Issuu on Google+

A Ordem

Arquidiocese de Natal - Ano XLII - N0 06

Natal-RN, 16 de fevereiro de 2014 Exemplar avulso: R$ 1,00

Foto: divulgação

Papa criará novos cardeais dia 22

Parque das Dunas realiza projeto “Pedala Santuário” Foto: cedida

Papa nomeia novo bispo para Caicó

Catecismo será tema de Simpósio

Foto: Cacilda Medeiros

O papa Francisco nomeou, na úl ma quarta-feira, 12, o padre Antônio Carlos Cruz Santos como bispo da diocese de Caicó (RN), vacante desde setembro de 2012 . PÁG. 12

A Arquidiocese de Natal realizará o I Simpósio Teológico Pastoral, que vai abordar o Catecismo da Igreja Católica, dia 5 de abril. PÁG. 9

O Santuário de Nossa Senhora de Fá ma, no Parque das Dunas, em Natal, está promovendo uma a vidade de incen vo ao lazer e qualidade de vida para os agentes de pastorais, movimentos e serviços. É o projeto “Pedala Santuário”, realizado toda sexta-feira, e que consiste em reunir um grupo para pedalar pelas ruas de Natal. PÁG. 3

Pascom reunirá correspondentes A coordenação arquidiocesana da Pastoral da Comunicação reunirá os correspondentes do programa Ritmo Pastoral, dia 22 próximo, das 8 às 16 horas, no Centro Pastoral Dom Heitor Sales, da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, Natal. PÁG. 12 Foto: José Bezerra

Foto: Foto:divulgação divulgação

O Papa Francisco (foto) convocou um consistório, para o dia 22 de fevereiro, em Roma. Na ocasião, ele criará 19 novos cardeais, de várias partes do mundo, entre eles o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta. Outro conhecido dos brasileiros é Dom Lorenzo Baldisseri. Por quase dez anos, ele ocupou a função de Núncio Apostólico no Brasil. Hoje, Dom Baldisseri é secretário do Sínodo dos Bispos, na Santa Sé. Durante o Consistório, os novos cardeais receberão o tulo, o capelo e o anel. Leia mais nas páginas 6 e 7.

Curso de formação para conselheiros paroquiais con nua com inscrições abertas

Paróquia de Goianinha realiza assembleia pastoral

PÁG. 3

::: PÁG.5


Ordem Editorial

Apóstolos de hoje Jesus Cristo, na vida terrena, foi um revolucionário. Disse que veio trazer “vida em abundância para todos” e ins tuir um “reino que não é deste mundo”. Depois, se disse “Filho de Deus”. Outra ousadia de Jesus “revolucionário” foi escolher homens rudes e pecadores para a equipe que se encarregaria de dar con nuidade à instauração da “face” visível da Igreja. Por isso mesmo, ela é, ao mesmo tempo, divina e humana, santa e pecadora. Essa caminhada já tem mais de dois milênios. Peregrina na face da terra, a Igreja necessita da ação humana para dar con nuidade à missão de Jesus. O Papa de hoje é o “Pedro” de ontem, a quem Jesus confiou a Igreja: “Tu és Pedro e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja”(cf. Mt 16,18). O “Pedro” de hoje necessita de colaboradores, diretos e indiretos - os Apóstolos atuais. Neste mês, entre eles, há dois brasileiros, criados cardeais: Dom Orani João Tempesta e Dom João Braz Aviz. Eles e os outros são, como que, os apóstolos do Pedro de hoje, na execução da missão que Jesus confiou ao Pedro de ontem.

16 de fevereiro de 2014 Palavra do Arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha

A dimensão social da evangelização (II) Queridos irmãos e irmãs! O Papa Francisco apresenta na Exortação apostólica Evangeliigaudium (A alegria do Evangelho), no capítulo IV duas grandes questões que ele considera fundamentais e que irão determinar o futuro da humanidade. As questões são: a inclusão social dos pobres e a questão da paz e do diálogo social. Quero comentar a primeira questão que, como afirma o Papa, deriva da nossa fé em Cristo, que se fez pobre e sempre se aproximou dos pobres e marginalizados: a preocupação pelo desenvolvimento integral dos mais abandonados da sociedade (cf. EG 186). Inicialmente, Papa Francisco reconhece que cada cristão e cada comunidade são chamados a ser instrumentos de Deus a serviço da libertação e da promoção dos pobres, para que possam integrar-se plenamente na sociedade (EG 187). A Palavra de Deus está cheia do testemunho de que Deus, o Bom Pai, ouve o clamor dos pobres. Desde a experiência do êxodo, paradigma da ação de libertação do pobre por parte de Deus, a Escritura apresenta Deus como o defensor dos mais fracos, dos pobres (cf. Ex 3,7-8.10; Jz 3,15; Dt 15,9; Eclo 4,6; 1Jo 3,17; Tg 5,4: os clamores...chegaram aos ouvidos do Senhor do universo). É uma exigência que a Igreja reconheceu como “derivada da própria obra libertadora da graça em cada um de nós”. E afirma Papa Francisco: “não se trata de uma missão reservada apenas a alguns”. Toda a Igreja é chamada a ser guiada pelo Evangelho da Misericórdia, pela solidariedade. Esta significa “muito mais do que alguns atos esporádicos de generosidade; supõe a criação de uma nova mentalidade que pense em termos de comunidade, de prioridade da vida de todos sobre a apropriação dos bens por parte de alguns” (EG 188). É uma reação espontânea de quem reconhece a função social da propriedade e o destino universal dos bens como realidades anteriores à propriedade privada, princípios da Doutrina Social da Igreja (EG 189). Esta integração plena não significa apenas garantir a comida ou um decoroso “sustento” para todos, mas prosperidade e civilização em seus múltiplos aspectos. Aqui o Papa cita um documento importante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB. Exigências evangélicas e éticas de superação da miséria e da fome, de abril de 2002; cf. EG 191). Mas, afirma o Papa que é necessário voar mais alto. É preciso que a integração englobe a educação, acesso aos cuidados de saúde e especialmente trabalho, com salário justo que permita o acesso adequado aos outros bens que estão destinados ao uso comum (cf. EG 192). Para o Papa o imperativo de ouvir o clamor dos pobres faz-se carne em nós, quando no mais íntimo de nós mesmos nos comovemos à vista do sofrimento alheio. É uma atitude de misericórdia que se deve ter sempre, como atesta a própria Palavra de Deus. Esta tem uma mensagem tão clara, tão direta, tão simples e eloquente que nenhuma hermenêutica (interpretação) eclesial tem o direito de relativizar. (EG 194).

Ordem

EXPEDIENTE Jornal Semanal da Arquidiocese de Natal Endereço: Pastoral da Comunicação Av. Floriano Peixoto,674 Tirol 59020-500 - Natal-RN pascom@arquidiocesedenatal. org.br

www.arquidiocesedenatal. org.br Twitter: @arqnatal Fone: (84) 3615-2800 Fax: (84) 3615-2800 Conselho Editorial: Pe. José Nazareno, Pe. Vicente Laurindo, Pe. Matias Soares, Pe. Edilson Nobre, Diác. José Bezerra, Vital Bezerra, Milton Dantas, Cacilda Medeiros, Luiza Gualberto e Pe. Francisco Fernandes. Edição, redação e diagramação: Cacilda Medeiros (DRT-RN 1248) / Luiza Gualberto (DRT-RN 0901752) Revisão: Milton Dantas (LP 3.501/RN) Pe. Francisco Fernandes Colaboradores: José Bezerra (DRT-RN 1210) e Rede de Comunicadores da Arquidiocese de Natal Impressão: RN Econômico - Fone: (84) 3201-2630 Tiragem: 1.400 exemplares Assinaturas: Com as coordenações paroquiais da Pastoral da Comunicação ou na redação do Jornal, no Centro Pastoral Pio X - Av. Floriano Peixoto, 674 - Tirol - Natal/RN

A Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, Natal, dispõe de espaço para a realização de eventos. Trata-se do Centro Pastoral Dom Heitor Sales, que está situado na Rua da Conceição, 615, pertinho da antiga Catedral. Reservas pelos telefones: (84) 3615-2807 / 2808.


Ordem

Notícias

16 de fevereiro de 2014

Parque das Dunas realiza projeto “Pedala Santuário” Curso para conselheiros con nua com inscrições O Santuário de Nossa Senhora de Ainda de acordo com o padre, cerca de 50 pessoas par cipam do projeto, que tem como obje vo principal, contribuir para uma melhor qualidade de vida dos fiéis. “Esta é uma forma de juntar a devoção à Nossa Senhora de Fá ma com a a vidade sica, incen vando a cuidarem do corpo e da alma, contribuindo assim, para o condicionamento sico e comportamental”, frisa. A programação conta com uma oração antes da pedalada e outra na chegada, além do acompanhamento de dois carros, que fazem a segurança do grupo.

Foto: cedida

Fá ma, no Parque das Dunas, em Natal, está promovendo uma a vidade de incen vo ao lazer e qualidade de vida para os agentes de pastorais, movimentos e serviços. É o projeto “Pedala Santuário”, realizado toda sexta-feira, e que consiste em reunir um grupo para pedalar pelas ruas de Natal. Segundo o pároco, o padre João Nascimento, o grupo sai da Igreja matriz às 20h, e segue um percurso diferente a cada semana. “Toda semana vamos mais além. O nosso recorde foi de 64km”, ressalta.

O curso para conselheiros, promovido pela Arquidiocese de Natal, em parceria com a Faculdade de Filosofia e Teologia Dom Heitor Sales (FAHS), con nua com inscrições abertas. A formação é aberta para toda a comunidade, especialmente para os agentes que integram os conselhos administra vos, de assuntos econômicos e pastorais das Paróquias. As inscrições podem ser feitas na tesouraria da Arquidiocese, que fica situada no subsolo da Catedral, e os interessados devem apresentar cópia do RG, uma foto 3x4, além de pagar uma taxa no valor de R$ 20. A aula inaugural vai acontecer no próximo sábado (22), às 09h, no Itepan.

Paróquia realiza assembleia pastoral

Grupo de ciclistas que par cipam do projeto, junto com o pároco do Parque das Dunas, o padre João Nascimento

Agenda do Arcebispo . 16/02 - 10h - visita ao encontro das Equipes de Nossa Senhora, no Centro Pastoral Dom Heitor Sales - Cidade Alta - Natal - 19h - encerramento da festa de Nossa Senhora de Lourdes - Petrópolis - Natal . 17/02 - 16h - abertura das a vidades da Assembleia Legisla va . 18/02 - 14h - abertura das a vidades da Câmara Municipal de Natal . 18 a 20/02 - Curso de formação para o clero, no Centro de Treinamento de Ponta Negra . 20/02 - 17h - Ordenação diaconal, na Catedral Metropolitana

A Paróquia de São Miguel Arcanjo, em Extremoz, realiza neste domingo (16), a 4ª Assembleia Pastoral Paroquial, que tem como tema “Avaliar, renovar e caminhar em missão”. A a vidade vai acontecer na Escola Estadual Almirante Tamandaré, a par r das 08h, com momento de oração e palestra sobre o Catecismo da Igreja Católica, ministrada pelo administrador paroquial, o padre João Pedro. Durante o encontro também será realizado o planejamento de a vidades, elegendo as metas e ações para este ano. Ainda na assembleia, haverá a apresentação da Campanha da Fraternidade 2014. O encerramento vai acontecer às 17h, com celebração eucarís ca.

Pastoral da Criança promove formação e visitas A coordenação arquidiocesana da Pastoral da Criança realiza neste domingo (16), uma manhã de motivação para líderes da Pastoral da Criança da Paróquia de São João Bosco, no bairro Gramoré, em Natal. O encontro vai acontecer no centro Dom Bosco, a partir das 08h, e será conduzido pelo capacitador, Jean Pierre, e pela coordenadora paroquial, Áurea Souza da Silva. O encontro faz parte da metodologia de formação contínua integrada, trabalhada pela pastoral. Ainda sobre a Pastoral da

Criança, o coordenador arquidiocesano da Pastoral da criança, Milton Dantas, está realizando durante este primeiro trimestre do ano, visitas às paróquias da Arquidiocese, com o objetivo de motivar a liderança e incentivar a implantação da pastoral em mais comunidades que têm gestantes e crianças de 0 a 06 anos de idade. No último final de semana, foram visitadas as paróquias que estão na região norte da capital e região da cidade de Nova Cruz. Nesta terça-feira (18), Milton visita a região de São Tomé, e no dia 21, a região de Santa Cruz.


16 de fevereiro de 2014

A Igreja

4 - A Ordem 8

Comentário Litúrgico Pe. Edilson Soares Nobre, Vigário Geral e Assistente Eclesiás co da Pascom (6º Domingo do TC ) Eclo 15, 16-21 / Sl 118 / 1Cor 2, 6-10 / Mt 5, 17-37

O ódio é o maior de todos os pecados Como ser luz? Qual é o papel do cristão no mundo? Responde Jesus no Evangelho (Mt 5,17-37): “Vós ouvistes o que foi dito aos antigos: ‘Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal’. Mas eu vos digo: ‘Todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo’” (vv. 21.22). Com estas palavras Jesus vai à raiz de toda violência: o ódio; o ódio que faz fabricar as armas, que faz pegar e usar as armas. Não são as armas, de fato, que matam, mas é o homem que mata com as armas. Na visão cristã, o ódio, em qualquer ocasião, é antítese de Deus, é o contrário exato de Deus, é o que mais distancia de Deus. Portanto, o ódio é o mais terrível de todos os pecados. Nós cristãos somos luz do mundo, na medida em que formos um modelo de vitória sobre o ódio. Também entre nós pode nascer o ódio, mas o cristão é chamado a lutar, a vencer, a

empurrar o ódio, convertendo-se sempre ao perdão. Jesus acrescenta: “Quanto tu estiveres levando a tua oferta para o altar, e aí te lembrares que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa a tua oferta aí diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão” (Mt 5,23.24). Muitos não têm levado a sério estas palavras! Quem de nós tomou consciência, de fato, que toda “comunhão” com Cristo deve acompanhar-se com uma comunhão também com o próximo? Quantas vezes, ao invés, julgamos maleficamente o próximo, espalhamos veneno, jogamos calúnias e ainda nos sentimos como se fôssemos os mais dignos de nos aproximarmos do altar para comungarmos nosso Senhor! Recordemos sempre esta verdade que é o eixo do cristianismo: o nosso amor por nosso Senhor será medido com a mesma medida do nosso amor pelo próximo. É a qualidade da fraternidade que decide a qualidade

da relação com Deus. Proclamada esta mensagem, Jesus fixa imediatamente o olhar sobre a família, porque um verdadeiro fiel vive na família a novidade de sua fé. Eis as palavras de Cristo: “Ouvistes o que foi dito: ‘Não cometerás adultério’. Eu, porém, vos digo: todo aquele que olhar para uma mulher com o desejo de possuí-la já cometeu adultério com ela no seu coração” (vv. 27.28). Com estas palavras vemos claramente a importância que Deus dá à família. A família é o centro de cada problema e é o centro da solução de cada problema. Se as famílias estão doentes, também a sociedade está doente; se as famílias vivessem em paz, também a sociedade viveria na paz. É na família que aprendemos a amar e, infelizmente, também a odiar. Mas não basta dizer que a família é importante. Jesus diz também como deve ser. Ele, condenando o adultério, destaca o valor da família e da fidelidade.

Doutrina da Igreja

O Sacramento da Ordem no Catecismo da Igreja Católica (I) O capítulo III da Segunda Seção da Segunda Parte do Catecismo apresenta a reflexão sobre os sacramentos do serviço e da comunhão: o sacramento da Ordem e o sacramento do Matrimônio. Enquanto que os sacramentos da iniciação cristã conferem as graças necessárias à vida segundo o Espírito e são a base da vocação comum, os sacramentos da Ordem e do Matrimônio estão ordenados à salvação de outrem. Eles conferem uma missão particular na Igreja e servem para a edificação do Povo de Deus (CIC 1533-1534). Por estes sacramentos, os que já foram consagrados pelo Batismo e pela Confirmação para o sacerdócio comum de todos os fiéis podem receber consagrações especificas. É o que acontece com os que são consagrados como pastores da Igreja e os que, como esposos cristãos, são fortalecidos e consagrados pelo Matrimônio (cf. CIC 1535). Ao iniciar sua reflexão sobre

o sacramento da Ordem o Catecismo assim o define: “é o sacramento graças ao qual a missão confiada por Cristo a seus Apóstolos continua sendo exercida, na Igreja, até o fim dos tempos” (CIC 1536). Sacramento do ministério apostólico, a Ordem comporta três graus: Episcopado, Presbiterado, Diaconado. Desde os tempos primitivos a Igreja denominou os corpos constituídos nela de taxeis (em grego) ou ordines (em latim), como ordo episcoporum (ordem dos bispos), ordo presbyterorum (ordem dos presbíteros), ordo diaconorum (ordem dos diáconos). Ainda existiam outros ordo, como os catecúmenos, as virgens, os esposos, as viúvas, etc. A integração nesses corpos acontecia com um rito denominado ordinatio, que hoje se usa exclusivamente para o ato sacramental que integra na ordem dos bispos, dos presbíteros e dos diáconos. É também chamada de consecratio, isto é, consagração,

por ser uma separação e uma investidura por parte do próprio Cristo, por sua Igreja. O sinal visível desta consagração é constituído pela imposição das mãos do Bispo, com a oração consecratória. A seguir, o Catecismo apresenta uma síntese sobre a história do sacramento da Ordem na economia da salvação. Em primeiro lugar, o sacerdócio na antiga aliança, tendo como base a afirmação de Ex 19,6 em que Deus constitui o povo eleito como “um reino de sacerdotes e uma nação santa”. Deste povo sacerdotal, Deus escolhe uma das doze tribos, a de Levi, reservando-a para o serviço litúrgico. Eles são constituídos para intervir em favor dos homens em suas relações com Deus, a fim de oferecer dons e sacrifícios pelos pecados (cfHb 5,1; CIC 1539). Pe. Paulo Henrique da Silva Professor da Faculdade Dom Heitor Sales


5 - A Ordem

Notícias

Goianinha realiza assembleia pastoral

Foto: Cacilda Medeiros

Coordenadores e agentes pastorais, da Paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres, de Goianinha, par cipam

Pe. Cláudio Carvalho, pároco

de assembleia pastoral, neste domingo, 16, das 8 às 16 horas, na Escola Hélio Galvão. É a primeira assembleia coordenada pelo atual pároco, Padre Cláudio Luís de Carvalho. O tema do encontro é espiritualidade pastoral, baseada no Documento 104, da CNBB, e é assessorado pelo pároco da Paróquia de São Camilo de Léllis, no bairro de Lagoa Nova, em Natal, Padre Valtair Lira Lucas. "A assembleia será um momento de mo vação e animação pastoral", diz o Padre Cláudio. Também, na Paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres, de Goianinha, um grupo formado por cerca de 50 jovens receberá o Sacramento da Crisma, dia 19 de março, às 19 horas, na Igreja Matriz. A celebração será presidida pelo Vigário Geral, Padre Edilson Nobre.

Congregação Mariana promoverá re ro A Congregação Mariana de Nossa Senhora da Conceição e São Tarcísio promove re ro, no período de 02 a 04 de março, no Colégio Nossa Senhora das Neves. O tema central será “Pelo sim de Maria encontramos o caminho da salvação”, e a missa de abertura acontece no dia 01 de março, às 16h30.

A programação vai contar com pregações, recitação do terço, adoração ao san ssimo sacramento e missas. Cada dia será abordado um subtema. Para par cipar, os interessados devem fazer inscrição. Outras informações ligue: 8855-5146 ou 9966-3952 (falar com o diácono Emanoel Freitas).

Paróquia realiza Assembleia Pastoral

São Sebas ão fará 'Missão 20'

A Paróquia de São Pedro Apóstolo, no bairro Alecrim, em Natal, realiza no próximo domingo (23), a assembleia pastoral paroquial. O encontro vai acontecer no salão paroquial, a partir das 08h. O evento acontece anualmente para avaliar o ano anterior e cada pastoral apresenta o calendário proposto para o ano. Neste ano, cada pastoral deverá enviar três agentes para participar da assembleia.

A Paróquia de São Sebastião, no bairro Alecrim, em Natal, promove no próximo dia 20 de fevereiro, a missa da “missão 20”. A celebração vai acontecer às 19 horas, no Centro Educacional Pinheiros, e tem o objetivo de relembrar o dia de São Sebastião, bem como, o de despertar o espírito missionário em todos os paroquianos, através dos louvores e celebrações que serão realizadas ao longo deste ano.

Nísia realiza Escola da Fé A Paróquia de Nossa Senhora do Ó, de Nisia Floresta deu início a uma nova turma da Escola da Fé, no úl mo dia 05 de fevereiro. O curso é modular, e o primeiro é sobre Liturgia. As aulas são abertas à comunidade paroquial, e

os encontros estão acontecendo todas as quartas-feiras, no horário das 16h, no Centro Pastoral da matriz. A Paróquia de Nossa Senhora do Ó tem como pároco, o Padre Ajosenildo Nunes.

16 de fevereiro de 2014

Santana faz formação e expande terço A coordenação de liturgia da Paróquia de Sant’ana, no conjunto Soledade II, em Natal, promove neste domingo (16), um encontro de formação, aberto aos agentes de pastorais, movimentos e serviços da Paróquia. O obje vo do encontro é apresentar os temas “Quaresma”, “Semana Santa” e “Tríduo Pascal”. Segundo a equipe, as temá cas serão trabalhadas de forma dinâmica. Já, o movimento do Terço dos Homens está se expandindo, e, agora, a nge sete comunidades da Paróquia de Santana. O movimento consiste em reunir os homens para rezar o terço mariano e refle r o evangelho, e, na Paróquia, as reuniões acontecem às terças-feiras, após a missa das 20 horas.

Paróquia estreia "No cias do Va cano" A Paróquia de Santa Maria Mãe, no Conjunto Santa Catarina, zona norte de Natal, estreou, no último dia 9, o programa "Notícias do Vaticano". O programa é levado ao ar, pela Webrádio Santa Maria Mãe, das 18 às 19h20, sempre aos domingos. "Durante o programa, nós comentamos as principais notícias da Santa Sé, divulgadas durante a semana", explica o coordenador paroquial da Pastoral da Comunicação, Diácono João Manoel Neto. Logo após o programa, às 19h30, a webrádio transmite, ao vivo, a missa, direto da Igreja Matriz. A webrádio Santa Maria Mãe foi inaugurada em novembro do ano passado, por ocasião da festa da padroeira, e é coordenada pela equipe paroquial da Pastoral da Comunicação. Segundo o Diác. João Manoel, posteriormente, todas as pastorais também apresentarão programas, na webrádio. Durante os finais de semana dos meses de janeiro e fevereiro, as pessoas que produzirão e apresentarão programas estão participando de uma formação sobre técnicas e linguagem radiofônica.


6 - A Ordem

16 de fevereiro de 2014

Capa

Papa criará novos cardeais dia 22 próximo Dos novos cardeais, há um brasileiro: Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro. Além dele, há também Dom Lorenzo Baldisseri, que foi Núncio Apostólico no Brasil, durante dez anos.

Foto: José Bezerra

mente um serviço e exige que se alargue o olhar e se amplie o coração. “E, embora pareça um paradoxo, este poder olhar mais longe e amar mais universalmente, com maior intensidade, só se pode adquirir seguindo o mesmo caminho do Senhor: a vereda do abaixamento e Papa Francisco, na oração do Ângelus, no Va cano da humildade, assumindo a forma do servo (cf. Fl 2, 5-8). ro passado, explica porque o Papa escoÉ por isso que te peço, por favor, que lheu 16 novos eleitores para o colégio recebas esta designação com um cora- cardinalício. “O Papa seguiu a regra ção simples e humilde. E, não obstante, dos 120 cardeais eleitores com menos tu devas fazê-lo com júbilo e alegria, de 80 anos. Atualmente havia 13 lugafaz com que este sen mento perma- res ‘vacantes’, outros 3 serão ‘vacantes’ neça distante de qualquer expressão até o próximo mês de maio. Por isso o de mundanidade, Papa escolheu 16 eleitores”, informa o de qualquer festa portal. alheia ao espírito evangélico de aus- Cardeais brasileiros teridade, sobriedade e pobreza”, enA partir de agora, o Brasil pasfa zou o Papa, na sará a contar com dez cardeais, sendo carta. atualmente cinco votantes (com menos Foto: L'Oservatore Romano

O Papa Francisco convocou um consistório, para o dia 22 de fevereiro, em Roma. Na ocasião, ele criará 19 novos cardeais, de várias partes do mundo, entre eles o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta. Outro conhecido dos brasileiros é Dom Lorenzo Baldisseri. Por quase dez anos, ele ocupou a função de Núncio Apostólico no Brasil. Hoje, Dom Baldisseri é secretário do Sínodo dos Bispos, na Santa Sé. Durante o Consistório, os novos cardeais receberão o tulo, o capelo e o anel. O anúncio foi feito pelo ponfice, no dia 12 de janeiro, durante a oração do Ângelus. No consistório, os cardeais debaterão o tema “família”. Em carta dirigida aos novos purpurados, o Santo Padre lembrou que cardinalato não significa uma promoção, uma honra ou uma decoração. O cardinalato, segundo Francisco, é simples-

Número de cardeais

Dom Orani Tempesta, novo cardeal brasileiro

Uma matéria publicada no portal de no cias do Va cano (news. va), dia 12 de janei-

de 80 anos), num eventual conclave. Os cardeais brasileiros são: Dom Eusébio Oscar Scheid, arcebispo emérito do Rio de Janeiro; Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo; Dom José Freire Falcão, arcebispo emérito de Brasília; Dom Serafim Fernandes de Araújo, arcebispo emérito de Belo Horizonte; Dom Cláudio HumAgendas Paulinas

Visite a Livraria Paulus, em Natal. Está repleta de produtos e novidades, para você Vá conferir! Rua Cel. Cascudo, 333 Cidade Alta - Natal Fone: (84) 3211-7514 natal@paulus.com.br - www.paulus.com.br

Se você ainda não tem, ainda dá t de adquirir a sua!

promonatal@paulin Visite: www.paulinas.org.br R. João Pessoa, 220 Natal - (84)3212


Foto: www.pt.wikipedia.org

7 - A Ordem

Dom Lorenzo exerceu a função de Núncio Apostólico no Brasil, por dez anos

mes, arcebispo emérito de São Paulo, e Dom Geraldo Majella Agnelo, arcebispo emérito de Salvador. Também os atuais arcebispos Dom Odilo Pedro Scherer, de São Paulo; Dom Raymundo Damasceno Assis, de Aparecida (SP), Dom João Braz de Aviz, atual prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, no Vaticano, e o mais novo, Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro. Até menos de dois anos atrás, o Brasil também contava com o Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales. Nascido no Rio Grande do Norte, ele faleceu no dia 9 de julho de 2012, no Rio de Janeiro, onde era arcebispo emérito.

Quem é Dom Orani O mais novo cardeal brasileiro, Dom Orani João Tempesta, nasceu em 23 de junho de 1950, em São José do

Capa Rio Pardo, interior de São Paulo. Religioso da Ordem Cisterciense, cursou Filosofia no Mosteiro de São Bento, em São Paulo (SP) e Teologia no Instituto de Teologia Pio XI, em São Paulo (SP). Foi ordenado presbítero, em 7 de dezembro de 1974. Em 26 de fevereiro de 1997 foi eleito bispo para a Diocese de São José do Rio Preto (SP), governando-a por mais de sete anos. Em 8 de maio de 2003 foi eleito presidente da Comissão Episcopal para a Cultura, Educação e Comunicação Social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), depois reeleito por mais um mandato, ficando até 2011. Em 13 de outubro de 2004 foi eleito arcebispo metropolitano de Belém do Pará, permanecendo no ofício por mais de quatro anos. Em 27 de fevereiro de 2009 foi

EXAMES Radiologia Geral, Ultra-sonografias: Mamária, Pélvica, Abdominal, com Doppler Colorido, Transvaginal, Mamografia e Densiometria Óssea.

Horário: de 2ª a 6ª - das 7 às 11 h e das 13 às 17 h Av. Alexandrino de Alencar, 915 - Natal-RN Fone: (084) 3213-1442

eleito, pelo Papa Bento XVI, como arcebispo metropolitano da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, tomando posse em 19 de abril do mesmo ano, até hoje. Em entrevista aos veículos de comunicação da Arquidiocese do Rio, no dia 12 de janeiro, ele afirmou que a nomeação para o cardinalato é uma graça e ao mesmo tempo uma grande responsabilidade: "Em minha indignidade tenho certeza de que a graça de Deus não me faltará para poder bem servir a Igreja nessa dimensão universal que é a dimensão do cardinalato. Peço a todos que continuem rezando por mim para que possa continuar servindo a Deus, à Igreja, como tenho servido até hoje, mas agora com essa responsabilidade maior, que se une às que já desenvolvo", disse Dom Orani, aos jornalistas.

Quem são os novos cardeais 1 – Dom Pietro Parolin, Secretário de Estado do Va cano. 2 – Dom Lorenzo Baldisseri, Secretário Geral do Sínodo dos Bispos. 3 - Dom Gerhard Ludwig Muller, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé. 4 – Dom Beniamino Stella, Prefeito da Congregação pelo Clero. 5 – Dom Vincent Nichols, Arcebispo de Westminster (Grã Bretanha). 6 – Dom Leopoldo José Brenes Solórzano, Arcebispo de Manágua (Nicarágua). 7 – Dom Gérald Cyprien Lacroix, Arcebispo de Quebec (Canadá). 8 – Dom Jean-Pierre Kutwa, Arcebispo de Abidjã (Costa do Marfim). 9 – Dom Orani João Tempesta, O.Cist., Arcebispo do Rio de Janeiro (Brasil). 10 – Dom Gual ero Basse , Arcebispo de Perúgia-Ci à della Pieve (Itália). 11 – Dom Mario Aurelio Poli, Arcebispo

Ouça A voz do Pastor Dr. Sérvulo Pereira Paulino Dr. Fernando José Vieira de Sousa

16 de fevereiro de 2014

Programa do Arcebispo

Dom Jaime Vieira Rocha, de segunda a sábado, às 7h Rádio Rural de Natal AM 1090

de Buenos Aires (Argen na). 12 – Dom Andrew Yeom Soo jung, Arcebispo de Seoul (Coreia). 13 – Dom Ricardo Ezza Andrello, S.D.B., Arcebispo de San ago do Chile (Chile). 14 – Dom Philippe Nakellentuba Ouédraogo, Arcebispo de Ouagadougou (Burquina Faso). 15 – Dom Orlando B. Quevedo, O.M.I., Arcebispo de Cotabato (Filipinas). 16 – Dom Chibly Langlois, Bispo de Les Cayes (Hai ). O Papa Francisco também criou cardeal, não eleitores, três arcebispos eméritos, que se dis nguiram por seu serviço à Santa Sé e à Igreja Católica: 1 – Dom Loris Francesco Capovilla, Arcebispo emérito de Mesembria. 2 – Dom Fernando Sebas án Aguilar, C.M.F., Arcebispo emérito de Pamplona. COLÉGIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 61 anos educando com ciência e amor Educação Infantil, Fundamental I e II www.cnsfnatal.com.br cnsf.secretaria@hotmail.com financeiro@cnsfnatal.com.br Av. Rodrigues Alves, 646 – Tirol – Natal Fone (84) 3222-2961/ 8765-6214/ 9969-8910


8 - A Ordem

16 de fevereiro de 2014

Geral

Show de Prêmios

No Pi mbu

Encontro com crismandos

A Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, de Taipu realiza neste domingo (16), um fes val de prêmios para a aquisição de uma imagem de São Pedro, para a nova sacris a da Igreja matriz. Os prêmios são: cafeteira, ven lador, grill, torradeira, ferro elétrico e liquidificador. O evento vai acontecer após a missa das 19h30, ao lado da matriz. As cartelas já estão à venda, e podem ser adquiridas ao preço de R$ 5,00, com os coordenadores e agentes de pastorais da Paróquia.

A Paróquia de Santa Clara, no bairro Pimbu, em Natal, está com inscrições abertas para a crisma de jovens. Os interessados em se inscrever, devem procurar os catequistas, aos domingos, após as missas, ou ainda, a secretaria paroquial, durante a semana, no horário das 14h às 18 horas. Já, a Pastoral da Pessoa Idosa retoma as a vidades no próximo dia 22. Na ocasião, haverá tarde de lazer para os idosos da comunidade, que será realizada no salão paroquial da matriz, às 15h.

O grupo do Encontro de Jovens com Cristo (EJUC), da comunidade de Salina da Cruz, no município de Guamaré, realiza, neste domingo (16), um encontro com crismandos, que tem a proposta de motivar os jovens a se engajarem nos movimentos e pastorais, após a crisma, apresentando os trabalhos de cada seguimento. A Área Pastoral de Nossa Senhora da Conceição, de Guamaré, é administrada pelo Padre Flávio Bezerra.

Artigo

Formar-se para melhor servir Outro dia, acompanhando a rádio CBN, ouvia a jornalista Miriam Leitão que afirmava de forma categórica: “Quando pensarmos que estamos dominando completamente um tema ou um assunto é hora de estudar mais sobre o mesmo”. Isso me veio ao coração ao aproximarmo-nos do Curso do Clero deste ano. A Igreja preocupa-se com a formação inicial e permanente dos seus ministros ordenados. “A formação permanente é exigência que nasce e que se desenvolve a partir da recepção do sacramento da Ordem, com o qual o sacerdote é não só « consagrado » pelo Pai, e « enviado » pelo Filho, como também é « animado » pelo Espírito Santo. Portanto, ela provém duma graça que liberta uma força sobrenatural, destinada a assimilar progressivamente, e, em termos cada vez mais amplos e profundos, toda a vida e ação do presbítero na fidelidade ao dom recebido: « Recordo-te — escreve S. Paulo — que reavives o dom que está em ti »” (2 Tim 1, 6) [Diretório para o ministério e a vida dos presbíteros, n.69]. A falta de profundidade à qual somos tentados hoje em dia faz parte do processo de secularização e de deformação ética, fruto de uma sociedade “da informação que nos satura indiscriminadamente de dados, todos postos ao mesmo nível, e acaba por nos conduzir a uma tremenda superficialidade no mo-

Assine e divulge o JORNAL A ORDEM Procure a equipe da Pascom, em sua paróquia, e saiba como assinar o Jornal

mento de enquadrar as questões morais” (Evangelii Gaudium, n.64). Mas, “todos somos chamados a crescer como evangelizadores. Devemos procurar simultaneamente uma melhor formação, um aprofundamento do nosso amor e um testemunho mais claro do Evangelho” (EG, n.121), num tempo de não poucas exigências e desafios para nós, ministros de Deus. A nossa formação diária e permanente exorta-nos a sair das nossas comodidades e autorreferências e, sem medo, ir às periferias existenciais e geográficas que marcam nosso tempo. Abrir-nos ao aprendizado; a deixar-nos moldar e formar. Creio que esse momento de formação permanente através do curso do clero seja também propício para perguntarmo-nos como estamos cuidando da dimensão formativa no dia-a-dia do nosso ministério. Quantos teólogos e místicos ensinam-nos que o bom evangelizador tem numa das mãos a bíblia (a Liturgia das Horas) e na outra o jornal. Qual o tempo que dedico ao estudo do catecismo da Igreja? Qual o espaço que dou a mim mesmo para dar mais qualidade à preparação das homilias, tão necessárias ao nosso povo? O papa Francisco trata com muita clareza e simplicidade da homilia nos itens dois e três do terceiro capítulo na sua exortação “A Alegria do Evangelho”. O sucessor de Pedro dá,

Assista "Programa Missão de Cristo" aos sábados, às 10h15 da manhã SimTV - Canal 17 www.bandamissaodecristo.com.br

inclusive, dicas muito úteis e concretas para que nós, pregadores da Palavra, preparemos melhor nossas homilias. Diz o papa: “(...) são muitas as reclamações relacionadas com este ministério importante, e não podemos fechar os ouvidos. A homilia é o ponto de comparação para avaliar a proximidade e a capacidade de encontro de um Pastor com o seu povo. De fato, sabemos que os fiéis lhe dão muita importância; e, muitas vezes, tanto eles como os próprios ministros ordenados sofrem: uns a ouvir e os outros a pregar. É triste que assim seja. A homilia pode ser, realmente, uma experiência intensa e feliz do Espírito, um consolador encontro com a Palavra, uma fonte constante de renovação e crescimento” (EG, n.136), tanto para o pregador como para os ouvintes. O papa exorta-nos que a preparação da homilia requer de nós estudo, oração, reflexão e criatividade pastoral (EG, n. 145). E do número 145159 propõe-nos “com muita amizade” um itinerário de preparação da homilia. Vale a pena não somente lê-las, mas torná-las presentes nas nossas constantes homilias e reflexões que proferimos no nosso ministério sacerdotal. A formação abre-nos para a mudança. E mudança para o melhor.

CASA SAGRADA FAMÍLIA ARTIGOS RELIGIOSOS CATÓLICOS EM GERAL AV. FLORIANO PEIXOTO, 381 - LOJA B - TIROL CEP 59020-500 NATAL/RN TELEFAX 84-3211-8646 P o r t r á s d a C a t e d ra l

Pe. José Nazareno V. da Nóbrega Vigário Episcopal para o Clero

Formando bons cristãos e honestos cidadãos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ LARGO DOM BOSCO, 335 - RIBEIRA NATAL/RN - CEP 59012-530 FONES: (84) 3211-4220 / 1490 FAX: 3611-1027


9 - A Ordem

Entrevista

09 de fevereiro de 2014

Catecismo da Igreja Católica será tema de Simpósio na Arquidiocese de Natal Foto: Cacilda Medeiros

No dia 05 de abril, a Arquidiocese de Natal realiza o I Simpósio Teológico Pastoral, que vai abordar o Catecismo da Igreja Católica, sendo um dos frutos da campanha “Um Catecismo em cada lar”, lançada no ano passado. As inscrições para o simpósio terão início no próximo dia 24 de fevereiro, e para par cipar, os interessados devem se inscrever na tesouraria da Arquidiocese (subsolo da Catedral), e pagar uma taxa de R$ 35, que dará direito ao lanche e almoço. As a vidades vão acontecer no Colégio Nossa Senhora das Neves, no bairro Alecrim, em Natal, das 08h às 18h, e quem vai assessorar o encontro será o monsenhor Antonio Luiz Catalan, membro da comissão doutrinal da CNBB, que vai abordar diversos aspectos do Catecismo. O jornal A Ordem desta semana, entrevista o coordenador geral do evento, o padre Ma as Soares.

A Ordem: Qual a proposta do Simpósio Teológico Pastoral? Pe. Ma as: Nós queremos como Arquidiocese de Natal, promover este simpósio, tendo em vista a animação, a formação, e também o incen vo para todo o clero, todas as lideranças, religiosos, religiosas, e novas comunidades da nossa Arquidiocese, a fim de que a campanha lançada pelo nosso arcebispo, Dom Jaime, possa ser efe vada nas bases, nas várias realidades da nossa Igreja parcular. Claro que o simpósio tem esse cunho mais introdutório, digamos assim. Ele vem justamente para ser essa luz, num primeiro momento, a fim de que nos zonais, nas paróquias, nas congregações religiosas, seja trabalhado o Catecismo da Igreja Católica, isso como fruto do Ano da Fé, como consequência de tudo o que celebramos aqui na nossa Arquidiocese. Temos toda essa mo vação, esse impulso, como algo concreto, algo que queremos realizar na nossa Igreja diocesana, com a finalidade de que o conhecimento sistemá co, das verdades da nossa fé cristã católica possa chegar nos vários recantos de nossa Igreja. A Ordem: De que forma vai ser desenvolvida a programação do simpósio?

Pe. Ma as: Nós teremos basicamente dois momentos. Teremos a introdução, com uma palavra de acolhida e abertura, do nosso arcebispo, Dom Jaime. No segundo momento, nós teremos as reflexões que serão feitas pelo assessor, o monsenhor Antonio Luiz Catalan, membro da comissão doutrinal da CNBB. Ele vai nos auxiliar a ter essa visão do todo do Catecismo da Igreja Católica, tendo em vista as quatro partes, a finalidade do livro, porque ele foi pensado pela Igreja Católica, e qual a razão de ser do Catecismo. Então, ele fará um pouco dessa abordagem, vai trabalhar o conteúdo programá co do Catecismo. Tudo isso será realizado na parte da manhã. À tarde, nós teremos um outro momento, em que uma média de oito a dez padres da nossa Arquidiocese, irão trabalhar partes do Catecismo, com a realização de oficinas. Para concluir, o monsenhor que foi convidado para assessorar o evento, vai fazer uma síntese daquilo que foi apresentado e estudado nas oficinas. Queremos que este seja um momento de luz e de visão mais ampla da importância do Catecismo da Igreja Católica, e como o conteúdo deve ser trabalhado nas comunidades, nos zonais, nas Paróquias e nas várias instâncias de nossa Arquidiocese.

A Ordem: Quem pode par cipar deste encontro? Pe. Ma as: Primeiro quero lembrar que um momento voltado para todo o clero,

para os religiosos, religiosas, e sem dúvida alguma, esperamos a par cipação do nosso querido povo de Deus. O nosso arcebispo, Dom Jaime, acredita no protagonismo dos leigos. O papa Francisco nos lembra constantemente, a primazia da formação permanente, não só do clero, mas também do laicato. Todos nós que compomos a Igreja de nosso Senhor, devemos ser discípulos missionários da nossa realidade eclesial. Na nossa Igreja par cular de Natal, devemos trabalhar a comunhão, e essa comunhão passa, sem dúvida alguma, pela fé. Então, meus irmãos, é importante que tenhamos isso sempre presente, e que todos os fiéis leigos procurem fazer as suas inscrições. Lembramos que todas as Paróquias têm a oportunidade de fazer a sua inscrição, e os interessados podem procurar a cúria metropolitana para par cipar deste encontro. A Ordem: Qual a importância deste evento para a Arquidiocese de Natal? Pe. Matias: Este é um evento que reafirma um protagonismo que a Igreja de Natal sempre teve no seu currículo, o de sempre acreditar no seu laicato. Nós vemos também que este evento é um primeiro momento de muitos outros que queremos promover em nossa Arquidiocese. Nós estamos contando com o incenvo do nosso arcebispo. É um desejo dele que esse protagonismo aconteça. Esse também é um momento de ânimo, de encorajamento, de todos aqueles que querem assumir a missão na nossa Igreja par cular de Natal.

Campanha da Fraternidade 2014 Fraternidade e Tráfico Humano "Foi para a liberdade que Cristo nos libertou" (Gl 5,1)


10 - A Ordem

Paróquia prepara noivos para o matrimônio

1º Zonal estuda tema da CF/2014 Padres e ar culadores das Paróquias do 1º zonal da Arquidiocese de Natal se reuniram no úl mo sábado (08), no salão paroquial da matriz de São João Ba sta, no bairro Lagoa Seca, em Natal, para debater o tema da Campanha da

A Paróquia de São Sebas ão, no bairro Alecrim, em Natal, realizou no úl mo final de semana, dias 08 e 09 de fevereiro, um curso preparatório para noivos que irão receber o sacramento do matrimônio. O curso contou com palestras, formações, além de dinâmicas e teve a par cipação de oito casais. O curso foi promovido pela pastoral familiar, e teve como obje vo, apoiar a família a par r da realidade em que se encontra, para que possa estabelecer relacionamentos e formar as novas gerações, conforme o plano de Deus.

Aconteceu no úl mo domingo (09), a formação para as equipe dirigentes do Segue-me, na Arquidiocese de Natal. O encontro aconteceu no Colégio Estadual Walfredo Gurgel, em Natal, e reuniu cerca de 200 jovens. A programação contou com louvor, momento de formação, além do direcionamento do diri-

A coordenação do Encontro de Casais com Cristo (ECC) e do Segue-me da Paróquia de Sant’ana, no conjunto Soledade II, em Natal, realizou ontem, sábado, o I Baile de Máscaras, com a proposta de reunir os fiéis e arrecadar recursos para os encontros paroquiais, neste ano. O evento aconteceu no Espaço Social de Sant’ana.

Grupo realiza romaria para o Ceará O grupo de oração Terço dos Homens Mãe Rainha, da Capela de São Francisco de Assis, em Lajes Pintadas, está realizando uma romaria para Juazeiro do Norte e Exu (CE), desde a úl ma sexta-feira (14), até esta segunda-feira (17). O obje vo é conhecer a terra de padre Cícero e Luiz Gonzaga. Ajude o Seminário de São Pedro através de doações na conta de energia.

Fone: (84) 3615-2819 Fax: (84)3615-2821 campanha@seminario saopedro.org.br

gente espiritual do Segue-me, o padre Valdir Cândido de Morais, que reforçou a importância da missão. A próxima reunião foi agendada para o dia 23 de março, voltada para os comandantes gerais e padrinhos de círculo da Paróquias que realizarão o encontro neste primeiro semestre de 2014.

Foto: João Henrique

Encontros promovem Baile das Máscaras

Fraternidade 2014, que aborda a “Fraternidade e Tráfico Humano”. A assessoria do encontro foi feita pela equipe que está coordenando a campanha na Paróquia, as agentes Ana Cláudia Medeiros, Adriana Fernandes e Sandra Geovana.

200 jovens par ciparam de encontro do Segue-me

Foto: cedida

Par cipantes do Curso de Noivos

16 de fevereiro de 2014

Virou notícia

Cerca de 200 jovens par ciparam da reunião, no úl mo dia 9

Escola da fé retomou a vidades A Escola da Fé da Paróquia de São João Ba sta, no bairro Lagoa Seca, em Natal, retomou as a vidades na úl ma segunda-feira (10). O tema da primeira aula deste ano foi “O credo”, ministrada pelo pároco, o padre Marcelo Cezarino da Cruz. Uma média de 85 pessoas es veram presentes na aula inaugural do curso.

Nova Cruz tem encontro setorial da Pastoral da Criança A Paróquia da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, sediou o encontro setorial da pastoral da criança, no último domingo (09). O encontro contou com a presença dos líderes da pastoral na Paróquia e da irmã Maria Aparecida, coordenadora paroquial, além do coordenador arquidiocesano, Milton Dantas, que realizou a assessoria do encontro. Ouça "RITMO PASTORAL”, de segunda a sexta, às 13h30, e, aos sábados, às 7h Rádio Rural de Natal AM1090 http://blog.cancaonova.com/natal/

A Ordem Assine, leia e divulgue o jornal da Arquidiocese de Natal Procure a equipe da Pascom, em sua paróquia, ou a coordenação arquidiocesana. Inf.: (84) 3615-2800


11 - A Ordem

16 de fevereiro de 2014

Geral

Fique por dentro

Correio do clero

Parabéns

Pe. Valdir Cândido de Morais

Aniversário natalício: . 16/02 - Pe. Vicente Fernandes da Silva Neto - Pároco da Paróquia de Santa Rita de Cássia Santa Cruz . 19/02 - Pe. Luís Mar ns de Carvalho - Vigário Paroquial de São Gonçalo do Amarante .19/02 - Pe. Vicente Laurindo de Araújo - Vigário Paroquial de São Pedro - Alecrim - Natal .20/02 - Pe. Gilvan Silva dos Santos - Vigário Paroquial de Nossa Senhora Mãe dos Homens - João Câmara . 20/02 - Mons. Lucilo Alves Machado - reitor da Igreja do Rosário, Cidade Alta, Natal . 22/02- Pe. Helenildo Marques de Morais - Pároco da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento - Taipu Aniversário de ordenação: . 17/02 - Pe. José Mauro da Silva - Diretor dos Colégios Salesiano, na Ribeira, Natal, e Dom Bosco, em Nova Parnamirim

Ecônomo da Arquidiocese de Natal

“Arquivo é o conjunto de informações guardadas para consulta posterior; hoje em dia, a alma da organização”. Chegou o momento de organizar as receitas e despesas realizadas no mês; os documentos utilizados ainda serão objetos de trabalho, pois o contador deverá utilizá-los para dar a linguagem contábil. Mantenha os documentos em boas condições, cole os pequenos, tire xerox dos documentos impressos em papel térmico (cupom fiscal e comprovante de pagamento), não deixe, organize-os dentro do envelope até o envio para a contabilidade. Separe, arquivando alguns documentos originais, em pastas distintas; por exemplo, pastas para: folha de pagamento e recibos de salários; GPS; FGTS; PIS; IRRF; e outros que sejam necessários para, em algum momento, servir de prova perante o Ministério do Trabalho. As cópias dos mesmos devem ser enviadas com a movimentação financeira para a contabilidade.

Foto: cedida

Arquivamento de documentos

Pe. Lenilson Morais

Colaboração: CONTAB/RN * E-mail: economato@arquidiocesedenatal.org.br

Bianca Noivas e Noivos Decorações e eventos (84)3661-5876 8853-5788 9954-6693 biancanoivas@gmail. com Av. Tomás Landim, 2603. Igapó - Natal-RN biancanoivas.blogspote.

13º Zonal tem novo coordenador Padre Lenilson Morais foi eleito coordenador do 13º Zonal. A escolha aconteceu durante reunião das paróquias do zonal, no último dia 8, em Pedro Velho. Padre Lenilson é, atualmente, vigário paroquial de Santana e São Joaquim, em São José de Mipibu. O 13º Zonal é formado pelas paróquias de Goianinha, Arez, São José de Mipibu, Canguaretama, Pedro Velho Várzea, e as Áreas Pastorais de Montanhas, Espírito Santo e Tibau do Sul.

h Viva bem

Queijo amarelo São os que apresentam maior teor de gorduras saturada e colesterol. Escolha laticínios desnatados e queijo branco: minas, corttage, ricota. Mas isso não significa que devem ser excluídos para sempre das refeições. O fundamental é reduzir a frequência e a quantidade e investir em formas de preparo mais saudáveis. Dra. Márcia Roque Braz de Araújo Nutricionista, Natal/RN

Passa tempo Joãozinho pergunta para sua mãe: - Mãe, você sabia que vermelho é cor do amor? - Sei sim. Por quê? - Te amo! Toma aqui meu bole m... A professora pergunta aos alunos: - Se eu for à feira e comer 4 peras, 3 bananas, 10 laranjas e 1 melancia, qual será o resultado? Do fundo da sala, Joãozinho grita: - Uma diarreia!

Joãozinho chega na padaria e pergunta: - Moço, tem pão? O padeiro responde: - Só tem pão dormido. E Joãozinho responde: - Ah, então acorda cinco aí pra mim.

ASSINE O JORNAL A ORDEM

ABASTECENDO NO POSTO, VOCÊ ESTÁ CONTRIBUINDO COM O “SEMINÁRIO DE SÃO PEDRO” - QUALIDADE MUNDIAL SHELL Rua Apodi, 520 - Tirol Vizinho ao Seminário de São Pedro

Procure a equipe da Pascom, em sua Paróquia, ou a coordenação arquidiocesana INFORMAÇÕES: pascom@arquidiocesedenatal.org.br (84) 3615-2800


12 - A Ordem

Notícias

16 de fevereiro de 2014

Pascom reúne correspondentes do Ritmo Pastoral uma avaliação da par cipação dos correspondentes; teremos um momento de formação sobre redação jornalís ca e prá ca de apresentação de no cias. À tarde, contaremos com a par cipação de uma fonoaudióloga, que dará dicas de cuidados com a voz", explica Cacilda Medeiros, da coordenação arquidiocesana.

Foto: José Bezerra

A coordenação arquidiocesana da Pastoral da Comunicação reunirá os correspondentes do programa Ritmo Pastoral, dia 22 próximo, das 8 às 16 horas, no Centro Pastoral Dom Heitor Sales, da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, Natal. " Neste encontro, faremos, em conjunto,

Encontro de correspondentes, realizado em março de 2013

O programa Ritmo Pastoral está no ar, desde 1999, pela Rádio Rural de Natal. De segunda a sexta-feira, vai ao ar das 13h30 às 14 horas e conta, atualmente, com a par cipação de quase 40 correspondentes das paróquias. Cada correspondente par cipa, por telefone, uma vez por semana, informando as nocias da paróquia. Até o úl mo dia 14, o programa também contava com a parcipação do Monsenhor Lucas Ba sta, com a leitura e comentário do Evangelho do dia. A par r desta segunda-feira, 17, Monsenhor Lucas passará a ter um programa próprio, das 13h às 13h15. Aos sábados, o Ritmo Pastoral vai ao ar das 7 às 7h30, destacando as principais no cias da semana. O encontro é des nado, também, a novos correspondentes. A coordenação pede confirmação, inclusive dos correspondentes veteranos, até o dia 17 próximo, pelo e-mail: pascom@ arquidiocesenatal.org.br ou pelos telefones: 3615-2800 / 9675-7772.

O papa Francisco nomeou, na úl ma quarta-feira, 12, o padre Antônio Carlos Cruz Santos como bispo da diocese de Caicó (RN). Atualmente, ele é provincial dos Missionários do Sagrado Coração de Jesus (MSC), na arquidiocese de Juiz de Fora (MG). Padre Antônio é carioca, 52 anos, nasceu em 25 de novembro, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Aos 22 anos, ingressou no Seminário Menor Nossa Senhora do Sagrado Coração (MSC), em Juiz de Fora. Cursou filosofia no Seminário Diocesano Paulo VI, em Nova Iguaçu (RJ). Em 1987, fez a experiência do noviciado, com profissão religiosa em 2 de janeiro de 1988. Concluiu os estudos de Teologia no Instuto Santo Inácio, em Belo Horizonte (MG). Recebeu a ordenação presbiteral em 12 de dezembro de 1992. Entre 1995 e 1997, atuou como formador dos juniores. Também ocupou a função de promotor vocacional e formador dos postulantes, de 1998 a 2001.

A vidades A trajetória presbiteral de pa-

Foto: divulgação

Papa nomeia novo bispo para a Diocese de Caicó nomeação como bispo. Foi vigário nas paróquias Pai Eterno e São José, na Cidade de Deus (RJ), Nossa Senhora do Sagrado Coração, em Contagem (MG), São Judas Tadeu, em Belford (RJ), Senhor Bom Jesus, em Pirassununga (SP) e Nossa Senhora da Soledade, em Itajubá (MG).

Diocese de Caicó

Dom Antônio, novo bispo de Caicó

dre Antônio Carlos é voltada aos trabalhos de formação de seminaristas. Foi mestre de noviços de 2003 a 2011. Assumiu o cargo de provincial dos Missionários do Sagrado Coração de Jesus da Província do Rio de Janeiro, em 2012, e posteriormente em Juiz de Fora, no qual permaneceu até a data de sua

Dom Antônio será o sé mo bispo da Diocese de Caicó. O úl mo havia sido Dom Manoel Delson Pedreira da Cruz, atual bispo de Campina Grande (PB). Antes de Dom Delson, quem governou a diocese seridoense foi Dom Jaime Vieira Rocha e, antes dele, Dom Heitor de Araújo Sales. Desde setembro de 2012, a Diocese de Caicó estava vacante, tendo como administrador diocesano, Padre Ivanoff Pereira. Segundo Pe. Ivanoff, a nomeação do novo bispo foi surpresa para os seridoenses. "Nem mesmo o clero o conhece. Estamos felizes e rendemos graças a Deus pelo novo pastor", disse. A posse do novo bispo deve acontecer, em, no máximo, três meses.


A ordem 16 02 2014