesiásƟca de Natal, p. 17-18.

Bianca Noivas e Noivos Decorações e eventos (84)3661-5876 8853-5788 9954-6693 biancanoivas@gmail. com Av. Tomás Landim, 2603. Igapó - Natal-RN biancanoivas.blogspot. com.br

Viva bem

Coma chocolate! Ele promove uma série de beneİcios graças aos seus anƟoxidantes. O chocolate também rico em carboidrato, nutrientes que recarrega nossas energias e ajuda na produção de serotonina. Mas deve ser consumido com moderação, pois é bastante calórico. O que o chocolate faz: - Protege o coração; - Ajuda controlar o apeƟte; - Levanta o astral e combate a depressão; - Auxilia no emagrecimento. Dra. Márcia Roque Braz de Araújo Nutricionista, Natal/RN

Foto: José Bezerra

Pe. Antônio Gomes da Silva, ecônomo da Arquidiocese de Natal

A Ordem 24 02 2013.indd 11

24 de fevereiro de 2013

Geral

Diáconos e familiares, na confraternização de 2012

hh Passa tempo Numa viagem em cima de um caminhão, para uma comunidade onde celebraria, o Padre começou a ouvir as piadas a respeito dos clérigos. Dizia o cidadão: - Lá na minha terra, quando as galinhas percebem a chegada do Padre, todas fogem para o meio do mato. - Mas, por quê? - pergunta um amigo. - Porque uma delas, com toda certeza, vai parar na panela, para alimentar o Padre! E o cidadão prosseguiu com as piadas. - Lá na minha terra, houve uma seca tão grande, mas tão grande, que só escaparam o Padre e o burro. Nesse momento o Padre não se aguentou e interveio: - O senhor é o Padre do seu lugar? - Não senhor, seu Padre. Por que? - Ora, amigo, se o senhor não é o Padre, deve ser o burro que escapou da seca!

ABASTECENDO NO POSTO, VOCÊ ESTÁ CONTRIBUINDO COM O “SEMINÁRIO DE SÃO PEDRO” - QUALIDADE MUNDIAL SHELL Rua Apodi, 520 - Tirol Vizinho ao Seminário de São Pedro

21/02/2013 09:46:37


12 - A Ordem

Notícias

24 de fevereiro de 2013

Depois do lançamento oficial, realizado nos dias 14 e 15, na Arquidiocese de Natal, a Campanha da Fraternidade acontece, agora, nas paróquias. Cada uma realiza a campanha conforme sua realidade, promovendo estudos, debates, visitas às escolas e a coleta, como gesto concreto de cada fiel e pessoa de boa voantade. Cerca de duas mil pessoas parƟciparam do lançamento nacional da Campanha, que tem como tema “Fraternidade e Juventude”, no dia 15, no Centro de Convenções. Um seminário marcou as comemorações dos 50 da Campanha, que teve origem na comunidade de Timbó, município de Nisia Floresta, da Arquidiocese de Naal. A solenidade teve a presença do secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Leonardo Steiner; do presidente da Comissão Episcopal para a Juventude, da CNBB, Dom Eduardo Pinheiro; do arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e bispos do Regional Nordeste 2. Em suas palavras, Dom Jaime destacou o papel da Campanha da Fraternidade para a Igreja. “Podemos destacar neste momento, a contribuição da Campanha da Fraternidade, como ação social e evangelizadora da Igreja. Vivemos com muito empenho e alegria, este momento em nossa Arquidiocese”, comemora. O secretário geral da CNBB, Dom Leonardo, também destacou a importância da CF que se dá, principalmente, pelo objeƟvo social que desempenha. “Os temas das Campanhas nos trazem uma reflexão, promovendo uma discussão entre Igreja e sociedade, diz.

Foto: Cacilda Medeiros

Lançamento da Campanha daFraternidade reúnde duas pessoas

Solenidade do lançamento da CF 2013, dia 15, no Centro de Convenções, na Via Costeira, em Natal

Para Dom Genival Saraiva, presidente do Regional Nordeste 2, da CNBB, voltar às origens da Campanha remete ao trabalho pastoral que a Igreja Católica realiza. “Lembro a iniciaƟva de Dom Eugênio Sales, de invesƟr nas ações sociais da Igreja, e os resultados dessa proposta nós podemos observar ao longo do tempo, com diversos projetos que hoje a Igreja financia”, ressaltou. Na solenidade, o vigário-geral da Arquidiocese de Natal, Pe. Edilson Nobre, leu uma carta enviada pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni d’Aniello, em razão dos 50 anos da Campanha da Fraternidade. Na carta, Dom Giovanni ressaltou a importância de Dom Eugênio Sales na difusão desta iniciaƟva, que contribuiu para a caminhada de solidariedade e de esperança da Igreja no Brasil. “Este é um momento celebraƟvo, e também, um momento de revisão da Campanha da Fraternidade, frisando a necessidade de um aprimoramento do conteúdo da Campanha, para

Obra de Maria organiza peregrinação A Comunidade Obra de Maria está organizando uma peregrinação de 9 dias, pelos lugares de romaria em Portugal e Espanha. O embarga em Natal com desƟno a Lisboa, em Portugal, será no dia 8 de outubro. O retorno se dará no dia 16 de outubro. O roteiro prevê visitas a lugares como Lisboa, Porto, FáƟma, SanƟago de Compostela, Óbidos, Nazaré, Batalha e Santarém.

A Ordem 24 02 2013.indd 12

A peregrinação contará com a parƟcipação do Arcebispo Emérito de Natal, Dom MaƟas Patrício de Macedo, que fará a direção espiritual do grupo. O pacote integral custa 3.980 dólares, com direito a hospedagem, alimentação e traslado pelos lugares previstos para a peregrinação. Contatos, com Larissa Silva (9948-2999) e Adelmo Santos (96170042).

que esta possa ser sempre mais um forte poder de evangelização”, frisou. Após o lançamento, Dom Leonardo Steiner e Dom Eduardo Pinheiro parƟciparam da coleƟva de imprensa. Em suas palavras, Dom Eduardo destacou a importância de realizar uma Campanha que aborde o tema juventude, tendo em vista, também, a preparação para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro, em julho. O seminário foi realizada durante o dia 15 e contou com a presença de diversos convidados, que abordaram aspectos históricos da Campanha. Também houve uma mesa redonda sobre a realidade atual da juventude. Entre os convidados, o arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, o professor OƩo Santana e o missionário Dunga, da Canção Nova, que falou sobre o tema “Fraternidade e Juventude”. O seminário terminou com a palestra do Pe. Fábio de Melo, que falou sobre o lema da CF 2013: “Eis-me aqui, envia-me”.

Paóquia do Alecrim abre inscrições A paróquia de São Pedro Apóstolo, do Alecrim, em Natal, está com inscrições abertas para a Crisma e catequese de adultos e crianças. As inscrições devem ser feitas na Secretaria da Paróquia, no horário comercial. A catequese de adulto será feita aos domingos, das 14 às 16h30; a catequese infanƟl será aos sábados, às 14 horas. Informações, no fone: 3615-2816.

21/02/2013 09:46:38


Jornal A Ordem