Issuu on Google+

A Ordem

Arquidiocese de Natal - Ano XLI - N0 39

Natal-RN, 06 de outubro de 2013

Exemplar avulso: R$ 1,00

Ins tuições da Igreja de Natal visitam organismos de ajuda O Arcebispo emérito de Natal, Dom Heitor de Araújo Sales, e Ulrich Kny (foto), da ins tuição alemã Kirche in Not, conversaram sobre os projetos de ajuda e recordaram momentos de encontros anteriores. A visita dos representantes das ins tuições da Arquidiocese de Natal aos organismos de ajuda foi considerada muito posi va. "Voltamos com a esperança de que nossos projetos sejam aprovados, para a con nuidade do trabalho que realizamos na Igreja de Natal", comentaram o Diác. Teixeira e o Pe. Valquimar, que acompanharam Dom Heitor nas visitas às ins tuições de ajuda. Matéria completa, nas páginas 6 e7.

Inscrições para o 8º Mu com encerram dia 10

Faculdade lança revista

Juventude divulga programação do DNJ

Padre Edilson Nobre, em entrevista, dá detalhes sobre o 8º Mu rão Brasileiro de Comunicação. PÁG. 9 Foto: Cacilda Medeiros

O segundo número da Revista acadêmica da Faculdade Dom Heitor Sales, foi lançado dia 27 de setembro. PÁG. 3

O representante da Kirche in Not, Ulrich Kny, com Dom Heitor, na sede da en dade

O Dia Nacional da Juventude (DNJ), na Arquidiocese de Natal, será comemorado dia 20 de outubro. PÁG. 12

Santa Cruz fará missões e romaria >>> PÁG. 3

'Outubro Rosa' será lançado no Parque das Dunas >>> PÁG. 5

Padre mexicano assessora encontro na Paróquia de Ceará-Mirim

>>> PÁG. 3


Ordem Editorial

Sábia convivência A cada ano de seca no Nordeste, milhares de famílias sofrem as consequências da escassez de água e alimentos para pessoas e animais, principalmente no semiárido. Já se constatou, faz bastante tempo, que a seca é um fenômeno cíclico. Mais anos menos anos, ela chega e os gestores públicos sabem disso. Aproveitando-se da situação, eles elencaram programas de ‘combate à seca’ que, na realidade, eram meros palia vos e ferramentas polí co-eleitoreiras – a famigerada ‘indústria da seca’. Agora, porém, as famílias do campo aprenderam que não se ‘combate’ a seca; ‘convive-se com ela’. Para isso, basta que tenham acesso às polí cas públicas que lhes favoreça a construção de ‘obras estruturantes’ dessa convivência com a seca. No Rio Grande do Norte, o trabalho vem sendo feito pela Igreja Católica, em parceria com instuições diversas. Hoje, as obras geram tecnologias sociais, alimentos e dignidade para milhares de famílias do campo.

06 de outubro de 2013 Palavra do Arcebispo

Ordem

EXPEDIENTE Dom Jaime Vieira Rocha

A missão da Igreja Queridos irmãos e irmãs! No mês de outubro a Igreja celebra o mês das missões. É providencial que seja depois do mês da Bíblia (setembro). De fato, é a Palavra de Deus que nos apresenta a missão da Igreja como continuação da missão de Jesus Cristo, Palavra eterna do Pai, encarnada na nossa história. A Igreja vive da Palavra e vive para a missão, isto é, por escutar na Palavra que Deus enviou seu Filho e seu Espírito (cf. Gl 4,4-6) e que assim como o Pai enviou o seu Filho este nos envia também (cf. Jo, 20,21), ela encontra o fundamento de sua missão na revelação da missão do Filho e do Espírito. Na verdade, só existe a missão da Igreja porque existe a missão do Filho. Isto é, somente porque Jesus foi enviado pelo Pai no poder do Espírito é que podemos ser também enviados por Ele. E isto vale também para o Antigo Testamento: os patriarcas, os profetas, os sábios, todos eles viveram a missão de povo de Deus em vista da missão do Filho. Deus agiu no povo de Israel para preparar este povo para o momento de sua revelação em Jesus Cristo, enviado pelo Pai. O discípulo missionário viverá sempre da Palavra. Como não entendemos a missão como uma simples função, não se trata de fazer algo unicamente, é imprescindível que o missionário esteja sempre na escuta de Palavra. Se assim não for, não existe missionário, pois ele é o ser humano que é enviado. A palavra do missionário deve ser a Palavra daquele que o envia. O nosso grande exemplo é o próprio Jesus: “Quando tiverdes elevado o Filho do Homem, então sabereis que ‘eu sou’, e que nada faço por mim mesmo, mas falo apenas aquilo que o Pai me ensinou” (Jo 8,28). O missionário é aquele que ouve aquilo que o Pai ensinou ao seu Filho, isto é, a revelação de sua ternura e de seu amor. O missionário é o homem do encontro, que divulga a cultura do encontro, não do conflito, do anúncio da desgraça, mas sim do anúncio belo e bom: o evangelho de Jesus Cristo. De acordo com o Documento de Aparecida e o sentido da nova evangelização, o missionário é aquele que vive da relação com Deus. Novamente, é o mesmo Jesus que afirma: “Como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo por meio do Pai, aquele que de mim se alimenta viverá por meio de mim” (Jo 6,57). Viver por meio de Jesus e ser enviado por Ele é a mesma coisa. Ser missionário é ser enviado por Deus para que viva por meio de Cristo. Esta relação entre ser em Cristo e ser enviado é algo fundamental para se entender a missão. Somente na escuta da Palavra, na abertura de coração para deixá-la entrar e criar suas raízes ou deixar que ela semeie na terra fértil de nosso coração é possível ser missionário. Nós vivemos desta ação de Deus de dirigir sua Palavra até nós. Deus envia sua Palavra e ela vem com seu Espírito. É o que devemos meditar neste mês de outubro, e o que deve permanecer em nossos corações para que vivamos a missão que nos foi confiada. Não esqueçamos também que a missão nunca é uma posse nossa, mas um dom oferecido a nós. E como ela consiste na vida em comunhão com a Palavra é necessário que vivamos, não mais para nós, mas para ele, Jesus Cristo, que por nós morreu e ressuscitou (2Cor 5,15;cf. Oração Eucarística IV). “Sejam missionários!” É o convite de Cristo a todos nós.

Jornal Semanal da Arquidiocese de Natal Endereço: Pastoral da Comunicação Av. Floriano Peixoto,674 Tirol 59020-500 - Natal-RN pascom@arquidiocesedenatal. org.br

www.arquidiocesedenatal. org.br Twitter: @arqnatal Fone: (84) 3615-2800 Fax: (84) 3615-2800 Conselho Editorial: Pe. José Nazareno, Pe. Vicente Laurindo, Pe. Matias Soares, Pe. Edilson Nobre, Diác. José Bezerra, Vital Bezerra, Milton Dantas, Cacilda Medeiros e Luiza Gualberto. Edição, redação e diagramação: José Bezerra (DRT-RN 1210) / Cacilda Medeiros (DRT-RN 1248) / Luiza Gualberto (DRT-RN 0901752) Revisão: Milton Dantas (LP 3.501/RN) Colaboradores: Rede de Comunicadores da Arquidiocese de Natal Impressão: RN Econômico - Fone: (84) 3201-2630 Tiragem: 1.600 exemplares Assinaturas: Com as coordenações paroquiais da Pastoral da Comunicação ou na redação do Jornal, no Centro Pastoral Pio X - Av. Floriano Peixoto, 674 - Tirol - Natal/RN

A Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, Natal, dispõe de espaço para a realização de eventos. Trata-se do Centro Pastoral Dom Heitor Sales, que está situado na Rua da Conceição, 615, pertinho da antiga Catedral. Reservas pelos telefones: (84) 3615-2807 / 2808.


Ordem

Notícias

A Paróquia de Santa Rita de Cássia, de Santa Cruz, organiza uma Semana Missionária, para o período de 6 a 12 de outubro. Segundo o pároco, Padre Vicente Fernandes Neto, a programação diária constará de visitas às famílias, com reflexões da Palavra de Deus, atendimento de confissões, e celebrações eucarís cas. No dia 11, no Santuário de Santa Rita, haverá vigília, com a par cipação de grupos do Terço dos Homens, da Região do Trairi. Para o dia 12, está programada a ‘4ª Romaria da Gra dão’. A programação terá início às 7 horas, com missa, na Igreja Matriz, seguida de caminhada, conduzindo a imagem de Nossa Senhora Aparecida, até o Santuário de Santa Rita de Cássia. Às 10 horas, na Praça dos Romeiros, haverá celebração eucarís ca, presidida pelo Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha. “Para a Romaria, aguardamos a par cipação de cerca de dez mil peregri-

Foto: José Bezerra

Santa Cruz fará Semana Missionária e romaria

Agenda do Arcebispo . 06/10 – 10h – Missa, na cidade de São Rafael - 19h – Missa, na Catedral . 07 a 10 – Reunião da CMOVIC, em Camaragibe (PE) . 11/10 – 9h – Atendimento, na cúria metropolitana - 11h – Missa, no Seminário de São Pedro - 19h – Celebração do Sacramento da Crisma, na Área Pastoral de Nossa Senhora do Carmo, no Parque das Nações, Parnamirim . 12/10 – 10h – Missa, na Romaria da Gra dão, em Santa Cruz - 17h – Missa, no encerramento da festa de Nossa Senhora Aparecida, em Neópolis, Natal

João Câmara promove Semana Litúrgica ‘Liturgia na Missa’ é o tema da Semana Litúrgica, promovida pela Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, no período de 7 a 11 de outubro, às 19 horas, no Centro Pastoral. A formação abordará os ritos da missa, a atuação dos leitores e demais ministros do altar, e é aberta aos agentes pastorais e fiéis em geral. A a vidade será assessorada pelo pároco, Padre Fábio Pinheiro, e pelo agente pastoral da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, de Taipu, Ítalo Márcio.

Casais par cipam de ECC segunda etapa Imagem de Santa Rita de Cássia, padroeira de Santa Cruz

nos, a exemplo dos anos anteriores”, diz o Padre Vicente Fernandes.

Padre mexicano assessora encontro em Ceará-Mirim A Escola da Fé, da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Ceará-Mirim, promove Curso de Aprofundamento bíblico, dia 8 de outubro, das 19 às 21h30, na Estação da Cultura. O evento é aberto à comunidade e será assessorado pelo Padre Mar n Solorzano, um mexicano, da Congregação Apóstolos da Palavra. Ele trabalhará o tema “Bíblia”. A formação está em sintoniza com o Plano Paroquial

06 de outubro de 2013

e Arquidiocesano de Pastoral. Essa é a primeira turma da Escola da Fé, que concluirá o curso em dezembro, depois de um ano e meio de formação. Ainda, em Ceará-Mirim, o Setor Mateus Moreira promove um dia missionário, dia 10 de outubro, das 8 às 21 horas, com formações, estudos e palestras com o Padre Mar n Solorzano, dos Apóstolos da Palavra.

CMOVIC fará Assembleia Anual A Comissão Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, do Regional Nordeste 2, da CNBB, fará assembleia anual, no período de 7 a 10 de outubro, em Camaragibe (PE). O tema da assembleia será “Ide e Anunciai? Vocações diversas para uma grande missão”. Da Arquidiocese de Natal, par ciparão o Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, que é o bispo referencial da Comissão, no Regional; Padre José Nazareno Vieira da Nóbrega, reitor do Seminário de São Pedro; e o seminarista João Ba sta, ar culador regional da Comissão.

A paróquia de São José, de Angicos, é a sede do Encontro de Casais com Cristo - segunda etapa, que acontece neste final de semana, na Escola Padre Félix. O encontro começou na sexta-feira, à noite, e termina neste domingo, dia 6. Ao todo, são 36 casais, oriundos das cidades de Angicos, Santana do Matos, São Rafael, Itajá, Alto do Rodrigues e Pendências.

FAHS abre inscrições para ves bular A Faculdade de Filosofia e Teologia Dom Heitor Sales abriu inscrições para o ves bular 2014.1. As inscrições podem ser feitas no período de 7 de outubro a 6 de dezembro deste ano, na sede da Faculdade, que fica na Rua Junqueira Aires, 390, na Cidade Alta, Natal, no horário das 14 às 21 horas. São oferecidas vagas para os Cursos de Filosofia e de Teologia. Mais informações no site www.fahs.edu.br ou através do telefone: 3615-2827.

São Bento faz peregrinação A imagem de São Antão Abade, padroeiro de São Bento do Norte, peregrina pelas comunidades que formam a paróquia, no período de 29 de setembro a 30 de novembro. No encerramento, a Paróquia vai inaugurar o Centro Pastoral Dom Ma as Patrício de Macêdo. A peregrinação faz parte da programação alusiva aos 25 anos de criação da paróquia.


4 - A Ordem

06 de outubro de 2013

A Igreja

88)

Comentário Litúrgico Pe. Edilson Soares Nobre, Vigário Geral e Assistente Eclesiás co da Pascom (27º Dom. Comum - Hab 1,2-3; 2,2-4 / Sl 94 / 2Tm 1, 6-8.13-14 / Lc 17, 5-10

Senhor, aumenta a nossa fé! O Evangelho de hoje contém uma oração: “Senhor, aumenta a nossa fé!” (Lc 17,5). E uma resposta: “Se tivesses fé, mesmo pequena como um grão de mostarda...” (Lc 17,6). A exclamação de Jesus destaca a importância da fé, mas também a raridade da fé. Imediatamente percebemos que é muito fácil iludir-se que se crê. É também fácil banalizar a fé. Tantas pessoas que, por uma prova ou dificuldade, concluem: “Não creio mais!”. Estes, na verdade não perderam a fé, perderam sim, a ilusão de que tinham fé. A fé é algo muito mais sério. Somente quem esteve na escuridão e encontrou a fé consegue entender todo o milagre deste dom. Mas o que é então a fé? A fé é, principalmente, não uma série de verdades a se crer. Esta é uma consequência da fé. A fé verdadeira faz referência a uma pessoa viva. A fé é o encontro com Cristo: é a descoberta de sua Pessoa e, portanto, o abandono confiante na sua Pessoa. A fé, quando é autêntica, muda profunda-

mente a pessoa e orienta de modo novo todos os seus comportamentos. A fé, de fato, muda o coração da pessoa. Enquanto Cristo for apenas uma recordação, enquanto Cristo for somente uma imagem, enquanto Cristo for somente um personagem distante ou mesmo um refúgio cômodo para os dias tristes... não se pode falar de fé. Só quando me dou conta e sinto que Cristo está vivo, que Cristo está aqui, que Cristo está na Palavra do Evangelho, está na Eucaristia, está no sacerdote, está no irmão... Somente quando me dou conta disso, a vida começa a mudar. Tudo se ilumina! Tudo se torna importante: porque Cristo está no centro! Logo, por esta ótica, percebemos que fé é algo completamente diferente de superstição ou magia. A fé verdadeira nos leva à experiência do serviço. Exige de nós uma atitude de prontidão e de serviço a Deus e ao próximo. “Assim também vós, quando tiverdes feito o que vos mandaram, di-

zei: ‘Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer’” (Lc 17,10). Esta postura é diferente daqueles que fazem o bem como favor a Deus para que posteriormente Deus possa lhes pagar tais favores. A fé, dom de Deus, precisa ser quotidianamente reavivada. Se hoje não vivemos aquela experiência da perseguição como viveram os cristãos, no entanto vivemos uma realidade de indiferentismo e de práticas contrárias aos valores do Evangelho. O mal é uma realidade do ontem e do hoje. É perceptível de tal modo que poderíamos exclamar como o profeta Habacuc: “Até quando devo gritar a ti: “Violência!” sem me socorreres? Por que me fazes ver iniqüidades quando tu mesmo vês a maldade? Destruição e prepotência estão à minha frente; reina a discussão, surge a discórdia” (Hab 1,2-3). Mas sabemos que Deus está conosco e, portanto “quem não é correto vai morrer, mas o justo viverá por sua fé” (Hab 2,4).

Doutrina da Igreja

A Eucaristia no Catecismo da Igreja Católica (I) A iniciação cristã se conclui com a Santa Eucaristia. O Catecismo da Igreja Católica assim apresenta a relação com os outros Sacramentos da iniciação cristã, o Batismo e a Confirmação: “os que foram elevados à dignidade do sacerdócio régio pelo Batismo e configurados mais profundamente a Cristo pela Confirmação, estes, por meio da Eucaristia, participam com a comunidade do próprio sacrifício do Senhor” (CIC 1322). Embora na nossa prática pastoral a Eucaristia seja recebida antes da Confirmação, o seu significado não se trai: ela é “fonte e ápice da vida eclesial”, como afirmou a Constituição dogmática Lumen Gentium (LG 11), sobre a Igreja. E é justamente este significado que torna o Sacramento da Eucaristia o sacramento por excelência. Vale a pena citar, como o Catecismo faz, o número 47 da Constituição sobre a Liturgia, Sacrosanctum Concilium, por apresentar uma síntese magistral sobre a Eucaristia, e que se torna fonte de renovação litúrgica e traz elementos para

uma espiritualidade cristã: “na última ceia, na noite em que foi entregue, nosso Salvador instituiu o Sacrifício Eucarístico de seu Corpo e Sangue. Por ele, perpetua pelos séculos, até que volte, o sacrifício da cruz, confiando destarte à Igreja, sua dileta esposa, o memorial de sua morte e ressurreição: sacramento da piedade, sinal da unidade, vínculo da caridade, banquete pascal em que Cristo é recebido como alimento, o espirito é cumulado de graça e nos é dado o penhor da glória futura” (SC 47). O Catecismo comentará os elementos presentes neste importante numero da Constituição conciliar. A primeira afirmação, tirada da Constituição dogmática Lumen Gentium, a Eucaristia é “fonte e ápice da vida eclesial”, chama a atenção para o fato de que todos os ministérios eclesiásticos e tarefas apostólicas se ligam à sagrada Eucaristia e a ela se ordenam. O motivo disto é que no Sacramento da Eucaristia contém o próprio Cristo,

todo o bem espiritual da Igreja (cf. CIC 1324). A Eucaristia significa comunhão com Deus, é clímax da ação de Deus que santifica o mundo por meio de Cristo no Espírito Santo. Ela é antecipação da vida eterna, pois por meio dela nos unimos à liturgia do céu (cf. CIC 1325). Não podemos não fazer nossa a afirmação de Santo Irineu (do século II): “Nossa maneira de pensar concorda com a Eucaristia, e a Eucaristia, por sua vez, confirma nossa maneira de pensar” (Contra as heresias 4,18,5; cf. CIC 1327). Tão interessante e tão necessário para que nunca participemos da Eucaristia sem compreender o seu significado. A Eucaristia mostra, demonstra, revela o que é ser cristão: “ser trigo de Deus a ser triturado, pão de Cristo a ser partilhado” (Canto de ofertório da Missa dos Protomártires do Brasil).

Pe. Paulo Henrique da Silva Professor da Faculdade Dom Heitor Sales


5 - A Ordem

Notícias

Outubro Rosa será lançado no Parque das Dunas

Foto: José Bezerra

A campanha ‘Outubro Rosa’ será lançada, em nível estadual, na Igreja Matriz da Paróquia de Nossa Senhora de Fá ma, no Parque das Dunas, zona norte de Natal, neste dia 6 de outubro, logo após a missa das 19 horas. “A mis-

Pe. João Nascimento, pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Fá ma

sa será na intenção dos coordenadores e par cipantes da campanha. Será a primeira vez, no Rio Grande do Norte, que ela será lançada em uma igreja”, diz o pároco, Padre João Maria do Nascimento. A campanha mundial Outubro Rosa teve início nos Estados Unidos, na década de 1990. De lá para cá, ela passou a ser realizada em vários países, inclusive no Brasil. O obje vo é chamar a atenção para a importância da prevenção e do diagnós co precoce do câncer de mama. Em Natal, ela é coordenada pela Liga Norteriograndense contra o câncer, Grupo Despertar e Rede Feminina contra o câncer. Na Paróquia de Nossa Senhora de Fá ma, na terça-feira, dia 8, às 19h30, na Igreja Matriz, haverá palestra sobre o câncer de próstata e de mama, dirigida ao público masculino. No dia 9, no mesmo horário e local, a palestra será para as mulheres, sobre o câncer de mama. No dia 20, após a missa das 7 horas da manhã, haverá um mu rão de conscienzação sobre a prevenção do câncer.

Igreja promove alfabe zação de adultos A Pastoral Social, da Paróquia de São João Ba sta, em Lagoa Seca, Natal, organizou um curso de alfabe zação de adultos para ser desenvolvido na Comunidade Santa Efigênia. O Curso é ministrado pela professora Iêda Mu-

niz, de terça a sexta-feira, às 19 horas, na Rua Aluízio Bezerra, nº 80, bairro de Lagoa Nova. As aulas, realizadas em parceria com o Programa do Governo Federal “Brasil Alfabe zado”, veram início dia 17 de setembro.

Neópolis celebra festa da padroeira A festa de Nossa Senhora Aparecida, padroeira de Neópolis, na zona sul de Natal, é celebrada no período de 2 a 12 de outubro. Diariamente, às 12 horas, acontece reza do O cio de Nossa Senhora e adoração ao San ssimo Sacramento, e, às 19h30, celebração de novena, sempre com a par cipação de padres da Arquidiocese. No mesmo pe-

ríodo, após a novena, há funcionamento de barracas, no pá o da Igreja Matriz. A festa será encerrada dia 12 de outubro, com a seguinte programação: às 6h, alvorada; às 8h30, missa solene; às 17 h, missa, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. Após, acontecerá procissão pelas ruas do bairro, encerrando os festejos.

Serra Caiada tem novo administrador O Padre José Adelson da Silva Rodrigues foi nomeado, provisoriamente, administrador da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, formada pelos municípios de Serra Caiada e Boa Saúde. A provisão, assinada pelo Arcebispo

Dom Jaime Vieira Rocha, é datada de 19 de setembro. Padre Adelson também con nua como administrador da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Santo Antônio.

06 de outubro de 2013

João Câmara festeja Mãe do Rosário A Comunidade de João Câmara celebra festa em honra de Nossa Senhora do Rosário, no período de 4 a 7 de outubro, na Granja Betânia. No período, há celebrações eucarís cas, recitação do O cio de Nossa Senhora e atendimento de confissões. A programação de encerramento, no dia 7, será a seguinte: às 5h, alvorada; às 9h, missa para as crianças; às 12h, reza do O cio de Nossa Senhora, e, às 16h30, procissão, seguida de missa, seguida pelo Monsenhor Luiz Lucena Dias.

Santa Luzia celebrará casamentos A Pastoral Familiar, da Paróquia de Santa Luzia, na Comunidade Boa Esperança, zona norte de Natal, está com inscrições abertas para os casais que desejam celebrar o Sacramento do Matrimônio. Os interessados devem fazer inscrição, na secretaria paroquial, até o dia 30 de outubro. A celebração comunitária do matrimônio acontecerá dia 30 de novembro, às 18 horas, na Igreja Matriz.

Lagoa Salgada fará Semana Missionária Uma vasta programação será desenvolvida na Paróquia da Imaculada Conceição, de Lagoa Salgada, no período de 13 a 20 de outubro. Na abertura, no dia 13, acontecerá a primeira Romaria de Nossa Senhora de Fá ma, a par r das 14h, com a acolhida das comunidades, na Igreja Matriz da Imaculada Conceição. Depois, os fiéis sairão em caminhada, passando pelas comunidades de Arisco e Catolé. A par r do dia 14, as a vidades da Semana Missionária, com visitas às famílias e celebrações eucaríscas, acontecerão nas comunidades que formam a Paróquia. A programação de encerramento, no dia 20, será desenvolvida na cidade. Às 7h30, haverá missa; às 9 h, visita às famílias; às 12h, reza do O cio de Nossa Senhora; às 14h, louvor, adoração e oração; e, às 17h30, missa solene, marcando o encerramento da Semana Missionária.


6 - A Ordem

06 de outubro de 2013

Capa

A Arquidiocese de Natal vem recebendo, ao longo de vários anos, colaboração substancial de ins tuições de ajuda do exterior para a execução do trabalho de evangelização, pastoral e ação social. Os recursos financeiros chegam através de projetos enviados pela Arquidiocese a ins tuições de ajuda à Igreja, como Adveniat, Kirche in Not, Misereor e Diocese de Colônia, da Alemanha. Os projetos se des nam a ações em níveis arquidiocesano e paroquial e para ins tuições que desenvolvem ações sociais. O Arcebispo emérito de Natal e atual Presidente do Serviço de Apoio aos Projetos Alterna vos Comunitários (Seapac), Dom Heitor de Araújo Sales, sempre manteve uma relação de amizade e cooperação com estas ins tuições, desde a época em que era bispo da Diocese de Caicó, entre 1978 e início da década de 1990, e con nuou quando assumiu a Arquidiocese de Natal, em 1993. Com o obje vo de agradecer pessoalmente a estas ins tuições e manter a vos os laços de amizade entre esses organismos e a Igreja Católica de Natal, Dom Heitor fez uma “peregrinação” a estas ins tuições, no início de setembro úl mo. O Diretor Execu vo da Faculdade Dom Heitor Sales (FAHS), Pe. Valquimar Nogueira do Nascimento, e o Coordenador do Seapac, Diác. Francisco das Chagas Teixeira de Araújo, acompanharam o Arcebispo Emérito de Natal, nesta viagem.

Projeto para a FAHS O Diretor da Faculdade Dom Hei-

Foto: cedida

Ins tuições da Igreja de Natal visitam organismos de ajuda

Dom Heitor e Pe. Valquimar, diretor da FAHS, com o representante de Adveniat

tor Sales, Pe. Valquimar Nogueira, aproveitou a viagem para apresentar projetos com pedido de ajuda a três ins tuições: Adveniat, Kirche in Not e Diocese de Colônia. “Nessas ins tuições, nós solicitamos recursos para efetuar uma melhor organização da Faculdade, tanto na estrutura Acadêmica quanto na sica”, explicou Pe. Valquimar. Segundo ele, a FAHS está procedendo, atualmente, o pedido de recredenciamento dos cursos, o que gera uma série de demandas. Entre essas demandas está a adaptação do prédio que abriga a faculdade. “São exigências do Ministério da Educação e Cultura, que implicam na melhoria e ampliação das instalações sicas, inclusive quanto à acessibilidade. Também necessitamos melhorar a nossa biblioteca para dar condições de uso por parte dos alunos e professores”, relata o Diretor. A Faculdade também desenvolve uma série de providências, visando melhor desempenhar as funções. Uma

delas é o Plano de Desenvolvimento Instucional, o que abre a possibilidade de a FAHS oferecer novos cursos. Também há projetos para aquisição de novos computadores para o laboratório de informá ca. “Nós já levamos os projetos e os apresentamos às ins tuições. As ins tuições foram bem recep vas e prometeram ver nossos projetos com atenção”, disse Pe. Valquimar. Nos três organismos, o Diretor esteve acompanhado do Arcebispo Emérito, Dom Heitor Sales.

Seapac e Misereor Na visita à Misereor, o principal assunto foi o Plano Trienal do Seapac, para o período de 2013/2015, com o nome “Arte de ConViver com o Semiárido Po guar”, desenvolvido em parceria com a ins tuição alemã. “Temos essa parceria há mais de 20 anos. Aproveitamos a ocasião para estreitar os laços dessa parceria e aprofundar temas relacionados com a convivência com a seca,

MESA REDONDA 25 anos da Cons tuição Brasileira Avanços ou retrocessos? Mediador: Dr. Vital Bezerra de Oliveira Mesa: Diác. Francisco das Chagas Teixeira de Araújo– “Direitos e garan as fundamentais”; Dr. Emanuel Dayan Bezerra (Promotor) – “O papel do Ministério Público no combate à corrupção a par r da Cons tuição de 1988”. Data: 19 de outubro, das 9 às 12h30 - Taxa: R$ 10,00

8º Mu rão Brasileiro de Comunicação em Natal

Rua Cel. Cascudo, 333 Cidade Alta - Natal Fone: (84) 3211-7514 natal@paulus.com.br - www.paulus.com.br

Veja como será: www.mu com.com.br

Prepare-se! De 27/10 a 01/11/2013

Palavras do Papa Francisco no Brasil Adquira este livro na Paulinas Livraria Apenas R$ 6,00

promonatal@paulinas.com. Visite: www.paulinas.org.br R. João Pessoa, 220 Natal - (84)3212-2184


7 - A Ordem no semiárido, dentro da visão do Fórum Global sobre a situação climá ca, no Mundo”, explicou o Coordenador do Seapac, Diác. Francisco Teixeira. Um dos pontos em destaque, nesse encontro, foi sobre as estratégias da ferramenta “Planejamento, Monitoramento e Avaliação (PMA)”, do projeto, dentro do marco referencial do Seapac para seis anos. “Evidentemente, manifestamos nossa gra dão por esta parceria histórica entre a Misereor e a Igreja do Rio Grande do Norte. O Seapac é uma das poucas ins tuições com essa parceria significa va junto à ins tuição, em termos de volume de recursos e quanto aos resultados e ações desenvolvidas com esses recursos”, disse o Diác. Teixeira. O plano trienal, em fase de execução, faz parte do “Programa de Formação e Assessoria em Desenvolvimento Rural Sustentável”, financiado pela Misereor.

Quintais Produ vos O Seapac desenvolve proje-

Dom Heitor, Diác. Teixeira e Pe. Valquimar, com o representante da Diocese de Colônia

Capa

06 de outubro de 2013

Dom Heitor e o Diác. Francisco Teixeira, com representantes da Misereor

tos visando a implantação dos quintais produ vos e agricultura agroecológica, beneficiando famílias com as cisternas de placas, nas regiões do Trairi, Médio Oeste e Seridó do Rio Grande do Norte. “Atualmente, com o Projeto das cisternas, a ins tuição conseguiu ampliar o território de atuação, chegando às regiões de Mato Grande, Potengi, Agreste, Alto Oeste e Açu-Mossoró”, relata o coordenador. O propósito do Serviço de Apoio aos Projetos Alterna vos Comunitários é criar, num espaço de tempo de três anos, grupos de famílias que façam a transição da agricultura convencional para a agricultura agroecológica. “Nosso problema, no presente momento é como fazer isso numa situação de seca, no Rio Grande do Norte, já por dois anos”, pondera Teixeira. O Seapac trabalha, hoje, com uma nova parceria, envolvendo o Programa Um Milhão de Cisternas (PlMC), do Governo Federal, e a Petrobras, visando a implantação do Projeto da agricultura agroecológica. A meta era construir 1.500 cisternas em três anos. “Por causa da seca, nós antecipamos a construção das cisternas em um ano: construímos as 1.500 cisternas e agora trabalhamos para ampliar o número, de tal modo que chegará a 3.100 cisternas”, informou.

Valor pedagógico O coordenador do Seapac destaca outro ponto interessante, do projeto das cisternas. “O ganho do projeto não é só a cisterna, em si, mas o aspecto metodológico e pedagógico. Ou seja, a cisterna não é um presente que cai do céu, para aquelas famílias. As famílias também são protagonistas da ação, envolvendo-se na construção das cisternas”, disse. Ele explicou, também, que a mão de obra para a construção da cisterna é de gente das próprias comunidades, capacitadas através de cursos de formação. “Hoje, nas comunidades, vemos pedreiros que con nuam sendo agricultor, mas também exercendo a profissão de pedreiro”, acrescenta. Outra conquista das famílias é o acesso às polí cas públicas do governo. “Isso fez as famílias se capacitarem para fazer as coisas e desenvolver tecnologias sociais, como as cisternas, os barreiros. As famílias já nham conhecimento dessas formas de armazenamento de água, mas precisavam ter acesso aos recursos das polí cas públicas para fazer esses bene cios. E isso elas conquistaram”, afirma Teixeira. Para ele, outra conquista é o aprendizado sobre a boa prá ca da gestão da água. COLÉGIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 61 anos educando com ciência e amor

Dr. Sérvulo Pereira Paulino Dr. Fernando José Vieira de Sousa EXAMES Radiologia Geral, Ultra-sonografias: Mamária, Pélvica, Abdominal, com Doppler Colorido, Transvaginal, Mamografia e Densiometria Óssea.

Horário: de 2ª a 6ª - das 7 às 11 h e das 13 às 17 h Av. Alexandrino de Alencar, 915 - Natal-RN Fone: (084) 3213-1442

Educação Infantil, Fundamental I e II www.cnsfnatal.com.br cnsf.secretaria@hotmail.com financeiro@cnsfnatal.com.br Av. Rodrigues Alves, 646 – Tirol – Natal Fone (84) 3222-2961/ 8765-6214/ 9969-8910


8 - A Ordem

06 de outubro de 2013

Geral

Festa no Parque dos Coqueiros

Jovens farão re ro

Mãe Aparecida

São Francisco de Assis está sendo festejado pela Paróquia de Santo Antônio de Pádua, no Parque dos Coqueiros, Natal, de 27 de setembro a 6 de outubro. Diariamente, às 19h30, há novena, seguida de funcionamento de quermesse.

O quinto re ro espiritual do Grupo de Jovens Santo Estevão, da Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, será realizado dia 13 de outubro, às 8 às 16 horas, no Sí o São José. O re ro será conduzido pelo casal Sílvio José e Nisângela Oliveira.

A comunidade Boa Vista, em João Câmara, festeja a padroeira, Nossa Senhora Aparecida, no período de 9 a 12 de outubro, às 19 horas. A programação constará de celebrações eucarís cas e recitação do O cio de Nossa Senhora. No encerramento haverá procissão e missa solene, presidida pelo Padre Fábio Pinheiro.

Feijoada A Paróquia de Santa Clara, no Pi mbu, Natal, promove feijoada, dia 13 de outubro, às 11h, no pá o da Igreja de Nossa Senhora dos Impossíveis. A renda será em prol da reforma no teto da Igreja Matriz.

Inscrições do Mu com O período de inscrições para o 8º Mu rão Brasileiro de Comunicação encerra dia 10 próximo. As inscrições são feitas no site www.mu com.com.br.

Formação para noivos A Pastoral Familiar, da Paróquia de Santo Afonso, em Mirassol, realiza formação para noivos, nestes dias 5 e 6 de outubro.

Artigo

O papel educativo da missão eclesial Vive-se, hoje, em um mundo cada vez mais interdependente. Não há instituição aí inclusa, imune às suas influências, ingerências e, consequências: positivas e/ou negativas. À medida que as instituições, sob o impacto de transformações, ora conjunturais, ora, estruturais, se abrem a um diálogo com essa realidade em transe, descobrem, forjam, perseguem suas identidades e missões próprias, assumem seus papéis específicos, que lhes permitem sobreviver, e, por vezes, se fortalecer. O Decreto: “Ad Gentes” do Concílio Vaticano II, afirma que: “A Igreja é essencialmente missionária...” o que significa afirmar ser sua missão evangelizadora e, eminentemente pastoral. Missão essa, de modo nenhum, reducionista ou indiferente aos problemas que estão imbricados em tudo o que faz parte do viver cotidiano em sociedade, ou daquilo que dá vida, ainda é devir ou utopia de realização humana plena de todas as suas potencialidades e dimensões, mormente, naquela que por si só, já temos de irrenunciável: a garantia ética, nas lutas para afirmar os valores da liberdade, da verdade e da justiça, como forma de abertura para a ordenação política na construção de um regime democrático. Nesse contexto o papel educativo da missão da Igreja se distingue, não se exclui, nem se

ACESSE: www.muticom.com.br CURTA: 8muticom SIGA: @8muticom ADICIONE AO MSN: muticom8@hotmail.com

omite, pela sua própria concepção de homem, como, já no meado do século XX, se expressava o filósofo cristão, Jacques Maritain: “ O homem de nossa civilização é um homem cristão mais ou menos laicizado.” Para ele isso é uma questão de princípio: “ uma sociedade de homens livres supõe união de espíritos e vontades sobre as bases da vida comum. Há, pois, um determinado número de dados fundamentais- a dignidade da pessoa, os direitos do homem, a qualidade humana, a liberdade, a justiça, o respeito à lei- sobre as quais a democracia pressupõe um consentimento comum e que se constituem o que se pode chamar de Carta Constitucional democrática.” Mesmo supondo a melhor das intenções daquele que se gera, nasce, cresce e assume a pedagogia de Jesus, o “Mestre dos mestres,” a quem os seus contemporâneos o chamavam de “Rabi,”- Mestre, de quem seus discípulos receberam a autorização e missão de educadores da Fé e da missão da Igreja: “ Ide, pois, e ensinai a todas as nações...(cf. Mt. 28,19) e, se essa mística fosse assumida com o amor mais operante e eficaz, seria imprudente desconhecer a emergência de fatores intervenientes das mais diversas mediações que se antepõem ao cultivo, desenvolvimento e crescimento do educando. São as influências positivas e/ou negativas

Assista "Programa Missão de Cristo" aos sábados às 10h15 da manhã SimTV - Canal 17 www.bandamissaodecristo.com.br

transversais, internas e externas que ora, cerceiam, ora, impulsionam as potencialidades de que,” em germe,” afirma Paulo VI-, todo ser humano, já é portador. Pode-se, pois, compreender que o problema da educação não se soluciona com voluntarismos, nem com boas intenções, mesmo que essas se fundamentem nos valores e metodologias mais aperfeiçoadas e, sim, pela confluência desses mesmos princípios e sua transformação em prática amorosa, objetivando o bem de todos e de cada um dos homens, como afirmou Paulo VI, “ser a Igreja perita em humanidade,” e deixou, lapidarmente, registrado na Populorum Progressio: “O que conta para nós é o homem, cada homem, cada grupo de homens, até se chegar à humanidade inteira.” (PP.nº14). Vê-se, pois, que o problema da Educação não está isolado. Acha-se estritamente relacionado aos impasses vividos pela economia, pela política, pela cultura, pela moral, pela ética e pelas religiões. Sob nossa ótica católica, seria uma traição ao Mestre descurar da educação da Fé e, igualmente, da Educação para a cidadania plena. Pe. Vicente Laurindo de Araújo, MSF Vigário Paroquial de São Pedro Apóstolo Alecrim - Natal

CASA SAGRADA FAMÍLIA ARTIGOS RELIGIOSOS CATÓLICOS EM GERAL AV. FLORIANO PEIXOTO, 381 - LOJA B - TIROL CEP 59020-500 NATAL/RN TELEFAX 84-3211-8646 P o r tr á s d a Ca t e d r a l

Formando bons cristãos e honestos cidadãos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ LARGO DOM BOSCO, 335 - RIBEIRA NATAL/RN - CEP 59012-530 FONES: (84) 3211-4220 / 1490 FAX: 3611-1027


9 - A Ordem

Entrevista

06 de outubro de 2013

Foto: Cacilda Medeiros

Inscrições do 8º Mu com encerram dia 10 Pela primeira vez, o Mu rão Brasileiro de Comunicação acontecerá em Natal. Pessoas de todo o Brasil estão inscritas para par ciparem do evento, que terá seminários e debates de experiências exitosas, realizadas por pesquisadores, agentes pastorais e comunicadores populares, através de Grupos de Trabalho. Nesta entrevista, o coordenador Geral do Mu rão, Padre Edilson Soares Nobre, fala sobre o evento.

A Ordem: O que é o 8º Mu rão Brasileiro de Comunicação? Pe. Edilson: Trata-se de um grande encontro promovido pela CNBB, Signis Brasil, o Departamento de Comunicação da UFRN e a Arquidiocese de Natal. O tema mo vador para esta 8ª edição será “Comunicação e Par cipação Cidadã: Meios e Processos”. Teremos palestras e debates com a par cipação de grandes nomes da comunicação, além de apresentações de experiências exitosas que serão compar lhadas através dos Grupos de Trabalhos. É um espaço oportuno para se desenvolver também a vidades de aperfeiçoamento técnico-profissional e de educação para a comunicação, com exposições culturais e com pesquisas na área e outros assuntos vigentes do momento. Pretendemos, portanto, discu r e aprofundar os processos e os meios com os quais se dão a comunicação em nosso contexto atual e, através destes debates, buscarmos perspec vas para uma comunicação que seja cada vez mais pautada na consciência e na formação crí ca e cidadã. A Ordem: No geral, qual é a programação? Pe. Edilson: O evento acontecerá no período de 27 de outubro a 1º de novembro, sendo que o dia 27 será apenas a solenidade de abertura que se realizará às 19

horas no Hotel Praia Mar e o dia 1º será somente um City Tour, com o intuito de mostrar a cultura, as belezas naturais do nosso Estado aos visitantes, sobretudo os que vêm de outras Regiões no nosso imenso Brasil. Nos demais dias, teremos, sempre pela manhã no Ginásio de Esportes da UFRN, os seminários, e, à tarde, no Setor II da UFRN e adjacências, o público estará dividido em 14 Grupos de Trabalhos, par lhando experiências e discu ndo os temas, conforme as escolhas feitas pelos próprios par cipantes. Teremos ainda dentro desta programação momento de espiritualidade que constará com duas missas, um momento para leitura orante da Palavra de Deus e a Oração da Liturgia das Horas. Na parte cultural, contaremos com a par cipação de ar stas populares que vão apresentar um pouco da nossa cultura nordes na e fecharemos a programação com a par cipação da cantora Elba Ramalho. A Ordem: Quem pode par cipar? Pe. Edilson: Qualquer pessoa. Mas, como vimos anteriormente, o nosso foco principal são os comunicadores, os professores, os pesquisadores, os estudantes de comunicação, os sacerdotes, os religiosos(as) e os agentes de pastorais. A Ordem: Como e até quando alguém pode se inscrever? Pe. Edilson: As inscrições são feitas através do site www.mu com.com.br. Ali o interessado, pode preencher o formulário, escolher o grupo de trabalho do seu interesse e extrair o boleto bancário para efetuar o pagamento, cujo valor é R$ 130 por par cipante. Ao efetuar este pagamento,

automa camente a pessoa terá a sua inscrição concluída. O prazo para o encerramento das inscrições será 10 de outubro. A Ordem: Que frutos do 8º Mu com a coordenação espera colher, especialmente para a Pastoral da Comunicação, na Arquidiocese de Natal? Pe. Edilson: Da parte dos par cipantes, esperamos que ao término do Mu rão Brasileiro de Comunicação haja uma visão cada vez mais ampla e crí ca referente aos processos do democra zação e às polí cas de comunicação. Esperamos ainda um maior aperfeiçoamento técnico-profissional destes par cipantes e que os mesmos possam ser agentes mul plicadores para levar às bases a con nuidade das discussões temá cas realizadas no evento. Quanto à Pascom da nossa Arquidiocese, eu acredito que ao término deste evento, ela estará bem mais fortalecida e es mulada para dar con nuidade à sua missão nas bases. Nós da coordenação diocesana da Pascom vemos, ao longo do ano, a oportunidade de visitar a maioria dos grupos existentes em nossa arquidiocese, que são mais de sessenta. Nesta visita, além de proporcionarmos um momento de formação com os seus membros, nós vemos a preocupação também de es mular os mesmos a par ciparem do 8º Mu com, pois bem sabemos que é uma ocasião oportuna e privilegiada pelo fato de estar acontecendo em nosso território diocesano. Vale salientar que o próximo Mu rão será bem mais distante daqui. Esperamos que os agentes da Pascom aproveitem bem as palestras e os Grupos de Trabalhos e se es mulem sempre mais a desenvolverem a sua missão com entusiasmo em suas paróquias.


10 - A Ordem

06 de outubro de 2013

Virou notícia

Santa Clara ins tui Servos da Palavra presidida pelo pároco, Padre Joaquim Ataíde de Araújo. São alunos da primeira turma da Escola Litúrgica, da Paróquia, que se prepararam durante dois anos para receber o ministério.

Foto: Felipe Lima

Dezoito pessoas, da Paróquia de Santa Clara, no Pi mbu, Natal, foram instuídas Ministros Servos da Palavra, no úl mo dia 29 de setembro. A celebração aconteceu às 19h30, na Igreja Matriz,

Faculdade lança revista O segundo número da Revista de Filosofia e Teologia, da Faculdade Dom Heitor Sales, foi lançado no úl mo dia 27 de setembro. Com 90 páginas, o impresso tem como editor-chefe o vice-diretor da Faculdade, Padre Vicente Laurindo. O conteúdo da revista acadêmica consta de ar gos, na área da filosofia e da teologia, a maioria escrita por professores e alunos da Faculdade. O exemplar da revista pode ser adquirido nas Livrarias Paulus e Paulinas e na própria Faculdade, localizada na Av. Junqueira Aires, 390, Cidade Alta, Natal.

Integrantes do Ministério Servos da Palavra

Jovens se unem para evangelizar famílias da comunidade de Parazinho. O dia de evangelização foi encerrado, às 15 horas, com celebração eucarís ca, presidida pelo Padre Ivanilson Alexandrino, na Igreja de Nossa Senhora de Nazaré.

Foto: João Ba sta

Jovens da Área Pastoral de Nossa Senhora de Nazaré, de Parazinho, e do Distrito Serra Pelada, no município de Taipu, se reuniram no úl mo dia 28 de setembro, para visitar e evangelizar

Jovens que par ciparam da a vidade, em Parazinho

Capa da Revista da FAHS

Josilda Sales, vendedora, residente na Comunidade Tororomba, no município de Nísia Floresta Ajude o Seminário de São Pedro através de doações na conta de energia.

Fone: (84) 3615-2819 Fax: (84)3615-2821 sspedro@seminario saopedro.org.br

"Sou assinante do jornal A Ordem por ser um veículo informa vo das no cias da Arquidiocese e abrange tudo que acontece, com atualidade, em nossa paróquia."

Foto: Luiz Gustavo

“Bem aventurados os que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prá ca’. (Lc 11,28). O jornal a Ordem é uma grande forma de propagar a palavra Deus a todas as criaturas”.

Foto: Josiane Braz

Espaço do assinante

Maria de Fá ma, Paróquia do Santuário dos Már res, Bairro de Nazaré – Natal

Ouça "RITMO PASTORAL”, de segunda a sexta, às 13h30, e, aos sábados, às 7h Rádio Rural de Natal AM1090 http://blog.cancaonova.com/natal/

Precisa de espaço para encontro, seminário, retiro à beira mar, na praia de Ponta Negra? Centro de Treinamento de Ponta Negra João Paulo II Agende: (84)3641-3366 / 3339 9813-9358 / 8817-8320


11 - A Ordem

06 de outubro de 2013

Geral

Fique por dentro Pe. Valdir Cândido de Morais Ecônomo da Arquidiocese de Natal

Carta do Núncio Apostólico A Nunciatura Apostólica no Brasil, na pessoa do Núncio Apostólico Dom Giovanni d’Aniello, enviou carta ao arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, datada de 12 de setembro passado, agradecendo o envio da Coleta dos Lugares Santos, no valor de R$ 28.839,26. Na mesma carta, o Núncio Apostólico também agradece pelo envio do Óbolo de São Pedro, no valor de R$ 40.021,45, ambas enviadas pela Arquidiocese de Natal. O Núncio Apostólico assegurou que a Secretaria de Estado do Vaticano foi informada e manifestou o agradecimento ao Arcebispo pela generosa contribuição. A coleda dos Lugares Santos é destinada para a Terra Santa e a do Óbolo de São Pedro para as obras de caridade do Santo Padre, o Papa Francisco. Assim sendo, agradecemos a todos os fiéis das Paróquias da Arquidiocese de Natal, pelo compromisso renovado por este gesto de comunhão com toda Igreja e com o Santo Padre. Deus recompense a todos!

Correio do clero

Parabéns Aniversário de nascimento: . 06/10 - Pe. José Francisco Neto, Adm. da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus - Bom Jesus . 07/10 - Pe. Carlos Sávio, Assessor da C. Episcopal Pastoral para a Juventude, da CNBB . 07/10 - Pe. Francisco Lucas, Pároco do Bem- aventurado José de Anchieta - Lagoa Nova II . 07/10 - Pe. José Irineu da Silva . 08/10 - Pe. Francisco Franklin, Administrador da Paróquia de São Pedro Apóstolo - Várzea . 08/10 - Pe. José Marcelo Cezarino, Pároco da Paróquia de S. João Ba sta - Lagoa Seca, Natal . 09/10 - Diác. Severino F. Sobrinho, Paróq. de Stº Antônio de Pádua – Parque dos Coqueiros . 11/10 - Diác. José Belizário, Paróquia de Nossa Senhora do Livramento - Taipu Aniversário de ordenação: . 07/10 - Pe. Francisco de Assis Silva R. Lima, Adm. da Paróquia de S. Pedro Apóstolo - Várzea . 07/10 - Pe. Iranildo Virgílio, Capelão do Colégio Marista e vice-reitor do Sem. de São Pedro . 07/10 - Pe. Jailton da Silva Soares, Pároco da Paróquia de São João Ba sta - Pendências . 07/10 - Pe. José Daniel Nunes de Paulo, Vig. Paroquial de S. João Ba sta - Lagoa Seca - Natal . 07/10 - Pe. José Marcelo Cezarino, Pároco da Paróq. de S. João Ba sta - Lagoa Seca, Natal . 07/10 - Pe. Magno Jales da Costa, FSA, Mestre de Noviços e Reitor dos Filhos de Santana . 07/10 - Pe. Marcelo B. Cou nho, Pároco de N. Sra. do Rosário - Alto do Rodrigues . 07/10 - Pe. Rogério F. Barros, Vig. Paroquial de Nossa Senhora da Conceição - Ceará-Mirim . 12/10 - Pe. Antônio Teixeira, Pároco da Paróq. de N. Sra. Auxiliadora - Felipe Camarão - Natal . 12/10 - Pe. Arysson Antônio da Costa Paiva, Arquidiocese Militar . 12/10 - Pe. Giacomo Bigni, SDB - Ecônomo do Centro Educacional Dom Bosco . 12/10 - Pe. João Maria dos Anjos, Vigário Paroquial de Nossa Senhora da Conceição - Macau . 12/10 - Pe. Jorge Alves Cardoso, Vigário Paroquial de Santa Rita de Cássia - Santa Cruz . 12/10 - Pe. José Lenilson de Morais, Vig. Paroquial de São José de Mipibu . 12/10 - Pe. Josino Raimundo da Silva, Adm. Paroquial de Sant'Ana do Matos . 12/10 - Pe. Lenilson Silva das Chagas, Adm. Paroquial de Nossa Senhora da Conceição - Macau . 12/10 - Pe. Luiz Mar ns de Carvalho, Vigário Paroquial de São Gonçalo do Amarante . 12/10 - Pe. Raul Clepson de Macêdo

* E-mail: economato@arquidiocesedenatal.org.br

Bianca Noivas e Noivos Decorações e eventos (84)3661-5876 8853-5788 9954-6693 biancanoivas@gmail. com Av. Tomás Landim, 2603. Igapó - Natal-RN biancanoivas.blogspote.

Viva bem Hortelã Contribui para retirar gordura do fígado, facilita muito a digestão, bom para rinite. Proteção contra giárdia e ameba, diminui os gases. Além disso, a hortelã é rica em vitaminas C e A, cálcio e ferro. A vitamina C é um antioxidante poderoso e ajuda a sintetizar o colágeno. A vitamina A faz bem para a pele, os cabelos e os ossos. O cálcio atua na formação de ossos e dentes, e o ferro faz bem para o sangue. Dra. Márcia Roque Braz de Araújo Nutricionista, Natal/RN

Passa tempo

Prioridade Duas senhoras chegam, ao mesmo tempo, ao caixa do banco, com muita pressa. Uma dizia: - Primeiro eu, ainda tenho que levar as crianças para a escola! A outra retrucava: - Primeiro eu, que moro mais longe! O caixa, muito esperto, resolveu acabar com a briga, dizendo: - Primeiro eu vou atender a mais velha! As duas se olharam e disseram: - Sua vez! Pode ir! - Não. Primeiro você. Não ouviu o moço dizer que atenderia primeiro a mais velha?

Número errado - Alô. De onde fala? - É da sapataria. - Desculpe. Número errado. - Pode trazer e a gente troca. ASSINE O JORNAL A ORDEM

ABASTECENDO NO POSTO, VOCÊ ESTÁ CONTRIBUINDO COM O “SEMINÁRIO DE SÃO PEDRO” - QUALIDADE MUNDIAL SHELL Rua Apodi, 520 - Tirol Vizinho ao Seminário de São Pedro

Procure a equipe da Pascom, em sua Paróquia, ou a coordenação arquidiocesana. INFORMAÇÕES: pascom@arquidiocesedenatal.org.br (84) 3615-2800


12 - A Ordem

06 de outubro de 2013

Notícias

O Dia Nacional da Juventude (DNJ), na Arquidiocese de Natal, será comemorado dia 20 de outubro. “A data é 27 de outubro, mas coincide com a abertura do 8º Mu rão Brasileiro de Comunicação, que será sediado em Natal, por isso decidimos antecipar a comemoração”, explica o coordenador arquidiocesano do Setor Juventude, Padre Inácio Lopes. Ele adianta que a a vidade será realizada em parceria com a Comissão Missionária Arquidiocesana. “O DNJ será precedido, nas paróquias, da Semana Missionária, que terá início dia 13 de outubro”, diz o coordenador. A programação do dia 20 marcará, também, o encerramento, em nível arquidiocesano, da Semana Missionária. Neste dia, às 13 horas, as a vidades terão início, com acolhida e louvor, na Catedral

Foto: Luíza Gualberto

Juventude divulga programação do DNJ

Juventude da Arquidiocese de Natal vai comemorar DNJ, dia 20 de outubro

Metropolitana. Às 14 horas, haverá celebração eucarís ca, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira

Rocha. Após a missa, acontecerá caminhada, até à Pedra do Rosário, onde serão feitas apresentações culturais.

O advogado Vital Bezerra de Oliveira da Arquidiocese de Natal, participará de um Seminário sobre o ‘Acordo Brasil/Santa Sé: implicações jurídicas e administrativas’, dias 8 e 9 de outubro, na Pontifícia Universidade Católica, no Rio de Janeiro. O evento é destinado a advogados e administradores de dioceses e entidades religiosas. O Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis, e o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, participarão da abertura do evento. Temas como o ‘Status jurídico do Acordo Internacional no Ordenamento Jurídico Brasileiro e os recortes principiológicos do Acordo Brasil/ Santa Sé; a questão do ensino religioso em instituições públicas de ensino fundamental; a proteção dos bens

Foto: José Bezerra

Advogado par cipará de Seminário no Rio de Janeiro

O advogado Vital Bezerra representará a Arquidiocese, no seminário

culturais da Igreja; assistência religiosa nas Forças Armadas; entre outros

serão discutidos durante o Seminário.

Lagoa Seca fará Congresso Eucarís co A Paróquia de São João Batista, no bairro de Lagoa Seca, Natal, realizará Congresso Eucarístico, no período de 13 a 20 de outubro, com o tema: “50 anos de evangelização e missão”. A programação de abertura, no dia 13, constará de missa, às 8 horas, na Igreja Matriz, seguida de adoração ao Santíssimo Sacramento, até às 12 horas. Nos

demais dias, haverá adoração ao Santíssimo e atendimento de confissões, às 18 horas, e celebração eucarística, às 19h30. Para cada noite foi escolhido um tema, que será abordado por padres da Arquidiocese de Natal. No dia 20, às 18h30, haverá missa, em frente à Igreja Matriz, presidida pelo Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha. Na ocasião,

acontecerá renovação do mandato dos Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística. Antes do Congresso, no dia 7, às 19h30, na Igreja Matriz, a Paróquia celebrará em ação de graças pelos cinco anos de ordenação sacerdotal do pároco, Padre Marcelo Cezarino, e do vigário paroquial, Padre Daniel Nunes.


A ordem 06 10 2013