Issuu on Google+

Cristãos pela Conservação

Relatório Anual 2009


Relatório Anual 2009

Quem somos A

Rocha Brasil é uma organização não-go-

vernamental, ambientalista, brasileira, de inspiração cristã, membro da grande família A Rocha Interna2

cional (ARI). A ARI está presente em 18 países e há mais de 26 anos desenvolve trabalhos na área de pesquisa científica, conservação e educação ambiental. A Rocha Brasil foi organizada no Brasil, no início de 2006, para atuar em pesquisas científicas para a conservação dos ecossistemas brasileiros e para desenvolver ações socioambientais.

Nossos objetivos •  Sensibilizar, educar e promover capacitação para as questões socioambientais. •  Desenvolver ações socioambientais. •  Elaborar projetos de conservação em biomas brasileiros, buscando a sustentabilidade.

Nossas principais ações no Brasil •  Implantação de uma rede para articular a troca de experiências na área socioambiental. •  Fortalecimento de parcerias para ações conjuntas. •  Fomento do ensino dos princípios bíblicos que embasam o cuidado da criação por meio de cursos, palestras e oficinas em igrejas, escolas e eventos, e pela publicação de literatura específica. •  Desenvolvimento do Programa de Educação Ambiental em comunidades cristãs, com o objetivo de sensibilizá-las e envolvê-las de forma prática na questão socioambiental.


Missão

Trabalhar pela sustentabilidade integral por

meio de ações socioambientais participativas, promovendo a ética ambiental cristã.

Visão

Ser uma organização de referência na promoção de ações socioambientais a partir de princípios e valores de espiritualidade cristã. 3

Inspiração

“A Terra é do Senhor e tudo o que nela há”

Salmo 24:1

Nossos compromissos

Cristianismo

Os projetos da A Rocha Brasil são desenvolvidos com base em cinco compromissos:

Na base de tudo que fazemos está a nossa fé bíblica no Deus vivo que criou o mundo, ama-o e confiou o seu cuidado ao ser humano.

Conservação Desenvolvemos estudos científicos para a

conservação e proteção do mundo natural.

Comunidade

Procuramos desenvolver boas relações tanto no seio da família A Rocha como junto às nossas comunidades locais.

Transculturalidade Valorizamos o saber e a experiência de pessoas de diferentes culturas, tanto local como internacionalmente.

Cooperação

Trabalhamos em conjunto com uma grande variedade de organizações e indivíduos que partilham da nossa preocupação por um mundo sustentável.


Relatório Anual 2009

Apresentação A

Rocha Brasil (ARB) surgiu nos últimos

anos no cenário brasileiro para atuar na conservação do patrimônio natural brasileiro. A organização 4

tem desenvolvido suas atividades e procura assumir seu papel de instituição-referência, pautada nos valores éticos cristãos. Com sua atuação, A Rocha Brasil tem motivado os cristãos, comprometidos

380 líderes alcançados e de suas comunidades.

com Deus, a assumirem sua função de mordomos

Neste último ano, a ARB trabalhou para inserir

da Criação e também tem despertado os não-cris-

a temática ambiental em movimentos já consolida-

tãos, comprometidos com a causa ambiental, a co-

dos e que atingem públicos alvo distintos. Nesse

nhecerem Seu Criador.

sentido, foram desenvolvidas atividades conjuntas

A organização priorizou seu programa de edu-

com o movimento Mocidade para Cristo (MPC) e

cação ambiental porque acredita que esse cami-

com o Ajuntamento das Tribos, visando os adoles-

nho resultará em um número maior de ações, sem

centes, com a Aliança Bíblica Universitária (ABU),

a intervenção direta da ARB como executora na

visando os universitários, e com o movimento Des-

conservação das áreas. Subsidiaram essa opção

perta Déboras, visando mobilizar mães e líderes fe-

as considerações sobre as dimensões continentais

mininas. A realização de um curso específico para

de nosso país e o volume das demandas que não

seminaristas, ministrado pela equipe executiva e

poderiam ser atendidas pelo pequeno grupo exe-

pelos pesquisadores ligados à ARB, abre novas

cutor da ARB. Os canais abertos no trabalho com

perspectivas de um trabalho educacional que con-

as lideranças das igrejas e missões evangélicas e

tribuirá para a formação de futuros líderes e forma-

a aplicação da metodologia participativa provaram

dores de opinião cristãos.

ser eficientes na mobilização dos cristãos das diversas regiões brasileiras.

Uma prática que se consolidou também nesse último ano foi o de ampliar a produção de mate-

Em 2009, A Rocha Brasil implementou sua

riais pela própria ARB e o de agregar o uso de

ação educacional no norte e nordeste do país, re-

materiais produzidos por outras instituições. Uti-

giões detentoras de grande biodiversidade e cuja

lizamos em nossas oficinas, por exemplo, o livro

degradação implicará em maiores perdas para as

“Jesus e a terra”, produzido pela ARB em parce-

populações residentes. O apoio financeiro dado

ria com a Editora Ultimato, com as publicações

pela organização inglesa Tearfund viabilizou o pro-

“Ecocidadão” produzida e doada pela Secretaria

jeto e ações conservacionistas já foram registradas

do Estado do Meio Ambiente de São Paulo, e os

e devem ser ampliadas a partir da mobilização de

guias cedidos pela Tearfund.


5

A composição da diretoria se estabilizou, mesclando executivos e pesquisadores. A equipe executiva foi

O

ano de 2009 nos trouxe muitos desafios.

Construir uma organização envolve muitas

acrescida com a chegada de duas novas integrantes,

mãos e podemos dizer que elas trabalharam muito.

Raquel Arouca e Andrea Ramos, ambas com formação

Neste ano de 2009 nossa equipe buscou estabe-

na área biológica. Uma oficina para planejamento e es-

lecer o alicerce dos primeiros projetos d’A Rocha

truturação organizacional foi realizada com consultores

Brasil, tendo como meta nossa ação inicial voltada

especializados e reuniu diretoria e equipe executiva. Nos

para a Educação Ambiental. Foram muitas viagens,

cinco dias de trabalho foi redefinido o organograma da

dias de muitas atividades, elaboração de projetos

organização, desvinculando as atividades da diretoria

e sonhos para o futuro, sem perder de vista nos-

deliberativa da executiva . A comunicação entre a lide-

so objetivo principal: mostrar como nosso Deus se

rança da organização foi facilitada pelo uso do skype,

preocupa com sua criação.

tornando os encontros entre seus integrantes, residentes em três estados do nosso país, mais freqüentes.

Este relatório tem uma pequena amostra de como fomos abençoados e, também, o quanto ain-

Em suma, o ano passado revelou um crescimen-

da precisa ser feito no Brasil com relação à con-

to contínuo nas diversas áreas da organização, con-

servação do meio ambiente. E, para nossa equipe,

firmando a direção de nosso Deus nesta caminhada.

esta é uma aventura e desafio diários.

Glórias sejam dadas ao Senhor, Criador de todo o

Venha participar conosco.

mundo visível e invisível. Nós que fomos chamados a

Na Paz do Criador.

participar da família Rocha, entendemos que o nosso valor reside em pertencer a Deus. Que possamos

Marcos Custódio

perseverar crendo que Ele, o cabeça, irá à nossa

Diretor Executivo

frente, nos capacitando com Seu amor e ajustando cada um de nós em Seu corpo de servos. Sílvia Nassif Del Lama Presidente


Relatório Anual 2009

Atuação em 2009

projetos e atividades

Programa de Educação Ambiental 6

O PEA – Programa de Educação Ambiental

intitulado projeto Rede de Transformação) abrangeu

e Mobilização Social nas Igrejas Evangélicas

seis estados das regiões Norte e Nordeste bastante

Brasileiras é um programa de amplitude nacional

afetados pelos problemas socioambientais diante

que teve início em 2007. Com o apoio de muitos

das ameaças das mudanças climáticas. Temas

parceiros foi possível em 2009 ampliar e fortalecer

como desmatamento, aumento da temperatura,

grandemente a ação do programa nas regiões

falta de saneamento básico e poluição, estiveram

Norte e Nordeste do Brasil.

frequentemente presentes nas discussões. Este

O

PEA

o

cenário contribuiu ricamente para a realização das

para

oficinas de capacitação e dos encontros, para

mobilização da igreja local na redução da pobreza e

a boa recepção do material distribuído e para o

da degradação ambiental.

monitoramento à distância. Mais uma vez, constatou-

fortalecimento

tem da

como

objetivo

liderança

principal

evangélica

Em 2009, a área de atuação do PEA

se a abertura para a introdução, discussão e

Norte e Nordeste (hoje

desenvolvimento de ações socioambientais a partir das igrejas locais.

Amazonas

Acre

Pará

Maranhão


11

oficinas “O Papel da Igreja Local

na Sustentabilidade Socioambiental”: participaram destas oficinas lideranças cristãs das diversas denominações evangélicas e cada participante recebeu um kit educativo. A

Os temas e as metodologias empregadas

realização das oficinas, a entrega do material

foram bem recebidos pelos participantes que

de apoio e o monitoramento à distância dos

apresentaram

participantes do Programa possibilitaram

disposição

em

multiplicar

as

experiências vivenciadas, confirmando o potencial

uma grande abertura para a introdução,

estratégico e a capilaridade das igrejas locais.

discussão e desenvolvimento de ações na

Após um período de três a seis meses, a equipe

área socioambiental a partir das igrejas locais.

de Educação Ambiental d’A Rocha Brasil retornou às cidades para avaliar o impacto da capacitação. Por meio da aplicação de questionários aos

8

encontros “Troca de Saberes e

Vivências”: a troca de vivências e saberes

participantes dos dois encontros presenciais (1º e 2º

entre os participantes fortaleceu o

semestre) em cada município, foi possível identificar

potencial e a disposição de cada um

um incremento na percepção e compreensão

em multiplicar a experiência e mobilizar

a respeito das questões socioambientais e a

sua igreja e comunidade local.

vinculação delas à fé cristã e à missão integral da igreja. O retorno às capitais permitiu avaliar o Programa e, também, monitorar possíveis ações e programas em implantação por meio dos encontros “Troca de Saberes e Vivências”.

380 213 168 48 179 540

líderes alcançados

mulheres (56%)

homens (44%)

municípios

Ceará Rio Grande do Norte

igrejas Kits Educativos distribuídos:

CD com guias de apoio da Tearfund; DVD “Reencontro com a Criação”; Livro “Jesus e a Terra”; Folder “Meio Ambiente: você está no meio”.

7


Relatório Anual 2009

Resultados •  Organizações e projetos parceiros com atuação local identificados. •  Lideranças

locais

identificadas:

hou-

ve uma presença significativa de pastores(as) e educadores(as), o que corrobora para o impacto e sustentabilidade do projeto, uma vez que são forma8

dores de opinião e líderes naturais da comunidade onde atuam. • 

Materiais institucionais e componentes do

Kit Educativo produzidos e distribuídos. • 

Liderança sensibilizada e fortalecida para

ações socioambientais. •  Desafios e oportunidades locais identificados; •  Experiências locais em construção levantadas e socializadas. •  Articulação com a liderança do Encontro da Mocidade para Cristo (MPC), resultando na mudança de estratégia de seus encontros: diminuição do uso de descartáveis (vinte mil descartáveis foram evitados); e implantação da coleta seletiva de lixo.

Oficina em Fortaleza/CE – Maio 2009 (fotos: Gínia Bontempo)

Encontro Trocas de Saberes e Vivências – Duque Bacelar/MA (foto: Gínia Bontempo)

Impacto do programa 122 igrejas cadastradas em 2008 Em 2009: mais 95 igrejas Total 217 igrejas

cadastradas


Projetos Locais Fábrica de Vassouras PET em Natal/RN

Depoimentos dos parceiros locais e participantes de Oficinas e Encontros

A fábrica foi criada no 2º semestre de 2009 como resultado das oficinas realizadas no 1º semestre e é o

“A oportunidade de passar tempo com as irmãs

braço socioambiental da Comunidade Evangélica Vida

d’A Rocha Brasil foi inesquecível. Primeiro porque

Plena, Natal/RN.

firmou alguns princípios que tinha aprendido

Hoje a capacidade de produção é de mil

desde menino, como cuidar das coisas que Deus

vassouras por mês, o que significa a retirada de 11

criou. Segundo porque foi a oportunidade de

mil garrafas PET do meio ambiente.

ver que ainda existem pessoas que são usadas

Todos os componentes da garrafa PET são

por Deus para levar a visão certa do que Ele

reutilizados. O bico e o fundo, que não são utilizados

diz em relação ao nosso mundo e ao futuro. E

na produção das vassouras, são destinados para

por último porque tive a chance de levar todo

uma usina de reciclagem de plástico em Recife/PE.

o conhecimento aprendido para aqueles que

As tampas são utilizadas para artesanato e os rótulos

estão sob minha tutela, visto que sou professor

para depilação.

do Ensino Fundamental. Agradeço a Deus pelas

Cada vassoura tem a durabilidade de 8 a 9 meses, três vezes mais que a vassoura piaçaba, produzida a partir de recursos naturais. São

vidas daqueles que se dedicam a levar a visão de que QUEM CRÊ, CUIDA!” Tálmany Taveres, Manaus/AM

comercializadas por R$ 4,00 a unidade, duas vezes mais que a vassoura piaçaba. Seu custo final é mais alto devido às várias ações necessárias para a sua

“Sempre fui preocupado com o meio ambiente,

produção: lavagem, corte, fiação, montagem, venda

desde a infância, mas não tive o discernimento

etc. Há um amplo mercado e a cada dia aumenta a

para atuar até ingressar na Secretaria Municipal

aceitação e interesse, mesmo com o maior custo.

de Meio Ambiente. A Rocha, em parceria com a

A fábrica já emprega quatro pessoas e é auto-

Tearfund, me deu ainda mais conhecimentos e

sustentável. Está havendo um re-investimento

utilizei o material oferecido para a conscientização

para dobrar a produção e aumentar o número de

de populares, em eventos do governo local e

colaboradores. A Comunidade Evangélica Vida

da igreja que participo. Fiz meu estudo pessoal

Plena tem como visão a melhoria da qualidade de

e repassei o conhecimento diretamente,

vida das pessoas a partir da Missão Integral, que

repassando o livro, DVD e folhetos para outros.”

não separa o ser humano do meio ambiente.

Josué de Araújo, Coelho Neto/MA

9


Relatório Anual 2009

10

“Em 2003, o Projeto Brasil 2010, do Serviço

treinamento, material de apoio e monitoramento

de Evangelização para a America Latina (SEPAL)

em educação ambiental e mobilização social para

identificou a existência de 42 igrejas no bairro de

a liderança das comunidades mais empobrecidas

Felipe Camarão, em Natal. Esta pesquisa chamou

de Natal, onde os problemas socioambientais são

a atenção de vários líderes cristãos atuantes na

ainda mais alarmantes e de trazer os líderes que

comunidade, que se reuniram para refletir sobre

atuam em contextos diferentes para uma realidade

a contribuição que poderiam dar na reversão dos

de degradação que não estão habituados a lidar.

cruéis indicadores sociais de Felipe Camarão.

Estamos muito felizes em sermos parceiros d’A

Este encontro resultou na criação da Associação

Rocha Brasil no Programa de Educação Ambiental

de Líderes Evangélicos de Felipe Camarão -

nas Igrejas. Os desafios são enormes. A oficina

ALEF, em dezembro de 2004. Hoje estimamos

despertou uma força mobilizadora e criativa nas

que existam cerca de 70 igrejas evangélicas, com

igrejas participantes e já são várias as ações

uma capilaridade que não pode ser encontrada

que começam a surgir como fruto deste primeiro

em nenhuma outra forma de organização social da

momento. Nossa expectativa agora é avançar na

comunidade. As igrejas estão presentes em todos

construção de um grande programa de educação

os recantos do bairro, mesmo os mais inóspitos,

ambiental

onde a degradação ambiental e a pobreza ensejam

sustentável nas igrejas de Felipe Camarão e outras

sua face mais cruel e os serviços públicos são ainda

comunidades que participaram das oficinas, que

mais ausentes. São de vital importância, portanto,

possa ser facilmente replicável em qualquer outra

na mobilização e organização da comunidade local,

igreja ou comunidade empobrecida do país.

com o horizonte do desenvolvimento sustentável.

e

promoção

do

desenvolvimento

É impossível prosseguir neste objetivo sem me

Foi esse cenário que nos levou a escolher

lembrar das palavras de um líder cristão, que com

Felipe Camarão para sediar as oficinas nas Igrejas,

dificuldades para ler e escrever, me pediu para

realizadas em parceria com A Rocha Brasil. Elas

preencher sua resposta sobre sua motivação para

aconteceram nos dias 11 e 12 de Junho de 2009 nas

o cuidado com o meio ambiente: “fazemos isso

igrejas Metodista Wesleyana e Missão Evangélica

porque é a vontade de Deus”. Ao saber das igrejas

Pentecostal, mobilizando 70 líderes cristãos,

que fizeram atividades ainda nos dias da oficina,

vinculados a dezenas de igrejas e organizações

multiplicando os conhecimentos adquiridos e das

evangélicas. No decorrer da programação tornava-

iniciativas que começam a surgir em vários lugares,

se claro o impacto provocado pelas oficinas, que

essa é uma certeza que se torna ainda mais presente

alcançaram com muito êxito o objetivo de sensibilizar

para nós. Aliás, como não ter esta certeza quando

e capacitar líderes para o envolvimento das igrejas

vemos pastores atuantes em realidades tão difíceis,

nas questões socioambientais, por meio de projetos

motivados a sentar no chão para colocar no papel

com comunidades locais. As oficinas, portanto, se

seu ideal de sociedade sustentável?”

constituíram na oportunidade de oferecer formação,

Leandro Silva, ALEF, Natal/RN


“Um grupo expressivo de missionários e

“Participei desse encontro em que pude

pastores da Convenção das Igrejas Batistas

compartilhar e aprender com as experiências

Unidas do Ceará (CIBUC), acompanhados por

dos demais participantes. Bom saber que há

representantes da sociedade civil e prefeituras

mais pessoas envolvidas na obra ambiental,

de 17 municípios, reuniu-se na Primeira Igreja

como princípio de vida e cristão. Bom saber

Batista de Fortaleza, nos dias 7 a 9 de maio de

que não estou sozinha. Graças a Deus!”

2009, para uma capacitação em formação de

Vivianne Silva, São Luís/MA

fóruns da Agenda 21 e em „educação ambiental. O evento foi realizado em parceria com A Rocha Brasil, Evangélicos Pela Justiça e Visão Mundial. Ao longo dos três dias foram revisitados

11

“Humildade de entender que não sabemos tudo. Cooperativismo: precisamos cooperar,

desafios que já haviam nos movimentado

trabalhar juntos para atingir algo maior, como

no passado, mas que haviam caídos em

o bem comum. Desenvolver novas formas

esquecimento, e ao mesmo tempo foram

de concepções sobre a maneira de se

trazidas novas realidades e ideias para ação.

relacionar com o outro e com o planeta.”

Um dos conceitos que mais nos chamou a

Antônio Gilvan Veras, Carnaubal/CE

atenção foi o de “Suficiência Sustentável”, uma ideia que demanda muito mais atenção e ação. Desejamos que a capacitação realizada seja

“Fui impactada. Tive informações que não

de grande incentivo para servirmos ao Senhor

conhecia antes. Recebi materiais valiosos.

na busca de uma transformação concreta.”

Conheci o trabalho d’A Rocha. Fui e estou

Mark Greenwood e Jailma Rodrigues CIBUC, Fortaleza/CE

sendo desafiada a mudar hábitos. Cresci.” Márcia Xavier, Fortaleza/CE

“Sensibilidade e visão são primordiais para se perceber a carência socioambiental de uma determinada comunidade. Só podemos atenuar os efeitos da questão ambiental por meio da atitude correta no trato com o meio ambiente em que vivemos.” Ilton Machado Júnior, Manaus/AM

Oficina em Fortaleza/CE – Maio 2009 (fotos: Gínia Bontempo)


Relatório Anual 2009

Palestras, Oficinas e Cursos Modulares Sensibilizar e capacitar pessoas para as questões ambientais tem sido um dos desafios PEA Belém/PA (foto: Andrea Ramos)

e caminhos seguidos pela A Rocha Brasil. Para isto, foram realizadas palestras, oficinas e cursos

12

modulares em igrejas, eventos, organizações

Trabalhos de Pesquisa e Conservação

e seminários, permitindo que A Rocha Brasil alcançasse pessoas interessadas em buscar um estilo de vida ambientalmente saudável. Principais palestras, oficinas e cursos modulares: 1. Retiro L’Abri

Em Julho de 2009 A Rocha Brasil (Silvia Del Lama e Andrea Ramos) realizou um estudo analisando o banco de currículos Lattes do CNPq para identificar o Perfil dos Pesquisadores Brasileiros em Biologia da Conservação com ênfase na Temática

2. RENAS 2009 3. X Encontro de Lideres de Jovens e Adolescentes – Jovens da Verdade 4. Ajuntamento das Tribos – Encontro do Movimento Underground Brasileiro.

da Amazônia. Este trabalho foi apresentado no

5. Mackenzie Voluntário

Encontro Anual da Sociedade Brasileira para o

6. Curso Modular na FLAM (Faculdade

Progresso da Ciência, na Universidade Federal do Amazonas, em Manaus.

Ajuntamento das Tribos

Teológica Latino Americana)


Comunicação e Mídia •  Produção do DVD “Reencontro com a

•  Divulgação de conceitos cristãos do cuidado

Criação”, vídeo que apresenta A Rocha Brasil,

da criação e da organização em parceria com

ações ambientais realizadas por algumas igrejas,

Timóteo Carriker no website: www.ceuseterra.com

além de testemunhos de Ariovaldo Ramos e da ex-

•  Tradução para o português e publicação

Ministra do Meio Ambiente, Marina Silvia. •  Produção de 500 canecas, 200 camisetas, 200 sacolas, 800 folders e 1500 flyers que foram usados para divulgação d’A Rocha Brasil. •  Participação de Programa de Debates na TV Mackenzie, relacionado ao Evento Mackenzie Voluntário (ação promovida pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em São Paulo). •  Publicação de oito artigos em sites e revistas (Instituto Jetro, Jornal Batista, Revista Soma, Revista Ultimato, Sepal). •  Publicação de cinco Informativos “Boas e Novas” para um público de, aproximadamente, duas mil pessoas.

do informativo de oração do Climate Stewards com apoio de Timoteo Carriker, Adriana Gravitol e Mateus Marques. •  Elaboração de um Micro-Informativo Mensal (Expedições), enviado para o grupo de associados. Foram doze edições enviadas para 32 pessoas. •  Início do processo de melhoria do website d’A Rocha Brasil, visando uma melhor apresentação gráfica e de conteúdo. •  Envio de e-card na Semana do Meio Ambiente para banco de dados: aproximadamente duas mil pessoas. •  Articulação com a liderança do Encontro da Mocidade para Cristo (MPC), resultando

•  Elaboração do Informativo Atalhos da RENAS

na mudança de estratégia de seus encontros:

(Rede Evangélica Nacional de Ação Social), com

diminuição do uso de descartáveis (vinte mil

todo o conteúdo voltado para a sensibilização do

descartáveis foram evitados); e implantação da

tema meio ambiente e fé cristã, enviado para mais

coleta seletiva de lixo.

de três mil pessoas em dezembro de 2009.

13


Relatório Anual 2009

14

Desempenho Econômico e Financeiro Demonstração do Superávit/Déficit para os Exercícios findos em 31 de dezembro de 2008 e 2009 2008

2009

Variação %

Associados, Doações, Venda de Material, Outros

R$ 33.069,83

R$ 42.423,09

28,28

Projetos e Parcerias

R$ 83.951,04

R$ 144.625,13

72,27

R$ 117.020,87

R$ 187.048,22

59,84

Pessoal

R$ 17.955,00

R$ 22.070,00

22,92

Administração

R$ 7.601,19

R$ 7.887,24

3,76

Taxas, Impostos e Outros

R$ 1.280,30

R$ 3.310,40

158,56

Material Divulgação, Eventos, Outros

R$ 2.865,67

R$ 5.839,00

103,76

R$ 446,15

R$ 7.799,75

1.648,23

Custos dos Projetos

R$ 15.112,64

R$ 72.118,87

377,21

Total

R$ 45.260,95

R$ 119.025,26

162,98

Superávit

R$ 71.759,92

R$ 68.022,96

-5,21

Receitas Operacionais

Total

Despesas Operacionais

Anuidade, Cursos e Outros


Receitas 2009 23%

77% 15

Projetos e parcerias O cenário financeiro da A Rocha Brasil no exer-

Associados, doações, venda de material e outros

Projetos e

cício de 2009 caminhou em sentido contrário aos rumos da economia mundial. Nossas parcerias possibilitaram maior incremento financeiro no Projeto de Educação Ambiental refletindo, assim, as

Associado venda de

Despesas 2009

ações estratégicas traçadas pela organização para o ano.

18%

Buscando atingir o objetivo para 2010 de uma estruturação organizacional da A Rocha Brasil, in-

7%

vestimos em um programa de capacitação – apoiados por consultoria especializada – para o comitê

61%

e equipe executiva com foco em ciclo de gestão de

3% 5%

projetos e a elaboração de um projeto de fortalecimento organizacional. Custos dos projetos Anuidade, cursos e outros

ParecerMaterial dodivulgação, eventos, reuniões Conselho Fiscal Taxas, impostos e outros

Os resultados apresentados estão baseados nos relatórios gerenciais e foram devidamente Administração aprovados pelo Conselho Fiscal da A Rocha BraPessoal sil. Para o Exercício de 2010, estamos em busca de parceria com auditoria independente para o parecer das contas.

6% Custos dos projetos Anuidade, cursos e outros Material divulgação, eventos, reuniões Taxas, impostos e outros Administração Pessoal


Relatório Anual 2009

Desafios para 2010 16

O ano de 2010 será o ano da consolidação organizacional d’A Rocha Brasil. Os projetos prioritários na agenda da organização serão:

1. Programa de Educação Ambiental (PEA) PEA Nacional •  Sensibilização, formação e capacitação de liderança •  Realização de oficinas em cidades da região centro-sul. •  Produção e distribuição de material sobre Espiritualidade, Desenvolvimento Comunitário e Meio Ambiente. •  Assessoria na construção coletiva de projetos socioambientais locais •  Acompanhamento e assessoria técnica à distância dos planos de ações locais •  Incremento da comunicação por meio da produção de informativos digitais •  Produção de conhecimento técnico-científico sobre o tema espiritualidade, desenvolvimento comunitário e meio ambiente •  Coleta, sistematização e apresentação de dados •  Aplicação do projeto para financiamento •  Procura por novos financiadores

PEA Norte e Nordeste Rede de Transformação •  Sensibilização, formação e capacitação de liderança •  Curso em Desenvolvimento Comunitário (equipe PEA + dois voluntários) •  Encontro com os parceiros locais e liderança eclesiástica em RENAS •  Realização de oficinas de desenvolvimento comunitário •  Produção e distribuição de material sobre desenvolvimento socioambiental e espiritualidade •  Elaboração e/ou adaptação e distribuição do manual Desenvolvimento Comunitário


17

Encontro Trocas de Saberes e Vivências – Duque Bacelar/MA (foto: Gínia Bontempo)

•  Facilitação e assessoria na construção coletiva de projetos socioambientais locais •  Acompanhamento e assessoria técnica à

2. Programa de Fortalecimento Organizacional para 2010

distância dos planos de ações locais •  Treinamento de estudantes e profissionais voluntários •  Monitoramento local dado pelos voluntários •  Produzir conhecimento técnico-científico sobre o tema desenvolvimento socioambiental e espiritualidade •  Coleta, sistematização e apresentação de dados

I. Estabelecimento de um Escritório-Sede. II. Elaboração

de

Plano

e

Política

de

Comunicação e Marketing. III. Elaboração de Plano de Captação de Recursos e Gestão Financeira. IV. Elaboração de um Regimento Interno. V. Desenvolvimento de Novas Parcerias para potencializar projetos atuais e oportunidades futuras.


Relatório Anual 2009

Parceiros, doadores e financiadores 18

69 11

associados em dezembro de 2009 voluntários em dezembro de 2009

Durante o ano de 2009 houve a consolidação

de várias parcerias nas quais A Rocha Brasil tem estreitado laços: •  ABAMA/MA •  ABUB •  ALEF/RN •  APA dos Morros Garapenses/MA •  Asas de Socorro/AM e PA •  CIBUC/CE •  Coordenadoria de Educação Ambiental da Diaconia/PE •  Editora Ultimato •  Editora Ultimato/MG •  Escritório da Senadora Marina Silva/AC •  Jovens da Verdade/SP •  Missão Base/RJ •  Percepção/SP •  Projeto Paralelo Dez/MG •  Projeto Reação/SP •  Rede Fale/RJ •  RENAS – Rede Evangélica Nacional de Ação Social •  Secretaria de Meio Ambiente/SP •  Sociedade Bíblica do Brasil/SP e PA •  Tearfund UK •  Visão Mundial


Equipe A Rocha Brasil 19 diretoria

Presidente Silvia Nassif Del Lama Vice-Presidente Lin Chih Chang

equipe executiva

Diretor Executivo Tesoureiro

Marcos Franqui Custódio

Robson de Souza Monteiro Consultora de Educação Ambiental Secretária

Gínia César Bontempo

Solange Mazzoni-Viveiros Assessora de Educação Ambiental Conselho Fiscal

Raquel Gonçalves Arouca

Andréa Cristina Salema Benedito José de Carvalho

Coordenadora de Educação Ambiental

Rodolpho Oliveira Simas

Andrea Carolina Martins Ramos Santos


CEP 13330-972 Indaiatuba, S茫o Paulo Tel.: (19) 3885-4274 www.arocha.org.br

foto da capa

Caixa Postal 546

Fernando Weberich

Escrit贸rio A Rocha Brasil


Relatório Anual 2009 - A Rocha Brasil