Page 152

que, além da apropriação simbólica, esse bem da União, passa a ser conhecido e divulgado com o subtítulo “espaço cultural LG & Insinuante” o que à primeira vista tem a conotação da privatização e apropriação do próprio bem. Na solenidade de inauguração no dia 28 de março: “O prefeito comentou a situação de abandono63 em que se encontrava o monumento, quando lá esteve pela primeira vez com alguns secretários. Depois da visita, o passo seguinte foi procurar parceiros na iniciativa privada para recuperação da fortaleza. "Saímos à procura de parceiros e, graças a Deus, tivemos êxito, pois as lojas Insinuante e a LG se interessaram pelo projeto", disse, emocionado.” (SMCS – 28/03/06)

E a reportagem complementa:

As duas empresas abraçaram a idéia e hoje o Forte foi reaberto com a inauguração do espaço cultural LG & Insinuante com 14 salas para exposição, auditório, museu e restaurante abertos aos visitantes. Os sistemas elétrico e hidráulico e de iluminação também foram restaurados. (SMCS – 28/03/06)

Recentemente, o Forte São Marcelo – espaço LG & Insinuante, “ganha moderna iluminação”, segundo a reportagem veiculada no site oficial da Prefeitura, no dia 20/09/07: O secretário Batista Neves disse que “o principal marco da Baía de Todos os Santos não tinha energia à altura de sua importância histórica e para o turismo de Salvador e que agora, graças à sensibilidade do governador Jaques Wagner, que atendeu a uma reivindicação do prefeito João Henrique, dispõe de energia confiável e não poluente”. João Henrique aproveitou para agradecer também à iniciativa privada, citando LG, Insinuante e Coelba como empresas que participam do processo de revitalização64 do Forte São Marcelo. (SMCS – 20/09/07)

Em todas as reportagens e notícias veiculadas sobre a intervenção no Forte São Marcelo, é comum a dramaticidade discursiva do rito de passagem entre “o antes e o depois”. O prefeito disse ainda que: “muitos foram os prefeitos que, sentados em seu gabinete no Palácio Thomé de Souza, olhavam o forte abandonado na baía” e que, dessa mesma observação, teve “a coragem de realizar essa tão importante obra, pois a história do Brasil passa por aqui”, lembrando a prisão e a fuga do líder da Guerra dos Farrapos no Rio Grande Sul, Bento Gonçalves. Falou ainda da parceria com o presidente Lula e o 63 64

Grifo nosso Grifo nosso

152

Revista ARQCHRONOS - Arquitetura em Patrimonio  

A criação da Revista ARQCHRONOS – arquitetura em patrimônio – é um pólo de troca e de ação crítica relacionado a área de Patrimônio Arquitet...