Page 12

INTRODUÇÃO

O intuito desse trabalho é desvelar os sentidos e mecanismos de reapropriação das estratégias de preservação do patrimônio arquitetônico das cidades pelas dinâmicas comunicacionais atuais, de governo e empresas, segundo as lógicas de imagem corporativa e política; e levantar os possíveis “riscos” advindos dessas intervenções patrimoniais, quando privilegiam as estratégias de comunicação, em detrimento dos valores de autenticidade1dos bens a serem preservados. Assim, o trabalho constitui-se uma tentativa de entender o patrimônio como resultante dos jogos de forças dos diversos agentes sociais. Com essa abordagem, a análise, ainda que referida à singularidade da questão do patrimônio, ajuda a explicitar uma nova dimensão das cidades, no contexto contemporâneo, marcada pela globalização, pelo desenvolvimento de novas tecnologias informacionais e pelo avanço do mercado em todos os níveis da vivência humana - inclusive sobre os bens culturais – interferindo sobre as formas de sociabilidade e comunicação, e favorecendo, ao mesmo tempo, a um hiper-individualismo e à ruptura das instâncias referenciais coletivas, como a regulação do Estado. Através de uma análise histórica de duas concepções pilares determinantes dos paradigmas de construção da noção de patrimônio (França e Inglaterra) e da discussão sobre os sentidos paradoxais da história e dos valores no plano das práticas a monografia tenta demonstrar que os bens patrimoniais, enquanto bens culturais e valorativos são reapropriados, na prática, pelos atores públicos e privados como bens simbólicos e instrumentais em favor de interesses particulares, destituindo-os desta forma dos sentidos originais, de autenticidade da

1

Consideramos autenticidade o reconhecimento do bem artístico, na sua existência, singularidade, especificidade, unicidade, o que é genuíno e próprio de cada obra de arte e, assim, o que constitui ponto de partida e diretriz ao ato de restauro.

12

Revista ARQCHRONOS - Arquitetura em Patrimonio  

A criação da Revista ARQCHRONOS – arquitetura em patrimônio – é um pólo de troca e de ação crítica relacionado a área de Patrimônio Arquitet...

Revista ARQCHRONOS - Arquitetura em Patrimonio  

A criação da Revista ARQCHRONOS – arquitetura em patrimônio – é um pólo de troca e de ação crítica relacionado a área de Patrimônio Arquitet...

Advertisement