Page 1

A Ordem

Arquidiocese de Natal - Ano XLI - N0 31

Natal-RN, 04 de agosto de 2013

Exemplar avulso: R$ 1,00

Família reflete sobre missão dos pais na educação dos filhos Em nível arquidiocesano, a Semana da Família é aberta neste domingo, a partir das 8 horas, na Catedral Metropolitana, tendo missa presidida pelo Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, às 11 horas, seguida de confraternização. Nas paróquias, a Semana da Família será vivenciada no período de 11 a 18 de agosto. As reflexões serão feitas a partir das sugestões propostas pelo livro Hora da Família, com 8 mil exemplares distribuídos nas paróquias da Arquidiocese de Natal. PÁGINAS 6 e 7

Ivanaldo e Rosângela Gomes, casal coordenador da Pastoral Familiar na Arquidiocese

Paróquia inaugura Biblioteca I nerante

Arcebispo recebe imprensa e fala sobre visita do Papa

A Pastoral Universitária, da Paróquia de Santo Antônio de Pádua, no Parque dos Coqueiros, zona norte de Natal, acaba de inaugurar uma biblioteca i nerante. PÁG. 3

Faleceu no úl mo dia 31, em Recife (PE), o Frei Ataíde Pereira da Silva. Em Natal, Frei Ataíde atuou como pároco da Paróquia de São Lucas, no Conjunto Amarante, em São Gonçalo do Amarante. PÁG. 12

Foto: Cacilda Medeiros

Foto: José Bezerra

Pe. Edvaldo Brito (foto) será o novo pároco de Touros. PÁG. 12

Morre ex-pároco de São Lucas

Foto: Geraldo Silva

Paróquias terão novos párocos

Dom Jaime Vieira Rocha recebeu, no último dia 30, a imprensa natalense, para uma coletiva. O tema foi a Jornada Mundial da Juventude, a vinda do Papa Francisco ao Brasil e a importância deste momento para a Igreja Católica. PÁG. 10

Pirangi faz doação para reconstrução de capela >>>PÁG. 5


Ordem Editorial

Desde a origem Nestes tempos em que tudo parece caminhar muito velozmente e com vida ú l bastante abreviada, há uma ins tuição que perdura desde o início da humanidade e luta para manter os princípios e estrutura originais: a família. Ela tem a idade do ser humano, ou seja, desde a obra da criação, como está escrito na Bíblia: “Por isso, o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir à sua mulher” (cf. Gn 2,24). Hoje, a Igreja é a principal defensora da família, conforme a origem. São várias as ins tuições que lutam pelos direitos e deveres da família: Pastoral Familiar, ECC, Casais Vida Nova e Equipes de Nossa Senhora. Além de realizarem as próprias ações, estas ins tuições promovem a Semana Nacional da Família, em nível nacional, sempre no mês de agosto. Reflexões, debates, orações e encontros fazem parte das ações, nas paróquias, grupos e comunidades. Neste sábado, a Arquidiocese faz a abertura da Semana da Família, em nível diocesano, na Catedral. De 11 a 18 de agosto, as ações serão realizadas nas paróquias, com a vidades conforme a realidade local. É a família, viva desde a origem!

04 de agosto de 2013

Ordem

Palavra do Arcebispo

EXPEDIENTE Dom Jaime Vieira Rocha

Jornal Semanal da Arquidiocese de Natal

A luz da fé (II) Queridos irmãos e irmãs! A fé em Jesus Cristo, a fé da Igreja, a fé que é luz para o nosso caminho, faz de nossa existência uma nova criação. “Aquele que acredita, ao aceitar o dom da fé, é transformado numa nova criatura, recebe um novo ser, um ser filial, torna-se filho no Filho” (Lumen fidei, 19). Este dom da fé nos coloca diante da ação de Deus, que antecede a nossa própria existência. Deus nos dá o seu amor e a sua graça. Ele vem ao nosso encontro. Este é um “dom originário e radical que está na base da existência do homem” (id. 19). Nós somos chamados a abrir-nos a este dom originário e deixar que a salvação atue em nós e torne a nossa vida fecunda, cheia de frutos bons. A abertura ao dom originário se dá pela fé em Cristo. Ele nos salva, porque é nele que a vida se abre a um Amor que nos precede e transforma a partir de dentro, que age em nós e conosco. A fé, manifestação desta abertura, é o reconhecimento de que Deus se tornou próximo de nós, que habita em nós. Esta interiorização da fé é necessária para que a nossa existência crente seja de fato uma convicção que leva à conformação de nossa vida ao Amor. Para isso, necessitamos do Espírito Santo. É Ele quem nos faz participantes do Amor, e fora de sua presença não conseguiremos confessar a fé em Jesus Cristo, Senhor do universo e de nossa vida (cf. Lumen fidei, 20). Mas a salvação pela fé, trazida por Cristo e na ação do Espírito Santo, não nos leva a uma existência privativa e isolada. Justamente na abertura ao dom de Deus, em Cristo e no Espírito, a vida do fiel torna-se existência eclesial. Existe, pois, a forma eclesial da fé. Ela consiste no reconhecimento de que fazemos parte do corpo de Cristo, pois a fé nos introduz em Cristo. Ter fé em Cristo e viver em Cristo é a mesma coisa. Ninguém pode acreditar nele se não vive nele. “O crente aprende a ver-se a si mesmo a partir da fé que professa. A figura de Cristo é o espelho em que descobre realizada a sua própria imagem” (Lumen fidei, 22). O Papa Francisco argumenta, contra aqueles que dizem ter fé, mas não vivem a forma eclesial, que a imagem do corpo, usada por São Paulo, “não reduz o crente a simples parte de um todo anônimo, a mero elemento de uma grande engrenagem. Ela sublinha, justamente, a união vital de Cristo com os crentes e de todos os crentes entre si” (id., 22). É esta união com Cristo, dom originário e radical, que realiza a comunhão eclesial. De sorte que, quem vive na Igreja, assume um serviço pastoral ou um ministério ordenado, deve reconhecer que sem esta união vital com Cristo não pode viver e o seu trabalho pastoral não dá frutos. É necessário insistir neste ponto. Diz o Papa Francisco: “fora deste corpo, desta unidade da Igreja em Cristo, ela que é a portadora histórica do olhar global de Cristo sobre o mundo, como bem se expressou Romano Guardini, a fé perde a sua medida, já não encontra o seu equilíbrio” (id., 22).

Endereço: Pastoral da Comunicação Av. Floriano Peixoto,674 Tirol 59020-500 - Natal-RN pascom@arquidiocesedenatal. org.br

www.arquidiocesedenatal. org.br Twitter: @arqnatal Fone: (84) 3615-2800 Fax: (84) 3615-2800 Conselho Editorial: Pe. José Nazareno, Pe. Vicente Laurindo, Pe. Matias Soares, Pe. Edilson Nobre, Diác. José Bezerra, Vital Bezerra, Milton Dantas, Cacilda Medeiros e Luiza Gualberto. Edição, redação e diagramação: José Bezerra (DRT-RN 1210) / Cacilda Medeiros (DRT-RN 1248) / Luiza Gualberto (DRT-RN 0901752) Revisão: Milton Dantas (LP 3.501/RN) Colaboradores: Rede de Comunicadores da Arquidiocese de Natal Impressão: RN Econômico - Fone: (84) 3201-2630 Tiragem: 1.400 exemplares Assinaturas: Com as coordenações paroquiais da Pastoral da Comunicação ou na redação do Jornal, no Centro Pastoral Pio X - Av. Floriano Peixoto, 674 - Tirol - Natal/RN

Moste sua empresa Anuncie aqui Fale conosco (84) 3615-2800


Ordem

Notícias

Paróquia inaugura Biblioteca I nerante São Bartolomeu, no horário das 15 às 17 horas, levando leitura e entretenimento para crianças, jovens e adultos. A coordenação da Pastoral esperar levar a biblioteca, que consta de livros infan s, juvenis, religiosos, da literatura brasileira, além de jogos educa vos, a uma das capelas da paróquia, todo final de semana.

Foto: Josenilson Araújo

A Pastoral Universitária, da Paróquia de Santo Antônio de Pádua, no Parque dos Coqueiros, Natal, acaba de inaugurar uma biblioteca i nerante. O obje vo é percorrer todas as comunidades que formam a paróquia, localizada na zona norte da capital. Neste domingo, 4 de agosto, a Biblioteca I nerante Padre Inácio Henrique estará na Comunidade

04 de agosto de 2013

Concurso homenageia os pais A Pascom da paróquia de Santo Antônio de Pádua, do Parque dos Coqueiros, zona norte de Natal, promove concurso fotográfico “Meu Pai, Meu Amigo”, através do Facebook da paróquia. O concurso foi aberto dia primeiro e prossegue até o dia 10 deste mês. A foto mais “cur da” no Face receberá homenagem. O resultado sairá no domingo, 11 de agosto, Dia dos Pais.

Pascom faz reuniões em residências

Agentes da Pastoral Universitária, com o Pe. Inácio Henrique, na inauguração na Biblioteca

Livros retratam realidades do Vale do Açu e de Macau Dois livros serão lançados no dia 8 deste mês, às 10 horas, no Porto de Ama – Centro Petrobrás de Cultura, em Macau. Serão lançados: “O Mundo Varzeano de Manoel Rodrigues de Melo”, de autoria de Maria da Salete Queiroz da Cunha; e a “Terceira Face da Moeda”, de autoria do Pe. Antônio Murilo de Paiva.

Agenda do Arcebispo . 04/08 - Missa na Catedral, 11h e às 19h . 05/08 - Confraternização com os padres, às 10 h, em Emaús - Encontro com os Diáconos Permanentes, no Centro Pastoral Pio X – subsolo da Catedral, às 19h . 06/08 - Reunião do Conselho Episcopal, no Centro de Treinamento de Ponta Negra, às 9 horas - Reunião do Conselho de Assuntos Econômicos, às 19 horas . 07/08 - Posse do Pe. José Nazareno e do Pe. Francisco Fernandes, respecvamente reitor e vice-reitor do Seminário de São Pedro, às 19 horas . 08/08 - Reunião com a equipe que está preparando o Diretório Pastoral, às 9h - Posse do Pe. Abelardo Freitas, na Paróquia de Emaús, às 19h

O primeiro é o resultado da dissertação de mestrado da autora, e retrata paisagens, pos e costumes do Vale do Açu. O segundo, a Terceira Face da Moeda, reporta-se à experiência de evangelização vivenciada pelo Pe. Antônio Murilo, no vale do Açu e região salineira de Macau, no período de 1986 a 1997.

Diáconos se encontram com Arcebispo Os Diáconos Permanentes da Arquidiocese de Natal se encontrarão com o Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, na próxima segunda-feira, dia 5 de agosto, às 19h30, o Centro Pastoral Pio X, subsolo da Catedral Metropolitana. “No encontro, vamos conversar com o Arcebispo sobre a caminhada do diaconato na Arquidiocese e outros assuntos”, diz o Diác. Haroldo Lima, presidente da Comissão Arquidiocesana dos Diáconos. "Convidamos todos os diáconos para celebrarmos o dia de São Lourenço, patrono dos diáconos. A celebração será no dia 11, às 19 h, na Catedral, presidida pelo Arcebispo, Dom Jaime", lembra o Diác. Haroldo.

A equipe da Pastoral da Comunicação, da Paróquia da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, vem realizando reuniões nas residências dos agentes. A finalidade é, também, aproveitar a oportunidade e estreitar os laços com os familiares dos agentes. As reuniões nas residências vão acontecer enquanto durarem as obras de restauração da Igreja Matriz, onde funciona a sala da Pascom.

Paróquias divulgam Semana da Família As Paróquias da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, e de Nossa Senhora da Conceição, de Ceará-Mirim, divulgaram a programação da Semana Nacional da Família, que acontecerá de 11 a 18 deste mês. Em Nova Cruz, a abertura será no dia 11, às 19h, com missa, no salão do ECC. Durante a semana, haverá celebrações, nos bairros, e visitas às famílias. O encerramento, no dia 18, será às 19h, com missa. Em Ceará-Mirim, o evento iniciará com missa, em homenagem aos pais, na Igreja Matriz, no dia 11, às 6h30. Ainda no domingo, após a missa da tarde, haverá carreata, da Igreja de Santa Teresinha até à Matriz, onde será dada a bênção aos par cipantes. Diariamente, haverá programação em uma das comunidades urbanas da paróquia. A coordenação solicita que, durante as celebrações, os fiéis doem alimentos não perecíveis para serem distribuídos com famílias carentes. A programação completa está no site: www.nsconceicao.com.br


4 - A Ordem

04 de agosto de 2013

A Igreja

88

Comentário Litúrgico Pe. Edilson Soares Nobre, Vigário Geral e Assistente Eclesiás co da Pascom (18º Dom. Comum - Ecl1.2-2,21-23 / Sl 89 / Cl 3, 1-5.9-11 / Lc 12, 13-21

Para quem ficará o que tu acumulaste? A liturgia de hoje nos leva a uma reflexão para a relatividade de tudo o que é material. Na primeira leitura, o autor pesa o valor das coisas e do mundo e chega à conclusão de que tudo é vaidade. O raciocínio é este: nós não possuímos nada. De fato, tudo passa de uma mão a outra. Hoje, o que tens é teu, amanhã não será mais. Nós não somos donos de nada. Tudo flui, mas Deus permanece. Deus é a rocha imperecível. Mas qual é a intenção de Deus no confronto com o homem? O Evangelho é a resposta a esta densa interrogação. Cristo é a resposta. Nele Deus nos faz conhecer as suas intenções. Sigamos, portanto, o Evangelho que retoma o discurso da primeira leitura e apresenta, de fato, qual é a verdadeira riqueza. Alguém pede a Jesus: “Mestre, diz ao meu irmão que reparta a

herança comigo”. É mais uma questão entre tantas por causa da herança. Para aquele homem tratava-se de uma séria questão, pois para quem crer só no dinheiro, o dinheiro é tudo. Jesus tenta responder que a vida não pode ser reduzida a lutas e a preocupações com o dinheiro. Jesus, certamente, com o seu discurso ajudou àquele homem a dar um salto qualitativo no modo de encarar a vida e os problemas. Jesus apresenta rapidamente uma parábola: “A terra de um homem rico deu uma grande colheita”. Que maravilha! Talvez isto até nos cause inveja por não termos sido tão afortunados como aquele homem. Mas Jesus prossegue: “Louco! Ainda nesta noite, pedirão de volta a tua vida. E para quem ficará o que tu acumulaste?” Na verdade a vida de um homem não depende do quanto tem, mas de quanto dá; não de quanto possui, mas de quanto ama.

Só com homens livres da sedução das riquezas é possível resolver o problema da justiça no mundo. Hoje, segundo estatística, morrem a cada minuto 30 crianças desnutridas, enquanto a cada minuto se gasta mais de um milhão com armamentos. Deus precisa de homens com o coração novo, com o coração livre, capaz de levar justiça ao mundo. O Evangelho de Cristo dá um sentido novo ao presente: o presente é início de uma vida nova a espera de uma realização. Por isso a pobreza evangélica é essencial segundo o Evangelho. Esta é a polêmica nos confrontos da idolatria dos bens caducos, mas é profecia e anúncio da verdadeira riqueza. Não absolutizar os bens materiais é certamente o modo mais eficiente do homem viver a sua liberdade e é o caminho mais viável para quem busca a verdadeira felicidade.

Doutrina da Igreja

A celebração da Fé no Catecismo da Igreja Católica (XII) A introdução ao significado da liturgia, iniciada no número 1136, artigo 1 da primeira seção da Segunda Parte do Catecismo, se conclui com a pergunta “onde celebrar?”, que tratará do espaço litúrgico e seus significados. Em primeiro lugar, é preciso recordar o princípio fundamental apresentado pelo próprio Senhor: Deus é adorado “em espírito e verdade” (Jo 4,24), não há um lugar exclusivo, pois a terra criada por Deus é santa e sobretudo, o verdadeiro templo de Deus é o Corpo de Cristo ressuscitado e pela incorporação a ele nós nos tornamos também o templo do Deus vivo. Este princípio fundamental do lugar, para além do físico, ilumina e dá sentido aos edifícios destinados ao culto divino. Estes são lugares onde se manifesta a Igreja viva, que se reúne para celebrar a Eucaristia e “onde a presença do Filho de Deus (Jesus, nosso Salvador, o qual se ofereceu por nós no altar do sacrifício) é honrada para auxílio e consolação dos cristãos” (CIC 1180-1181). Tudo nos lugares para o culto deve ser expressão de comunhão com Deus e de encontro com os irmãos e irmãs: o altar,

o tabernáculo (ou sacrário), a cátedra, o ambão, o batistério (ou a pia batismal), o confessionário. O altar é o centro da Igreja, pois nele se faz presente o Sacrifício da Cruz; o sacrário, lugar de respeito e de adoração ao Senhor; a cadeira daquele que preside, o Bispo ou o presbítero; o ambão, favorece o anúncio da Palavra e manifesta a dignidade da Palavra de Deus dirigida aos seus filhos e filhas; o batistério lembra o início da vida nova à qual fomos presenteados por Cristo no Espírito Santo pelo Batismo recebido; o confessionário, lugar de encontro com a reconciliação e a misericórdia divina. As igrejas (os edifícios) devem ser lugares de silêncio, de oração e meditação. Ainda, a igreja tem seu significado escatológico, devido a símbolo da entrada, do limiar, do mundo do pecado para a vida graça que se manifesta no culto divino. É a casa paterna, onde todos são convocados para o encontro com Deus e com os irmãos e irmãs e por isso deve ser acolhedora e amplamente aberta (CIC 1186). A primeira seção da Segunda parte se conclui com o artigo 2 que reflete

sobre a diversidade litúrgica e a unidade do mistério. A celebração da liturgia se exprime na cultura do povo, embora sem se submeter a ela, levando em consideração sempre que a mesma liturgia é geradora e formadora de culturas. Por isso, é necessário sempre ter em mente que na liturgia há uma parte imutável, esta por instituição divina, e partes suscetíveis de mudança. Por fim, a Igreja reconhece a pluralidade das tradições litúrgicas, tendo sempre presente critério de garantia da unidade: a fidelidade à Tradição apostólica, comunhão na fé e nos sacramentos recebidos dos apóstolos. Os diversos ritos ou tradições litúrgicas (rito latino, como o romano, o ambrosiano, os ritos bizantinos, alexandrino ou copta, siríaco, armênio, maronita e caldeu) são vistos pela Igreja como iguais em direito e em dignidade, pois legitimamente reconhecidos por ela (cf. CIC 1203). Pe. Paulo Henrique da Silva - @pepaulonatal Professor de Teologia da Faculdade Dom Heitor Sales


5 - A Ordem

Notícias

Pi mbu festeja Santa Clara

Foto: Pe. Joaquim Ataíde

A comunidade do Pitimbu, em Natal, está em festa desde o dia primeiro. É a festa da padroeira, Santa Clara. Diariamente, às 19h30, há ce-

Igreja Matriz de Santa Clara, no Pi mbu

lebração de novena, sempre contando com a participação de padres da Arquidiocese. Todas as noites, após a novena, há funcionamento de quermesse. No dia 10, no Colégio Ascendino de Almeida, será realizado um jantar de adesão. A senha pode ser adquirida, no valor de R$ 15,00, na secretaria paroquial. A programação será encerrada dia 11 de agosto. Às 9 horas, haverá missa, com a celebração comunitária de casamentos, e, às 16h, será celebrada missa solene, seguida de procissão. A programação tem à frente o pároco, Padre Joaquim Ataíde de Araújo.

CEBI realiza seminários de Estudos Bíblicos O Centro de Estudos Bíblicos – CEBI – realizará um seminário estadual, com o tema “Juventude e Bíblia", nos dias 24 e 25 de agosto, em Pirangi, Natal. O seminário contempla uma das prioridades do Plano Pastoral da Arquidiocese, e uma das urgências da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. Ontem, dia três, o CEBI realizou o

II Seminário Bíblico, na cidade de Pureza, com estudo do Evangelho de São Lucas. A paróquia de Nossa Senhora de Pureza, da cidade de mesmo nome, tem um dos centros de estudos do CEBI. No Rio Grande do Norte, o Centro de Estudos Bíblicos chegou em 1987, na cidade de Governador Dix-Sept Rosado. Hoje, também está presente em Pureza e tem sede em Parnamirim.

Foto: Gilberto Ferreira

Pirangi faz doação para reconstrução de capela

Missa, na qual a coleta foi doada à Paróquia de Santo Antônio de Pádua

A paróquia de Cristo Rei, de Pirangi, Natal, fez doação da coleta da missa das 7 horas, do dia 28 de julho, à paróquia de Santo Antônio de Pádua, do Parque dos Coqueiros, zona norte de Natal. “A coleta foi entregue a cinco fiéis, que representavam o pároco de Santo Antônio de Pádua, Pe. Inácio Henrique”, informa Gilberto Ferreira, da PASCOM de Pirangi. A doação se des na à reconstrução da capela de São Bartolomeu, que desabou no dia seis de julho úl mo.

Parque Industrial festeja Imaculado Coração de Maria Os fiéis da comunidade Parque Industrial, da paróquia do Beato André de Soveral, de Emaús, celebrará a festa do padroeiro, o Imaculado Coração de Maria, de 11 a 18 deste mês. No período fes vo, diariamente, haverá caminhada penitencial, às 5 horas, e missa, às 19h30. No dia 11, às 10 horas, também haverá celebração de primeira Eucarisa, e crisma de 76 jovens e adultos, dia

16, às 19h30. No dia 17, haverá casamentos comunitários e, no dia 18, celebração do ba smo. A programação social constará de quermesse, diariamente, e o funcionamento de bazar, além de concurso musical e fes val de prêmios, nos dias 16 e 17, respec vamente. A festa será encerrada no dia 18, às 16 horas, com procissão, seguida de missa, presidida pelo Arcebispo emérito, Dom Ma as Patrício de Macêdo.

04 de agosto de 2013

Fernando Pedroza festeja São Joaquim Os fiéis de Fernando Pedroza celebrarão a festa de São Joaquim, padroeiro da cidade, no período de 6 a 16 de agosto, com o tema: “São Joaquim, modelo admirável de fé e esperança”, com fundamentação na Encíclica publicada pelo Papa Francisco. A abertura, no dia 6, será às 16h30, com uma carreata, saindo da Matriz de São José, de Angicos, para a Igreja de São Joaquim, em Fernando Pedroza, onde haverá missa, às 19h30. Diariamente, no período fesvo, haverá missa, às 6 horas; O cio, às 12 horas; e Novena, às 19h30. As a vidades sócio culturais constarão de apresentações culturais e de ar stas da terra; desfile da terceira idade; almoço e jantar de São Joaquim e leilões. A festa será encerrada no dia 16, às 16 horas, com procissão, seguida de missa e o arriamento das bandeiras. As celebrações serão presididas pelo Pároco, Pe. Severino da Silva Neto.

Catequese de Lagoa Seca realiza re ro A Pastoral da Catequese da paróquia de São João Ba sta, de Lagoa Seca, Natal, realizará o primeiro re ro espiritual, dia 10 de agosto, das 8h30 às 17 horas, na comunidade católica Reviver pela Misericórdia. Todos os par cipantes deve conduzir Bíblia. Haverá inscrição e o pagamento de uma taxa de R$ 10,00.

Comissão oferece curso para coroinhas A Comissão para os Sacramentos e a Liturgia, da Arquidiocese de Natal, realizará curso para coordenadores de Coroinhas, dia 31 de agosto, das 8 às 17 horas, no Centro Pastoral Dom Heitor Sales, da paróquia de Nossa Senhora da Apresentação (an ga Catedral), Cidade Alta. Será cobrada uma taxa de R$ 25,00 por pessoa. São oferecidas duas vagas por cada paróquia. As inscrições devem ser feitas a par r de segunda-feira, dia 5 de agosto, das 8 às 11h30, na sala da Comissão, situada no subsolo da Catedral. Mais informações, no fone: 3615-2800.


6 - A Ordem

04 de agosto de 2013

Capa

Família reflete sobre missão dos pais na educação dos filhos Em nível arquidiocesano, a Semana da Família é aberta neste domingo, a par r das 8 horas, na Catedral Metropolitana, tendo missa presidida pelo Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, às 11 horas, seguida de confraternização. Nas paróquias, a Semana da Família será vivenciada no período de 11 a 18 de agosto. As reflexões serão feitas a par r das sugestões propostas pelo livro Hora da Família, com 8 mil exemplares distribuídos nas paróquias da Arquidiocese. Todas as paróquias da Arquidiocese de Natal promoverão a Semana Nacional da Família, no período de 11 a 18 de agosto, com a vidades locais conforme a realidade de cada uma. As principais a vidades serão fundamentadas no livro Hora da Família, com o tema “A transmissão e a educação da fé cristã, na família”. Para o coordenador do Setor Família, da Arquidiocese, Pe. Valdir Cândido de Morais, a Semana da Família “é um tempo de evangelização e de formação”. O livro Hora da Família é organizado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB. O tema central é abordado em sete encontros e seis celebrações. “Na verdade, o livro será usado durante todo o resto do ano, porque ele é rico e oferece oportunidade de encontro e reflexão sobre a família”, afirmam Ivanaldo Bernardo Gomes e Rosângela Ferreira da Silva Gomes, casal coordenador da Pastoral Familiar da Arquidiocese de Natal.

Abertura da Semana Em nível arquidiocesano, a abertura da Semana Nacional da Família acontece neste domingo, às 8 horas, na Catedral Metropolitana de Natal. O mo-

Pe. Valdir Cândido, coordenador do Setor Familia

mento reúne casais dos vários segmentos, como o Encontro de Casais com Cristo (ECC), Pastoral Familiar, Equipes de Nossa Senhora e o Segue-me. “Fazemos a acolhida de todos a par r das 8 horas, e depois, às 9 horas, temos uma palestra com o Pe. Rafael Fornasier, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família”, informa Rosângela Gomes, da Pastoral Familiar.

A programação prossegue com apresentações culturais e missa, às 11 horas, também na Catedral, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha. Depois da celebração, todos os presentes par ciparão de uma confraternização, no pá o da Catedral. No período de 11 a 18, as a vidades serão realizadas nas paróquias. “Cada paróquia usará da cria vidade e da realidade para organizar e realizar as a vidades da Semana da Família”, diz o casal coordenador da Pastoral Familiar. Nos anos anteriores, alguns zonais da Arquidiocese realizaram o encerramento em um único local, fazendo caminhadas das diversas paróquias. “Sabemos que a paróquia do Sagrado Coração de Jesus, de Morro Branco, realizará a “Caminhada da Família”, no dia 18, encerrando as a vidades”, comentou Ivanaldo Gomes.

Importância do tema O Casal coordenador da Pastoral Familiar, Ivanaldo e Rosângela, chama a atenção para a importância desse momento. “A Semana da Família é um momento forte de reflexão. Em todo o Brasil, as paróquias realizam encontros para discu r a Família e seus desafios nos dias

Prepare-se! Em 2013 tem o

Rua Cel. Cascudo, 333 - Cidade Alta - Natal -

Fone: 3211-7514 natal@paulus.com.br

www.paulus.com.br

8º Mu rão Brasileiro de Comunicação de 27/10 a 01/11 de 2013 em Natal Veja como será: www.mu com.com.br

OFERECE

Formação Continuada para Catequis > A nova iniciação Cristã < Curso modular em 7 encontros de 8h cad Informe-se e participe: 3212-2184 promonatal@paulinas.com.br Visite: www.paulinas.org.br R. João Pessoa, 220 Natal - (84)3212-2184


7 - A Ordem

Capa

Ivanaldo Gomes e Rosângela, casal coordenador da Pastoral da Família na Arquidiocese

de hoje”, destaca. Para o casal, este é um momento de parar e refle r as questões sobre a família. Dom João Carlos Petrini, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, da CNBB, chama a atenção para outro aspecto do tema. “O tema deste ano é um dos mais importantes para a família que quer ver os filhos crescerem em ‘sabedoria, estatura e graça’, como o evangelho fala de Jesus”, afirma Dom João Carlos Petrini, citando o evangelista Lucas. Os temas dos sete encontros são ins gantes. No primeiro, o pai e a mãe são chamados a assumirem o compromisso como “primeiros e autên cos transmissores da fé”. No segundo, são apresentados os “desafios cristãos na educação dos filhos na fé”. O terceiro apresenta os valores que permanecem como “memória da Educação dos filhos na fé”. O quarto encontro fala de “educar pela presença”, destacando os pais como “modelo de virtudes e valores humanos”. O quinto encontro conclama os pais a “Educar com fortaleza e docilidade de alma”. No sexto encontro, o livro

propõe a “Iniciação Cristã” como “educação para a felicidade”. E, por fim, vem a proposta para que os casais assumam um “Projeto de Vida pessoal e familiar”. As reflexões serão feitas a par r dos 8 mil exemplares do livro Hora da Família, espalhados nas mais de 90 paróquias da Arquidiocese de Natal.

04 de agosto de 2013 básica da sociedade, dos pontos de vista demográfico, é co, pedagógico, econômico e polí co. (...) De modo especial, a família cristã guarda em si o primordial projeto de educação das pessoas segundo a medida do amor divino”. A Arquidiocese de Natal, fiel ao ensinamento da Igreja, propõe, no plano pastoral com vigência até 2015, “uma pastoral familiar intensa, vigorosa e frutuosa”. A meta do plano é “implantar e dinamizar a Pastoral Familiar em todas as paróquias”. As ações visando cumprir a meta são “realizar visitas e formação sobre a Pastoral Familiar nas paróquias” e “realizar a Semana da Família como uma ação permanente”. “Estamos trabalhando neste sen do, indo às paróquias para dar formação e fazer a implantação da Pastoral Familiar”, afirma o casal Ivanaldo e Rosângela, coordenador da Pastoral Familiar.

Pastoral Familiar O Setor Família reúne quatro segmentos que trabalham com família: Encontro de Casais com Cristo – ECC; Equipes de Nossa Senhora; Segue-me, que atua junto aos jovens (principalmente filhos de casais do ECC); e a Pastoral Familiar. Na Semana Nacional da Família, todos estes segmentos se juntam para refle r sobre o papel da família na sociedade. Na apresentação do livro Hora da Família, Dom João Carlos Petrini, presidente do Conselho Pastoral Episcopal para a Vida e a Família, cita um trecho do documento do Ano da Fé, do Papa Bento XVI: “Ninguém pode ignorar ou subes mar o papel decisivo da família, célula

Cartaz da Semana Nacional da Família COLÉGIO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA 61 anos educando com ciência e amor

Dr. Sérvulo Pereira Paulino Dr. Fernando José Vieira de Sousa EXAMES Radiologia Geral, Ultra-sonografias: Mamária, Pélvica, Abdominal, com Doppler Colorido, Transvaginal, Mamografia e Densiometria Óssea.

Horário: de 2ª a 6ª - das 7 às 11 h e das 13 às 17 h Av. Alexandrino de Alencar, 915 - Natal-RN Fone: (084) 3213-1442

Educação Infantil, Fundamental I e II www.cnsfnatal.com.br cnsf.secretaria@hotmail.com financeiro@cnsfnatal.com.br Av. Rodrigues Alves, 646 – Tirol – Natal Fone (84) 3222-2961/ 8765-6214/ 9969-8910


8 - A Ordem

04 de agosto de 2013

Geral

Segue-me

Aniversário e despedida

Santa Clara

A Paróquia do Bem Aventurado José de Anchieta, em Lagoa Nova, Natal, abre inscrições para o Segue-me, a par r do dia 1º de setembro. A equipe dirigente vai montar um plantão durante as missas, na Igreja matriz, às 08h e às 17h, para a realização da inscrição. O encontro está previsto para acontecer no mês de outubro.

O Pe. Flávio Bezerra celebra em ação de graças pelos 9 anos de ordenação e se despede dos fiéis da paróquia de Santo Antônio de Pádua, no Parque dos Coqueiros, neste domingo, 4 de agosto, às 7 horas, na Matriz. Depois da celebração, haverá homenagens ao Padre. Ele assumirá a Área Pastoral de Nossa Senhora da Conceição, em Guamaré.

Fiéis da Avenida Santarém, no Vale Dourado, na zona norte de Natal, festejam Santa Clara, de 3 a 11 de agosto. Além das celebrações religiosas, também há barracas com comidas picas e atrações culturais. A comunidade do Vale Dourado pertence à Paróquia de Santo Antônio de Pádua, no Parque dos Coqueiros.

Artigo

Presbíteros para o nosso tempo Ainda sob o contagiante impulso da presença simples, humilde e marcante do Santo Padre, o Papa Francisco, no Rio de Janeiro, para a 28ª Jornada Mundial da Juventude, gostaria de partilhar algumas reflexões sobre a missão do presbítero no hoje da Igreja, inserida no tempo hodierno. Vivendo um contexto de mudança de época, onde seu nível mais profundo é o cultural (DAp, 44), e de uma época plena de desafios tanto sociais, como culturais, como a fragmentação dos valores e das instituições, o presbítero, sob o impulso do Vaticano II, – passando pelas quatro conferências latino-americanas, até chegar à Conf. de Aparecida –, é chamado em nosso tempo a assumir com ardor sempre renovado a missão de discípulo-missionário, desde a sua formação inicial (espiritual, humana, intelectual e pastoral), ainda no seminário, dando continuidade a estas etapas na formação permanente, como inerentes ao sacerdócio ministerial. É imprescindível afirmar a vocação essencialmente missionária da Igreja peregrina que, por desígnio do Pai, nasce na “missão” do Filho e do Espírito Santo (Presbiterorum Ordinis, 2). Todos os fiéis participam da missão da Igreja, e também a vida dos presbíteros foi consagrada para o serviço missionário (cf. Ad Gentes,39). Antes de partir em missão, o missionário,

ACESSE: www.muticom.com.br CURTA: 8muticom SIGA: @8muticom ADICIONE AO MSN: muticom8@hotmail.com

necessariamente, deve estar com o Mestre. Beber da sua presença e ensinamento. O discípulo é aquele que se debruça aos pés do Mestre, como Maria, irmã de Marta (cf. Lc 10,39): na celebração da Eucaristia e demais sacramentos pelos e com os fiéis; na oração individual; na recitação diária e frequente da Liturgia das Horas e no serviço humilde e atento aos irmãos. Somos chamados-enviados para apascentar não a nós mesmos, mas, sobretudo, as ovelhas mais frágeis e debilitadas do rebanho do Senhor. Não devemos ser auto-referenciais para nós mesmos (Papa Francisco). Esforcemo-nos para transformar os batizados e demais fiéis de nossas assembleias, não somente em participantes dos sacramentos, mas, principalmente, em novos discípulos-missionários e possíveis agentes de pastoral. Para alcançarmos tal feito precisamos de toda uma dinâmica de reforma e atualização das estruturas eclesiais, principalmente daquelas que trazemos em nós mesmos. “A ‘mudança de estruturas’ (de caducas a novas) não é fruto de um estudo de organização do organograma funcional eclesiástico, de que resultaria uma reorganização estática, mas é consequência da dinâmica da missão. O que derruba as estruturas caducas, o que leva a mudar os corações dos cristãos é justamente a missionariedade”. (Discurso do Papa Francisco aos dirigentes do Celam,

Assista "Programa Missão de Cristo" aos sábados ás 10h15 da manhã SimTV - Canal 17 www.bandamissaodecristo.com.br

28/07/13). Seguir a Cristo como presbíteros-missionários exige de nós a consciência de uma Igreja que se organiza para servir a todos os batizados e homens de boa vontade. A tentação do aburguesamento e do status, do “ser servido” e não do “servir” podem nos acompanhar desde a formação inicial no seminário; e tantas vezes, continuar batendo a nossa porta na vida ministerial. Não poderia deixar de mencionar a necessidade da comunhão presbiteral. Urge a necessidade de caminharmos em comunhão com o Bispo, pastor e primeiro animador da igreja particular, e com os muitos irmãos sacerdotes e diáconos do mesmo presbitério. A comunhão é um sinal visível e luminoso de que estamos na direção certa. Tendo a certeza de que o próximo mais próximo de um presbítero é um outro presbítero. E, somente este outro revela-me quem sou, plenamente. Vivendo o acolhimento e a aceitação do outro irmão presbítero, estaremos mais aptos para enfrentar as vitórias, alegrias, desafios e tristezas deste tempo no qual Deus nos convida a avançarmos para águas mais profundas, na simplicidade e pobreza a qual estamos sendo convocados.

CASA SAGRADA FAMÍLIA ARTIGOS RELIGIOSOS CATÓLICOS EM GERAL AV. FLORIANO PEIXOTO, 381 - LOJA B - TIROL CEP 59020-500 NATAL/RN TELEFAX 84-3211-8646 P o r tr á s d a Ca t e d r a l

Pe. José Nazareno Vieira da Nóbrega Reitor do Seminário de São Pedro e Vigário Episcopal para o Clero

Formando bons cristãos e honestos cidadãos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ LARGO DOM BOSCO, 335 - RIBEIRA NATAL/RN - CEP 59012-530 FONES: (84) 3211-4220 / 1490 FAX: 3611-1027


Os Diáconos são ordenados para o serviço O Diaconato Permanente é um dos três graus do Sacramento da Ordem. Tem fundamentação teológica nos Atos dos Apóstolos (cf. Atos, 6). Entre eles, alguns foram mar rizados, como Santo Estêvão e Felipe, por causa de sua atuação em favor dos pobres. Esse ministério permaneceu vivo até por volta do Século VII, quando deixou de exis r, na Igreja La na, sendo ordenados diáconos somente os seminaristas que se encaminhavam para o presbiterato. Foi reintroduzido na Igreja La na no século XX, quando foi restaurado pelo Concílio Ecumênico Va cano II, como um grau permanente do Sacramento da Ordem, podendo ser exercido por homens casados e solteiros. Mas, qual é a missão do Diácono Permanente e o que ele faz? Estas e outras perguntas são respondidas pelo Presidente da Comissão Arquidiocesana dos Diáconos Permanentes da Arquidiocese de Natal, Diácono Haroldo Lima. A Ordem: O que é o Diaconato Permanente? Diác. Haroldo: É um ministério que vive na graça da dupla sacramentalidade, considerando que o zelo e a fiel convivência no sacramento do matrimônio é o pré-requesito número 1 para o ingresso ao serviço do diaconato permanente. Embora, nos atos dos apóstolos, cap. 6, podemos constatar a fundamentação e as necessidades para que esse ministério fosse cons tuído, a chama do diaconato permanente é revelada primeiramente na diaconia permanente do próprio Cristo Servo, que é confirmado em sua a tude de diácono do Pai, no lava-pés que celebramos na quinta-feira santa, e ainda afirma: quem quiser ser o maior entre vós, seja o servo de todos. Portanto, diáconos para servir. Essa é a missão do nosso ministério, nas três dimensões: da Liturgia, da Palavra e, sobretudo, na Caridade aos irmãos e irmãs. A Ordem: Quais as funções, na Igreja, do Diácono Permanente? Diác. Haroldo: a função do diácono permanente é estar de pron dão para o serviço gratuito pela graça de Deus, pela qual foi chamado. A igreja clama a sua atuação nas mais diversas necessidades que são observadas e pastoreadas pelo o bispo de cada diocese. Reconheço que, no ministério diaconal, não podemos escolher ou nos apegar a alguma função que

04 de agosto de 2013

Entrevista

nos coloque em conforto. O ministério é de serviço; e nesse servir cabem as necessidades que a própria igreja, sob a condução do bispo, ache necessário aonde devemos estar. Entre tantas funções exercidas pelo diácono permanente estão: as celebrações da palavra, sobretudo em comunidades às quais o padre não consegue acompanhar semanalmente; ministrar os sacramentos do matrimônio e do ba smo; ser protagonista na formação de novas comunidades, pelo o serviço missionário que lhe foi confiado, pelo o anuncio da Palavra de Deus, da Liturgia e da Caridade aos nossos pobres. A Ordem: Em sua visão, qual a contribuição que o diaconato oferece às necessidades de evangelização, no mundo atual? Diác. Haroldo: A vocação ao diaconato permanente é uma das que mais crescem no mundo. O diácono permanente tem um papel fundamental para a evangelização no mundo atual, em meio a tantos desafios ao anuncio do evangelho de Jesus Cristo. Considero que o diácono é também um profissional a serviço do bem comum e da construção de uma sociedade justa, e assim muito pode contribuir também como profissional. Na dimensão espiritual de sua diaconia, da forma que é vivida a dupla sacramentalidade do matrimônio e da ordem, o diácono precisa também caminhar junto com o serviço de sua profissão, na

Foto: Cacilda Medeiros

9 - A Ordem

simplicidade, pela hones dade, pela é ca e pela humanização no servir e no cuidar do seu testemunho. A evangelização da sua própria família, que é a igreja domésca, deve ser a sua primeira necessidade de evangelização. Par ndo daí, o diácono se encontra preparado para evangelizar no mundo. A Ordem: Que caminho o homem precisa seguir até chegar ao Diaconato Permanente? Diác. Haroldo: o caminho a seguir é a vocação, ou seja, a convicção do chamado, do discernimento e a alegria do servir, sem impor condições ou regras, a exemplo do Cristo Servo. O diácono deve ser um homem de disponibilidade plena. Com isso, quero dizer que o nosso olhar deve está atento ao olhar de Cristo que vê e tem compaixão, resgatando a dignidade do ser humano. Essa é a missão do diácono: está sempre sensível às mais diversas situações da sociedade atual e nelas ingressar. Esse é o caminho a seguir. Caso contrário, chegar ao diaconato sem esses elementos da maturidade da fé Cristã, o ministério poderá se tornar uma frustração.


10 - A Ordem

04 de agosto de 2013

Virou notícia

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, recebeu na tarde da última terça-feira (30), no gabinete episcopal a imprensa natalense, para uma coletiva. O tema foi a Jornada Mundial da Juventude, da qual ele foi um dos catequistas, e também, a vinda do papa Francisco ao Brasil e a importância deste momento para a Igreja Católica. Também participou da coletiva, o padre Inácio Lopes, coordenador do setor juventude, da Arquidiocese de Natal. Segundo Dom Jaime, uma das características mais marcantes do sumo pontífice, foi a simplicidade. “Francisco chama atenção a essa simplicidade, de não nos submetermos a uma mentalidade de príncipes da Igreja, mas de servidores, de pessoas desinstaladas, de pobres, e que estejam, sobretudo, próximas do povo”, frisa. O arcebispo também destacou o convite feito pelo santo padre ao povo. “A grande chamada e mensagem do papa é essa: sair de si, ir ao encontro e levar nosso Senhor às pessoas. Também destaco as atitudes de Francisco, que mostravam liberdade, em relação à realidade do mundo atual. É uma pessoa realmente cativante. Para nós, foi, com certeza, um momento profundo de renovação e

Foto: Cacilda Medeiros

Arcebispo recebe imprensa e fala sobre vinda do papa Francisco

Dom Jaime recebeu a imprensa, no gabinete episcopal, na tarde do dia 30

entusiasmo”, pontua. Em relação à Jornada Mundial da Juventude, Dom Jaime ressaltou a importância do evento para a renovação da fé das pessoas. “Durante esses dias, era possível perceber a paz que este evento trouxe para a cidade, bem como, os sentimentos de fraternidade e harmonia. O amor de Deus, a alegria, o acolhimento, contagiou a todos, independentemente de crenças religiosas”, destaca.

Para o padre Inácio Lopes, a Jornada Mundial da Juventude superou as expectativas. “Já havia participado da edição de Madri, em 2011, mas, o Brasil tem esse aspecto do povo caloroso e de muita fé. As pessoas que estavam ali, buscavam um único objetivo, o encontro com Deus e com o próximo. Acredito que o grande legado que a Jornada deixa, é o da evangelização da juventude”, avalia.

“Assino A Ordem para ficar informado do que acontece na minha Paróquia e na Arquidiocese. Acho muito importante o texto que o Jornal traz, semanalmente, sobre o Catecismo da nossa Igreja” Aldemaro Gualhardo, membro do Ministério Servos da Palavra, Paróquia de Santa Clara - Pimbu - Natal Ajude o Seminário de São Pedro através de doações na conta de energia.

Fone: (84) 3615-2819 Fax: (84)3615-2821 sspedro@seminario saopedro.org.br

“No Jornal A Ordem acompanho a palavra do Nosso Arcebispo, tomo conhecimento da doutrina da Igreja, e me instruo com comentário Litúrgico; além de tomar conhecimento do que acontece na Arquidiocese e suas Paróquias”.

Foto: Márcia Nunes

Foto: Cleane Araújo

Espaço do assinante

Expedito Marcolino, agente da Pastoral do Dízimo, na Paróquia de São João Basta, Lagoa Seca - Natal

Ouça "RITMO PASTORAL”, aos sábados, às 7h Rádio Rural de Natal AM1090 http://blog.cancaonova.com/natal/

Precisa de espaço para encontro, seminário, retiro à beira mar, na praia de Ponta Negra? Centro de Treinamento de Ponta Negra João Paulo II Agende: (84)3641-3366 / 3339 9813-9358 / 8817-8320


11 - A Ordem

04 de agosto de 2013

Geral

Fique por dentro

Correio do clero

Parabéns

Pe. Valdir Cândido de Morais Ecônomo da Arquidiocese de Natal

Coleta do Óbolo de São Pedro (IV) Paróquias do interior: N. Sra. de Lourdes - Campo Redondo - R$ 150,00; N. Sra. do Livramento - Taipu - R$ 186,55. Paróquias da capital: São Pedro Apóstolo - Alecrim - R$ 539,45; Sagrado Coração de Jesus - Morro Branco - R$ 1.002,25; N. Sra. Auxiliadora Felipe Camarão - R$ 300,00. ERRAMOS Na edição de 14 de julho, erramos ao publicar o resultado da coleta realizada na Paróquia de Nossa Senhora da Candelária. Confundimos o valor com aoda Paróquia da Catedral. Os valores corretos são: . Paróquia da Catedral - R$ 2.655,35 . Paróquia de Nossa Senhora da Candelária - R$ 2.228,00

Aniversário natalício: . 04/08 - Diác. Domingos Mar ns - Paróquia de Santa Maria Mãe - Conj. Santa Catarina . 05/08 - Pe. Joaquim Ataíde - Pároco da Paróquia de Santa Clara - Pi mbu . 06/08 - Diác. Salinésio Oliveira - Paróquia de Santo Afonso - Mirassol - Natal . 07/08 - Pe. Joseilson de Oliveira - Vigário Paroquial de Parnamirim . 07/08 - Diác. Emanoel Bezerra - Paróquia de Ceará-Mirim . 09/08 - Pe. Pierre Herck - Pároco emérito de São Tomé Aniversário de ordenação: . 04/08 - Pe. Ajosenildo Nunes - Pároco da Paróquia de Nossa Senhora de Ó - Nísia Floresta . 04/08 - Pe. Carlos Sávio Ribeiro - Assessor da Comissão Episcopal da Juventude, da CNBB . 04/08 - Pe. Dalmário Barbalho - Assistente Eclesiás co das Comunidades de Vida e Aliança . 04/08 - Pe. Edvan Lucena - Em preparação para estudos em Roma . 04/08 - Pe. Flávio Bezerra - Responsável pela Área Pastoral de Guamaré

Coleta pela sustentação do clero Realiza-se neste fim de semana, nas celebrações de sábado e domingo, a coleta em favor do Fundo de Sustentação do Clero da Arquidiocese de Natal. O citado Fundo tem como obje vo subsidiar as necessidades do clero, sobretudo na terceira idade ou em ações específicas. Pedimos a colaboração de todos e as devidas mo vações aos fiéis, para a realização da coleta. * E-mail: economato@arquidiocesedenatal.org.br

Bianca Noivas e Noivos Decorações e eventos (84)3661-5876 8853-5788 9954-6693 biancanoivas@gmail. com Av. Tomás Landim, 2603. Igapó - Natal-RN biancanoivas.blogspote.

Viva bem

O potássio Potássio é um dos principais minerais para o bom funcionamento do corpo. Além disso, ele ajuda a equilibrar a quantidade de água presente nas células, melhora a pressão alta, diminui a arritmia cardíaca. Ao lado do cloreto de sódio, a dupla está envolvida nas contrações musculares. Onde se encontra o potássio: banana, abacate, água-de-coco, brócolis, cenoura, leite e derivados. Dra. Márcia Roque Braz de Araújo Nutricionista, Natal/RN

. 04/08 - Pe. Flávio Medeiros - A serviço da Basílica Papal de São Pedro, no Va cano . 04/08 - Pe. Newton Coelho - Capelão do Colégio N. Sra. de Fá ma - Natal . 04/08 - Pe. Vicente Fernandes Neto - Pároco de Santa Cruz . 10/08 - Diác. Arioston Abrantes - Paróquia de Santo Antônio de Pádua - Pq.dos Coqueiros . 10/08 - Diác. Carlos José - Paróquia de Nossa Senhora de Fá ma - Parnamirim . 10/08 - Diác. Ivonilson Oliveira - Paróquia de São João Bosco - Gramoré - Natal . 10/08 - Diác. José Alberto Dias - Paróquia de Santa Luzia - Boa Esperança - Natal . 10/08 - Diác. José Antônio Araújo - Paróquia Jesus Bom Pastor - Bom Pastor - Natal . 10/08 - Diác. José Francisco da Silva - Paróquia de São João Bosco - Gramoré - Natal . 10/08 - Diác. Manoel Granjeiro - Paróquia de S. Francisco de Assis - Cidade Satélite . 10/08 - Diác. Manoel Teixeira - Paróquia de Santana - Soledade 2 - Natal . 10/08 - Diác. Severino Pedro - Paróquia de São João Bosco - Gramoré - Natal

Passa tempo 11 de agosto é o Dia é do Estudante. Vamos, então, completar o diagrama, abaixo, com os nomes de objetos u lizados por estudantes.

Fonte: h p://smartkids.com.br

ABASTECENDO NO POSTO, VOCÊ ESTÁ CONTRIBUINDO COM O “SEMINÁRIO DE SÃO PEDRO” - QUALIDADE MUNDIAL SHELL Rua Apodi, 520 - Tirol Vizinho ao Seminário de São Pedro


12 - A Ordem

04 de agosto de 2013

Notícias

Touros e Pureza terão novos párocos

Dom Leonardo, secretário geral da CNBB, será um dos assessores do evento

dia 20 de agosto, a inscrição custa R$ 130,00.

Padre Edvaldo Alexandre de Brito foi nomeado, pelo Arcebispo, Dom Jaime Veira Rocha, para a função de pároco da Paróquia do Bom Jesus dos Navegantes, de Touros. Atual administrador da Paróquia de Nossa Senhora da Pureza, Padre Edvaldo sucederá, em Touros, o Padre Josenildo Bezerra. A posse, em Touros, acontecerá dia 17 de agosto. Para Pureza, o Arcebispo nomeou o Padre Cidnei Firmino da Silva, até então vigário paroquial de Macaíba. Dom Jaime também anunciou o nome do Padre Antônio Luciano de Freitas para a função de vigário paroquial do Beato André de Soveral, de Emaús. Padre Luciano foi transferido da Arquidiocese de João Pessoa (PB). Foto: José Bezerra

A Arquidiocese de João Pessoa (PB), juntamente com o Regional Nordeste 2, da CNBB, promoverá o 3º Congresso de Gestão Eclesial, na capital paraibana, no campus da Universidade Federal, de 10 a 13 de setembro. O evento terá como tema: “Desafios e perspec vas numa mudança de época”. Durante o evento, serão abordados assuntos relacionados à espiritualidade, pastoral, gestão de pessoas e eclesial, captação de recursos, contabilidade, entre outros. Entre os palestrantes estarão Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB; Aris des Madureira, diretor da Editora A Par lha; Fábio Castro, diretor da Revista Paróquias; Frei Antônio Moser, presidente da Editora Vozes; e Padre João Carlos Almeida (Padre Joãozinho), doutor em Teologia e escritor. As inscrições estão abertas e podem ser feitas através do site www. arquidiocesepb.org.br/congec. Até o

Foto: Cacilda Medeiros

Congresso tratará de gestão eclesial

8º Zonal fará Encontrão do Povo de Deus rís ca fazem parte da programação. O 8º Zonal é formado pelas paróquias de Santo Antônio, Nova Cruz, Monte Alegre, Lagoa de Pedras, Vera Cruz, Passa e Fica, Brejinho e Serra de São Bento.

Foto: cedida

Fiéis das paróquias que compõem o 8º Zonal par cipam do Encontrão do Povo de Deus, neste domingo, 4, a parr das 8 horas, no Ginásio Poliespor vo Geraldão, em Serra de São Bento. Palestras, animação, louvor e celebração euca-

Pe. Edvaldo, novo pároco de Touros

Coordenação da Pascom vai a Neópolis Encontrão do Povo de Deus, realizado em Passagem, em 2012

Morre ex-pároco de Paróquia de São Lucas Faleceu, em decorrência de um infarto, na úl ma quarta-feira, 31, em Recife (PE), o Frei Ataíde Pereira da Silva, 56 anos. Natural de Parelhas (RN), Frei Ataíde deixou o Seridó, na década de 70, para seguir a vida religiosa, na Ordem

dos Carmelitas. Na Arquidiocese de Natal, Frei Ataíde atuou como pároco da Paróquia de São Lucas, no Conjunto Amarante, em São Gonçalo do Amarante, no período de 1999 a 2001.

A equipe da Pastoral da Comunicação, da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida, de Neópolis, Natal, recebe a visita da coordenação arquidiocesana, neste domingo, 4. O encontro acontece das 9 às 12 horas, no Centro Pastoral, ao lado da Igreja Matriz. Na ocasião, a coordenação conhecerá o trabalho desenvolvido pela equipe local e divulgará o 8º Mu rão Brasileiro de Comunicação.

A ordem 04 08 2013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you