Page 1

A Ordem

Comemorações do dia da mulher se vinculam às lutas

A luta das mulheres por direitos iguais começou em 1857, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, quando 130 delas foram cruelmente assassinadas durante uma manifestação. Elas já conquistaram muitos direitos e espaços, mas a luta ainda conƟnua nos dias atauais. Por esta razão, o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, além de ser uma comemoração, também é um grito por direitos ainda não conquistados. PÁGINAS 6 E 7.

Exemplar avulso: R$ 1,00

Petrópolis festeja padroeira

A festa de Nossa Senhora de Lourdes, padroeira de Petrópolis, em Natal, acontece no período de primeiro a 10 de março, com o tema: "fé e caridade, caminho de salvação". PÁGINA 5

João Câmara fará peregrinação ao Santuário de Touros - PÁGINA 3 Secretário da CNBB fala sobre CF e renúncia do Papa Foto: José Bezerra

www.wikipedia.org

Natal-RN, 03 de março de 2013

Foto: Hernando Paredes

Arquidiocese de Natal - Ano XLI - N0 09

O secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner, esteve em Natal, no úlƟmo mês de fevereiro, e concedeu entrevista ao Jornal A Ordem. Dois assuntos esƟveram na pauta: Campanha da Fraternidade e renúncia do Papa Bento XVI. PÁGINA 9

Calendário lembra cartazes da CF Mulheres da Women's InternaƟonal league for Peace and Freedam, em Washington, DC, em 1922

Pascom prepara correspondentes para o Ritmo Pastoral A coordenação arquidiocesana da Pastoral da Comunicação reunirá os correspondentes do Programa radiofônico Ritmo Pastoral, dia 9 próximo, das 8 às 12 horas, no Centro Pastoral Pio X - subsolo da Catedral Metropolitana. Será para correspondentes veteranos e novos. PÁGINA 12 Foto: Cacilda Medeiros

A Ordem 03 03 2013.indd 1

A coordenação de Campanhas confeccionou um calendário, destacando, a cada mês, um dos cartazes da CF. PÁGINA 12

Nova Cruz define ações para 2013 - PÁGINA 3 Arquidiocese celebra 13 anos da beatificação dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu - PÁGINA 12 -

28/02/2013 12:06:23


2 - A Ordem Editorial

Frágil e forte Na História da Salvação, o homem e a mulher são imagem e semelhança de Deus, o Criador. O ato veio acompanhado da bênção-missão: “fruƟficai e mulƟplicai-vos, enchei a terra...”(cf. Gn 1, 27-28). Apesar dessa origem e semelhança em Deus, ao longo da história humana o mais forte, o macho, sobrepujou a criatura mais frágil, a fêmea. Jesus veio e rompeu com essa “escravidão” imposta pelo homem sobre a mulher, ao dialogar com a samaritana. Mesmo assim, ainda nos tempos atuais, é dura a lida da mulher, “que trabalha duas vezes mais”, como canta o Pe. Zezinho, em uma de suas músicas. Essa capacidade só demonstra que o outrora chamado “sexo frágil” é mais forte do que se supõe. A despeito de toda resistência do machismo, a mulher assumiu posições e profissões antes dominadas pelo homem. Ela conƟnua, mais do que nunca, superando obstáculos. Quanto maiores as barreiras, maiores se fazem as vitórias que conseguem. Quando vão parar? Sabe-se não! Talvez, quando conquistarem todos os direitos aos quais elas teem direito.

03 de março de 2013 Palavra do Arcebispo

A Ordem

EXPEDIENTE Dom Jaime Vieira Rocha

A Igreja Católica, esposa de Cristo e nossa mãe Queridos irmãos e irmãs, Desde o dia 10 de fevereiro com o anúncio da renúncia do Papa Bento XVI uma onda de informações sobre o estado de crise dentro da Igreja tem sido uma constante nos meios de comunicação. Não tenho a pretensão de apresentar uma apologética contra os meios de comunicação. A própria Igreja os vê com bons olhos e os usa para a difusão do Evangelho e de sua mensagem, conforme o Concílio Vaticano II que, entre seus documentos publicou um decreto sobre os meios de comunicação social, Inter mirifica. O Papa renunciou ao exercício do ministério petrino, mas a Igreja continua no mundo anunciando a mensagem de Jesus Cristo. Na escolha do novo Papa a Igreja reconhecerá a ação do Espírito Santo que guia a Igreja. Este é o nosso ato de fé. A Igreja é depositária de um ensinamento que proclama que ela é una, santa, católica e apostólica. Como cristão que sou, batizado na fé da Igreja, exorto a todos que amem a Igreja e a reconheçam como aquela que nos gerou para a fé em Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador. A Igreja nasce da ação de Deus Pai de criar o homem e a mulher, por meio de seu Verbo, seu Filho, e do seu Espírito. Criados à imagem e semelhança de Deus, isto é, para serem conformes à imagem do Filho, destinados a filiação divina, os homens e as mulheres são chamados para participarem da comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Para que isto acontecesse Deus fez aliança com os antepassados, Noé, Abraão, Moisés; enviou os profetas para proclamarem a fidelidade de Deus diante dos pecados do seu povo, a renovação da aliança como promessa de realidade definitiva e logo, com a Encarnação de seu Filho, Jesus Cristo, inaugurar o tempo da Igreja, tempo de imitação e seguimento de Cristo, por meio do Espírito Santo, que nos foi dado para que pudéssemos ter fé. Isto é o que significa a Igreja: comunidade de homens e mulheres que, marcados pelo selo do Espírito no Batismo, reconhecem que Jesus Cristo é o Senhor crucificado e ressuscitado. Ele é a nossa esperança. É Ele que nos perdoa, justifica, santifica e conduz à vida eterna. Todas as vezes que nós, pastores e leigos, esquecemos desta verdade, tornamos a Igreja uma instituição unicamente humana. Mas, ela, a Igreja, é uma realidade humana, porém, habitada pelo Espírito para viver para Deus em Jesus Cristo. Existe o pecado entre nós? Sim, todos nós, pastores e leigos, somos pecadores, pois confessamos na Celebração Eucarística: Kyrie, eleison, “Senhor tende piedade de nós”. Procuremos, portanto, viver em comunhão com Jesus Cristo no Espírito Santo. Só assim, pastores e leigos, seremos no mundo testemunhas do grande e infinito amor de Deus por todos os homens e todas as mulheres, amor que perdoa e salva, amor no qual a Igreja vive e se realiza.

Jornal Semanal da Arquidiocese de Natal Endereço: Pastoral da Comunicação Av. Floriano Peixoto,674 Tirol 59020-500 - Natal-RN pascom@arquidiocesedenatal. org.br

www.arquidiocesedenatal. org.br Twitter: @arqnatal Fone: (84) 3615-2800 Fax: (84) 3615-2800 Conselho Editorial: Pe. José Nazareno, Pe. Vicente Laurindo, Pe. Matias Soares, Pe. Edilson Nobre, Pe. Francisco das Chagas de Souza, Diác. José Bezerra, Vital Bezerra, Milton Dantas, Cacilda Medeiros, Antônio Roberto e Luiza Gualberto. Edição, redação e diagramação: José Bezerra (DRT-RN 1210) / Cacilda Medeiros (DRT-RN 1248) / Luiza Gualberto (DRT-RN 0901752) Revisão: Milton Dantas (LP 3.501/RN) Colaboradores: Rede de Comunicadores da Arquidiocese de Natal Impressão: RN Econômico - Fone: (84) 3201-2630 Tiragem: 1.600 exemplares Assinaturas: Com as coordenações paroquiais da Pastoral da Comunicação ou na redação do Jornal, no Centro Pastoral Pio X - Av. Floriano Peixoto, 674 - Tirol - Natal/RN

Quer um fim de semana à beira mar e a preços promocionais? Está procurando espaço para realizar um evento? O Centro de Treinamento de Ponta Negra João Paulo II, em Natal, oferece preços promocionais. Agende! (84) 3641-3366 / 3641-3339 / 9813-9358 (TIM) /(84) 8817-8320 (OI) Ligue: 3615-2800 com Luzia Freitas ou Kécia Pereira

A Ordem 03 03 2013.indd 2

28/02/2013 12:06:25


3 - A Ordem

03 de março de 2013

Notícias

João Câmara visitará Touros

Foto: José Bezerra

A Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, fará uma peregrinação quaresmal ao Santu-

Santuário do Bom Jesus, em Touros

OFS celebrará 75 anos Os 75 anos da Ordem Franciscana Secular - OFS serão comemorados dia 6 próximo. Na ocasião, haverá celebração eucarística, às 18h30, na Igreja do Convento Santo Antônio, na Cidade Alta, Natal. Em seguida, terá um momento de confraternização. A OFS chegou à Arquidiocese de Natal com as missões pregadas pelo Frei Damião de Bozzano e pelo Frei Cipriano de Ponteccio. Na época, fundaram a Ordem Terceira de São Francisco, na Igreja de Santa Teresinha, no Tirol. Atualmente, há nove grupos, sendo quatro na capital - Centro, Cidade Satélite, Pitimbu e Soledade 2 -, um em Santo Antônio, dois em Ceará-Mirim, um em Canguaretama e um em Pedro Velho. Os interessados em conhecer mais sobre o trabalho da Ordem Franciscana Secular, podem acessar: ofsnatal.blogspot.com

Agenda do Arcebispo . 05/03 - Reunião do Conselho Pastoral Arquidiocesano, às 9h - Atendimento na Cúria, às 16h . 07/03 - Reunião com os coordenadores de zonais, às 9h . 08/03 - Sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, na Assembleia LegislaƟva, às 9h . 09/03 - Abertura da Escola Arquidiocesana de Catequese, na Paróquia de São SebasƟão, no Alecrim, Natal, às 8h30

A Ordem 03 03 2013.indd 3

ário do Bom Jesus dos Navegantes, em Touros, dia 9 próximo. Na ocasião, haverá momentos de oração, reza do terço, adoração ao Sanơssimo Sacramento e celebração eucarísƟca. "Esta será a segunda peregrinação que a Paróquia de João Câmara faz ao Santuário do Bom Jesus dos Navegantes, em Touros. É uma maneira de divulgar os Santuários da Arquidiocese", comenta o administrador paroquial, Padre Edvan Lucena. Os interessados em parƟcipar devem fazer inscrição na secretaria paroquial.

Pastoral da Criança fará retiro Coordenadores e agentes da Pastoral da Criança, da Paróquia de Nossa Senhora Mãe dos Homens, de João Câmara, farão retiro espiritual, dia 10 próximo, na Granja Betânia. O retiro terá dois pregadores: o pároco emérito de João Câmara, Monsenhor Luiz Lucena Dias, e a Irmã Helena Haubber, da Congregação do Imaculado Coração de Maria. O retiro será encerrado às 16h, com celebração eucarística.

Agentes participam de retiro e formação Catequistas da Paróquia do Beato André de Soveral, de Emaús, Parnamirim, participam de um momento de formação, neste domingo, 3, das 8h30 às 12 horas, no Salão Paroquial Dom Matias Patrício de Macêdo. Já, os agentes da Pastoral da Liturgia participam de um retiro espiritual, das 13 às 17 horas, no Salão Pastoral Irmã Maria Luzia, no Parque das Orquídeas.

São João vive Tempo Quaresmal Caminhadas penitenciais, Via Sacra e missas, todas as sextas-feiras, às 5 horas da manhã, compõem a programação do Tempo da Quaresma, na Paróquia de São João Batista, em Lagoa Seca, Natal. As atividades tiveram início de 15 de fevereiro, quando fiéis percorreram ruas do bairro de Lagoa Seca. No próximo dia 8, a celebração acontecerá na Comunidade de Nossa Senhora do Líbano; dia 15, na Comunidade Santo Antônio, e, no dia 22, na Igreja Matriz de São João Batista.

CENTRO DE TREINAMENTO DE PONTA NEGRA JOÃO PAULO II ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DOS ASSOCIADOS Ficam convocados, por este edital - de acordo com os arts. 23, IV, V; 25 e seu parágrafo único; 28, II e III - os associados do Centro de Treinamento de Ponta Negra João Paulo II para se fazerem presentes na Assembleia Geral Ordinária, para deliberarem sobre a seguinte pauta: a) Apresentação e aprovação dos relatórios de aƟvidades 2012; b) Analisar e aprovar a proposta de previsão orçamentária e de programação das aƟvidades 2013; c) Analisar, discuƟr e homologar as contas e o balanço do ano 2012 aprovado pelo Conselho Fiscal; d) Outros assuntos perƟnentes ao Centro de Treinamento. A citada Assembleia será realizada no dia 12 de março do corrente ano de 2013, às 14h30 (quatorze horas e trinta minutos), em primeira convocação, e, às 15h (quinze horas), em segunda e úlƟma chamada, em sua sede social, na sala de reuniões, situada na Rua João Rodrigues de Oliveira, 149 – Ponta Negra – Natal/ RN – CEP: 59.090-210. Natal-RN, 22 de fevereiro de 2013. Pe. AERTON SALES DA CUNHA Presidente do Centro de Treinamento

28/02/2013 12:06:25


4 - A Ordem

A Igreja

88

03 de março de 2013

Comentario Litúrgico Pe. Edilson Soares Nobre, Vigário Geral e Assistente EclesiásƟco da Pascom (3º Dom. da Quaresma) Ex 3, 1-8a.13-15 / Sl 102 / 1Cor 10, 1-6.10-12 / Lc 13, 1-9

Deus se preocupa com a nossa salvação A dor é um dado, de fato, com que o ser humano é obrigado a conviver. A inteligência humana sempre se interrogou sobre o porquê da dor, mas não encontrou explicações completamente iluminadas. Alguns se sentiram bloqueados diante da dor e por isso chegaram à conclusão de que Deus não existe. O que diz a Bíblia a este respeito? Em vários livros da Bíblia emerge o problema da dor, mas o livro mais famoso é o de Jó. Antes de tudo, Deus nos chama a atenção pela pretensão de querermos entender tudo. Belíssimas são as perguntas que Deus dirige a Jó e a cada um de nós: “Tu queres entender tudo, mas não é possível. Como podes entender tudo aquilo que faz o Senhor? Reconhece o teu limite. Tu existias quando Deus criou o universo? Tu existias quando Deus criou a vida? E hoje és tu que reges o céu e a terra, o sol e as estrelas?” (cf Jó 38,4ss). São interrogações que convidam à humildade intelectual. Em segundo lugar, a Bíblia des-

taca que o mundo não é mais como Deus o criou. Desde as primeiras páginas, a Bíblia diz com força que no mundo entrou o pecado pela livre escolha do homem e o pecado modificou o mundo criado por Deus. Portanto não devemos atribuir a Deus coisas que, na verdade, vêm do homem. A este ponto nos vem a curiosa pergunta: Mas Deus o que faz diante de um mundo assim maltratado? Eis a primeira leitura de hoje. Aqui se entra pela fé. Deus faz Moisés conhecer o seu nome e lhe diz: “O meu nome é este: eu estou do vosso lado, eu estou próximo para salvar”. Para melhor entender: Deus pode ser chamado por infinitos modos. “Dizer o nome” é uma imagem para dizer que Deus se faz conhecer a Moisés. Quando Moisés lhe pergunta o seu nome, Deus responde: “Eu sou”. Que significa? É o verbo ser. Significa ser presente, ser ativo, estar próximo para ouvir. Depois Deus usará outras imagens como aquela do esposo, do amigo, do pai. A verdade, porém é idêntica: Deus é infinitamente bom e procura o encontro com o

homem dentro das situações de dor que nós criamos. Porém, a nossa inteligência ainda não se satisfaz. É verdade que Deus, na sua sabedoria, usa a dor como meio de redenção. Porém, por que sofre também o inocente? É justo isto? O Evangelho trata desta questão. Algumas pessoas colocam para Jesus dois episódios: um fato de violência contra os cidadãos e uma desgraça que provocou muitas mortes. Por que acontecem estas coisas? Responde Jesus: “Não penseis que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros” (Lc 13,2). Uma desgraça, de fato, não é sinal de castigo divino, mas é manifestação de uma situação de provisoriedade e de precariedade nas quais todos, indistintamente, vivemos. Quem morre jovem ou violentamente não é um punido por Deus. Muitos santos morreram jovens ou martirizados! Portanto, eis a grande conclusão: Deus, nesta situação de precariedade, se preocupa com a salvação, mais do que qualquer outra coisa.

Doutrina da Igreja

O Povo de Deus no Catecismo da Igreja Católica (II) O Colégio Episcopal, tendo como chefe o Pontífice Romano, o Papa, Bispo de Roma, tem a grande missão de conduzir a Igreja na unidade da fé e na colegialidade. Esta unidade da fé e essa colegialidade tem na ação e na comunhão das Igrejas Particulares (Dioceses, Prelazias) com seus Bispos e também nas Conferências Episcopais, uma grande contribuição para que, de forma múltipla e fecunda, se realize concretamente o espírito colegial (cf. CIC 887). Estar a serviço da fé e da unidade da Igreja é a grande missão do Colégio Episcopal. Este serviço episcopal é feito através do tríplice múnus ou ministério: o múnus de ensinar, o múnus de santificar e o múnus de reger. De fato, ajudados pelos presbíteros, seus cooperadores, e pelos diáconos, os Bispos têm o ofício de ensinar autenticamente a fé, de celebrar o culto divino, sobretudo a Eucaristia, e de dirigir suas Igrejas como verdadeiros pastores. O múnus de ensinar é a primeira tarefa dos bispos e seus cooperadores: “os Bispos,

A Ordem 03 03 2013.indd 4

juntos com os presbíteros, seus cooperadores, têm como primeira tarefa anunciar o Evangelho de Deus a todos os homens” (CIC 888). Para que esta tarefa de anunciar o Evangelho aconteça, na sua pureza e verdade, Cristo conferiu à sua Igreja uma participação em sua própria infalibilidade, pois esta missão, a do Magistério da Igreja (o ensinamento da fé), está ligada ao caráter definitivo da Aliança instaurada por Deus em Cristo. Não é uma arbitrariedade usada pelo Papa e pelos Bispos, mas um serviço ao Povo de Deus para que permaneça na verdade que liberta. Para isso, o Papa e os Bispos, sucessores dos Apóstolos, gozam da assistência divina, para que proponham um ensinamento que leve a todos a uma compreensão melhor da Revelação em matéria de fé e de costumes. O Magistério da Igreja não está acima da Palavra de Deus, mas a serviço dela para o crescimento da Igreja. O múnus de santificar significa o serviço a toda a Igreja com a celebração do que é o centro da vida e

da missão da Igreja: a Eucaristia, que unida à oração, ao trabalho missionário e pelo exemplo de servidores, conduz, pastores e rebanho, à vida eterna. A santificação dos membros do Povo de Deus é um grande serviço prestado pelos bispos e seus colaboradores. Mas, o Colégio Episcopal tem também o múnus de reger, de governar. Eles o fazem como delegados de Cristo, com um poder próprio, ordinário e imediato, mas sempre exercido em comunhão com toda a Igreja, sob a condução do Papa. Para exercerem este múnus os Bispos são chamados a terem como modelo e forma o exemplo do Bom Pastor que se compadeceu dos ignorantes e extraviados, amou os seus até o fim, exortou os seus discípulos para que alegremente colaborassem com ele. Desta forma os fiéis serão atraídos para a unidade com seu Bispo, assim como a Igreja com Jesus e Jesus com o Pai. Pe. Paulo Henrique da Silva - @pepaulonatal Professor de Teologia da FAHS

28/02/2013 12:06:26


5 - A Ordem

03 de março de 2013

Notícias

Igreja de Nossa Senhora de Lourdes

A festa de Nossa Senhora de Lourdes, padroeira de Petrópolis, em Natal, acontece no período de primeiro a 10 de março, com o tema: "fé e caridade, caminho de salvação". Neste domingo, 3, há missa, na Igreja Matriz, às 9h e às 19 horas. Nos demais dias, a programação consta de missa, às 6h30; caminhada com a imagem de Nossa Senhora de Lourdes, às 18 h, e novena, às 19 horas. Na parte sócio-cultural, nos dias 3, 4, 5, 7, 8 e 9, haverá quermesse, às 21 horas. Nos dias 4 e 5, também às 21h, terá funcionamento do Cinema Pascom. No dia 9, às 21h30, acontecerá jantar de confraternização. A festa será encerrada dia 10, com a seguinte programação: 9h, missa; 17h30, procissão, e, às 19h, missa solene, presidida pelo Arcebispo emérito de Natal, Dom MaƟas Patrício de Macêdo.

Padre Janilson celebra aniversário Fiéis da Paróquia da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, festejam o aniversário natalício do Padre Janilson Macedo. No próximo dia 5, às 19 horas, na Igreja Matriz, o Padre Janilson celebrará em ação de graças. A missa será concelebrada pelo pároco, Padre Francisco de Assis Inácio. Padre Janilson está em Nova Cruz, desde 2010, onde é vigário paroquial. Atualmente, ele também é responsável pelo Setor dos Movimentos Leigos, em nível do 8º Zonal. Foto: Washington Baraúnas

Foto: Hernando Paredes

Petrópolis festeja padroeira

Nova Cruz define ações para 2013 Posteriormente, os coordenadores de pastorais, movimentos e serviços receberão uma cópia do plano. A elaboração do plano aconteceu em dois momentos. O primeiro foi realizado dia 16 de fevereiro e serviu para elaborar o calendário de aƟvidades das pastorais. O segundo aconteceu no dia 23, quando já foi apresentado o calendário de aƟvidades. Na ocasião, também foi apresentada à comunidade a Irmã Juliana Alves, da Congregação das Filhas do Amor Divino, que passa a residir em Nova Cruz.

Foto: Robervânio Hérventon

A Paróquia da Imaculada Conceição, de Nova Cruz, definiu o plano de aƟvidades para ser executado pelas pastorais, movimentos e serviços, durante este ano. “A prioridade será a formação dos fiéis leigos e agentes de pastorais, através da Escola CatequéƟca, que terá aulas semanais, durante todo o ano”, destaca o coordenador paroquial da Pastoral da Comunicação, Flávio Luiz da Silva. Várias aƟvidades estão previstas no plano, como: via sacra da juventude, romaria da juventude, arraiá das pastorais e um reƟro para agentes pastorais.

Pe. Janilson, vigário paroquial de Nova Cruz

Tibau do Sul faz assembleia A primeira assembleia da Área Pastoral de Santo Antônio de Lisboa, de Tibau do Sul, acontece neste domingo, 3, na Escola Estadual Professor José Mamede. A finalidade é elaborar o plano pastoral para este ano. A assembleia, coordenada pelo Padre Luiz Paulo da Silva, conta com a parƟcipação dos coordenadores de pastorais.

Semana Social é tema de reunião do clero

O pároco, Padre Assis Inácio, com os parƟcipantes da Assembleia, dia 23

Potiguar assessora encontro no Pará A coordenadora da Pastoral da Criança, no Rio Grande do Norte, Marlúzia Pessoa, é a assessora de um encontro de formação sobre missão e gestão para novos coordenadores diocesanos da Pastoral, nos estados

A Ordem 03 03 2013.indd 5

da Região Norte do Brasil. O encontro acontece em Belém (PA). Teve início na última sexta-feira e termina neste domingo. Marlúzia faz parte da equipe nacional de capacitadores da Pastoral da Criança.

A Semana Social Brasileira será o tema da reunião do clero e arƟculadores paroquiais, dia 14 de março, das 8 às 13 horas, no Centro de Referência em Educação - CEMURE, na Cidade da Esperança, Natal. O tema será abordado pelo Padre Ari Reis, assessor da Comissão da Caridade, JusƟça e Paz, da CNBB. Neste mesmo dia, às 15h, na sala do Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, localizada no Centro Pastoral Pio X - subsolo da Catedral, haverá reunião do Conselho Presbiteral.

28/02/2013 12:06:26


6 - A Ordem

03 de março de 2013

Capa

Comemorações do dia da mulher se vinculam às lutas O dia 8 de março traz à memória das mulheres do mundo inteiro aquela primeira manifestação feminina numa fábrica de tecidos de Nova Iorque, nos Estados Unidos, em que cerca de 130 mulheres foram mortas, violentamente. No dia 8 de março de 1857 essas mulheres foram trancadas na fábrica, que foi incendiada, e elas morreram carbonizadas. Somente em 1910, por ocasião de uma conferência, na Dinamarca, 8 de março foi oficializado como sendo o Dia Internacional da Mulher. “É uma data de muitas histórias, de muitas lutas e de muitas vitórias”, comenta a Irmã Iva Korbe, da Congregação das Irmãs da Divina Providência, atualmente atuando em São José de Mipibu. Hoje, aos 88 anos de idade e prestes a completar 70 anos de vida religiosa, Ir. Iva ainda está em plena aƟvidade. Para a religiosa, as comemorações do dia 8 de março estão vinculadas às reivindicações femininas por melhores condições de trabalho, por vida mais digna e por uma sociedade justa e igualitária. “É uma luta anƟga e contou com a força de inúmeras mulheres que, nos vários momentos da história, resisƟram ao machismo e à discriminação”, lembra Irmã Iva. Francinete Melo, ex-Presidente do Conselho Estadual de Saúde e atual

Foto: Cacilda Medeiros

Desde 1857, as mulheres lutam por direitos que lhes foram negados ao longo da História. Em 8 de março de 1857, mais de 100 mulheres americanas foram assassinadas cruelmente, carbonizadas, durante uma manifestação na luta que empreendiam pelos direiros trabalhistas e de igualdade. Ainda hoje, essa luta conƟnua.

Verônica Avelino, mulher, mãe, trabalhadora e engajada na Ordem Franciscana Secular

representante da Pastoral da Criança, nesse Conselho, diz que ainda há muita violência contra a mulher nos espaços insƟtucionais. “Talvez isso aconteça por falta do processo educaƟvo no seio familiar”, pondera.

A comemoração Material encontrado no site www.suapesquisa.com afirma: “ao ser criada a data, não se pretendia apenas comemorar. Em muitos países realizam-se conferências, debates e reuniões cujo

MESA REDONDA Tema: Fraternidade e Juventude Expositores: Pe. Alcimário Pereira, Pe. Robério Camilo, Prof. Ms. Divaneide Basílio e Prof. Dr. Adriano Cruz Mediador: Pe. Vicente Laurindo, msf Data: 02 de março de 2013

Paulus Livraria Rua Cel. Cascudo, 333 - Cidade Alta - Natal - Fone: 3211-7514 natal@paulus.com.br

www.paulus.com.br

A Ordem 03 03 2013.indd 6

objeƟvo é discuƟr o papel da mulher na sociedade atual”. Aqui, no Brasil, mais precisamente em CuriƟba-PR, acontece a 12ª Corrida do Dia Internacional da Mulher, neste domingo, às 8 horas. “A melhor comemoração é a garanƟa dos direitos respeitados e cumpridos, no reconhecimento da mulher como cidadã, na eliminação da violência, no direito à saúde pública, à documentação, ao lazer, trabalho, condições de estudo de qualidade, emprego com salário digno, aposentadoria e tantos outros”, assegura Ir. Iva.

Prepare-se! Em 2013 tem o 8º Mutirão Brasileiro de Comunicação de 27/10 a 01/11 de 2013 em Natal Veja como será: www.muƟcom.com.br

O Rosário dos Arcanjos Um CD que oferece as pessoas um meio para entrarem em sintonia com Deus pela intercessão dos arcanjos. livnatal@paulinas.com.br Visite: www.paulinas.org.br R. João Pessoa, 220 Natal (84)3212-2184

28/02/2013 12:06:26


7 - A Ordem

Um dos marcos das conquistas obƟdas pelas mulheres brasileiras parece ser o dia 24 de março de 1932: a insƟtuição do voto feminino. Segundo relatos históricos, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, as mulheres brasileiras conseguiram o direito de votar e serem votadas e eleitas para cargos no execuƟvo e legislaƟvo. No ano seguinte, em 1933, Carlota Pereira de Queirós tornou-se a primeira mulher a ser eleita Deputada Federal, no Brasil. Hoje, as mulheres estão presentes em muitos espaços da políƟca e da gestão pública, no País. Há mulheres na presidência da República, nos ministérios, nos tribunais de jusƟça, no Senado, na Câmara Federal, nas assembleias legislaƟvas, nos governos estaduais, nas Universidades, nas prefeituras e câmara municipais.

Na Sociedade “Estamos alargando os espaços e assumindo cargos na PolíƟca, na JusƟça, na Igreja e em muitos outros lugares e campos profissionais”, lembra Francinete. Apesar de muitas conquistas, as mulheres ainda sofrem violências e discriminação, em muitos ambientes. “Ainda há muita discriminação por parte de homens e, também, de algumas mulheres. Precisamos ter consciência de que somos capazes, de que somos diferentes apenas no gênero”, afirma Francinete. Ela classifica a parƟcipação das mulheres nos Conselhos de Controle Social como saƟsfatória. “Somos uma presença significaƟva. Mas ainda encontramos gestores muito fechados. Ainda nos senƟmos podadas”, diz. “Eu me con-

Foto: Cacilda Medeiros

Conquistas

03 de março de 2013

Capa

Francinete Melo, representante da Pastoral da Criança no Conselho Estadual de Saúde

sidero uma mulher de princípios éƟcos e cristãos. Somos imagem e semelhança de Deus – que criou homens e mulheres. Nossa diferença é só de gênero”, relembra Francinete.

Elisabeth, alemã, que atuou por vários anos na ação social da Igreja, e a Irmã Assunta Chancerele, que se dedicou até não ter mais forças aos pescadores e trabalhadores de Rio do Fogo. Verônica Avelino, franciscana secular, que trabalha no Serviço de Assistência Rural – SAR – da Arquidiocese de Natal, destaca que as mulheres ainda são a maioria nas ações da Igreja. “No âmbito franciscano, são muitas. Elas trabalham, estudam, têm filhos, cuidam da família, mas também assumem compromissos com a Igreja”, assegura Verônica. Apesar dos muitos afazeres, como profissionais e como responsáveis pelo lar, ainda assumem a educação dos filhos e estão na linha de frente dos trabalhos da Igreja. “Eu passo muito sufoco, mas também me engajo no trabalho de formação dos franciscanos. Nós, mulheres somos as incenƟvadoras da fé no seio da família”, realça. Verônica vê com alegria o engajamento dos homens, na Igreja, através do movimento do Terço dos Homens. “Que bom que eles também estão rezando o terço”, comenta.

Ser mulher Na Igreja No âmbito eclesial, é possível elencar inúmeras mulheres que marcaram sua vida como agentes transformadores de realidades diversas, doando a vida em favor de pessoas pobres. Em nível internacional, podem ser citadas Chiara Lubich e Madre Teresa de Calcutá, Zilda Arns, apenas como exemplos. No Brasil, a Beata Irmã Dulce, de Salvador, deixou um legado de ações e empreendimentos em favor dos pobres da Bahia. Aqui, na Arquidiocese de Natal, podem ser lembradas a leiga Ana

Numa pesquisa breve que fez, a Irmã Iva encontrou algumas definições sobre a mulher e destaca estas: “ser mulher é estar em mil lugares de uma só vez e fazer mil papéis ao mesmo tempo; é ser forte e fingir que é frágil; é, acima de tudo, um estado de espírito; é ter dentro de si um tesouro escondido e, ainda assim, dividi-lo com o mundo”. A irmã conclui com uma mensagem: “Que Maria, a Mãe de Deus e nossa, a mulher modelo, abençoe a todos e a todas, alcançando-lhes muita fé, esperança e muito amor. Amém”!

Colégio Nossa Senhora de Fátima 60 anos educando com ciência e amor

Dr. Sérvulo Pereira Paulino Dr. Fernando José Vieira de Sousa EXAMES Radiologia Geral, Ultra-sonografias: Mamária, Pélvica, Abdominal, com Doppler Colorido, Transvaginal, Mamografia e Densiometria Óssea.

Horário: de 2ª a 6ª - das 7 às 11 h e das 13 às 17 h Av. Alexandrino de Alencar, 915 - Natal-RN Fone: (084) 3213-1442

A Ordem 03 03 2013.indd 7

Educação Infantil, Fundamental I e II WWW.cnsfnatal.com.br cnsf@cnsfnatal.com.br Secretariacnsf@hotmail.com Av. Rodrigues Alves, 646 - Tirol - Natal Fone (84) 3222-2961/ 8121-3834 / 9197-9792

28/02/2013 12:06:27


8 - A Ordem

03 de março de 2013

Geral

Mudança de canal

Retiro em Nísia

Novos horários

A parƟr de 15 de março, a TV PoƟguar mudará de canal: sairá do 50 para o canal 27, no Cabo Telecom.

Ministros da EucarisƟa, coordenadores pastorais, animadores de comunidades e conselheiros, da Paróquia de Nossa Senhora do Ó, de Nísia Floresta, parƟcipam de reƟro, dias 9 e 10 de março. O reƟro acontece na casa de reƟro da Fraternidade Discípulos da Mãe de Deus, em Parnamirim.

Na capela de Nossa Senhora das Candeias, na comunidade de Cunhaú, em Canguaretama, há novos horários de celebrações. Todos os domingos, das 9 às 1030, há atendimento de confissões; às 10h, reza do terço de Nossa Senhora das Candeias; e, às 10h30, missa. A capela, em Cunhaú, é o local onde aconteceu o marơrio, em 1645. As paróquias podem agendar romarias através do telefone: (84) 3241-2260.

Reunião do 3º Zonal Padres, arƟculadores e coordenadores de pastorais das paróquias do 3º Zonal se reunirão, no próximo dia 9, das 8 às 12 h, no salão pastoral da Paróquia de Cristo Rei, em Pirangi, Natal. O assunto em pauta será a Campanha da Fraternidade 2013.

Oração Eucarística No período de vacância na Santa Sé, nas missas, durante a Oração EucarísƟca, não será citado o nome do Papa. "Reza-se diretamente pela comunhão com o Arcebispo. Isto permanecerá até que seja eleito o novo Papa", explica o canonista, Padre Júlio César Cavalcante.

Emaús em romaria A Paróquia do Beato André de Soveral, em Emaús, promove romaria para a capela de Nossa Senhora das Candeias, em Cunhaú, Canguaretama, no próximo dia 10. Foi em Cunhaú onde aconteceu o marơrio do Padre André de Soveral e vários leigos, em 1645. A romaria tem o objeƟvo de celebrar os 13 anos de beaƟficação dos MárƟres de Cunhaú e Uruaçu.

Igrejinha A Paróquia do Bem Aventurado José de Anchieta, no bairro de Lagoa Nova, Natal, realiza momentos catequéƟcos, inƟtulados ‘igrejinha’, para crianças menores de sete anos de idade. Os encontros acontecem aos domingos, às 8 e às 17 horas.

Artigo

A mulher na sociedade Vivemos numa sociedade na qual é possível experimentar muitas conquistas nas diferentes dimensões da vida. Mas, o tempo presente também é marcado por muitos contrastes. As conquistas que trazem melhorias para vida cotidiana não estão ao alcance do conjunto da humanidade. Na realidade brasileiras isto se revela fato de 65% da renda nacional estar concentrada em mãos de apenas 10% da população. O restante, 35%, precisa ser repartido com os outros 90% da população. Apesar dos dados governamentais informarem que 30 milhões de pessoas deixaram a miséria em 2012, a desigualdade social profunda se mantém escandalosa em nossa sociedade. Historicamente relegada a funções subalternas, a mulher luta há séculos contra uma dominação que marca as relações familiares e sua inserção na sociedade como um todo. No Brasil, a Constituição de 1988 afirmou a igualdade jurídica entre homens e mulheres.

ACESSE: www.muticom.com.br CURTA: 8muticom SIGA: @8muticom ADICIONE AO MSN: muticom8@hotmail.com

A Ordem 03 03 2013.indd 8

Foi somente nesta constituição que as mulheres conquistaram, pelo menos do ponto de vista legal, tal igualdade. Isto revela o quanto entre nós esta é conquista muito recente. Mas, infelizmente, estas e outras conquistas não têm permitido por fim à cultura patriarcal que sempre se fez presente na sociedade brasileira. É recorrente o tratamento discriminatório destinado às mulheres através de ironias, piadas, músicas. Outro fenômeno da cena contemporânea é a violência contra a mulher, que no RN atinge dados alarmantes. O mapa da violência divulgado em 2012 pelo Instituto Sangari informa que no RN foram assassinadas, em 2010 (ano de referência do estudo), 62 mulheres. Outra questão é o culto ao corpo. Mulheres de todas as idades se submetem a cirurgias plásticas em busca do corpo perfeito, isto sem falar de músicas que estimulam a violência contra a mulher. Estes são exemplos de como vai se reproduzindo e ampliando a

opressão e discriminação da mulher nos dias de hoje. Diante do exposto, permanece na ordem do dia a necessidade da luta por políticas públicas voltadas a promover a igualdade de gênero, raça e etnia; a promover o equilíbrio de poder entre homens e mulheres no que diz respeito a recursos econômicos, acesso a direitos, participação política e relações interpessoais; o combate sem trégua a todas as formas de apropriação e exploração mercantil do corpo e da vida das mulheres, o reconhecimento da violência contra as mulheres como algo que precisa sair da condição de fenômeno invisível e privado e ser tratado como problema social, exigindo do Estado sua responsabilidade, enquanto poder público. Iris Maria de Oliveira Assistente Social, doutora em Serviço Social pela PUC-SP, professora do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFRN

CASA SAGRADA FAMÍLIA ARTIGOS RELIGIOSOS CATÓLICOS EM GERAL

Rua Cineasta Glauber Roca, 1757, Lagoa Nova - 59054-670 - Natal-RN Fones: 84-3213-0578 / 3082-8338 tangaraseguros@bol.com.br

AV. FLORIANO PEIXOTO, 381 - LOJA B - TIROL CEP 59020-500 NATAL/RN TELEFAX 84-3211-8646 Por trás da Catedral

Formando bons cristãos e honestos cidadãos COLÉGIO SALESIANO SÃO JOSÉ LARGO DOM BOSCO, 335 - RIBEIRA NATAL/RN - CEP 59012-530 FONES: (84) 3211-4220 / 1490 FAX: 3611-1027

28/02/2013 12:06:27


9 - A Ordem

Entrevista

03 de março de 2013

Secretário da CNBB fala sobre CF e renúncia do Papa Foto: José Bezerra

O secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, Dom Leonardo Steiner, esteve em Natal, no úlƟmo mês de fevereiro, para parƟcipar das comemorações dos 50 anos de criação da Campanha da Fraternidade. Na ocasião, ele concedeu entrevista ao Jornal A Ordem. Dois assuntos esƟveram na pauta: Campanha da Fraternidade e renúncia do Papa Bento XVI. Sobre a CF, Dom Leonardo falou sobre a caminhada dos 50 anos e da juventude, tema deste ano. Sobre a renúncia do Papa, ele diz que foi um gesto proféƟco.

A Ordem: A juventude é um tema em destaque para a Igreja Católica, especialmente no Brasil, em 2013, devido à Campanha da Fraternidade e à Jornada Mundial da Juventude. Neste contexto, como a Igreja está lidando com a relação juventude e redes sociais? Dom Leonardo: Nada substitui o 'tu a tu'. O ser humano é feito para o outro, não virtualmente. Nós sempre vivemos de relações próximas e isto é vital, porque somos pessoas humanos. Podemos ter todo este mundo virtual, mas se não nos abrirmos para o contato pessoal com os jovens - e o Santo Padre também tem insistido nisto -, nós estaremos pecando. Eu percebo, nas visitas pastorais que faço, que o jovem gosta da proximidade, gosta de estar junto. Portanto, nada substitui uma relação pessoal, um 'tu a tu'. Se não tivermos uma boa relação pessoal, teremos relações virtuais que não nos realizam. Ninguém mais sensível para isto, do que os nossos jovens.

A Ordem 03 03 2013.indd 9

A Ordem: Quais os desafios da Igreja em manter a Campanha da Fraternidade que, agora, completa 50 anos? Dom Leonardo: O segredo está em prepararmos bem a Campanha da Fraternidade e temos crescido neste aspecto. Já definimos, por exemplo, o tema da Campanha de 2015. Procuramos sempre escutar os bispos de todas as regiões do Brasil, através dos 17 regionais da CNBB. Então, o tema não nasce de repente. Ele é construído, coletivamente. Para o próximo ano, o tema está definido e o Texto Base já quase todo elaborado, com a ajuda de muitas pessoas. Assim, creio que a Campanha da Fraternidade terá uma incidência cada vez maior, na vida da Igreja e da sociedade. A Ordem: Como o senhor vê os avanços, na Igreja, a partir da criação da Campanha da Fraternidade? Dom Leonardo: O que era uma experiência muito singela, se tornou uma experiência para o Brasil inteiro. Inicialmente, eram preocupações mais voltadas para a vida da Igreja. Devagar, a CF foi abordando temas sociais, que dizem respeito às dificuldades sociais, temas que dizem respeito à pessoa, como a dignidade humano, o trabalho, o meio ambiente, a saúde e a juventude.

A Ordem: E sobre a renúncia do Papa Bento XVI, o que o senhor diz? Dom Leonardo: Um gesto profético, quando alguém não se sente mais em condições físicas. O Papa usou uma palavra latina, que podemos traduzir como ânimo, disponibilidade, que mostra a grandeza dele em renunciar e também mostra o desejo de que a Igreja possa ser conduzida por alguém que esteja em melhores condições que ele. Isto mostra uma renovação da Igreja, porque é um pouco inusitado que depois de seiscentos anos tenhamos uma renúncia de alguém que está em plenas condições mentais. Muito consciente, ele fez este gesto, que terá repercussão para o futuro, mostrando, também, que a Igreja precisa sempre buscar novos caminhos para levar o Evangelho, de ser presença de esperança e de renovação, na realidade atual. Nesta mudança de época que vivemos hoje, precisamos de critérios novos, valores novos, que a Igreja pode nos oferecer, porque nascem do Evangelho. E uma pessoa que tem condições de peregrinar o mundo, como fez João Paulo II, pode nos ajudar muito. O bonito é que o Papa mesmo dizendo que a Igreja precisa de alguém que esteja em melhores condições do que ele. É um gesto profético, de amor à Igreja.

28/02/2013 12:06:27


10 - A Ordem

03 de março de 2013

Virou notícia

7º Zonal se reuniu em João Câmara

A Paróquia de São SebasƟão, no Alecrim, Natal, tem nova arƟculação, formada por Silvano Alexandre, como arƟculador, e Francelis Cavalcante, como vice. A escolha foi do Conselho Pastoral Paroquial, em reunião realizada no úlƟmo dia 23 de fevereiro.

A Paróquia de São Francisco de Assis, em Pedro Velho, acolheu, no úlƟmo dia 24 de fevereiro, o seminarista Leal Ruben. Os seminaristas são designados para atuarem nas paróquias, nos finais de semanas, onde se empenham nos trabalhos pastorais.

Padres, arƟculadores e coordenadores pastorais das paróquias que compõem o 7º Zonal se reuniram no úlƟmo dia 23, no Centro Pastoral de João Câmara. Na ocasião, houve reflexão sobre o Ano da Fé, conduzida pelo Padre Edvan Lucena, e sobre a Campanha da Fraternidade 2013, pelo Padre Ivanilson Alexandrino. Ainda houve a apresentação do Padre Gerônimo Dantas, responsável pela recém-criada Área Pastoral de Nossa Senhora dos Navegantes, de Rio do Fogo.

Paróquia prepara Semana Missionária Coordenadores das equipes que trabalharão na Semana Missionária, da Paróquia de Santa Maria Mãe, no Conjunto Santa Catarina, Natal, se reuniram no úlƟmo dia 23 de fevereiro, na Escola Sofia, com o pároco, Padre José Sílvio de Brito. A previsão é de que a Paróquia receba 80 jovens de outros países, durante a Semana Missionária, que acontecerá no período de 16 a 20 de julho. "Essa aƟvidade será um despertar para os jovens de nossa paróquia para a missão evangelizadora", destaca Padre Sílvio.

Da esq.: Silvano (arƟculador) e Francelis

A Paróquia de Santana e São Joaquim, de São José de Mipibu, celebrou missa em memória do Monsenhor Antônio Barros, dia primeiro de março, às 19 horas, na Igreja Matriz. Nesta data, completaram-se 13 anos de falecimento do Monsenhor Barros. Também, em São José de Mipibu, ontem, dia 2, às 19 horas, na capela de São Francisco de Assis, houve mesa redonda sobre a Campanha da Fraternidade 2013.

Foto: Israel Lucas

São José recorda morte do Mons. Barros

ParƟcipantes da reunião, dia 23

Foto: Anna Paula

Pedro Velho acolhe seminarista

Foto: Luiz Rocha

São Sebastião tem nova articulação

O encontro foi encerrado com uma missa

Serra Caiada realiza assembleia A Assembleia Pastoral da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Serra Caiada, foi realizada ontem, dia 2, das 8 às 16h, no Centro Pastoral João XXIII. Na primeira parte da assembleia, houve uma apresentação das aƟvidades realizadas no ano passado e, na segunda parte, foram planejadas as ações para este ano. A assembleia foi conduzida pelo Padre Jonerickson Gomes.

Marcílio Santos de Carvalho, autônomo, presidente do bairro da Coabinal, em Parnamirim

Ajude o Seminário de São Pedro através de doações na conta de energia.

Fone: (84) 3615-2819 Fax: (84)3615-2821 sspedro@seminario saopedro.org.br

A Ordem 03 03 2013.indd 10

"Assino o Jornal A Ordem porque ele me ensina muito, através do conteúdo publicado. Com A Ordem fico por dentro das noơcias da Arquidiocese de Natal."

Foto: Flávio Luiz

"Assino A Ordem porque é sempre bom saber da Palavra de Deus, saber mais sobre nossa religião, saber do que acontece na Arquidiocese e em nossa comunidade."

Foto: Gilberto Ferreira

Espaço do assinante

Maria Eunice Lopes da Silva, Ministra da EucarisƟa e agente pastoral, na Paróquia da Imaculada Conceição - Nova Cruz

Ouça “Viva a Vida, programa da Pastoral da Criança”, aos sábados, às 7h30 Rádio Rural de Natal AM1090 http://blog.cancaonova.com/natal/

28/02/2013 12:06:29


11 - A Ordem Fique por dentro Pe. Antônio Gomes da Silva, ecônomo da Arquidiocese de Natal

Aplicação proporcional das receitas paroquiais O pároco / administrador paroquial, ouvindo o Conselho Paroquial para Assuntos Econômicos e AdministraƟvos, deve cuidar para que as receitas paroquiais sejam aplicadas de forma equilibrada, observando certa proporcionalidade: a) aproximadamente 10% são repassados para a igreja-mãe (a Arquidiocese); b) uns 40% devem ser uƟlizados para pagamento das despesas com o setor de pessoal - remuneração dos ministros ordenados ( côngruas, plano de saúde, previdência social) e funcionários ( salários, encargos sociais, férias, 13º salário etc.); c) 20% com as aƟvidades litúrgico-pastorais e serviço da caridade; d) e outros 30% com manutenção (casa paroquial, igreja, salão paroquial). A arrecadação ordinária de nossas paróquias (dízimo, coletas e taxas) geralmente não possibilita fazer imobilizações, tais como, compra de carro, reformas ou construção nova. Para isso se fazem necessárias promoções especiais. No que se refere ao repasse arquidiocesano, parece-nos oportuno lembrar que, assim como a paróquia necessita da fidelidade e assiduidade dos fiéis na oferta do dízimo para honrar seus compromissos, do mesmo modo a Arquidiocese necessita da generosidade e pontualidade das paróquias no repasse da sua corresponsabilidade.

Correio do clero

Parabéns Aniversário natalício . 05/03 - Pe. Janilson Francisco de Macêdo - Vigário paroquial da Imaculada Conceição - Nova Cruz . 06/03 - Diácono Amadeu Ferreira - Paróquia da Catedral - Natal . 06/03 - Diácono Fernando de Oliveira Melo - Paróquia de Nossa Senhora da Esperança Cidade da Esperança - Natal

Focolari reunirá sacerdotes e diáconos O Movimento Focolari promove encontro para sacerdotes e diáconos, de 11 a 14 de março, no Centro Mariápolis, localizado na cidade de Igarassu (PE), com o tema: "A fé: caminhar juntos, encontrar Jesus". Os interessados podem obter mais informações pelo telefone (81) 3543-0315 ou no site www.mariapolisantamaria.com.

Paróquia de Santana tem novo administrador Padre André MarƟns de Melo será empossado como novo administrador da Paróquia de Santana, no Soledade 2, em Natal. A posse acontece neste domingo, 3, às 19h30, na Igreja Matriz, durante missa, presidida pelo Vigário Geral, Padre Edilson Nobre. Antes, Padre André exercia a função de vigário paroquial e, agora, sucede o Padre Orcenival Oliveira. A Paróquia de Santana é formada pelas comunidades Jardim das Flores, Parque Floresta, Nova República, Residencial Redinha, Niterói-Salinas, Raio do Sol, Potengi, Alvorada, Santarém e Soledade 2.

Bianca Noivas e Noivos Decorações e eventos (84)3661-5876 8853-5788 9954-6693 biancanoivas@gmail. com Av. Tomás Landim, 2603. Igapó - Natal-RN biancanoivas.blogspot. com.br

A Ordem 03 03 2013.indd 11

03 de março de 2013

Geral

Viva bem

O iogurte

hh Passa tempo

Ligue os animais às suas respectivas sombras

É um alimento funcional, porque protege o sistema digestivo e evita diversos distúrbios. É rico em lactobacilos, que são bactérias do bem. O iogurte regula a flora intestinal e facilita o funcionamento do intestino, evita a diarreia e a prisão de ventre, colabora no controle de acne e celulite, combate a gastrite, ajuda a emagrecer, fortalece o sistema imunológico e diminui o risco de câncer. Dra. Márcia Roque Braz de Araújo Nutricionista, Natal/RN

Foto: www.clubinhofabercastell.com.br

ABASTECENDO NO POSTO, VOCÊ ESTÁ CONTRIBUINDO COM O “SEMINÁRIO DE SÃO PEDRO” - QUALIDADE MUNDIAL SHELL Rua Apodi, 520 - Tirol Vizinho ao Seminário de São Pedro

28/02/2013 12:06:30


12 - A Ordem

03 de março de 2013

Notícias

A coordenação arquidiocesana da Pastoral da Comunicação reunirá os correspondentes do Programa radiofônico Ritmo Pastoral, dia 9 próximo, das 8 às 12 horas, no Centro Pastoral Pio X - subsolo da Catedral Metropolitana. Na ocasião, haverá uma momento de formação sobre radiojornalismo, com a jornalista e radialista, Luiza Gualberto. A segunda parte do encontro será reservada para as orientações sobre a parƟcipação dos correspondentes, no programa. O Ritmo Pastoral, o informaƟvo da Arquidiocese de Natal, é levado ao de segunda a sábado, pela Rádio Rural de Natal AM 1090. De segunda a sexta-feira, é levado ao ar das 13h30 às 14 horas, e conta com a parƟcipação do Monsenhor Lucas BaƟsta Neto, que lê e comenta o Evangelho do dia, e dos correspondentes das paróquias. Aos sábados, o programa vai ao ar das 7 às 7h30, com a produção e apresentação dos seminaristas Antônio Roberto e Rodrigo Paiva. "Os correspondentes são, em

Foto: Cacilda Medeiros

Pascom prepara correspondentes para o Ritmo Pastoral

Correspondentes do Ritmo Pastoral, durante encontro de formação, em 2012

geral, agentes da Pascom que parƟcipam do Ritmo Pastoral, por telefone, uma vez por semana, para divulgar as noơcias de suas respecƟvas paróquias", comenta Cacilda Medeiros, da coordenação arquidiocesana da Pascom e uma das apresentadoras do programa. Atualmente, o programa conta com a parƟcipação de 29 correspondentes. O encontro, no dia 9, também é aberto para as Paróquias que ainda não parƟcipam do Ritmo Pastoral. A coordenação arquidiocesana pede apenas que

confirmem presença, os veteranos e os novos correspondentes, até o dia 5, pelo telefone 3615-2800 ou pelo e-mail pascom@arquidiocesedenatal.org.br. Em julho do ano passado, a convite da Irmã Élide Fogolari, assessora da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, da CNBB, a coordenação arquidiocesana da Pascom apresentou a experiência do Programa Ritmo Pastoral, no 3º Encontro Nacional da Pascom, realizado no Santuário de Aparecida, na cidade de Aparecida (SP).

Calendário lembra cartazes da CF

Capa do Calendário

Ceará-Mirim prepara Semana Missionária A Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Ceará-Mirim, iniciou o período de inscrições para as pessoas que desejam trabalhar, voluntariamente, na Semana Missionária, que acontecerá no período de 16 a 20 de julho deste ano. As famílias que desejam acolher os jovens peregrinos estrangeiros também devem

A Ordem 03 03 2013.indd 12

fazer inscrição, na secretaria paroquial. A coordenação ainda lembra que necessita do trabalho voluntário de profissionais da saúde. A Semana Missionária acontecerá em todas as dioceses do Brasil, na semana que antecede a Jornada Mundial da Juventude.

Os 13 anos da beaƟficação dos ProtomárƟres do Brasil vão se completar no próximo dia 5 de março. Para comemorar a data, a Arquidiocese está organizando uma celebração solene em ação de graças, no dia 9, às 18 horas, no Monumento aos MárƟres de Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante. A missa vai ser presidida pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. A beaƟficação dos MárƟres de Cunhaú e Uruaçu ocorreu em 5 de março de 2000, no VaƟcano, presidida pelo então Papa João Paulo II. Foto: Cacilda Medeiros

ternidade. Ainda pode ser adquirido, ao preço de três reais, a unidade, na Livraria da Paróquia da Catedral. A Livraria funciona de segunda a sexta-feira e fica situada no Centro Pastoral Pio X - subsolo da Catedral Metropolitana de Natal. Foto: José Bezerra

A coordenação de Campanhas, na Arquidiocese de Natal, confeccionou um calendário de mesa, destacando, a cada mês, um dos cartazes da Campanha da Fraternidade, nestes 50 anos. Em janeiro, o cartaz em destaque é do ano de 1964; em fevereiro, o de 1966; em março, o de 1970; em abril, de 1972; em maio, o de 1981; em junho, de 1982; em julho, de 1992; em agosto, do ano 2000; em setembro, de 2006; em outubro, de 2008; em novembro, de 2011, e, em dezembro, o cartaz de 2013. O calendário, com 12 páginas, foi produzido por ocasião da comemoração dos 50 anos da Campanha da Fra-

Arquidiocese celebra 13 anos da beatificação

Monumento aos MárƟres, em Uruaçu

28/02/2013 12:06:30

A Ordem  

Jornal da Arquidiocese de Natal