Page 154

FILIZOLA, H. F.; Pessoa, M.C.P.Y.; Gomes, M.A.F.; Souza, M.D.de. Contaminação dos solos em áreas agrícolas. In: Manzatto, C. V.; Freitas Jr, E. de.; Peres, J. R.R. (eds). Uso agrícola dos solos brasileiros. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2002. (Capítulo 7, pgs. 79-86)^ FOLADORI, Guilhermo. Limites para o desenvolvimento sustentável. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2001, 221p. FREITAS, M.A.V. (ed.) Estado das Águas no Brasil – 1999:Perspectivas de Gestão e Informação de Recursos Hídricos. SIH/ ANEEL/MME;SRH/MMA,1999,334p. FUNASA/MS. Manual de Saneamento. Fundação Nacional de Saúde,Ministério da Saúde, Departamento de Saneamento, Brasília,1999. FUNDAÇÃO DE ENGENHARIA DO MEIO AMBIENTE. Vocabulário Básico de Meio Ambiente. Compilado por Iara Verogai Dias Moreira, Rio de Janeiro,maio/1992. GUIMARÃES, M. Educação Ambiental. D.Caxias, Unigranrio, 2000. GUIMARÃES, MAURO. A formação de educadores ambientais. Campinas: Papirus, 2004. GONÇALVES, Carlos Walter Porto. O desafio ambiental. organizador Emir Sader. Rio de Janeiro: Record, 2004. GROSSI, MARIA GRICIA L; VALENTE, JOSÉ PEDRO SERRA. Educação Ambiental – Lixo Domiciliar – Enfoque Integrado – Transdisciplinar. Fundacentro, São Paulo, 2001. GUEDES, B. & FILKAUSKAS, M.E. O Plástico. São Paulo, 1986. GUERRA, A.J.T; Silva, A.S.da; Botelho, R.G.M. (orgs) Erosão e conservação dos solos - Conceitos, temas e aplicações. Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil, 1999. 340p. HIRSCHMAN, ALBERT O. De consumidor a cidadão: atividade privada e participação na vida pública. São Paulo, Brasiliense, 1983. IANNI, OCTÁVIO. A Sociedade Global. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1993. IDEC E INMETRO. Direitos do consumidor – Ética no consumo, coleção educação para o consumo responsável, 2002. IBGE. Sistema de Informações de Recursos Naturais e Meio Ambiente. Volume 3, 1994. IBGE. Anuário Estatístico do Brasil –1997. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Rio de Janeiro, 1998 (CDROM). IBGE. Síntese de Indicadores Sociais – 1998. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Rio de Janeiro, 1999,204p. KHATOUNIAN, C.A. A reconstrução ecológica da agricultura. Botucatu: Agroecológica, 2001. 348p. LAYRARGUES, PHILIPPE PORNIER. “O cinismo da reciclagem: o significado ideológico da reciclagem da lata de alumínio e suas implicações para a educação ambiental”. In: LOUREIRO, C.F.B., LAYRARGUES, P.P. & CASTRO, R. de S. (Orgs.) Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. p. 179-219.São Paulo: Cortez. 2002. LEAL,M.S. Gestão Ambiental de Recursos Hídricos: Princípios e Aplicações. CPRM, Rio de Janeiro, 1998, 176p. LEAL, A.S. As Águas Subterrâneas no Brasil: Ocorrências, Disponibilidades e Usos. In: Estado das Águas no Brasil – 1999: Perspectivas de Gestão e Informação de Recursos Hídricos,SIH/ANEEL/MME; SRH/ MMA, 1999, p.139-164. LEROY, JEAN-PIERRE et al. Tudo ao mesmo tempo agora. Desenvolvimento, sustentabilidade, democracia: o que isso tem a ver com você? Petrópolis, Vozes, 2002. LIMA, J.E.F.W.; FERREIRA, R.S.A. & CHRISTOFIDIS, D. 1999. O Uso da Irrigação no Brasil. In: Estado das Águas no Brasil – 1999: Perspectivas de Gestão e Informação de Recursos Hídricos, SIH/ANEEL/MME; SRH/MMA,1999, p. 73-82. MANZINI-COVRE, Maria de Lourdes. O que é cidadania. São Paulo, Brasiliense, 1991. MMA. Os Ecossistemas Brasileiros e os Principais Macrovetores do Desenvolvimento – Subsídios ao Planejamento da Gestão Ambiental, Ministério do Meio Ambiente, 1997. MMA. Programa Nacional de Florestas. Publicação da Diretoria do Programa Nacional de Florestas do MMA. MMA. Rotulagem ambiental – documento base para o Programa Brasileiro de Rotulagem Ambiental. Brasília, MMA/SPDS, 2002. MICHAELI, W. e outros. Tecnologia dos Plásticos. Editora Edgard Blücher Ltda.,São Paulo, 1995. MPO-SEPURB-IPEA. Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS – Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgotos – 1997. Ministério do Planejamento e Orçamento – MPO, Secretaria de Política Urbana – SEPURB, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA: Brasília, novembro de 1998, 226p. MITTERMEIER, R. A.; MITTERMEIER, C.G; MYERS, N e PATRÍCIO, R.G. Hotspots Earth´s Biologically Richest and Most Endangered Terrestrial Ecoregions. Cemex S/A, México, 1999. MURRIETA, J. R. & Rueda, R. P. (eds) 1995. Reservas Extrativistas. UICN/CCE/CNPT- IBAMA, 133p. NOVAES, WASHINGTON. Entre o realismo e o ceticismo. O Estado de S. Paulo, p. A-2, 17.01.2003. PENIDO, JOSÉ HENRIQUE MONTEIRO et al. Manual de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos. Coordenação Técnica Victor Zular Zveibel, Rio de Janeiro, IBAM, 2001. PESSOA, M.C.P.Y.; Silva, A.de S.; Camargo, C. P. Qualidade e certificação de produtos agropecuários. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2002. 188p. (Texto para discussões; 14) PINSKY, JAIME. Cidadania e educação. São Paulo, Contexto, 2001. PINSKY, JAIME & PINSKY, Carla Bassanezi. História da cidadania. São Paulo, Contexto, 2003.

153

Profile for A Rocha Brasil

Manual de Educação para o Consumo Sustentável  

"Educação para o Consumo Sustentável". Ministério do Meio Ambiente, 2005, 162p.

Manual de Educação para o Consumo Sustentável  

"Educação para o Consumo Sustentável". Ministério do Meio Ambiente, 2005, 162p.

Advertisement